SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 35
Baixar para ler offline
INTRODUÇÃO
CURSO TÉCNICO EM ENFERMAGEM
DISCIPLINA: NOÇÕES BÁSICAS DE NUTRIÇÃO E DIETETICA
PROFESSORA: Mestre Nutricionista Ana Silveira
02/06/2020
Profª Ana Silveira
Nutricionista – CRN6 17221
Mestre em Biotecnologia
Doutoranda em Ciência e Tecnologia de Alimentos
Esp. Vigilância Sanitária e Qualidade de Alimentos
AULA 1
02/06/2020
Profª Mestre Ana Silveira 2
- CRONOGRAMA –
- UNIDADE 1 -
02/06/2020
Profª Mestre Ana Silveira 3
- CRONOGRAMA –
- UNIDADE 2 -
02/06/2020
Profª Mestre Ana Silveira 4
- CRONOGRAMA –
- UNIDADE 3 -
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
5
1. Histórico da Nutrição;
2. Conceitos Básicos;
3. Classificação;
4. Hábitos Alimentares.
OBJETIVOS
✓ Conhecer os conceitos básicos e sua importância no organismo
✓ Conhecer a composição dos alimentos
✓ Discutir o papel da nutrição nos atendimentos ao paciente
✓ Estabelecer os cuidados nutricionais para a saúde e prevenção das doenças
✓ Conhecer os aspectos básicos da nutrição humana que são essenciais para
uma boa condição de saúde
✓ Conhecer os diversos tipos de dietas e sua co-relação com o estado clínico
do cliente/paciente
Profª Mestre Ana Silveira
02/06/2020 6
PARA SER UM BOM PROFISSIONAL É
PRECISO:
✓ Saber administrar e desenvolver o que lhe compete
✓ Saber os limites de sua profissão
✓ O mais importante: ter amor ao que faz, administrar amor, carinho,
compreensão, respeito e alegria a quem cuida
Profª Mestre Ana Silveira
02/06/2020 7
✓ Reconhecer o estado nutricional do paciente
✓ Diferenciar grupos alimentares
✓ Compreender como os nutrientes são utilizados pelo corpo humano
✓ Entender a importância de uma dieta para cada ciclo de vida
✓ Identificar tipos de dieta, assim como suas vias de administração e patologias
✓ Aplicar cuidados de enfermagem na administração de nutrição enteral
POR QUE UM TÉCNICO DE ENFERMAGEM DEVE ESTUDAR
NUTRIÇÃO E DIETÉTICA?
Profª Mestre Ana Silveira
02/06/2020 8
A história da nutrição e da alimentação corre paralelamente à história do homem na
face da Terra.
A procura de alimentos levou o homem a utilizar as sementes e os frutos das
árvores e a dominar as aves e animais terrestres.
HISTÓRICO DA NUTRIÇÃO
Profª Mestre Ana Silveira
02/06/2020 9
DANIEL (Bíblia 1,3-16) – Pessoas que se alimentavam de leguminosas e bebiam
água cresciam melhor do que as que consumiam o alimento real e bebiam vinho.
HIPÓCRATES (4OO a.C.) – discutindo o papel do alimento na saúde e na doença,
considerava-o um nutriente universal.
SÓCRATES – a finalidade do alimento era substituir a perda de água da pele e a
perda ponderável de calor.
JAMES LIND (1747) – Descobriu que o sangramento nas gengivas com perda de
dentes e fraqueza, que os marinheiros apresentavam, regrediam com a ingestão
de frutas cítricas.
LAVOISIER (1770 a 1792) – É considerado o “Pai da Nutrição”. Seu trabalho
abrangeu o estudo da respiração, oxidação e calorimetria - tudo relacionado com a
utilização da energia alimentar.
No início do século XIX, foram desenvolvidos métodos para a determinação do
carbono, hidrogênio e nitrogênio em compostos orgânicos.
HISTÓRICO DA NUTRIÇÃO
Profª Mestre Ana Silveira
02/06/2020 10
A análise dos alimentos para a determinação desses elementos levou LEIBIG a
sugerir que o valor nutritivo dos alimentos decorria do seu teor em nitrogênio.
LEIBIG também afirmou que uma dieta adequada deve fornecer alimentos
plásticos (proteína) e energéticos (hidratos de carbono e gordura).
BENEDICT (1919) – Pessoas que sobrevivem com pouco alimento, têm os
processos fisiológicos alterados, conservando apenas a energia básica para a
sobrevida.
PEDRO ESCUDERO (1937) – médico argentino, introduziu o estudo da
alimentação e da Nutrição nas escolas de Medicina de seu país, com uma nova
