SlideShare uma empresa Scribd logo
Terra, um sistema 
capaz de gerar vida
O que é um sistema? 
Um sistema é por definição “um grupo de entidades que interagem entre si 
para produzir um determinado produto”. 
Exemplos de sistemas: 
Rio 
Sistema Circulatório 
Sistema Solar 
Célula 
Ser vivo
3 
Tipos de sistemas 
Atendendo às interações, ao nível da matéria e da energia que podem existir 
entre um sistema e o seu meio envolvente, podemos considerar três tipos de 
sistemas: isolado, fechado e aberto. 
Isolado Fechado Aberto 
Quando não há trocas de energia e de 
massa com o seu universo envolvente. 
Quando não há transferência de 
massa entre ele e o seu universo 
envolvente podendo ocorrer trocas de 
energia. 
Quando há trocas de energia e de 
massa com o seu universo envolvente. 
Sistema 
pode ser
4 
A Terra é um sistema? 
A biodiversidade existente no planeta forma, conjuntamente com outros 
componentes naturais, um sistema bem organizado. 
Assim, a Terra no seu 
todo pode ser entendida 
como um grande sistema 
aberto, subdividido em 
quatro subsistemas: 
 Atmosfera; 
 Hidrosfera; 
 Litosfera; 
 Biosfera.
5 
A Atmosfera 
A atmosfera é a camada gasosa que envolve a Terra.
A Hidrosfera 
A hidrosfera inclui toda a água existente na Terra: oceanos, rios, lagos, águas 
subterrâneas, neve, glaciares,...
7 
A Litosfera 
A litosfera constitui a parte superficial sólida da Terra: rochas e minerais.
8 
A Biosfera 
A biosfera inclui todos os seres vivos 
e os lugares onde a sua existência é 
possível.
9 
Interações entre os subsistemas 
Os subsistemas terrestres interagem entre si, havendo trocas de matéria e de 
energia, pelo que a alteração de um qualquer destes subsistemas provoca a 
alteração dos restantes. 
Algumas das possíveis interações entre os subsistemas terrestres: 
Atmosfera 
… e Biosfera 
Algumas atividades humanas contribuem para a poluição 
atmosférica. 
… e Hidrosfera 
O vapor de água existente na atmosfera, por arrefecimento, 
condensa e precipita na forma de chuva. 
… e Litosfera Os vulcões libertam gases para a atmosfera. 
Hidrosfera 
… e Biosfera 
Os seres vivos retiram da hidrosfera a água necessária às 
suas funções vitais. 
… e Litosfera 
A água contribui para a alteração química e física das rochas, 
provocando a sua dissolução e fragmentação. 
Biosfera … e Litosfera Os seres vivos podem conduzir à alteração das rochas.
Mas como terá surgido a vida na Terra?
Origem da vida 
O aparecimento dos seres vivos na Terra constitui um tema que desde a 
Antiguidade tem apaixonado o espírito humano. 
No entanto, apesar dos grandes avanços das várias ciências, a resposta a esta 
questão, ainda se situa no campo das hipóteses/teorias. 
Vários modelos e teorias têm sido apresentados: 
 Criacionismo; 
 Geração Espontânea; 
 Panspermia; 
 Oparin-Haldane.
Segundo esta teoria, a origem da vida na Terra deve-se aos desígnios de uma 
ou mais entidades inteligentes. 
12 
Criacionismo 
Por traçar um limite muito 
fino entre ciência e religião, 
não se fundamenta em 
factos que possam ser 
provados e quantificados, 
mas sim na fé das várias 
correntes religiosas hoje 
existentes. 
Em resultado de não poder ser suportada nem negada por parte da 
comunidade científica, esta teoria perde o seu sentido enquanto 
possibilidade para a explicação da origem da vida.
13 
Geração Espontânea 
Esta teoria, defendida por Aristóteles, considerava que a vida podia ter 
origem a partir de matéria não viva, “princípio passivo”, que interage com 
um “princípio ativo”, capacidade que dá forma a essa matéria inanimada. 
Os organismos assim originados podiam ser simples ou complexos, mas 
surgiam sempre de modo súbito e espontâneo. 
Em 1862, Louis Pasteur conseguiu 
provar cientificamente que nas 
condições da Terra atual não ocorre 
geração espontânea e que qualquer 
forma de vida provém de vida pré- 
-existente. 
Louis Pasteur
14 
Panspermia 
Esta teoria, no final do século XIX, sugeria que a origem da vida na Terra terá 
tido início aquando da chegada de uma semente da vida ao planeta, 
sementes essas que existiriam então em todo o Universo. 
Outras hipóteses são 
incluídas nesta teoria e, 
desde o transporte de 
germes por meteoritos à 
panspermia cósmica e aos 
esporos ou germes de vida 
deslocados pela pressão de 
radiação, todas estas 
suposições foram feitas.
15 
Teoria de Oparin-Haldane 
Em 1929, estes dois cientistas admitiram um modelo de evolução pré-biológica 
(evolução química) que terá culminado com o aparecimento dos 
primeiros seres vivos, nos oceanos, há cerca de 3500 milhões de anos atrás. 
Esta teoria integra vários pressupostos: 
- Os constituintes gasosos da atmosfera primitiva, 
sujeitos à ação de energia proveniente de diferentes 
fontes, reagiram entre si e originaram os primeiros 
compostos orgânicos que eram moléculas muito 
simples. 
- Transferidos para os oceanos, um processo de evolução 
química conduziu à formação de moléculas orgânicas 
mais complexas a partir das moléculas simples. 
- Essas moléculas ter-se-iam agregado constituindo 
unidades individualizadas do meio e, em condições 
ambientais apropriadas, poderão ter dado origem à 
vida na Terra.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Resumos Biologia Geologia (GEOLOGIA) 10º Ano
Resumos Biologia Geologia (GEOLOGIA) 10º AnoResumos Biologia Geologia (GEOLOGIA) 10º Ano
Resumos Biologia Geologia (GEOLOGIA) 10º Ano
Vitor Perfeito
 
