SlideShare uma empresa Scribd logo
A nutrição Núcleo Gerador:  Saúde (S) Domínio de Referência:  Sociedade, Tecnologia e Ciência no contexto privado (1) Tema:  Cuidados Básicos (CB)
 
Equilíbrio Biológico  – o organismo humano desempenha com eficácia  todas as funções  para o bem-estar físico, psíquico e social do individuo. O equilíbrio humano é influenciado por factores externos e internos. Factores externos:  Alimentação, Poluição, Álcool, Drogas, Tabaco, Microrganismos. Factores internos:  Psicológicos, Genéticos
Uma alimentação equilibrada é importante para conservar a saúde e proporcionar uma vida saudável e produtiva. O que é um alimento? É qualquer material de constituição variada, orgânico ou inorgânico, e fornece nutrientes ao organismo. O que são nutrientes? São substâncias indispensáveis  ao crescimento, desenvolvimento e obtenção de energia para o organismo.
Ao longo do tempo as mudanças sociais e económicas influenciaram os hábitos alimentares. Homem  colher  caçar/pescar  fogo/cozinhar  agricultura/domesticação de animais  industrialização
Exercício Construa  duas frases  onde se insiram as seguintes palavras: Subnutrição, países desenvolvidos, malnutrição, superalimentação, países subdesenvolvidos, subalimentação, alimentos, nutrientes, diabetes, obesidade, avitaminoses, subnutrição, marasmo. kwashiorkor
Exercício - Nos  países subdesenvolvidos  devido à falta de  alimentos  ocorre a  subalimentação  e é normal ocorrerem casos de  subnutrição  originando doenças como o  marasmo ,  kwashiorkor  e  avitaminoses . - Nos  países desenvolvidos  a  superalimentação  pode levar casos de  malnutrição  devido ao excesso de certos  nutrientes  (açucares, gorduras) e à falta de outros (certas vitaminas) potenciando doenças como a  diabetes  e a  obesidade .
Países industrializados / desenvolvidos:  surgem doenças provocadas por excesso de alimentos (superalimentação); Surgem doenças causadas por malnutrição; Países subdesenvolvidos:  milhares de pessoas e crianças morrem de fome por ter uma alimentação deficiente (subnutrição).
Quais os factores que condicionam os hábitos alimentares?
Factores geográficos:  o clima e o tipo de solo condiciona a produção de bens alimentares, a aproximação do litoral proporciona a pesca, as vias de comunicação contribuem para uma maior variedade na alimentação. Factores socioeconómicos:  interfere no modo de cada individuo se alimenta, o rendimento limita o acesso a certos tipos de alimentos e informação necessária para que o regime alimentar seja o mais adequado. Factores culturais:  tradição, costumes e religião ditam por vezes um regime alimentar especifico.
Mito ou Facto?
DIETA OCIDENTAL AUMENTA RISCO CARDÍACO EM 30 POR CENTO   Um estudo avaliou os hábitos alimentares a nível global. A investigação envolveu 16 mil pessoas de 52 países e permitiu identificar três padrões de alimentação: A  típica dieta ocidental , rica em gorduras, sal e carne, é responsável por cerca de 30 por cento do risco de ataque cardíaco em qualquer população. Uma  dieta “prudente”,  rica em frutas e vegetais, baixa esse mesmo risco em cerca de um terço. E, finalmente, uma  dieta do tipo oriental , rica em tofu e soja, que não parece influenciar o risco cardíaco.  A dieta ocidental está associada ao desenvolvimento de hipertensão, devido ao elevado consumo de sal, e à aterosclerose, por causa do excesso de gorduras.
Dieta Mediterrânica Na década de 90 constatou-se que a população da bacia do mediterrâneo tinha uma incidência de doenças cardiovasculares, doenças degenerativas e cancro significativamente inferior à dos habitantes dos restantes países desenvolvidos. Exercício Quais as características da dieta mediterrânica?
Alimentos constituintes da  Dieta Mediterrânica : - Frutas frescas e legumes em abundância - Azeite como a gordura base alimentar - Peixe em grande quantidade - Oleaginosas e frutos secos - Ervas aromáticas variadas e usadas em permanência - Lacticínios de cabra e ovelha em reduzida quantidade - Carne de ovinos e caprinos ocasionalmente - Vinho tinto em quantidades moderadas
