SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 28
Baixar para ler offline
T05
FORMAÇÃO BÁSICA EM LEAN
Princípio 5
Perseguir a Perfeição
Objetivos
Os objetivos deste capítulo são os seguintes:
Uma vez estabilizado o processo e criado o
fluxo, temos de trabalhar a melhoria
contínua, e para isso podemos utilizar
diferentes ferramentas que se apresentam
neste capítulo
Perseguir a PERFEIÇÃO
 PDCA
 KPI
 A3
 (Visual) Quadros de gestão
Tools:
PRINCÍPIO 5
Princípio 5
Colocamos valor ao mais alto nível quando se trata de implementações atuais e tomamos medidas.
Há muitas coisas que não compreendemos, por isso perguntamos por que razão não foi tomada
qualquer ação; alguma vez tentou fazer alguma coisa?
Desta forma, estamos conscientes do pouco que sabemos e enfrentamos as falhas, corrigindo-as, na
segunda vez notará outro erro e outra coisa de que não gostou, de tal forma que pode melhorar
novamente.
Assim, através da melhoria constante, ou através da melhoria baseada na ação, qualquer pessoa pode
elevar o seu nível de conhecimento e prática.“
Fujio Cho, Toyota President in 2002
Princípio 5
Perseguir a perfeição
Todos os dias devemos refletir sobre como devemos
fazer as coisas melhor do que no dia anterior
Todos os dias um pouco de cada vez...
Results
Time
Princípio 5
Kaizen:
Trabalhar em conjunto para alcançar uma melhoria contínua.
Kai = mudança
zen = da melhor forma
Princípio 5
Hoshin Kanri
Direção Foco Razão Consistência
"Cada pessoa é a especialista no seu trabalho e devemos usar o poder do
pensamento coletivo de todos para fazer da sua organização a melhor na
sua área. Este é o princípio fundamental de Hoshin Kanri".
Professor Kaoru Ishikawa
A implementação de políticas centra-se
na criação de coesão e ligação
Princípio 5
PDCA
Exemplo: Onderwijsgroep Tilburg
(Centro de Formação)
A nossa ambição coletiva é
proporcionar a melhor educação
dos Países Baixos!
Qualidade visível e comprovada - Educação e formação para uma
carreira - Empregado 3.0 - Posição na região - Melhoria contínua
Missão
5 objetivos estratégicos
Ciclo PDCA e A3
Princípio 5
PDCA
Porquê e como:
 medição do desempenho do processo e/ou
atividade
 pode ser influenciado
 atualizado
 objetivo em relação à situação real
 propriedade
Use: Key Performance Indicator
quantitative, number, norm/target and SMART
KPI
Gestão da Performance:
Princípio 5
KPI
https://www.youtube.com/watch?v=9Co8slUvYj0
Princípio 5
A3
A3 para implementar o PDCA
1. Definição do problema: determinar o assunto e medidas atuais (ad
hoc) (reativas/reparadoras)
2. Determinar o propósito/objetivo/metas
3. Analisar problemas
4. Conceber soluções/contramedidas e fazer plano de implementação
5. Plano de implementação
6. Efeitos das medidas
7. Padronizar o método de trabalho e garantir a sua segurança
8. Fechar o círculo e comunicar os resultados
Princípio 5
A3
1º Passo:
Princípio 5
A3
Princípio 5
A3
2º Passo:
Princípio 5
A3
3º Passo:
Princípio 5
A3
4º Passo:
Princípio 5
A3
5º Passo:
Princípio 5
A3
6º Passo:
Princípio 5
A3
7º Passo:
https://www.youtube.com/watch?v=fqVNs2DbGVU
 Aperfeiçoamento do quadro e das
sessões de conselho
 Avaliações do início do dia/dia
 Passeio Gemba
Princípio 5
Quadros de Gestão
Gestão operacional
Temático e prospetivo:
planear a oferta e a procura
Histórico:
olhar para os resultados alcançados.
Início do dia: um bom
começo do dia é metade da
batalha
Princípio 5
Quadros de Gestão
Gemba = "o verdadeiro lugar" onde
o valor criado
3 pontos de partida importantes
para os passeios gemba:
 Vá ver
 Pergunte porquê
 Mostre respeito
Passeio Gemba:
Princípio 5
Quadros de Gestão
Jogo da Esferográfica
Exercício
LEAN FOR WORK AND LEAN FOR LIFE
Train the trainer to teach Lean skills in VET

