SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 6
Baixar para ler offline
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE
PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO
MESTRADO PROFISSIONAL EM LETRAS – PROFLETRAS
UFS/ITABAIANA
Planode Aula Disciplina: AspectosSociocognitivose Metacognitivosdaleiturae daescrita
Prof.a.Dr.a. MariléiaReis
Tema:Estratégiasmetacognitivasemleiturae escrita
Aula:O Eu líricodo GêneroLírico e a composiçãodeum Hai-Kai
O que cada estudantepoderá aprender com esta aula?
De acordo com as Matrizes de Língua Portuguesa do 9º ano do Ensino Fundamental, composta de seis
tópicos,estapropostaenfatizaoTópicoI,maisconhecidocomo“Procedimentosde leitura”.Comexceçãodo
descritorde númerocatorze,espera-se possibilitarasrealizaçõesde cincodescritoresque são:D1 – Localizar
informações explícitas no texto; D3 – Inferir o sentido de uma palavra ou expressão; D4 – Inferir uma
informação implícita em um texto; D6 – Identificar o tema de um texto1
.
1. Estudantesserão motivadosa aprendersobre a cultura Tupi-guarani,a partir de poemascurtos (Hai-Kai) de
Olga Savary (1933).
2. Estudantes com poemas curtos sugestivosserão motivados a identificaro gênerodo Eu lírico: femininoou
masculino.
3. Cada estudante poderá concluir que a poetisa (ou poeta) não são as mesmas pessoas que se apresentam
em forma de Eu lírico nos poemas pertencentes ao Gênero Lírico.
Duração/ etapas dasatividades (aproximadamenteumasemana):
1ª parte da aula: Apresentação da cultura indígena através de um pouco sobre o Tupi- Guarani. (Sugestão: contar a
história do personagemPolicarpo Quaresma do autor Lima Barreto (1881 – 1922), que propôs uma reforma política
para umamudançado idiomabrasileiroparaoTupi-guarani,inspiradonosestudosnacionais). Porfim, apresentarum
pouco da história de vida da poliglota, tradutora de Pablo Neruda, a poetisa carioca Olga Savary. - 01 hora/ aula
2ª parte da aula: O/a professor(a),único de posse dos significados das palavras em Tupi-guarani que intitulam os
poemas de Olga Savary, ao propor uma nova ressignificação aos texto líricos, oferece apenas os significados em
português,paraconferirse,através de induçãoe dedução,estudantesconseguirãoretrilharoscaminhosdo Eu lírico
e o da poetisa. ---- 01 hora/ aula
3ª parte da aula:O/a professor(a)iráensinar,apartirdospoemasestudadosdaobra“HAI-KAI”(1986) de OlgaSavary,
o que é realmente umEulíricofemininooumasculinoe qual adiferençadelesemrelaçãoaoAutor.Quandoopoema
apresentar-se em terceira pessoa, estudantes irão reconhecer um Eu lírico implícito e farão o discernimento entre
este “Eu/ele” e a poetisa ou poeta. ---- 01 hora/ aula
4ª parte da aula: A avaliação refere-se à análise dos poemas curtos de Olga Savary que ajudam aa compor a obra
“Anima Animalis” (2008), escrita em 1996. Cada estudante está pronto para reconhecer o Eu lírico explícito e o
implícito em cada poema? Ele sabe o ler de forma convincente? Ele consegue produzir um texto curto sob a forma
Lírica? --------- 02 horas/ aula: (01 aula só para avaliação de leitura e a outra só para respostas na apostila).
1 Disponível em: << http://provabrasil.inep.gov.br/downloads>>.Acesso em: 23/06/2014.
Conhecimentos Prévios (esquemas cognitivos, aspectos sociocognitivos) trabalhados pelo professor com
estudantes:
 Como o poemaHai-Kai é uma forma lírica oriental,japonesa,quemensiná-la,aorebuscar os conhecimentos
de cada estudante em relação aos saberes acumulados anteriormente sobre a diferenças entre os povos
ocidentais e ospovosorientais,háde ressaltarapaixãopelapoesiacomumaforte semelhançanadiversidade
cultural;
 Quemnão sabe o que é uma rima? Sendoassim, para quem ensina,é de bom proveito rebuscara noção de
ritmo e rima. Embora seja um pouco comum, não será banal e será válido mostrar que algumas cantigas
populares, como “BATATTINHA QUANDO NASCE/ ESPARRAMA PELO CHÃO”, apresentam a forma da
redondilhamaior(7versos),nestecaso,e redondilhamenor(5versos) emoutroscasos,acausar sonoridade.
Por quê seriabom?Porque oHai-Kai é uma formalírica elaboradacomuma formaortodoxade 5-7- 5 versos.
Estratégiase recursos da aula:
 A primeiraestratégiaé buscarum franco debate sobre a diversidade cultural,inspiradosnospreceitosdaLei
11. 645/ 2008. 2
 Estratégiasde interpretaçãode textopermitidaspela teoriadaSemiotização Literária do Discurso (1984), com
AnazildoVasconcelosdaSilva; pelateoriasobre oslimitesdainterpretação,com Umberto Eco (2012); e com
ChristinaRamalho(2013) e o conceitode circularidade cultural3
,coma percepção do “lugar da fala autoral”.
 Elaboração de uma apostila com o apoio de textos em caráter multimodal ou multissemiótico (KLEYMAN,
2005, p. 48)4
como auxíliode imagensdaescritoraOlgaSavarye de esquemas(LEFFA,1996,p.37) para ajudar
no discernimento entre Eu lírico masculino e feminino e poetisa e poeta5
.
 Em grupo,atividadesde leiturae inferênciaparaestimulara fruiçãode textoslíricoscurtos. Para isso,quem
ensina recortará a apostila e ocultará os significados dos nomes que estão em Tupi. Então, ele laçará os
significados em português, mas sem as referências em Tupi-guarani. Assim, ocorrerá uma busca pelos
caminhos trilhados pela autora carioca Olga Savary, através de uma ressignificação dos títulos.
Avaliação:
 Em anexo, a apostilaoferece doistiposde avaliação que serãopostosemprática:
1. A primeira avaliação, descompromissada, embora com a intenção de estimular o desenvolvimento da
leitura,atravésdaatividade lúdica,nointuitode ressignificarostítulosoriginais(escritoemTupi-guarani),
será feita a partir dos poemas da primeira folha, pertencentes ao livro “Hai-Kai” (2008);
2. A segundaavaliação,maisarbitrária, atravésde esquemas,exploraodomíniodo conhecimentotécnico,
ouseja,a competênciae ahabilidade de leituracapazde identificar,emHai-Kai”,asmanifestaçõesdoEu-
lírico.
2 Segundo o MEC, “(...) as escolas não indígenas devem desenvolver estratégias pedagógicas com o objetivo de promover e
valorizar a diversidade cultural, tendo em vista a presença de “diversos outros” na escola. Uma das estratégias ancoradas na
legislação educacional vigente diz respeito à inserção da temática indígena nos currículos das escolas públicas e privadas de
Educação Básica.
Os conteúdos referentes a esta temática “serão ministrados no âmbito de todo o currículo escolar, em especial nas áreas de
educação artística e de literatura e história brasileiras”, nos termos do art. 26-A da LDB com a redação dada pela Lei n°
