SlideShare uma empresa Scribd logo
AVALIAÇÃO
   NA
EDUCAÇÃO
O QUE É AVALIAR?
“Avaliar é, basicamente, comprovar
  se os resultados foram alcançados,
ou, melhor dizendo, verificar até que
   ponto as metas previstas foram
     atingidas.” (Haydt, 1997)
“ Importa estarmos cientes de que a
   avaliação educacional, em geral, e a
 avaliação da aprendizagem escolar, em
   particular, são meios e não fins em si
 mesmas, estando assim delimitadas pela
teoria e prática que as circunstancializam.
Desse modo, entendemos que a avaliação
     não se dá nem se dará num vazio
conceitual, mas sim dimensionada por um
modelo teórico de mundo e de educação,
     traduzido em prática pedagógica”.
           (Luckesi, (2000, p. 28)
“O processo avaliativo não deve estar
centrado no entendimento imediato pelo
    aluno das noções em estudo, ou no
     entendimento de todos em tempos
equivalentes. Essencialmente, porque não
 há paradas ou retrocessos nos caminhos
  da aprendizagem. Todos os aprendizes
     estarão sempre evoluindo, mas em
      diferentes ritmos e por caminhos
singulares e únicos. O olhar do professor
    precisará abranger a diversidade de
   traçados, provocando-os a prosseguir
      sempre”. (Hoffmann (2002, p.68)
“O prazer de contribuir, por meio da
avaliação, para o desenvolvimento positivo
do outro. O prazer de colocar sua posição
superior (pois, apesar de tudo, o professor
 sabe mais e diferentemente) a serviço do
trabalho de integração, de reorganização,
e de retomada, pelo qual o aluno aprende
    efetivamente”. (Hadji, 2001, p. 117)
CONCEITO DE AVALIAÇÃO
   Ralph Tyler – determinar em que medida os
    objetivos educacionais estão sendo alcançados.

   Michael Scriven – atividade metodológica que
    consiste na coleta e na combinação de dados
    relativos ao desempenho.

   Daniel Stufflebeam – é o processo de delinear,
    obter e fornecer informações úteis para o
    julgamento de decisões alternativas.
CONCEITO DE AVALIAÇÃO

Para Bloom, Hastings e Madaus:

         “A avaliação é um método, um
    instrumento; portanto, ela não tem um
 fim em si mesma, mas é sempre um meio,
   um recurso, e como tal deve ser usada.”
               (Haydt, 1997)
CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
 Habilidade;
 Domínio  da linguagem;
 Valores culturais;
 Capacidade de administrar emoções;
 Potencial de aprendizagem;
 Domínio de conteúdos didáticos;
 Conteúdos mínimos.
PRINCÍPIOS BÁSICOS DA
         AVALIAÇÃO
 Processo  contínuo e sistemático;
 Funcional;
 Orientadora;
 Integral.
FUNÇÕES, MODALIDADES E
PROPÓSITOS DA AVALIAÇÃO
    Avaliação diagnóstica
É o momento em que o professor irá
  realizar uma sondagem, ou seja,
   detectar qual os conhecimentos
   prévios de seus alunos sobre os
   conteúdos a serem abordados.
Avaliação formativa

 Tem por finalidade proporcionar o
FEEDBACK (retroalimentação), para
  ambos. Proporciona ao docente
subsídios para o desenvolvimento de
            estratégias.
Avaliação somativa

Tem como finalidade formalizar o
  registro, ou seja, uma medida
 expressa por meio de notas ou
conceitos sobre o desempenho do
               aluno.
MODALIDADE      FUNÇÃO        PROPÓSITO            ÉPOCA
   (tipo)                     (para que usar)   (quando aplicar)

 Diagnóstica   Diagnosticar     Verificar,      Início do ano
                                Detectar.
 Formativa      Controlar      Constatar,        Durante o
                               Fornecer.         ano letivo.

