SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 37
SÓCRATES E PLATÃO
INFLUÊNCIAS,DIREITO E JUSTIÇA
Notas para uma boa apresentação
• Pedimos que você sempre olhe o canto superior da tela pois
se houver este símbolo lá:
• Significa que estamos pedindo que você faça uma ação(como
clicar na tela ou apertar algum botão) para que o slide avance.
LEMBRE-SE aonde houver o símbolo aperte um botão(como a
barra de espaço)
2
Notas para uma boa apresentação
• A apresentação usará de vários recursos- som, imagens e
vídeos- por isso pedimos o uso de caixa de som ou fones de
ouvido e verifique se o monitor está bem ajustado;
• Verifique se seu PowerPoint têm instalado a extensão para
visualizar vídeos(recomendamos o QuickPlayer que
acompanha este trabalho no anexo)
• Usaremos de várias referências também; ou elas estarão na
própria página ou no fim do trabalho ,para maior
compreensão dos conteúdos verifique-as;
• Toda página terá numeração no seu canto inferior direito, por
isso pode ser que num determinado slide a apresentação pare
para que você o reveja(quando isso ocorrer avisaremos);
• Se você gostou deste trabalho por favor o compartilhe com
outros para que muitos tenham acesso ao conhecimento!
3
PODEMOS COMEÇAR?
Uma vez que estamos acertados
4
A HISTÓRIA PODE SER VISTA COMO
• Estudo dos acontecimentos passados; natural sucessão desses
mesmos acontecimentos[...] http://pt.wiktionary.org/wiki/história
• Ciência humana que estuda o desenvolvimento do homem no
tempo. A História analisa os processos históricos, personagens e
fatos para poder compreender um determinado período
histórico[...]
http://www.suapesquisa.com/historia/conceito_historia.htm
• Sequência de fatos antropológicos indo da escala do mais antigo ao
mais atual- inscrição numa porta de banheiro
5
OU ENTÃO....
6
MAS VEJA QUE
• Em todas as definições quem é o centro das atenções?
• Se você disse “o homem” acertou!
7
NOTE AINDA QUE...
• O que os homens(ser humano) fez no passado influencia até
hoje em muitas coisas tanto que Maquiavel vai dizer que a
história é cíclica...
• Podemos rememorar alguns dos fatos importantes sentidos
até hoje:
• Se você anda de carro deve muito disso á roda...
• Se tem uma lâmpada na sua casa agradeça também a Thomas
Edson!
• Se você usa um computador lembre-se também de nomes como
Bill Gates ou até mesmo Steve Jobs...
• Se você está aqui agradeça aos seus pais!
8
POR ISSO
• Por isso neste trabalho vamos focar no subtema: INFLUÊNCIAS
• E vamos falar de duas personalidades que influenciam o Direito
até hoje...
• Você consegue adivinhar quais são?
9
VAMOS COLOCAR UM POUCO DE
TENSÃO!
10
• QUEM SERÁ QUE SÃO ESSAS DUAS PESSOAS?
SE VOCÊ DISSE...
SE VOCÊ DISSE...
11
Sócrates Platão
VOCÊ ACERTOU!
NÓS VAMOS
• Analisar e localizar
aonde esses dois
filósofos ainda
influenciam o Direito
atualmente • Usando de uma nova
concepção histórica
para que você tenha
uma visão sobre o
tema muito mais
abrangente
12
CONCEITUANDO...
• Veja essa linha do tempo:
13
Milagre grego
•Pré-Socráticos
•Sofistas
Sócrates
Platão
SENTA QUE LÁ VEM HISTÓRIA
Assim sendo
14
O MILAGRE GREGO
• Perto do séc. 7
começou-se a
questionar os
conhecimentos
divinos na Grécia
• Uma das teorias diz
que foi por causa do
choque cultural da
época na Grécia, veja
no mapa a seguir
• Filosoficamente a
cosmogonia deu
espaço a cosmologia
ou seja mais
importava a
organização ,lógica
do que o início do
universo
15
16
VOCÊ ESTÁ AQUI
17
Milagre grego
•Pré-Socráticos
•Sofistas
Sócrates
Platão
OS PRÉ-SOCRÁTICOS
• Mais cientistas do
que filósofos, buscam
o princípio de toda a
natureza através da
observação da
própria natureza
• Na foto vemos um
deles: Tales de Mileto
18
SOFISTAS
• Eram o que hoje
poderíamos dizer
como professores
particulares;
• Embebidos do
conhecimentos dos
pré-socráticos
vinham de vários
locais(incentivados
no século de Péricles)
• Seus conhecimentos
eram a área de
retórica e oratória
• Pois ser político era o
ápice da época e
esses conhecimentos
ajudavam e muito
porém apenas os
ricos, pois só eles
podiam arcar com os
custos do ensino 19
GALERIA: ALGUNS SOFISTAS
20Górgias de Leontinos Protágoras de Abdera
VOCÊ ESTÁ AQUI
21
Milagre grego
•Pré-Socráticos
•Sofistas
Sócrates
Platão
QUEM FOI SÓCRATES?
• Sócrates nasceu
em Atenas,
provavelmente no ano
de 470 a.C., e tornou-
se um dos principais
pensadores
da Grécia Antiga.
Podemos afirmar que
Sócrates fundou o que
conhecemos hoje por
filosofia ocidental. * 22
QUEM FOI SÓCRATES?
• Diz a história que Sócrates foi indicado como o homem mais
