SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 33
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE
CAMPUS PROF. ALBERTO CARVALHO
PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LETRAS
PROFISSIONAL EM REDE (PROFLETRAS)
UNIDADE DE ITABAIANA
A LÁGRIMA DE UM CAETÉ, DE NÍSIA FLORESTA,
COMO CORPUS SENSÍVEL E POSSÍVEL
PARA O 9° ANO
Waldemar Valença Pereira
Orientadora: Prof.ª Dr.ª Christina B. Ramalho
INTRODUÇÃO
Após conhecermos a façanha literária da escritora
brasileira Dionísia Gonçalves Pinto (1810-1885), mais
conhecida como Nísia Floresta, que, além de vários livros
publicados, escreveu, também, um poema épico indianista
e indigenista, em pleno século XIX, intitulado A lágrima de
um Caeté (1849), sentimo-nos inclinados a produzir uma
pesquisa científica, de cunho profissional, para fortalecer o
ensino de Língua Portuguesa, através do texto literário.
Sendo assim, resolvemos desenvolver estudos sobre “A
lágrima de um Caeté, de Nísia Floresta, como um corpus
sensível e possível para o 9o ano”, resultado do desejo de
mediar momentos de estímulo à leitura da obra poética, no
Ensino Fundamental, entre jovens de 13 a 17 anos de idade.
Sobre a poesia épica
Para que a nossa ação pedagógica
funcionasse de um modo crítico,
fundamentamo-nos em pesquisas de Anazildo
Vasconcelos da Silva, sobre a Semiotização
literária do discurso, posteriormente
desenvolvidas, também, por Christina
Ramalho.
Dupla semiotização
do discurso épico
“O discurso épico caracteriza-se por sua natureza
híbrida, isto é, por apresentar uma dupla instância de
enunciação, a narrativa e a lírica, mesclando por isso
mesmo, em suas manifestações, os gêneros
narrativo e lírico. (…) Com a conversão da proposta
aristotélica em teoria do discurso épico, impõe-se o
reconhecimento da epopéia apenas por sua instância
narrativa, predominante na elaboração discursiva da
épica clássica, fazendo com que a crítica,
inadvertidamente, arrolasse a epopéia ao gênero
narrativo, figurando-a ao lado de uma narrativa de
ficção (…)”
(SILVA e RAMALHO, 2007, p. 49)
CONSIDERAÇÕES CRÍTICAS SOBRE A LÁGRIMA DE UM CAETÉ
Nísia Floresta
Fundamentamo-nos
em estudos de historiografia
literária desenvolvidos por
Constância Lima Duarte.
A lágrima de um caeté
aspectos estéticos, culturais e a recepção crítica
“ Indígenas do Brasil, o que sois vós?
Selvagens? os seus bens já não gozais...
Civilizados? não... vossos tiranos
Cuidosos vos conservam bem distantes
Dessas armas com que ferido tem-vos
De sua ilustração, pobres Caboclos!
Nenum grau possuís!... Perdeste tudo,
Exceto de covarde o nome infame...”
(FLORESTA, 1997, p. 39)
PROPOSTA METODOLÓGICA
Primeiras aulas:
conhecimentos prévios
Próximas aulas:
leitura do poema
com ilustrações
interpretativas
Últimas aulas do projeto
“Poesia ilustrada 2015”
A publicação do poema ilustrado
A avaliação interativa com as pessoas envolvidas
Uma enquete para concluir
Nosso projeto pedagógico e literário, intitulado
“POESIA ILUSTRADA 2015” proporcionou momentos
de mediação, com a juventude, dotando-a de
habilidades e competências linguísticas, para uma
possível aprendizagem sobre heroísmo épico.
Promovemos, assim, uma produção de
ilustrações, tanto de estrofes quanto de episódios do
poema, e publicamos duas versões ilustradíssimas
de A lágrima de um Caeté: uma digital, disponível em
nosso site, na internet, e a outra, impressa, para
compor o acervo da nossa biblioteca escolar.
