Insuficiencia respiratória

5.202 visualizações

Publicada em

0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.202
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
407
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
192
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Insuficiencia respiratória

  1. 1. Insuficiência respiratória Definição Incapacidade do sistema respiratório de manter a ventilação e/ou oxigenação Incapacidade de manter as trocas gasosas Absorção de oxigenio e eliminação de gás carbônico Síndrome complexa e multifatorial
  2. 2. Insuficiência respiratória Definição gasométrica PaO2 ≤ 60 mmHg e/ou PaCO2 > 45 mmHg
  3. 3. Insuficiência respiratória Definição quanto à velocidade de instalação Aguda Rápida Manifestações clínicas mais intensas Alterações gasométricas Crônica Instalação progressiva Manifestações clínicas sutis Sem alterações gasométricas Crônica agudizada
  4. 4. Insuficiência respiratória Fases do processo respiratório Ventilação Movimento de entrada e saída do ar e sua distribuição na árvore brônquica até os alvéolos Difusão: Passagem do O₂ e CO₂ através da membrana alveolocapilar Perfusão: Passagem de sangue pelos capilares alveolares para trocas gasosas com o ar que está nos alvéolos
  5. 5. Ventilação Processo cíclico Renovação do gas alveolar Ação integrada Centro respiratório(SNC) Vias nervosas Caixa torácica Pulmões Alterações podem ocorrer de forma localizada ou global
  6. 6. Causas de distúrbios da ventilação Alterações da elasticidade pulmonar – enfisema Obstruções regionais ou difusas inclusive as das pequenas vias aéreas – DPOC; asma Modificação do espaço morto – DPOC Alterações da expansibilidade – exudatos; tumores; fibrose Hipoventilação por comprometimento do sistema nervoso, músculos efetores ou deformidades da caixa torácica
  7. 7. Perfusão Circulação pulmonar Pequenos vasos Capilares Sistema hidráulico de baixa pressão, complacente e de baixa resistência – comandados por: Fatores intrínsecos: pressão, volume e fluxo Fatores extrínsecos: inervação autonômica, controle humoral Gases respiratórios
  8. 8. Perfusão Alterações Obstrução intraluminal Doenças tromboembólicas Vasculites Redução do leito vascular Enfisema Ressecção de parênquima pulmonar Colabamento vascular por hipotensão e choque Compressão vascular Aumenta na pressão intra alveolar
  9. 9. Difusão Definição Quantidade de gás transferida por minuto, através da membrana alveolo capilar, para cada milímetro de mercúrio desse gás no espaço alveolar e no sangue. O fluxo de oxigênio é dirigido pela maior pressão no nível alveolar em relação ao sangue capilar.
  10. 10. Fatores que podem influenciar na capacidade de difusão pulmonar Espessura da membrana alveolocapilar Doença intersticial pulmonar Extensão da membrana de difusão Enfisema Solubilidade dos gases Alteração no gradiente de pressão dos gases De modo geral, alterações na difusão pulmonar só levam a alterações em situações de sobrecarga respiratória como durante o exercício físico.
  11. 11. Insuficiência respiratória Classificação Insuficiência respiratória ventilatória alterações neurológicas, musculares, obstrução de vias respiratórias e impossibilidade do parenquima pulmonar se distender Insuficiencia respiratória hipoxêmica ou alveolocapilar Desequilíbrio entre ventilação e perfusão Redução da permeabilidade das estruturas nas quais ocorrem as trocas gasosas
  12. 12. Insuficiência respiratória Hipoxemia: PaO₂ menor ou igual a 60 mmHg Saturação menor ou igual a 90% Hipercapnia: Pa CO₂ maior ou igual a 50 mmHg
  13. 13. Insuficiência respiratória Do ponto de vista clínico/ gasométrico – duas situações básicas: Hipoxemia com hipercapnia PaO₂ menor ou igual a 60 mmHg Saturação menor ou igual a 90% Pa CO₂ maior ou igual a 50 mmHg Hipoxemia sem hipercapnia:
  14. 14. Insuficiência respiratória
  15. 15. Insuficiência respiratória Quadro clínico Dipneia Taquicardia Cianose Manifestações neurológicas Coma Morte
  16. 16. Insuficiência respiratória Sinais e sintomas da hipoxemia Fases iniciais: Confusão mental Inquietação Agressividade Incoordenação muscular Taquicardia Hipertensão arterial Fases avançadas Taquicardia Cianose
  17. 17. Insuficiência respiratória Sinais e sintomas da hipercapnia Sonolência Desorientação Cefaléia Sudorese Rubor e hiperemia das mucosas Taquicardia Hipertensão arterial Fundo de olho: ingurgitamento das veias da retina e edema papilar
  18. 18. Insuficiência respiratória Quadro clínico
  19. 19. Insuficiência respiratória diagnóstico História clínica Inicio Duração Fatores acompanhantes Doenças pré existentes Medicações
  20. 20. Insuficiência respiratória diagnóstico Exame físico Torax Cornagem Padrão respiratório Enfisema subcutâneo Tiragem Uso de musculatura acessória Movimento paradoxal do abdome Exames complementares
  21. 21. Insuficiência respiratória diagnóstico Exames complementares Gasometria arterial RX torax
  22. 22. Gasometria arterial
  23. 23. Gasometria arterial
  24. 24. Gasometria arterial
  25. 25. Insuficiência respiratória Tratamento Manutenção das vias aéreas Oxigenioterapia Suporte ventilatório
  26. 26. Insuficiência respiratória
  27. 27. Referencias Exame clínico – Porto e Porto Sétima edição Insuficiência respiratória Medicina, Ribeirão Preto, 36: 205 – 213, dez/abril. 2003 Imagens da internet

×