sábio do mundo pelo oráculo de Delfos;
• E a partir disso começou a “levar conhecimento aos
Atenienses”, na verdade através de seu método dialético
forçava o indivíduo a reconhecer suas “ilusões” e a partir daí
buscar o conhecimento;
• Sócrates não foi muito bem aceito por parte
da aristocracia grega, pois defendia algumas ideias contrárias
ao funcionamento da sociedade grega.
23
SUA VIDA E SUA MORTE
• Criticou muitos aspectos da cultura grega, afirmando que
muitas tradições, crenças religiosas e costumes não ajudavam
no desenvolvimento intelectual dos cidadãos gregos.
• Temendo algum tipo de mudança na sociedade, a elite mais
conservadora de Atenas começa a encarar Sócrates como um
inimigo público e um agitador em potencial. Foi preso,
acusado de pretender subverter a ordem social, corromper a
juventude e provocar mudanças na religião grega. Em sua cela,
foi condenado a suicidar-se tomando um veneno chamado
cicuta, em 399 AC.
24
25
TRÁGICO!
Sócratesnoleitodemorte
Jaques Louis David,1787
26
VOCÊ ESTÁ AQUI
27
Milagre grego
•Pré-Socráticos
•Sofistas
Sócrates
Platão
QUEM FOI PLATÃO?
• Este filósofo grego nasceu
em Atenas, provavelmente
em 427 a.C. e morreu em
347 a.C. É um dos principais
pensadores gregos, pois
influenciou
a filosofia ocidental. Suas
ideias baseiam-se na
diferenciação do mundo
entre as coisas sensíveis
(mundo das ideias e a
inteligência) e as coisas
visíveis (seres vivos e a
matéria).
28
SUA VIDA
• Diferente de Sócrates, Platão era de origem rica;
• Aluno de Sócrates e mestre de outro grande filósofo
Aristóteles;
• Em 387 a.C., fundou a Academia, uma escola de filosofia com
o propósito de recuperar e desenvolver as ideias e
pensamentos socráticos.*
• Vai a Siracusa ensinar filosofia na corte do rei Dionísio;
• Viaja pela Magna Grécia e pela Sicília e ao retornar ocupa-se
da Academia até o sua morte;
29
SUAS INFLUÊNCIAS
• Lendo o seu livro A república, ele deixa claro seus conceitos de
justo, bom e belo;
• Neste livro existe um dos primeiros relatos de uma
SOFOCRACIA ou seja aonde existiria um governo dos mais
capazes- na sua visão os “reis-filósofos”;
• Também é citado uma “nova ordem” da cidade;
• Sua concepção de justo é baseada em que se a cidade fosse
justa(ou seja com boas leis) isso faria com que os cidadãos ao
seguirem as leis fossem justos, e se houvesse algum dentre
eles que “enxergasse mais longe” ou tivesse uma concepção
de justo- um jusnaturalismo- poderia ver através das leis até a
vontade do legislador 30
HOJE EM DIA?
Tá, mas no que isso é importante
31
HOJE EM DIA NO DIREITO
• Mas o que nos influência de Sócrates hoje é a concepção de
justo;
• Na sua morte Sócrates podia fugir ou comutar sua pena com
multas, mas não, decidiu morrer pois, se ele dizia e cumpria as
leis enquanto atacavam outros por que ele fugiria quando elas
o atacassem?
• De forma alguma ele foi um “pioneiro do juspositivismo” ele
não deixou de exemplo sua morte para provar que a lei mata,
não, sua morte exemplifica que uma lei justa pode matar um
inocente
32
SE VOCÊ ACHA QUE...
• Está vendo uma nova organização do mundo, aonde cada um
cumpre sua função de acordo com suas habilidades(Brasil
como produtor de grãos, Suíça como banco mundial, Tigres
Asiáticos na economia) isso Platão têm sua parte!
33
34
Uma cidade
justa
Produz leis
boas/justas
Os cidadãos
obedecem a
boas leis
Logo são bons
cidadãos e
produzem*
E devolvem o
que
produzem á
cidade
*Na concepção acima, cada cidadão produz algo de acordo com seus
atributos(um artesão tem direito a receber bons materiais e devolve bons
artigos; um agricultor tem direito a receber boas terras e devolver bons
frutos)
CONCEPÇÃO
DE JUSTO DE
PLATÃO
FONTES BIBLIOGRÁFICAS:
• http://www.dicionarioinformal.com.br/cosmogonia/
• http://www.suapesquisa.com/socrates/
• https://www.google.com.br/url?sa=i&rct=j&q=&esrc=s&sourc
e=images&cd=&cad=rja&uact=8&docid=eB-SC5-
ao1rX1M&tbnid=jlh34YD3owXbSM:&ved=0CAQQjB0&url=htt
p%3A%2F%2Fafilosofia.no.sapo.pt%2Fapologia.htm&ei=sk4zU
9DgCoSk0gH284DQDQ&bvm=bv.63738703,d.dmQ&psig=AFQj
CNGNXe2znT7Qeat_V3h-
xjI61p6xwA&ust=1395957805218752
• http://www.suapesquisa.com/platao/
• http://www.infoescola.com/filosofos/platao/
• http://www.nova-
acropole.pt/a_platao_filosofo_misterios.html
35
OBRIGADO POR ACOMPANHAR!
36
O GRUPO AGRADECE!
FIM
De onde as coisas têm seu nascimento para lá também
devem afundar-se na perdição segundo a necessidade
pois elas devem expiar e serem julgadas pela sua injustiça
segundo a ordem do tempo-Sentença de Anaximandro
37