11.645/2008. (MEC, 2013, p. 381)
Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&task=doc_download&gid=15548&Itemid=
Acesso: 23/06/2014
3 Segundo Ramalho, em nota de rodapé número 17, “Processo semiótico vicioso que envolve a perpetuação, dentro das
sociedades, de determinadas imagens míticas, que tomadas nas versões que respaldam a hierarquia social e os valores nelas
contidos, perdem o caráter multissignificativo do mito. (...)” (RAMALHO, 2013, p. 106)
4 “Textos multissemióticos ou multimodais: textos que combinam diferentes modos de representação (imagens, música, cores,
língua escrita, língua falada), que devem ser levados em conta na sua interpretação.” (KLEYMAN, 2010, p. 48)
5 Segundo Leffa (1996),“Os esquemas acionados pelo leitor orientam suas inferências.(...) Sem o acionamento de um esquema,
a compreensão não é possível.(...) Persistindo a impossibilidadedeacionar umesquema, a tentativa de leitura torna-sepenosa e
o colapso da compreensão é inevitável. (...)” (LEFFA, 1996, p. 38)
Colégio Estadual Gilson Amado
ProfessorVal Valença
Meunome: Turma: 9º ano do EnsinoFundamental
Data de hoje: / /
Língua Portuguesa
Tema da aula: Eu lírico femininoouEu líricoMasculino emHai-Kai
“ Nem sempre será ortodoxo, no escandir do metro o hai-kai que agora nos oferece Olga
Savary. [...] Porém elaguarda, com mestriamaior, aquilo que os haicaistas definem como
a virtualidade poéticatípicadohai-kai, o conhecimentolíricoque nos situa como ‘num fio
de navalha, entre o diáfano e o espeso’. Bashô ou Kikabu, os grandes mestres japoneses
do hai-kai, poderiamdeleitar-se como contrapontodo Hai-Kai brasileiro de Olga Savary.”
(COELHO, 2002, p. 528)
O comentárioacima de GerardoMelloMourão, publicado em1986,
para o prefáciodo livro“Hai-Kai”(1977- 1986) de OlgaSavary.
Poetisaoupoeta
Eu lírico feminino Eu lírico masculino
Eu lírico implícito
HAI-KAIS (1977-1986)
(Inéditos do livro REPERTÓRIO SELVAGEM)
Teipó
Tudo o que sei
aprendi da água, ela diz.
E arde sem saber.
Enuçaua
Culpa sem falta e sem volta,
só sobrevivo entre auroras
se o perigo é o que amo na vida
natural.
Uaruá / Caapura
De tanto perseguir-te mato adentro
o que deixo de meus passos pela trilha
é confundir teu rastro no meu rastro.
Umbueçaua
De coisas plenas melhor
não fazer alarde. Amor
que mais é senão gorjeta?
Mairamé
Amor é de se ver como
religião ou uma prisão.
Afinal tenho uma.
Amurupe
Ao mar, ao mar – diz o velame à nave
ao levar a confundida cabeça: Eu não
te amo
amo só o prazer que tu me dás.
Iaraqui
Vampiro, em uma tarde
bebo-te todo o sangue
da vida.
Uíre
Não sou esfinge, mas daqui não saio.
E vivo estátua de sal?
Não: de mel.
Aetecupi
Dois ventres destilam licores raros
no momento final de êxtase e horror
E quatro olhos veem a beleza do
naufrágio.
Catuana
Sangria desatada.
Vais me diluviando
aleluiada.
----------- recorte aqui ------------------------------------------------------------------------------------
Vocabulárioem Tupi-guarani:
AETECUPI , em Tupi, significa ASSIM SIM.C
ATUANA , em Tupi, significa PAZ.
ENUÇAUA, em Tupi, significa POSTURA.
IARAQUI , em Tupi, significa BEBIDA INEBRIANTE.
MAIRAMÉ , em Tupi, significa QUANDO.
TEIPó, em Tupi, significa FINALMENTE.
UARUÁ/CAAPURA, em Tupi, significa ESPELHO /DENTRO DO MATO.
UíRE , em Tupi, significa VIR À TONA.
UMBUEÇAUA , em Tupi, significa AULA.
O que você mais curtiu sobre Eu-lírico e Hai-Kai ?
Olga Savary
Livro: ANIMA ANIMALIS
(1996)
Beija-flor
De esperanças homens usam
minhas asas de metáfora:
polinizo liberdade.
Lobo-Guará
Do meu alvo esperto
de longe nem chego perto
desconfiado e alerta.
Peixe
Vi o rio nascer
da minha guelra e nela
armadilho o mar.
Sapo
De girino a encantado,
onde está meu vero ego,
beijo príncipe me fará.
Tamanduá
Cada dia a língua
do desejo reinventa
cupins e formigas.
Poema
Eu lírico
-----------------
-----------------
Autora ou
autor
Poetisa ou
---------------
RUDÁ ( 1990-1994)
Parte 01: RETRATOS (Amor à Gente)
Rudá
Rudá, em tupi, o nome
do amor que se nasce,
amor do qual se morre.
BIBLIOGRAFIA :
BORTONNI-RICARDO, Stella Maris. Educação em Língua Materna: a sociolinguística na sala
de aula. São Paulo: Parábola Editorial, 2004.
BORTONNI-RICARDO, Stella Maris. Professor pesquisador: introdução à pesquisa
qualitativa. São Paulo: Parábola Editorial, 2008.
CEREJA, William. Ensino de Literatura: uma proposta dialógica para o trabalho com
literatura. São Paulo: Atual, 2005.
COELHO, Nelly Novaes. Dicionário crítico de escritoras brasileiras: (1711- 2001). São Paulo:
Escrituras Editora, 2002.
CONSENZA , Ramon M. e GUERRA, Leonor B. Neurociência e educação: como o cérebro
aprende. Porto Alegre: Artmed, 2011.
COSSON, Rildo. Letramento literário: teoria e prática. São Paulo: Contexto, 2007.
DEHAENE, Stanislas. Os neurônios da leitura: como a ciência explica a nossa capacidade de
ler. Tradução de Leonor Scliar-Cabral. Porto Alere: Penso, 2012.
ECO, Umberto. Obra Aberta: forma e indeterminação nas poéticas contemporâneas. 9ª ed..
São Paulo: Perspectiva, 2012.
GOMES, Carlos Magno. Leitura interdisciplinar e estudos culturais. Anais do SILEL. Vol. 01.
Uberlândia: EDUFU, 2009. Disponível em: http://www.ileel2.ufu.br/anaisdosilel/wp-
content/uploads/2014/04/silel2009_gt_lt01_artigo_6.pdf >>. Acessado: 12-03-2014.
KLEIMAN, Ângela B. Leitura: Ensino e pesquisa. São Paulo: Pontes, 2004.
LAJOLO, Marisa. Do mundo da leitura para a leitura do mundo. São Paulo: Ática, 2006.
LEFFA, Vilson. Aspectos da leitura. Porto Alegre: Sagra: DC Luzzatto, 1996.
MASSAUD, Moisés. Dicionário de termos literários.Cultrix, São Paulo, 1974.
RAMALHO, Christina. Poemas épicos: estratégias de leitura. Rio de Janeiro: Uapê, 2013.
SAVARY, Olga. Repertório Selvagem: obra reunida:12 livros de poesia (1947 - 1998). Rio de
Janeiro: Biblioteca Nacional/ Multimais/ Universidade de Mogi das Cruzes, 1998.
SILVA, Anazildo Vasconcelos. Semiotização literária do discurso. Rio de Janeiro: Elo, 1984.
Endereços eletrônicos:
INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira). Censo escolar
2013. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/basica-censo-escolar-sinopse-sinopse .Acessado :
30/ 09/ 2013.
Imagem 01 de Olga Savary: http://www.proparnaiba.com/artes/2013/09/26/renata-olga-astrid-ou-
pallottini-savary-cabral.html
Imagem 02 de Olga Savary: https://www.youtube.com/watch?v=EQx67qFz4jU
Imagem 03 da tesoura : http://cdn2.freepik.com/image/th/318-9373.jpg

