SlideShare uma empresa Scribd logo
Profº  - Luiz Carlos CEFAPRO – RONDONÓPOLIS FEVEREIRO – 2011.
PARA REFLEXÃO. "Não, não tenho caminho novo. O que tenho de novo  é o jeito de caminhar. Aprendi. (O caminho me ensinou) A caminhar cantando Como convém A mim E aos que vão comigo. Pois já não vou mais sozinho." (Thiago de Mello, 1996 p.17).
TAREFA DIDÁTICA NECESSÁRIA
ATRAVÉS DELA CONSEGUIMOS... Fazer uma análise dos conteúdos tratados num dado capítulo ou unidade temática.  A avaliação reflete sobre o nível do trabalho do professor, como do aluno. Não deve apenas culminar com atribuição de notas aos alunos. Deve ser utilizada como um instrumento de coleta de dados sobre o aproveitamento dos alunos. Breve visão geral do desempenho em relação a cada objetivo.
ENFIM... Determina o grau da assimilação dos conceitos e das técnicas/normas;  Ajudam o professor a melhorar a sua metodologia de trabalho,  Ajuda os alunos a desenvolverem a auto confiança na aprendizagem.;
MOTIVAÇÃO DO DOCENTE  E SUA ADEQUADA FORMAÇÃO
CONCEITOS DE AVALIAÇÃO. Cipriano Carlos Luckesi : é uma apreciação qualitativa sobre dados relevantes do processo de ensino e aprendizagem que auxilia o professor a tomar decisões sobre o seu trabalho. Golias : entendida como um processo dinâmico, continuo e sistemático que acompanha o desenrolar do ato educativo. Pilleti : é um processo contínuo de pesquisas que visa a interpretar os conhecimentos, habilidades e atitudes dos alunos.
Libânio : uma componente do processo de ensino que visa, através da verificação e qualificação dos resultados obtidos, a determinar a correspondência destes com os objetivos propostos e, daí, orientar a tomada de decisões em relação às atividades didáticas seguintes. Nérici : relaciona avaliação com a verificação de aprendizagem pois, para ele, a avaliação é o processo de atribuir valores ou notas aos resultados obtidos na verificação da aprendizagem
COMO AVALIAR ESTES ALUNOS ?
OBJETIVOS  DA  AVALIAÇÃO. Exemplo na 8ª classe na disciplina de Desenho Técnico: Tem função diagnóstica psico-pedagógica e didática.
AS FUNÇÕES AVALIATIVAS. Diagnóstica : identifica as dificuldades do aluno e os conhecimentos prévios.  Ajuda ao professor a constatar as falhas no seu trabalho e a decidir a passagem ou não para uma nova unidade temática. Os alunos internalizam  hábitos de trabalho independente . Consciencializam-se  do grau consecutivo dos objetivos atingidos após um período de trabalho.
Pedagógico- didático :  Permite um reajustamento com vista à continuidade dos objetivos pedagógicos pretendidos, ao mesmo tempo favorece uma atitude mais responsável do aluno em relação ao estudo, assumindo-o como um dever social; contribui para a avaliação para correção de erros de conhecimentos e habilidades e o desenvolvimento de capacidades cognitivas.
CONTROLE DO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM. Exigi mais dos professores, pois a observação visa:
CARACTERÍSTICAS DA AVALIAÇÃO EDUCACIONAL. O aluno precisa saber :
OBJETIVOS DO PROCESSO ENSINO  E APRENDIZAGEM. É que todos os alunos desenvolvam as suas capacidades: Físicas  Intelectuais, Sua criticidade para a vida em sociedade.
TAREFAS  DA  AVALIAÇÃO Conhecer o aluno  : Pode-se orientar e guiar o aluno no processo educativo avaliando-o, para melhor conhecer a sua personalidade, atitude, aptidões, interesses e dificuldades, para estimular o sucesso de todos. Verificar os ritmos de progresso do aluno :  Coleta de dados através de provas, exercícios ou de meios auxiliares, como observação do desempenho e entrevista, para verificar se houve um progresso do aluno desde o ponto de partida da aprendizagem até ao momento.
Detectar as dificuldades de Aprendizagem  : Ao avaliar, o professor pode detectar algumas dificuldades dos alunos.. Por exemplo, o Carlos tem "problemas na representação do afastamento de um ponto", escreve corretamente e conhece bem a Gramática. Este registo deve ser acompanhado de modo a superar as dificuldades.    Ori entar a aprendizagem  : Os resultados obtidos pela avaliação devem ser utilizados para corrigir, melhorar e completar o trabalho.
ETAPAS DA AVALIAÇÃO. Determinar o que vai ser avaliado;  Estabelecer os critérios e as condições para a avaliação;  Selecionar as técnicas e instrumentos de avaliação;  Realizar a aferição dos resultados.
MÉTODOS DE AVALIAÇÃO. Diagnóstica :  como técnica pode se utilizar o pré-teste, a ficha de observação ou qualquer instrumento elaborado pelo professor para melhor controle.  Somativa:  encontramos os dois instrumentos mais utilizados que são as provas: objetivas e  subjetivas.  Formativa : temos como técnicas a observação de trabalhos, os exercícios práticos, provas, ...
EM QUAL DAS SITUAÇÕES VOCÊ GOSTARIA DE SER AVALIADO  (A)? Meu primeiro emprego.
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA Realiza-se no início do curso, do ano letivo, do semestre/ trimestre; Identifica alunos com padrão aceitável de conhecimentos;  Constata deficiências em termos de pré-requisitos;  Constata particularidades .
AVALIAÇÃO  FORMATIVA Ocorre ao longo do ano letivo. faz o acompanhamento progressivo do aluno; ajuda o aluno a desenvolver as capacidades cognitivas, ao mesmo tempo fornece informações sobre o seu desempenho. Informa sobre os objetivos se estão ou não a sendo atingidos pelos alunos;  Identifica obstáculos que estão a comprometer a aprendizagem;  Localiza deficiência/dificuldades.
AVALIAÇÃO SOMATIVA Classifica os alunos no fim de um semestre/trimestre, do curso, do ano letivo, segundo níveis de aproveitamento. Tem a função classificadora.
TIPOS DE TESTES. Provas orais  Diálogo entre professor e o aluno, obedecendo os seguintes critérios: Criar condições favoráveis para que os alunos se sintam seguros.  Criar uma conversa amigável com o aluno para que este se sinta à vontade.  Feita a pergunta, deve-se dar tempo para que esta seja objeto de reflexão.  (Exemplo). O professor deve fazer perguntas claras precisas, diretas e formuladas de maneira pensada.
TIPOS DE TESTES Provas escritas  Usadas em qualquer aula. Se é para repetir, ratificar ou prosseguir, dependendo da situação vivida no momento quando ao saber, saber fazer e saber ser. As provas escritas frequentemente utilizadas são:  ACS , (Avaliação do Conhecimento Somativo) ACP , (Avaliação do Conhecimento Parcelado) ACF ; (Avaliação do Conecimento Formativo) Exame Fina l, dependendo ainda delas a atribuição de notas ou classificação, quais vão determinar a aprovação e reprovação do aluno.
EXEMPLOS ACS ACP ACF
Provas práticas  Neste tipo de prova o aluno e posto diante duma situação problemática que há de ser resolvido por uma realização material, um conhecimento de elementos visuais. (Como alcançar uma fruta se minha altura é pouca com relação a altura que ela se encontra?).
CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO. Deve obedecer os seguintes : Tem que ser benéfico;  Deve ser justo e uniforme;  Deve ser global;  Deve ser eficaz na produção e mudanças no comportamento;  Deve estar ao alcance dos alunos;  O processo de avaliação deve ser aberto; As conclusões finais devem ter certa validade e longo prazo. Deve ser praticável e não deve ser incomoda e inútil.
TÉCNICAS E INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO. Dependem: Dos objetivos de avaliação;  Dos meios,  Dos conteúdos/complexidade da matéria;  Tempo disponível/duração;  Número de alunos na turma;  O tipo do aluno;  A idade dos alunos;  As condições da sala de aula.
MOACIR  GADOTTI Diz que "a avaliação é essencial à educação, inerente e indissociável enquanto concebida como:  Problematização,  questionamento,  Reflexão, sobre a acção.  Entende-se que a avaliação não pode morrer.
ELA ENQUANTO MITO A avaliação é decorrente de sua caminhada histórica, sendo que seus fantasmas ainda se apresentam como forma de controle e de autoritarismo por diversas gerações.  Acreditar em um processo avaliativo mais eficaz é o mesmo que cumprir sua função didático-pedagógica de auxiliar e melhorar o ensino/aprendizagem.
MODELOS DE AVALIAÇÃO TRADICIONAL Ação individual e competitiva  Concepção  Classificatória  Apresenta um fim em si mesma  Postura disciplinadora e diretiva do professor  Privilégio à memorização  Pressupõe a dependência do aluno.  TENDÊNCIAS Ação coletiva e consensual  Concepção investigativa e reflexiva  Atua como mecanismo de diagnóstico da situação  Postura cooperativa entre professor e aluno  Privilégio à compreensão  Incentiva a conquista da autonomia do aluno.
EXERCÍCIO. Reunir-se com seus pares e escrever sobre os seguites quesitos: Que tipo de teste você aplica aos seus orientandos ao avaliá-los. Justificar sua resposta. Suas considerações serão socializadas com seus pares.
UMA  PARCERIA... Nós, Profissionais da Educação vamos procurar estabelecer vínculos que aproximem os questionamentos das respostas e, trabalharmos com um foco: "TER NO ESTADO DE MATO GROSSO UMA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE". Profº Luiz Carlos. 05/02/2011
BIBLIOGRAFIA  CONSULTADA BORDENAVE, Juan Dias & PEREIRA, A. Martins; Estratégias de Ensino-Aprendizagem. Vozes. São Paulo.1985. FIRME, T. P.  Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação. Rio de Janeiro. 1994 GADOTTI, M. Uma escola para todos os caminhos da autonomia escolar. Petrópolis: Vozes, 1991.  LIBÂNEO, José (1985); A Prática Pedagógica de Professores da Escola Pública. São Paulo.  LUCKESI, C.C. Avaliação da aprendizagem escolar. 14ª Ed. São Paulo: Cortez, 2002.  PILETti, Nelson (2000); Psicologia Educacional, Editora Ática, 17ª Edição, São Paulo  Obtida de "http://pt.wikipedia.org/wiki/Avalia%C3%A7%C3%A3o_educacional"