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Para que serve a filosofia
Para que serve a filosofiaPara que serve a filosofia
Para que serve a filosofia
superego
 
O surgimento da filosofia
O surgimento da filosofiaO surgimento da filosofia
O surgimento da filosofia
Alison Nunes
 
Etica na historia da filosofia
Etica na historia da filosofiaEtica na historia da filosofia
Etica na historia da filosofia
masalas
 
FILOSOFIA: Consciência & Liberdade
FILOSOFIA: Consciência &  LiberdadeFILOSOFIA: Consciência &  Liberdade
FILOSOFIA: Consciência & Liberdade
BlogSJuniinho
 

Mais procurados (20)

Aula de filosofia
Aula de filosofia Aula de filosofia
Aula de filosofia
 
Para que serve a filosofia
Para que serve a filosofiaPara que serve a filosofia
Para que serve a filosofia
 
O surgimento da filosofia
O surgimento da filosofiaO surgimento da filosofia
O surgimento da filosofia
 
Movimentos sociais
Movimentos sociaisMovimentos sociais
Movimentos sociais
 
Aula de Filosofia - Filosofia Contemporânea
Aula de Filosofia - Filosofia ContemporâneaAula de Filosofia - Filosofia Contemporânea
Aula de Filosofia - Filosofia Contemporânea
 
Introdução à filosofia
Introdução à filosofiaIntrodução à filosofia
Introdução à filosofia
 
Mito e Filosofia
Mito e FilosofiaMito e Filosofia
Mito e Filosofia
 
Platão
PlatãoPlatão
Platão
 
Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre O que é Filosofia e Origem da F...
Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre O que é Filosofia e Origem da F...Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre O que é Filosofia e Origem da F...
Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre O que é Filosofia e Origem da F...
 
Etica na historia da filosofia
Etica na historia da filosofiaEtica na historia da filosofia
Etica na historia da filosofia
 
Rousseau
RousseauRousseau
Rousseau
 
Questões de Filosofia - Ensino Médio - Discursiva - Objetiva
Questões de Filosofia - Ensino Médio - Discursiva - ObjetivaQuestões de Filosofia - Ensino Médio - Discursiva - Objetiva
Questões de Filosofia - Ensino Médio - Discursiva - Objetiva
 
FILOSOFIA: Consciência & Liberdade
FILOSOFIA: Consciência &  LiberdadeFILOSOFIA: Consciência &  Liberdade
FILOSOFIA: Consciência & Liberdade
 