Disponível em:
https://sites.google.com/site/alagrimadeumcaete/.
Acesso: 07-06-2015.
ANEXOS
Anexo 1: A lágrima de um Caeté, de Nísia Floresta,
com ilustrações
Anexo 2: Enquete 01
Anexo 3: Enquete 02
Anexo 4: Avaliação autêntica
Anexo 5: I Verificação de aprendizagem
Anexo 6: II Verificação de aprendizagem
Anexo 7: Vocabulário para o jogo educacional
“Pode perguntar”
Anexo 8: Guia para explorar os recursos didáticos
disponíveis no site
Ilustração de Saymon N. da S. Santos
9° ano “A” do E.F.
NUNCA FOGEM SEMPRE FOGEM ÀS VEZES FOGEM
0
10
20
30
40
50
60
70
80
90
81.7
7
11
58
34.8
1
SOBRE HERÓIS E HEROÍNAS
2a QUESTÃO
ENQUETE 1
ENQUETE 2
Emporcentagens
4. ANÁLISE DE DADOS
NO TEMPO LIVRE NA CASA DE AMIGO(A)
0
2
4
6
8
10
12
14
52,2%
43,5%
47,8%
56,5%
AVALIAÇÃO AUTÊNTICA 01
GOSTA DE LER?
POSITIVO
NEGATIVO
Númerodepessoas
NO TEMPO LIVRE NA CASA DE AMIGO(A)
0
2
4
6
8
10
12
14
16
82,4%
35,3%
17,6%
64,7%
AVALIAÇÃO AUTÊNTICA 02
VOCÊ GOSTA DE LER ?
POSITIVO
NEGATIVO
Númerodepessoas
5. PROPOSTA PARA ENFRENTAR O PROBLEMA
CONSIDERAÇÕES FINAIS
Reaplicamos o projeto POESIA ILUSTRADA
2015 em outro município sergipano: Santa Luzia do
Itanhi. Escolhemos o 9° ano do Colégio Estadual
Comendador Calazans, no ano letivo de 2015.
O Projeto “POESIA ILUSTRADA 2015”, de modo a
continuar mantendo vivo o desejo de divulgar essa
esquecida obra romântica.
Agradecemos aos pesquisadores Silva e Ramalho
que são responsáveis, respectivamente e
simultaneamente, pelo resgate dos estudos épicos
nacionais em âmbito nacional e internacional.
Inclusive, Ramalho articulou uma rede internacional
de pesquisa de estudos literários por meio do
CIMEEP/UFS - Centro Internacional e Multidisciplinar
de Estudos Épicos da Universidade Federal de
Sergipe.
BIBLIOGRAFIA
MONTAIGNE, Michel. Ensaios. Trad. Sérgio Millet. Vol. 1. São Paulo, Nova
Cultural, 1996.
MORIN, Edgar. A cabeça bem feita: repensar a reforma, reformar o
pensamento. Trad. Eloá Jacobina. 20a ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil,
2012.
RAMALHO, Christina; VIANNA, Beto (Orgs.). Olha o poema na escola.
Aracaju: Infophrafics, 2014.
RAMALHO, Christina. Elas escrevem o épico. Florianópolis: Ed. Mulheres,
2005.
RAMALHO, Christina. Vozes épicas: história e mito segundo as
mulheres. Rio de Janeiro: UFRJ, 2004. Tese de Doutorado.
RAMALHO, Christina. Poemas épicos: estratégias de leitura. Rio de
Janeiro: Uapê, 2013.
RAMALHO, Christina Bielinski; PEREIRA, Waldemar Valença. A recepção
teórica à poesia éica. In: Miguilim Revista Eletrônica do Netlli, Crato, v. 3,
n. 1, p. 128-144, jan.-abr. 2014. Disponível em: <<
http://periodicos.urca.br/ojs/index.php/MigREN/article/download/650/713>>.
Aces-so: 05/01/2015.
ROMERO, Sílvio. Literatura, história e crítica. Luiz
Antônio Barreto (Org.). Rio de Janeiro: Imago Ed.; Aracaju-
Sergipe: Universidade Federal de Sergipe, 2002.
SILVA, Anazildo Vasconcelos; QUESADO, José Clécio
Basílio; DANTAS, José Maria de Souza.
Desconstrução/construção no texto lírico. Rio de
Janeiro: Francisco Alves, 1975.
SILVA, Anazildo Vasconcelos. Semiotização literária do
discurso. Rio de Janeiro: Elo, 1984.
SILVA, Anazildo Vasconcelos. Formação épica da
literatura brasileira. Rio de Janeiro: Elo, 1987.
SILVA, Anazildo Vasconcelos; RAMALHO, Christina.
História da Epopéia Brasileira: teoria, crítica e percurso.
Rio de Janeiro: Garamond, 2007.
AGRADECIMENTOS
A DEUSA DO AMOR
E A TODOS VOCÊS
QUE AQUI ESTÃO
PRESENTES
FIM