  Somativa      Classificar    Classificar       Ao final de
                                                um ano letivo
                                                 ou unidade
                                                 de ensino.
Avaliação na educação
Avaliação na educação
Avaliação na educação
Avaliação na educação
Avaliação na educação
Avaliação na educação
Avaliação na educação
Avaliação na educação
Objetivos    Implemen-
    da                    Conclusão
               tação da
 Avaliação                 da Aula
                 Aula




 Avaliação    Avaliação   Avaliação
Diagnóstica   Formativa   Somativa




 Conheci-     Planeja-
                           RESUL-
 mentos       mento da
                           TADOS
 Prévios        Aula
Avaliação na educação
Avaliação na educação
Avaliação na educação
Avaliação na educação
AVALIAR COM EFICÁCIA E
         EFICIÊNCIA
Princípios de avaliação da aprendizagem
    A  aprendizagem;
     Os indicadores;

     O conhecimento;

     O conhecimento construído;

     O conhecimento adquirido;

     A avaliação da aprendizagem.
REFERÊNCIAS
 HAYDT, Regina Célia Cazaux. Avaliação do
  processo ensino-aprendizagem. São Paulo.
  Ática, 1997.
 HADJI, C. A avaliação Desmistificada. Trad.
  Patrícia C. Ramos. - Porto alegre: Artmed
  Editora. 2001.
 HOFMANN, J. M. L. Avaliação Mediadora:
  uma prática em construção da pré-escola à
  Universidade. Porto Alegre: educação &
  Realidade, 1993.
 HOFMANN, J. M. L. Avaliação: Mito & desafio:
  uma perspectiva construtivista. 31. ed. Porto
  Alegre:Mediação, 2002.
 HOFMANN, J. M. L. Avaliar para Promover: as
  setas do caminho. 2. ed. Porto Alegre:
  Mediação, 2002.
 LUCKESI, C. C. Avaliação da Aprendizagem
  Escolar: estudos e proposições. 10 ed. São
  Paulo: Cortez, 2000.
 MORETTO, Vasco Pedro. Prova - um
  momento privilegiado de estudo - não um
  acerto de contas. Rio de Janeiro. DP&A, 2004.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Slides planejamento escolar
Slides planejamento escolarSlides planejamento escolar
Slides planejamento escolar
Ananda Lima
 
Metodos
MetodosMetodos
Planejamento Educacional
Planejamento EducacionalPlanejamento Educacional
Planejamento Educacional
Simone Lucas
 
Formação recomposição da Aprendizagem
Formação recomposição da Aprendizagem Formação recomposição da Aprendizagem
Formação recomposição da Aprendizagem
carmensilva723002
 
Planejamento escolar
Planejamento escolarPlanejamento escolar
Planejamento escolar
Joao Balbi
 
Gestão democrática
Gestão democráticaGestão democrática
Gestão democrática
guestba32bfa
 
Avaliação
AvaliaçãoAvaliação
Avaliação
Marcelo Assis
 
Metodologias Ativas
Metodologias AtivasMetodologias Ativas
Avaliação Formativa Como Instrumento De Aprendizagem
Avaliação Formativa Como Instrumento De AprendizagemAvaliação Formativa Como Instrumento De Aprendizagem
Avaliação Formativa Como Instrumento De Aprendizagem
Neide Bittencourt
 
Avaliação Escolar
Avaliação EscolarAvaliação Escolar
Avaliação Escolar
Cursos Profissionalizantes
 
Slide educação especial
Slide educação especialSlide educação especial
Slide educação especial
Andreia Gomes
 
Relatorio de estagio supervisionado administrativo
Relatorio de estagio supervisionado administrativoRelatorio de estagio supervisionado administrativo
Relatorio de estagio supervisionado administrativo
Alessandra Alves
 
Planejamento educacional
Planejamento educacionalPlanejamento educacional
Planejamento educacional
Maryanne Monteiro
 
Luckesi avaliação
Luckesi avaliaçãoLuckesi avaliação
Luckesi avaliação
Rosita Pereira
 