Democracia
DemocraciaDemocracia
Democracia
 
O que é filosofia
O que é filosofiaO que é filosofia
O que é filosofia
 
Filosofia medieval
Filosofia medievalFilosofia medieval
Filosofia medieval
 
história da sociologia
   história da sociologia   história da sociologia
história da sociologia
 
Sociologia - Aula Introdutória
Sociologia - Aula IntrodutóriaSociologia - Aula Introdutória
Sociologia - Aula Introdutória
 
Aristóteles
AristótelesAristóteles
Aristóteles
 
Os pré-socráticos
Os pré-socráticosOs pré-socráticos
Os pré-socráticos
 

Destaque

Sócrates, Platão e Aristóteles
Sócrates, Platão e AristótelesSócrates, Platão e Aristóteles
Sócrates, Platão e Aristóteles
Erizon Júnior
 
2. sócrates, sofistas, platão e aristóteles
2. sócrates, sofistas, platão e aristóteles2. sócrates, sofistas, platão e aristóteles
2. sócrates, sofistas, platão e aristóteles
Tiago Kestering Pereira
 
Aristóteles e sua relação com o direito.
Aristóteles e sua relação com o direito.Aristóteles e sua relação com o direito.
Aristóteles e sua relação com o direito.
André Marques
 
Filosofia de Platão
Filosofia de PlatãoFilosofia de Platão
Filosofia de Platão
Jorge Barbosa
 
Aulas de filosofia platão
Aulas de filosofia platãoAulas de filosofia platão
Aulas de filosofia platão
Péricles Penuel
 
A teoria platónica das ideias
A teoria platónica das ideiasA teoria platónica das ideias
A teoria platónica das ideias
Jorge Barbosa
 
A república de platão resumo
A república de platão   resumoA república de platão   resumo
A república de platão resumo
marianicristina
 
Aula 04 - Platão e o mundo das idéias
Aula 04 - Platão e o mundo das idéiasAula 04 - Platão e o mundo das idéias
Aula 04 - Platão e o mundo das idéias
Claudio Henrique Ramos Sales
 

Destaque (20)

Sócrates, Platão e Aristóteles
Sócrates, Platão e AristótelesSócrates, Platão e Aristóteles
Sócrates, Platão e Aristóteles
 
2. sócrates, sofistas, platão e aristóteles
2. sócrates, sofistas, platão e aristóteles2. sócrates, sofistas, platão e aristóteles
2. sócrates, sofistas, platão e aristóteles
 
Sócrates, platão e os sofistas
Sócrates, platão e os sofistasSócrates, platão e os sofistas
Sócrates, platão e os sofistas
 
Introdução à Filosofia - Os Pré-socráticos, Os Sofistas e Sócrates
Introdução à Filosofia - Os Pré-socráticos, Os Sofistas e SócratesIntrodução à Filosofia - Os Pré-socráticos, Os Sofistas e Sócrates
Introdução à Filosofia - Os Pré-socráticos, Os Sofistas e Sócrates
 
Aristóteles e sua relação com o direito.
Aristóteles e sua relação com o direito.Aristóteles e sua relação com o direito.
Aristóteles e sua relação com o direito.
 
Sócrates platão e aristóteles
Sócrates platão e aristótelesSócrates platão e aristóteles
Sócrates platão e aristóteles
 
Sócrates e Platão
Sócrates e PlatãoSócrates e Platão
Sócrates e Platão
 
Sócrates
SócratesSócrates
Sócrates
 
Filosofia de Platão
Filosofia de PlatãoFilosofia de Platão
Filosofia de Platão
 
Sócrates: Vida e obra
Sócrates: Vida e obraSócrates: Vida e obra
Sócrates: Vida e obra
 
Aulas de filosofia platão
Aulas de filosofia platãoAulas de filosofia platão
Aulas de filosofia platão
 
A teoria platónica das ideias
A teoria platónica das ideiasA teoria platónica das ideias
A teoria platónica das ideias
 
Direito e..
Direito e..Direito e..
Direito e..
 