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Gestão da Tecnologia - Métodos para Desenvolvimento de Produto
Gestão da Tecnologia - Métodos para Desenvolvimento de ProdutoGestão da Tecnologia - Métodos para Desenvolvimento de Produto
Gestão da Tecnologia - Métodos para Desenvolvimento de ProdutoFabiano Barbieri
 
Programas e Técnicas da Qualidade - Curso online
Programas e Técnicas da Qualidade - Curso onlineProgramas e Técnicas da Qualidade - Curso online
Programas e Técnicas da Qualidade - Curso onlineGAC CURSOS ONLINE
 
AVALIAÇÃO DA EFICÁCIA DO TREINAMENTO
AVALIAÇÃO DA EFICÁCIA DO TREINAMENTOAVALIAÇÃO DA EFICÁCIA DO TREINAMENTO
AVALIAÇÃO DA EFICÁCIA DO TREINAMENTOSebastião Guimarães
 
SCRUM - Produzindo Mais com Menos Tempo
SCRUM - Produzindo Mais com Menos TempoSCRUM - Produzindo Mais com Menos Tempo
SCRUM - Produzindo Mais com Menos TempoDev PP
 
How to Build Roadmaps Focused on Goals and Problems
How to Build Roadmaps Focused on Goals and ProblemsHow to Build Roadmaps Focused on Goals and Problems
How to Build Roadmaps Focused on Goals and ProblemsProduct School
 
Usando PMBOK e SCRUM para maximizar o desempenho em Projetos de consultoria
Usando PMBOK e SCRUM para maximizar o desempenho em Projetos de consultoriaUsando PMBOK e SCRUM para maximizar o desempenho em Projetos de consultoria
Usando PMBOK e SCRUM para maximizar o desempenho em Projetos de consultoriaflaviobcarvalho
 
Pos Graduação Lean Management XV Edicao
Pos Graduação Lean Management XV EdicaoPos Graduação Lean Management XV Edicao
Pos Graduação Lean Management XV EdicaoCLT Valuebased Services
 
Agile brazil 2014 aceleradora ágil - o segredo do sucesso depois de 4 anos...
Agile brazil 2014   aceleradora ágil - o segredo do sucesso depois de 4 anos...Agile brazil 2014   aceleradora ágil - o segredo do sucesso depois de 4 anos...
Agile brazil 2014 aceleradora ágil - o segredo do sucesso depois de 4 anos...Alejandro Olchik
 
Gerenciamento de projetos
Gerenciamento de projetosGerenciamento de projetos
Gerenciamento de projetosPaulo Junior
 
Aceleradora ágil: o que as empresas poderiam aprender deste programa com mai...
Aceleradora ágil: o que as empresas poderiam aprender deste programa com mai...Aceleradora ágil: o que as empresas poderiam aprender deste programa com mai...
Aceleradora ágil: o que as empresas poderiam aprender deste programa com mai...Alejandro Olchik
 
Webinar PMBOK 6a. edição, O que tem de novo?
Webinar PMBOK 6a. edição, O que tem de novo? Webinar PMBOK 6a. edição, O que tem de novo?
Webinar PMBOK 6a. edição, O que tem de novo? Maria Angelica Castellani
 
Webinar ITM Platform- Implementação PPM
Webinar ITM Platform- Implementação PPMWebinar ITM Platform- Implementação PPM
Webinar ITM Platform- Implementação PPMITM Platform
 
Apresentação estudo de caso ciplan optimus eng
Apresentação estudo de caso ciplan optimus engApresentação estudo de caso ciplan optimus eng
Apresentação estudo de caso ciplan optimus engBruna Dutra
 
Green Belt em Lean Six-Sigma
Green Belt em Lean Six-SigmaGreen Belt em Lean Six-Sigma
Green Belt em Lean Six-SigmaFelipe Cholla
 
Lições Aprendidas com a Pesquisa de Maturidade. Darci Prado
Lições Aprendidas com a Pesquisa de Maturidade. Darci PradoLições Aprendidas com a Pesquisa de Maturidade. Darci Prado
Lições Aprendidas com a Pesquisa de Maturidade. Darci PradoMaria Angelica Castellani
 
Como a Governança pode alavancar um PMO Estratégico em ambientes híbridos
Como a Governança pode alavancar um PMO Estratégico em ambientes híbridosComo a Governança pode alavancar um PMO Estratégico em ambientes híbridos
Como a Governança pode alavancar um PMO Estratégico em ambientes híbridosMaria Angelica Castellani
 

Mais procurados (20)