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Prova de língua portuguesa e literatura brasileira a , manhã
Prova de língua portuguesa e literatura brasileira  a , manhãProva de língua portuguesa e literatura brasileira  a , manhã
Prova de língua portuguesa e literatura brasileira a , manhãma.no.el.ne.ves
 
Prova aberta de língua portuguesa ufmg 2011
Prova aberta de língua portuguesa ufmg 2011Prova aberta de língua portuguesa ufmg 2011
Prova aberta de língua portuguesa ufmg 2011ma.no.el.ne.ves
 
SEMANA DO FERA 2014 - SEGUNDO ANO
SEMANA DO FERA 2014 - SEGUNDO ANOSEMANA DO FERA 2014 - SEGUNDO ANO
SEMANA DO FERA 2014 - SEGUNDO ANOPaulo Alexandre
 
Terceira aplicação do enem 2014: Literatura
Terceira aplicação do enem 2014: LiteraturaTerceira aplicação do enem 2014: Literatura
Terceira aplicação do enem 2014: Literaturama.no.el.ne.ves
 
Exercícios sobre figuras semânticas 01
Exercícios sobre figuras semânticas 01Exercícios sobre figuras semânticas 01
Exercícios sobre figuras semânticas 01ma.no.el.ne.ves
 
Intertextualidade
IntertextualidadeIntertextualidade
Intertextualidadelisiane23
 
Visão geral das figuras de linguagem
Visão geral das figuras de linguagemVisão geral das figuras de linguagem
Visão geral das figuras de linguagemma.no.el.ne.ves
 
Exrcícios de t rovadorismo e humanismo
Exrcícios de t rovadorismo e humanismoExrcícios de t rovadorismo e humanismo
Exrcícios de t rovadorismo e humanismoRaquel Dos Santos
 
Intertextualidade
IntertextualidadeIntertextualidade
Intertextualidadevanysouza
 
Terceira aplicação do enem 2016, compreensão textxual
Terceira aplicação do enem 2016, compreensão textxualTerceira aplicação do enem 2016, compreensão textxual
Terceira aplicação do enem 2016, compreensão textxualma.no.el.ne.ves
 
Prova b de língua portuguesa e literatura, ufmg 2013
Prova b de língua portuguesa e literatura, ufmg 2013Prova b de língua portuguesa e literatura, ufmg 2013
Prova b de língua portuguesa e literatura, ufmg 2013ma.no.el.ne.ves
 
Aspectos gramaticais no enem 2010
Aspectos gramaticais no enem 2010Aspectos gramaticais no enem 2010
Aspectos gramaticais no enem 2010ma.no.el.ne.ves
 
Segunda aplicação do enem 2014, Literatura
Segunda aplicação do enem 2014, LiteraturaSegunda aplicação do enem 2014, Literatura
Segunda aplicação do enem 2014, Literaturama.no.el.ne.ves
 

Mais procurados (20)

Aula intertextualidade
Aula intertextualidadeAula intertextualidade
Aula intertextualidade
 
AULÃO - SEGUNDO ANO
AULÃO - SEGUNDO ANOAULÃO - SEGUNDO ANO
AULÃO - SEGUNDO ANO
 
Prova de língua portuguesa e literatura brasileira a , manhã
Prova de língua portuguesa e literatura brasileira  a , manhãProva de língua portuguesa e literatura brasileira  a , manhã
Prova de língua portuguesa e literatura brasileira a , manhã
 
Intertextualidade
IntertextualidadeIntertextualidade
Intertextualidade
 
Prova aberta de língua portuguesa ufmg 2011
Prova aberta de língua portuguesa ufmg 2011Prova aberta de língua portuguesa ufmg 2011
Prova aberta de língua portuguesa ufmg 2011
 