visão da clínica médica. (Leis da Alimentação).
Profª Mestre Ana Silveira
02/06/2020 11
HISTÓRICO DA NUTRIÇÃO
Atualmente, o estudo da NUTRIÇÃO abrange campos mais
diversificados:
➢Diversas áreas da saúde
➢ Engenharia de Alimentos
➢ Biotecnologia
➢ Bromatologia
Na década de 1980, o principal problema de saúde pública
estudado pelos profissionais de Nutrição era a DESNUTRIÇÃO.
O estilo de vida moderno, trouxe grandes alterações para o
comportamento humano, inclusive para os HÁBITOS ALIMENTARES.
Profª Mestre Ana Silveira
02/06/2020 12
HISTÓRICO DA NUTRIÇÃO
A necessidade de refeições mais rápidas e práticas e as
facilidades da vida graças à tecnologia tornou a população cada
vez mais susceptível a doenças, como obesidade, doenças
cardiovasculares, diabetes.
A classe científica do mundo todo passou a se dedicar a estudos
com a ingestão de gordura e as diferentes formas deste
nutriente.
Com o avanço das pesquisas, os estudos tornaram-
se cada vez mais específicos e minunciosos: lipídeos,
carboidratos, aminoácidos e micronutrientes.
Profª Mestre Ana Silveira
02/06/2020 13
HISTÓRICO DA NUTRIÇÃO
A preocupação com o envelhecimento, a terapia
nutricional para atletas de elite, também contribuiu para
a ampliação dos temas de estudos da Nutrição.
Nunca se falou tanto em suplementação nutricional,
micronutrientes antioxidantes, alimentos funcionais e outros como
nos últimos anos.
Profª Mestre Ana Silveira
02/06/2020 14
HISTÓRICO DA NUTRIÇÃO
O estudo sobre a Nutrição
cresce de forma acentuada, o
que demonstra a sua
importância na determinação
da qualidade de vida da
população.
Profª Mestre Ana Silveira
02/06/2020 15
PARA COMEÇAR, O QUE
PRECISAMOS SABER →
Profª Mestre Ana Silveira
02/06/2020 16
NUTRIÇÃO
PROCESSO
BIOLÓGICO
ORGANISMOS
(animais, vegetais e microrganismos)
UTILIZANDO-SE DE
ALIMENTOS
Assimilam nutrientes para a
realização de suas funções vitais
Profª Mestre Ana Silveira
02/06/2020 17
Nutrição
Ciência que estuda diversos assuntos
relacionados a alimentação
Importância de cada tipo
de alimento
Profª Mestre Ana Silveira
02/06/2020 18
NUTRIÇÃO – É soma dos processos pelos quais o corpo utiliza o
alimento para energia, manutenção e crescimento.
Nutrição é uma ciência biológica e dinâmica, que tem como base
princípios fundamentais de química, bioquímica, microbiologia,
anatomia e fisiologia, e que estuda os processos de utilização do
alimento pelo corpo para a obtenção de energia, para a
manutenção e crescimento.
Profª Mestre Ana Silveira
02/06/2020 19
CONCEITOS BÁSICOS
DESNUTRIÇÃO – É o estado no qual a falta prolongada de um ou mais
nutrientes retarda o desenvolvimento físico ou causa o aparecimento de
condições clínicas específicas (anemia, raquitismo, bócio e outras).
A ingestão de nutrientes em excesso é outra forma de desnutrição, quando
esta conduz a condições como a obesidade.
Profª Mestre Ana Silveira
02/06/2020 20
CONCEITOS BÁSICOS
ESTADO NUTRICIONAL – É a condição do corpo, como este reflete o consumo
alimentar.
Bom estado nutricional – refere-se a ingestão de uma dieta balanceada, que satisfaz
as necessidades corpóreas de energia, manutenção e crescimento.
Estado nutricional precário
refere-se a uma ingestão inadequada de
nutrientes.
Profª Mestre Ana Silveira
02/06/2020 21
CONCEITOS BÁSICOS
“O conjunto de processos por meio dos quais o
organismo vivo recolhe e transforma as substâncias
sólidas e líquidas exteriores de que precisa para sua
manutenção, desenvolvimento orgânico normal e
produção de energia”.
DIGESTÃO
ABSORÇÃO
METABOLISMO
EXCREÇÃO
Profª Mestre Ana Silveira
NUTRIÇÃO
02/06/2020 22
Porque sentimos fome Para crescer
Para ter energia
Para ter saúde Porque é gostoso
Profª Mestre Ana Silveira
POR QUE COMEMOS?
02/06/2020 23
• “Ação de receber ou proporcionar
alimentos”
• “É um processo voluntário e consciente,