Gestão da Tecnologia - Métodos para Desenvolvimento de Produto
Gestão da Tecnologia - Métodos para Desenvolvimento de ProdutoGestão da Tecnologia - Métodos para Desenvolvimento de Produto
Gestão da Tecnologia - Métodos para Desenvolvimento de Produto
 
Programas e Técnicas da Qualidade - Curso online
Programas e Técnicas da Qualidade - Curso onlineProgramas e Técnicas da Qualidade - Curso online
Programas e Técnicas da Qualidade - Curso online
 
AVALIAÇÃO DA EFICÁCIA DO TREINAMENTO
AVALIAÇÃO DA EFICÁCIA DO TREINAMENTOAVALIAÇÃO DA EFICÁCIA DO TREINAMENTO
AVALIAÇÃO DA EFICÁCIA DO TREINAMENTO
 
High Performance Executive
High Performance ExecutiveHigh Performance Executive
High Performance Executive
 
SCRUM - Produzindo Mais com Menos Tempo
SCRUM - Produzindo Mais com Menos TempoSCRUM - Produzindo Mais com Menos Tempo
SCRUM - Produzindo Mais com Menos Tempo
 
How to Build Roadmaps Focused on Goals and Problems
How to Build Roadmaps Focused on Goals and ProblemsHow to Build Roadmaps Focused on Goals and Problems
How to Build Roadmaps Focused on Goals and Problems
 
Usando PMBOK e SCRUM para maximizar o desempenho em Projetos de consultoria
Usando PMBOK e SCRUM para maximizar o desempenho em Projetos de consultoriaUsando PMBOK e SCRUM para maximizar o desempenho em Projetos de consultoria
Usando PMBOK e SCRUM para maximizar o desempenho em Projetos de consultoria
 
Pos Graduação Lean Management XV Edicao
Pos Graduação Lean Management XV EdicaoPos Graduação Lean Management XV Edicao
Pos Graduação Lean Management XV Edicao
 
Agile brazil 2014 aceleradora ágil - o segredo do sucesso depois de 4 anos...
Agile brazil 2014   aceleradora ágil - o segredo do sucesso depois de 4 anos...Agile brazil 2014   aceleradora ágil - o segredo do sucesso depois de 4 anos...
Agile brazil 2014 aceleradora ágil - o segredo do sucesso depois de 4 anos...
 
Testemunhos dos Senseis
Testemunhos dos SenseisTestemunhos dos Senseis
Testemunhos dos Senseis
 
Gerenciamento de projetos
Gerenciamento de projetosGerenciamento de projetos
Gerenciamento de projetos
 
Testemunhos dos Senseis
Testemunhos dos SenseisTestemunhos dos Senseis
Testemunhos dos Senseis
 
Aceleradora ágil: o que as empresas poderiam aprender deste programa com mai...
Aceleradora ágil: o que as empresas poderiam aprender deste programa com mai...Aceleradora ágil: o que as empresas poderiam aprender deste programa com mai...
Aceleradora ágil: o que as empresas poderiam aprender deste programa com mai...
 
Webinar PMBOK 6a. edição, O que tem de novo?
Webinar PMBOK 6a. edição, O que tem de novo? Webinar PMBOK 6a. edição, O que tem de novo?
Webinar PMBOK 6a. edição, O que tem de novo?
 
Webinar ITM Platform- Implementação PPM
Webinar ITM Platform- Implementação PPMWebinar ITM Platform- Implementação PPM
Webinar ITM Platform- Implementação PPM
 
Apresentação estudo de caso ciplan optimus eng
Apresentação estudo de caso ciplan optimus engApresentação estudo de caso ciplan optimus eng
Apresentação estudo de caso ciplan optimus eng
 
Green Belt em Lean Six-Sigma
Green Belt em Lean Six-SigmaGreen Belt em Lean Six-Sigma
Green Belt em Lean Six-Sigma
 
Lições Aprendidas com a Pesquisa de Maturidade. Darci Prado
Lições Aprendidas com a Pesquisa de Maturidade. Darci PradoLições Aprendidas com a Pesquisa de Maturidade. Darci Prado
Lições Aprendidas com a Pesquisa de Maturidade. Darci Prado
 
Como a Governança pode alavancar um PMO Estratégico em ambientes híbridos
Como a Governança pode alavancar um PMO Estratégico em ambientes híbridosComo a Governança pode alavancar um PMO Estratégico em ambientes híbridos
Como a Governança pode alavancar um PMO Estratégico em ambientes híbridos
 