A ficção nas mídias
A ficção nas mídiasA ficção nas mídias
A ficção nas mídias
 
SEMANA DO FERA 2014 - SEGUNDO ANO
SEMANA DO FERA 2014 - SEGUNDO ANOSEMANA DO FERA 2014 - SEGUNDO ANO
SEMANA DO FERA 2014 - SEGUNDO ANO
 
Terceira aplicação do enem 2014: Literatura
Terceira aplicação do enem 2014: LiteraturaTerceira aplicação do enem 2014: Literatura
Terceira aplicação do enem 2014: Literatura
 
Exercícios sobre figuras semânticas 01
Exercícios sobre figuras semânticas 01Exercícios sobre figuras semânticas 01
Exercícios sobre figuras semânticas 01
 
Aula ocaderno2ano
Aula ocaderno2anoAula ocaderno2ano
Aula ocaderno2ano
 
Intertextualidade
IntertextualidadeIntertextualidade
Intertextualidade
 
Intertextualidade
IntertextualidadeIntertextualidade
Intertextualidade
 
Slides Paráfrase
Slides Paráfrase Slides Paráfrase
Slides Paráfrase
 
Visão geral das figuras de linguagem
Visão geral das figuras de linguagemVisão geral das figuras de linguagem
Visão geral das figuras de linguagem
 
Exrcícios de t rovadorismo e humanismo
Exrcícios de t rovadorismo e humanismoExrcícios de t rovadorismo e humanismo
Exrcícios de t rovadorismo e humanismo
 
Intertextualidade
IntertextualidadeIntertextualidade
Intertextualidade
 
Terceira aplicação do enem 2016, compreensão textxual
Terceira aplicação do enem 2016, compreensão textxualTerceira aplicação do enem 2016, compreensão textxual
Terceira aplicação do enem 2016, compreensão textxual
 
Prova b de língua portuguesa e literatura, ufmg 2013
Prova b de língua portuguesa e literatura, ufmg 2013Prova b de língua portuguesa e literatura, ufmg 2013
Prova b de língua portuguesa e literatura, ufmg 2013
 
Aspectos gramaticais no enem 2010
Aspectos gramaticais no enem 2010Aspectos gramaticais no enem 2010
Aspectos gramaticais no enem 2010
 
Segunda aplicação do enem 2014, Literatura
Segunda aplicação do enem 2014, LiteraturaSegunda aplicação do enem 2014, Literatura
Segunda aplicação do enem 2014, Literatura
 

Semelhante a Plano de português para ensino fundamental profletras

O TREM DE FERRO QUE PASSA A ORALIDADE: uma análise que aborda a estética oral...
O TREM DE FERRO QUE PASSA A ORALIDADE: uma análise que aborda a estética oral...O TREM DE FERRO QUE PASSA A ORALIDADE: uma análise que aborda a estética oral...
O TREM DE FERRO QUE PASSA A ORALIDADE: uma análise que aborda a estética oral...Allan Diego Souza
 
Antonio candido na sala de aula
Antonio candido   na sala de aulaAntonio candido   na sala de aula
Antonio candido na sala de aulasuhwindflower
 
27207.pptx
27207.pptx27207.pptx
27207.pptxRecyda1
 
Qualificação de mestrado
Qualificação de mestradoQualificação de mestrado
Qualificação de mestradoVal Valença
 
Sequencia didatica poesia
Sequencia didatica poesiaSequencia didatica poesia
Sequencia didatica poesiaKeila Arruda
 
Caderno atps literaturas_de_língua_inglesa_v2
Caderno atps literaturas_de_língua_inglesa_v2Caderno atps literaturas_de_língua_inglesa_v2
Caderno atps literaturas_de_língua_inglesa_v2ADRIANA BECKER
 
O TREM DE FERRO QUE PASSA A ORALIDADE: uma análise que aborda a estética oral...
O TREM DE FERRO QUE PASSA A ORALIDADE: uma análise que aborda a estética oral...O TREM DE FERRO QUE PASSA A ORALIDADE: uma análise que aborda a estética oral...
O TREM DE FERRO QUE PASSA A ORALIDADE: uma análise que aborda a estética oral...Allan Diego Souza
 
Ppt 5º encontro ano 2
Ppt 5º encontro ano 2Ppt 5º encontro ano 2
Ppt 5º encontro ano 2miesbella
 
Situação de aprendizagem aparecida martins borges testa
Situação de aprendizagem   aparecida martins borges testaSituação de aprendizagem   aparecida martins borges testa
Situação de aprendizagem aparecida martins borges testaclaricelis
 
Unidade didática português
Unidade didática portuguêsUnidade didática português
Unidade didática portuguêsAleques Mateus
 
Sa valquíria final
Sa valquíria finalSa valquíria final
Sa valquíria finalMurilo Lopes
 
Apresentação do TCC: Fernando Pessoa e Heterônimos
Apresentação do TCC: Fernando Pessoa e HeterônimosApresentação do TCC: Fernando Pessoa e Heterônimos
Apresentação do TCC: Fernando Pessoa e HeterônimosFelipe De Souza Costa
 
Sequenciadidaticapoesia130709093055phpapp01
Sequenciadidaticapoesia130709093055phpapp01Sequenciadidaticapoesia130709093055phpapp01
Sequenciadidaticapoesia130709093055phpapp01Maria Rosilene
 
Práticas de produção de texto no primeiro ano
Práticas de produção de texto no primeiro anoPráticas de produção de texto no primeiro ano
Práticas de produção de texto no primeiro anoAprender com prazer
 

Semelhante a Plano de português para ensino fundamental profletras (20)

O TREM DE FERRO QUE PASSA A ORALIDADE: uma análise que aborda a estética oral...
O TREM DE FERRO QUE PASSA A ORALIDADE: uma análise que aborda a estética oral...O TREM DE FERRO QUE PASSA A ORALIDADE: uma análise que aborda a estética oral...
O TREM DE FERRO QUE PASSA A ORALIDADE: uma análise que aborda a estética oral...
 
