SlideShare uma empresa Scribd logo
Prof. Marcelo Boia
Será que a  União Ibérica ou Período Filipino  (1580 - 1640) só trouxe prejuízos para a colônia?  O Brasil ganhou algo com a União Ibérica?  A corrida do ouro
Foi durante a União Ibérica que o Brasil teve a possibilidade de ampliar o seu território.  Por quê?  A partir de 1580, com Portugal e Espanha sendo governados pelo mesmo rei, o  Tratado de Tordesilhas  ficou sem efeito. Assim, os paulistas, bandeirantes de São Paulo, puderam se expandissem para o interior da colônia    A corrida do ouro  Tratado de Tordesilhas, de 1494
   Os bandeirantes se expandiram para o interior para : * procurar índios e escravizá-los. Eles eram enviados às regiões produtoras do Nordeste, as mais ricas da colônia * procurar quilombos para destruir * procurar, principalmente,  metais preciosos.  O sonho da Coroa portuguesa desde sua chegada às terras coloniais  A corrida do ouro
A corrida do ouro  As bandeiras paulistas fizeram com que o Tratado de Tordesilhas perdesse efeito e o imenso território, que antes era da Espanha, fosse incorporados ao domínio português
Quem era o bandeirante?  O desbravador não era branco, e sim mameluco, fruto da mestiçagem entre portugueses e índios. Usava tão bem o arcabuz, sua arma de fogo, quanto o arco e a flecha, que aprendeu a manusear com os nativos. Falava mais tupi do que português, como a maioria dos paulistas. Tinha esposas índias.  Os bandeirantes viraram heróis por causa de motivações políticas específicas . Com a proclamação da República, em 1889, os cafeicultores paulistas se tornaram, a um só tempo, a elite econômica e política do país até o fim da década de 1920. Nesse ambiente, o mito do bandeirante corajoso caiu como uma luva para um grupo que precisava se afirmar como líder.  A corrida do ouro
A corrida do ouro  Diferenças de representação dos bandeirantes
Os dois sertanistas do quadro de Benedito Calixto são brancos, traços tipicamente europeus. A cor também remete à elite paulista, que no início do século passado quis se associar à imagem dos desbravadores.  Desbravador, homem branco, pele clara A silhueta avantajada se justifica porque essa é a representação típica dos ricos da época.  Traje de gala: impecavelmente alinhados, o chapéu, a baeta (manta), a calça, a camisa e as botas eram um vestuário urbano  Armas: a faca do quadro é muito fina, inadequada para a tarefa de cortar as folhas e abrir caminho na mata fechada. A arma de fogo, um arcabuz, é uma das poucas coisas que correspondem à realidade.  A corrida do ouro
Aparência cansada: desgastado pelas expedições e combates na mata, parece cansado e abatido.  Pele morena: os bandeirantes eram mestiços. Pele morena, com traços indígenas e envelhecida pelo sol. Físico: Acostumados a longas caminhadas, os bandeirantes eram magros. Em alguns casos, quase desnutridos: na selva, comiam pouco e, não raro, passavam fome. Roupa velha: botas eram artigo de luxo. Os desbravadores andavam descalços, usavam chapéu e colete de couro de anta para se protegerem das flechas. Paisagem: um mar de árvores, que tinha de ser aberto a golpes de facão, com todas as dificuldades e perigos da vida selvagem. Armas: também usavam arco e flecha  A corrida do ouro  Índios: mostravam os caminhos, eram responsáveis pela alimentação
A corrida do ouro  Com a expansão dos bandeirantes, foi necessário legitimar o novo território com um tratado. Era o  Tratado de Madri  de 1750, que  anulou Tordesilhas . O tratado deu ao Brasil a configuração geográfica atual

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mineração na América Portuguesa
Mineração na América PortuguesaMineração na América Portuguesa
Mineração na América Portuguesa
Pérysson Nogueira
 