Método PACE
Método PACEMétodo PACE
Método PACE
 

Semelhante a T05 leanf wfl_basic lean training_5perfection_20201109_pt

Ciclo PDCA: o guia definitivo das principais aplicações
Ciclo PDCA: o guia definitivo das principais aplicaçõesCiclo PDCA: o guia definitivo das principais aplicações
Ciclo PDCA: o guia definitivo das principais aplicaçõesAdm. Daniel Paulino
 
MBA SGI UNISANTA - Disciplina: Ferramentas Gerenciais
MBA SGI UNISANTA - Disciplina: Ferramentas GerenciaisMBA SGI UNISANTA - Disciplina: Ferramentas Gerenciais
MBA SGI UNISANTA - Disciplina: Ferramentas GerenciaisMarco Viveiros
 
O ciclo pdca e outras metodologias curso aula 1
O ciclo pdca e outras  metodologias curso aula 1O ciclo pdca e outras  metodologias curso aula 1
O ciclo pdca e outras metodologias curso aula 1DeyseQueirosSantos
 
Almoxarife e seus principais desafios na logistica
Almoxarife e seus principais desafios na logisticaAlmoxarife e seus principais desafios na logistica
Almoxarife e seus principais desafios na logisticasilvasidnalva87
 
Indicadores de Desempenho - Ferramenta da Qualidade
Indicadores de Desempenho - Ferramenta da QualidadeIndicadores de Desempenho - Ferramenta da Qualidade
Indicadores de Desempenho - Ferramenta da QualidadeIdeia Consultoria
 
14 principios de deming
14 principios de deming14 principios de deming
14 principios de demingJunior Paixão
 
Apresentaodoexecutivecoaching netprofitparapsiteok-130208085149-phpapp02 (1)
Apresentaodoexecutivecoaching netprofitparapsiteok-130208085149-phpapp02 (1)Apresentaodoexecutivecoaching netprofitparapsiteok-130208085149-phpapp02 (1)
Apresentaodoexecutivecoaching netprofitparapsiteok-130208085149-phpapp02 (1)maliceg9
 
PPTs - Capítulo 7 Treinamento e desenvolvimento de funcionários.pdf
PPTs - Capítulo 7 Treinamento e desenvolvimento de funcionários.pdfPPTs - Capítulo 7 Treinamento e desenvolvimento de funcionários.pdf
PPTs - Capítulo 7 Treinamento e desenvolvimento de funcionários.pdfTiagoTrombonista
 
Sisflorestal - Gestão da Qualidade
Sisflorestal - Gestão da QualidadeSisflorestal - Gestão da Qualidade
Sisflorestal - Gestão da QualidadeLuis Henrique
 
Claudio moreira levantamento necessidades treinamento
Claudio moreira   levantamento necessidades treinamentoClaudio moreira   levantamento necessidades treinamento
Claudio moreira levantamento necessidades treinamentoClaudio Moreira
 
Palestra sobre Design Sprint for Process no Agile Curitiba Conference 2018
Palestra sobre Design Sprint for Process no Agile Curitiba Conference 2018Palestra sobre Design Sprint for Process no Agile Curitiba Conference 2018
Palestra sobre Design Sprint for Process no Agile Curitiba Conference 2018Jonas Beto Rompkovski
 

Semelhante a T05 leanf wfl_basic lean training_5perfection_20201109_pt (20)

Ciclo PDCA: o guia definitivo das principais aplicações
Ciclo PDCA: o guia definitivo das principais aplicaçõesCiclo PDCA: o guia definitivo das principais aplicações
Ciclo PDCA: o guia definitivo das principais aplicações
 
PDCA.pdf
PDCA.pdfPDCA.pdf
PDCA.pdf
 
MBA SGI UNISANTA - Disciplina: Ferramentas Gerenciais
MBA SGI UNISANTA - Disciplina: Ferramentas GerenciaisMBA SGI UNISANTA - Disciplina: Ferramentas Gerenciais
MBA SGI UNISANTA - Disciplina: Ferramentas Gerenciais
 
O ciclo pdca e outras metodologias curso aula 1
O ciclo pdca e outras  metodologias curso aula 1O ciclo pdca e outras  metodologias curso aula 1
O ciclo pdca e outras metodologias curso aula 1
 
PMO
PMOPMO
PMO
 
PMO
PMOPMO
PMO
 
Almoxarife e seus principais desafios na logistica
Almoxarife e seus principais desafios na logisticaAlmoxarife e seus principais desafios na logistica
Almoxarife e seus principais desafios na logistica
 
