SlideShare uma empresa Scribd logo
LÍNGUA PORTUGUESA

    ORALIDADE

    √ Situação comunicativa envolvendo expressão verbal e não-verbal:
    - Opiniões, relato de observações, conversas, reprodução oral de jogos verbais
    (trava-línguas, adivinhas, música, cantigas de roda e popular, narração de histórias,
    quadrinhas, poemas e parlendas, dramatização, narração de histórias mantendo a
    característica original.
    √ Apreciação pelas apresentações orais, coletivas, respeitando as idéias dos outros
    e dos turnos de fala.

    √ Contação de historias.
    √ Vocabulário.
    √ Expressões corporais como complemento da fala.
    √ Linguagem como possibilidade de comunicação de sentimentos, desejos e ideias.

C   √ Análise e síntese oral de fonemas (consciência fonológica e fonêmica).
O   √ Associação de fonemas e grafemas.


N

T   PRATICA DE LEITURA


E

Ú   √ Leitura de textos apoiados na linguagem visual e verbal:


D   - Listas, cartazes, bilhetes, quadrinhas, contos, fábulas, letras de músicas, cantigas
    de roda e popular, trava-línguas, adivinhas, parlendas, documentos (certidão de
    nascimento), imagens (fotografias, obras de arte, rótulos e embalagens).

O   √ Alfabeto: forma, tamanho, sons e nome das letras.
S   √ Relação grafema/ fonema (letra/som).
    √ Elementos de composição da modalidade textual trabalhada.
    √ Leitura como fonte de informação e lazer.
LÍNGUA PORTUGUESA

    PRODUÇÃO DE TEXTO

    √ Escrita e registros em diferentes situações, como fonte de informação e
    aprendizagem: letras, sílabas, palavras, frases e pequenos textos.
    √ Letras do alfabeto (base alfabética).
    √ Relação fonema e grafema.
    √Hipóteses sobre a escrita do sistema alfabético.
    √ Produção de pequenos textos.
    √ Elementos do texto.
    √ Escrita (traçado das letras):
C   - Movimentos viso- motores finos
O   - Imprensa (bastão)
N   - Iniciação na letra cursiva
T
E   ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA
Ú
D   √ Análise de sons, sílabas, palavras, frases e pequenos textos:
O   - grafema/fonema.
S   - alfabetos/ordem alfabética.
    - letra maiúscula e minúscula.
    - letra de imprensa e cursiva.
    - pontuação final.
    - parágrafo inicial.
    - assunto do texto.
    - recursos coesivos.
    - segmentação.



    ORALIDADE




    •          Participar efetivamente de situações de comunicação oral, expressando e
    ouvindo opiniões, adequando a linguagem à situação de uso.
    •         Dramatizar histórias conhecidas e experiências vividas.


    •          Explorar verbalmente materiais impressos como: história em quadrinhos, livros,
    revistas e outros.

    •         Respeitar os turnos da fala.
    •          Expressar oralmente as ideias, ouvir com atenção e respeitar o ponto de vista
    dos colegas.
•          Relatar experiências e acontecimentos seguindo uma sequência lógica da
    narração.

C   •         Apropriar-se progressivamente de novas palavras, ampliando o seu vocabulário.


O   •         Utilizar entonação adequada ao relatar fatos e ideias.

M   •         Elaborar oralmente textos concatenados (princípio, meio e fim).

P   •          Atender solicitações de mensagens orais.
E   •         Descrever personagens, cenários e objetos com ou sem ajuda.

T   •         Representar a fala de personagens de contos.


Ê   •         Comunicar-se por meio de gestos, expressões e movimentos corporais.
N   •         Participar de situações que desenvolvam a consciência fonológica com récita de
    poemas, trava-língua, músicas, adivinhas, brincadeiras cantadas, jogos de
    linguagem.
C   •          Estabelecer a diferença entre o objeto concreto, a ideia que o representa e a
    palavra que o nomeia.
I   •          Desenvolver a consciência fonológica, identificando a unidade linguística e suas
    possibilidades combinatórias.
A   •          Identificar e segmentar os sons relativos às palavras por meio do lúdico.
S

    PRÁTICA DE LEITURA

E
    •         Apreciar as diferentes situações de leitura realizada pelo professor.

H   •         Identificar letras do alfabeto.
A   •          Localizar letras do alfabeto no próprio nome e em outros contextos (música,
    poesia, trava-língua, quadrinhas, entre outros).
B   •         Reconhecer letras maiúsculas e minúsculas.
I   •         Decompor uma palavra ouvida nos respectivos fonemas e grafemas.
L   •         Identificar automaticamente palavras que já sabe decodificar.
I   •         Identificar na construção das palavras som/letra (fonema-grafema) inicial e final.

D   •          Ler textos variados utilizando as estratégias de leitura para o conhecimento de
    códigos linguísticos.
A   •          Manusear materiais impressos como livros, revistas, histórias em quadrinhos,
    propagandas, parlendas etc.
D   •         Reconhecer que a escrita representa o registro da oralidade.
E   •         Localizar palavras no texto.
S   •         Reconhecer as palavras estudadas em diferentes frases.
    •         Relacionar a palavra ao seu respectivo desenho.
•         Estabelecer relação entre imagem e texto verbal atribuindo sentido.
    •         Identificar na leitura características dos personagens.
    •          Conhecer a organização dos textos narrativos em prosa (personagens, lugares
    e ações).