G2 – o ciclo do ouro
G2 – o ciclo do ouroG2 – o ciclo do ouro
G2 – o ciclo do ouro
Rafael Vasco
 
Minas Colonial
Minas Colonial Minas Colonial
Minas Colonial
Fabrício Pereira
 
Economia mineradora século XVIII
Economia mineradora século XVIIIEconomia mineradora século XVIII
Economia mineradora século XVIII
Lú Carvalho
 
Brasil ciclo do ouro.filé
Brasil ciclo do ouro.filéBrasil ciclo do ouro.filé
Brasil ciclo do ouro.filé
mundica broda
 
Brasil colônia seculo XVIII
Brasil colônia seculo XVIIIBrasil colônia seculo XVIII
Brasil colônia seculo XVIII
Bruno E Geyse Ornelas
 
A descoberta do ouro no brasil
A descoberta do ouro no brasilA descoberta do ouro no brasil
A descoberta do ouro no brasil
E.E. Prof. João Magiano Pinto
 
Sistema colonial portugues (mineração)
Sistema colonial portugues (mineração)Sistema colonial portugues (mineração)
Sistema colonial portugues (mineração)
Marcelo Ferreira Boia
 
13 O Ciclo Da Mineração
13 O Ciclo Da Mineração13 O Ciclo Da Mineração
13 O Ciclo Da Mineração
Renato Coutinho
 
Mineração no Brasil - Século XVIII
Mineração no Brasil - Século XVIIIMineração no Brasil - Século XVIII
Mineração no Brasil - Século XVIII
Valéria Shoujofan
 
Amineraonobrasilcolonial 140308144938-phpapp02
Amineraonobrasilcolonial 140308144938-phpapp02Amineraonobrasilcolonial 140308144938-phpapp02
Amineraonobrasilcolonial 140308144938-phpapp02
marlete andrade
 
A mineração no brasil colonial
A mineração no brasil colonialA mineração no brasil colonial
A mineração no brasil colonial
Marilia Pimentel
 
A mineração no período colonial e as atividades subsidiárias.
A mineração no período colonial e as atividades subsidiárias.A mineração no período colonial e as atividades subsidiárias.
A mineração no período colonial e as atividades subsidiárias.
Lara Lídia
 
A época do ouro no brasil
A época do ouro no brasilA época do ouro no brasil
A época do ouro no brasil
Andressa Fontenele
 
A exploração do ouro
A exploração do ouroA exploração do ouro
A exploração do ouro
Francisco Ribeiro
 
A descoberta de ouro e a ocupação das
A descoberta de ouro e a ocupação dasA descoberta de ouro e a ocupação das
A descoberta de ouro e a ocupação das
Edenilson Morais
 
A história da mineração de ouro no Brasil
A história da mineração de ouro no BrasilA história da mineração de ouro no Brasil
A história da mineração de ouro no Brasil
MM Gerdau - Museu das Minas e do Metal
 
Mineração no Brasil colônia
Mineração no Brasil colôniaMineração no Brasil colônia
Mineração no Brasil colônia
João Marcelo
 
A era do ouro
A era do ouroA era do ouro
A era do ouro
NBrunoFS
 
A descoberta de ouro
A descoberta de ouroA descoberta de ouro
A descoberta de ouro
Carol Pereira
 

Mais procurados (20)

Mineração na América Portuguesa
Mineração na América PortuguesaMineração na América Portuguesa
Mineração na América Portuguesa
 
G2 – o ciclo do ouro
G2 – o ciclo do ouroG2 – o ciclo do ouro
G2 – o ciclo do ouro
 
Minas Colonial
Minas Colonial Minas Colonial
Minas Colonial
 
Economia mineradora século XVIII
Economia mineradora século XVIIIEconomia mineradora século XVIII
Economia mineradora século XVIII
 
Brasil ciclo do ouro.filé
Brasil ciclo do ouro.filéBrasil ciclo do ouro.filé
Brasil ciclo do ouro.filé
 
