Catástrofes Naturais

48.363 visualizações

Publicada em

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Catástrofes Naturais

  1. 1. Catástrofes Naturais Grupo: Nº2 Ana Pinto Nº6 Bárbara Gonçalves
  2. 2. Índice <ul><li>Introdução………………………………………….1 </li></ul><ul><li>O que é um furacão?……………………………..2 </li></ul><ul><li>Como são formados os furacões?.....................3 </li></ul><ul><li>Curiosidades sobre Furacões…………………...4 </li></ul><ul><li>Classificação dos Furacões …………………….5 </li></ul><ul><li>O que é a trovoada?.........................................6 </li></ul><ul><li>Como se forma a trovoada?…………………….7 </li></ul><ul><li>Curiosidades sobre a trovoada……………….. </li></ul><ul><li>Classificação da trovoada……………………… </li></ul><ul><li>Tipos de Catástrofes Naturais…………………..8 </li></ul><ul><li>Conclusão………………………………………....9 </li></ul><ul><li>Bibliografia………………………………………..10 </li></ul>
  3. 3. Introdução <ul><li>Neste trabalho pretendemos relatar a importância de dois exemplos de catástrofes naturais: </li></ul><ul><li>-Furacões </li></ul><ul><li>-Trovoadas </li></ul>A palavra “furacão” tem origem entre os maias (povo que habitava a América Central antes da chegada dos conquistadores espanhóis, no final do século XV). De acordo com a mitologia maia, Huracan era o deus responsável pelas tempestades.
  4. 4. O que é um Furacão? <ul><li> O furacão é uma forte tempestade que forma ventos extremamente rápidos. O furacão é um ciclone (uma depressão) de forte intensidade. </li></ul>
  5. 5. Como são formados os Furacões? <ul><li>Quanto mais ar quente e húmido sobe, mais a temperatura diminui, o que ajuda a condensação do vapor em gotas de chuva para formar as nuvens. Quanto mais humidade e calor existirem, mais evaporação irá ocorrer, o que poderia provocar o surgimento de várias de tempestades. </li></ul>Os furacões formam-se depois dos raios do Sol baterem durante vários dias sobre o oceano, provocando o aquecimento da massa de ar situada perto do oceano.
  6. 7. Curiosidades sobre Furacões <ul><li>No interior dos furacões, os ventos variam entre 117 km/h e 300 km/h. Segundo a sua intensidade, o diâmetro do furacão pode atingir os 2.000 quilómetros e pode deslocar-se por vários milhares de quilómetros. </li></ul>Alguns deslocam-se à velocidade de 20 a 25km/h, apesar da velocidade excessiva dos ventos que o fazem girar.
  7. 8. Classificação dos Furacões <ul><li>Furacões são classificados em três grupos principais: depressões tropicais, tempestades tropicais, e um terceiro grupo cujo nome depende da região.   </li></ul>
  8. 9. O que é a trovoada? <ul><li>A trovoada é um facto atmosférico que se traduz </li></ul><ul><li>por descargas eléctricas, que se mostram por um clarão brusco e intenso, e por um ruído seco, quando está próxima, ou por um ruído surdo quando está longe. </li></ul><ul><li>Para uma trovoada se formar é necessário que exista </li></ul><ul><li>elevação de ar húmido numa atmosfera instável. </li></ul>
  9. 10. Tipos de Catástrofes Naturais <ul><li>1-Inundações </li></ul><ul><li>2-Cheias </li></ul><ul><li>3-Derrocadas </li></ul><ul><li>4-Aluimentos </li></ul><ul><li>5-Furacões </li></ul><ul><li>6-Secas </li></ul><ul><li>7-Desertificação </li></ul><ul><li>8-Vagas de calor 9-Vagas de frio </li></ul><ul><li>10- Avalanches </li></ul><ul><li>11-Sismos </li></ul><ul><li>12-Vulcões </li></ul>
  10. 11. Conclusão <ul><li>Com este trabalho adquirimos novas capacidades no âmbito da disciplina de Ciências Naturais. Aprendemos mais sobre o meio ambiente. </li></ul>
  11. 12. Bibliografia <ul><li>http://www.icess.ucsb.edu/gem/furacoes.htm </li></ul>
  12. 13. FIM

×