Avaliação
AvaliaçãoAvaliação
Avaliação
Jocéia Nunes Mata
 
Avaliação da aprendizagem escolar
Avaliação da aprendizagem escolarAvaliação da aprendizagem escolar
Avaliação da aprendizagem escolar
Maria Bárbara Floriano
 
Quadro sinopse das Tendências Pedagógicas
Quadro sinopse das Tendências PedagógicasQuadro sinopse das Tendências Pedagógicas
Quadro sinopse das Tendências Pedagógicas
Cristiano Pereira
 
inclusão escolar
inclusão escolarinclusão escolar
inclusão escolar
Ulisses Vakirtzis
 
As práticas educativas
As práticas educativasAs práticas educativas
As práticas educativas
Taynná Barcellos
 
Gestão democrática
Gestão democráticaGestão democrática
Gestão democrática
appfoz
 

Mais procurados (20)

Slides planejamento escolar
Slides planejamento escolarSlides planejamento escolar
Slides planejamento escolar
 
Metodos
MetodosMetodos
Metodos
 
Planejamento Educacional
Planejamento EducacionalPlanejamento Educacional
Planejamento Educacional
 
Formação recomposição da Aprendizagem
Formação recomposição da Aprendizagem Formação recomposição da Aprendizagem
Formação recomposição da Aprendizagem
 
Planejamento escolar
Planejamento escolarPlanejamento escolar
Planejamento escolar
 
Gestão democrática
Gestão democráticaGestão democrática
Gestão democrática
 
Avaliação
AvaliaçãoAvaliação
Avaliação
 
Metodologias Ativas
Metodologias AtivasMetodologias Ativas
Metodologias Ativas
 
Avaliação Formativa Como Instrumento De Aprendizagem
Avaliação Formativa Como Instrumento De AprendizagemAvaliação Formativa Como Instrumento De Aprendizagem
Avaliação Formativa Como Instrumento De Aprendizagem
 
Avaliação Escolar
Avaliação EscolarAvaliação Escolar
Avaliação Escolar
 
Slide educação especial
Slide educação especialSlide educação especial
Slide educação especial
 
Relatorio de estagio supervisionado administrativo
Relatorio de estagio supervisionado administrativoRelatorio de estagio supervisionado administrativo
Relatorio de estagio supervisionado administrativo
 
Planejamento educacional
Planejamento educacionalPlanejamento educacional
Planejamento educacional
 
Luckesi avaliação
Luckesi avaliaçãoLuckesi avaliação
Luckesi avaliação
 
Avaliação
AvaliaçãoAvaliação
Avaliação
 
Avaliação da aprendizagem escolar
Avaliação da aprendizagem escolarAvaliação da aprendizagem escolar
Avaliação da aprendizagem escolar
 
Quadro sinopse das Tendências Pedagógicas
Quadro sinopse das Tendências PedagógicasQuadro sinopse das Tendências Pedagógicas
Quadro sinopse das Tendências Pedagógicas
 
inclusão escolar
inclusão escolarinclusão escolar
inclusão escolar
 
As práticas educativas
As práticas educativasAs práticas educativas
As práticas educativas
 
Gestão democrática
Gestão democráticaGestão democrática
Gestão democrática
 

Semelhante a Avaliação na educação

Oe aula 04
Oe aula 04Oe aula 04
Oe aula 04
Kualo Kala
 
Avaliação.docx
Avaliação.docxAvaliação.docx
Avaliação.docx
Josiane Campos
 
ATPC Como Espaço de Formação - Avaliação
ATPC Como Espaço de Formação - AvaliaçãoATPC Como Espaço de Formação - Avaliação
ATPC Como Espaço de Formação - Avaliação
Claudia Elisabete Silva
 
SLID, AVALIACAO.pptx
SLID, AVALIACAO.pptxSLID, AVALIACAO.pptx
SLID, AVALIACAO.pptx
MrcioEmanuelAfonso
 
AVALIACAO DOPEA
AVALIACAO DOPEAAVALIACAO DOPEA
AVALIACAO DOPEA
maloa
 
Tipos de avaliações
Tipos de avaliaçõesTipos de avaliações
Tipos de avaliações
Lauri Rene Reis Filho
 