Indicadores de Desempenho - Ferramenta da Qualidade
Indicadores de Desempenho - Ferramenta da QualidadeIndicadores de Desempenho - Ferramenta da Qualidade
Indicadores de Desempenho - Ferramenta da Qualidade
 
14 principios de deming
14 principios de deming14 principios de deming
14 principios de deming
 
Apresentaodoexecutivecoaching netprofitparapsiteok-130208085149-phpapp02 (1)
Apresentaodoexecutivecoaching netprofitparapsiteok-130208085149-phpapp02 (1)Apresentaodoexecutivecoaching netprofitparapsiteok-130208085149-phpapp02 (1)
Apresentaodoexecutivecoaching netprofitparapsiteok-130208085149-phpapp02 (1)
 
PPTs - Capítulo 7 Treinamento e desenvolvimento de funcionários.pdf
PPTs - Capítulo 7 Treinamento e desenvolvimento de funcionários.pdfPPTs - Capítulo 7 Treinamento e desenvolvimento de funcionários.pdf
PPTs - Capítulo 7 Treinamento e desenvolvimento de funcionários.pdf
 
Sisflorestal - Gestão da Qualidade
Sisflorestal - Gestão da QualidadeSisflorestal - Gestão da Qualidade
Sisflorestal - Gestão da Qualidade
 
Claudio moreira levantamento necessidades treinamento
Claudio moreira   levantamento necessidades treinamentoClaudio moreira   levantamento necessidades treinamento
Claudio moreira levantamento necessidades treinamento
 
5S.pptx
5S.pptx5S.pptx
5S.pptx
 
Tk programa de treinamento e certificação 14 07 2010
Tk programa de treinamento e certificação    14 07 2010Tk programa de treinamento e certificação    14 07 2010
Tk programa de treinamento e certificação 14 07 2010
 
Programa de Treinamento e Certificacao
Programa de Treinamento e CertificacaoPrograma de Treinamento e Certificacao
Programa de Treinamento e Certificacao
 
Institucional_FM2S_
Institucional_FM2S_Institucional_FM2S_
Institucional_FM2S_
 
Ferramentas da qualidade
Ferramentas da qualidadeFerramentas da qualidade
Ferramentas da qualidade
 
Palestra sobre Design Sprint for Process no Agile Curitiba Conference 2018
Palestra sobre Design Sprint for Process no Agile Curitiba Conference 2018Palestra sobre Design Sprint for Process no Agile Curitiba Conference 2018
Palestra sobre Design Sprint for Process no Agile Curitiba Conference 2018
 
Ciclo pdca
Ciclo pdcaCiclo pdca
Ciclo pdca
 

Mais de Lean for work and Lean for life

T05 leanf wfl_basic lean training_5perfection_20191110 es
T05 leanf wfl_basic lean training_5perfection_20191110 esT05 leanf wfl_basic lean training_5perfection_20191110 es
T05 leanf wfl_basic lean training_5perfection_20191110 esLean for work and Lean for life
 
T03 leanf wfl_basic lean training_3continuous flow_20191012 es
T03 leanf wfl_basic lean training_3continuous flow_20191012 esT03 leanf wfl_basic lean training_3continuous flow_20191012 es
T03 leanf wfl_basic lean training_3continuous flow_20191012 esLean for work and Lean for life
 
T02 lean basis training principe 2 zoek de waardestroom nl
T02 lean basis training principe 2 zoek de waardestroom nlT02 lean basis training principe 2 zoek de waardestroom nl
T02 lean basis training principe 2 zoek de waardestroom nlLean for work and Lean for life
 
T03 leanf wfl_basic lean training_3continuous flow_20201109_pt
T03 leanf wfl_basic lean training_3continuous flow_20201109_ptT03 leanf wfl_basic lean training_3continuous flow_20201109_pt
T03 leanf wfl_basic lean training_3continuous flow_20201109_ptLean for work and Lean for life
 
T02 leanf wfl_basic lean training_2value chain_20201126_pt
T02 leanf wfl_basic lean training_2value chain_20201126_ptT02 leanf wfl_basic lean training_2value chain_20201126_pt
T02 leanf wfl_basic lean training_2value chain_20201126_ptLean for work and Lean for life
 

Mais de Lean for work and Lean for life (20)

T07 leanf wfl_basic lean training_7summary_20191003 es
T07 leanf wfl_basic lean training_7summary_20191003 esT07 leanf wfl_basic lean training_7summary_20191003 es
T07 leanf wfl_basic lean training_7summary_20191003 es
 