    PRODUÇÃO DE TEXTO

    •          Representar com desenho uma história ouvida, evidenciando compreensão de
    leitura.
    •          Conhecer o sistema de escrita, fazendo relação da letra/som em textos e
    palavras significativas.
    •         Escrever o próprio nome.
    •         Construir uma lista com o seu nome e dos colegas.
    •         Escrever listas temáticas mesmo que ainda não escreva convencionalmente.
    •         Identificar na construção das palavras a letra inicial e final de forma correta.
    •          Escrever alfabeticamente, com noção de (pontuação, acentuação,
    segmentação, concordância verbal e nominal).
    •          Redigir frases simples pertinentes a um dado texto ou contexto, respeitando as
    principais convenções ortográficas e sintáticas.
    •          Adquirir hábitos de postura e de uso correto do lápis, papel e borracha.
    •          Escrever respeitando espaços, margens, limites, de forma cada vez mais
    precisa.
    •         Respeitar a própria produção e a do outro.
    •         Reestruturar o próprio texto com o auxílio do professor.
    •         Segmentar as palavras de uso mais comum.
    •          Conhecer aspectos globais da escrita: letras como representação da escrita,
    direção da escrita, combinação das letras, formas e tipos de letras.

    ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA

    •         Reconhecer que há diferentes letras para representar fonemas iguais.
    •          Perceber que as letras representam fonemas/grafemas e essa combinação a
    formação de sílabas e palavras.
    •          Compreender, sem utilização de regra formal, que todas as coisas têm nome.
    •          Realizar reflexões metalinguísticas sobre a construção de palavras, frases e
    pequenos textos.


    LÍNGUA PORTUGUESA

    ORALIDADE

C   √ Situações de comunicação como instrumento de socialização e aprendizagem:
    relatos de vivências e observações, conversas, dramatização, reprodução oral de
    jogos verbais, trava-línguas, quadrinhas, adivinhas, poemas e letras de músicas.
O
N   PRÁTICA DE LEITURA


T
E   √ Decodificação e interpretação de textos: parlendas, bilhetes, quadrinhas, letras de
    músicas, listas, trava-línguas, símbolos, contos e imagens.
Ú   √ Base alfabética: signos, sons e nome das letras.
D   √ Relação grafema/ fonema (letra/som).
O
S   PRODUÇÃO DE TEXTO

    √ Escrita de letras, sílabas, palavras e frases em diferentes situações.
    √ Produção de modalidades textuais individuais e coletivas, utilizando o
    conhecimento de que dispõe, sobre o sistema de escrita: listas, bilhete
    √ Produção de texto, considerando a coerência e coesão, de acordo com o nível de
    aprendizagem da leitura e escrita.
    √ Recursos utilizados na escrita, com apoio do professor, para obtenção de
    determinados efeitos de sentido:
    √ Letra maiúscula em títulos, nomes próprios e início de frases; tipos de letra;
    análise fonológica da palavra; paragrafação; exploração dos recursos de linguagem;
    adequação do gênero; coerência textual; pontuação e ortografia.


    ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA

    √ Análise e reflexão de palavras, frases e textos:


    - alfabeto; ordem alfabética.
    - letras maiúsculas e minúsculas.
    - fonema: consoante e vogal.
    - sílaba; número de sílabas.
    - ortografia; segmentação e pontuação.

C
O   ORALIDADE



M   •          Participar efetivamente de situações de comunicação oral, expressando e
    ouvindo opiniões, adequando a linguagem à situação de uso.
P   •         Dramatizar histórias conhecidas e experiências vividas.

E   •          Explorar verbalmente materiais impressos como: história em quadrinhos, livros,
    revistas e outros.

T   •         Respeitar os turnos da fala.


Ê   •          Relatar experiências e acontecimentos seguindo uma sequência lógica da
    narração.
N   •         Ouvir com atenção e expressar ideias, respeitando o ponto de vista dos colegas.

C   •          Apropriar-se progressivamente de novas palavras, ampliando o seu
    vocabulário.

I   •         Utilizar entonação adequada ao relatar fatos e ideias.


A   •         Atender solicitações de mensagens orais.

S


E

    PRÁTICA DE LEITURA


H
A   •         Reconhecer a sequência convencional das letras do alfabeto.
B   •         Localizar letras e sons do alfabeto no próprio nome e em outros contextos.

I   •         Reconhecer diferentes tipos de letras.
L   •          Utilizar estratégias de leitura com apoio de imagens (significado, informações
    não verbais e conhecimento prévio).
I   •         Apreciar as diferentes situações de leitura realizada pelo professor.

D   •         Ler textos diversificados, utilizando as estratégias possíveis.

A   •         Corresponder palavras ou expressões aos respectivos desenhos.
D   •          Identificar características de personagens de uma história lida ou ouvida.

E   •          Reconhecer que em um texto existem fatos que podem ser relacionados com a
    vida real.
S   •         Relacionar títulos ao texto.
    •          Identificar a sequência lógica de um texto (começo, meio e fim).
    •          Localizar e compreender os elementos constituintes do texto narrativo
    (personagens, ações e espaço).
    •         Reconhecer o assunto do texto.

    PRODUÇÃO DE TEXTO

    •         Escrever palavras e frases com apoio de desenhos.
    •          Produzir textos diversificados, individual e coletivamente,          usando   o
    conhecimento de que dispõe.

    •          Perceber que a escrita é segmentada em palavras por meio de espaços em
    branco.
•          Produzir listas, histórias e bilhetes, observando a estrutura que caracterizam
    esse tipo de texto.
    •          Reescrever, com apoio, o próprio texto, observando: assunto; o
    desenvolvimento do tema; uso de recursos coesivos mesmo que da linguagem oral;
    a segmentação do texto em palavras e frases; a utilização da letra maiúscula em
    títulos, nomes próprios e início de frases.


    ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA

    •          Reconhecer na leitura e na escrita de textos, frases e palavras:
    - Segmentação.
    - Emprego de letras maiúsculas e minúsculas em diferentes contextos.
    - Separação funcional de sílabas (no texto).
    - Ordem alfabética como maneira de organizar informações e facilitar procura e
    busca.
    - O sentido da pontuação em diferentes contextos.


    LÍNGUA PORTUGUESA

    ORALIDADE

    √ Diálogos, debates e dramatizações.


    √ Adequação da linguagem coloquial para a linguagem formal (respeitando a
    variação linguística).
     √ Utilização de elementos não verbais: gestos, expressões faciais, postura corporal
    como complementação da fala.
     √ Narração de fatos considerando a temporalidade e a causalidade.

