Gasometria arterial fisioterapia

6.481 visualizações

Publicada em

.

Publicada em: Internet

Gasometria arterial fisioterapia

  1. 1. GASOMETRIAARTERIAL Exames Complementares Profª Monara Bittencourt de Amorim
  2. 2. Gasometria Arterial A pressão parcial dos gases (O2 e CO2) avalia quão adequadamente o pulmão tem cumprido sua principal função: trocas gasosas.
  3. 3. • PaO2  Reflete a eficácia das trocas de oxigênio entre alvéolos e capilares pulmonares. • PaCO2  Reflete a eficácia da ventilação alveolar, sendo a mesma do CO2 alveolar, dada a grande difusibilidade deste gás. Gasometria Arterial
  4. 4. pH Indica a presença de uma acidose ou uma alcalose. HCO3-  Alterações na concentração de HCO3- no plasma podem desencadear desequilíbrios ácido-básicos. O desequilíbrio ácido-básico é atribuído a distúrbios ou do sistema respiratório (PaCO2) ou metabólico. Gasometria Arterial
  5. 5. Gasometria Arterial
  6. 6. Produção, eliminação e controle de ácidos • Produção: o metabolismo normal do organismo produz ácidos voláteis (ácido carbônico) e ácidos não voláteis (ácido lático, pirúvico, aceto-acético). • Eliminação: pulmões – 13.000 mEq/dia – ácidos voláteis. rins - 50 a 70 mEq/dia - ácidos não voláteis (fixos). • Controle: CO2 - sistema respiratório HCO3- - rins e fatores metabólicos Gasometria Arterial
  7. 7. • Da combinação do CO2 e água (H2O) forma-se o ácido carbônico (H2CO3). • O bicarbonato (HCO3-) é produzido quando o H2CO3 se dissocia do H+ no glóbulo vermelho e é liberado para o plasma. CO2 + H2O ↔ H2CO3 ↔ H+ + HCO3- Gasometria Arterial
  8. 8. COLETA DO SANGUE ARTERIAL Procedimento invasivo, não isento de riscos (sangramentos, hematomas, infecções). São puncionadas as artérias mais superficiais e periféricas: radial e dorsal do pé, braquial e a femoral. Gasometria Arterial
  9. 9. Quantificação automatizada (GASOMETRIA BAYER 860-348-238) Gasometria Arterial
  10. 10. COMO INTERPRETAR A GASOMETRIA DE SANGUE ARTERIAL Parâmetros normais Gasometria Arterial
  11. 11. COMO INTERPRETAR A GASOMETRIA DE SANGUE ARTERIAL Gasometria Arterial
  12. 12. Acidose Respiratória (Aumento da PCO2) Qualquer fator que reduza a ventilação pulmonar, aumenta a concentração de CO2 (aumenta H+ e diminui pH) resultando em acidose respiratória. Hipoventilação > PCO2 > 45mmHg  Acidose respiratória Causas de Acidose Respiratória: • Lesão no Centro Respiratório (AVE, tumor); • Depressão no Centro Respiratório (intoxicações, anestésicos, sedativos, lesões, narcóticos); • Obstrução de Vias Aéreas (Asma, DPOC, secreção, corpo estranho); • Infecções agudas (Pneumonias); • Edema Pulmonar; • Trauma torácico, deformidades torácicas severas; • Tromboembolia Pulmonar. Gasometria Arterial
  13. 13. Alcalose Respiratória (diminuição da PCO2) Quando a ventilação alveolar está aumentada a PCO2 diminui, caracterizando uma alcalose respiratória (diminuição de H+, aumento do pH). Hipoventilação -> (PCO2 < 35mmHg) ->Alcalose respiratória Causas de Alcalose Respiratória: • Hiperventilação por ansiedade, dor, hipertermia, hipóxia, grandes altitudes; • Hiperventilação por VM; • Lesões do SNC, tumores, encefalites, hipertensão intracraniana; • Salicilatos e sulfonamidas. Gasometria Arterial
  14. 14. Acidose Metabólica (diminuição de HCO3-) • Distúrbio ácido-básico frequente na prática clínica. A administração de HCO3 - por via venosa está indicada quando o pH < 7.25. ↓ HCO3 - ( < 22 mEq/L) e ↓ pH ( < 7,35) Causas de Acidose Metabólica: • Insuficiência Renal; • Ingestão excessiva de ácidos; • Perdas excessivas de bases (diarréias); • Elevação de ácido láctico na glicogenólise muscular (aumento do trabalho respiratório). Gasometria Arterial
  15. 15. Alcalose Metabólica (aumento de HCO3-) A alcalose metabólica verifica-se quando o corpo perde muito ácido. Pode desenvolver-se quando há algo que afeta a capacidade renal de controlar o equilíbrio ácido-básico. ↑ HCO3 - ( > 28 mEq/L) e ↑ pH ( > 7,45) Causas de Alcalose Metabólica: • Oferta excessiva de bicarbonato; • Perda de suco gástrico por vômitos ou aspirações de sondas gástricas; • Uso abusivo de diuréticos e corticosteróides; • Insuficiência respiratória crônica (retentores crônicos de CO2). Gasometria Arterial
  16. 16. Gasometria Arterial

×