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Biografia... é sempre bom conhecer!
Biografia... é sempre bom conhecer!Biografia... é sempre bom conhecer!
Biografia... é sempre bom conhecer!
Lurdes Augusto
 
Biblioteca boletim nº 7 1º pág
Biblioteca   boletim nº 7 1º págBiblioteca   boletim nº 7 1º pág
Biblioteca boletim nº 7 1º pág
bibdjosei2006
 
A Geração De 22 - Prof. Kelly Mendes - Literatura
A Geração De 22 - Prof. Kelly Mendes - LiteraturaA Geração De 22 - Prof. Kelly Mendes - Literatura
A Geração De 22 - Prof. Kelly Mendes - Literatura
Hadassa Castro
 
José Jorge Letria - biografia
José Jorge Letria - biografiaJosé Jorge Letria - biografia
José Jorge Letria - biografia
Lurdes Augusto
 
Raimunda silva
Raimunda silvaRaimunda silva
Raimunda silva
literafro
 

Mais procurados (19)

Biografia... é sempre bom conhecer!
Biografia... é sempre bom conhecer!Biografia... é sempre bom conhecer!
Biografia... é sempre bom conhecer!
 
Biblioteca boletim nº 7 1º pág
Biblioteca   boletim nº 7 1º págBiblioteca   boletim nº 7 1º pág
Biblioteca boletim nº 7 1º pág
 
Sequência didática 2014.2 pibid
Sequência didática 2014.2   pibidSequência didática 2014.2   pibid
Sequência didática 2014.2 pibid
 
Da contribuição nebrijiana à variante linguística: castelhano e espanhol uma ...
Da contribuição nebrijiana à variante linguística: castelhano e espanhol uma ...Da contribuição nebrijiana à variante linguística: castelhano e espanhol uma ...
Da contribuição nebrijiana à variante linguística: castelhano e espanhol uma ...
 
Literatura infantil eli 2013 1
Literatura infantil eli 2013 1Literatura infantil eli 2013 1
Literatura infantil eli 2013 1
 
ENEM-2015 resolvido e comentado: Literatura
ENEM-2015 resolvido e comentado: LiteraturaENEM-2015 resolvido e comentado: Literatura
ENEM-2015 resolvido e comentado: Literatura
 
A Geração De 22 - Prof. Kelly Mendes - Literatura
A Geração De 22 - Prof. Kelly Mendes - LiteraturaA Geração De 22 - Prof. Kelly Mendes - Literatura
A Geração De 22 - Prof. Kelly Mendes - Literatura
 
José Jorge Letria - biografia
José Jorge Letria - biografiaJosé Jorge Letria - biografia
José Jorge Letria - biografia
 