Características nutricionais benéficas da Dieta Mediterrânica Baixo consumo de  lacticínios e da carne de vaca, bem como da carne de porco O  uso de  azeite   O  abundante uso de legumes, verduras e frutas frescas   A par das frutas, verduras e legumes, a grande quantidade e variedade de  ervas aromáticas  usadas como tempero  O consumo moderado, mas regular, de   vinho   A presença quotidiana de  peixe  nas refeições dos habitantes da bacia do Mediterrâneo dá-lhes uma apreciável quantidade de óleos polinsaturados ómega 3  As  frutas secas e oleaginosas  completam a benéfica oferta de óleos polinsaturados essenciais na alimentação  humana.                                              
A alimentação tradicional Portuguesa, com especial destaque para o sul do nosso país, insere-se dentro das características da saudável Dieta Mediterrânica.  A introdução de hábitos de consumo citadinos associados à chamada  «fast food»  bem como a intensa divulgação de receitas culinárias inspiradas nos pratos do centro e norte da Europa que recorrem ao uso muito repetido de natas e queijo na confecção de pratos e sobremesas vão afastando a nossa população da saudável alimentação dos nossos familiares mais idosos.  A Dieta Mediterrânica e a alimentação portuguesa
O povo portugueses dispõe de uma cozinha tradicional, rica, variada. A cozinha tradicional portuguesa está grandemente influenciada por factores geográficos. Erros alimentares do nosso povo:  Consumo excessivo de sal,; Consumo excessivo carne, gorduras e enchidos; Consumo excessivo de vinho e outras bebidas alcoólicas.  Diminuto consumo de leite;  Incorrecta distribuição das refeições; Redução do consumo de vegetais.
Alimentação no Mundo
1 - Alemanha: Família Melander de Bargteheide. Despesa com alimentação em 1 semana: 375.39 Euros / $500.07 dólares
Familia Revis 2 - Estados Unidos DA América: Família Revis da Carolina do Norte  Despesa com alimentação em 1 semana: $341.98 dolares
Família Manzo  3 - Italia: Família Manzo DA Secília Despesa com alimentação em 1 semana: 214.36 Euros / $260.11 dolares
Família Casales 4 - México: Família Casales de Cuernavaca Despesa com alimentação em 1 semana: 1,862.78 Pesos / $189.09 dólares
Família Sobczynscy  5 - Polónia: Família Sobczynscy de Konstancin-Jeziorna Despesa com alimentação em 1 semana: 582.48 Zlotys / $151.27 dólares
Família Ahmed  6 - Egito: Família Ahmed do Cairo Despesa com alimentação em 1 semana: 387.85 Egyptian Pounds / $68.53 dólares
Família Ayme  7 - Equador: Família Ayme de Tingo Despesa com alimentação em 1 semana: $31.55 dólares
Família Namgay 8 - Butão: Família Namgay DA Vila de Shingkhey Despesa com alimentação em 1 semana: 224.93 ngultrum / $5.03 dólares
Família Aboubakar  9 - Chade: Família Aboubakar do campo de refugiados de Breidjing Despesa com alimentação por semana: 685 Francos / $1.23 dólares
Slow food Vs Fast Food
Lei da quantidade  - A quantidade de alimentos ingeridos num dia deve cobrir os gastos energéticos  da organismo e manter o equilíbrio entre o que se come e o que se excreta através da urina, fezes, respiração e suor. Lei da qualidade  – A alimentação deve ser completa em todos os princípios nutritivos necessários á vida saudável do homem.
Lei da harmonia  – Os alimentos contêm nutrientes que devem ser ingeridos em proporções correctas, de acordo com as necessidades energéticas, construtoras e funcionais do organismo. Lei da adequação  – A composição das refeições e o modo como são preparadas devem estar adaptados ás exigências individuais e colectivas das populações, tendo em conta as diferenças físicas, sexo, idade, clima e profissão de cada ser humano.
Alimentação desequilibrada – sobrealimentação e carência alimentares. Stress Factores biológicos – vírus, bactérias, parasitas, fungos, etc. Factores físico-químicos – álcool, tabaco, droga, poluição e doenças profissionais.
Identificar métodos de confecção e conservação de alimentos. Compreender as formas de conservação e preparação dos alimentos que podem influenciar as suas propriedades nutricionais. Distinguir diferentes meios de aquecimento dos alimentos, e as desvantagens que esses apresentam na conservação da qualidade alimentar.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Dietética e confecção de alimentos
Dietética e confecção de alimentosDietética e confecção de alimentos
Dietética e confecção de alimentos
Paulo Vaz
 