Antonio candido na sala de aula
Antonio candido   na sala de aulaAntonio candido   na sala de aula
Antonio candido na sala de aula
 
27207.pptx
27207.pptx27207.pptx
27207.pptx
 
27207.pptx
27207.pptx27207.pptx
27207.pptx
 
Qualificação de mestrado
Qualificação de mestradoQualificação de mestrado
Qualificação de mestrado
 
Teoria da literatura i vol2
Teoria da literatura i vol2Teoria da literatura i vol2
Teoria da literatura i vol2
 
Sequencia didatica poesia
Sequencia didatica poesiaSequencia didatica poesia
Sequencia didatica poesia
 
Caderno atps literaturas_de_língua_inglesa_v2
Caderno atps literaturas_de_língua_inglesa_v2Caderno atps literaturas_de_língua_inglesa_v2
Caderno atps literaturas_de_língua_inglesa_v2
 
O TREM DE FERRO QUE PASSA A ORALIDADE: uma análise que aborda a estética oral...
O TREM DE FERRO QUE PASSA A ORALIDADE: uma análise que aborda a estética oral...O TREM DE FERRO QUE PASSA A ORALIDADE: uma análise que aborda a estética oral...
O TREM DE FERRO QUE PASSA A ORALIDADE: uma análise que aborda a estética oral...
 
Poesia 12 aulas
Poesia 12 aulasPoesia 12 aulas
Poesia 12 aulas
 
Ppt 5º encontro ano 2
Ppt 5º encontro ano 2Ppt 5º encontro ano 2
Ppt 5º encontro ano 2
 
Situação de aprendizagem aparecida martins borges testa
Situação de aprendizagem   aparecida martins borges testaSituação de aprendizagem   aparecida martins borges testa
Situação de aprendizagem aparecida martins borges testa
 
Sequencia didatica poesia
Sequencia didatica poesiaSequencia didatica poesia
Sequencia didatica poesia
 
Unidade didática português
Unidade didática portuguêsUnidade didática português
Unidade didática português
 
Valquíria final
Valquíria finalValquíria final
Valquíria final
 
Sa valquíria final
Sa valquíria finalSa valquíria final
Sa valquíria final
 
Apresentação do TCC: Fernando Pessoa e Heterônimos
Apresentação do TCC: Fernando Pessoa e HeterônimosApresentação do TCC: Fernando Pessoa e Heterônimos
Apresentação do TCC: Fernando Pessoa e Heterônimos
 
Sequenciadidaticapoesia130709093055phpapp01
Sequenciadidaticapoesia130709093055phpapp01Sequenciadidaticapoesia130709093055phpapp01
Sequenciadidaticapoesia130709093055phpapp01
 
Práticas de produção de texto no primeiro ano
Práticas de produção de texto no primeiro anoPráticas de produção de texto no primeiro ano
Práticas de produção de texto no primeiro ano
 
Coesão (nelppe)
Coesão (nelppe)Coesão (nelppe)
Coesão (nelppe)
 

Mais de Val Valença

Guia de aprendizagem val valença português 4a unid
Guia de aprendizagem val valença português 4a unidGuia de aprendizagem val valença português 4a unid
Guia de aprendizagem val valença português 4a unidVal Valença
 
Prova de Português com gabarito sobre Caramuru
Prova de Português com gabarito sobre CaramuruProva de Português com gabarito sobre Caramuru
Prova de Português com gabarito sobre CaramuruVal Valença
 
Guia de aprendizagem 3a unid out 2017
Guia de aprendizagem 3a unid out 2017Guia de aprendizagem 3a unid out 2017
Guia de aprendizagem 3a unid out 2017Val Valença
 
Guia de aprendizagem 3a unid out 2017
Guia de aprendizagem 3a unid out 2017Guia de aprendizagem 3a unid out 2017
Guia de aprendizagem 3a unid out 2017Val Valença
 
Português julho 2017
Português julho 2017Português julho 2017
Português julho 2017Val Valença
 
Guia de aprendizagem Português Interdisciplinar 2017
Guia de aprendizagem Português Interdisciplinar 2017Guia de aprendizagem Português Interdisciplinar 2017
Guia de aprendizagem Português Interdisciplinar 2017Val Valença
 
Revisão PORTUGUÊS ENEM RAPIDINHA
Revisão PORTUGUÊS ENEM RAPIDINHARevisão PORTUGUÊS ENEM RAPIDINHA
Revisão PORTUGUÊS ENEM RAPIDINHAVal Valença
 
Modelo de estrutura para solicitação de apoio a projeto.
Modelo de estrutura para solicitação de apoio a projeto.Modelo de estrutura para solicitação de apoio a projeto.
Modelo de estrutura para solicitação de apoio a projeto.Val Valença
 
Nivelamento Ensino Médio Português
Nivelamento Ensino Médio PortuguêsNivelamento Ensino Médio Português
Nivelamento Ensino Médio PortuguêsVal Valença
 
Preseed prof. val valença 2016 redação energia e racionamento
Preseed prof. val valença 2016 redação energia e racionamentoPreseed prof. val valença 2016 redação energia e racionamento
Preseed prof. val valença 2016 redação energia e racionamentoVal Valença
 
Organiza o natal atividade
Organiza o natal   atividadeOrganiza o natal   atividade
Organiza o natal atividadeVal Valença
 
1a prova de recuperação semestral sem gabarito
1a prova de recuperação semestral   sem gabarito1a prova de recuperação semestral   sem gabarito
1a prova de recuperação semestral sem gabaritoVal Valença
 
1a prova de recuperação semestral com gabarito
1a prova de recuperação semestral com gabarito1a prova de recuperação semestral com gabarito
1a prova de recuperação semestral com gabaritoVal Valença
 
Prova de português interdisciplinar
Prova de português interdisciplinar Prova de português interdisciplinar
Prova de português interdisciplinar Val Valença
 
Seminário de Literatura para Ensino Médio
Seminário de Literatura para Ensino MédioSeminário de Literatura para Ensino Médio
Seminário de Literatura para Ensino MédioVal Valença
 
Guia de aprendizagem Português ensino médio
Guia de aprendizagem Português ensino médioGuia de aprendizagem Português ensino médio
Guia de aprendizagem Português ensino médioVal Valença
 
Guia de aprendizagem de Português 1° ano do Ensino Médio do Tempo Integral
Guia de aprendizagem de Português 1° ano do Ensino Médio do Tempo Integral Guia de aprendizagem de Português 1° ano do Ensino Médio do Tempo Integral
Guia de aprendizagem de Português 1° ano do Ensino Médio do Tempo Integral Val Valença
 