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Gestão da sala de aula
Gestão da sala de aulaGestão da sala de aula
Gestão da sala de aula
Raquel Pereira
 
Avaliação
AvaliaçãoAvaliação
Avaliação
Marcelo Assis
 
Avaliação tipos e funções 2
Avaliação tipos e funções 2Avaliação tipos e funções 2
Avaliação tipos e funções 2
SimoneHelenDrumond
 
Avaliação
AvaliaçãoAvaliação
Avaliação
Jocéia Nunes Mata
 
Projeto politico pedagogico PPP
Projeto politico pedagogico PPPProjeto politico pedagogico PPP
Projeto politico pedagogico PPP
Profissão Professor
 
Slides planejamento escolar
Slides planejamento escolarSlides planejamento escolar
Slides planejamento escolar
Ananda Lima
 
Avaliacao na educacao slide
Avaliacao na educacao slideAvaliacao na educacao slide
Avaliacao na educacao slide
Soares Junior
 
Avaliação Escolar
Avaliação EscolarAvaliação Escolar
Avaliação Escolar
Cursos Profissionalizantes
 
Pei slides programa de acao
Pei slides programa de acaoPei slides programa de acao
Pei slides programa de acao
E.E. Mario Martins Pereira
 
Pauta
PautaPauta
Formação recomposição da Aprendizagem
Formação recomposição da Aprendizagem Formação recomposição da Aprendizagem
Formação recomposição da Aprendizagem
carmensilva723002
 
Curriculo
CurriculoCurriculo
Supervisao escolar-o-papel-do-supervisor-escolar
Supervisao escolar-o-papel-do-supervisor-escolarSupervisao escolar-o-papel-do-supervisor-escolar
Supervisao escolar-o-papel-do-supervisor-escolar
francinethmedeiros
 