Contacto dezembro 2019
Contacto   dezembro 2019Contacto   dezembro 2019
Contacto dezembro 2019
 
Vo lduclasoares a
Vo lduclasoares aVo lduclasoares a
Vo lduclasoares a
 
Vi Semana de Letras do Ifes (caderno de resumos)
Vi Semana de Letras do Ifes (caderno de resumos)Vi Semana de Letras do Ifes (caderno de resumos)
Vi Semana de Letras do Ifes (caderno de resumos)
 
Oficina de Poemas
Oficina de PoemasOficina de Poemas
Oficina de Poemas
 
Sequência Música
Sequência MúsicaSequência Música
Sequência Música
 
Raimunda silva
Raimunda silvaRaimunda silva
Raimunda silva
 
Contacto junho
Contacto  junhoContacto  junho
Contacto junho
 
CONTAR HISTÓRIAS, UMA ARTE MAIOR ( Celso Sisto)
CONTAR HISTÓRIAS, UMA ARTE MAIOR ( Celso Sisto)CONTAR HISTÓRIAS, UMA ARTE MAIOR ( Celso Sisto)
CONTAR HISTÓRIAS, UMA ARTE MAIOR ( Celso Sisto)
 
Contacto março 2016
Contacto março 2016Contacto março 2016
Contacto março 2016
 
Aquisições - Biblioteca de Jugueiros
Aquisições - Biblioteca de JugueirosAquisições - Biblioteca de Jugueiros
Aquisições - Biblioteca de Jugueiros
 
Aquisições - Biblioteca do Infante
Aquisições - Biblioteca do InfanteAquisições - Biblioteca do Infante
Aquisições - Biblioteca do Infante
 

Semelhante a Aula na ufs 2016

Boletim "Contacto" - novembro 2011
Boletim "Contacto" - novembro 2011Boletim "Contacto" - novembro 2011
Boletim "Contacto" - novembro 2011
Isabel Martins
 
Apresentação do TCC: Fernando Pessoa e Heterônimos
Apresentação do TCC: Fernando Pessoa e HeterônimosApresentação do TCC: Fernando Pessoa e Heterônimos
Apresentação do TCC: Fernando Pessoa e Heterônimos
Felipe De Souza Costa
 
4.12.2013 Oficina Literatura Surda: "Adaptações e traduções de uma cultura su...
4.12.2013 Oficina Literatura Surda: "Adaptações e traduções de uma cultura su...4.12.2013 Oficina Literatura Surda: "Adaptações e traduções de uma cultura su...
4.12.2013 Oficina Literatura Surda: "Adaptações e traduções de uma cultura su...
Grupo Educação, Mídias e Comunidade Surda
 

Semelhante a Aula na ufs 2016 (20)

Nísia Floresta e uma pesquisa de mestrado na UFS
Nísia Floresta e uma pesquisa de mestrado na UFSNísia Floresta e uma pesquisa de mestrado na UFS
Nísia Floresta e uma pesquisa de mestrado na UFS
 
Oficina ufs nísia 2014
Oficina ufs nísia 2014Oficina ufs nísia 2014
Oficina ufs nísia 2014
 
Oficina sobre Nísia Floresta 2014
Oficina sobre Nísia Floresta 2014 Oficina sobre Nísia Floresta 2014
Oficina sobre Nísia Floresta 2014
 
Curto ou longo quali 15082014 (1)
Curto ou longo quali 15082014 (1)Curto ou longo quali 15082014 (1)
Curto ou longo quali 15082014 (1)
 
Boletim "Contacto" - novembro 2011
Boletim "Contacto" - novembro 2011Boletim "Contacto" - novembro 2011
Boletim "Contacto" - novembro 2011
 
A literatura surda e a língua de sinais
A literatura surda e a língua de sinaisA literatura surda e a língua de sinais
A literatura surda e a língua de sinais
 