Brasil colônia seculo XVIII
Brasil colônia seculo XVIIIBrasil colônia seculo XVIII
Brasil colônia seculo XVIII
 
A descoberta do ouro no brasil
A descoberta do ouro no brasilA descoberta do ouro no brasil
A descoberta do ouro no brasil
 
Sistema colonial portugues (mineração)
Sistema colonial portugues (mineração)Sistema colonial portugues (mineração)
Sistema colonial portugues (mineração)
 
13 O Ciclo Da Mineração
13 O Ciclo Da Mineração13 O Ciclo Da Mineração
13 O Ciclo Da Mineração
 
Mineração no Brasil - Século XVIII
Mineração no Brasil - Século XVIIIMineração no Brasil - Século XVIII
Mineração no Brasil - Século XVIII
 
Amineraonobrasilcolonial 140308144938-phpapp02
Amineraonobrasilcolonial 140308144938-phpapp02Amineraonobrasilcolonial 140308144938-phpapp02
Amineraonobrasilcolonial 140308144938-phpapp02
 
A mineração no brasil colonial
A mineração no brasil colonialA mineração no brasil colonial
A mineração no brasil colonial
 
A mineração no período colonial e as atividades subsidiárias.
A mineração no período colonial e as atividades subsidiárias.A mineração no período colonial e as atividades subsidiárias.
A mineração no período colonial e as atividades subsidiárias.
 
A época do ouro no brasil
A época do ouro no brasilA época do ouro no brasil
A época do ouro no brasil
 
A exploração do ouro
A exploração do ouroA exploração do ouro
A exploração do ouro
 
A descoberta de ouro e a ocupação das
A descoberta de ouro e a ocupação dasA descoberta de ouro e a ocupação das
A descoberta de ouro e a ocupação das
 
A história da mineração de ouro no Brasil
A história da mineração de ouro no BrasilA história da mineração de ouro no Brasil
A história da mineração de ouro no Brasil
 
Mineração no Brasil colônia
Mineração no Brasil colôniaMineração no Brasil colônia
Mineração no Brasil colônia
 
A era do ouro
A era do ouroA era do ouro
A era do ouro
 
A descoberta de ouro
A descoberta de ouroA descoberta de ouro
A descoberta de ouro
 

Destaque

A Mineração no Brasil Colonial - Ensino Fundamental
A Mineração no Brasil Colonial - Ensino FundamentalA Mineração no Brasil Colonial - Ensino Fundamental
A Mineração no Brasil Colonial - Ensino Fundamental
Alinnie Moreira
 
Mineração no brasil
Mineração no brasilMineração no brasil
Mineração no brasil
profcacocardozo
 
Sociedade mineradora - Brasil Colonial
Sociedade mineradora - Brasil ColonialSociedade mineradora - Brasil Colonial
Sociedade mineradora - Brasil Colonial
secretaria estadual de educação
 
Módulo 17: A colonização da América
Módulo 17: A colonização da AméricaMódulo 17: A colonização da América
Módulo 17: A colonização da América
Jerry Adriano
 
A descoberta do ouro nos eua
A descoberta do ouro nos euaA descoberta do ouro nos eua
A descoberta do ouro nos eua
stelawstel
 
Expansão das fronteiras e a mineração no brasil
Expansão das fronteiras e a mineração no brasilExpansão das fronteiras e a mineração no brasil
Expansão das fronteiras e a mineração no brasil
Isaquel Silva
 
História do Brasil: Brasil Colônia
História do Brasil: Brasil ColôniaHistória do Brasil: Brasil Colônia
História do Brasil: Brasil Colônia
Marilia Pimentel
 
Revoltas do brasil colonial
Revoltas do brasil colonialRevoltas do brasil colonial
Revoltas do brasil colonial
Rodrigo HistóriaGeografia
 