Guia de aprendizagem 2a unid
Guia de aprendizagem 2a unidGuia de aprendizagem 2a unid
Guia de aprendizagem 2a unidVal Valença
 

Mais de Val Valença (20)

Guia de aprendizagem val valença português 4a unid
Guia de aprendizagem val valença português 4a unidGuia de aprendizagem val valença português 4a unid
Guia de aprendizagem val valença português 4a unid
 
Prova de Português com gabarito sobre Caramuru
Prova de Português com gabarito sobre CaramuruProva de Português com gabarito sobre Caramuru
Prova de Português com gabarito sobre Caramuru
 
Guia de aprendizagem 3a unid out 2017
Guia de aprendizagem 3a unid out 2017Guia de aprendizagem 3a unid out 2017
Guia de aprendizagem 3a unid out 2017
 
Guia de aprendizagem 3a unid out 2017
Guia de aprendizagem 3a unid out 2017Guia de aprendizagem 3a unid out 2017
Guia de aprendizagem 3a unid out 2017
 
Português julho 2017
Português julho 2017Português julho 2017
Português julho 2017
 
Guia de aprendizagem Português Interdisciplinar 2017
Guia de aprendizagem Português Interdisciplinar 2017Guia de aprendizagem Português Interdisciplinar 2017
Guia de aprendizagem Português Interdisciplinar 2017
 
Revisão PORTUGUÊS ENEM RAPIDINHA
Revisão PORTUGUÊS ENEM RAPIDINHARevisão PORTUGUÊS ENEM RAPIDINHA
Revisão PORTUGUÊS ENEM RAPIDINHA
 
Modelo de estrutura para solicitação de apoio a projeto.
Modelo de estrutura para solicitação de apoio a projeto.Modelo de estrutura para solicitação de apoio a projeto.
Modelo de estrutura para solicitação de apoio a projeto.
 
Nivelamento Ensino Médio Português
Nivelamento Ensino Médio PortuguêsNivelamento Ensino Médio Português
Nivelamento Ensino Médio Português
 
Desafio 2nov 2017
Desafio 2nov 2017Desafio 2nov 2017
Desafio 2nov 2017
 
Aula na ufs 2016
Aula na ufs 2016Aula na ufs 2016
Aula na ufs 2016
 
Preseed prof. val valença 2016 redação energia e racionamento
Preseed prof. val valença 2016 redação energia e racionamentoPreseed prof. val valença 2016 redação energia e racionamento
Preseed prof. val valença 2016 redação energia e racionamento
 
Organiza o natal atividade
Organiza o natal   atividadeOrganiza o natal   atividade
Organiza o natal atividade
 
1a prova de recuperação semestral sem gabarito
1a prova de recuperação semestral   sem gabarito1a prova de recuperação semestral   sem gabarito
1a prova de recuperação semestral sem gabarito
 
1a prova de recuperação semestral com gabarito
1a prova de recuperação semestral com gabarito1a prova de recuperação semestral com gabarito
1a prova de recuperação semestral com gabarito
 
Prova de português interdisciplinar
Prova de português interdisciplinar Prova de português interdisciplinar
Prova de português interdisciplinar
 
Seminário de Literatura para Ensino Médio
Seminário de Literatura para Ensino MédioSeminário de Literatura para Ensino Médio
Seminário de Literatura para Ensino Médio
 
Guia de aprendizagem Português ensino médio
Guia de aprendizagem Português ensino médioGuia de aprendizagem Português ensino médio
Guia de aprendizagem Português ensino médio
 
Guia de aprendizagem de Português 1° ano do Ensino Médio do Tempo Integral
Guia de aprendizagem de Português 1° ano do Ensino Médio do Tempo Integral Guia de aprendizagem de Português 1° ano do Ensino Médio do Tempo Integral
Guia de aprendizagem de Português 1° ano do Ensino Médio do Tempo Integral
 
Guia de aprendizagem 2a unid
Guia de aprendizagem 2a unidGuia de aprendizagem 2a unid
Guia de aprendizagem 2a unid
 

Último

As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzparte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzAlexandrePereira818171
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira partecoletivoddois
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxAntonioVieira539017
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptxErivaldoLima15
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzparte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 