T06 leanf wfl_basic lean training_6culture_20191003 es
T06 leanf wfl_basic lean training_6culture_20191003 esT06 leanf wfl_basic lean training_6culture_20191003 es
T06 leanf wfl_basic lean training_6culture_20191003 es
 
T05 leanf wfl_basic lean training_5perfection_20191110 es
T05 leanf wfl_basic lean training_5perfection_20191110 esT05 leanf wfl_basic lean training_5perfection_20191110 es
T05 leanf wfl_basic lean training_5perfection_20191110 es
 
T04 leanf wfl_basic lean training_4pull_20191003 es
T04 leanf wfl_basic lean training_4pull_20191003 esT04 leanf wfl_basic lean training_4pull_20191003 es
T04 leanf wfl_basic lean training_4pull_20191003 es
 
T03 leanf wfl_basic lean training_3continuous flow_20191012 es
T03 leanf wfl_basic lean training_3continuous flow_20191012 esT03 leanf wfl_basic lean training_3continuous flow_20191012 es
T03 leanf wfl_basic lean training_3continuous flow_20191012 es
 
T02 leanf wfl_basic lean training_2value chain_20191003
T02 leanf wfl_basic lean training_2value chain_20191003T02 leanf wfl_basic lean training_2value chain_20191003
T02 leanf wfl_basic lean training_2value chain_20191003
 
T00b leanf wfl_basic lean training_0 intro_20191003 es
T00b leanf wfl_basic lean training_0 intro_20191003 esT00b leanf wfl_basic lean training_0 intro_20191003 es
T00b leanf wfl_basic lean training_0 intro_20191003 es
 
Teacher's manual 2020 12 09
Teacher's manual 2020 12 09Teacher's manual 2020 12 09
Teacher's manual 2020 12 09
 
Teacher's manual 2021
Teacher's manual 2021Teacher's manual 2021
Teacher's manual 2021
 
T06 lean basis training mens & cultuur nl
T06 lean basis training mens & cultuur nlT06 lean basis training mens & cultuur nl
T06 lean basis training mens & cultuur nl
 
T04 lean basis training principe 4 pull productie nl
T04 lean basis training principe 4 pull productie nlT04 lean basis training principe 4 pull productie nl
T04 lean basis training principe 4 pull productie nl
 
T02 lean basis training principe 2 zoek de waardestroom nl
T02 lean basis training principe 2 zoek de waardestroom nlT02 lean basis training principe 2 zoek de waardestroom nl
T02 lean basis training principe 2 zoek de waardestroom nl
 
T00b lean basis training introductie nl
T00b lean basis training introductie nlT00b lean basis training introductie nl
T00b lean basis training introductie nl
 
Lean basis training docentenhandleiding nl
Lean basis training docentenhandleiding nlLean basis training docentenhandleiding nl
Lean basis training docentenhandleiding nl
 
Teacher's manual 2020 11 09 pt
Teacher's manual 2020 11 09 ptTeacher's manual 2020 11 09 pt
Teacher's manual 2020 11 09 pt
 
T07 leanf wfl_basic lean training_7summary_20191003_pt
T07 leanf wfl_basic lean training_7summary_20191003_ptT07 leanf wfl_basic lean training_7summary_20191003_pt
T07 leanf wfl_basic lean training_7summary_20191003_pt
 
T06 leanf wfl_basic lean training_6culture_20201127_pt
T06 leanf wfl_basic lean training_6culture_20201127_ptT06 leanf wfl_basic lean training_6culture_20201127_pt
T06 leanf wfl_basic lean training_6culture_20201127_pt
 
T04 leanf wfl_basic lean training_4pull_20201109_pt
T04 leanf wfl_basic lean training_4pull_20201109_ptT04 leanf wfl_basic lean training_4pull_20201109_pt
T04 leanf wfl_basic lean training_4pull_20201109_pt
 
T03 leanf wfl_basic lean training_3continuous flow_20201109_pt
T03 leanf wfl_basic lean training_3continuous flow_20201109_ptT03 leanf wfl_basic lean training_3continuous flow_20201109_pt
T03 leanf wfl_basic lean training_3continuous flow_20201109_pt
 
T02 leanf wfl_basic lean training_2value chain_20201126_pt
T02 leanf wfl_basic lean training_2value chain_20201126_ptT02 leanf wfl_basic lean training_2value chain_20201126_pt
T02 leanf wfl_basic lean training_2value chain_20201126_pt
 

Último

Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURADouglasVasconcelosMa
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoprofleticiasantosbio
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.azulassessoria9
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETODouglasVasconcelosMa
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 

Último (20)

Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
 
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 

T05 leanf wfl_basic lean training_5perfection_20201109_pt

  • 1. T05 FORMAÇÃO BÁSICA EM LEAN Princípio 5 Perseguir a Perfeição
  • 2. Objetivos Os objetivos deste capítulo são os seguintes: Uma vez estabilizado o processo e criado o fluxo, temos de trabalhar a melhoria contínua, e para isso podemos utilizar diferentes ferramentas que se apresentam neste capítulo
  • 3. Perseguir a PERFEIÇÃO  PDCA  KPI  A3  (Visual) Quadros de gestão Tools: PRINCÍPIO 5
  • 5. Colocamos valor ao mais alto nível quando se trata de implementações atuais e tomamos medidas. Há muitas coisas que não compreendemos, por isso perguntamos por que razão não foi tomada qualquer ação; alguma vez tentou fazer alguma coisa? Desta forma, estamos conscientes do pouco que sabemos e enfrentamos as falhas, corrigindo-as, na segunda vez notará outro erro e outra coisa de que não gostou, de tal forma que pode melhorar novamente. Assim, através da melhoria constante, ou através da melhoria baseada na ação, qualquer pessoa pode elevar o seu nível de conhecimento e prática.“ Fujio Cho, Toyota President in 2002 Princípio 5
  • 6. Perseguir a perfeição Todos os dias devemos refletir sobre como devemos fazer as coisas melhor do que no dia anterior Todos os dias um pouco de cada vez... Results Time Princípio 5
  • 7. Kaizen: Trabalhar em conjunto para alcançar uma melhoria contínua. Kai = mudança zen = da melhor forma Princípio 5
  • 8. Hoshin Kanri Direção Foco Razão Consistência "Cada pessoa é a especialista no seu trabalho e devemos usar o poder do pensamento coletivo de todos para fazer da sua organização a melhor na sua área. Este é o princípio fundamental de Hoshin Kanri". Professor Kaoru Ishikawa A implementação de políticas centra-se na criação de coesão e ligação Princípio 5 PDCA
  • 9. Exemplo: Onderwijsgroep Tilburg (Centro de Formação) A nossa ambição coletiva é proporcionar a melhor educação dos Países Baixos! Qualidade visível e comprovada - Educação e formação para uma carreira - Empregado 3.0 - Posição na região - Melhoria contínua Missão 5 objetivos estratégicos Ciclo PDCA e A3 Princípio 5 PDCA
  • 10. Porquê e como:  medição do desempenho do processo e/ou atividade  pode ser influenciado  atualizado  objetivo em relação à situação real  propriedade Use: Key Performance Indicator quantitative, number, norm/target and SMART KPI Gestão da Performance: Princípio 5 KPI
  • 13. A3 para implementar o PDCA 1. Definição do problema: determinar o assunto e medidas atuais (ad hoc) (reativas/reparadoras) 2. Determinar o propósito/objetivo/metas 3. Analisar problemas 4. Conceber soluções/contramedidas e fazer plano de implementação 5. Plano de implementação 6. Efeitos das medidas 7. Padronizar o método de trabalho e garantir a sua segurança 8. Fechar o círculo e comunicar os resultados Princípio 5 A3
  • 21.
  • 23.  Aperfeiçoamento do quadro e das sessões de conselho  Avaliações do início do dia/dia  Passeio Gemba Princípio 5 Quadros de Gestão
  • 24. Gestão operacional Temático e prospetivo: planear a oferta e a procura Histórico: olhar para os resultados alcançados. Início do dia: um bom começo do dia é metade da batalha Princípio 5 Quadros de Gestão
  • 25. Gemba = "o verdadeiro lugar" onde o valor criado 3 pontos de partida importantes para os passeios gemba:  Vá ver  Pergunte porquê  Mostre respeito Passeio Gemba: Princípio 5 Quadros de Gestão
  • 27.
  • 28. LEAN FOR WORK AND LEAN FOR LIFE Train the trainer to teach Lean skills in VET