influenciado por fatores culturais,
econômicos e psicológicos, pelo qual o
ser humano obtém produtos necessários
para seu consumo
Profª Mestre Ana Silveira
ALIMENTAÇÃO
02/06/2020 24
➢ A alimentação variada refere-se a seleção de alimentos,
que é complexa e influenciada por vários fatores:
✓ Disponibilidade de alimentos;
✓ Hábitos e preferências alimentares;
✓ Condições orgânicas;
✓ Educação;
✓ Fator social;
✓ Fator psicológico;
✓ Fator econômico;
✓ Alimento completo;
✓ Condições de plantar os alimentos;
✓ Preço dos alimentos;
✓ Religião, crenças e tabus alimentares;
✓ Propaganda;
✓ Informações dadas por profissionais.
Profª Mestre Ana Silveira
ALIMENTAÇÃO: SELEÇÃO DE ALIMENTOS
02/06/2020 25
➢ Os alimentos podem ser de origem animal ou vegetal.
➢ Podem ser consumidos de forma natural ou passaram
por processos de cocção.
➢ Podem ser industrializados, passando por diversos
processos, dependendo do alimento.
Profª Mestre Ana Silveira
CLASSIFICAÇÃO: ALIMENTOS
02/06/2020 26
➢ Podem ser modificados para atender situações específicas
de saúde, como:
✓ Alimentos diet;
✓ Alimentos light;
✓ Alimentos funcionais;
✓ Alimentos para fins especiais;
✓ Alimentos transgênicos;
✓ Alimentos orgânicos.
Profª Mestre Ana Silveira
CLASSIFICAÇÃO: ALIMENTOS
02/06/2020 27
Alimentos diet: são aqueles alimentos especialmente formulados e
/ou padronizados de forma que sua composição atenda às
necessidades dietoterápicas especiais de pessoas com exigências
físicas, metabólicas, fisiológicas e/ou patológicas particulares.
➢ São usadas em dietas de restrição, devendo ter total ausência de
um determinado ingrediente, como o carboidrato (sacarose), proteína,
gordura ou sódio.
Exemplo: adoçantes para diabéticos, produtos sem sal para
hipertensos.
CLASSIFICAÇÃO: ALIMENTOS
02/06/2020
Profª Mestre Ana Silveira 28
Alimentos light: são alimentos
com redução mínima de 25% de
qualquer de seus atributos,como
calorias, açúcar, sal, gordura,
carboidratos e colesterol. Os
produtos tem valor reduzidos de
nutrientes ou de valor energético
quando comparados aos
alimentos similares.
Exemplo: requeijão light, com
gordura diminuída.
Profª Mestre Ana Silveira
CLASSIFICAÇÃO: ALIMENTOS
02/06/2020 29
➢ Alimentos funcionais: além de fornecerem energia para
o organismo produzem efeitos que proporcionam
benefícios a saúde, prevenindo doenças.
➢ Exemplo: alho (alicina) que tem função hipotensora;
peixes (ômega 3 e 6) que controla a inflamação.
Profª Mestre Ana Silveira
CLASSIFICAÇÃO: ALIMENTOS
02/06/2020 30
➢ Alimentos para fins especiais: além dos diet e light,
temos os alimentos para praticantes de atividades físicas
e nutrição enteral.
➢ Exemplo: whey protein, albumina, alitraq, nutrison,etc.
Profª Mestre Ana Silveira
CLASSIFICAÇÃO: ALIMENTOS
02/06/2020 31
➢ Alimentos transgênicos: são
alimentos geneticamente
modificados em laboratórios, com
o objetivo de aumentar a
resistência as pragas.
➢ Exemplo: soja, produtos
produzidos com a soja
comprovadamente modificada,
deve ter na embalagem o símbolo.
Profª Mestre Ana Silveira
CLASSIFICAÇÃO: ALIMENTOS
02/06/2020 32
➢ Alimentos orgânicos: aqueles alimentos que na sua
produção usam técnicas que respeitam o meio ambiente
e visa a qualidade.
➢ Exemplo: hortaliças sem agrotóxico.
Profª Mestre Ana Silveira
CLASSIFICAÇÃO: ALIMENTOS
02/06/2020 33
COMO OS HÁBITOS ALIMENTARES PODEM INTERFERIR NA
NOSSA QUALIDADE DE VIDA?
Bons hábitos alimentares interferem em nossa qualidade de vida pois
fornecem os nutrientes necessários para que nosso corpo tenha energia
suficiente para as atividades do dia-a-dia.
02/06/2020
Profª Mestre Ana Silveira 34
Curso Técnico em Enfermagem
Disciplina: Noções Básicas de Nutrição e Dietetica
Prof. Msc. Ana Silveira
nutricionistaanamartins@hotmail.com
Fone: (83) 99802-4807
DÚVIDAS?
Profª Mestre Ana Silveira
02/06/2020 35