Nutrição na terceira idade workshop
Nutrição na terceira idade workshopNutrição na terceira idade workshop
Nutrição na terceira idade workshop
Sil Metelo
 
Allimentacao saudavel idoso
Allimentacao saudavel idosoAllimentacao saudavel idoso
Allimentacao saudavel idoso
Universidade Federal de São Paulo- UNIFESP
 
Temade vida jorge
Temade vida jorgeTemade vida jorge
Temade vida jorge
LeandroMarques2009
 
Alimimentação E Nutrição Na Prevenção de Doenças Crônica
Alimimentação E Nutrição Na Prevenção de Doenças CrônicaAlimimentação E Nutrição Na Prevenção de Doenças Crônica
Alimimentação E Nutrição Na Prevenção de Doenças Crônica
cipasap
 
Tema nutrição aplicadaenferm
Tema   nutrição aplicadaenfermTema   nutrição aplicadaenferm
Tema nutrição aplicadaenferm
Escola de enfermagem Nova Esperança
 
Dicionário 25 4
Dicionário 25 4Dicionário 25 4
Dicionário 25 4
nucane
 
Nutrição Piramide De Alimentos 2
Nutrição  Piramide De  Alimentos 2Nutrição  Piramide De  Alimentos 2
Nutrição Piramide De Alimentos 2
TomateVerdeFrito
 
Tema de vida jorge
Tema de vida jorgeTema de vida jorge
Tema de vida jorge
LeandroMarques2009
 
Cuidados com a alimentação
Cuidados com a alimentaçãoCuidados com a alimentação
Cuidados com a alimentação
CLESIOANDRADE
 
Aprentação alimentação
Aprentação alimentaçãoAprentação alimentação
Aprentação alimentação
Deusirene Magalhaes de Araujo
 
A alimentação
A alimentaçãoA alimentação
A alimentação
e.ferreira
 
Alimentação na 3ª Idade
Alimentação na 3ª IdadeAlimentação na 3ª Idade
Alimentação na 3ª Idade
Rui Alves
 
Dia Mundial da Alimentação
Dia Mundial da AlimentaçãoDia Mundial da Alimentação
Dia Mundial da Alimentação
Dora Dias
 
Dia Mundial da Alimentação 2016
Dia Mundial da Alimentação 2016Dia Mundial da Alimentação 2016
Dia Mundial da Alimentação 2016
MariaJoão Agualuza
 
Alimentação 2
Alimentação 2Alimentação 2
Alimentação 2
Mayjö .
 
Power point-alimentação- dia da alimentação-final
Power point-alimentação- dia da alimentação-finalPower point-alimentação- dia da alimentação-final
Power point-alimentação- dia da alimentação-final
bibliotecafreijoao
 
Educação Alimentar e Nutricional, inclusão produtiva e atendimento a públicos...
Educação Alimentar e Nutricional, inclusão produtiva e atendimento a públicos...Educação Alimentar e Nutricional, inclusão produtiva e atendimento a públicos...
Educação Alimentar e Nutricional, inclusão produtiva e atendimento a públicos...
Projeto Redesan
 
Contrastes na alimentação
Contrastes na alimentaçãoContrastes na alimentação
Contrastes na alimentação
franciscaf
 
Alimentação
AlimentaçãoAlimentação
Alimentação
Carla Fernandes
 

Mais procurados (20)

Dietética e confecção de alimentos
Dietética e confecção de alimentosDietética e confecção de alimentos
Dietética e confecção de alimentos
 
Nutrição na terceira idade workshop
Nutrição na terceira idade workshopNutrição na terceira idade workshop
Nutrição na terceira idade workshop
 
Allimentacao saudavel idoso
Allimentacao saudavel idosoAllimentacao saudavel idoso
Allimentacao saudavel idoso
 
Temade vida jorge
Temade vida jorgeTemade vida jorge
Temade vida jorge
 
Alimimentação E Nutrição Na Prevenção de Doenças Crônica
Alimimentação E Nutrição Na Prevenção de Doenças CrônicaAlimimentação E Nutrição Na Prevenção de Doenças Crônica
Alimimentação E Nutrição Na Prevenção de Doenças Crônica
 
Tema nutrição aplicadaenferm
Tema   nutrição aplicadaenfermTema   nutrição aplicadaenferm
Tema nutrição aplicadaenferm
 
Dicionário 25 4
Dicionário 25 4Dicionário 25 4
Dicionário 25 4
 
Nutrição Piramide De Alimentos 2
Nutrição  Piramide De  Alimentos 2Nutrição  Piramide De  Alimentos 2
Nutrição Piramide De Alimentos 2
 
Tema de vida jorge
Tema de vida jorgeTema de vida jorge
Tema de vida jorge
 
Cuidados com a alimentação
Cuidados com a alimentaçãoCuidados com a alimentação
Cuidados com a alimentação
 
Aprentação alimentação
Aprentação alimentaçãoAprentação alimentação
Aprentação alimentação
 
A alimentação
A alimentaçãoA alimentação
A alimentação
 
Alimentação na 3ª Idade
Alimentação na 3ª IdadeAlimentação na 3ª Idade
Alimentação na 3ª Idade
 
Dia Mundial da Alimentação
Dia Mundial da AlimentaçãoDia Mundial da Alimentação
Dia Mundial da Alimentação
 
Dia Mundial da Alimentação 2016
Dia Mundial da Alimentação 2016Dia Mundial da Alimentação 2016
Dia Mundial da Alimentação 2016
 
Alimentação 2
Alimentação 2Alimentação 2
Alimentação 2
 
Power point-alimentação- dia da alimentação-final
Power point-alimentação- dia da alimentação-finalPower point-alimentação- dia da alimentação-final
Power point-alimentação- dia da alimentação-final
 
Educação Alimentar e Nutricional, inclusão produtiva e atendimento a públicos...
Educação Alimentar e Nutricional, inclusão produtiva e atendimento a públicos...Educação Alimentar e Nutricional, inclusão produtiva e atendimento a públicos...
Educação Alimentar e Nutricional, inclusão produtiva e atendimento a públicos...
 
