Sócrates e platão

462 visualizações

Publicada em

Revisão sobre Sócrates, Introdução a Platão. Aula para a 1a série do Ensino Médio, Colégio Pedro II, Campus Centro.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
462
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sócrates e platão

  1. 1. A Filosofia Antiga Revisão de Sócrates Introdução a Platão Prof.Ana Carolina Rigoni
  2. 2. A FILOSOFIA GREGA A Filosofia se divide em épocas, marcadas pelos acontecimentos mundiais e pelas mudanças no modo de ver e pensar o mundo. Focaremos aqui na Filosofia Antiga pós-socrática. Esse período foi marcado por: • expansão da Macedônia sobre os territórios gregos • formação de um Império Alexandrino (de Alexandre Magno), seguido de mudanças após sua morte. • Início da época helenística, marcada pela influência oriental.
  3. 3. 1.Revisão Quem foi SÓCRATES? • Nasceu em Atenas em 470 a.C. • Xenofonte e Platão foram seus discípulos e divulgaram suas ideias. O primeiro baseou-se no aspecto prático e moral da doutrina do mestre, de maneira mais simplificada. Já Platão foi o grande historiador de seus ensinamentos. • Sócrates não deixou nenhum texto escrito como legado de seu pensamento.
  4. 4. Sócrates • Ficou conhecido por sua frase: “Só sei que nada sei” • Nem sempre obteve respostas para suas dúvidas: buscou conceitos e discussões, muitas vezes sem conclusões definitivas. • Privilegiou questões morais: coragem, piedade, justiça etc... • Foi condenado à morte por falar com todos na rua, sendo suspeito de persuadir mentes para então se lançar ao poder.
  5. 5. 2.Quem foi PLATÃO? • Nasceu na Grécia no ano de 428 a.C. • Aos 18 anos conheceu seu futuro mestre, Sócrates, que posteriormente seria condenado à morte. • Junto a Sócrates e seu discípulo Aristóteles, lançou as bases sobre as quais se assentariam a ideologia de toda a filosofia ocidental. • Em Atenas, Platão fundou a Academia, escola destinada à investigação filosófica, pela qual se dedicou pelo resto de sua vida.
  6. 6. Platão • Preocupava-se com os conhecimentos essenciais, ou seja, visava desvelar “o escondido” que determina a realidade. • Seu pensamento foi rapidamente absorvido pelo cristianismo primitivo. No período medieval, Santo Agostinho foi influenciado fortemente pelas teorias platônicas.
  7. 7. 2.1- Suas Obras • O emprego de critérios estilísticos e conceituais, em particular sobre a evolução do pensamento platônico, permitiu ordenar seus trabalhos. • Escrevia na forma de diálogos, assim divididos: - diálogos socráticos, destacando a figura de Sócrates. Ex: Críton, Íon, Lísis; - diálogos de maturidade, que trouxeram o desenvolvimento de suas teorias. Ex: Górgias, A República, Eutidemo; - diálogos tardios, com escritas elaboradas durante sua velhice, nos quais fazia críticas às suas ideias da juventude. Ex: Filebo, Críticas e as Leis, Sofista Na figura, Platão e seu discípulo Aristóteles
  8. 8. 2.2- Conhecimento e Metafísica Platão julgou indispensável elaborar uma teoria do conhecimento. Procurou uma solução que conciliasse o testemunho dos sentidos e a existência do conhecimento intelectual. Baseou-se nos conceitos matemáticos e nas noções éticas para demonstrar a existência essencial real e eterna das coisas. Metafísica - ideia que o mundo é dividido em dois: um físico (da physis-natureza) e outro além do físico (meta-physis).
  9. 9. Para Platão, o homem, por possuir corpo e alma, pertence simultaneamente a dois mundos: - ao Sensível, objeto de opinião; - ao Inteligível, das essências imutáveis e perfeitas. Neste, há uma hierarquia de Ideias. No topo encontra-se o Bem. Logo abaixo a Justiça, a Beleza, os valores éticos e outros...
  10. 10. 2.3- Alma • “A alma é anterior ao corpo, e antes de aprisionar-se nele, pertenceu ao mundo das Ideias”. O corpo, segundo Platão, é um obstáculo para o conhecimento da Verdade, pois nos engana através dos sentidos. • Platão acredita na reencarnação sucessiva das almas. Para ele, antes de encarnarmos, nossa alma contempla as Ideias. Depois, ela mergulha no Rio Lethe, que promove o esquecimento de tudo que sabemos. • Durante nossa vida, através do uso da razão, vamos nos lembrando das Ideias já contempladas.
  11. 11. 2.4- Curiosidades sobre Platão • Platão se interessou muito por política e filosofia política. • “Para que o Estado seja bem governado, é preciso que os filósofos se tornem reis ou que os reis se tornem filósofos” - frase de Platão ao se referir à política antiga. • Foi convidado por Dionísio, o Velho, a ir ao sul da Itália, aplicar suas teorias políticas. Com o fracasso da experiência, acabou sendo deixado a venda no mercado de escravos, de onde foi posteriormente resgatado. • Com a morte de Sócrates e as experiências políticas na Sicília, Platão concluiu que era impossível ser justo em um meio injusto e mais, percebeu que a filosofia implicava não só na reforma do Estado, como também na educação humana.
  12. 12. • Alguns pesquisadores questionam o valor filosófico de algumas obras platônicas devido ao seu tom poético, que algumas vezes se sobrepõe ao conteúdo conceitual. • Com esse estilo ´diferenciado, Platão foi um dos mais influentes filósofos da história até então, sendo visto como inspiração aos filósofos modernos. • Morreu, em Atenas, não se sabe determinar, se em 348 ou 347a.C.
  13. 13. Alguma dúvida? Na próxima aula, veremos o que Platão escreveu na Alegoria da Caverna. Departamento de Filosofia Campus Centro Prof. Ana Carolina Rigoni 2015

×