Rochas magmáticas
Rochas magmáticasRochas magmáticas
Rochas magmáticas
Tânia Reis
 
EXERCÍCIOS DE EXAMES
EXERCÍCIOS DE EXAMESEXERCÍCIOS DE EXAMES
EXERCÍCIOS DE EXAMES
sandranascimento
 
1 intervenção do homem ...
1   intervenção do homem ...1   intervenção do homem ...
1 intervenção do homem ...
margaridabt
 
Rochas Metamórficas
Rochas MetamórficasRochas Metamórficas
Rochas Metamórficas
Tânia Reis
 
Exercícios tipo exame sismologia metodos estrutura
Exercícios tipo exame sismologia metodos estruturaExercícios tipo exame sismologia metodos estrutura
Exercícios tipo exame sismologia metodos estrutura
Andreia Carvalho
 
Rochas sedimentares classificação biogénicas
Rochas sedimentares  classificação biogénicasRochas sedimentares  classificação biogénicas
Rochas sedimentares classificação biogénicas
Isabel Lopes
 
Poster científico corrigido pelo professor
Poster científico   corrigido pelo professorPoster científico   corrigido pelo professor
Poster científico corrigido pelo professor
antoniopedropinheiro
 
A terra e os seus subsistemas em interação
A terra e os seus subsistemas em interaçãoA terra e os seus subsistemas em interação
A terra e os seus subsistemas em interação
Marília Pereira
 
O tempo em geologia - datação relativa e absoluta
O tempo em geologia - datação relativa e absolutaO tempo em geologia - datação relativa e absoluta
O tempo em geologia - datação relativa e absoluta
Ana Castro
 
8 sismologia
8   sismologia8   sismologia
8 sismologia
margaridabt
 
Fosseis
FosseisFosseis
Fosseis
cpfss
 
9.DataçãO Absoluta
9.DataçãO Absoluta9.DataçãO Absoluta
9.DataçãO Absoluta
guestfa5e9
 
Biologia 11 sistemas de classificação
Biologia 11   sistemas de classificaçãoBiologia 11   sistemas de classificação
Biologia 11 sistemas de classificação
Nuno Correia
 
A Terra e os seus subsistemas em interação
A Terra e os seus subsistemas em interaçãoA Terra e os seus subsistemas em interação
A Terra e os seus subsistemas em interação
Marta Espada
 
A terra como um sistema
A terra como um sistemaA terra como um sistema
A terra como um sistema
Ana Paula Taveira
 
8 vulcanologia
8   vulcanologia8   vulcanologia
8 vulcanologia
margaridabt
 
Testes Intermédios 10ºano
Testes Intermédios 10ºanoTestes Intermédios 10ºano
Testes Intermédios 10ºano
sandranascimento
 