Plano de português para ensino fundamental profletras

  • 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO MESTRADO PROFISSIONAL EM LETRAS – PROFLETRAS UFS/ITABAIANA Planode Aula Disciplina: AspectosSociocognitivose Metacognitivosdaleiturae daescrita Prof.a.Dr.a. MariléiaReis Tema:Estratégiasmetacognitivasemleiturae escrita Aula:O Eu líricodo GêneroLírico e a composiçãodeum Hai-Kai O que cada estudantepoderá aprender com esta aula? De acordo com as Matrizes de Língua Portuguesa do 9º ano do Ensino Fundamental, composta de seis tópicos,estapropostaenfatizaoTópicoI,maisconhecidocomo“Procedimentosde leitura”.Comexceçãodo descritorde númerocatorze,espera-se possibilitarasrealizaçõesde cincodescritoresque são:D1 – Localizar informações explícitas no texto; D3 – Inferir o sentido de uma palavra ou expressão; D4 – Inferir uma informação implícita em um texto; D6 – Identificar o tema de um texto1 . 1. Estudantesserão motivadosa aprendersobre a cultura Tupi-guarani,a partir de poemascurtos (Hai-Kai) de Olga Savary (1933). 2. Estudantes com poemas curtos sugestivosserão motivados a identificaro gênerodo Eu lírico: femininoou masculino. 3. Cada estudante poderá concluir que a poetisa (ou poeta) não são as mesmas pessoas que se apresentam em forma de Eu lírico nos poemas pertencentes ao Gênero Lírico. Duração/ etapas dasatividades (aproximadamenteumasemana): 1ª parte da aula: Apresentação da cultura indígena através de um pouco sobre o Tupi- Guarani. (Sugestão: contar a história do personagemPolicarpo Quaresma do autor Lima Barreto (1881 – 1922), que propôs uma reforma política para umamudançado idiomabrasileiroparaoTupi-guarani,inspiradonosestudosnacionais). Porfim, apresentarum pouco da história de vida da poliglota, tradutora de Pablo Neruda, a poetisa carioca Olga Savary. - 01 hora/ aula 2ª parte da aula: O/a professor(a),único de posse dos significados das palavras em Tupi-guarani que intitulam os poemas de Olga Savary, ao propor uma nova ressignificação aos texto líricos, oferece apenas os significados em português,paraconferirse,através de induçãoe dedução,estudantesconseguirãoretrilharoscaminhosdo Eu lírico e o da poetisa. ---- 01 hora/ aula 3ª parte da aula:O/a professor(a)iráensinar,apartirdospoemasestudadosdaobra“HAI-KAI”(1986) de OlgaSavary, o que é realmente umEulíricofemininooumasculinoe qual adiferençadelesemrelaçãoaoAutor.Quandoopoema apresentar-se em terceira pessoa, estudantes irão reconhecer um Eu lírico implícito e farão o discernimento entre este “Eu/ele” e a poetisa ou poeta. ---- 01 hora/ aula 4ª parte da aula: A avaliação refere-se à análise dos poemas curtos de Olga Savary que ajudam aa compor a obra “Anima Animalis” (2008), escrita em 1996. Cada estudante está pronto para reconhecer o Eu lírico explícito e o implícito em cada poema? Ele sabe o ler de forma convincente? Ele consegue produzir um texto curto sob a forma Lírica? --------- 02 horas/ aula: (01 aula só para avaliação de leitura e a outra só para respostas na apostila). 1 Disponível em: << http://provabrasil.inep.gov.br/downloads>>.Acesso em: 23/06/2014.
  • 2. Conhecimentos Prévios (esquemas cognitivos, aspectos sociocognitivos) trabalhados pelo professor com estudantes:  Como o poemaHai-Kai é uma forma lírica oriental,japonesa,quemensiná-la,aorebuscar os conhecimentos de cada estudante em relação aos saberes acumulados anteriormente sobre a diferenças entre os povos ocidentais e ospovosorientais,háde ressaltarapaixãopelapoesiacomumaforte semelhançanadiversidade cultural;  Quemnão sabe o que é uma rima? Sendoassim, para quem ensina,é de bom proveito rebuscara noção de ritmo e rima. Embora seja um pouco comum, não será banal e será válido mostrar que algumas cantigas populares, como “BATATTINHA QUANDO NASCE/ ESPARRAMA PELO CHÃO”, apresentam a forma da redondilhamaior(7versos),nestecaso,e redondilhamenor(5versos) emoutroscasos,acausar sonoridade. Por quê seriabom?Porque oHai-Kai é uma formalírica elaboradacomuma formaortodoxade 5-7- 5 versos. Estratégiase recursos da aula:  A primeiraestratégiaé buscarum franco debate sobre a diversidade cultural,inspiradosnospreceitosdaLei 11. 645/ 2008. 2  Estratégiasde interpretaçãode textopermitidaspela teoriadaSemiotização Literária do Discurso (1984), com AnazildoVasconcelosdaSilva; pelateoriasobre oslimitesdainterpretação,com Umberto Eco (2012); e com ChristinaRamalho(2013) e o conceitode circularidade cultural3 ,coma percepção do “lugar da fala autoral”.  Elaboração de uma apostila com o apoio de textos em caráter multimodal ou multissemiótico (KLEYMAN, 2005, p. 48)4 como auxíliode imagensdaescritoraOlgaSavarye de esquemas(LEFFA,1996,p.37) para ajudar no discernimento entre Eu lírico masculino e feminino e poetisa e poeta5 .  Em grupo,atividadesde leiturae inferênciaparaestimulara fruiçãode textoslíricoscurtos. Para isso,quem ensina recortará a apostila e ocultará os significados dos nomes que estão em Tupi. Então, ele laçará os significados em português, mas sem as referências em Tupi-guarani. Assim, ocorrerá uma busca pelos caminhos trilhados pela autora carioca Olga Savary, através de uma ressignificação dos títulos. Avaliação:  Em anexo, a apostilaoferece doistiposde avaliação que serãopostosemprática: 1. A primeira avaliação, descompromissada, embora com a intenção de estimular o desenvolvimento da leitura,atravésdaatividade lúdica,nointuitode ressignificarostítulosoriginais(escritoemTupi-guarani), será feita a partir dos poemas da primeira folha, pertencentes ao livro “Hai-Kai” (2008); 2. A segundaavaliação,maisarbitrária, atravésde esquemas,exploraodomíniodo conhecimentotécnico, ouseja,a competênciae ahabilidade de leituracapazde identificar,emHai-Kai”,asmanifestaçõesdoEu- lírico. 