Aula 1- Gestão Escolar
Aula 1- Gestão EscolarAula 1- Gestão Escolar
Aula 1- Gestão Escolar
Professora Florio
 
AVALIAÇÃO EDUCACIONAL: PESPECTIVIAS
AVALIAÇÃO EDUCACIONAL: PESPECTIVIASAVALIAÇÃO EDUCACIONAL: PESPECTIVIAS
AVALIAÇÃO EDUCACIONAL: PESPECTIVIAS
Vyeyra Santos
 
Gestão de sala de aula
Gestão de sala de aula Gestão de sala de aula
Gestão de sala de aula
mtolentino1507
 
Projeto de Intervenção
Projeto de IntervençãoProjeto de Intervenção
Projeto de Intervenção
moniquests
 
10 Perguntas Reflexivas sobre a relação Professor X Aluno
10 Perguntas Reflexivas  sobre a relação Professor X Aluno10 Perguntas Reflexivas  sobre a relação Professor X Aluno
10 Perguntas Reflexivas sobre a relação Professor X Aluno
Seduc MT
 
Cinco critérios para uma formação eficaz de gestores escolares
Cinco critérios para uma formação eficaz de gestores escolaresCinco critérios para uma formação eficaz de gestores escolares
Cinco critérios para uma formação eficaz de gestores escolares
unieubra
 
Planejamento de Ensino
Planejamento de EnsinoPlanejamento de Ensino
Planejamento de Ensino
Lene Reis
 

Mais procurados (20)

Gestão da sala de aula
Gestão da sala de aulaGestão da sala de aula
Gestão da sala de aula
 
Avaliação
AvaliaçãoAvaliação
Avaliação
 
Avaliação tipos e funções 2
Avaliação tipos e funções 2Avaliação tipos e funções 2
Avaliação tipos e funções 2
 
Avaliação
AvaliaçãoAvaliação
Avaliação
 
Projeto politico pedagogico PPP
Projeto politico pedagogico PPPProjeto politico pedagogico PPP
Projeto politico pedagogico PPP
 
Slides planejamento escolar
Slides planejamento escolarSlides planejamento escolar
Slides planejamento escolar
 
Avaliacao na educacao slide
Avaliacao na educacao slideAvaliacao na educacao slide
Avaliacao na educacao slide
 
Avaliação Escolar
Avaliação EscolarAvaliação Escolar
Avaliação Escolar
 
Pei slides programa de acao
Pei slides programa de acaoPei slides programa de acao
Pei slides programa de acao
 
Pauta
PautaPauta
Pauta
 
Formação recomposição da Aprendizagem
Formação recomposição da Aprendizagem Formação recomposição da Aprendizagem
Formação recomposição da Aprendizagem
 
Curriculo
CurriculoCurriculo
Curriculo
 
Supervisao escolar-o-papel-do-supervisor-escolar
Supervisao escolar-o-papel-do-supervisor-escolarSupervisao escolar-o-papel-do-supervisor-escolar
Supervisao escolar-o-papel-do-supervisor-escolar
 
Aula 1- Gestão Escolar
Aula 1- Gestão EscolarAula 1- Gestão Escolar
Aula 1- Gestão Escolar
 
AVALIAÇÃO EDUCACIONAL: PESPECTIVIAS
AVALIAÇÃO EDUCACIONAL: PESPECTIVIASAVALIAÇÃO EDUCACIONAL: PESPECTIVIAS
AVALIAÇÃO EDUCACIONAL: PESPECTIVIAS
 
Gestão de sala de aula
Gestão de sala de aula Gestão de sala de aula
Gestão de sala de aula
 
Projeto de Intervenção
Projeto de IntervençãoProjeto de Intervenção
Projeto de Intervenção
 
10 Perguntas Reflexivas sobre a relação Professor X Aluno
10 Perguntas Reflexivas  sobre a relação Professor X Aluno10 Perguntas Reflexivas  sobre a relação Professor X Aluno
10 Perguntas Reflexivas sobre a relação Professor X Aluno
 
Cinco critérios para uma formação eficaz de gestores escolares
Cinco critérios para uma formação eficaz de gestores escolaresCinco critérios para uma formação eficaz de gestores escolares
Cinco critérios para uma formação eficaz de gestores escolares
 
Planejamento de Ensino
Planejamento de EnsinoPlanejamento de Ensino
Planejamento de Ensino
 

Destaque

Formas De Avaliação
Formas De AvaliaçãoFormas De Avaliação
Formas De Avaliação
Julio Siqueira
 
INSTRUMENTOS E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
INSTRUMENTOS E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃOINSTRUMENTOS E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
INSTRUMENTOS E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
Edlauva Santos
 
Slide tipos de avaliação
Slide tipos de avaliaçãoSlide tipos de avaliação
Slide tipos de avaliação
Gisele Lopes
 
ANA - Avaliação Nacional da Alfabetização no âmbito do PNAIC
ANA - Avaliação Nacional da Alfabetização no âmbito do PNAICANA - Avaliação Nacional da Alfabetização no âmbito do PNAIC
ANA - Avaliação Nacional da Alfabetização no âmbito do PNAIC
João Alberto
 
Prova Brasil ApresentaçãO
Prova Brasil ApresentaçãOProva Brasil ApresentaçãO
Prova Brasil ApresentaçãO
escola
 
Relatório Pedagógico ou Pareceres Descritivos na Educação Infantil - Claudin...
Relatório Pedagógico ou Pareceres Descritivos na Educação Infantil  - Claudin...Relatório Pedagógico ou Pareceres Descritivos na Educação Infantil  - Claudin...
Relatório Pedagógico ou Pareceres Descritivos na Educação Infantil - Claudin...
Claudinéia Barbosa
 
PNAIC - Avaliação
PNAIC - AvaliaçãoPNAIC - Avaliação
PNAIC - Avaliação
ElieneDias
 
Ficha de avaliação
Ficha de avaliaçãoFicha de avaliação
Ficha de avaliação
Isa ...
 