América portuguesa
América portuguesaAmérica portuguesa
América portuguesa
Hervy Vicente da Silva
 
Módulo 5 - Mineração e revoltas nativistas
Módulo 5 - Mineração e revoltas nativistasMódulo 5 - Mineração e revoltas nativistas
Módulo 5 - Mineração e revoltas nativistas
Breno Girotto
 
Slide como estuda história
Slide como estuda históriaSlide como estuda história
Slide como estuda história
Professor: Ellington Alexandre
 
Sistema colonial português Aula 4 (o nativismo, reações contra a metrópole)
Sistema colonial português Aula 4 (o nativismo, reações contra a metrópole)Sistema colonial português Aula 4 (o nativismo, reações contra a metrópole)
Sistema colonial português Aula 4 (o nativismo, reações contra a metrópole)
Marcelo Ferreira Boia
 
éPoca do ouro
éPoca do ouroéPoca do ouro
éPoca do ouro
Cássio Marcelo
 
América Portuguesa
América PortuguesaAmérica Portuguesa
América Portuguesa
Dyonnes Paulo
 
História - Da crise à descoberta do ouro no Brasil. Conde da Ericeira
História -  Da crise à descoberta do ouro no Brasil. Conde da EriceiraHistória -  Da crise à descoberta do ouro no Brasil. Conde da Ericeira
História - Da crise à descoberta do ouro no Brasil. Conde da Ericeira
Sara Silva
 

Destaque (15)

A Mineração no Brasil Colonial - Ensino Fundamental
A Mineração no Brasil Colonial - Ensino FundamentalA Mineração no Brasil Colonial - Ensino Fundamental
A Mineração no Brasil Colonial - Ensino Fundamental
 
Mineração no brasil
Mineração no brasilMineração no brasil
Mineração no brasil
 
Sociedade mineradora - Brasil Colonial
Sociedade mineradora - Brasil ColonialSociedade mineradora - Brasil Colonial
Sociedade mineradora - Brasil Colonial
 
Módulo 17: A colonização da América
Módulo 17: A colonização da AméricaMódulo 17: A colonização da América
Módulo 17: A colonização da América
 
A descoberta do ouro nos eua
A descoberta do ouro nos euaA descoberta do ouro nos eua
A descoberta do ouro nos eua
 
Expansão das fronteiras e a mineração no brasil
Expansão das fronteiras e a mineração no brasilExpansão das fronteiras e a mineração no brasil
Expansão das fronteiras e a mineração no brasil
 
História do Brasil: Brasil Colônia
História do Brasil: Brasil ColôniaHistória do Brasil: Brasil Colônia
História do Brasil: Brasil Colônia
 
Revoltas do brasil colonial
Revoltas do brasil colonialRevoltas do brasil colonial
Revoltas do brasil colonial
 
América portuguesa
América portuguesaAmérica portuguesa
América portuguesa
 
Módulo 5 - Mineração e revoltas nativistas
Módulo 5 - Mineração e revoltas nativistasMódulo 5 - Mineração e revoltas nativistas
Módulo 5 - Mineração e revoltas nativistas
 
Slide como estuda história
Slide como estuda históriaSlide como estuda história
Slide como estuda história
 
Sistema colonial português Aula 4 (o nativismo, reações contra a metrópole)
Sistema colonial português Aula 4 (o nativismo, reações contra a metrópole)Sistema colonial português Aula 4 (o nativismo, reações contra a metrópole)
Sistema colonial português Aula 4 (o nativismo, reações contra a metrópole)
 
éPoca do ouro
éPoca do ouroéPoca do ouro
éPoca do ouro
 
América Portuguesa
América PortuguesaAmérica Portuguesa
América Portuguesa
 
História - Da crise à descoberta do ouro no Brasil. Conde da Ericeira
História -  Da crise à descoberta do ouro no Brasil. Conde da EriceiraHistória -  Da crise à descoberta do ouro no Brasil. Conde da Ericeira
História - Da crise à descoberta do ouro no Brasil. Conde da Ericeira
 