C   PRÁTICA DE LEITURA
O
N   √ Leitura e interpretação de textos: receita, história em quadrinhos, convite,
    manchete e legenda.
T   √ Informações explícitas e implícitas.
E   √ Inferência.
Ú   √ Sentido de humor.
D
O
S

    PRODUÇÃO DE TEXTOS

    √ Produção de textos: histórias em quadrinhos, convites, manchetes e legendas.



    √ Condições de produção:
finalidades, especificidades da modalidade textual e do suporte, papéis assumidos
    pelos interlocutores.
    √ Planejamento da produção envolvendo:
    - mobilização dos conhecimentos prévios; inventário de ideias para o
    desenvolvimento do tema; organização das informações mais relevantes.
    √ Produção escrita (rascunho) e edição final:


    - estabelecimento de unidade de sentido; fatores de textualização (coesão e
    coerência); segmentação; uso de letra maiúscula; concordância verbal e nominal;
    flexão de gênero e número.
    √ Reescrita do próprio texto, com apoio do professor.
    √ Ortografia aplicada ao texto: Z/S; CH/X entre outras.

    ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA

     √ Identificação em textos - história em quadrinhos, convite, manchete e legenda de
    meios utilizados pelo autor:
    - recursos coesivos e respectivas funções;
    - valor expressivo de sinais de pontuação;
    - reconhecimento da relação entre imagens, ilustrações e textos verbais;
    - utilização da letra maiúscula em títulos, nomes e início de frases;
    - segmentação do texto em parágrafos, frases e palavras;
    - significado das palavras nos diferentes contextos;
    - organização das ideias; a sequência lógica das ações;
    - unidade temática e a finalidade do texto;
    - acentuação gráfica;
    - flexões: gênero.
    - narrativa por meio de imagens; código verbal e não-verbal; sinais gráficos: balões
    indicadores de som e movimento.

C
O   ORALIDADE



M

P   •          Participar efetivamente de situações de comunicação oral, adequando a
    linguagem à situação de uso.
E


T   •          Dramatizar histórias conhecidas e experiências vividas.


Ê   •          Explorar verbalmente materiais impressos como: história em quadrinhos, livros,
    revistas e outros.
N   •         Respeitar os turnos da fala.
C   •          Dialogar sobre diferentes assuntos, alternando momentos de escuta e de fala.


I   •         Apropriar-se progressivamente de novas palavras.


A

S


E   PRÁTICA DE LEITURA




H   •         Apreciar as diferentes situações de leitura realizada pelo professor.
A   •         Ler textos diversificados, utilizando as estratégias possíveis.
B   •          Reconhecer o assunto do texto.

I   √ Atribuir sentido ao texto, considerando o emprego de recursos gráficos como:
    fotos, ilustrações, diagramação, tamanho e cor das fontes etc.
L   •          Observar o valor expressivo dos sinais de pontuação: ponto final, interrogação,
    exclamação.
I   •          Utilizar estratégias de leitura com apoio de imagens (significado, informações
    não verbais e conhecimento prévio).
D   •          Interpretar texto com auxílio de elementos não-verbais.

A   •         Localizar informações explicita no texto.
D   •          Inferir o sentido de uma palavra ou expressão nas histórias em quadrinhos.

E   •          Identificar o sentido de humor nas histórias em quadrinhos.
S   •          Reconhecer o gênero e os elementos constitutivos do poema, convite e história
    em quadrinhos.


    PRODUÇÃO DE TEXTO

    •          Produzir histórias em quadrinhos, convites, manchetes e legendas, observando
    os elementos que caracterizam e estruturam esses textos.
    •          Produzir textos a partir de gravuras.
    •          Reescrever, com apoio, o próprio texto, observando: o assunto; o
    desenvolvimento do tema; uso de recursos coesivos mesmo que da linguagem oral;
    a segmentação do texto em palavras, frases e parágrafos; a pontuação; a
    concordância nominal e verbal; a utilização da letra maiúscula em títulos, nomes
    próprios e início de frases.
    •         Identificar as incorreções ortográficas durante a auto-correção.


    ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA
•         Identificar na leitura e na escrita de palavras, frases e textos:

        - recursos gráficos e visuais das histórias em quadrinhos.

          - registro formal e informal.
    - letra maiúscula em títulos, nomes próprios e início de frases.

             - valor expressivo dos sinais de pontuação (ponto final, exclamação e
    interrogação).

        - flexões de gênero (masculino e feminino).


                                      LÍNGUA PORTUGUESA

    ORALIDADE

    √ Contextos comunicativos de socialização e aprendizagem: expressão de opiniões
    e preferências pessoais, récita de quadrinhas, parlendas, trava-línguas e
    dramatização.
C
O   PRÁTICA DE LEITURA

N


T   √ Leitura e interpretação de textos: lendas, receitas, cartas e avisos.
E   √ Reconhecimento de informações explícitas no texto.
Ú   √ Inferência
D   √ Estratégias de leitura (seleção, antecipação e verificação).
O
S   PRODUÇÃO DE TEXTO

    √ Escrita e/ou produção individual e coletiva de lendas, carta, receita e aviso.
    √ Produção de texto com coerência e coesão, considerando o nível de
    aprendizagem da leitura e escrita.
    √ Recursos utilizados em textos escritos, com apoio do professor, para obtenção de
    determinados efeitos de sentido:
     - elementos constitutivos do texto; análise fonológica da palavra; recursos utilizados
    para marcar as falas do(s) narrador(s) e personagens; paragrafação; adequação do
    gênero; pontuação e ortografia(O/U, E/I, U/L no meio de palavras).

    ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA

    √ Análise e reflexão a partir de frases e textos:


    - substantivos próprios e comuns.
    - recursos coesivos e função.
    - valor expressivo de sinais de pontuação (dois pontos e travessão).
- letra minúscula em títulos, nomes e inicio de frases.

