SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 11
PERIODIZAÇÃO DA
HISTÓRIA
Éderson Dias Oliveira
• Para organizar a compreensão dos estudos históricos, os
pesquisadores dividiram a história da humanidade em dois
grandes períodos: Pré-História e História.
• Essa divisão histórica foi feita pelos europeus no século
XIX, que tomaram como marcos divisórios acontecimentos
importantes do ponto de vista da Europa.
• Por isso, essa visão é chamada eurocêntrica, porque
situa a Europa no centro desses marcos, como se o mundo
girasse em torno dela.
• Exemplo, nosso país
passa a existir a partir
de 22 de abril de 1500
com Cabral -
“descoberta” do Brasil.
• Periodização da
história é
um método cronológico
usado para contar e
separar nosso tempo
histórico.
• A periodização é o estudo da História Geral da
humanidade que costuma dividir a história humana, para
fins didáticos.
• Toda vez que falamos de um assunto relativo a História,
nos deparamos com a divisão dos tempos históricos.
• Em resumo, são cinco períodos, épocas ou idades - ao que
se denomina periodização clássica da história: Pré-história,
Idade Antiga, Idade Média, Idade Moderna e Idade
Contemporânea.
• As ocorrências significativas para a História Geral, tendo
como referência a Europa, que delimitaram essa divisão são:
 a invenção da escrita (4000 a.C.);
 a queda do Império Romano (476);
 a tomada de Constantinopla pelos turcos otomanos (1453);
 a Revolução Francesa (1789).
Pré-História
• A Pré-história inicia-se com o surgimento do Homem e
dura até cerca de 4000 a.C., com o surgimento
da escrita na Mesopotâmia.
• Caracteriza-se, grosso modo, pelo nomadismo e atividades
de caça e coleta.
• Surge a agricultura e a pecuária, os quais levaram os
homens pré-históricos ao sedentarismo e a criação das
primeiras cidades.
Idade Antiga
• A Antiguidade compreende-se de cerca de 4000 a.C.
até 476 d.C. com a queda do Império Romano do Ocidente.
• É estudada com estreita relação ao Próximo Oriente,
onde surgiram as primeiras civilizações, (Crescente Fértil),
que atraiu, pelas possibilidades agrícolas, os primeiros
habitantes do Egito, Palestina, Mesopotâmia, Irã e Fenícia.
• Abrange, também, as chamadas civilizações clássicas:
Grécia e Roma.
Idade
Média
• Refere-
se ao
período
entre 476
d.C.
até 1453.
• Nessa data ocorre a conquista de Constantinopla
pelos turcos otomanos, levando a queda do Império Romano
do Oriente.
• É estudada com relação ao confronto de culturas em
torno do mar Mediterrâneo.
• Caracterizou-se pelo modo de produção feudal em parte
da Europa e pelo predomínio dos valores da religião cristã.
Idade
Moderna
• Essa vai
de 1453 até
1789,
quando da
eclosão
da Revolução
Francesa.
• Compreende o período da invenção da Imprensa, os
descobrimentos marítimos, o Renascimento e o início do
modo de produção capitalista.
• As novas tecnologias permitiu reduzir distâncias e
mostrar que o mundo era bem maior do que pensado -
colonização da América e África e Ásia.
• As monarquias
chegaram ao seu auge e
também encararam sua
queda nesse mesmo
período - Revolução
Francesa e os novos
padrões políticos.
Idade Contemporânea
• Essa vai de 1789 até hoje, sendo um período histórico
curto, mas ainda assim marcado por muitos acontecimentos.
• Se deu conflitos armados de grandes proporções e o
surgimento da Nova Ordem Mundial – consolidação do
capitalismo.
• As distâncias e relações humanas, dada à Revolução
Industrial, se tornam ainda menores – mundo fluído.
• Percebendo essas
divisões do tempo,
nota-se que existem
períodos históricos
longos e outros curtos.
• Assim, a divisão da História não obedece ao tempo
cronológico, no qual um dia sempre terá 24 hrs por ex.
• Desse modo, aparece uma questão: o que determina o
início e o final dessas tais divisões que a história tem?
• Nisso entra em ação os historiadores, que pensam as
experiências e transformações sofridas pelos homens ao
longo do tempo.
• De acordo com as mudanças mais expressivas, com o
passar do tempo, abre-se a possibilidade de discutir se um
período histórico se encerra e um novo se inicia.
• Em termos práticos, a divisão ajuda a definir quais os
eventos têm maior proximidade entre si.
• Mas é importante tomar um grande cuidado com a divisão
da História.
• O começo e o fim de um determinado período não
significam que o mundo se transformou completamente na
passagem de um período para o outro.
• Muitos dos valores de uma época se conservam em outros
períodos e se mostram vivos no nosso cotidiano.
• Sendo assim, as divisões
são referenciais que
facilitam nosso estudo do
passado, mas não ditam
quando a cabeça dos
homens exatamente mudou.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Colonizacao espanhola-america
Colonizacao espanhola-americaColonizacao espanhola-america
Colonizacao espanhola-america
Marcos Oliveira
 