Apresentação UFMG projeto Literatura Caminhos da História
Apresentação UFMG projeto Literatura Caminhos da HistóriaApresentação UFMG projeto Literatura Caminhos da História
Apresentação UFMG projeto Literatura Caminhos da História
 
Machado de Assis
Machado de AssisMachado de Assis
Machado de Assis
 
Atps lite (2)
Atps lite (2)Atps lite (2)
Atps lite (2)
 
CULTURA DE CORDEL_A MULTIPLICIDADE E O SINGULAR
CULTURA DE CORDEL_A MULTIPLICIDADE E O SINGULARCULTURA DE CORDEL_A MULTIPLICIDADE E O SINGULAR
CULTURA DE CORDEL_A MULTIPLICIDADE E O SINGULAR
 
Tr...pesquisa
Tr...pesquisaTr...pesquisa
Tr...pesquisa
 
Apresentação do TCC: Fernando Pessoa e Heterônimos
Apresentação do TCC: Fernando Pessoa e HeterônimosApresentação do TCC: Fernando Pessoa e Heterônimos
Apresentação do TCC: Fernando Pessoa e Heterônimos
 
Contacto março 2015
Contacto março 2015Contacto março 2015
Contacto março 2015
 
Contacto março 2015
Contacto março 2015Contacto março 2015
Contacto março 2015
 
Contacto abril 2017
Contacto abril   2017Contacto abril   2017
Contacto abril 2017
 
Nísia floresta final.
Nísia floresta final.Nísia floresta final.
Nísia floresta final.
 
4.12.2013 Oficina Literatura Surda: "Adaptações e traduções de uma cultura su...
4.12.2013 Oficina Literatura Surda: "Adaptações e traduções de uma cultura su...4.12.2013 Oficina Literatura Surda: "Adaptações e traduções de uma cultura su...
4.12.2013 Oficina Literatura Surda: "Adaptações e traduções de uma cultura su...
 
Artigo tcc final
Artigo tcc finalArtigo tcc final
Artigo tcc final
 
Literatura infantil
Literatura infantilLiteratura infantil
Literatura infantil
 
Oficinas ecohvale
Oficinas ecohvaleOficinas ecohvale
Oficinas ecohvale
 

Mais de Val Valença

Mais de Val Valença (20)

Guia de aprendizagem val valença português 4a unid
Guia de aprendizagem val valença português 4a unidGuia de aprendizagem val valença português 4a unid
Guia de aprendizagem val valença português 4a unid
 
Prova de Português com gabarito sobre Caramuru
Prova de Português com gabarito sobre CaramuruProva de Português com gabarito sobre Caramuru
Prova de Português com gabarito sobre Caramuru
 
Guia de aprendizagem 3a unid out 2017
Guia de aprendizagem 3a unid out 2017Guia de aprendizagem 3a unid out 2017
Guia de aprendizagem 3a unid out 2017
 
Guia de aprendizagem 3a unid out 2017
Guia de aprendizagem 3a unid out 2017Guia de aprendizagem 3a unid out 2017
Guia de aprendizagem 3a unid out 2017
 
Português julho 2017
Português julho 2017Português julho 2017
Português julho 2017
 
Guia de aprendizagem Português Interdisciplinar 2017
Guia de aprendizagem Português Interdisciplinar 2017Guia de aprendizagem Português Interdisciplinar 2017
Guia de aprendizagem Português Interdisciplinar 2017
 
Revisão PORTUGUÊS ENEM RAPIDINHA
Revisão PORTUGUÊS ENEM RAPIDINHARevisão PORTUGUÊS ENEM RAPIDINHA
Revisão PORTUGUÊS ENEM RAPIDINHA
 
Modelo de estrutura para solicitação de apoio a projeto.
Modelo de estrutura para solicitação de apoio a projeto.Modelo de estrutura para solicitação de apoio a projeto.
Modelo de estrutura para solicitação de apoio a projeto.
 