    - significado de palavras em diferentes contextos.
    - segmentação.
    - flexão de número (plural e singular).
    - elementos constitutivos dos textos.




C
O   ORALIDADE



M   •          Participar efetivamente de situações de comunicação oral, adequando a
    linguagem à situação de uso
P   •          Dramatizar histórias conhecidas e experiências vividas.

E   •          Respeitar os turnos da fala.


T   •          Intervir nas situações comunicativas: formulando perguntas, defendendo
    posições, apresentando ponto de vista por meio de simulações de conversas e
    relatos.
Ê   •         Apropriar-se progressivamente de novas palavras.


N
C


I   PRÁTICA DE LEITURA


A   •         Apreciar as diferentes situações de leitura realizada pelo professor.

S   •         Ler textos diversificados, utilizando as estratégias possíveis.

    •          Ler texto com entonação de voz dando expressividade à leitura.
E   •         Relacionar o título ao texto

    •         Reconhecer o assunto do texto.


H   •          Observar no texto o valor expressivo dos sinais de pontuação: ponto final,
    interrogação, exclamação.
A   •          Localizar informações explícitas e implícitas no texto.
B   •         Inferir o sentido de uma palavra ou expressão no texto.
I       •          Identificar os elementos constitutivos do texto (lendas, receitas, cartas e avisos).

L       •          Reconhecer o gênero textual em estudo.
I

D       PRODUÇÃO DE TEXTO

A
D       •          Escrever alfabeticamente fazendo uso dos aspectos notacionais vivenciados no
        cotidiano (pontuação, acentuação, segmentação, concordância verbal e nominal).

E       •          Reescrever ou produzir lendas, carta, aviso e receita observando os elementos
        que caracterizam e estruturam esses gêneros textuais.
S       •          Utilizar letra maiúscula no início de frases, de textos, de nomes próprios e de
        títulos.
        •         Reescrever o próprio texto, com apoio, até considerá-lo melhor escrito.
        •         Empregar em um diálogo os sinais de pontuação (travessão e dois pontos).

        ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA

        •         Identificar na leitura e na escrita de textos:
        - função dos substantivos próprios e comuns.
        - emprego de regras básicas de concordância nominal e verbal.
        - separação de sílabas das palavras ao final de linha.
        -sentido de palavra sem diversos textos.
        - uso de letras maiúsculas e minúsculas.
        - utilização de recursos coesivos.
                     - sentido de sinais de pontuação.
                     - segmentação de palavras e de frases.

        LÍNGUA PORTUGUESA
    C
    O   ORALIDADE
    N
    T   √ Participação de situações diversas de comunicação como instrumento de
        socialização e aprendizagem.

    E   √ Relatos de vivência, dramatização, narração de histórias, considerando a
        sequência temporal e causal.
    Ú


    D

    O   PRÁTICA DE LEITURA

    S
        √ Leitura e interpretação de textos:
        fábulas, notícias, propagandas e classificados.
        √ Informações explícitas e implícitas.
√ Inferência
    √ Estratégias de leitura (seleção, antecipação e verificação).

    PRODUÇÃO TEXTO

    √ Produção individual e coletiva de propaganda, classificado e notícia, observando
    os elementos que estruturam e caracterizam esses textos.
    √ Reconto de fábulas com adequação ao gênero e aos elementos que caracterizam
    esse texto.
    √ Reescrita do próprio texto observando:



     - recursos linguísticos da propaganda e classificados (emprego dos verbos e dos
    pronomes); utilização da letra maiúscula em títulos, nomes próprios e inicio de
    frases; paragrafação; recursos de linguagem; ortografia (R/RR; QU/GU; S/SS entre
    outras).

    ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA


    √ Análise e reflexão a partir de frases e textos:


    - flexão de grau (aumentativo e diminutivo).
    - sinônimos e antônimos.
    - letra minúscula e minúscula.
    - verbos e pronomes.
    - paragrafação e ortografia.
    - recursos utilizados para obter determinados efeitos de sentido: elementos
    constitutivos do texto; coerência e coesão; concordância verbal e nominal.



C   ORALIDADE



O   •          Participar efetivamente de situações de comunicação oral, adequando a
    linguagem à situação de uso.
M   •         Dramatizar histórias conhecidas e experiências vividas.

P   •          Respeitar os turnos da fala.


E   •          Intervir nas situações comunicativas: formulando perguntas, apresentando
    ponto de vista por meio de simulações de conversas e relatos.

T   •          Narrar fatos considerando a temporalidade e a causalidade.
Ê   •         Dialogar sobre temas alternando momentos de escuta e de fala.
N


C


I   PRÁTICA DE LEITURA

A

S   •         Ler textos diversificados:
     fábulas, notícias, propagandas, classificados, dentre outros.

E   •          Identificar recursos utilizados para obter determinados efeitos de sentido:
    elementos constitutivos do texto; coerência e coesão; pontuação, concordância
    nominal e verbal; ortografia; paragrafação.
    •         Identificar informações relevantes para a compreensão do texto.
H   •          Atribuir sentido ao texto, considerando o emprego de recursos gráficos como
    fotos, ilustrações, diagramação, tamanho e cor das fontes.
A   •          Localizar informações explícitas e implícitas em textos.

B   •         Inferir o sentido de uma palavra ou expressão no texto.
I   •          Identificar o gênero e os elementos constitutivos do texto: fábulas, notícias,
    propagandas e classificados.
L

I

D
A   PRODUÇÃO TEXTO

D
E
S   •         Produzir individual e coletivamente: manchete, propaganda e classificados.
    •          Recontar fábulas observando elementos que caracterizam e estruturam esse
    texto.
    •          Escrever alfabeticamente fazendo uso dos aspectos notacionais vivenciados no
    cotidiano (pontuação, acentuação, segmentação, concordância verbal e nominal).

    •          Reescrever, com apoio, o próprio texto, observando: a unidade temática
    (assunto); o desenvolvimento do tema; uso de recursos coesivos mais próximos da
    linguagem escrita; a segmentação do texto em palavras, frases e parágrafos; a
    utilização da letra maiúscula em títulos, nomes próprios e início de frases; a
    concordância verbal e nominal, ortografia.

    ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA

    •         Identificar na leitura e escrita de frases e textos:
    - o emprego de verbos e pronomes em propagandas e classificados;
    - a concordância nominal (substantivo/artigo);
- emprego do aumentativo e diminutivo;
    - a alteração do sentido da palavra/frase com emprego de antônimo;
    - o sentido do uso da pontuação.

    LÍNGUA PORTUGUESA

    ORALIDADE

C   √ Escuta atenta em situações comunicativas, formulação de perguntas e opiniões.
O   √ Adequação da linguagem coloquial para a linguagem formal (respeitando a
    variação linguística).
N   √ Narração de histórias conhecidas, buscando aproximação das características
    discursivas do texto fonte.
T

E   PRÁTICA DE LEITURA

Ú



D   √ Textos poéticos (poema): os efeitos sonoros; o ritmo; as rimas; a disposição
    gráfica.
O   √ Textos jornalísticos (classificados): especificação do produto; dados do
    anunciante; características do objeto anunciado; concisão; abreviaturas.
S   √ Textos instrucionais (receitas, regras de jogo e manual): predominância das
    linguagens: explicativa, informativa (descritiva) e incitativa (que induz o leitor a
    realizar a tarefa);
    - recursos coesivos e respectivas funções;
     - valor expressivo dos sinais de pontuação (! ? , ... );
     - letra maiúscula em títulos, nomes e início de frases;
     - segmentação do texto em palavras, frases e parágrafos;
     - significado das palavras nos diferentes textos e contextos;
     - organização das ideias, sequência lógica das ações;



    - unidade temática e a finalidade do texto;
    - acentuação gráfica;
    - flexões: gênero e número.




    PRODUÇÃO TEXTO

    √ Produção de textos: classificados (especificação do produto; dados do anunciante;
    características do objeto anunciado; concisão; abreviaturas), poema
    (os efeitos sonoros; o ritmo; as rimas; a disposição gráfica), receitas, regra de jogos
    e manuais (predominância das linguagens: explicativa, informativa,
     descritiva e incitativa.
√ Planejamento da produção envolvendo:
    - mobilização dos conhecimentos prévios; inventário de ideias para o
    desenvolvimento do tema; organização das informações mais relevantes.
    √Produção escrita (rascunho) e edição final:
    - estabelecimento de unidade de sentido; fatores de textualização (coesão e
    coerência); segmentação.
    √ Reescrita do próprio texto, com apoio do professor:
    - ortografia aplicada ao texto: X/CH; J/G; L/LH; M antes de P/B.

    ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA

    √ Gramática aplicada ao texto no contexto morfológico e semântico:
    - constituição de palavras, estruturação de frases e textos.
    - sinônimos e antônimos.
    - encontros vocálicos, consoantes e dígrafos.
    - letras maiúsculas.
    - noção de verbo, adjetivo e pronome.


    ORALIDADE




C

O   •          Escutar atentamente em situações comunicativas, formulando perguntas e
    expressando opiniões.

M   •          Expressar oralmente as ideias, ouvir com atenção e respeito ao ponto de vista
    dos colegas.

P   •         Ampliar o vocabulário, apropriando-se progressivamente de novas palavras.

E   •          Distinguir o narrador do personagem ao contar histórias, marcando os discursos
    direto e indireto com a entonação adequada.
T   •         Manter o ponto de vista ao longo da fala.


Ê   •         Respeitar os diferentes modos de falar de outras pessoas


N

C   PRÁTICA DE LEITURA

I
A   •          Identificar recursos sonoros (aliterações, assonâncias, ritmo, rimas) e visuais
    para obtenção de efeitos em textos poéticos;
S   •         Localizar informações explícitas e implícitas no texto.


    •         Identificar sequência lógica e unidade temática.
E   •          Reconhecer a função do texto.
    •         Reconhecer o valor expressivo dos sinais de pontuação e de acentuação.

H   •         Identificar formas verbais no gerúndio (indicativo da continuidade do processo);
A   •          Identificar verbos no infinitivo que podem substituir as formas imperativas,
    reforçando a ideia de processo, de ação e de comando;
B   •          Relacionar as características do gênero dos textos: receitas, regras de jogo e
    manual
I

L
I

D
A   PRODUÇÃO DE TEXTOS
D   •          Produzir textos: narrativos ficcionais (contos) e jornalísticos (classificados).
E   •         Manter a coerência textual na atribuição de título, na continuidade temática e de
    sentido geral do texto.
S   •         Desenvolver o tema proposto.
    •         Utilizar letra maiúscula no início de frases, de nomes próprios e de títulos.
    •          Segmentar o texto em frases e parágrafos, utilizando recursos do sistema de
    pontuação.
    •          Identificar as incorreções ortográficas durante a auto-correção.
    •          Reconhecer as variações fonéticas das palavras e a necessidade de acentuá-
    las.
    •          Reescrever, com apoio de leitor experiente, o próprio texto.

    ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA

    •         Reconhecer a idéia de tempo em frases simples e em outras expressões.
    •          Perceber a tonicidade e a relação desta com a ortografia e acentuação gráfica.
    •          Identificar recursos linguísticos expressivos (pontuação e vocabulário) e sua
    adequação a situações de uso.
    •          Identificar a funcionalidade da separação de sílabas de palavra em textos.
    •          Reconhecer o emprego das classes gramaticais (adjetivo, pronome e verbo) na
    estruturação de frases e textos.
    •          Identificar em textos escritos, com apoio de leitor experiente, recursos utilizados
    pelo autor para obter determinados efeitos de sentido:
     - recursos coesivos e o papel desses recursos;
     - linguagem formal e informal.

                                      LÍNGUA PORTUGUESA
C
O   ORALIDADE
N
T   √ Diálogos, debates e dramatizações.