Platão Sociedade Grega
Platão Sociedade GregaPlatão Sociedade Grega
Platão Sociedade Grega
 
Filosofia política em Platão e Aristóteles
Filosofia política em Platão e AristótelesFilosofia política em Platão e Aristóteles
Filosofia política em Platão e Aristóteles
 
Aristóteles
AristótelesAristóteles
Aristóteles
 
A república de platão resumo
A república de platão   resumoA república de platão   resumo
A república de platão resumo
 
Aula 04 - Platão e o mundo das idéias
Aula 04 - Platão e o mundo das idéiasAula 04 - Platão e o mundo das idéias
Aula 04 - Platão e o mundo das idéias
 
Platão
PlatãoPlatão
Platão
 
Origem Da Filosofia
Origem Da FilosofiaOrigem Da Filosofia
Origem Da Filosofia
 

Semelhante a Sócrates e Platão: influências,direito e justiça

Fil.ead.a1.13
Fil.ead.a1.13Fil.ead.a1.13
Fil.ead.a1.13
Symas
 
O ser humano para os sofistas e sócrates
O ser humano para os sofistas e sócratesO ser humano para os sofistas e sócrates
O ser humano para os sofistas e sócrates
marta soraia santana
 
Introdução à Sociologia.pdf
Introdução à Sociologia.pdfIntrodução à Sociologia.pdf
Introdução à Sociologia.pdf
LilianeBA
 
Filosofia Grécia
Filosofia GréciaFilosofia Grécia
Filosofia Grécia
Luci Bonini
 
A filosofia antiga clássica greco_romana
A filosofia antiga clássica greco_romanaA filosofia antiga clássica greco_romana
A filosofia antiga clássica greco_romana
Aldenei Barros
 

Semelhante a Sócrates e Platão: influências,direito e justiça (20)

Filosofia Para Leigos - Martin Cohen.pdf
Filosofia Para Leigos - Martin Cohen.pdfFilosofia Para Leigos - Martin Cohen.pdf
Filosofia Para Leigos - Martin Cohen.pdf
 
Filosofia Socrática
Filosofia SocráticaFilosofia Socrática
Filosofia Socrática
 
Filósofos socráticos
Filósofos socráticos Filósofos socráticos
Filósofos socráticos
 
Primeiros anos filosofia1442011175447
Primeiros anos   filosofia1442011175447Primeiros anos   filosofia1442011175447
Primeiros anos filosofia1442011175447
 
Primeiros anos filosofia1442011175447
Primeiros anos   filosofia1442011175447Primeiros anos   filosofia1442011175447
Primeiros anos filosofia1442011175447
 
Jb news informativo nr. 0066
Jb news   informativo nr. 0066Jb news   informativo nr. 0066
Jb news informativo nr. 0066
 
Aulas de sociologia ensino médio para 1 anos
Aulas de sociologia ensino médio para 1 anosAulas de sociologia ensino médio para 1 anos
Aulas de sociologia ensino médio para 1 anos
 
Fil.ead.a1.13
Fil.ead.a1.13Fil.ead.a1.13
Fil.ead.a1.13
 
História da Filosofia dos Pré Socráticos ao Helenismo
História da Filosofia   dos Pré Socráticos ao HelenismoHistória da Filosofia   dos Pré Socráticos ao Helenismo
História da Filosofia dos Pré Socráticos ao Helenismo
 
Um olhar sobre os filosofos gregos que moldaram o pensamento ocidental
Um olhar sobre os filosofos gregos que moldaram o pensamento ocidentalUm olhar sobre os filosofos gregos que moldaram o pensamento ocidental
Um olhar sobre os filosofos gregos que moldaram o pensamento ocidental
 
Aula 1 - Para que Filosofia
Aula 1 - Para que FilosofiaAula 1 - Para que Filosofia
Aula 1 - Para que Filosofia
 
O ser humano para os sofistas e sócrates
O ser humano para os sofistas e sócratesO ser humano para os sofistas e sócrates
O ser humano para os sofistas e sócrates
 
Filosofia 02 - Sócrates, Platão e Aristóteles
Filosofia 02 - Sócrates, Platão e  AristótelesFilosofia 02 - Sócrates, Platão e  Aristóteles
Filosofia 02 - Sócrates, Platão e Aristóteles
 
Filosofia contemporânea - Jean Paul Sartre
Filosofia contemporânea - Jean Paul SartreFilosofia contemporânea - Jean Paul Sartre
Filosofia contemporânea - Jean Paul Sartre
 
Introdução à Sociologia.pdf
Introdução à Sociologia.pdfIntrodução à Sociologia.pdf
Introdução à Sociologia.pdf
 
Sócrates e platão
Sócrates e platãoSócrates e platão
Sócrates e platão
 
Filosofia Grécia
Filosofia GréciaFilosofia Grécia
Filosofia Grécia
 
Material impresso filosofia 1 ano - ensino regular - Pro. Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia   1 ano - ensino regular - Pro. Ms. Noe AssunçãoMaterial impresso filosofia   1 ano - ensino regular - Pro. Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia 1 ano - ensino regular - Pro. Ms. Noe Assunção
 