Contrastes na alimentação
Contrastes na alimentaçãoContrastes na alimentação
Contrastes na alimentação
 
Alimentação
AlimentaçãoAlimentação
Alimentação
 

Destaque

As formas de alimentação saudável 2014
As formas de  alimentação  saudável 2014As formas de  alimentação  saudável 2014
As formas de alimentação saudável 2014
Delziene Jesus
 
Desnutrição Infantil
Desnutrição InfantilDesnutrição Infantil
Desnutrição Infantil
Efigênia Barros
 
Desnutrição
DesnutriçãoDesnutrição
Desnutrição
I.Braz Slideshares
 
Desnutrição infantil
Desnutrição infantilDesnutrição infantil
Desnutrição infantil
VivianeCosta
 
Desnutrição
DesnutriçãoDesnutrição
Desnutrição
Clenilson Rodrigues
 
UFCD 6575 - Cuidados na Alimentação e Hidratação
UFCD 6575 - Cuidados na Alimentação e HidrataçãoUFCD 6575 - Cuidados na Alimentação e Hidratação
UFCD 6575 - Cuidados na Alimentação e Hidratação
Manualis
 
Alimentação e saúde
Alimentação e saúdeAlimentação e saúde
Alimentação e saúde
Joao Ferreira
 
Desnutrição
DesnutriçãoDesnutrição
Desnutrição
Gladyanny Veras
 
Nutrição - Pirâmide Alimentar
Nutrição - Pirâmide AlimentarNutrição - Pirâmide Alimentar
Nutrição - Pirâmide Alimentar
Fernanda Clara
 
Funções Basicas do Alimento no Corpo Humano
Funções Basicas do Alimento no Corpo HumanoFunções Basicas do Alimento no Corpo Humano
Funções Basicas do Alimento no Corpo Humano
patgunu
 
Alimentação / Nutrientes e suas funções
Alimentação / Nutrientes e suas funçõesAlimentação / Nutrientes e suas funções
Alimentação / Nutrientes e suas funções
Rosa Pereira
 
Slides nutrição
Slides nutriçãoSlides nutrição
Slides nutrição
melodilva
 
Alimentos e-nutrientes
Alimentos e-nutrientesAlimentos e-nutrientes
Alimentos e-nutrientes
Maria Pontes
 
Alimentação Saudável
Alimentação SaudávelAlimentação Saudável
Alimentação Saudável
Externato Santo Antonio
 
Alimentos, nutrientes e saúde
Alimentos, nutrientes e saúdeAlimentos, nutrientes e saúde
Alimentos, nutrientes e saúde
Cristiane Koch
 
Alimentação saudável
Alimentação saudávelAlimentação saudável
Alimentação saudável
paulabarrela
 

Destaque (16)

As formas de alimentação saudável 2014
As formas de  alimentação  saudável 2014As formas de  alimentação  saudável 2014
As formas de alimentação saudável 2014
 
Desnutrição Infantil
Desnutrição InfantilDesnutrição Infantil
Desnutrição Infantil
 
Desnutrição
DesnutriçãoDesnutrição
Desnutrição
 
Desnutrição infantil
Desnutrição infantilDesnutrição infantil
Desnutrição infantil
 
Desnutrição
DesnutriçãoDesnutrição
Desnutrição
 
UFCD 6575 - Cuidados na Alimentação e Hidratação
UFCD 6575 - Cuidados na Alimentação e HidrataçãoUFCD 6575 - Cuidados na Alimentação e Hidratação
UFCD 6575 - Cuidados na Alimentação e Hidratação
 
Alimentação e saúde
Alimentação e saúdeAlimentação e saúde
Alimentação e saúde
 
Desnutrição
DesnutriçãoDesnutrição
Desnutrição
 
Nutrição - Pirâmide Alimentar
Nutrição - Pirâmide AlimentarNutrição - Pirâmide Alimentar
Nutrição - Pirâmide Alimentar
 
Funções Basicas do Alimento no Corpo Humano
Funções Basicas do Alimento no Corpo HumanoFunções Basicas do Alimento no Corpo Humano
Funções Basicas do Alimento no Corpo Humano
 