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação - Estudo de Caso Clínico
Apresentação - Estudo de Caso ClínicoApresentação - Estudo de Caso Clínico
Apresentação - Estudo de Caso Clínico
Letícia Gonzaga
 
NUTRIÇÃO PARENTERAL E NUTRIÇÃO ENTERAL
NUTRIÇÃO PARENTERAL E NUTRIÇÃO ENTERALNUTRIÇÃO PARENTERAL E NUTRIÇÃO ENTERAL
NUTRIÇÃO PARENTERAL E NUTRIÇÃO ENTERAL
Elyda Santos
 
Apostila de dietoterapia
Apostila de dietoterapiaApostila de dietoterapia
Apostila de dietoterapia
Jefferson Costa
 
Nutrientes nos diferentes ciclos da vida
Nutrientes nos diferentes  ciclos da vidaNutrientes nos diferentes  ciclos da vida
Nutrientes nos diferentes ciclos da vida
Marcelo Silva
 
Nutrição Parenteral
Nutrição ParenteralNutrição Parenteral
Nutrição Parenteral
Safia Naser
 

Mais procurados (20)

Apresentação dieta e nutrição
Apresentação dieta e nutriçãoApresentação dieta e nutrição
Apresentação dieta e nutrição
 
Nutrição no Ensino da Enfermagem
Nutrição no Ensino da EnfermagemNutrição no Ensino da Enfermagem
Nutrição no Ensino da Enfermagem
 
Macronutrientes
MacronutrientesMacronutrientes
Macronutrientes
 
Apresentação - Estudo de Caso Clínico
Apresentação - Estudo de Caso ClínicoApresentação - Estudo de Caso Clínico
Apresentação - Estudo de Caso Clínico
 
Apresentação TNE
Apresentação TNEApresentação TNE
Apresentação TNE
 
NUTRIÇÃO PARENTERAL E NUTRIÇÃO ENTERAL
NUTRIÇÃO PARENTERAL E NUTRIÇÃO ENTERALNUTRIÇÃO PARENTERAL E NUTRIÇÃO ENTERAL
NUTRIÇÃO PARENTERAL E NUTRIÇÃO ENTERAL
 
Nutrição enteral e parenteral
Nutrição enteral e parenteralNutrição enteral e parenteral
Nutrição enteral e parenteral
 
Livro dietas hospitalares pdf
Livro dietas hospitalares pdfLivro dietas hospitalares pdf
Livro dietas hospitalares pdf
 
Apostila de dietoterapia
Apostila de dietoterapiaApostila de dietoterapia
Apostila de dietoterapia
 
AULA NUTRIÇÃO APLICADA A ENFERMAGEM
AULA NUTRIÇÃO APLICADA A ENFERMAGEMAULA NUTRIÇÃO APLICADA A ENFERMAGEM
AULA NUTRIÇÃO APLICADA A ENFERMAGEM
 
aula 3. Dietas hospitalares .pdf
aula 3. Dietas hospitalares .pdfaula 3. Dietas hospitalares .pdf
aula 3. Dietas hospitalares .pdf
 
Aula 1.pptx
Aula 1.pptxAula 1.pptx
Aula 1.pptx
 
Nutrientes nos diferentes ciclos da vida
Nutrientes nos diferentes  ciclos da vidaNutrientes nos diferentes  ciclos da vida
Nutrientes nos diferentes ciclos da vida
 
Nutricão
NutricãoNutricão
Nutricão
 
Urgência e emergência
Urgência e emergênciaUrgência e emergência
Urgência e emergência
 
Nutrição - Pirâmide Alimentar
Nutrição - Pirâmide AlimentarNutrição - Pirâmide Alimentar
Nutrição - Pirâmide Alimentar
 
Estado nutricional
Estado nutricionalEstado nutricional
Estado nutricional
 
Alimentação Saudável
Alimentação SaudávelAlimentação Saudável
Alimentação Saudável
 
Nutrição normal e dietética: alimentação do adulto e do idoso
Nutrição normal e dietética: alimentação do adulto e do idosoNutrição normal e dietética: alimentação do adulto e do idoso
Nutrição normal e dietética: alimentação do adulto e do idoso
 