Determinismo e Livre-arbítrio - Filosofia 10º Ano
Determinismo e Livre-arbítrio - Filosofia 10º AnoDeterminismo e Livre-arbítrio - Filosofia 10º Ano
Determinismo e Livre-arbítrio - Filosofia 10º Ano
Pedro Francisco
 
Metodos Estudo Interior Geosfera (Meu)
Metodos Estudo Interior Geosfera (Meu)Metodos Estudo Interior Geosfera (Meu)
Metodos Estudo Interior Geosfera (Meu)
guest47596c16b
 

Mais procurados (20)

Resumos Biologia Geologia (GEOLOGIA) 10º Ano
Resumos Biologia Geologia (GEOLOGIA) 10º AnoResumos Biologia Geologia (GEOLOGIA) 10º Ano
Resumos Biologia Geologia (GEOLOGIA) 10º Ano
 
Rochas magmáticas
Rochas magmáticasRochas magmáticas
Rochas magmáticas
 
EXERCÍCIOS DE EXAMES
EXERCÍCIOS DE EXAMESEXERCÍCIOS DE EXAMES
EXERCÍCIOS DE EXAMES
 
1 intervenção do homem ...
1   intervenção do homem ...1   intervenção do homem ...
1 intervenção do homem ...
 
Rochas Metamórficas
Rochas MetamórficasRochas Metamórficas
Rochas Metamórficas
 
Exercícios tipo exame sismologia metodos estrutura
Exercícios tipo exame sismologia metodos estruturaExercícios tipo exame sismologia metodos estrutura
Exercícios tipo exame sismologia metodos estrutura
 
Rochas sedimentares classificação biogénicas
Rochas sedimentares  classificação biogénicasRochas sedimentares  classificação biogénicas
Rochas sedimentares classificação biogénicas
 
Poster científico corrigido pelo professor
Poster científico   corrigido pelo professorPoster científico   corrigido pelo professor
Poster científico corrigido pelo professor
 
A terra e os seus subsistemas em interação
A terra e os seus subsistemas em interaçãoA terra e os seus subsistemas em interação
A terra e os seus subsistemas em interação
 
O tempo em geologia - datação relativa e absoluta
O tempo em geologia - datação relativa e absolutaO tempo em geologia - datação relativa e absoluta
O tempo em geologia - datação relativa e absoluta
 
8 sismologia
8   sismologia8   sismologia
8 sismologia
 
Fosseis
FosseisFosseis
Fosseis
 
9.DataçãO Absoluta
9.DataçãO Absoluta9.DataçãO Absoluta
9.DataçãO Absoluta
 
Biologia 11 sistemas de classificação
Biologia 11   sistemas de classificaçãoBiologia 11   sistemas de classificação
Biologia 11 sistemas de classificação
 
A Terra e os seus subsistemas em interação
A Terra e os seus subsistemas em interaçãoA Terra e os seus subsistemas em interação
A Terra e os seus subsistemas em interação
 
A terra como um sistema
A terra como um sistemaA terra como um sistema
A terra como um sistema
 
8 vulcanologia
8   vulcanologia8   vulcanologia
8 vulcanologia
 
Testes Intermédios 10ºano
Testes Intermédios 10ºanoTestes Intermédios 10ºano
Testes Intermédios 10ºano
 
Determinismo e Livre-arbítrio - Filosofia 10º Ano
Determinismo e Livre-arbítrio - Filosofia 10º AnoDeterminismo e Livre-arbítrio - Filosofia 10º Ano
Determinismo e Livre-arbítrio - Filosofia 10º Ano
 
Metodos Estudo Interior Geosfera (Meu)
Metodos Estudo Interior Geosfera (Meu)Metodos Estudo Interior Geosfera (Meu)
Metodos Estudo Interior Geosfera (Meu)
 

Destaque

Terra - um planeta com vida
Terra - um planeta com vidaTerra - um planeta com vida
Terra - um planeta com vida
Catir
 
Sistema terra
Sistema terraSistema terra
Sistema terra
nelsonesim
 
A terra como um sistema
A terra como um sistemaA terra como um sistema
A terra como um sistema
hugo dias
 
Condições da terra que permitem a existência da vida
Condições da terra que permitem a existência da vidaCondições da terra que permitem a existência da vida
Condições da terra que permitem a existência da vida
cn2012
 
A célula
A célulaA célula
A célula
catiacsantos
 
A célula
A célulaA célula
A célula
Catir
 
Rochas metamórficas
Rochas metamórficasRochas metamórficas
Rochas metamórficas
Catir
 