E    √ Adequação da linguagem coloquial para a linguagem formal (respeitando a
    variação linguística).


Ú    √ Utilização de elementos não verbais: gestos, expressões faciais, postura corporal
    como complementação da fala.
D    √ Narração de fatos considerando a temporalidade e a causalidade.

O
S   PRÁTICA DE LEITURA

    √ Textos narrativos ficcionais (histórias em quadrinhos):
    - narrativa por meio de imagens, os códigos verbais e não-verbais, os sinais
    gráficos: balões e os sinais indicadores de som e movimento.
    √ Textos Informativos (verbetes de dicionário e texto didático):
    - recursos próprios de verbetes - abreviaturas, significados.
    √ Textos jornalísticos (notícia):
     - título, legenda, lead.

    PRODUÇÃO DE TEXTO

    √ Produção de textos: narrativos ficcionais (histórias em quadrinhos); jornalístico
    (notícias).


    √ Consideração das condições de produção:
    - finalidade, especificidade da modalidade textual e do suporte, papéis assumidos
    pelos interlocutores.

    √ Planejamento da produção envolvendo:
    - mobilização dos conhecimentos prévios, inventário de ideias para o
    desenvolvimento do tema, organização das informações mais relevantes.
    √ Produção escrita (rascunho) e edição final:
    - estabelecimento de unidade de sentido, fatores de textualização (coesão e
    coerência) e segmentação, uso de letra maiúscula, concordância verbal e nominal,
    flexão de gênero e número.
    √ Reescrita do próprio texto.
    √ Ortografia aplicada ao texto: S/SS, C/Ç, Z/S, X/CH entre outras.


    ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA

     √ Gramática aplicada ao texto no contexto morfológico e semântico:
    - constituição de palavras e estruturação de frases e textos;
    - substantivo próprio, comum e coletivo;
    - pronome pessoal;
    - noção de adjetivo e verbo;
    - concordância nominal e verbal;
- flexões de gênero e número;
    - acentuação gráfica.
     √ Meios utilizados pelo autor:
    - recursos coesivos e respectivas funções;
    - valor expressivo de sinais de pontuação;
    - relação entre imagens, ilustrações e textos verbais;
    - letra maiúscula em títulos, nomes e início de frases;
    - segmentação do texto em parágrafos, frases e palavras;
    - significado das palavras nos diferentes contextos;
    - organização das ideias; a sequência lógica das ações;
    - unidade temática e a finalidade do texto.




    ORALIDADE




C


O   •          Expressar oralmente as ideias, ouvir com atenção e respeito ao ponto de vista
    dos colegas.
M   •          Ampliar textos orais introduzindo personagens mudando suas características e
    criando outro inicio, meio e fim.
P   •         Respeitar os diferentes modos de falar de outras pessoas.


E   •         Dialogar sobre temas alternando momentos de escuta e de fala


T   •          Identificar, em leitura individual, os elementos da situação dos textos
    informativos.
Ê


N   PRÁTICA DE LEITURA
C

I   •         Localizar informações explícitas e implícitas no texto.


A   •         Inferir o sentido de palavras e expressões.
S   •         Identificar o sentido de humor e ironia.
•          Reconhecer nas histórias em quadrinhos o significado das onomatopéias, dos
    sinais gráficos e dos balões.
    •          Identificar por meio de imagens, os códigos verbais e não verbais
E   •          Identificar informações que sejam relevantes para a compreensão do texto.
    •         Reconhecer o assunto do texto.

    •          Reconhecer as características do tipo de texto e os indicadores de suporte e de
    autoria, na atribuição de sentido ao texto.
H   •          Relacionar as características do tipo de texto.
A   •          Identificar em textos escritos, com apoio de leitor experiente, recursos utilizados
    pelo autor para obter determinados efeitos de sentido:
B                - marcadores linguísticos de tempo ou espaço nas narrativas.
I                      - expressões utilizadas para indicar a mudança de lugar e tempo nas
    narrativas ficcionais.
L   •         Uso característico da pontuação e abreviatura em textos informativos.
I   •          Identificar as flexões de gênero e número.
D
A   PRODUÇÃO DE TEXTO
D
E   •          Produzir textos: narrativos ficcionais (História em quadrinhos), jornalístico
    (notícia) observando os elementos que estruturam e caracterizam esses textos.
S   •          Manter a coerência textual na atribuição de título, na continuidade temática e de
    sentido geral do texto.
    •          Desenvolver o tema proposto.
    •          Utilizar letra maiúscula no início de frases, de nomes próprios e de títulos.
    •          Segmentar o texto em frases e parágrafos, utilizando recursos do sistema de
    pontuação.
    •         Reescrever, com apoio de leitor experiente, o próprio texto.
    •         Aplicar adequadamente, no texto, as flexões de gênero e número.

    ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA

    •          Reconhecer as variações fonéticas das palavras e a necessidade de acentuá-
    las.
    •         Perceber a relação (semelhanças e diferenças) entre palavras.
    •         Reconhecer o valor expressivo dos sinais de pontuação e acentuação.
    •         Reconhecer em textos a concordância nominal na forma padrão.
    •          Perceber a importância do emprego de coletivos para evitar a repetição de
    palavras em textos.
    •         Reconhecer o tempo verbal da ação em frases e textos.
    •          Perceber a função dos adjetivos, pronomes, substantivos e verbos em frase e
    textos.
    TERCEIRO ANO - 3º BIMESTRE
    LÍNGUA PORTUGUESA
C
O   ORALIDADE
N
T   √ Relato de experiências pessoais e/ou coletivas de forma clara e ordenada.


E   √ Elementos não-verbais: gestos, expressões faciais, postura corporal como
    complementação da fala.
Ú   √ Linguagem adequada à situação de uso por meio de conversas, debates,
    dramatizações e simulação.
D



O   PRÁTICA DE LEITURA



S


    √ Textos epistolares (bilhete, convite e carta): local e data; invocação;
    desenvolvimento do assunto; despedida e assinatura;
    √ Textos narrativos ficcionais (lendas): identificação e caracterização dos
    personagens, do ambiente e do narrador.
    √ Elementos que caracterizam e estruturam os textos: bilhete, convite, carta, lendas.