Fichas de Avaliação Ed. Infantil
Fichas de Avaliação  Ed. InfantilFichas de Avaliação  Ed. Infantil
Fichas de Avaliação Ed. Infantil
Alinemmoliveira
 
Relatórios Educação Infantil
Relatórios Educação InfantilRelatórios Educação Infantil
Relatórios Educação Infantil
Melissa Oliveira
 
Modelo de atividades para o 3º ano
Modelo de atividades para o 3º anoModelo de atividades para o 3º ano
Modelo de atividades para o 3º ano
pedagogicosjdelrei
 

Destaque (11)

Formas De Avaliação
Formas De AvaliaçãoFormas De Avaliação
Formas De Avaliação
 
INSTRUMENTOS E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
INSTRUMENTOS E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃOINSTRUMENTOS E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
INSTRUMENTOS E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
 
Slide tipos de avaliação
Slide tipos de avaliaçãoSlide tipos de avaliação
Slide tipos de avaliação
 
ANA - Avaliação Nacional da Alfabetização no âmbito do PNAIC
ANA - Avaliação Nacional da Alfabetização no âmbito do PNAICANA - Avaliação Nacional da Alfabetização no âmbito do PNAIC
ANA - Avaliação Nacional da Alfabetização no âmbito do PNAIC
 
Prova Brasil ApresentaçãO
Prova Brasil ApresentaçãOProva Brasil ApresentaçãO
Prova Brasil ApresentaçãO
 
Relatório Pedagógico ou Pareceres Descritivos na Educação Infantil - Claudin...
Relatório Pedagógico ou Pareceres Descritivos na Educação Infantil  - Claudin...Relatório Pedagógico ou Pareceres Descritivos na Educação Infantil  - Claudin...
Relatório Pedagógico ou Pareceres Descritivos na Educação Infantil - Claudin...
 
PNAIC - Avaliação
PNAIC - AvaliaçãoPNAIC - Avaliação
PNAIC - Avaliação
 
Ficha de avaliação
Ficha de avaliaçãoFicha de avaliação
Ficha de avaliação
 
Fichas de Avaliação Ed. Infantil
Fichas de Avaliação  Ed. InfantilFichas de Avaliação  Ed. Infantil
Fichas de Avaliação Ed. Infantil
 
Relatórios Educação Infantil
Relatórios Educação InfantilRelatórios Educação Infantil
Relatórios Educação Infantil
 
Modelo de atividades para o 3º ano
Modelo de atividades para o 3º anoModelo de atividades para o 3º ano
Modelo de atividades para o 3º ano
 

Semelhante a Avaliação

Avaliação educacional.pptx
Avaliação educacional.pptxAvaliação educacional.pptx
Avaliação educacional.pptx
justinocarlos
 
Auto aval
Auto avalAuto aval
Auto aval
ziquinha
 
AvaliaçãO
AvaliaçãOAvaliaçãO
AvaliaçãO
guest5b37db
 
Questões sobre Avaliação
Questões sobre AvaliaçãoQuestões sobre Avaliação
Questões sobre Avaliação
Celismara Seleguin
 
Questões sobre Avaliação
Questões sobre AvaliaçãoQuestões sobre Avaliação
Questões sobre Avaliação
Celismara Seleguin
 
Comunicaçao portas abertas slides
Comunicaçao portas abertas slidesComunicaçao portas abertas slides
Comunicaçao portas abertas slides
Almeida Meque Gomundanhe
 
Como avaliar os alunos
Como avaliar os alunosComo avaliar os alunos
Como avaliar os alunos
Rodrigo Machado Rodrigues
 
Como avaliar os alunos
Como avaliar os alunosComo avaliar os alunos
Como avaliar os alunos
Rodrigo Machado Rodrigues
 
Avaliação
AvaliaçãoAvaliação
Avaliação
Miriéli Bernardes
 
Seminário - A comunicação dos resultados da avaliação escolar
Seminário - A comunicação dos resultados da avaliação escolarSeminário - A comunicação dos resultados da avaliação escolar
Seminário - A comunicação dos resultados da avaliação escolar
SharllesGuedes
 
Avaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagemAvaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagem
ninadohelio Dias Marinho Coelho
 
SEMINÁRIO 05 - A comunicação dos resultados da avaliação escolar
SEMINÁRIO 05 - A comunicação dos resultados da avaliação escolarSEMINÁRIO 05 - A comunicação dos resultados da avaliação escolar
SEMINÁRIO 05 - A comunicação dos resultados da avaliação escolar
jjailsonsilvaaa
 
Semi nu00 c1rio. a_comunicau00e7u00e3o_dos_resultados_da_avaliau00e7u00e3o_e...
Semi nu00 c1rio.  a_comunicau00e7u00e3o_dos_resultados_da_avaliau00e7u00e3o_e...Semi nu00 c1rio.  a_comunicau00e7u00e3o_dos_resultados_da_avaliau00e7u00e3o_e...
Semi nu00 c1rio. a_comunicau00e7u00e3o_dos_resultados_da_avaliau00e7u00e3o_e...
Edson Cr
 
A comunicação dos resultados da avaliação escolar.
A comunicação dos resultados da avaliação escolar.A comunicação dos resultados da avaliação escolar.
A comunicação dos resultados da avaliação escolar.
Affonso César
 
Semi nu00 c1rio. a_comunicau00e7u00e3o_dos_resultados_da_avaliau00e7u00e3o_e...
Semi nu00 c1rio.  a_comunicau00e7u00e3o_dos_resultados_da_avaliau00e7u00e3o_e...Semi nu00 c1rio.  a_comunicau00e7u00e3o_dos_resultados_da_avaliau00e7u00e3o_e...
Semi nu00 c1rio. a_comunicau00e7u00e3o_dos_resultados_da_avaliau00e7u00e3o_e...
JesicaNascimento
 
Semi nu00 c1rio. a_comunicau00e7u00e3o_dos_resultados_da_avaliau00e7u00e3o_e...
Semi nu00 c1rio.  a_comunicau00e7u00e3o_dos_resultados_da_avaliau00e7u00e3o_e...Semi nu00 c1rio.  a_comunicau00e7u00e3o_dos_resultados_da_avaliau00e7u00e3o_e...
Semi nu00 c1rio. a_comunicau00e7u00e3o_dos_resultados_da_avaliau00e7u00e3o_e...
Ítalo Dantas
 