Nutrição Parenteral
Nutrição ParenteralNutrição Parenteral
Nutrição Parenteral
 

Semelhante a Slide Aula 1 - Noções Básicas de Nutrição e Dietética.pdf

BOOK_Mod2_Saude_Sociedade_revisao_final_4.pdf
BOOK_Mod2_Saude_Sociedade_revisao_final_4.pdfBOOK_Mod2_Saude_Sociedade_revisao_final_4.pdf
BOOK_Mod2_Saude_Sociedade_revisao_final_4.pdf
Daniela Chucre
 
BOOK_Mod1_Introducao_revisao_final_4.pdf
BOOK_Mod1_Introducao_revisao_final_4.pdfBOOK_Mod1_Introducao_revisao_final_4.pdf
BOOK_Mod1_Introducao_revisao_final_4.pdf
Daniela Chucre
 
Sociedade tecnologia e ciência
Sociedade tecnologia e ciênciaSociedade tecnologia e ciência
Sociedade tecnologia e ciência
stcnsaidjv
 

Semelhante a Slide Aula 1 - Noções Básicas de Nutrição e Dietética.pdf (12)

slideaula1-noesbsicasdenutrioediettica-230227212531-aae90641.pptx
slideaula1-noesbsicasdenutrioediettica-230227212531-aae90641.pptxslideaula1-noesbsicasdenutrioediettica-230227212531-aae90641.pptx
slideaula1-noesbsicasdenutrioediettica-230227212531-aae90641.pptx
 
= Utf8 b_tn_v0cmljzkdhzi_nvifnhdwrhdmvslnbkzg==_= (1)
= Utf8 b_tn_v0cmljzkdhzi_nvifnhdwrhdmvslnbkzg==_= (1)= Utf8 b_tn_v0cmljzkdhzi_nvifnhdwrhdmvslnbkzg==_= (1)
= Utf8 b_tn_v0cmljzkdhzi_nvifnhdwrhdmvslnbkzg==_= (1)
 
Guia alimentar da população brasileira 2014.
Guia alimentar da população brasileira 2014. Guia alimentar da população brasileira 2014.
Guia alimentar da população brasileira 2014.
 
APRESENTACAO NUTRICAO_ completa e integral para cursos de saúde media e alta....
APRESENTACAO NUTRICAO_ completa e integral para cursos de saúde media e alta....APRESENTACAO NUTRICAO_ completa e integral para cursos de saúde media e alta....
APRESENTACAO NUTRICAO_ completa e integral para cursos de saúde media e alta....
 
S alimentar
S alimentarS alimentar
S alimentar
 
Apresentação profuncionario
Apresentação profuncionarioApresentação profuncionario
Apresentação profuncionario
 
Gestaçã artigo
Gestaçã artigoGestaçã artigo
Gestaçã artigo
 
Apostila de nutrição e dietética profª lívia motta
Apostila de nutrição e dietética profª lívia motta Apostila de nutrição e dietética profª lívia motta
Apostila de nutrição e dietética profª lívia motta
 
BOOK_Mod2_Saude_Sociedade_revisao_final_4.pdf
BOOK_Mod2_Saude_Sociedade_revisao_final_4.pdfBOOK_Mod2_Saude_Sociedade_revisao_final_4.pdf
BOOK_Mod2_Saude_Sociedade_revisao_final_4.pdf
 
Maus hábitos alimentares
Maus hábitos alimentaresMaus hábitos alimentares
Maus hábitos alimentares
 
BOOK_Mod1_Introducao_revisao_final_4.pdf
BOOK_Mod1_Introducao_revisao_final_4.pdfBOOK_Mod1_Introducao_revisao_final_4.pdf
BOOK_Mod1_Introducao_revisao_final_4.pdf
 
Sociedade tecnologia e ciência
Sociedade tecnologia e ciênciaSociedade tecnologia e ciência
Sociedade tecnologia e ciência
 