Semelhante a A corrida do ouro aula oficial (sistema colonial portugues 2)

Expansão territorial e t. de limites tmp
Expansão territorial e t. de limites tmpExpansão territorial e t. de limites tmp
Expansão territorial e t. de limites tmp
Péricles Penuel
 
12 Expansão Bandeirante
12 Expansão Bandeirante12 Expansão Bandeirante
12 Expansão Bandeirante
Renato Coutinho
 
Capítulo 7 - Expansão e ouro na américa portuguesa
Capítulo 7 - Expansão e ouro na américa portuguesaCapítulo 7 - Expansão e ouro na américa portuguesa
Capítulo 7 - Expansão e ouro na américa portuguesa
Marcos Antonio Grigorio de Figueiredo
 
Brasil síntese histórica
Brasil síntese históricaBrasil síntese histórica
Brasil síntese histórica
AEDFL
 
Janduí: o primeiro rei do sertão
Janduí: o primeiro rei do sertão Janduí: o primeiro rei do sertão
Janduí: o primeiro rei do sertão
Túlio Madson Galvão
 
História do ceará voliii
História do ceará voliiiHistória do ceará voliii
História do ceará voliii
brenda timbo
 
Brasil colonial inicio da colonização
Brasil colonial inicio da colonizaçãoBrasil colonial inicio da colonização
Brasil colonial inicio da colonização
Marcia Dias da Silva
 
CorrecçãO Ficha
CorrecçãO FichaCorrecçãO Ficha
CorrecçãO Ficha
Hist8
 
Entradas e Bandeiras.pdf
Entradas e Bandeiras.pdfEntradas e Bandeiras.pdf
Entradas e Bandeiras.pdf
joaovitor194567
 
Sociedades mineiras
Sociedades mineirasSociedades mineiras
Sociedades mineiras
tyromello
 
Brasil: Expansão Territorial 2020
Brasil: Expansão Territorial 2020Brasil: Expansão Territorial 2020
Brasil: Expansão Territorial 2020
Celso Firmino História, Filosofia, Sociologia
 
Expansão colonial na américa portuguesa
Expansão colonial na américa portuguesaExpansão colonial na américa portuguesa
Expansão colonial na américa portuguesa
Professora Natália de Oliveira
 
brasil.badeiras.pptx
brasil.badeiras.pptxbrasil.badeiras.pptx
brasil.badeiras.pptx
RafaelyLeite1
 
43639_32c5dc04bd7eb861d0f72590e66ac8d6.pdf
43639_32c5dc04bd7eb861d0f72590e66ac8d6.pdf43639_32c5dc04bd7eb861d0f72590e66ac8d6.pdf
43639_32c5dc04bd7eb861d0f72590e66ac8d6.pdf
DirleySantos2
 
Entradas e bandeiras imagens tmp
Entradas e bandeiras imagens tmpEntradas e bandeiras imagens tmp
Entradas e bandeiras imagens tmp
Péricles Penuel
 
Expansão e ocupação territorial
Expansão e ocupação territorialExpansão e ocupação territorial
Expansão e ocupação territorial
Patrícia Sanches
 
Economia Brasil colonia e Império
Economia Brasil colonia e Império Economia Brasil colonia e Império
Economia Brasil colonia e Império
Salageo Cristina
 
Brasil Colônia: Ciclo do Ouro.
Brasil Colônia: Ciclo do Ouro.Brasil Colônia: Ciclo do Ouro.
Brasil Colônia: Ciclo do Ouro.
Daniel Alves Bronstrup
 
3º ano - Mineração, expansão territorial e escravidão.
3º ano - Mineração, expansão territorial e escravidão.3º ano - Mineração, expansão territorial e escravidão.
3º ano - Mineração, expansão territorial e escravidão.
Daniel Alves Bronstrup
 