Notas do Editor

  1. Workshop com uma equipa multidisciplinar onde todas as pessoas estão envolvidas (operadores, chefes de equipa, superintendentes, engenheiros, gestores ...) Reunidos regularmente Resultados concretos num curto espaço de tempo, com base numa matriz de ações com responsabilidades atribuídas Processo de aprendizagem in loco
  2. 4500000 Kaizen implementado na Toyota no Japão 6.3 Kaizen por ano
  3. Implementação de políticas: Direção, foco, coerência da razão: isto reflete a razão pela qual a perfeição é necessária Hoshin (Japonês = objetivo, política) é um termo da filosofia de gestão. É uma fase de planeamento anual que ajuda a estabelecer objetivos (comerciais) com o objetivo de os alcançar de facto. Os sistemas Hoshin existem em todas as suas formas. De forma simples, podem consistir em formas, instruções de trabalho e planos de ação. Ajuda os empregados e gestores a estabelecer objetivos e designar pontos de medição para verificar se estes objetivos foram ou não alcançados. Como muitas ferramentas de gestão, Hoshin foi desenvolvido no Japão, mas baseia-se na tecnologia americana de Gestão por Objetivos e no círculo clássico de Plan, Do, Check, Act (O círculo Demming)
  4. Para melhorar continuamente, a empresa teve de criar uma missão. A missão é o ponto no horizonte. Se não tem uma missão, está fora de controlo. A missão de uma empresa dá uma resposta à pergunta: O que é que a empresa quer alcançar (dentro de 4 de 5 anos)? Para concretizar a missão tem de descrever objectivos ou metas. Estes objectivos são um aspecto diferente do percurso principal da empresa. Os objectivos da empresa dão uma resposta à pergunta: Como pode a empresa alcançar a sua missão? PDCA (plane do check act) A3 : estas ferramentas ajudam a passos concretos para melhorar a situação de trabalho. Em passos mais pequenos descreverá a enxada que pode atingir os objectivos. Esta é a tradução de um objectivo ou de uma parte de um objectivo. É uma ferramenta e NÃO uma meta. Em todo o lado, esta ferramenta pode ser de grande ajuda. Dá uma orientação, uma direcção na forma como todos podem trabalhar. É visual e transparente.
  5. A gestão do desempenho consiste em criar uma visão e orientação sobre o desempenho entregue. A gestão do desempenho ajuda a monitorizar o processo e a atividade. É necessário verificar sistematicamente, mantê-lo actualizado. Assim, pode orientar-se no momento certo, se o objetivo não puder ser alcançado. Desenvolver a propriedade; isto é possível se a própria equipa fizer os KPI's No que diz respeito aos objectivos operacionais, a organização procura KPI, com os quais o desempenho é avaliado e, se necessário, ajustado no tempo. A finalidade de um Indicador Chave de Desempenho é tornar os objectivos mensuráveis; portanto, um KPI é quantitativo, é expresso num número e está ligado a uma norma ou meta. O foco é a melhoria. O princípio SMART (específico, mensurável, aceitável, realista e calendarizado) é uma ferramenta útil para a elaboração de KPI's. Alguns exemplos de KPI's de resultados são o volume de negócios, lucro, número de produtos, período de tempo, tempo de produção.
  6. O círculo de qualidade Deming é uma ferramenta criativa para alcançar a qualidade numa organização. O círculo descreve 4 atividades que se aplicam a todas as melhorias numa organização. O caráter cíclico garante que a melhoria da qualidade está constantemente sob atenção. As 4 atividades são: Plano: olhar para o trabalho actual e conceber um plano para a importação deste trabalho. Estabelecer objectivos para esta melhoria. Fazer: implementar a melhoria planeada numa instalação de teste controlada. Verificar: medir o resultado da melhoria e compará-lo com a situação original e testá-lo em relação aos objectivos estabelecidos. Agir: ajustar com base nos resultados encontrados em CHECK Padrão: Após a avaliação, a padronização das melhorias bem sucedidas pode ser feita a consolidação O núcleo desta visão é que cada empregado num processo (de produção) é capaz de avaliar e melhorar o seu próprio método de trabalho.
  7. The next slides will show every step with an explanation.
  8. Quadro de Gestão: Melhorar é um processo que precisa de ser gerido É o caminho para todos os empregados, todos eles podem participar na melhoria contínua Estas são algumas das ferramentas que pode utilizar.
  9. Gemba walk: o poder dos 3 Gen A observação da realidade é a única forma de resolver realmente os problemas. Só se sabe como vão as coisas indo para o local onde os produtos ou serviços são produzidos. Vá ver: Trata-se de compreender o fluxo de valor e os actuais estrangulamentos que as equipas experimentam quando fluem o valor. Pergunte porquê: Encorajar os empregados fazendo perguntas para resolver os estrangulamentos (aumentar a capacidade de resolução de problemas) Mostrar respeito: Mostrar o comportamento certo, onde o respeito pelos empregados é muito importante. O professor pode ver informação adicional sobre o Painel de Instrumentos em Thinglink
  10. Código do jogo: T00B-Ga Jogo da Esferográfica