Nivelamento Ensino Médio Português
Nivelamento Ensino Médio PortuguêsNivelamento Ensino Médio Português
Nivelamento Ensino Médio Português
 
Desafio 2nov 2017
Desafio 2nov 2017Desafio 2nov 2017
Desafio 2nov 2017
 
Preseed prof. val valença 2016 redação energia e racionamento
Preseed prof. val valença 2016 redação energia e racionamentoPreseed prof. val valença 2016 redação energia e racionamento
Preseed prof. val valença 2016 redação energia e racionamento
 
Organiza o natal atividade
Organiza o natal   atividadeOrganiza o natal   atividade
Organiza o natal atividade
 
1a prova de recuperação semestral sem gabarito
1a prova de recuperação semestral   sem gabarito1a prova de recuperação semestral   sem gabarito
1a prova de recuperação semestral sem gabarito
 
1a prova de recuperação semestral com gabarito
1a prova de recuperação semestral com gabarito1a prova de recuperação semestral com gabarito
1a prova de recuperação semestral com gabarito
 
Prova de português interdisciplinar
Prova de português interdisciplinar Prova de português interdisciplinar
Prova de português interdisciplinar
 
Seminário de Literatura para Ensino Médio
Seminário de Literatura para Ensino MédioSeminário de Literatura para Ensino Médio
Seminário de Literatura para Ensino Médio
 
Guia de aprendizagem Português ensino médio
Guia de aprendizagem Português ensino médioGuia de aprendizagem Português ensino médio
Guia de aprendizagem Português ensino médio
 
Guia de aprendizagem de Português 1° ano do Ensino Médio do Tempo Integral
Guia de aprendizagem de Português 1° ano do Ensino Médio do Tempo Integral Guia de aprendizagem de Português 1° ano do Ensino Médio do Tempo Integral
Guia de aprendizagem de Português 1° ano do Ensino Médio do Tempo Integral
 
Guia de aprendizagem 2a unid
Guia de aprendizagem 2a unidGuia de aprendizagem 2a unid
Guia de aprendizagem 2a unid
 
Guia de aprendizagem val valença português 1a unid
Guia de aprendizagem val valença português 1a unidGuia de aprendizagem val valença português 1a unid
Guia de aprendizagem val valença português 1a unid
 

Último

ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
azulassessoria9
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
aulasgege
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Eró Cunha
 

Último (20)

APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docProjeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
 
Atividades adaptada de matemática (Adição pop )
Atividades adaptada de matemática (Adição pop )Atividades adaptada de matemática (Adição pop )
Atividades adaptada de matemática (Adição pop )
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
 