A avaliação como prática pedagógica diferenciada
A avaliação como prática pedagógica diferenciadaA avaliação como prática pedagógica diferenciada
A avaliação como prática pedagógica diferenciada
Gilvandenys Leite Sales
 
08 avaliacao-e-registro
08 avaliacao-e-registro08 avaliacao-e-registro
08 avaliacao-e-registro
Joao Balbi
 
Avaliacao formativa
Avaliacao formativaAvaliacao formativa
Avaliacao formativa
Marcelo Brito
 
Avaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagemAvaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagem
ninadohelio Dias Marinho Coelho
 
Avaliação Escolar e dos sistemas de ensino.pptx
Avaliação Escolar e dos sistemas de ensino.pptxAvaliação Escolar e dos sistemas de ensino.pptx
Avaliação Escolar e dos sistemas de ensino.pptx
CARLOSANTONIOCUNHADO
 
Avaliação
AvaliaçãoAvaliação
1 -Aula didática.pptx
1 -Aula didática.pptx1 -Aula didática.pptx
1 -Aula didática.pptx
Giovan Santana
 
Avaliação
AvaliaçãoAvaliação
Avaliação
Miriéli Bernardes
 
Avaliar Para Promover
Avaliar Para PromoverAvaliar Para Promover
Avaliar Para Promover
Meri RochaLeite
 
M.s. mod. e prática de form. de profs. - avaliação - aula 3
M.s.   mod. e prática de form. de profs. - avaliação - aula 3M.s.   mod. e prática de form. de profs. - avaliação - aula 3
M.s. mod. e prática de form. de profs. - avaliação - aula 3
lislieribeiro
 
Estudos sobre avaliação da aprendizagem
Estudos sobre avaliação da aprendizagemEstudos sobre avaliação da aprendizagem
Estudos sobre avaliação da aprendizagem
Ana Rita S de Souza
 
Estudos sobre avaliação da aprendizagem
Estudos sobre avaliação da aprendizagemEstudos sobre avaliação da aprendizagem
Estudos sobre avaliação da aprendizagem
Ana Rita S de Souza
 
Avaliação Escolar 1
Avaliação Escolar 1Avaliação Escolar 1
Avaliação Escolar 1
NICACIO DIAS
 
Avaliação
AvaliaçãoAvaliação
Avaliação
lucavao2010
 

Semelhante a Avaliação na educação (20)

Oe aula 04
Oe aula 04Oe aula 04
Oe aula 04
 
Avaliação.docx
Avaliação.docxAvaliação.docx
Avaliação.docx
 
ATPC Como Espaço de Formação - Avaliação
ATPC Como Espaço de Formação - AvaliaçãoATPC Como Espaço de Formação - Avaliação
ATPC Como Espaço de Formação - Avaliação
 
SLID, AVALIACAO.pptx
SLID, AVALIACAO.pptxSLID, AVALIACAO.pptx
SLID, AVALIACAO.pptx
 
AVALIACAO DOPEA
AVALIACAO DOPEAAVALIACAO DOPEA
AVALIACAO DOPEA
 
Tipos de avaliações
Tipos de avaliaçõesTipos de avaliações
Tipos de avaliações
 
A avaliação como prática pedagógica diferenciada
A avaliação como prática pedagógica diferenciadaA avaliação como prática pedagógica diferenciada
A avaliação como prática pedagógica diferenciada
 
08 avaliacao-e-registro
08 avaliacao-e-registro08 avaliacao-e-registro
08 avaliacao-e-registro
 
Avaliacao formativa
Avaliacao formativaAvaliacao formativa
Avaliacao formativa
 
Avaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagemAvaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagem
 
Avaliação Escolar e dos sistemas de ensino.pptx
Avaliação Escolar e dos sistemas de ensino.pptxAvaliação Escolar e dos sistemas de ensino.pptx
Avaliação Escolar e dos sistemas de ensino.pptx
 