Alimentação / Nutrientes e suas funções
Alimentação / Nutrientes e suas funçõesAlimentação / Nutrientes e suas funções
Alimentação / Nutrientes e suas funções
 
Slides nutrição
Slides nutriçãoSlides nutrição
Slides nutrição
 
Alimentos e-nutrientes
Alimentos e-nutrientesAlimentos e-nutrientes
Alimentos e-nutrientes
 
Alimentação Saudável
Alimentação SaudávelAlimentação Saudável
Alimentação Saudável
 
Alimentos, nutrientes e saúde
Alimentos, nutrientes e saúdeAlimentos, nutrientes e saúde
Alimentos, nutrientes e saúde
 
Alimentação saudável
Alimentação saudávelAlimentação saudável
Alimentação saudável
 

Semelhante a E:\Efa Univ E Alim\HáBitos Alimentares T3 Jc

Alimentação Saudável
Alimentação SaudávelAlimentação Saudável
Alimentação Saudável
LiraIngrid
 
Alimentação.ppt
Alimentação.pptAlimentação.ppt
Alimentação.ppt
mariagrave
 
Alimentação.ppt
Alimentação.pptAlimentação.ppt
Alimentação.ppt
mariagrave
 
Crescer sudavel
Crescer sudavelCrescer sudavel
Crescer sudavel
Graça Dantas
 
NUTRIÇÃO E DIETETICA APLICADA A ENFERMAGEM grau tecnico.pptx
NUTRIÇÃO E DIETETICA APLICADA A ENFERMAGEM grau tecnico.pptxNUTRIÇÃO E DIETETICA APLICADA A ENFERMAGEM grau tecnico.pptx
NUTRIÇÃO E DIETETICA APLICADA A ENFERMAGEM grau tecnico.pptx
RAILANELIMAGOMES
 
Dr1saúdeealimentação
Dr1saúdeealimentaçãoDr1saúdeealimentação
Dr1saúdeealimentação
Helena Maria
 
Alimentação [modo de compatibilidade]
Alimentação [modo de compatibilidade]Alimentação [modo de compatibilidade]
Alimentação [modo de compatibilidade]
marcilene1311
 
Dieta Mediterranea
Dieta MediterraneaDieta Mediterranea
Dieta Mediterranea
quituteira quitutes
 
Maus hábitos alimentares
Maus hábitos alimentaresMaus hábitos alimentares
Maus hábitos alimentares
Karina Cunha
 
Roda Alimentos
Roda AlimentosRoda Alimentos
Roda Alimentos
Maria Neto
 
Apresentação dieta mediterrânica(1)
Apresentação   dieta mediterrânica(1)Apresentação   dieta mediterrânica(1)
Apresentação dieta mediterrânica(1)
Celestino Reboleira
 
1-regras alimentares.ppt
1-regras alimentares.ppt1-regras alimentares.ppt
1-regras alimentares.ppt
CristelaRomo
 
1-regrasalimentares-230108233735-332d9d4c.pdf
1-regrasalimentares-230108233735-332d9d4c.pdf1-regrasalimentares-230108233735-332d9d4c.pdf
1-regrasalimentares-230108233735-332d9d4c.pdf
CliaMachado11
 
Dieta mediterrânica
Dieta mediterrânicaDieta mediterrânica
Dieta mediterrânica
Maria Pires
 
slideaula1-noesbsicasdenutrioediettica-230227212531-aae90641.pptx
slideaula1-noesbsicasdenutrioediettica-230227212531-aae90641.pptxslideaula1-noesbsicasdenutrioediettica-230227212531-aae90641.pptx
slideaula1-noesbsicasdenutrioediettica-230227212531-aae90641.pptx
JooHenriqueCarvallho
 
Slide Aula 1 - Noções Básicas de Nutrição e Dietética.pdf
Slide Aula 1 - Noções Básicas de Nutrição e Dietética.pdfSlide Aula 1 - Noções Básicas de Nutrição e Dietética.pdf
Slide Aula 1 - Noções Básicas de Nutrição e Dietética.pdf
pastoraAna
 
A alimentação saudável
A alimentação saudávelA alimentação saudável
A alimentação saudável
Misterytu8
 
Alimentação
AlimentaçãoAlimentação
Alimentação
ebtic
 
Guia alimentar - guia para a alimentação saudável.pdf
Guia alimentar  - guia para a alimentação saudável.pdfGuia alimentar  - guia para a alimentação saudável.pdf
Guia alimentar - guia para a alimentação saudável.pdf
ThiagoAlmeida458596
 
Guia alimentar para a população brasileira .pdf
Guia alimentar para a população brasileira  .pdfGuia alimentar para a população brasileira  .pdf
Guia alimentar para a população brasileira .pdf
ThiagoAlmeida458596
 