Comunicação dos resultados da avaliação
Comunicação dos resultados da avaliaçãoComunicação dos resultados da avaliação
Comunicação dos resultados da avaliação
Danilo Raniery
 
A comunicação dos resultados da avaliação escolar.
A comunicação dos resultados da avaliação escolar.A comunicação dos resultados da avaliação escolar.
A comunicação dos resultados da avaliação escolar.
Jefjac
 
omunicação dos resultados da avaliação escolar
omunicação dos resultados da avaliação escolaromunicação dos resultados da avaliação escolar
omunicação dos resultados da avaliação escolar
josianeCherry
 
Avalaciação educacional: Um tema recorrente na Educação Brasileira
Avalaciação educacional: Um tema recorrente na Educação BrasileiraAvalaciação educacional: Um tema recorrente na Educação Brasileira
Avalaciação educacional: Um tema recorrente na Educação Brasileira
Gustavo Lisboa
 

Semelhante a Avaliação (20)

Avaliação educacional.pptx
Avaliação educacional.pptxAvaliação educacional.pptx
Avaliação educacional.pptx
 
Auto aval
Auto avalAuto aval
Auto aval
 
AvaliaçãO
AvaliaçãOAvaliaçãO
AvaliaçãO
 
Questões sobre Avaliação
Questões sobre AvaliaçãoQuestões sobre Avaliação
Questões sobre Avaliação
 
Questões sobre Avaliação
Questões sobre AvaliaçãoQuestões sobre Avaliação
Questões sobre Avaliação
 
Comunicaçao portas abertas slides
Comunicaçao portas abertas slidesComunicaçao portas abertas slides
Comunicaçao portas abertas slides
 
Como avaliar os alunos
Como avaliar os alunosComo avaliar os alunos
Como avaliar os alunos
 
Como avaliar os alunos
Como avaliar os alunosComo avaliar os alunos
Como avaliar os alunos
 
Avaliação
AvaliaçãoAvaliação
Avaliação
 
Seminário - A comunicação dos resultados da avaliação escolar
Seminário - A comunicação dos resultados da avaliação escolarSeminário - A comunicação dos resultados da avaliação escolar
Seminário - A comunicação dos resultados da avaliação escolar
 
Avaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagemAvaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagem
 
SEMINÁRIO 05 - A comunicação dos resultados da avaliação escolar
SEMINÁRIO 05 - A comunicação dos resultados da avaliação escolarSEMINÁRIO 05 - A comunicação dos resultados da avaliação escolar
SEMINÁRIO 05 - A comunicação dos resultados da avaliação escolar
 
Semi nu00 c1rio. a_comunicau00e7u00e3o_dos_resultados_da_avaliau00e7u00e3o_e...
Semi nu00 c1rio.  a_comunicau00e7u00e3o_dos_resultados_da_avaliau00e7u00e3o_e...Semi nu00 c1rio.  a_comunicau00e7u00e3o_dos_resultados_da_avaliau00e7u00e3o_e...
Semi nu00 c1rio. a_comunicau00e7u00e3o_dos_resultados_da_avaliau00e7u00e3o_e...
 
A comunicação dos resultados da avaliação escolar.
A comunicação dos resultados da avaliação escolar.A comunicação dos resultados da avaliação escolar.
A comunicação dos resultados da avaliação escolar.
 
Semi nu00 c1rio. a_comunicau00e7u00e3o_dos_resultados_da_avaliau00e7u00e3o_e...
Semi nu00 c1rio.  a_comunicau00e7u00e3o_dos_resultados_da_avaliau00e7u00e3o_e...Semi nu00 c1rio.  a_comunicau00e7u00e3o_dos_resultados_da_avaliau00e7u00e3o_e...
Semi nu00 c1rio. a_comunicau00e7u00e3o_dos_resultados_da_avaliau00e7u00e3o_e...
 
Semi nu00 c1rio. a_comunicau00e7u00e3o_dos_resultados_da_avaliau00e7u00e3o_e...
Semi nu00 c1rio.  a_comunicau00e7u00e3o_dos_resultados_da_avaliau00e7u00e3o_e...Semi nu00 c1rio.  a_comunicau00e7u00e3o_dos_resultados_da_avaliau00e7u00e3o_e...
Semi nu00 c1rio. a_comunicau00e7u00e3o_dos_resultados_da_avaliau00e7u00e3o_e...
 
Comunicação dos resultados da avaliação
Comunicação dos resultados da avaliaçãoComunicação dos resultados da avaliação
Comunicação dos resultados da avaliação
 
A comunicação dos resultados da avaliação escolar.
A comunicação dos resultados da avaliação escolar.A comunicação dos resultados da avaliação escolar.
A comunicação dos resultados da avaliação escolar.
 
omunicação dos resultados da avaliação escolar
omunicação dos resultados da avaliação escolaromunicação dos resultados da avaliação escolar
omunicação dos resultados da avaliação escolar
 
Avalaciação educacional: Um tema recorrente na Educação Brasileira
Avalaciação educacional: Um tema recorrente na Educação BrasileiraAvalaciação educacional: Um tema recorrente na Educação Brasileira
Avalaciação educacional: Um tema recorrente na Educação Brasileira
 

Mais de lucavao2010

RELATÓRIO DESCRITIVO DA AVALIAÇÃO
RELATÓRIO DESCRITIVO DA AVALIAÇÃORELATÓRIO DESCRITIVO DA AVALIAÇÃO
RELATÓRIO DESCRITIVO DA AVALIAÇÃO
lucavao2010
 
Descritores Ciências Humanas
Descritores Ciências HumanasDescritores Ciências Humanas
Descritores Ciências Humanas
lucavao2010
 
Ciências Humanas - O tempo e o espaço: conquistas e realizações.
Ciências Humanas - O tempo e o espaço: conquistas e realizações.Ciências Humanas - O tempo e o espaço: conquistas e realizações.
Ciências Humanas - O tempo e o espaço: conquistas e realizações.
lucavao2010
 