Avaliação
AvaliaçãoAvaliação
Avaliação
 
1 -Aula didática.pptx
1 -Aula didática.pptx1 -Aula didática.pptx
1 -Aula didática.pptx
 
Avaliação
AvaliaçãoAvaliação
Avaliação
 
Avaliar Para Promover
Avaliar Para PromoverAvaliar Para Promover
Avaliar Para Promover
 
M.s. mod. e prática de form. de profs. - avaliação - aula 3
M.s.   mod. e prática de form. de profs. - avaliação - aula 3M.s.   mod. e prática de form. de profs. - avaliação - aula 3
M.s. mod. e prática de form. de profs. - avaliação - aula 3
 
Estudos sobre avaliação da aprendizagem
Estudos sobre avaliação da aprendizagemEstudos sobre avaliação da aprendizagem
Estudos sobre avaliação da aprendizagem
 
Estudos sobre avaliação da aprendizagem
Estudos sobre avaliação da aprendizagemEstudos sobre avaliação da aprendizagem
Estudos sobre avaliação da aprendizagem
 
Avaliação Escolar 1
Avaliação Escolar 1Avaliação Escolar 1
Avaliação Escolar 1
 
Avaliação
AvaliaçãoAvaliação
Avaliação
 

Último

Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdfGuia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
FLAVIOROBERTOGOUVEA
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Anesio2
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
marcos oliveira
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
LEMBRANCINHA Para-MENSAGEM de -FERIAS.pdf
LEMBRANCINHA Para-MENSAGEM de -FERIAS.pdfLEMBRANCINHA Para-MENSAGEM de -FERIAS.pdf
LEMBRANCINHA Para-MENSAGEM de -FERIAS.pdf
LucliaMartins5
 
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
Texto e atividade - Fontes alternativas de energia
Texto e atividade -  Fontes alternativas de energiaTexto e atividade -  Fontes alternativas de energia
Texto e atividade - Fontes alternativas de energia
Mary Alvarenga
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Falcão Brasil
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
DirceuSilva26
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Leonel Morgado
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
mozalgebrista
 
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsxSe A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Luzia Gabriele
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 

Último (20)

Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdfGuia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
 
LEMBRANCINHA Para-MENSAGEM de -FERIAS.pdf
LEMBRANCINHA Para-MENSAGEM de -FERIAS.pdfLEMBRANCINHA Para-MENSAGEM de -FERIAS.pdf
LEMBRANCINHA Para-MENSAGEM de -FERIAS.pdf
 
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
Texto e atividade - Fontes alternativas de energia
Texto e atividade -  Fontes alternativas de energiaTexto e atividade -  Fontes alternativas de energia
Texto e atividade - Fontes alternativas de energia
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
 
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsxSe A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 