Mineração
MineraçãoMineração
Mineração
Aulas de História
 

Semelhante a A corrida do ouro aula oficial (sistema colonial portugues 2) (20)

Expansão territorial e t. de limites tmp
Expansão territorial e t. de limites tmpExpansão territorial e t. de limites tmp
Expansão territorial e t. de limites tmp
 
12 Expansão Bandeirante
12 Expansão Bandeirante12 Expansão Bandeirante
12 Expansão Bandeirante
 
Capítulo 7 - Expansão e ouro na américa portuguesa
Capítulo 7 - Expansão e ouro na américa portuguesaCapítulo 7 - Expansão e ouro na américa portuguesa
Capítulo 7 - Expansão e ouro na américa portuguesa
 
Brasil síntese histórica
Brasil síntese históricaBrasil síntese histórica
Brasil síntese histórica
 
Janduí: o primeiro rei do sertão
Janduí: o primeiro rei do sertão Janduí: o primeiro rei do sertão
Janduí: o primeiro rei do sertão
 
História do ceará voliii
História do ceará voliiiHistória do ceará voliii
História do ceará voliii
 
Brasil colonial inicio da colonização
Brasil colonial inicio da colonizaçãoBrasil colonial inicio da colonização
Brasil colonial inicio da colonização
 
CorrecçãO Ficha
CorrecçãO FichaCorrecçãO Ficha
CorrecçãO Ficha
 
Entradas e Bandeiras.pdf
Entradas e Bandeiras.pdfEntradas e Bandeiras.pdf
Entradas e Bandeiras.pdf
 
Sociedades mineiras
Sociedades mineirasSociedades mineiras
Sociedades mineiras
 
Brasil: Expansão Territorial 2020
Brasil: Expansão Territorial 2020Brasil: Expansão Territorial 2020
Brasil: Expansão Territorial 2020
 
Expansão colonial na américa portuguesa
Expansão colonial na américa portuguesaExpansão colonial na américa portuguesa
Expansão colonial na américa portuguesa
 
brasil.badeiras.pptx
brasil.badeiras.pptxbrasil.badeiras.pptx
brasil.badeiras.pptx
 
43639_32c5dc04bd7eb861d0f72590e66ac8d6.pdf
43639_32c5dc04bd7eb861d0f72590e66ac8d6.pdf43639_32c5dc04bd7eb861d0f72590e66ac8d6.pdf
43639_32c5dc04bd7eb861d0f72590e66ac8d6.pdf
 
Entradas e bandeiras imagens tmp
Entradas e bandeiras imagens tmpEntradas e bandeiras imagens tmp
Entradas e bandeiras imagens tmp
 
Expansão e ocupação territorial
Expansão e ocupação territorialExpansão e ocupação territorial
Expansão e ocupação territorial
 
Economia Brasil colonia e Império
Economia Brasil colonia e Império Economia Brasil colonia e Império
Economia Brasil colonia e Império
 
Brasil Colônia: Ciclo do Ouro.
Brasil Colônia: Ciclo do Ouro.Brasil Colônia: Ciclo do Ouro.
Brasil Colônia: Ciclo do Ouro.
 
3º ano - Mineração, expansão territorial e escravidão.
3º ano - Mineração, expansão territorial e escravidão.3º ano - Mineração, expansão territorial e escravidão.
3º ano - Mineração, expansão territorial e escravidão.
 