A filosofia antiga clássica greco_romana
A filosofia antiga clássica greco_romanaA filosofia antiga clássica greco_romana
A filosofia antiga clássica greco_romana
 
Socrates
SocratesSocrates
Socrates
 

Mais de Jornal Ovale

Revoluã§ã£o industrial
Revoluã§ã£o industrialRevoluã§ã£o industrial
Revoluã§ã£o industrial
Jornal Ovale
 
Revoluã§ã£o francesa.
Revoluã§ã£o francesa.Revoluã§ã£o francesa.
Revoluã§ã£o francesa.
Jornal Ovale
 

Mais de Jornal Ovale (16)

Sistemas prisionais no Brasil e em países selecionados
Sistemas prisionais no Brasil e em países selecionadosSistemas prisionais no Brasil e em países selecionados
Sistemas prisionais no Brasil e em países selecionados
 
Síntese de aulas de medicina legal
Síntese de aulas de medicina legalSíntese de aulas de medicina legal
Síntese de aulas de medicina legal
 
Ministério Público Federal
Ministério Público FederalMinistério Público Federal
Ministério Público Federal
 
Argumentos e debate contra a tortura na guerra ao terrorismo
Argumentos e debate contra a tortura na guerra ao terrorismoArgumentos e debate contra a tortura na guerra ao terrorismo
Argumentos e debate contra a tortura na guerra ao terrorismo
 
Parafraseando "o espírito das leis"
Parafraseando "o espírito das leis"Parafraseando "o espírito das leis"
Parafraseando "o espírito das leis"
 
A sociologia do seu lado
A sociologia do seu ladoA sociologia do seu lado
A sociologia do seu lado
 
Cultura
CulturaCultura
Cultura
 
Perspectiva de vida
Perspectiva de vidaPerspectiva de vida
Perspectiva de vida
 
Audição
AudiçãoAudição
Audição
 
Movimentos operários
Movimentos operáriosMovimentos operários
Movimentos operários
 
O cortico
O corticoO cortico
O cortico
 
O ateneu(segunda versão)
O ateneu(segunda versão)O ateneu(segunda versão)
O ateneu(segunda versão)
 
O ateneu
O ateneuO ateneu
O ateneu
 
Revoluã§ã£o industrial
Revoluã§ã£o industrialRevoluã§ã£o industrial
Revoluã§ã£o industrial
 
Revoluã§ã£o francesa.
Revoluã§ã£o francesa.Revoluã§ã£o francesa.
Revoluã§ã£o francesa.
 
Arte moderna
Arte modernaArte moderna
Arte moderna
 

Último

PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
carlaOliveira438
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
ssuserbb4ac2
 
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
rarakey779
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
rarakey779
 
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docxCONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
EduardaMedeiros18
 

Último (20)

ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é preciso
 
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosFotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
 
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
 
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docxAtividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptxAULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoApresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
 
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docxCONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 