Mais procurados (20)

História 6º ano
História 6º anoHistória 6º ano
História 6º ano
 
História, fontes e historiadores
História, fontes e historiadoresHistória, fontes e historiadores
História, fontes e historiadores
 
Mesopotâmia - 6º Ano (2018)
Mesopotâmia - 6º Ano (2018)Mesopotâmia - 6º Ano (2018)
Mesopotâmia - 6º Ano (2018)
 
Introdução ao estudo de História
Introdução ao estudo de HistóriaIntrodução ao estudo de História
Introdução ao estudo de História
 
O que é historia
O que é historiaO que é historia
O que é historia
 
Periodo Neolitico
Periodo NeoliticoPeriodo Neolitico
Periodo Neolitico
 
O Tempo e a História - 6 ANO
O Tempo e a História - 6 ANOO Tempo e a História - 6 ANO
O Tempo e a História - 6 ANO
 
Pré História
Pré   História Pré   História
Pré História
 
Colonizacao espanhola-america
Colonizacao espanhola-americaColonizacao espanhola-america
Colonizacao espanhola-america
 
Tempo e história
Tempo e históriaTempo e história
Tempo e história
 
As Grandes Navegações - 7º Ano (2018)
As Grandes Navegações - 7º Ano (2018)As Grandes Navegações - 7º Ano (2018)
As Grandes Navegações - 7º Ano (2018)
 
Baixa idade média
Baixa idade médiaBaixa idade média
Baixa idade média
 
O Tempo e a História - 6o ano
O Tempo e a História - 6o anoO Tempo e a História - 6o ano
O Tempo e a História - 6o ano
 
1° ano - Mesopotâmia
1° ano - Mesopotâmia1° ano - Mesopotâmia
1° ano - Mesopotâmia
 
América portuguesa a colonização do brasil
América portuguesa a colonização do brasilAmérica portuguesa a colonização do brasil
América portuguesa a colonização do brasil
 
A Civilização Grega - 6º Ano (2016)
A Civilização Grega - 6º Ano (2016)A Civilização Grega - 6º Ano (2016)
A Civilização Grega - 6º Ano (2016)
 
A Divisão da História (2017) - 6º Ano
A Divisão da História (2017) - 6º AnoA Divisão da História (2017) - 6º Ano
A Divisão da História (2017) - 6º Ano
 
Mercantilismo
MercantilismoMercantilismo
Mercantilismo
 
Brasil colônia4 revoltas nativistas
Brasil colônia4 revoltas nativistasBrasil colônia4 revoltas nativistas
Brasil colônia4 revoltas nativistas
 
Abolição da escravatura no Brasil.pptx
Abolição da escravatura no Brasil.pptxAbolição da escravatura no Brasil.pptx
Abolição da escravatura no Brasil.pptx
 

Destaque

PCN de Geografia - Prof. Amábile
PCN de Geografia - Prof. AmábilePCN de Geografia - Prof. Amábile
PCN de Geografia - Prof. Amábile
Carmina Monteiro
 

Destaque (20)

Geografia na educação infantil
Geografia na educação infantilGeografia na educação infantil
Geografia na educação infantil
 
Geografia para o ensino fundamental partir dos PCN
Geografia para o ensino fundamental partir dos PCNGeografia para o ensino fundamental partir dos PCN
Geografia para o ensino fundamental partir dos PCN
 
Pcn ensino fundamental de geografia
Pcn   ensino fundamental de geografiaPcn   ensino fundamental de geografia
Pcn ensino fundamental de geografia
 
Critérios de regionalização (região) na Geografia
Critérios de regionalização (região) na GeografiaCritérios de regionalização (região) na Geografia
Critérios de regionalização (região) na Geografia
 
A substituição dos espaços geográficos indígenas pelos dos luso brasileiros
A substituição dos espaços geográficos indígenas pelos dos luso brasileirosA substituição dos espaços geográficos indígenas pelos dos luso brasileiros
A substituição dos espaços geográficos indígenas pelos dos luso brasileiros
 