Mineração
MineraçãoMineração
Mineração
 

Mais de Marcelo Ferreira Boia

Hebreus fenicios e persas
Hebreus fenicios e persasHebreus fenicios e persas
Hebreus fenicios e persas
Marcelo Ferreira Boia
 
Africa antes-dos-europeus
Africa antes-dos-europeusAfrica antes-dos-europeus
Africa antes-dos-europeus
Marcelo Ferreira Boia
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrial
Marcelo Ferreira Boia
 
Revolução francesa
Revolução francesaRevolução francesa
Revolução francesa
Marcelo Ferreira Boia
 
Era Vargas 1
Era Vargas 1Era Vargas 1
Era Vargas 1
Marcelo Ferreira Boia
 
Era Vargas
Era Vargas Era Vargas
O nazi fascismo
O nazi fascismo O nazi fascismo
O nazi fascismo
Marcelo Ferreira Boia
 
O nazi fascismo
O nazi fascismo O nazi fascismo
O nazi fascismo
Marcelo Ferreira Boia
 
Crise de 1929 oficial
Crise de 1929 oficial Crise de 1929 oficial
Crise de 1929 oficial
Marcelo Ferreira Boia
 
O que é conhecimento
O que é conhecimentoO que é conhecimento
O que é conhecimento
Marcelo Ferreira Boia
 
Brasil colonia 2
Brasil colonia 2 Brasil colonia 2
Brasil colonia 2
Marcelo Ferreira Boia
 
Processo de colonização do brasil
Processo de colonização do brasilProcesso de colonização do brasil
Processo de colonização do brasil
Marcelo Ferreira Boia
 
Brasil colnia 2
Brasil colnia 2 Brasil colnia 2
Brasil colnia 2
Marcelo Ferreira Boia
 
America espanhola
America espanhola America espanhola
America espanhola
Marcelo Ferreira Boia
 
America espanhola (1)
America espanhola (1)America espanhola (1)
America espanhola (1)
Marcelo Ferreira Boia
 
Reformas religiosas
Reformas religiosas Reformas religiosas
Reformas religiosas
Marcelo Ferreira Boia
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
Marcelo Ferreira Boia
 
A formacao das monarquias nacionais
A formacao das monarquias nacionais A formacao das monarquias nacionais
A formacao das monarquias nacionais
Marcelo Ferreira Boia
 
Primeira guerra-mundial
Primeira guerra-mundialPrimeira guerra-mundial
Primeira guerra-mundial
Marcelo Ferreira Boia
 
Mesopotamia
MesopotamiaMesopotamia

Mais de Marcelo Ferreira Boia (20)

Hebreus fenicios e persas
Hebreus fenicios e persasHebreus fenicios e persas
Hebreus fenicios e persas
 
Africa antes-dos-europeus
Africa antes-dos-europeusAfrica antes-dos-europeus
Africa antes-dos-europeus
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrial
 
Revolução francesa
Revolução francesaRevolução francesa
Revolução francesa
 
Era Vargas 1
Era Vargas 1Era Vargas 1
Era Vargas 1
 
Era Vargas
Era Vargas Era Vargas
Era Vargas
 
O nazi fascismo
O nazi fascismo O nazi fascismo
O nazi fascismo
 
O nazi fascismo
O nazi fascismo O nazi fascismo
O nazi fascismo
 
Crise de 1929 oficial
Crise de 1929 oficial Crise de 1929 oficial
Crise de 1929 oficial
 
O que é conhecimento
O que é conhecimentoO que é conhecimento
O que é conhecimento
 
Brasil colonia 2
Brasil colonia 2 Brasil colonia 2
Brasil colonia 2
 
Processo de colonização do brasil
Processo de colonização do brasilProcesso de colonização do brasil
Processo de colonização do brasil
 
Brasil colnia 2
Brasil colnia 2 Brasil colnia 2
Brasil colnia 2
 
America espanhola
America espanhola America espanhola
America espanhola
 
America espanhola (1)
America espanhola (1)America espanhola (1)
America espanhola (1)
 
Reformas religiosas
Reformas religiosas Reformas religiosas
Reformas religiosas
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
 
A formacao das monarquias nacionais
A formacao das monarquias nacionais A formacao das monarquias nacionais
A formacao das monarquias nacionais
 
Primeira guerra-mundial
Primeira guerra-mundialPrimeira guerra-mundial
Primeira guerra-mundial
 