Proficiência Ciências Humanas
Proficiência Ciências HumanasProficiência Ciências Humanas
Proficiência Ciências Humanas
lucavao2010
 
Capacitação lions
Capacitação lionsCapacitação lions
Capacitação lions
lucavao2010
 
Aprendizagem dialógica
Aprendizagem dialógicaAprendizagem dialógica
Aprendizagem dialógica
lucavao2010
 
TRABALHO COLABORATIVO. EU, TU, NÓS.
TRABALHO COLABORATIVO. EU, TU, NÓS.TRABALHO COLABORATIVO. EU, TU, NÓS.
TRABALHO COLABORATIVO. EU, TU, NÓS.
lucavao2010
 
A lei 10.639/03 e a Formação Contínua.
A lei 10.639/03 e a Formação Contínua.A lei 10.639/03 e a Formação Contínua.
A lei 10.639/03 e a Formação Contínua.
lucavao2010
 
Educação, Sociedade e Trabalho
Educação, Sociedade e TrabalhoEducação, Sociedade e Trabalho
Educação, Sociedade e Trabalho
lucavao2010
 
PROFESSOR DE HISTÓRIA
PROFESSOR DE HISTÓRIAPROFESSOR DE HISTÓRIA
PROFESSOR DE HISTÓRIA
lucavao2010
 
ORIENTAÇÕES CURRICULARES 3º CICLO CHS
ORIENTAÇÕES CURRICULARES 3º CICLO CHSORIENTAÇÕES CURRICULARES 3º CICLO CHS
ORIENTAÇÕES CURRICULARES 3º CICLO CHS
lucavao2010
 
Plano de ação luiz 2011
Plano de ação luiz 2011Plano de ação luiz 2011
Plano de ação luiz 2011
lucavao2010
 
OCs HISTÓRIA 2011
OCs HISTÓRIA 2011OCs HISTÓRIA 2011
OCs HISTÓRIA 2011
lucavao2010
 
EDUCAÇÃO NO SÉCULO XXI 3
EDUCAÇÃO NO SÉCULO XXI 3EDUCAÇÃO NO SÉCULO XXI 3
EDUCAÇÃO NO SÉCULO XXI 3
lucavao2010
 
Musica na Educação Infantil
Musica  na  Educação InfantilMusica  na  Educação Infantil
Musica na Educação Infantil
lucavao2010
 
EDUCAÇÃO PARA O SÉCULO XXI 2
EDUCAÇÃO PARA O SÉCULO XXI 2EDUCAÇÃO PARA O SÉCULO XXI 2
EDUCAÇÃO PARA O SÉCULO XXI 2
lucavao2010
 
EDUCAÇÃO NO SÉCULO XXI 1
EDUCAÇÃO NO SÉCULO XXI 1EDUCAÇÃO NO SÉCULO XXI 1
EDUCAÇÃO NO SÉCULO XXI 1
lucavao2010
 
Orientações curriculares chs.
Orientações curriculares chs.Orientações curriculares chs.
Orientações curriculares chs.
lucavao2010
 
Planejamento na educação infantil
Planejamento na educação infantilPlanejamento na educação infantil
Planejamento na educação infantil
lucavao2010
 
Orientações curriculares 2011
Orientações curriculares 2011Orientações curriculares 2011
Orientações curriculares 2011
lucavao2010
 

Mais de lucavao2010 (20)

RELATÓRIO DESCRITIVO DA AVALIAÇÃO
RELATÓRIO DESCRITIVO DA AVALIAÇÃORELATÓRIO DESCRITIVO DA AVALIAÇÃO
RELATÓRIO DESCRITIVO DA AVALIAÇÃO
 
Descritores Ciências Humanas
Descritores Ciências HumanasDescritores Ciências Humanas
Descritores Ciências Humanas
 
Ciências Humanas - O tempo e o espaço: conquistas e realizações.
Ciências Humanas - O tempo e o espaço: conquistas e realizações.Ciências Humanas - O tempo e o espaço: conquistas e realizações.
Ciências Humanas - O tempo e o espaço: conquistas e realizações.
 
Proficiência Ciências Humanas
Proficiência Ciências HumanasProficiência Ciências Humanas
Proficiência Ciências Humanas
 
Capacitação lions
Capacitação lionsCapacitação lions
Capacitação lions
 
Aprendizagem dialógica
Aprendizagem dialógicaAprendizagem dialógica
Aprendizagem dialógica
 
TRABALHO COLABORATIVO. EU, TU, NÓS.
TRABALHO COLABORATIVO. EU, TU, NÓS.TRABALHO COLABORATIVO. EU, TU, NÓS.
TRABALHO COLABORATIVO. EU, TU, NÓS.
 
A lei 10.639/03 e a Formação Contínua.
A lei 10.639/03 e a Formação Contínua.A lei 10.639/03 e a Formação Contínua.
A lei 10.639/03 e a Formação Contínua.
 
Educação, Sociedade e Trabalho
Educação, Sociedade e TrabalhoEducação, Sociedade e Trabalho
Educação, Sociedade e Trabalho
 
PROFESSOR DE HISTÓRIA
PROFESSOR DE HISTÓRIAPROFESSOR DE HISTÓRIA
PROFESSOR DE HISTÓRIA
 
ORIENTAÇÕES CURRICULARES 3º CICLO CHS
ORIENTAÇÕES CURRICULARES 3º CICLO CHSORIENTAÇÕES CURRICULARES 3º CICLO CHS
ORIENTAÇÕES CURRICULARES 3º CICLO CHS
 
Plano de ação luiz 2011
Plano de ação luiz 2011Plano de ação luiz 2011
Plano de ação luiz 2011
 
OCs HISTÓRIA 2011
OCs HISTÓRIA 2011OCs HISTÓRIA 2011
OCs HISTÓRIA 2011
 
EDUCAÇÃO NO SÉCULO XXI 3
EDUCAÇÃO NO SÉCULO XXI 3EDUCAÇÃO NO SÉCULO XXI 3
EDUCAÇÃO NO SÉCULO XXI 3
 
Musica na Educação Infantil
Musica  na  Educação InfantilMusica  na  Educação Infantil
Musica na Educação Infantil
 
EDUCAÇÃO PARA O SÉCULO XXI 2
EDUCAÇÃO PARA O SÉCULO XXI 2EDUCAÇÃO PARA O SÉCULO XXI 2
EDUCAÇÃO PARA O SÉCULO XXI 2
 
EDUCAÇÃO NO SÉCULO XXI 1
EDUCAÇÃO NO SÉCULO XXI 1EDUCAÇÃO NO SÉCULO XXI 1
EDUCAÇÃO NO SÉCULO XXI 1
 
Orientações curriculares chs.
Orientações curriculares chs.Orientações curriculares chs.
Orientações curriculares chs.
 