Antecedentes da produção do espaço brasileiro
Antecedentes da produção do espaço brasileiroAntecedentes da produção do espaço brasileiro
Antecedentes da produção do espaço brasileiro
 
Aspectos Naturais da America Central
Aspectos Naturais da America CentralAspectos Naturais da America Central
Aspectos Naturais da America Central
 
Abordagem da bacia hidrográfica pela Geografia
Abordagem da bacia hidrográfica pela GeografiaAbordagem da bacia hidrográfica pela Geografia
Abordagem da bacia hidrográfica pela Geografia
 
Introdução a Geometria hidráulica de canais fluviais
Introdução a Geometria hidráulica de canais fluviaisIntrodução a Geometria hidráulica de canais fluviais
Introdução a Geometria hidráulica de canais fluviais
 
Geografia - noções conceituais para a contemporaneidade
Geografia - noções conceituais para a contemporaneidadeGeografia - noções conceituais para a contemporaneidade
Geografia - noções conceituais para a contemporaneidade
 
HIDROGEOGRAFIA E HIDROLOGIA
HIDROGEOGRAFIA E HIDROLOGIAHIDROGEOGRAFIA E HIDROLOGIA
HIDROGEOGRAFIA E HIDROLOGIA
 
Geografia da América do Sul
Geografia da América do SulGeografia da América do Sul
Geografia da América do Sul
 
O conceito de região e sua discussão na Geografia
O conceito de região e sua discussão na GeografiaO conceito de região e sua discussão na Geografia
O conceito de região e sua discussão na Geografia
 
Aspectos físicos da América
Aspectos físicos da AméricaAspectos físicos da América
Aspectos físicos da América
 
REDE DE DRENAGEM
REDE DE DRENAGEMREDE DE DRENAGEM
REDE DE DRENAGEM
 
CONNSTRUÇÃO DAS FRONTEIRAS DO BRASIL
CONNSTRUÇÃO DAS FRONTEIRAS DO BRASILCONNSTRUÇÃO DAS FRONTEIRAS DO BRASIL
CONNSTRUÇÃO DAS FRONTEIRAS DO BRASIL
 
PCN de Geografia - Prof. Amábile
PCN de Geografia - Prof. AmábilePCN de Geografia - Prof. Amábile
PCN de Geografia - Prof. Amábile
 
Introdução ao continente americano
Introdução ao continente americanoIntrodução ao continente americano
Introdução ao continente americano
 
Ensino de Geografia nas series inciciais
Ensino de Geografia nas series inciciaisEnsino de Geografia nas series inciciais
Ensino de Geografia nas series inciciais
 
Pcn geografia nas séries iniciais
Pcn   geografia nas séries iniciaisPcn   geografia nas séries iniciais
Pcn geografia nas séries iniciais
 

Semelhante a Divisão dos períodos da História

2°periodização da história
2°periodização da história2°periodização da história
2°periodização da história
Ajudar Pessoas
 
1 - A questão do tempo, sincronias e diacronias reflexões sobre o sentido das...
1 - A questão do tempo, sincronias e diacronias reflexões sobre o sentido das...1 - A questão do tempo, sincronias e diacronias reflexões sobre o sentido das...
1 - A questão do tempo, sincronias e diacronias reflexões sobre o sentido das...
MarcosTerrinha
 
Historia da educação 3 40 cópias fv
Historia da educação 3   40 cópias fvHistoria da educação 3   40 cópias fv
Historia da educação 3 40 cópias fv
Otávio Sales
 
1. introdução aos estudos históricos
1. introdução aos estudos históricos1. introdução aos estudos históricos
1. introdução aos estudos históricos
Suellen Barbosa
 

Semelhante a Divisão dos períodos da História (20)

2 historia --contexto_geral
2 historia --contexto_geral2 historia --contexto_geral
2 historia --contexto_geral
 
2°periodização da história
2°periodização da história2°periodização da história
2°periodização da história
 
1 - A questão do tempo, sincronias e diacronias reflexões sobre o sentido das...
1 - A questão do tempo, sincronias e diacronias reflexões sobre o sentido das...1 - A questão do tempo, sincronias e diacronias reflexões sobre o sentido das...
1 - A questão do tempo, sincronias e diacronias reflexões sobre o sentido das...
 