Aula na ufs 2016

  • 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CAMPUS PROF. ALBERTO CARVALHO PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LETRAS PROFISSIONAL EM REDE (PROFLETRAS) UNIDADE DE ITABAIANA A LÁGRIMA DE UM CAETÉ, DE NÍSIA FLORESTA, COMO CORPUS SENSÍVEL E POSSÍVEL PARA O 9° ANO Waldemar Valença Pereira Orientadora: Prof.ª Dr.ª Christina B. Ramalho
  • 2.
  • 3. INTRODUÇÃO Após conhecermos a façanha literária da escritora brasileira Dionísia Gonçalves Pinto (1810-1885), mais conhecida como Nísia Floresta, que, além de vários livros publicados, escreveu, também, um poema épico indianista e indigenista, em pleno século XIX, intitulado A lágrima de um Caeté (1849), sentimo-nos inclinados a produzir uma pesquisa científica, de cunho profissional, para fortalecer o ensino de Língua Portuguesa, através do texto literário. Sendo assim, resolvemos desenvolver estudos sobre “A lágrima de um Caeté, de Nísia Floresta, como um corpus sensível e possível para o 9o ano”, resultado do desejo de mediar momentos de estímulo à leitura da obra poética, no Ensino Fundamental, entre jovens de 13 a 17 anos de idade.
  • 4. Sobre a poesia épica Para que a nossa ação pedagógica funcionasse de um modo crítico, fundamentamo-nos em pesquisas de Anazildo Vasconcelos da Silva, sobre a Semiotização literária do discurso, posteriormente desenvolvidas, também, por Christina Ramalho.
  • 5. Dupla semiotização do discurso épico “O discurso épico caracteriza-se por sua natureza híbrida, isto é, por apresentar uma dupla instância de enunciação, a narrativa e a lírica, mesclando por isso mesmo, em suas manifestações, os gêneros narrativo e lírico. (…) Com a conversão da proposta aristotélica em teoria do discurso épico, impõe-se o reconhecimento da epopéia apenas por sua instância narrativa, predominante na elaboração discursiva da épica clássica, fazendo com que a crítica, inadvertidamente, arrolasse a epopéia ao gênero narrativo, figurando-a ao lado de uma narrativa de ficção (…)” (SILVA e RAMALHO, 2007, p. 49)
  • 6. CONSIDERAÇÕES CRÍTICAS SOBRE A LÁGRIMA DE UM CAETÉ Nísia Floresta Fundamentamo-nos em estudos de historiografia literária desenvolvidos por Constância Lima Duarte.
  • 7. A lágrima de um caeté aspectos estéticos, culturais e a recepção crítica “ Indígenas do Brasil, o que sois vós? Selvagens? os seus bens já não gozais... Civilizados? não... vossos tiranos Cuidosos vos conservam bem distantes Dessas armas com que ferido tem-vos De sua ilustração, pobres Caboclos! Nenum grau possuís!... Perdeste tudo, Exceto de covarde o nome infame...” (FLORESTA, 1997, p. 39)
  • 8. PROPOSTA METODOLÓGICA Primeiras aulas: conhecimentos prévios Próximas aulas: leitura do poema com ilustrações interpretativas
  • 9. Últimas aulas do projeto “Poesia ilustrada 2015” A publicação do poema ilustrado A avaliação interativa com as pessoas envolvidas Uma enquete para concluir
  • 10. Nosso projeto pedagógico e literário, intitulado “POESIA ILUSTRADA 2015” proporcionou momentos de mediação, com a juventude, dotando-a de habilidades e competências linguísticas, para uma possível aprendizagem sobre heroísmo épico. Promovemos, assim, uma produção de ilustrações, tanto de estrofes quanto de episódios do poema, e publicamos duas versões ilustradíssimas de A lágrima de um Caeté: uma digital, disponível em nosso site, na internet, e a outra, impressa, para compor o acervo da nossa biblioteca escolar. Disponível em: https://sites.google.com/site/alagrimadeumcaete/. Acesso: 07-06-2015.