Planejamento na educação infantil
Planejamento na educação infantilPlanejamento na educação infantil
Planejamento na educação infantil
 
Orientações curriculares 2011
Orientações curriculares 2011Orientações curriculares 2011
Orientações curriculares 2011
 

Último

Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
marcos oliveira
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
DirceuSilva26
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Falcão Brasil
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CristviaFerreira
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Mary Alvarenga
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
antonio carlos
 
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
mozalgebrista
 
Seminário de Gestão Pública e Defesa Civil
Seminário de Gestão Pública e Defesa CivilSeminário de Gestão Pública e Defesa Civil
Seminário de Gestão Pública e Defesa Civil
EduardoLealSilva
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
Ligia Galvão
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 

Último (20)

Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
 
Seminário de Gestão Pública e Defesa Civil
Seminário de Gestão Pública e Defesa CivilSeminário de Gestão Pública e Defesa Civil
Seminário de Gestão Pública e Defesa Civil
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 

Avaliação

  • 1. Profº - Luiz Carlos CEFAPRO – RONDONÓPOLIS FEVEREIRO – 2011.
  • 2. PARA REFLEXÃO. "Não, não tenho caminho novo. O que tenho de novo é o jeito de caminhar. Aprendi. (O caminho me ensinou) A caminhar cantando Como convém A mim E aos que vão comigo. Pois já não vou mais sozinho." (Thiago de Mello, 1996 p.17).
  • 4. ATRAVÉS DELA CONSEGUIMOS... Fazer uma análise dos conteúdos tratados num dado capítulo ou unidade temática. A avaliação reflete sobre o nível do trabalho do professor, como do aluno. Não deve apenas culminar com atribuição de notas aos alunos. Deve ser utilizada como um instrumento de coleta de dados sobre o aproveitamento dos alunos. Breve visão geral do desempenho em relação a cada objetivo.
  • 5. ENFIM... Determina o grau da assimilação dos conceitos e das técnicas/normas; Ajudam o professor a melhorar a sua metodologia de trabalho, Ajuda os alunos a desenvolverem a auto confiança na aprendizagem.;
  • 6. MOTIVAÇÃO DO DOCENTE E SUA ADEQUADA FORMAÇÃO
  • 7. CONCEITOS DE AVALIAÇÃO. Cipriano Carlos Luckesi : é uma apreciação qualitativa sobre dados relevantes do processo de ensino e aprendizagem que auxilia o professor a tomar decisões sobre o seu trabalho. Golias : entendida como um processo dinâmico, continuo e sistemático que acompanha o desenrolar do ato educativo. Pilleti : é um processo contínuo de pesquisas que visa a interpretar os conhecimentos, habilidades e atitudes dos alunos.
  • 8. Libânio : uma componente do processo de ensino que visa, através da verificação e qualificação dos resultados obtidos, a determinar a correspondência destes com os objetivos propostos e, daí, orientar a tomada de decisões em relação às atividades didáticas seguintes. Nérici : relaciona avaliação com a verificação de aprendizagem pois, para ele, a avaliação é o processo de atribuir valores ou notas aos resultados obtidos na verificação da aprendizagem
  • 10. OBJETIVOS DA AVALIAÇÃO. Exemplo na 8ª classe na disciplina de Desenho Técnico: Tem função diagnóstica psico-pedagógica e didática.
  • 11. AS FUNÇÕES AVALIATIVAS. Diagnóstica : identifica as dificuldades do aluno e os conhecimentos prévios. Ajuda ao professor a constatar as falhas no seu trabalho e a decidir a passagem ou não para uma nova unidade temática. Os alunos internalizam hábitos de trabalho independente . Consciencializam-se do grau consecutivo dos objetivos atingidos após um período de trabalho.
  • 12. Pedagógico- didático : Permite um reajustamento com vista à continuidade dos objetivos pedagógicos pretendidos, ao mesmo tempo favorece uma atitude mais responsável do aluno em relação ao estudo, assumindo-o como um dever social; contribui para a avaliação para correção de erros de conhecimentos e habilidades e o desenvolvimento de capacidades cognitivas.
  • 13. CONTROLE DO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM. Exigi mais dos professores, pois a observação visa:
  • 14. CARACTERÍSTICAS DA AVALIAÇÃO EDUCACIONAL. O aluno precisa saber :
  • 15. OBJETIVOS DO PROCESSO ENSINO E APRENDIZAGEM. É que todos os alunos desenvolvam as suas capacidades: Físicas Intelectuais, Sua criticidade para a vida em sociedade.
  • 16. TAREFAS DA AVALIAÇÃO Conhecer o aluno : Pode-se orientar e guiar o aluno no processo educativo avaliando-o, para melhor conhecer a sua personalidade, atitude, aptidões, interesses e dificuldades, para estimular o sucesso de todos. Verificar os ritmos de progresso do aluno : Coleta de dados através de provas, exercícios ou de meios auxiliares, como observação do desempenho e entrevista, para verificar se houve um progresso do aluno desde o ponto de partida da aprendizagem até ao momento.
  • 17. Detectar as dificuldades de Aprendizagem : Ao avaliar, o professor pode detectar algumas dificuldades dos alunos.. Por exemplo, o Carlos tem "problemas na representação do afastamento de um ponto", escreve corretamente e conhece bem a Gramática. Este registo deve ser acompanhado de modo a superar as dificuldades.   Ori entar a aprendizagem : Os resultados obtidos pela avaliação devem ser utilizados para corrigir, melhorar e completar o trabalho.