Semelhante a E:\Efa Univ E Alim\HáBitos Alimentares T3 Jc (20)

Alimentação Saudável
Alimentação SaudávelAlimentação Saudável
Alimentação Saudável
 
Alimentação.ppt
Alimentação.pptAlimentação.ppt
Alimentação.ppt
 
Alimentação.ppt
Alimentação.pptAlimentação.ppt
Alimentação.ppt
 
Crescer sudavel
Crescer sudavelCrescer sudavel
Crescer sudavel
 
NUTRIÇÃO E DIETETICA APLICADA A ENFERMAGEM grau tecnico.pptx
NUTRIÇÃO E DIETETICA APLICADA A ENFERMAGEM grau tecnico.pptxNUTRIÇÃO E DIETETICA APLICADA A ENFERMAGEM grau tecnico.pptx
NUTRIÇÃO E DIETETICA APLICADA A ENFERMAGEM grau tecnico.pptx
 
Dr1saúdeealimentação
Dr1saúdeealimentaçãoDr1saúdeealimentação
Dr1saúdeealimentação
 
Alimentação [modo de compatibilidade]
Alimentação [modo de compatibilidade]Alimentação [modo de compatibilidade]
Alimentação [modo de compatibilidade]
 
Dieta Mediterranea
Dieta MediterraneaDieta Mediterranea
Dieta Mediterranea
 
Maus hábitos alimentares
Maus hábitos alimentaresMaus hábitos alimentares
Maus hábitos alimentares
 
Roda Alimentos
Roda AlimentosRoda Alimentos
Roda Alimentos
 
Apresentação dieta mediterrânica(1)
Apresentação   dieta mediterrânica(1)Apresentação   dieta mediterrânica(1)
Apresentação dieta mediterrânica(1)
 
1-regras alimentares.ppt
1-regras alimentares.ppt1-regras alimentares.ppt
1-regras alimentares.ppt
 
1-regrasalimentares-230108233735-332d9d4c.pdf
1-regrasalimentares-230108233735-332d9d4c.pdf1-regrasalimentares-230108233735-332d9d4c.pdf
1-regrasalimentares-230108233735-332d9d4c.pdf
 
Dieta mediterrânica
Dieta mediterrânicaDieta mediterrânica
Dieta mediterrânica
 
slideaula1-noesbsicasdenutrioediettica-230227212531-aae90641.pptx
slideaula1-noesbsicasdenutrioediettica-230227212531-aae90641.pptxslideaula1-noesbsicasdenutrioediettica-230227212531-aae90641.pptx
slideaula1-noesbsicasdenutrioediettica-230227212531-aae90641.pptx
 
Slide Aula 1 - Noções Básicas de Nutrição e Dietética.pdf
Slide Aula 1 - Noções Básicas de Nutrição e Dietética.pdfSlide Aula 1 - Noções Básicas de Nutrição e Dietética.pdf
Slide Aula 1 - Noções Básicas de Nutrição e Dietética.pdf
 
A alimentação saudável
A alimentação saudávelA alimentação saudável
A alimentação saudável
 
Alimentação
AlimentaçãoAlimentação
Alimentação
 
Guia alimentar - guia para a alimentação saudável.pdf
Guia alimentar  - guia para a alimentação saudável.pdfGuia alimentar  - guia para a alimentação saudável.pdf
Guia alimentar - guia para a alimentação saudável.pdf
 
Guia alimentar para a população brasileira .pdf
Guia alimentar para a população brasileira  .pdfGuia alimentar para a população brasileira  .pdf
Guia alimentar para a população brasileira .pdf
 

Mais de José Carlos Abreu Gonçalves

12 geologia aprendizagens essenciais
12 geologia   aprendizagens essenciais12 geologia   aprendizagens essenciais
12 geologia aprendizagens essenciais
José Carlos Abreu Gonçalves
 
Cartaz feira de minerais2021
Cartaz feira de minerais2021Cartaz feira de minerais2021
Cartaz feira de minerais2021
José Carlos Abreu Gonçalves
 
Carências alimentares e nutricionais
Carências alimentares e nutricionaisCarências alimentares e nutricionais
Carências alimentares e nutricionais
José Carlos Abreu Gonçalves
 
Carências alimentares
Carências alimentaresCarências alimentares
Carências alimentares
José Carlos Abreu Gonçalves
 
Vulcanismo1
Vulcanismo1Vulcanismo1
Tecnologia RodoviáRia
Tecnologia RodoviáRiaTecnologia RodoviáRia
Tecnologia RodoviáRia
José Carlos Abreu Gonçalves
 

Mais de José Carlos Abreu Gonçalves (6)

12 geologia aprendizagens essenciais
12 geologia   aprendizagens essenciais12 geologia   aprendizagens essenciais
12 geologia aprendizagens essenciais
 