2 Segundo o MEC, “(...) as escolas não indígenas devem desenvolver estratégias pedagógicas com o objetivo de promover e valorizar a diversidade cultural, tendo em vista a presença de “diversos outros” na escola. Uma das estratégias ancoradas na legislação educacional vigente diz respeito à inserção da temática indígena nos currículos das escolas públicas e privadas de Educação Básica. Os conteúdos referentes a esta temática “serão ministrados no âmbito de todo o currículo escolar, em especial nas áreas de educação artística e de literatura e história brasileiras”, nos termos do art. 26-A da LDB com a redação dada pela Lei n° 11.645/2008. (MEC, 2013, p. 381) Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&task=doc_download&gid=15548&Itemid= Acesso: 23/06/2014 3 Segundo Ramalho, em nota de rodapé número 17, “Processo semiótico vicioso que envolve a perpetuação, dentro das sociedades, de determinadas imagens míticas, que tomadas nas versões que respaldam a hierarquia social e os valores nelas contidos, perdem o caráter multissignificativo do mito. (...)” (RAMALHO, 2013, p. 106) 4 “Textos multissemióticos ou multimodais: textos que combinam diferentes modos de representação (imagens, música, cores, língua escrita, língua falada), que devem ser levados em conta na sua interpretação.” (KLEYMAN, 2010, p. 48) 5 Segundo Leffa (1996),“Os esquemas acionados pelo leitor orientam suas inferências.(...) Sem o acionamento de um esquema, a compreensão não é possível.(...) Persistindo a impossibilidadedeacionar umesquema, a tentativa de leitura torna-sepenosa e o colapso da compreensão é inevitável. (...)” (LEFFA, 1996, p. 38)
  • 3. Colégio Estadual Gilson Amado ProfessorVal Valença Meunome: Turma: 9º ano do EnsinoFundamental Data de hoje: / / Língua Portuguesa Tema da aula: Eu lírico femininoouEu líricoMasculino emHai-Kai “ Nem sempre será ortodoxo, no escandir do metro o hai-kai que agora nos oferece Olga Savary. [...] Porém elaguarda, com mestriamaior, aquilo que os haicaistas definem como a virtualidade poéticatípicadohai-kai, o conhecimentolíricoque nos situa como ‘num fio de navalha, entre o diáfano e o espeso’. Bashô ou Kikabu, os grandes mestres japoneses do hai-kai, poderiamdeleitar-se como contrapontodo Hai-Kai brasileiro de Olga Savary.” (COELHO, 2002, p. 528) O comentárioacima de GerardoMelloMourão, publicado em1986, para o prefáciodo livro“Hai-Kai”(1977- 1986) de OlgaSavary. Poetisaoupoeta Eu lírico feminino Eu lírico masculino Eu lírico implícito
  • 4. HAI-KAIS (1977-1986) (Inéditos do livro REPERTÓRIO SELVAGEM) Teipó Tudo o que sei aprendi da água, ela diz. E arde sem saber. Enuçaua Culpa sem falta e sem volta, só sobrevivo entre auroras se o perigo é o que amo na vida natural. Uaruá / Caapura De tanto perseguir-te mato adentro o que deixo de meus passos pela trilha é confundir teu rastro no meu rastro. Umbueçaua De coisas plenas melhor não fazer alarde. Amor que mais é senão gorjeta? Mairamé Amor é de se ver como religião ou uma prisão. Afinal tenho uma. Amurupe Ao mar, ao mar – diz o velame à nave ao levar a confundida cabeça: Eu não te amo amo só o prazer que tu me dás. Iaraqui Vampiro, em uma tarde bebo-te todo o sangue da vida. Uíre Não sou esfinge, mas daqui não saio. E vivo estátua de sal? Não: de mel. Aetecupi Dois ventres destilam licores raros no momento final de êxtase e horror E quatro olhos veem a beleza do naufrágio. Catuana Sangria desatada. Vais me diluviando aleluiada. ----------- recorte aqui ------------------------------------------------------------------------------------ Vocabulárioem Tupi-guarani: AETECUPI , em Tupi, significa ASSIM SIM.C ATUANA , em Tupi, significa PAZ. ENUÇAUA, em Tupi, significa POSTURA. IARAQUI , em Tupi, significa BEBIDA INEBRIANTE. MAIRAMÉ , em Tupi, significa QUANDO. TEIPó, em Tupi, significa FINALMENTE. UARUÁ/CAAPURA, em Tupi, significa ESPELHO /DENTRO DO MATO. UíRE , em Tupi, significa VIR À TONA. UMBUEÇAUA , em Tupi, significa AULA.
  • 5. O que você mais curtiu sobre Eu-lírico e Hai-Kai ? Olga Savary Livro: ANIMA ANIMALIS (1996) Beija-flor De esperanças homens usam minhas asas de metáfora: polinizo liberdade. Lobo-Guará Do meu alvo esperto de longe nem chego perto desconfiado e alerta. Peixe Vi o rio nascer da minha guelra e nela armadilho o mar. Sapo De girino a encantado, onde está meu vero ego, beijo príncipe me fará. Tamanduá Cada dia a língua do desejo reinventa cupins e formigas. Poema Eu lírico ----------------- ----------------- Autora ou autor Poetisa ou --------------- RUDÁ ( 1990-1994) Parte 01: RETRATOS (Amor à Gente) Rudá Rudá, em tupi, o nome do amor que se nasce, amor do qual se morre.
  • 6. BIBLIOGRAFIA : BORTONNI-RICARDO, Stella Maris. Educação em Língua Materna: a sociolinguística na sala de aula. São Paulo: Parábola Editorial, 2004. BORTONNI-RICARDO, Stella Maris. Professor pesquisador: introdução à pesquisa qualitativa. São Paulo: Parábola Editorial, 2008. CEREJA, William. Ensino de Literatura: uma proposta dialógica para o trabalho com literatura. São Paulo: Atual, 2005. COELHO, Nelly Novaes. Dicionário crítico de escritoras brasileiras: (1711- 2001). São Paulo: Escrituras Editora, 2002. CONSENZA , Ramon M. e GUERRA, Leonor B. Neurociência e educação: como o cérebro aprende. Porto Alegre: Artmed, 2011. COSSON, Rildo. Letramento literário: teoria e prática. São Paulo: Contexto, 2007. DEHAENE, Stanislas. Os neurônios da leitura: como a ciência explica a nossa capacidade de ler. Tradução de Leonor Scliar-Cabral. Porto Alere: Penso, 2012. ECO, Umberto. Obra Aberta: forma e indeterminação nas poéticas contemporâneas. 9ª ed.. São Paulo: Perspectiva, 2012. GOMES, Carlos Magno. Leitura interdisciplinar e estudos culturais. Anais do SILEL. Vol. 01. Uberlândia: EDUFU, 2009. Disponível em: http://www.ileel2.ufu.br/anaisdosilel/wp- content/uploads/2014/04/silel2009_gt_lt01_artigo_6.pdf >>. Acessado: 12-03-2014. KLEIMAN, Ângela B. Leitura: Ensino e pesquisa. São Paulo: Pontes, 2004. LAJOLO, Marisa. Do mundo da leitura para a leitura do mundo. São Paulo: Ática, 2006. LEFFA, Vilson. Aspectos da leitura. Porto Alegre: Sagra: DC Luzzatto, 1996. MASSAUD, Moisés. Dicionário de termos literários.Cultrix, São Paulo, 1974. RAMALHO, Christina. Poemas épicos: estratégias de leitura. Rio de Janeiro: Uapê, 2013. SAVARY, Olga. Repertório Selvagem: obra reunida:12 livros de poesia (1947 - 1998). Rio de Janeiro: Biblioteca Nacional/ Multimais/ Universidade de Mogi das Cruzes, 1998. SILVA, Anazildo Vasconcelos. Semiotização literária do discurso. Rio de Janeiro: Elo, 1984. Endereços eletrônicos: INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira). Censo escolar 2013. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/basica-censo-escolar-sinopse-sinopse .Acessado : 30/ 09/ 2013. Imagem 01 de Olga Savary: http://www.proparnaiba.com/artes/2013/09/26/renata-olga-astrid-ou- pallottini-savary-cabral.html Imagem 02 de Olga Savary: https://www.youtube.com/watch?v=EQx67qFz4jU Imagem 03 da tesoura : http://cdn2.freepik.com/image/th/318-9373.jpg