O ciclo das rochas
O ciclo das rochasO ciclo das rochas
O ciclo das rochas
Catir
 
4 ecossistemas
4 ecossistemas4 ecossistemas
4 ecossistemas
Catir
 
Ecossistemas - fatores abióticos
Ecossistemas - fatores abióticosEcossistemas - fatores abióticos
Ecossistemas - fatores abióticos
mariacarmoteixeira
 
Factores Abióticos - Luz
Factores Abióticos - LuzFactores Abióticos - Luz
Factores Abióticos - Luz
Catir
 
Factores Abióticos - Água
Factores Abióticos - ÁguaFactores Abióticos - Água
Factores Abióticos - Água
Catir
 
Fluxo de energia
Fluxo de energiaFluxo de energia
Fluxo de energia
Catir
 
Factores Bióticos
Factores BióticosFactores Bióticos
Factores Bióticos
Catir
 
Factores Abióticos - Temperatura
Factores Abióticos - TemperaturaFactores Abióticos - Temperatura
Factores Abióticos - Temperatura
Catir
 
Programa de ciências naturais 8º ano
Programa de ciências naturais 8º anoPrograma de ciências naturais 8º ano
Programa de ciências naturais 8º ano
Catir
 
Os minerais e as suas características
Os minerais e as suas característicasOs minerais e as suas características
Os minerais e as suas características
Catir
 
Agentes modeladores da paisagem
Agentes modeladores da paisagemAgentes modeladores da paisagem
Agentes modeladores da paisagem
Catir
 
Ambiente Magmático: Tipos de Rochas e Paisagens
Ambiente Magmático: Tipos de Rochas e PaisagensAmbiente Magmático: Tipos de Rochas e Paisagens
Ambiente Magmático: Tipos de Rochas e Paisagens
Catir
 
Ambiente sedimentar: formação, tipos de rochas e paisagens
Ambiente sedimentar: formação, tipos de rochas e paisagensAmbiente sedimentar: formação, tipos de rochas e paisagens
Ambiente sedimentar: formação, tipos de rochas e paisagens
Catir
 

Destaque (20)

Terra - um planeta com vida
Terra - um planeta com vidaTerra - um planeta com vida
Terra - um planeta com vida
 
Sistema terra
Sistema terraSistema terra
Sistema terra
 
A terra como um sistema
A terra como um sistemaA terra como um sistema
A terra como um sistema
 
Condições da terra que permitem a existência da vida
Condições da terra que permitem a existência da vidaCondições da terra que permitem a existência da vida
Condições da terra que permitem a existência da vida
 
A célula
A célulaA célula
A célula
 
A célula
A célulaA célula
A célula
 
Rochas metamórficas
Rochas metamórficasRochas metamórficas
Rochas metamórficas
 
O ciclo das rochas
O ciclo das rochasO ciclo das rochas
O ciclo das rochas
 
4 ecossistemas
4 ecossistemas4 ecossistemas
4 ecossistemas
 
Ecossistemas - fatores abióticos
Ecossistemas - fatores abióticosEcossistemas - fatores abióticos
Ecossistemas - fatores abióticos
 
Factores Abióticos - Luz
Factores Abióticos - LuzFactores Abióticos - Luz
Factores Abióticos - Luz
 
Factores Abióticos - Água
Factores Abióticos - ÁguaFactores Abióticos - Água
Factores Abióticos - Água
 
Fluxo de energia
Fluxo de energiaFluxo de energia
Fluxo de energia
 
Factores Bióticos
Factores BióticosFactores Bióticos
Factores Bióticos
 
Factores Abióticos - Temperatura
Factores Abióticos - TemperaturaFactores Abióticos - Temperatura
Factores Abióticos - Temperatura
 
Programa de ciências naturais 8º ano
Programa de ciências naturais 8º anoPrograma de ciências naturais 8º ano
Programa de ciências naturais 8º ano
 
Os minerais e as suas características
Os minerais e as suas característicasOs minerais e as suas características
Os minerais e as suas características
 
Agentes modeladores da paisagem
Agentes modeladores da paisagemAgentes modeladores da paisagem
Agentes modeladores da paisagem
 
Ambiente Magmático: Tipos de Rochas e Paisagens
Ambiente Magmático: Tipos de Rochas e PaisagensAmbiente Magmático: Tipos de Rochas e Paisagens
Ambiente Magmático: Tipos de Rochas e Paisagens
 