Slide Aula 1 - Noções Básicas de Nutrição e Dietética.pdf

  • 1. INTRODUÇÃO CURSO TÉCNICO EM ENFERMAGEM DISCIPLINA: NOÇÕES BÁSICAS DE NUTRIÇÃO E DIETETICA PROFESSORA: Mestre Nutricionista Ana Silveira 02/06/2020 Profª Ana Silveira Nutricionista – CRN6 17221 Mestre em Biotecnologia Doutoranda em Ciência e Tecnologia de Alimentos Esp. Vigilância Sanitária e Qualidade de Alimentos AULA 1
  • 2. 02/06/2020 Profª Mestre Ana Silveira 2 - CRONOGRAMA – - UNIDADE 1 -
  • 3. 02/06/2020 Profª Mestre Ana Silveira 3 - CRONOGRAMA – - UNIDADE 2 -
  • 4. 02/06/2020 Profª Mestre Ana Silveira 4 - CRONOGRAMA – - UNIDADE 3 -
  • 5. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 5 1. Histórico da Nutrição; 2. Conceitos Básicos; 3. Classificação; 4. Hábitos Alimentares.
  • 6. OBJETIVOS ✓ Conhecer os conceitos básicos e sua importância no organismo ✓ Conhecer a composição dos alimentos ✓ Discutir o papel da nutrição nos atendimentos ao paciente ✓ Estabelecer os cuidados nutricionais para a saúde e prevenção das doenças ✓ Conhecer os aspectos básicos da nutrição humana que são essenciais para uma boa condição de saúde ✓ Conhecer os diversos tipos de dietas e sua co-relação com o estado clínico do cliente/paciente Profª Mestre Ana Silveira 02/06/2020 6
  • 7. PARA SER UM BOM PROFISSIONAL É PRECISO: ✓ Saber administrar e desenvolver o que lhe compete ✓ Saber os limites de sua profissão ✓ O mais importante: ter amor ao que faz, administrar amor, carinho, compreensão, respeito e alegria a quem cuida Profª Mestre Ana Silveira 02/06/2020 7
  • 8. ✓ Reconhecer o estado nutricional do paciente ✓ Diferenciar grupos alimentares ✓ Compreender como os nutrientes são utilizados pelo corpo humano ✓ Entender a importância de uma dieta para cada ciclo de vida ✓ Identificar tipos de dieta, assim como suas vias de administração e patologias ✓ Aplicar cuidados de enfermagem na administração de nutrição enteral POR QUE UM TÉCNICO DE ENFERMAGEM DEVE ESTUDAR NUTRIÇÃO E DIETÉTICA? Profª Mestre Ana Silveira 02/06/2020 8
  • 9. A história da nutrição e da alimentação corre paralelamente à história do homem na face da Terra. A procura de alimentos levou o homem a utilizar as sementes e os frutos das árvores e a dominar as aves e animais terrestres. HISTÓRICO DA NUTRIÇÃO Profª Mestre Ana Silveira 02/06/2020 9 DANIEL (Bíblia 1,3-16) – Pessoas que se alimentavam de leguminosas e bebiam água cresciam melhor do que as que consumiam o alimento real e bebiam vinho. HIPÓCRATES (4OO a.C.) – discutindo o papel do alimento na saúde e na doença, considerava-o um nutriente universal.
  • 10. SÓCRATES – a finalidade do alimento era substituir a perda de água da pele e a perda ponderável de calor. JAMES LIND (1747) – Descobriu que o sangramento nas gengivas com perda de dentes e fraqueza, que os marinheiros apresentavam, regrediam com a ingestão de frutas cítricas. LAVOISIER (1770 a 1792) – É considerado o “Pai da Nutrição”. Seu trabalho abrangeu o estudo da respiração, oxidação e calorimetria - tudo relacionado com a utilização da energia alimentar. No início do século XIX, foram desenvolvidos métodos para a determinação do carbono, hidrogênio e nitrogênio em compostos orgânicos. HISTÓRICO DA NUTRIÇÃO Profª Mestre Ana Silveira 02/06/2020 10
  • 11. A análise dos alimentos para a determinação desses elementos levou LEIBIG a sugerir que o valor nutritivo dos alimentos decorria do seu teor em nitrogênio. LEIBIG também afirmou que uma dieta adequada deve fornecer alimentos plásticos (proteína) e energéticos (hidratos de carbono e gordura). BENEDICT (1919) – Pessoas que sobrevivem com pouco alimento, têm os processos fisiológicos alterados, conservando apenas a energia básica para a sobrevida. PEDRO ESCUDERO (1937) – médico argentino, introduziu o estudo da alimentação e da Nutrição nas escolas de Medicina de seu país, com uma nova visão da clínica médica. (Leis da Alimentação). Profª Mestre Ana Silveira 02/06/2020 11 HISTÓRICO DA NUTRIÇÃO