Sócrates e Platão: influências,direito e justiça

  • 2. Notas para uma boa apresentação • Pedimos que você sempre olhe o canto superior da tela pois se houver este símbolo lá: • Significa que estamos pedindo que você faça uma ação(como clicar na tela ou apertar algum botão) para que o slide avance. LEMBRE-SE aonde houver o símbolo aperte um botão(como a barra de espaço) 2
  • 3. Notas para uma boa apresentação • A apresentação usará de vários recursos- som, imagens e vídeos- por isso pedimos o uso de caixa de som ou fones de ouvido e verifique se o monitor está bem ajustado; • Verifique se seu PowerPoint têm instalado a extensão para visualizar vídeos(recomendamos o QuickPlayer que acompanha este trabalho no anexo) • Usaremos de várias referências também; ou elas estarão na própria página ou no fim do trabalho ,para maior compreensão dos conteúdos verifique-as; • Toda página terá numeração no seu canto inferior direito, por isso pode ser que num determinado slide a apresentação pare para que você o reveja(quando isso ocorrer avisaremos); • Se você gostou deste trabalho por favor o compartilhe com outros para que muitos tenham acesso ao conhecimento! 3
  • 4. PODEMOS COMEÇAR? Uma vez que estamos acertados 4
  • 5. A HISTÓRIA PODE SER VISTA COMO • Estudo dos acontecimentos passados; natural sucessão desses mesmos acontecimentos[...] http://pt.wiktionary.org/wiki/história • Ciência humana que estuda o desenvolvimento do homem no tempo. A História analisa os processos históricos, personagens e fatos para poder compreender um determinado período histórico[...] http://www.suapesquisa.com/historia/conceito_historia.htm • Sequência de fatos antropológicos indo da escala do mais antigo ao mais atual- inscrição numa porta de banheiro 5
  • 7. MAS VEJA QUE • Em todas as definições quem é o centro das atenções? • Se você disse “o homem” acertou! 7
  • 8. NOTE AINDA QUE... • O que os homens(ser humano) fez no passado influencia até hoje em muitas coisas tanto que Maquiavel vai dizer que a história é cíclica... • Podemos rememorar alguns dos fatos importantes sentidos até hoje: • Se você anda de carro deve muito disso á roda... • Se tem uma lâmpada na sua casa agradeça também a Thomas Edson! • Se você usa um computador lembre-se também de nomes como Bill Gates ou até mesmo Steve Jobs... • Se você está aqui agradeça aos seus pais! 8
  • 9. POR ISSO • Por isso neste trabalho vamos focar no subtema: INFLUÊNCIAS • E vamos falar de duas personalidades que influenciam o Direito até hoje... • Você consegue adivinhar quais são? 9
  • 10. VAMOS COLOCAR UM POUCO DE TENSÃO! 10 • QUEM SERÁ QUE SÃO ESSAS DUAS PESSOAS? SE VOCÊ DISSE...
  • 11. SE VOCÊ DISSE... 11 Sócrates Platão VOCÊ ACERTOU!
  • 12. NÓS VAMOS • Analisar e localizar aonde esses dois filósofos ainda influenciam o Direito atualmente • Usando de uma nova concepção histórica para que você tenha uma visão sobre o tema muito mais abrangente 12
  • 13. CONCEITUANDO... • Veja essa linha do tempo: 13 Milagre grego •Pré-Socráticos •Sofistas Sócrates Platão
  • 14. SENTA QUE LÁ VEM HISTÓRIA Assim sendo 14
  • 15. O MILAGRE GREGO • Perto do séc. 7 começou-se a questionar os conhecimentos divinos na Grécia • Uma das teorias diz que foi por causa do choque cultural da época na Grécia, veja no mapa a seguir • Filosoficamente a cosmogonia deu espaço a cosmologia ou seja mais importava a organização ,lógica do que o início do universo 15
  • 16. 16
  • 17. VOCÊ ESTÁ AQUI 17 Milagre grego •Pré-Socráticos •Sofistas Sócrates Platão
  • 18. OS PRÉ-SOCRÁTICOS • Mais cientistas do que filósofos, buscam o princípio de toda a natureza através da observação da própria natureza • Na foto vemos um deles: Tales de Mileto 18
  • 19. SOFISTAS • Eram o que hoje poderíamos dizer como professores particulares; • Embebidos do conhecimentos dos pré-socráticos vinham de vários locais(incentivados no século de Péricles) • Seus conhecimentos eram a área de retórica e oratória • Pois ser político era o ápice da época e esses conhecimentos ajudavam e muito porém apenas os ricos, pois só eles podiam arcar com os custos do ensino 19
  • 20. GALERIA: ALGUNS SOFISTAS 20Górgias de Leontinos Protágoras de Abdera
  • 21. VOCÊ ESTÁ AQUI 21 Milagre grego •Pré-Socráticos •Sofistas Sócrates Platão
  • 22. QUEM FOI SÓCRATES? • Sócrates nasceu em Atenas, provavelmente no ano de 470 a.C., e tornou- se um dos principais pensadores da Grécia Antiga. Podemos afirmar que Sócrates fundou o que conhecemos hoje por filosofia ocidental. * 22