Tempo e história
Tempo e históriaTempo e história
Tempo e história
 
Periodização da história
Periodização da históriaPeriodização da história
Periodização da história
 
Periodização da história
Periodização da históriaPeriodização da história
Periodização da história
 
Periodização da história
Periodização da históriaPeriodização da história
Periodização da história
 
Aula introdutória de História
Aula introdutória de HistóriaAula introdutória de História
Aula introdutória de História
 
Conceito de História
Conceito de HistóriaConceito de História
Conceito de História
 
Historia da educação 3 40 cópias fv
Historia da educação 3   40 cópias fvHistoria da educação 3   40 cópias fv
Historia da educação 3 40 cópias fv
 
Revisão 1º ano 1º bimestre
Revisão 1º ano 1º bimestreRevisão 1º ano 1º bimestre
Revisão 1º ano 1º bimestre
 
1. introdução aos estudos históricos
1. introdução aos estudos históricos1. introdução aos estudos históricos
1. introdução aos estudos históricos
 
Introdução à história em
Introdução à história emIntrodução à história em
Introdução à história em
 
Contagem do tempo na História
Contagem do tempo na HistóriaContagem do tempo na História
Contagem do tempo na História
 
Introdução ao estudo da história pps
Introdução ao estudo da história ppsIntrodução ao estudo da história pps
Introdução ao estudo da história pps
 
Historia 1EM 1BIM
Historia  1EM 1BIM Historia  1EM 1BIM
Historia 1EM 1BIM
 
Histor 01
Histor 01Histor 01
Histor 01
 
Cultura e tempo
Cultura e tempoCultura e tempo
Cultura e tempo
 
1 tempo e historia - 1ºano do Ensino Médio
1   tempo e historia - 1ºano do Ensino Médio1   tempo e historia - 1ºano do Ensino Médio
1 tempo e historia - 1ºano do Ensino Médio
 
Power poit o tempo e a história
Power poit o tempo e a históriaPower poit o tempo e a história
Power poit o tempo e a história
 

Mais de Patrícia Éderson Dias

Mais de Patrícia Éderson Dias (20)

Processos Migratórios e a Crise dos Refugiados
Processos Migratórios e a Crise dos RefugiadosProcessos Migratórios e a Crise dos Refugiados
Processos Migratórios e a Crise dos Refugiados
 
Geografia economica i
Geografia economica iGeografia economica i
Geografia economica i
 
Conhecimento geografico i
Conhecimento geografico iConhecimento geografico i
Conhecimento geografico i
 
Climatologia ii
Climatologia iiClimatologia ii
Climatologia ii
 
Climatologia i
Climatologia iClimatologia i
Climatologia i
 
Cartografia ii
Cartografia iiCartografia ii
Cartografia ii
 
Cartografia i
Cartografia iCartografia i
Cartografia i
 
Psicologia e educação interlocuções e possibilidades
Psicologia e educação  interlocuções e possibilidadesPsicologia e educação  interlocuções e possibilidades
Psicologia e educação interlocuções e possibilidades
 
Política educacional
Política educacional Política educacional
Política educacional
 
Metodologia da pesquisa em ciências da educação
Metodologia da pesquisa em ciências da educação Metodologia da pesquisa em ciências da educação
Metodologia da pesquisa em ciências da educação
 
Literatura infantil
Literatura infantilLiteratura infantil
Literatura infantil
 
Linguagem e alfabetização
Linguagem e alfabetizaçãoLinguagem e alfabetização
Linguagem e alfabetização
 
Leitura e produção de texto
Leitura e produção de texto Leitura e produção de texto
Leitura e produção de texto
 
Historia da Educação Brasileira
Historia da Educação BrasileiraHistoria da Educação Brasileira
Historia da Educação Brasileira
 
Livro Fundamentos da Educação Infantil
Livro Fundamentos da Educação InfantilLivro Fundamentos da Educação Infantil
Livro Fundamentos da Educação Infantil
 
Fosolofia na Educação
Fosolofia na EducaçãoFosolofia na Educação
Fosolofia na Educação
 
Livro de Didatica
Livro de DidaticaLivro de Didatica
Livro de Didatica
 
Tendencias e perspectivas do ensino de história
Tendencias e perspectivas do ensino de históriaTendencias e perspectivas do ensino de história
Tendencias e perspectivas do ensino de história
 
Introdução ao estudo da história
Introdução ao estudo da históriaIntrodução ao estudo da história
Introdução ao estudo da história
 
Ética moral e valores
Ética moral e valoresÉtica moral e valores
Ética moral e valores
 

Último

História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
GisellySobral
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Eró Cunha
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Kelly Mendes
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
azulassessoria9
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
VALMIRARIBEIRO1
 

Último (20)