  • 12. Atualmente, o estudo da NUTRIÇÃO abrange campos mais diversificados: ➢Diversas áreas da saúde ➢ Engenharia de Alimentos ➢ Biotecnologia ➢ Bromatologia Na década de 1980, o principal problema de saúde pública estudado pelos profissionais de Nutrição era a DESNUTRIÇÃO. O estilo de vida moderno, trouxe grandes alterações para o comportamento humano, inclusive para os HÁBITOS ALIMENTARES. Profª Mestre Ana Silveira 02/06/2020 12 HISTÓRICO DA NUTRIÇÃO
  • 13. A necessidade de refeições mais rápidas e práticas e as facilidades da vida graças à tecnologia tornou a população cada vez mais susceptível a doenças, como obesidade, doenças cardiovasculares, diabetes. A classe científica do mundo todo passou a se dedicar a estudos com a ingestão de gordura e as diferentes formas deste nutriente. Com o avanço das pesquisas, os estudos tornaram- se cada vez mais específicos e minunciosos: lipídeos, carboidratos, aminoácidos e micronutrientes. Profª Mestre Ana Silveira 02/06/2020 13 HISTÓRICO DA NUTRIÇÃO
  • 14. A preocupação com o envelhecimento, a terapia nutricional para atletas de elite, também contribuiu para a ampliação dos temas de estudos da Nutrição. Nunca se falou tanto em suplementação nutricional, micronutrientes antioxidantes, alimentos funcionais e outros como nos últimos anos. Profª Mestre Ana Silveira 02/06/2020 14 HISTÓRICO DA NUTRIÇÃO
  • 15. O estudo sobre a Nutrição cresce de forma acentuada, o que demonstra a sua importância na determinação da qualidade de vida da população. Profª Mestre Ana Silveira 02/06/2020 15
  • 16. PARA COMEÇAR, O QUE PRECISAMOS SABER → Profª Mestre Ana Silveira 02/06/2020 16
  • 17. NUTRIÇÃO PROCESSO BIOLÓGICO ORGANISMOS (animais, vegetais e microrganismos) UTILIZANDO-SE DE ALIMENTOS Assimilam nutrientes para a realização de suas funções vitais Profª Mestre Ana Silveira 02/06/2020 17
  • 18. Nutrição Ciência que estuda diversos assuntos relacionados a alimentação Importância de cada tipo de alimento Profª Mestre Ana Silveira 02/06/2020 18
  • 19. NUTRIÇÃO – É soma dos processos pelos quais o corpo utiliza o alimento para energia, manutenção e crescimento. Nutrição é uma ciência biológica e dinâmica, que tem como base princípios fundamentais de química, bioquímica, microbiologia, anatomia e fisiologia, e que estuda os processos de utilização do alimento pelo corpo para a obtenção de energia, para a manutenção e crescimento. Profª Mestre Ana Silveira 02/06/2020 19 CONCEITOS BÁSICOS
  • 20. DESNUTRIÇÃO – É o estado no qual a falta prolongada de um ou mais nutrientes retarda o desenvolvimento físico ou causa o aparecimento de condições clínicas específicas (anemia, raquitismo, bócio e outras). A ingestão de nutrientes em excesso é outra forma de desnutrição, quando esta conduz a condições como a obesidade. Profª Mestre Ana Silveira 02/06/2020 20 CONCEITOS BÁSICOS
  • 21. ESTADO NUTRICIONAL – É a condição do corpo, como este reflete o consumo alimentar. Bom estado nutricional – refere-se a ingestão de uma dieta balanceada, que satisfaz as necessidades corpóreas de energia, manutenção e crescimento. Estado nutricional precário refere-se a uma ingestão inadequada de nutrientes. Profª Mestre Ana Silveira 02/06/2020 21 CONCEITOS BÁSICOS
  • 22. “O conjunto de processos por meio dos quais o organismo vivo recolhe e transforma as substâncias sólidas e líquidas exteriores de que precisa para sua manutenção, desenvolvimento orgânico normal e produção de energia”. DIGESTÃO ABSORÇÃO METABOLISMO EXCREÇÃO Profª Mestre Ana Silveira NUTRIÇÃO 02/06/2020 22
  • 23. Porque sentimos fome Para crescer Para ter energia Para ter saúde Porque é gostoso Profª Mestre Ana Silveira POR QUE COMEMOS? 02/06/2020 23