  • 18. ETAPAS DA AVALIAÇÃO. Determinar o que vai ser avaliado; Estabelecer os critérios e as condições para a avaliação; Selecionar as técnicas e instrumentos de avaliação; Realizar a aferição dos resultados.
  • 19. MÉTODOS DE AVALIAÇÃO. Diagnóstica : como técnica pode se utilizar o pré-teste, a ficha de observação ou qualquer instrumento elaborado pelo professor para melhor controle. Somativa: encontramos os dois instrumentos mais utilizados que são as provas: objetivas e subjetivas. Formativa : temos como técnicas a observação de trabalhos, os exercícios práticos, provas, ...
  • 20. EM QUAL DAS SITUAÇÕES VOCÊ GOSTARIA DE SER AVALIADO (A)? Meu primeiro emprego.
  • 21. AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA Realiza-se no início do curso, do ano letivo, do semestre/ trimestre; Identifica alunos com padrão aceitável de conhecimentos; Constata deficiências em termos de pré-requisitos; Constata particularidades .
  • 22. AVALIAÇÃO FORMATIVA Ocorre ao longo do ano letivo. faz o acompanhamento progressivo do aluno; ajuda o aluno a desenvolver as capacidades cognitivas, ao mesmo tempo fornece informações sobre o seu desempenho. Informa sobre os objetivos se estão ou não a sendo atingidos pelos alunos; Identifica obstáculos que estão a comprometer a aprendizagem; Localiza deficiência/dificuldades.
  • 23. AVALIAÇÃO SOMATIVA Classifica os alunos no fim de um semestre/trimestre, do curso, do ano letivo, segundo níveis de aproveitamento. Tem a função classificadora.
  • 24. TIPOS DE TESTES. Provas orais Diálogo entre professor e o aluno, obedecendo os seguintes critérios: Criar condições favoráveis para que os alunos se sintam seguros. Criar uma conversa amigável com o aluno para que este se sinta à vontade. Feita a pergunta, deve-se dar tempo para que esta seja objeto de reflexão. (Exemplo). O professor deve fazer perguntas claras precisas, diretas e formuladas de maneira pensada.
  • 25. TIPOS DE TESTES Provas escritas Usadas em qualquer aula. Se é para repetir, ratificar ou prosseguir, dependendo da situação vivida no momento quando ao saber, saber fazer e saber ser. As provas escritas frequentemente utilizadas são: ACS , (Avaliação do Conhecimento Somativo) ACP , (Avaliação do Conhecimento Parcelado) ACF ; (Avaliação do Conecimento Formativo) Exame Fina l, dependendo ainda delas a atribuição de notas ou classificação, quais vão determinar a aprovação e reprovação do aluno.
  • 27. Provas práticas Neste tipo de prova o aluno e posto diante duma situação problemática que há de ser resolvido por uma realização material, um conhecimento de elementos visuais. (Como alcançar uma fruta se minha altura é pouca com relação a altura que ela se encontra?).
  • 28. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO. Deve obedecer os seguintes : Tem que ser benéfico; Deve ser justo e uniforme; Deve ser global; Deve ser eficaz na produção e mudanças no comportamento; Deve estar ao alcance dos alunos; O processo de avaliação deve ser aberto; As conclusões finais devem ter certa validade e longo prazo. Deve ser praticável e não deve ser incomoda e inútil.
  • 29. TÉCNICAS E INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO. Dependem: Dos objetivos de avaliação; Dos meios, Dos conteúdos/complexidade da matéria; Tempo disponível/duração; Número de alunos na turma; O tipo do aluno; A idade dos alunos; As condições da sala de aula.
  • 30. MOACIR GADOTTI Diz que "a avaliação é essencial à educação, inerente e indissociável enquanto concebida como: Problematização, questionamento, Reflexão, sobre a acção. Entende-se que a avaliação não pode morrer.
  • 31. ELA ENQUANTO MITO A avaliação é decorrente de sua caminhada histórica, sendo que seus fantasmas ainda se apresentam como forma de controle e de autoritarismo por diversas gerações. Acreditar em um processo avaliativo mais eficaz é o mesmo que cumprir sua função didático-pedagógica de auxiliar e melhorar o ensino/aprendizagem.
  • 32. MODELOS DE AVALIAÇÃO TRADICIONAL Ação individual e competitiva Concepção Classificatória Apresenta um fim em si mesma Postura disciplinadora e diretiva do professor Privilégio à memorização Pressupõe a dependência do aluno. TENDÊNCIAS Ação coletiva e consensual Concepção investigativa e reflexiva Atua como mecanismo de diagnóstico da situação Postura cooperativa entre professor e aluno Privilégio à compreensão Incentiva a conquista da autonomia do aluno.
  • 33. EXERCÍCIO. Reunir-se com seus pares e escrever sobre os seguites quesitos: Que tipo de teste você aplica aos seus orientandos ao avaliá-los. Justificar sua resposta. Suas considerações serão socializadas com seus pares.
  • 34. UMA PARCERIA... Nós, Profissionais da Educação vamos procurar estabelecer vínculos que aproximem os questionamentos das respostas e, trabalharmos com um foco: "TER NO ESTADO DE MATO GROSSO UMA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE". Profº Luiz Carlos. 05/02/2011
  • 35. BIBLIOGRAFIA CONSULTADA BORDENAVE, Juan Dias & PEREIRA, A. Martins; Estratégias de Ensino-Aprendizagem. Vozes. São Paulo.1985. FIRME, T. P. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação. Rio de Janeiro. 1994 GADOTTI, M. Uma escola para todos os caminhos da autonomia escolar. Petrópolis: Vozes, 1991. LIBÂNEO, José (1985); A Prática Pedagógica de Professores da Escola Pública. São Paulo. LUCKESI, C.C. Avaliação da aprendizagem escolar. 14ª Ed. São Paulo: Cortez, 2002. PILETti, Nelson (2000); Psicologia Educacional, Editora Ática, 17ª Edição, São Paulo Obtida de "http://pt.wikipedia.org/wiki/Avalia%C3%A7%C3%A3o_educacional"