Cartaz feira de minerais2021
Cartaz feira de minerais2021Cartaz feira de minerais2021
Cartaz feira de minerais2021
 
Carências alimentares e nutricionais
Carências alimentares e nutricionaisCarências alimentares e nutricionais
Carências alimentares e nutricionais
 
Carências alimentares
Carências alimentaresCarências alimentares
Carências alimentares
 
Vulcanismo1
Vulcanismo1Vulcanismo1
Vulcanismo1
 
Tecnologia RodoviáRia
Tecnologia RodoviáRiaTecnologia RodoviáRia
Tecnologia RodoviáRia
 

E:\Efa Univ E Alim\HáBitos Alimentares T3 Jc

  • 1. A nutrição Núcleo Gerador: Saúde (S) Domínio de Referência: Sociedade, Tecnologia e Ciência no contexto privado (1) Tema: Cuidados Básicos (CB)
  • 2.  
  • 3. Equilíbrio Biológico – o organismo humano desempenha com eficácia todas as funções para o bem-estar físico, psíquico e social do individuo. O equilíbrio humano é influenciado por factores externos e internos. Factores externos: Alimentação, Poluição, Álcool, Drogas, Tabaco, Microrganismos. Factores internos: Psicológicos, Genéticos
  • 4. Uma alimentação equilibrada é importante para conservar a saúde e proporcionar uma vida saudável e produtiva. O que é um alimento? É qualquer material de constituição variada, orgânico ou inorgânico, e fornece nutrientes ao organismo. O que são nutrientes? São substâncias indispensáveis ao crescimento, desenvolvimento e obtenção de energia para o organismo.
  • 5. Ao longo do tempo as mudanças sociais e económicas influenciaram os hábitos alimentares. Homem colher caçar/pescar fogo/cozinhar agricultura/domesticação de animais industrialização
  • 6. Exercício Construa duas frases onde se insiram as seguintes palavras: Subnutrição, países desenvolvidos, malnutrição, superalimentação, países subdesenvolvidos, subalimentação, alimentos, nutrientes, diabetes, obesidade, avitaminoses, subnutrição, marasmo. kwashiorkor
  • 7. Exercício - Nos países subdesenvolvidos devido à falta de alimentos ocorre a subalimentação e é normal ocorrerem casos de subnutrição originando doenças como o marasmo , kwashiorkor e avitaminoses . - Nos países desenvolvidos a superalimentação pode levar casos de malnutrição devido ao excesso de certos nutrientes (açucares, gorduras) e à falta de outros (certas vitaminas) potenciando doenças como a diabetes e a obesidade .
  • 8. Países industrializados / desenvolvidos: surgem doenças provocadas por excesso de alimentos (superalimentação); Surgem doenças causadas por malnutrição; Países subdesenvolvidos: milhares de pessoas e crianças morrem de fome por ter uma alimentação deficiente (subnutrição).
  • 9. Quais os factores que condicionam os hábitos alimentares?
  • 10. Factores geográficos: o clima e o tipo de solo condiciona a produção de bens alimentares, a aproximação do litoral proporciona a pesca, as vias de comunicação contribuem para uma maior variedade na alimentação. Factores socioeconómicos: interfere no modo de cada individuo se alimenta, o rendimento limita o acesso a certos tipos de alimentos e informação necessária para que o regime alimentar seja o mais adequado. Factores culturais: tradição, costumes e religião ditam por vezes um regime alimentar especifico.
  • 12. DIETA OCIDENTAL AUMENTA RISCO CARDÍACO EM 30 POR CENTO Um estudo avaliou os hábitos alimentares a nível global. A investigação envolveu 16 mil pessoas de 52 países e permitiu identificar três padrões de alimentação: A típica dieta ocidental , rica em gorduras, sal e carne, é responsável por cerca de 30 por cento do risco de ataque cardíaco em qualquer população. Uma dieta “prudente”, rica em frutas e vegetais, baixa esse mesmo risco em cerca de um terço. E, finalmente, uma dieta do tipo oriental , rica em tofu e soja, que não parece influenciar o risco cardíaco. A dieta ocidental está associada ao desenvolvimento de hipertensão, devido ao elevado consumo de sal, e à aterosclerose, por causa do excesso de gorduras.
  • 13. Dieta Mediterrânica Na década de 90 constatou-se que a população da bacia do mediterrâneo tinha uma incidência de doenças cardiovasculares, doenças degenerativas e cancro significativamente inferior à dos habitantes dos restantes países desenvolvidos. Exercício Quais as características da dieta mediterrânica?
  • 14. Alimentos constituintes da Dieta Mediterrânica : - Frutas frescas e legumes em abundância - Azeite como a gordura base alimentar - Peixe em grande quantidade - Oleaginosas e frutos secos - Ervas aromáticas variadas e usadas em permanência - Lacticínios de cabra e ovelha em reduzida quantidade - Carne de ovinos e caprinos ocasionalmente - Vinho tinto em quantidades moderadas