    √ Textos não verbais (placas, rótulos, gravuras e outros).
    √ Informações explícitas, implícitas e inferência.

    PRODUÇÃO DE TEXTO

     √ Produção de textos epistolares (bilhete e convite e carta) e narrativos ficcionais
    (reescrita de lendas);
    √ Condições de produção:
    - finalidade; especificidade da modalidade textual e do suporte; papéis assumidos
    pelos interlocutores.
    √ Planejamento da produção:



    - inventário de ideias para o desenvolvimento do tema;
    - organização das informações mais relevantes.
     √Produção escrita (rascunho) e edição final:
    - estabelecimento da unidade de sentido (coerência): recursos coesivos; uso de letra
    maiúscula; pontuação; concordância nominal e verbal.

    √ Reescrita do próprio texto, com apoio do professor.
    √ Ortografia aplicada ao texto: AS/ES/IS; AN/EN/EN; H inicial.

    ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA

     √ Gramática aplicada ao texto no contexto morfológico e semântico:
    -substantivo primitivo e derivado;
    - artigo definido e indefinido;
    - numeral ordinal e cardinal;
- sinônimos e homônimos;
    - acentuação gráfica.
     √ Meios utilizados pelo autor:
    - recursos coesivos e respectivas funções;
    - valor expressivo de sinais de pontuação (! ? , ...);
    - letra maiúscula em títulos, nomes e início de frases;
    - segmentação do texto em parágrafos, frases, palavras;
    - significado das palavras nos diferentes contextos;
    - organização das ideias e sequência lógica das ações;
    - unidade temática e a finalidade do texto;
    - elementos constitutivos dos textos;
    - flexões: gênero, número e grau;
    - concordância verbal e nominal.


C   ORALIDADE



O

M   •          Relatar experiências e acontecimentos seguindo uma sequência lógica da
    narração.
P   •          Expressar oralmente as ideias, ouvir com atenção e respeito ao ponto de vista
    dos colegas.

E   •          Participar de situações de comunicação direta ou mediada (TV, telefone, rádio,
    etc.).

T   •          Reconhecer o significado contextual e o papel complementar de alguns
    elementos não-lingüísticos para conferir significação aos textos (gesto, postura
    corporal, expressão facial, tom de voz, entonação).
Ê   •         Manter o ponto de vista ao longo da fala.
N


C


I   PRÁTICA DE LEITURA

A

S
    •          Localizar em textos epistolares os elementos comuns, local e data, invocação,
    mensagem e destinatário.
E   •         Localizar informações explícitas e implícitas no texto.


    •          Inferir o sentido de uma palavra ou expressão.
H   •          Reconhecer o assunto do texto.
A   •          Identificar relações entre termos de um texto a partir de um processo de
    repetição, sinonímia ou retomada pronominal.
B   •          Reconhecer o gênero e as características dos textos (carta, bilhete, convite e
    lenda) e os indicadores de suporte e de autoria, na atribuição de sentido ao texto.
I   •          Observar no texto narrativo o discurso do narrador e dos personagens,
    identificando as marcas desses discursos (travessão, aspas, reticências)
L   •          Identificar em gravuras, placas, rótulos a mensagem transmitida

I   •         Reconhecer o valor expressivo dos sinais de pontuação e de acentuação.

D   •          Identificar em textos escritos, com apoio de leitor experiente, recursos utilizados
    pelo autor para obter determinados efeitos de sentido:
A    - recursos coesivos e o papel desses recursos;

D     - expressões utilizadas para indicar a mudança de lugar e tempo nas narrativas
    ficcionais;
E    - adequação da linguagem formal e informal em textos epistolares.
S
    PRODUÇÃO DE TEXTO

    •          Produzir textos: carta, convite, bilhete e lendas (reescrita) observando os
    elementos que estruturam e caracterizam esses gêneros.
    •          Recontar de lendas ouvidas e lidas.
    •          Manter a coerência textual na atribuição de título, na continuidade temática e de
    sentido geral do texto.
    •          Desenvolver o tema proposto.
    •         Utilizar letra maiúscula no início de frases, de nomes próprios e de títulos.
    •         Empregar regras padrão de concordância nominal e verbal, exceto em casos em
    que haja inversão sintática, ou distanciamento entre sujeito e verbo.
    •          Segmentar o texto em frases e parágrafos, utilizando recursos do sistema de
    pontuação.
    •         Reescrever, com apoio de leitor experiente, o próprio texto.
    •         Identificar as incorreções ortográficas durante a auto-correção.


    ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA

    •          Reconhecer as classes gramaticais (substantivo, artigo, numeral) em
    estruturação de textos e frases, nas diversas modalidades de linguagem,
    observando o uso da concordância nominal.
    •          Identificar recursos linguísticos expressivos (pontuação e vocabulário) e sua
    adequação às situações de uso.
    •          Reconhecer as diferentes flexões das palavras percebendo diversos
    significados e adequação ao contexto oracional.
    •          Identificar a concordância entre artigo e substantivo.
    •         Perceber regularidades ortográficas na formação de palavras derivadas.
    TERCEIRO ANO - 4º BIMESTRE
    LÍNGUA PORTUGUESA
C
O   ORALIDADE
N
T   √ Audição atenta em situações de interlocução, com intervenções adequadas,
    formulação de perguntas e opiniões.
E   √ Narração de histórias conhecidas, buscando aproximação das características
    discursivas do texto fonte.

Ú   √ Linguagem adequada à situação de uso, por meio de: conversas, debates,
    dramatizações e simulações.
D

O   PRÁTICA DE LEITURA
S
    √ Textos narrativos ficcionais (contos clássicos, moderno e fábula).
    -discurso direto; narrador; personagens; tempo; espaço; conflito.
    √ Textos publicitários (propaganda, cartaz);
    - recursos lingüísticos próprios do texto publicitário: o emprego dos tempos e modos
    verbais; uso dos pronomes; tipos de frases; logotipo e slogan.
    √ Texto epistolar (diário).