Avaliação na educação

  • 1. AVALIAÇÃO NA EDUCAÇÃO
  • 2. O QUE É AVALIAR?
  • 3. “Avaliar é, basicamente, comprovar se os resultados foram alcançados, ou, melhor dizendo, verificar até que ponto as metas previstas foram atingidas.” (Haydt, 1997)
  • 4. “ Importa estarmos cientes de que a avaliação educacional, em geral, e a avaliação da aprendizagem escolar, em particular, são meios e não fins em si mesmas, estando assim delimitadas pela teoria e prática que as circunstancializam. Desse modo, entendemos que a avaliação não se dá nem se dará num vazio conceitual, mas sim dimensionada por um modelo teórico de mundo e de educação, traduzido em prática pedagógica”. (Luckesi, (2000, p. 28)
  • 5. “O processo avaliativo não deve estar centrado no entendimento imediato pelo aluno das noções em estudo, ou no entendimento de todos em tempos equivalentes. Essencialmente, porque não há paradas ou retrocessos nos caminhos da aprendizagem. Todos os aprendizes estarão sempre evoluindo, mas em diferentes ritmos e por caminhos singulares e únicos. O olhar do professor precisará abranger a diversidade de traçados, provocando-os a prosseguir sempre”. (Hoffmann (2002, p.68)
  • 6. “O prazer de contribuir, por meio da avaliação, para o desenvolvimento positivo do outro. O prazer de colocar sua posição superior (pois, apesar de tudo, o professor sabe mais e diferentemente) a serviço do trabalho de integração, de reorganização, e de retomada, pelo qual o aluno aprende efetivamente”. (Hadji, 2001, p. 117)
  • 7. CONCEITO DE AVALIAÇÃO  Ralph Tyler – determinar em que medida os objetivos educacionais estão sendo alcançados.  Michael Scriven – atividade metodológica que consiste na coleta e na combinação de dados relativos ao desempenho.  Daniel Stufflebeam – é o processo de delinear, obter e fornecer informações úteis para o julgamento de decisões alternativas.
  • 8. CONCEITO DE AVALIAÇÃO Para Bloom, Hastings e Madaus: “A avaliação é um método, um instrumento; portanto, ela não tem um fim em si mesma, mas é sempre um meio, um recurso, e como tal deve ser usada.” (Haydt, 1997)
  • 9. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO  Habilidade;  Domínio da linguagem;  Valores culturais;  Capacidade de administrar emoções;  Potencial de aprendizagem;  Domínio de conteúdos didáticos;  Conteúdos mínimos.
  • 10. PRINCÍPIOS BÁSICOS DA AVALIAÇÃO  Processo contínuo e sistemático;  Funcional;  Orientadora;  Integral.
  • 11. FUNÇÕES, MODALIDADES E PROPÓSITOS DA AVALIAÇÃO Avaliação diagnóstica É o momento em que o professor irá realizar uma sondagem, ou seja, detectar qual os conhecimentos prévios de seus alunos sobre os conteúdos a serem abordados.
  • 12. Avaliação formativa Tem por finalidade proporcionar o FEEDBACK (retroalimentação), para ambos. Proporciona ao docente subsídios para o desenvolvimento de estratégias.
  • 13. Avaliação somativa Tem como finalidade formalizar o registro, ou seja, uma medida expressa por meio de notas ou conceitos sobre o desempenho do aluno.
  • 14. MODALIDADE FUNÇÃO PROPÓSITO ÉPOCA (tipo) (para que usar) (quando aplicar) Diagnóstica Diagnosticar Verificar, Início do ano Detectar. Formativa Controlar Constatar, Durante o Fornecer. ano letivo. Somativa Classificar Classificar Ao final de um ano letivo ou unidade de ensino.
  • 23. Objetivos Implemen- da Conclusão tação da Avaliação da Aula Aula Avaliação Avaliação Avaliação Diagnóstica Formativa Somativa Conheci- Planeja- RESUL- mentos mento da TADOS Prévios Aula
  • 28. AVALIAR COM EFICÁCIA E EFICIÊNCIA Princípios de avaliação da aprendizagem A aprendizagem;  Os indicadores;  O conhecimento;  O conhecimento construído;  O conhecimento adquirido;  A avaliação da aprendizagem.
  • 29. REFERÊNCIAS  HAYDT, Regina Célia Cazaux. Avaliação do processo ensino-aprendizagem. São Paulo. Ática, 1997.  HADJI, C. A avaliação Desmistificada. Trad. Patrícia C. Ramos. - Porto alegre: Artmed Editora. 2001.  HOFMANN, J. M. L. Avaliação Mediadora: uma prática em construção da pré-escola à Universidade. Porto Alegre: educação & Realidade, 1993.  HOFMANN, J. M. L. Avaliação: Mito & desafio: uma perspectiva construtivista. 31. ed. Porto Alegre:Mediação, 2002.
  • 30.  HOFMANN, J. M. L. Avaliar para Promover: as setas do caminho. 2. ed. Porto Alegre: Mediação, 2002.  LUCKESI, C. C. Avaliação da Aprendizagem Escolar: estudos e proposições. 10 ed. São Paulo: Cortez, 2000.  MORETTO, Vasco Pedro. Prova - um momento privilegiado de estudo - não um acerto de contas. Rio de Janeiro. DP&A, 2004.