Mesopotamia
MesopotamiaMesopotamia
Mesopotamia
 

A corrida do ouro aula oficial (sistema colonial portugues 2)

  • 2. Será que a União Ibérica ou Período Filipino (1580 - 1640) só trouxe prejuízos para a colônia? O Brasil ganhou algo com a União Ibérica? A corrida do ouro
  • 3. Foi durante a União Ibérica que o Brasil teve a possibilidade de ampliar o seu território. Por quê? A partir de 1580, com Portugal e Espanha sendo governados pelo mesmo rei, o Tratado de Tordesilhas ficou sem efeito. Assim, os paulistas, bandeirantes de São Paulo, puderam se expandissem para o interior da colônia   A corrida do ouro Tratado de Tordesilhas, de 1494
  • 4.   Os bandeirantes se expandiram para o interior para : * procurar índios e escravizá-los. Eles eram enviados às regiões produtoras do Nordeste, as mais ricas da colônia * procurar quilombos para destruir * procurar, principalmente, metais preciosos. O sonho da Coroa portuguesa desde sua chegada às terras coloniais A corrida do ouro
  • 5. A corrida do ouro As bandeiras paulistas fizeram com que o Tratado de Tordesilhas perdesse efeito e o imenso território, que antes era da Espanha, fosse incorporados ao domínio português
  • 6. Quem era o bandeirante? O desbravador não era branco, e sim mameluco, fruto da mestiçagem entre portugueses e índios. Usava tão bem o arcabuz, sua arma de fogo, quanto o arco e a flecha, que aprendeu a manusear com os nativos. Falava mais tupi do que português, como a maioria dos paulistas. Tinha esposas índias. Os bandeirantes viraram heróis por causa de motivações políticas específicas . Com a proclamação da República, em 1889, os cafeicultores paulistas se tornaram, a um só tempo, a elite econômica e política do país até o fim da década de 1920. Nesse ambiente, o mito do bandeirante corajoso caiu como uma luva para um grupo que precisava se afirmar como líder. A corrida do ouro
  • 7. A corrida do ouro Diferenças de representação dos bandeirantes
  • 8. Os dois sertanistas do quadro de Benedito Calixto são brancos, traços tipicamente europeus. A cor também remete à elite paulista, que no início do século passado quis se associar à imagem dos desbravadores. Desbravador, homem branco, pele clara A silhueta avantajada se justifica porque essa é a representação típica dos ricos da época. Traje de gala: impecavelmente alinhados, o chapéu, a baeta (manta), a calça, a camisa e as botas eram um vestuário urbano Armas: a faca do quadro é muito fina, inadequada para a tarefa de cortar as folhas e abrir caminho na mata fechada. A arma de fogo, um arcabuz, é uma das poucas coisas que correspondem à realidade. A corrida do ouro
  • 9. Aparência cansada: desgastado pelas expedições e combates na mata, parece cansado e abatido. Pele morena: os bandeirantes eram mestiços. Pele morena, com traços indígenas e envelhecida pelo sol. Físico: Acostumados a longas caminhadas, os bandeirantes eram magros. Em alguns casos, quase desnutridos: na selva, comiam pouco e, não raro, passavam fome. Roupa velha: botas eram artigo de luxo. Os desbravadores andavam descalços, usavam chapéu e colete de couro de anta para se protegerem das flechas. Paisagem: um mar de árvores, que tinha de ser aberto a golpes de facão, com todas as dificuldades e perigos da vida selvagem. Armas: também usavam arco e flecha A corrida do ouro Índios: mostravam os caminhos, eram responsáveis pela alimentação
  • 10. A corrida do ouro Com a expansão dos bandeirantes, foi necessário legitimar o novo território com um tratado. Era o Tratado de Madri de 1750, que anulou Tordesilhas . O tratado deu ao Brasil a configuração geográfica atual