Ambiente sedimentar: formação, tipos de rochas e paisagens
Ambiente sedimentar: formação, tipos de rochas e paisagensAmbiente sedimentar: formação, tipos de rochas e paisagens
Ambiente sedimentar: formação, tipos de rochas e paisagens
 

Semelhante a A Terra como um sistema

A terra como_um_sistema
A terra como_um_sistemaA terra como_um_sistema
A terra como_um_sistema
carolcastanheiracc4
 
LYNN MARGULIS - O que é sexo?
LYNN MARGULIS - O que é sexo?LYNN MARGULIS - O que é sexo?
LYNN MARGULIS - O que é sexo?
Carlos Burke
 
8 ano juvencio2018
8 ano juvencio20188 ano juvencio2018
8 ano juvencio2018
Flavia Landgraf
 
Origem da vida cd
Origem da vida cdOrigem da vida cd
Origem da vida cd
Ana Conceição
 
Apostila6 (1)
Apostila6 (1)Apostila6 (1)
Apostila6 (1)
tiagaoc1
 
LYNN MARGULIS - O que é vida?
LYNN MARGULIS - O que é vida?LYNN MARGULIS - O que é vida?
LYNN MARGULIS - O que é vida?
Carlos Burke
 
Gênese orgânica
Gênese orgânicaGênese orgânica
Gênese orgânica
Ana Cláudia Leal Felgueiras
 
3º ANO JACARECAPA II-MÓDULO -1º PERIODO.docx
3º ANO JACARECAPA II-MÓDULO -1º PERIODO.docx3º ANO JACARECAPA II-MÓDULO -1º PERIODO.docx
3º ANO JACARECAPA II-MÓDULO -1º PERIODO.docx
marcia santos
 
Durval origem da vida - versão definitiva
Durval   origem da vida - versão definitivaDurval   origem da vida - versão definitiva
Durval origem da vida - versão definitiva
tenraquel
 
Diversidade biol e conser das especies unid 4
Diversidade biol e conser das especies unid 4Diversidade biol e conser das especies unid 4
Diversidade biol e conser das especies unid 4
Marilay Zac
 
BIO 141 - Módulos 1 e 2 (Origem da Vida).pdf
BIO 141 - Módulos 1 e 2 (Origem da Vida).pdfBIO 141 - Módulos 1 e 2 (Origem da Vida).pdf
BIO 141 - Módulos 1 e 2 (Origem da Vida).pdf
ricaPereiradaSilva2
 
Ciências (Teste)
Ciências (Teste)Ciências (Teste)
Ciências (Teste)
AcademiaAS
 
Aula origem da vida
Aula origem da vidaAula origem da vida
Aula origem da vida
Julia Chaves
 
Eae aula 2 - o nosso planeta
Eae   aula 2 - o nosso planetaEae   aula 2 - o nosso planeta
Eae aula 2 - o nosso planeta
Roberto Rossignatti
 
7ª SéRie Origem Vida
7ª SéRie   Origem Vida7ª SéRie   Origem Vida
7ª SéRie Origem Vida
SESI 422 - Americana
 
Apostila homem e sociedade 2015
Apostila homem e sociedade 2015 Apostila homem e sociedade 2015
Apostila homem e sociedade 2015
Charles Crispim
 
1°S_Aula 2 _origem da célula_ fev-2014
1°S_Aula 2 _origem da célula_ fev-2014 1°S_Aula 2 _origem da célula_ fev-2014
1°S_Aula 2 _origem da célula_ fev-2014
Ionara Urrutia Moura
 
A origem da vida
A origem da vidaA origem da vida
A origem da vida
Renata Cabral
 
ORIGEM DA VIDA - PERCURSO FILOSOFICO .pptx
ORIGEM DA VIDA - PERCURSO FILOSOFICO .pptxORIGEM DA VIDA - PERCURSO FILOSOFICO .pptx
ORIGEM DA VIDA - PERCURSO FILOSOFICO .pptx
TobiasFim2
 
2º Bloco Aula 4 A Vida Ilka
2º Bloco   Aula 4   A Vida   Ilka2º Bloco   Aula 4   A Vida   Ilka
2º Bloco Aula 4 A Vida Ilka
Wladimir Crippa
 

Semelhante a A Terra como um sistema (20)

A terra como_um_sistema
A terra como_um_sistemaA terra como_um_sistema
A terra como_um_sistema
 
LYNN MARGULIS - O que é sexo?
LYNN MARGULIS - O que é sexo?LYNN MARGULIS - O que é sexo?
LYNN MARGULIS - O que é sexo?
 