  • 23. QUEM FOI SÓCRATES? • Diz a história que Sócrates foi indicado como o homem mais sábio do mundo pelo oráculo de Delfos; • E a partir disso começou a “levar conhecimento aos Atenienses”, na verdade através de seu método dialético forçava o indivíduo a reconhecer suas “ilusões” e a partir daí buscar o conhecimento; • Sócrates não foi muito bem aceito por parte da aristocracia grega, pois defendia algumas ideias contrárias ao funcionamento da sociedade grega. 23
  • 24. SUA VIDA E SUA MORTE • Criticou muitos aspectos da cultura grega, afirmando que muitas tradições, crenças religiosas e costumes não ajudavam no desenvolvimento intelectual dos cidadãos gregos. • Temendo algum tipo de mudança na sociedade, a elite mais conservadora de Atenas começa a encarar Sócrates como um inimigo público e um agitador em potencial. Foi preso, acusado de pretender subverter a ordem social, corromper a juventude e provocar mudanças na religião grega. Em sua cela, foi condenado a suicidar-se tomando um veneno chamado cicuta, em 399 AC. 24
  • 27. VOCÊ ESTÁ AQUI 27 Milagre grego •Pré-Socráticos •Sofistas Sócrates Platão
  • 28. QUEM FOI PLATÃO? • Este filósofo grego nasceu em Atenas, provavelmente em 427 a.C. e morreu em 347 a.C. É um dos principais pensadores gregos, pois influenciou a filosofia ocidental. Suas ideias baseiam-se na diferenciação do mundo entre as coisas sensíveis (mundo das ideias e a inteligência) e as coisas visíveis (seres vivos e a matéria). 28
  • 29. SUA VIDA • Diferente de Sócrates, Platão era de origem rica; • Aluno de Sócrates e mestre de outro grande filósofo Aristóteles; • Em 387 a.C., fundou a Academia, uma escola de filosofia com o propósito de recuperar e desenvolver as ideias e pensamentos socráticos.* • Vai a Siracusa ensinar filosofia na corte do rei Dionísio; • Viaja pela Magna Grécia e pela Sicília e ao retornar ocupa-se da Academia até o sua morte; 29
  • 30. SUAS INFLUÊNCIAS • Lendo o seu livro A república, ele deixa claro seus conceitos de justo, bom e belo; • Neste livro existe um dos primeiros relatos de uma SOFOCRACIA ou seja aonde existiria um governo dos mais capazes- na sua visão os “reis-filósofos”; • Também é citado uma “nova ordem” da cidade; • Sua concepção de justo é baseada em que se a cidade fosse justa(ou seja com boas leis) isso faria com que os cidadãos ao seguirem as leis fossem justos, e se houvesse algum dentre eles que “enxergasse mais longe” ou tivesse uma concepção de justo- um jusnaturalismo- poderia ver através das leis até a vontade do legislador 30
  • 31. HOJE EM DIA? Tá, mas no que isso é importante 31
  • 32. HOJE EM DIA NO DIREITO • Mas o que nos influência de Sócrates hoje é a concepção de justo; • Na sua morte Sócrates podia fugir ou comutar sua pena com multas, mas não, decidiu morrer pois, se ele dizia e cumpria as leis enquanto atacavam outros por que ele fugiria quando elas o atacassem? • De forma alguma ele foi um “pioneiro do juspositivismo” ele não deixou de exemplo sua morte para provar que a lei mata, não, sua morte exemplifica que uma lei justa pode matar um inocente 32
  • 33. SE VOCÊ ACHA QUE... • Está vendo uma nova organização do mundo, aonde cada um cumpre sua função de acordo com suas habilidades(Brasil como produtor de grãos, Suíça como banco mundial, Tigres Asiáticos na economia) isso Platão têm sua parte! 33
  • 34. 34 Uma cidade justa Produz leis boas/justas Os cidadãos obedecem a boas leis Logo são bons cidadãos e produzem* E devolvem o que produzem á cidade *Na concepção acima, cada cidadão produz algo de acordo com seus atributos(um artesão tem direito a receber bons materiais e devolve bons artigos; um agricultor tem direito a receber boas terras e devolver bons frutos) CONCEPÇÃO DE JUSTO DE PLATÃO
  • 35. FONTES BIBLIOGRÁFICAS: • http://www.dicionarioinformal.com.br/cosmogonia/ • http://www.suapesquisa.com/socrates/ • https://www.google.com.br/url?sa=i&rct=j&q=&esrc=s&sourc e=images&cd=&cad=rja&uact=8&docid=eB-SC5- ao1rX1M&tbnid=jlh34YD3owXbSM:&ved=0CAQQjB0&url=htt p%3A%2F%2Fafilosofia.no.sapo.pt%2Fapologia.htm&ei=sk4zU 9DgCoSk0gH284DQDQ&bvm=bv.63738703,d.dmQ&psig=AFQj CNGNXe2znT7Qeat_V3h- xjI61p6xwA&ust=1395957805218752 • http://www.suapesquisa.com/platao/ • http://www.infoescola.com/filosofos/platao/ • http://www.nova- acropole.pt/a_platao_filosofo_misterios.html 35
  • 36. OBRIGADO POR ACOMPANHAR! 36 O GRUPO AGRADECE!
  • 37. FIM De onde as coisas têm seu nascimento para lá também devem afundar-se na perdição segundo a necessidade pois elas devem expiar e serem julgadas pela sua injustiça segundo a ordem do tempo-Sentença de Anaximandro 37