História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 

Divisão dos períodos da História

  • 2. • Para organizar a compreensão dos estudos históricos, os pesquisadores dividiram a história da humanidade em dois grandes períodos: Pré-História e História. • Essa divisão histórica foi feita pelos europeus no século XIX, que tomaram como marcos divisórios acontecimentos importantes do ponto de vista da Europa. • Por isso, essa visão é chamada eurocêntrica, porque situa a Europa no centro desses marcos, como se o mundo girasse em torno dela. • Exemplo, nosso país passa a existir a partir de 22 de abril de 1500 com Cabral - “descoberta” do Brasil.
  • 3. • Periodização da história é um método cronológico usado para contar e separar nosso tempo histórico. • A periodização é o estudo da História Geral da humanidade que costuma dividir a história humana, para fins didáticos. • Toda vez que falamos de um assunto relativo a História, nos deparamos com a divisão dos tempos históricos. • Em resumo, são cinco períodos, épocas ou idades - ao que se denomina periodização clássica da história: Pré-história, Idade Antiga, Idade Média, Idade Moderna e Idade Contemporânea.
  • 4. • As ocorrências significativas para a História Geral, tendo como referência a Europa, que delimitaram essa divisão são:  a invenção da escrita (4000 a.C.);  a queda do Império Romano (476);  a tomada de Constantinopla pelos turcos otomanos (1453);  a Revolução Francesa (1789).
  • 5. Pré-História • A Pré-história inicia-se com o surgimento do Homem e dura até cerca de 4000 a.C., com o surgimento da escrita na Mesopotâmia. • Caracteriza-se, grosso modo, pelo nomadismo e atividades de caça e coleta. • Surge a agricultura e a pecuária, os quais levaram os homens pré-históricos ao sedentarismo e a criação das primeiras cidades.
  • 6. Idade Antiga • A Antiguidade compreende-se de cerca de 4000 a.C. até 476 d.C. com a queda do Império Romano do Ocidente. • É estudada com estreita relação ao Próximo Oriente, onde surgiram as primeiras civilizações, (Crescente Fértil), que atraiu, pelas possibilidades agrícolas, os primeiros habitantes do Egito, Palestina, Mesopotâmia, Irã e Fenícia. • Abrange, também, as chamadas civilizações clássicas: Grécia e Roma.
  • 7. Idade Média • Refere- se ao período entre 476 d.C. até 1453. • Nessa data ocorre a conquista de Constantinopla pelos turcos otomanos, levando a queda do Império Romano do Oriente. • É estudada com relação ao confronto de culturas em torno do mar Mediterrâneo. • Caracterizou-se pelo modo de produção feudal em parte da Europa e pelo predomínio dos valores da religião cristã.
  • 8. Idade Moderna • Essa vai de 1453 até 1789, quando da eclosão da Revolução Francesa. • Compreende o período da invenção da Imprensa, os descobrimentos marítimos, o Renascimento e o início do modo de produção capitalista. • As novas tecnologias permitiu reduzir distâncias e mostrar que o mundo era bem maior do que pensado - colonização da América e África e Ásia.
  • 9. • As monarquias chegaram ao seu auge e também encararam sua queda nesse mesmo período - Revolução Francesa e os novos padrões políticos. Idade Contemporânea • Essa vai de 1789 até hoje, sendo um período histórico curto, mas ainda assim marcado por muitos acontecimentos. • Se deu conflitos armados de grandes proporções e o surgimento da Nova Ordem Mundial – consolidação do capitalismo. • As distâncias e relações humanas, dada à Revolução Industrial, se tornam ainda menores – mundo fluído.
  • 10. • Percebendo essas divisões do tempo, nota-se que existem períodos históricos longos e outros curtos. • Assim, a divisão da História não obedece ao tempo cronológico, no qual um dia sempre terá 24 hrs por ex. • Desse modo, aparece uma questão: o que determina o início e o final dessas tais divisões que a história tem? • Nisso entra em ação os historiadores, que pensam as experiências e transformações sofridas pelos homens ao longo do tempo. • De acordo com as mudanças mais expressivas, com o passar do tempo, abre-se a possibilidade de discutir se um período histórico se encerra e um novo se inicia.
  • 11. • Em termos práticos, a divisão ajuda a definir quais os eventos têm maior proximidade entre si. • Mas é importante tomar um grande cuidado com a divisão da História. • O começo e o fim de um determinado período não significam que o mundo se transformou completamente na passagem de um período para o outro. • Muitos dos valores de uma época se conservam em outros períodos e se mostram vivos no nosso cotidiano. • Sendo assim, as divisões são referenciais que facilitam nosso estudo do passado, mas não ditam quando a cabeça dos homens exatamente mudou.