8 ano juvencio2018
8 ano juvencio20188 ano juvencio2018
8 ano juvencio2018
 
Origem da vida cd
Origem da vida cdOrigem da vida cd
Origem da vida cd
 
Apostila6 (1)
Apostila6 (1)Apostila6 (1)
Apostila6 (1)
 
LYNN MARGULIS - O que é vida?
LYNN MARGULIS - O que é vida?LYNN MARGULIS - O que é vida?
LYNN MARGULIS - O que é vida?
 
Gênese orgânica
Gênese orgânicaGênese orgânica
Gênese orgânica
 
3º ANO JACARECAPA II-MÓDULO -1º PERIODO.docx
3º ANO JACARECAPA II-MÓDULO -1º PERIODO.docx3º ANO JACARECAPA II-MÓDULO -1º PERIODO.docx
3º ANO JACARECAPA II-MÓDULO -1º PERIODO.docx
 
Durval origem da vida - versão definitiva
Durval   origem da vida - versão definitivaDurval   origem da vida - versão definitiva
Durval origem da vida - versão definitiva
 
Diversidade biol e conser das especies unid 4
Diversidade biol e conser das especies unid 4Diversidade biol e conser das especies unid 4
Diversidade biol e conser das especies unid 4
 
BIO 141 - Módulos 1 e 2 (Origem da Vida).pdf
BIO 141 - Módulos 1 e 2 (Origem da Vida).pdfBIO 141 - Módulos 1 e 2 (Origem da Vida).pdf
BIO 141 - Módulos 1 e 2 (Origem da Vida).pdf
 
Ciências (Teste)
Ciências (Teste)Ciências (Teste)
Ciências (Teste)
 
Aula origem da vida
Aula origem da vidaAula origem da vida
Aula origem da vida
 
Eae aula 2 - o nosso planeta
Eae   aula 2 - o nosso planetaEae   aula 2 - o nosso planeta
Eae aula 2 - o nosso planeta
 
7ª SéRie Origem Vida
7ª SéRie   Origem Vida7ª SéRie   Origem Vida
7ª SéRie Origem Vida
 
Apostila homem e sociedade 2015
Apostila homem e sociedade 2015 Apostila homem e sociedade 2015
Apostila homem e sociedade 2015
 
1°S_Aula 2 _origem da célula_ fev-2014
1°S_Aula 2 _origem da célula_ fev-2014 1°S_Aula 2 _origem da célula_ fev-2014
1°S_Aula 2 _origem da célula_ fev-2014
 
A origem da vida
A origem da vidaA origem da vida
A origem da vida
 
ORIGEM DA VIDA - PERCURSO FILOSOFICO .pptx
ORIGEM DA VIDA - PERCURSO FILOSOFICO .pptxORIGEM DA VIDA - PERCURSO FILOSOFICO .pptx
ORIGEM DA VIDA - PERCURSO FILOSOFICO .pptx
 
2º Bloco Aula 4 A Vida Ilka
2º Bloco   Aula 4   A Vida   Ilka2º Bloco   Aula 4   A Vida   Ilka
2º Bloco Aula 4 A Vida Ilka
 

Mais de Catir

Exercícios de Exames de Geologia de 10º ano
Exercícios de Exames de Geologia de 10º anoExercícios de Exames de Geologia de 10º ano
Exercícios de Exames de Geologia de 10º ano
Catir
 
Atividade vulcânica
Atividade vulcânicaAtividade vulcânica
Atividade vulcânica
Catir
 
Rochas sedimentares
Rochas sedimentaresRochas sedimentares
Rochas sedimentares
Catir
 
Os minerais e as suas características
Os minerais e as suas característicasOs minerais e as suas características
Os minerais e as suas características
Catir
 
Dinâmica externa da Terra -1
Dinâmica externa da Terra -1Dinâmica externa da Terra -1
Dinâmica externa da Terra -1
Catir
 
Paisagens geológicas
Paisagens geológicasPaisagens geológicas
Paisagens geológicas
Catir
 
História das Ciências e Educação em Ciências
História das Ciências e Educação em CiênciasHistória das Ciências e Educação em Ciências
História das Ciências e Educação em Ciências
Catir
 
Sistema digestivo
Sistema digestivoSistema digestivo
Sistema digestivo
Catir
 
o sistema respiratório
o sistema respiratórioo sistema respiratório
o sistema respiratório
Catir
 