  • 11. ANEXOS Anexo 1: A lágrima de um Caeté, de Nísia Floresta, com ilustrações Anexo 2: Enquete 01 Anexo 3: Enquete 02 Anexo 4: Avaliação autêntica Anexo 5: I Verificação de aprendizagem Anexo 6: II Verificação de aprendizagem Anexo 7: Vocabulário para o jogo educacional “Pode perguntar” Anexo 8: Guia para explorar os recursos didáticos disponíveis no site
  • 12. Ilustração de Saymon N. da S. Santos 9° ano “A” do E.F.
  • 13.
  • 14.
  • 15.
  • 16.
  • 17.
  • 18.
  • 19.
  • 20.
  • 21.
  • 22.
  • 23.
  • 24. NUNCA FOGEM SEMPRE FOGEM ÀS VEZES FOGEM 0 10 20 30 40 50 60 70 80 90 81.7 7 11 58 34.8 1 SOBRE HERÓIS E HEROÍNAS 2a QUESTÃO ENQUETE 1 ENQUETE 2 Emporcentagens 4. ANÁLISE DE DADOS
  • 25. NO TEMPO LIVRE NA CASA DE AMIGO(A) 0 2 4 6 8 10 12 14 52,2% 43,5% 47,8% 56,5% AVALIAÇÃO AUTÊNTICA 01 GOSTA DE LER? POSITIVO NEGATIVO Númerodepessoas
  • 26. NO TEMPO LIVRE NA CASA DE AMIGO(A) 0 2 4 6 8 10 12 14 16 82,4% 35,3% 17,6% 64,7% AVALIAÇÃO AUTÊNTICA 02 VOCÊ GOSTA DE LER ? POSITIVO NEGATIVO Númerodepessoas
  • 27. 5. PROPOSTA PARA ENFRENTAR O PROBLEMA
  • 28. CONSIDERAÇÕES FINAIS Reaplicamos o projeto POESIA ILUSTRADA 2015 em outro município sergipano: Santa Luzia do Itanhi. Escolhemos o 9° ano do Colégio Estadual Comendador Calazans, no ano letivo de 2015. O Projeto “POESIA ILUSTRADA 2015”, de modo a continuar mantendo vivo o desejo de divulgar essa esquecida obra romântica.
  • 29. Agradecemos aos pesquisadores Silva e Ramalho que são responsáveis, respectivamente e simultaneamente, pelo resgate dos estudos épicos nacionais em âmbito nacional e internacional. Inclusive, Ramalho articulou uma rede internacional de pesquisa de estudos literários por meio do CIMEEP/UFS - Centro Internacional e Multidisciplinar de Estudos Épicos da Universidade Federal de Sergipe.
  • 30. BIBLIOGRAFIA MONTAIGNE, Michel. Ensaios. Trad. Sérgio Millet. Vol. 1. São Paulo, Nova Cultural, 1996. MORIN, Edgar. A cabeça bem feita: repensar a reforma, reformar o pensamento. Trad. Eloá Jacobina. 20a ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2012. RAMALHO, Christina; VIANNA, Beto (Orgs.). Olha o poema na escola. Aracaju: Infophrafics, 2014. RAMALHO, Christina. Elas escrevem o épico. Florianópolis: Ed. Mulheres, 2005. RAMALHO, Christina. Vozes épicas: história e mito segundo as mulheres. Rio de Janeiro: UFRJ, 2004. Tese de Doutorado. RAMALHO, Christina. Poemas épicos: estratégias de leitura. Rio de Janeiro: Uapê, 2013. RAMALHO, Christina Bielinski; PEREIRA, Waldemar Valença. A recepção teórica à poesia éica. In: Miguilim Revista Eletrônica do Netlli, Crato, v. 3, n. 1, p. 128-144, jan.-abr. 2014. Disponível em: << http://periodicos.urca.br/ojs/index.php/MigREN/article/download/650/713>>. Aces-so: 05/01/2015.
  • 31. ROMERO, Sílvio. Literatura, história e crítica. Luiz Antônio Barreto (Org.). Rio de Janeiro: Imago Ed.; Aracaju- Sergipe: Universidade Federal de Sergipe, 2002. SILVA, Anazildo Vasconcelos; QUESADO, José Clécio Basílio; DANTAS, José Maria de Souza. Desconstrução/construção no texto lírico. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1975. SILVA, Anazildo Vasconcelos. Semiotização literária do discurso. Rio de Janeiro: Elo, 1984. SILVA, Anazildo Vasconcelos. Formação épica da literatura brasileira. Rio de Janeiro: Elo, 1987. SILVA, Anazildo Vasconcelos; RAMALHO, Christina. História da Epopéia Brasileira: teoria, crítica e percurso. Rio de Janeiro: Garamond, 2007.
  • 32. AGRADECIMENTOS A DEUSA DO AMOR E A TODOS VOCÊS QUE AQUI ESTÃO PRESENTES
  • 33. FIM