Clássicos da sociologia

3.409 visualizações

Publicada em

Apresentação sobre as teorias de Émile Durkheim e Max Weber - conteúdo básico compilado de apresentações extraídas da internet.

Publicada em: Educação
0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.409
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
129
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
223
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Clássicos da sociologia

  1. 1. Os Três Clássicos No século XIX, três pensadores desenvolveram teorias buscando explicar a sociedade capitalista: Karl Marx , Emile Durkheim e Max Weber. Estes três pensadores são denominados os clássicos da Sociologia.
  2. 2. Estudos Objeto da Sociologia Método Emile Durkheim (1857 – 1917) Max Weber (1864 – 1920) Karl Marx (1818 – 1883) Classes Sociais Fato Social Ação Social Dialética Explicação Compreensão Social
  3. 3. Emile Durkheim (1857 – 1917)
  4. 4. As Regras do Método Sociológico 1ªcontribuição As Regras do Método Sociológico Objeto Metodo Fato Social Explicação
  5. 5. Fato Social “ Fato social é toda maneira de fazer, fixa ou não, suscetível de exercer sobre o indivíduo uma coação exterior; ou ainda, que é geral no conjunto de cada sociedade tendo ao mesmo tempo existência própria, independente de suas manifestações individuais.”
  6. 6. Fato Social Fato social consiste em “maneiras coletivas de pensar, sentir e agir, exteriores ao indivíduo e dotadas de um poder de coerção em virtude do qual se lhe impõem”
  7. 7. Processo do Fato Social CARACTERÍSTICAS DO FATO SOCIAL GENERALIDADE EXTERIORIDADE COERCITIVIDADE por ser coletivo e estar presente em toda a sociedade por se apresentar fora do individuo por exercer uma força sobre o individuo, obrigando-o a se conformar com as maneiras de pensar, sentir e agir
  8. 8. O Método Sociológico Os fatos sociais devem ser tratados como coisas Regra fundamental
  9. 9. O Método Sociológico A explicação científica exige que o pesquisador mantenha certa distância e neutralidade em relação ao fato a ser estudado. O sociólogo deve deixar de lado suas pré-noções, isto é, seus valores e sentimento pessoais. Não pode haver envolvimento afetivo ou interferência do sujeito em relação ao objeto. Neutralidade: deve descrever a realidade social sem deixar que suas ideias e opiniões interfiram na observação dos fatos sociais
  10. 10. A Divisão do Trabalho Social 2ª contribuição A preocupação em estabelecer normas que justifiquem a manutenção da sociedade capitalista A Divisão do Trabalho Social
  11. 11. A Divisão do Trabalho Social Em sua obra A Divisão do Trabalho Social, procura compreender as repercussões da divisão do trabalho e do aumento do individualismo na integração social.
  12. 12. A Divisão do Trabalho Social Durkheim tenta entender o funcionamento da sociedade da mesma forma que a Biologia entende o funcionamento de um corpo. Cada indivíduo tem uma função a cumprir que é importante para o funcionamento de todo o corpo social.
  13. 13. Solidariedade Social SOCIEDADE PRE-CAPITALISTA SOCIEDADE CAPITALISTA Tradicional Não diversificada Pré-industrial Semelhanças de funções: união Simples Pouca divisão do trabalho Solidariedade mecânica Moderna Diversificada Industrial Especialização de funções: dependência Complexa Muita divisão do trabalho Solidariedade orgânica Causa da coesão social : Solidariedade Causa da coesão social : Solidariedade
  14. 14. Causas da Divisão Social do Trabalho As causa sociais do aumento da divisão do trabalho nas sociedade complexas decorre de uma combinação de fatores que envolvem : o volume populacional e a densidade natural e moral da população Causas do aumento da divisão do trabalho um aumento do volume da população uma maior aproximação dos membros da sociedade no espaço físico uma maior comunicação e interdependência dos indivíduos no espaço social
  15. 15. A Solidariedade Orgânica Durkheim admite que a Solidariedade Orgânica é superior à Mecânica, pois ao se especializarem as funções , a individualidade de certo modo é ressaltada, permitindo maior liberdade de ação. Segundo Durkheim, o aumento da diferenciação social e das especializações é fruto de um processo de evolução das sociedades mais simples e tradicionais para as sociedades modernas.
  16. 16. arnaldolemos@uol.com.br OS CLASSICOS DA SOCIOLOGIA MAX WEBER 1864-1920
  17. 17. arnaldolemos@uol.com.br CONTEXTO HISTÓRICO FRANÇA ESTADO NACIONAL UNIFICADO DESENVOLVIMENTO CAPITALISTA CIÊNCIAS FÍSICAS E BIOLÓGICAS UNIVERSALIDADE POSITIVISMO CIÊNCIAS HUMANAS CIÊNCIAS NATURAIS DURKHEIM
  18. 18. arnaldolemos@uol.com.br FRAGMENTAÇÃO POLÍTICA CAPITALISMO TARDIO CIÊNCIAS HUMANAS DIVERSIDADE ALEMANHA IDEALISMO CIÊNCIAS HUMANAS CIÊNCIAS NATURAIS WEBER
  19. 19. arnaldolemos@uol.com.br DURKHEIM POSITIVISMO HISTORIA = PROCESSO UNIVERSAL GENERALIZAÇÃO – COMPARAÇÃO WEBER IDEALISMO HISTÓRIA = DIVERSIDADE DAS FORMAÇÕES SOCIAIS ESPECIFICIDADE
  20. 20. arnaldolemos@uol.com.br OBJETO DA SOCIOLOGIA AÇÃO SOCIAL “A ação humana é social na medida em que, em função da significação subjetiva que o indivíduo que age lhe atribui, toma em consideração o comportamento dos outros e é por ele afetada no seu curso”.
  21. 21. arnaldolemos@uol.com.br 2. OBJETO DA SOCIOLOGIA AÇÃO SOCIAL PRESENÇA DO OUTRO SIGNIFICADO SER AFETADA PELO OUTRO
  22. 22. arnaldolemos@uol.com.br FUNÇÃO DA SOCIOLOGIA Investigar a ação social e ressaltar os elementos mais gerais de cada fase do processo histórico da sociedade
  23. 23. arnaldolemos@uol.com.br WEBER A B AÇÃO SOCIAL : MOTIVAÇÃO, SENTIDO E VALORES RELAÇÃO SOCIAL : O SENTIDO TEM QUE SER COMPARTILHADO
  24. 24. arnaldolemos@uol.com.br WEBER A B A ---- B A ---- B A ---- B A ---- B A ---- B A ---- B A ---- BA ---- B SOCIEDADE: UMA TOTALIDADE CONSTITUÍDA DE UMA MULTIPLICIDADE DE INTERAÇÕES SOCIAIS
  25. 25. arnaldolemos@uol.com.br S O S O DURKHEIM WEBER A REALIDADE NUMA PERSPECTIVA OBJETIVA A REALIDADE NUMA PERSPECTIVA SUBJETIVA

×