O sistema linfático
O sistema linfáticoO sistema linfático
O sistema linfático
Catir
 
Algumas perturbações do sistema circulatório
Algumas perturbações do sistema circulatórioAlgumas perturbações do sistema circulatório
Algumas perturbações do sistema circulatório
Catir
 
Tipos de circulação sanguínea
Tipos de circulação sanguíneaTipos de circulação sanguínea
Tipos de circulação sanguínea
Catir
 
O ciclo cardíaco
O ciclo cardíacoO ciclo cardíaco
O ciclo cardíaco
Catir
 
Anatomia do coração
Anatomia do coraçãoAnatomia do coração
Anatomia do coração
Catir
 
Constituição do sangue
Constituição do sangueConstituição do sangue
Constituição do sangue
Catir
 
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervoso
Catir
 
Sistema hormonal
Sistema hormonalSistema hormonal
Sistema hormonal
Catir
 
Sistema neuro-hormonal
Sistema neuro-hormonalSistema neuro-hormonal
Sistema neuro-hormonal
Catir
 
DST
DSTDST
DST
Catir
 
Métodos contraceptivos
Métodos contraceptivosMétodos contraceptivos
Métodos contraceptivos
Catir
 

Mais de Catir (20)

Exercícios de Exames de Geologia de 10º ano
Exercícios de Exames de Geologia de 10º anoExercícios de Exames de Geologia de 10º ano
Exercícios de Exames de Geologia de 10º ano
 
Atividade vulcânica
Atividade vulcânicaAtividade vulcânica
Atividade vulcânica
 
Rochas sedimentares
Rochas sedimentaresRochas sedimentares
Rochas sedimentares
 
Os minerais e as suas características
Os minerais e as suas característicasOs minerais e as suas características
Os minerais e as suas características
 
Dinâmica externa da Terra -1
Dinâmica externa da Terra -1Dinâmica externa da Terra -1
Dinâmica externa da Terra -1
 
Paisagens geológicas
Paisagens geológicasPaisagens geológicas
Paisagens geológicas
 
História das Ciências e Educação em Ciências
História das Ciências e Educação em CiênciasHistória das Ciências e Educação em Ciências
História das Ciências e Educação em Ciências
 
Sistema digestivo
Sistema digestivoSistema digestivo
Sistema digestivo
 
o sistema respiratório
o sistema respiratórioo sistema respiratório
o sistema respiratório
 
O sistema linfático
O sistema linfáticoO sistema linfático
O sistema linfático
 
Algumas perturbações do sistema circulatório
Algumas perturbações do sistema circulatórioAlgumas perturbações do sistema circulatório
Algumas perturbações do sistema circulatório
 
Tipos de circulação sanguínea
Tipos de circulação sanguíneaTipos de circulação sanguínea
Tipos de circulação sanguínea
 
O ciclo cardíaco
O ciclo cardíacoO ciclo cardíaco
O ciclo cardíaco
 
Anatomia do coração
Anatomia do coraçãoAnatomia do coração
Anatomia do coração
 
Constituição do sangue
Constituição do sangueConstituição do sangue
Constituição do sangue
 
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervoso
 
Sistema hormonal
Sistema hormonalSistema hormonal
Sistema hormonal
 
Sistema neuro-hormonal
Sistema neuro-hormonalSistema neuro-hormonal
Sistema neuro-hormonal
 
DST
DSTDST
DST
 
Métodos contraceptivos
Métodos contraceptivosMétodos contraceptivos
Métodos contraceptivos
 

Último

Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
deboracorrea21
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
orquestrasinfonicaam
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
EsterGabriiela1
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 

Último (20)

Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 

A Terra como um sistema

  • 1. Terra, um sistema capaz de gerar vida
  • 2. O que é um sistema? Um sistema é por definição “um grupo de entidades que interagem entre si para produzir um determinado produto”. Exemplos de sistemas: Rio Sistema Circulatório Sistema Solar Célula Ser vivo
  • 3. 3 Tipos de sistemas Atendendo às interações, ao nível da matéria e da energia que podem existir entre um sistema e o seu meio envolvente, podemos considerar três tipos de sistemas: isolado, fechado e aberto. Isolado Fechado Aberto Quando não há trocas de energia e de massa com o seu universo envolvente. Quando não há transferência de massa entre ele e o seu universo envolvente podendo ocorrer trocas de energia. Quando há trocas de energia e de massa com o seu universo envolvente. Sistema pode ser
  • 4. 4 A Terra é um sistema? A biodiversidade existente no planeta forma, conjuntamente com outros componentes naturais, um sistema bem organizado. Assim, a Terra no seu todo pode ser entendida como um grande sistema aberto, subdividido em quatro subsistemas:  Atmosfera;  Hidrosfera;  Litosfera;  Biosfera.
  • 5. 5 A Atmosfera A atmosfera é a camada gasosa que envolve a Terra.
  • 6. A Hidrosfera A hidrosfera inclui toda a água existente na Terra: oceanos, rios, lagos, águas subterrâneas, neve, glaciares,...
  • 7. 7 A Litosfera A litosfera constitui a parte superficial sólida da Terra: rochas e minerais.
  • 8. 8 A Biosfera A biosfera inclui todos os seres vivos e os lugares onde a sua existência é possível.
  • 9. 9 Interações entre os subsistemas Os subsistemas terrestres interagem entre si, havendo trocas de matéria e de energia, pelo que a alteração de um qualquer destes subsistemas provoca a alteração dos restantes. Algumas das possíveis interações entre os subsistemas terrestres: Atmosfera … e Biosfera Algumas atividades humanas contribuem para a poluição atmosférica. … e Hidrosfera O vapor de água existente na atmosfera, por arrefecimento, condensa e precipita na forma de chuva. … e Litosfera Os vulcões libertam gases para a atmosfera. Hidrosfera … e Biosfera Os seres vivos retiram da hidrosfera a água necessária às suas funções vitais. … e Litosfera A água contribui para a alteração química e física das rochas, provocando a sua dissolução e fragmentação. Biosfera … e Litosfera Os seres vivos podem conduzir à alteração das rochas.
  • 10. Mas como terá surgido a vida na Terra?
  • 11. Origem da vida O aparecimento dos seres vivos na Terra constitui um tema que desde a Antiguidade tem apaixonado o espírito humano. No entanto, apesar dos grandes avanços das várias ciências, a resposta a esta questão, ainda se situa no campo das hipóteses/teorias. Vários modelos e teorias têm sido apresentados:  Criacionismo;  Geração Espontânea;  Panspermia;  Oparin-Haldane.
  • 12. Segundo esta teoria, a origem da vida na Terra deve-se aos desígnios de uma ou mais entidades inteligentes. 12 Criacionismo Por traçar um limite muito fino entre ciência e religião, não se fundamenta em factos que possam ser provados e quantificados, mas sim na fé das várias correntes religiosas hoje existentes. Em resultado de não poder ser suportada nem negada por parte da comunidade científica, esta teoria perde o seu sentido enquanto possibilidade para a explicação da origem da vida.
  • 13. 13 Geração Espontânea Esta teoria, defendida por Aristóteles, considerava que a vida podia ter origem a partir de matéria não viva, “princípio passivo”, que interage com um “princípio ativo”, capacidade que dá forma a essa matéria inanimada. Os organismos assim originados podiam ser simples ou complexos, mas surgiam sempre de modo súbito e espontâneo. Em 1862, Louis Pasteur conseguiu provar cientificamente que nas condições da Terra atual não ocorre geração espontânea e que qualquer forma de vida provém de vida pré- -existente. Louis Pasteur
  • 14. 14 Panspermia Esta teoria, no final do século XIX, sugeria que a origem da vida na Terra terá tido início aquando da chegada de uma semente da vida ao planeta, sementes essas que existiriam então em todo o Universo. Outras hipóteses são incluídas nesta teoria e, desde o transporte de germes por meteoritos à panspermia cósmica e aos esporos ou germes de vida deslocados pela pressão de radiação, todas estas suposições foram feitas.
  • 15. 15 Teoria de Oparin-Haldane Em 1929, estes dois cientistas admitiram um modelo de evolução pré-biológica (evolução química) que terá culminado com o aparecimento dos primeiros seres vivos, nos oceanos, há cerca de 3500 milhões de anos atrás. Esta teoria integra vários pressupostos: - Os constituintes gasosos da atmosfera primitiva, sujeitos à ação de energia proveniente de diferentes fontes, reagiram entre si e originaram os primeiros compostos orgânicos que eram moléculas muito simples. - Transferidos para os oceanos, um processo de evolução química conduziu à formação de moléculas orgânicas mais complexas a partir das moléculas simples. - Essas moléculas ter-se-iam agregado constituindo unidades individualizadas do meio e, em condições ambientais apropriadas, poderão ter dado origem à vida na Terra.