  • 15. Características nutricionais benéficas da Dieta Mediterrânica Baixo consumo de lacticínios e da carne de vaca, bem como da carne de porco O uso de azeite O abundante uso de legumes, verduras e frutas frescas A par das frutas, verduras e legumes, a grande quantidade e variedade de ervas aromáticas usadas como tempero O consumo moderado, mas regular, de vinho A presença quotidiana de peixe nas refeições dos habitantes da bacia do Mediterrâneo dá-lhes uma apreciável quantidade de óleos polinsaturados ómega 3 As frutas secas e oleaginosas completam a benéfica oferta de óleos polinsaturados essenciais na alimentação  humana.                                              
  • 16. A alimentação tradicional Portuguesa, com especial destaque para o sul do nosso país, insere-se dentro das características da saudável Dieta Mediterrânica. A introdução de hábitos de consumo citadinos associados à chamada «fast food» bem como a intensa divulgação de receitas culinárias inspiradas nos pratos do centro e norte da Europa que recorrem ao uso muito repetido de natas e queijo na confecção de pratos e sobremesas vão afastando a nossa população da saudável alimentação dos nossos familiares mais idosos. A Dieta Mediterrânica e a alimentação portuguesa
  • 17. O povo portugueses dispõe de uma cozinha tradicional, rica, variada. A cozinha tradicional portuguesa está grandemente influenciada por factores geográficos. Erros alimentares do nosso povo: Consumo excessivo de sal,; Consumo excessivo carne, gorduras e enchidos; Consumo excessivo de vinho e outras bebidas alcoólicas. Diminuto consumo de leite; Incorrecta distribuição das refeições; Redução do consumo de vegetais.
  • 19. 1 - Alemanha: Família Melander de Bargteheide. Despesa com alimentação em 1 semana: 375.39 Euros / $500.07 dólares
  • 20. Familia Revis 2 - Estados Unidos DA América: Família Revis da Carolina do Norte Despesa com alimentação em 1 semana: $341.98 dolares
  • 21. Família Manzo 3 - Italia: Família Manzo DA Secília Despesa com alimentação em 1 semana: 214.36 Euros / $260.11 dolares
  • 22. Família Casales 4 - México: Família Casales de Cuernavaca Despesa com alimentação em 1 semana: 1,862.78 Pesos / $189.09 dólares
  • 23. Família Sobczynscy 5 - Polónia: Família Sobczynscy de Konstancin-Jeziorna Despesa com alimentação em 1 semana: 582.48 Zlotys / $151.27 dólares
  • 24. Família Ahmed 6 - Egito: Família Ahmed do Cairo Despesa com alimentação em 1 semana: 387.85 Egyptian Pounds / $68.53 dólares
  • 25. Família Ayme 7 - Equador: Família Ayme de Tingo Despesa com alimentação em 1 semana: $31.55 dólares
  • 26. Família Namgay 8 - Butão: Família Namgay DA Vila de Shingkhey Despesa com alimentação em 1 semana: 224.93 ngultrum / $5.03 dólares
  • 27. Família Aboubakar 9 - Chade: Família Aboubakar do campo de refugiados de Breidjing Despesa com alimentação por semana: 685 Francos / $1.23 dólares
  • 28. Slow food Vs Fast Food
  • 29. Lei da quantidade - A quantidade de alimentos ingeridos num dia deve cobrir os gastos energéticos da organismo e manter o equilíbrio entre o que se come e o que se excreta através da urina, fezes, respiração e suor. Lei da qualidade – A alimentação deve ser completa em todos os princípios nutritivos necessários á vida saudável do homem.
  • 30. Lei da harmonia – Os alimentos contêm nutrientes que devem ser ingeridos em proporções correctas, de acordo com as necessidades energéticas, construtoras e funcionais do organismo. Lei da adequação – A composição das refeições e o modo como são preparadas devem estar adaptados ás exigências individuais e colectivas das populações, tendo em conta as diferenças físicas, sexo, idade, clima e profissão de cada ser humano.
  • 31. Alimentação desequilibrada – sobrealimentação e carência alimentares. Stress Factores biológicos – vírus, bactérias, parasitas, fungos, etc. Factores físico-químicos – álcool, tabaco, droga, poluição e doenças profissionais.
  • 32. Identificar métodos de confecção e conservação de alimentos. Compreender as formas de conservação e preparação dos alimentos que podem influenciar as suas propriedades nutricionais. Distinguir diferentes meios de aquecimento dos alimentos, e as desvantagens que esses apresentam na conservação da qualidade alimentar.