  • 24. • “Ação de receber ou proporcionar alimentos” • “É um processo voluntário e consciente, influenciado por fatores culturais, econômicos e psicológicos, pelo qual o ser humano obtém produtos necessários para seu consumo Profª Mestre Ana Silveira ALIMENTAÇÃO 02/06/2020 24
  • 25. ➢ A alimentação variada refere-se a seleção de alimentos, que é complexa e influenciada por vários fatores: ✓ Disponibilidade de alimentos; ✓ Hábitos e preferências alimentares; ✓ Condições orgânicas; ✓ Educação; ✓ Fator social; ✓ Fator psicológico; ✓ Fator econômico; ✓ Alimento completo; ✓ Condições de plantar os alimentos; ✓ Preço dos alimentos; ✓ Religião, crenças e tabus alimentares; ✓ Propaganda; ✓ Informações dadas por profissionais. Profª Mestre Ana Silveira ALIMENTAÇÃO: SELEÇÃO DE ALIMENTOS 02/06/2020 25
  • 26. ➢ Os alimentos podem ser de origem animal ou vegetal. ➢ Podem ser consumidos de forma natural ou passaram por processos de cocção. ➢ Podem ser industrializados, passando por diversos processos, dependendo do alimento. Profª Mestre Ana Silveira CLASSIFICAÇÃO: ALIMENTOS 02/06/2020 26
  • 27. ➢ Podem ser modificados para atender situações específicas de saúde, como: ✓ Alimentos diet; ✓ Alimentos light; ✓ Alimentos funcionais; ✓ Alimentos para fins especiais; ✓ Alimentos transgênicos; ✓ Alimentos orgânicos. Profª Mestre Ana Silveira CLASSIFICAÇÃO: ALIMENTOS 02/06/2020 27
  • 28. Alimentos diet: são aqueles alimentos especialmente formulados e /ou padronizados de forma que sua composição atenda às necessidades dietoterápicas especiais de pessoas com exigências físicas, metabólicas, fisiológicas e/ou patológicas particulares. ➢ São usadas em dietas de restrição, devendo ter total ausência de um determinado ingrediente, como o carboidrato (sacarose), proteína, gordura ou sódio. Exemplo: adoçantes para diabéticos, produtos sem sal para hipertensos. CLASSIFICAÇÃO: ALIMENTOS 02/06/2020 Profª Mestre Ana Silveira 28
  • 29. Alimentos light: são alimentos com redução mínima de 25% de qualquer de seus atributos,como calorias, açúcar, sal, gordura, carboidratos e colesterol. Os produtos tem valor reduzidos de nutrientes ou de valor energético quando comparados aos alimentos similares. Exemplo: requeijão light, com gordura diminuída. Profª Mestre Ana Silveira CLASSIFICAÇÃO: ALIMENTOS 02/06/2020 29
  • 30. ➢ Alimentos funcionais: além de fornecerem energia para o organismo produzem efeitos que proporcionam benefícios a saúde, prevenindo doenças. ➢ Exemplo: alho (alicina) que tem função hipotensora; peixes (ômega 3 e 6) que controla a inflamação. Profª Mestre Ana Silveira CLASSIFICAÇÃO: ALIMENTOS 02/06/2020 30
  • 31. ➢ Alimentos para fins especiais: além dos diet e light, temos os alimentos para praticantes de atividades físicas e nutrição enteral. ➢ Exemplo: whey protein, albumina, alitraq, nutrison,etc. Profª Mestre Ana Silveira CLASSIFICAÇÃO: ALIMENTOS 02/06/2020 31
  • 32. ➢ Alimentos transgênicos: são alimentos geneticamente modificados em laboratórios, com o objetivo de aumentar a resistência as pragas. ➢ Exemplo: soja, produtos produzidos com a soja comprovadamente modificada, deve ter na embalagem o símbolo. Profª Mestre Ana Silveira CLASSIFICAÇÃO: ALIMENTOS 02/06/2020 32
  • 33. ➢ Alimentos orgânicos: aqueles alimentos que na sua produção usam técnicas que respeitam o meio ambiente e visa a qualidade. ➢ Exemplo: hortaliças sem agrotóxico. Profª Mestre Ana Silveira CLASSIFICAÇÃO: ALIMENTOS 02/06/2020 33
  • 34. COMO OS HÁBITOS ALIMENTARES PODEM INTERFERIR NA NOSSA QUALIDADE DE VIDA? Bons hábitos alimentares interferem em nossa qualidade de vida pois fornecem os nutrientes necessários para que nosso corpo tenha energia suficiente para as atividades do dia-a-dia. 02/06/2020 Profª Mestre Ana Silveira 34
  • 35. Curso Técnico em Enfermagem Disciplina: Noções Básicas de Nutrição e Dietetica Prof. Msc. Ana Silveira nutricionistaanamartins@hotmail.com Fone: (83) 99802-4807 DÚVIDAS? Profª Mestre Ana Silveira 02/06/2020 35