    PRODUÇÃO DE TEXTO

    √ Produção de textos: narrativos ficcionais (contos clássicos, moderno e fábula);
    publicitários
    ( propaganda e cartaz); epistolares(diário).
    √ Condições de produção: finalidade; especificidade da modalidade textual e do
    suporte; papéis assumidos pelos interlocutores.


    √Planejamento da produção envolvendo:
    - mobilização dos conhecimentos prévios; inventário de ideias para o tema;
    organização das informações mais relevantes para a redação final.
    √ Produção escrita (rascunho) edição final:
    - estabelecimento da unidade de sentido (coerência); recursos coesivos;


    - uso de letra maiúscula; de pontuação; de concordância nominal e verbal.
    - Ortografia aplicada ao texto: U/L; GUE/QUE; AS/AZ; R intercalado.


    ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA


    √ Gramática aplicada ao texto no contexto morfológico e semântico:
    - constituição de palavras, estruturação de frases e textos.
    - noção de advérbio.
    - concordância verbal (pronome e verbo - tempo verbal).
    - acentuação gráfica, pontuação e paragrafação.
    - flexão de gênero, número e grau.
ORALIDADE




    •          Relatar experiências e acontecimentos seguindo uma sequência lógica da
    narração.
C   •          Expressar oralmente as idéias, ouvir com atenção e respeito ao ponto de vista
    dos colegas.

O   •         Ampliar vocabulário apropriando-se progressivamente de novas palavras.


M   •          Participar de situações de comunicação direta ou mediada (TV, telefone, rádio,
    etc.).
P   •          Reconhecer o significado contextual e o papel complementar de alguns
    elementos não-linguísticos para conferir significação a fala (gesto, postura corporal,
    expressão facial, tom de voz, entonação)
E   •          Ampliar textos orais introduzindo personagens, mudando suas características e
    criando outro inicio, meio e/ou fim.

T


Ê   PRÁTICA DE LEITURA

N


C   •         Localizar informações explícitas e implícitas no texto.

I   •          Identificar personagens; sequência lógica e unidade temática.

A   •         Reconhecer o assunto do texto.


S   •          Distinguir autor de narrador.
    •         Reconhecer o valor expressivo dos sinais de pontuação e de acentuação.
E   •          Relacionar as características do gênero do texto: contos, fábulas, diário,
    propagandas e cartazes.
    •          Identificar relações entre termos de um texto a partir de um processo de
    repetição, sinonímia ou retomada pronominal.
H   •          Reconhecer as características do tipo e os indicadores de suporte e de autoria,
    na atribuição de sentido ao texto.
A   •          Observar no texto narrativo o discurso do narrador e dos personagens,
    identificando as marcas desses discursos (travessão, aspas, reticências).
B

I
L   PRODUÇÃO DE TEXTO

I
D   •          Produzir textos (contos, propagandas e cartazes) e reescrever fábulas,
    observando os elementos que estruturam e caracterizam esses gêneros.
A   •          Manter a coerência textual na atribuição de título, na continuidade temática e de
    sentido geral do texto.
D   •          Escrever textos utilizando elementos de coesão mais adequados à língua
    escrita, garantindo progressão e continuidade das ideias.
E   •          Desenvolver o tema proposto.
S   •          Empregar regras padrão de concordância nominal e verbal, exceto em casos
    em que haja inversão sintática ou distanciamento entre sujeito e verbo.
    •          Segmentar o texto em frases e parágrafos, utilizando recursos do sistema de
    pontuação.
    •         Identificar as incorreções ortográficas durante a auto-correção.
    •          Reconhecer as variações fonéticas das palavras e a necessidades de acentuá-
    las.


    ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA

    •         Identificar em textos escritos, com apoio de leitor experiente, recursos utilizados
    pelo autor para obter determinados efeitos de sentido:
    - recursos coesivos e o papel desses recursos;
    - expressões utilizadas para indicar a mudança de lugar e tempo nas narrativas
    ficcionais;
    - a função dos sinais de pontuação na produção de sentido.
    -recursos coesivos e o papel desses recursos;
    - recursos linguísticos (modo, tempo verbal e pronomes) dos textos publicitários.
    - argumentos utilizados em textos publicitários para convencer o leitor;
    - marcas que caracterizam o nível de registro empregado, formal ou informal,
    considerando a relação entre interlocutores;
    - expressões de circunstâncias dos advérbios.
    QUARTO ANO - 1º BIMESTRE
    LÍNGUA PORTUGUESA

    ORALIDADE

    √ Audição atenta em situações de interlocução, com intervenções adequadas,
    formulação de perguntas e opiniões.


    √ Relato de experiências pessoais e/ou coletivas de forma clara e ordenada.



    √ Narração dos fatos considerando a temporalidade e causalidade.
C   √ Narração de histórias conhecidas buscando aproximação das características
    discursivas do texto fonte.
O   √ Adequação da linguagem à situação de uso por meio de conversas, debates,
    dramatizações e simulações.
N

T   PRÁTICA DA LEITURA
E
Ú   √ Textos instrucionais (receitas, regras de jogos, normas, manual de instruções):
D   - predominância das linguagens: explicativa e incitativa (que induz o leitor a realizar
    uma tarefa);
O   - formas verbais no gerúndio (indicativo da continuidade do processo);
S   - verbos no infinitivo (que podem substituir as formas imperativas), reforçando a
    idéia de processo, de ação e de comando;
    - uso de advérbios.
    √ Textos poéticos (poemas):
    - Recursos sonoros (aliterações, assonâncias, ritmo, rimas) e visuais para obtenção
    de efeitos poéticos.


    PRODUÇÃO DE TEXTO




     √ Produção de textos: instrucionais (receitas, regras de jogos, normas, manuais de
    instruções) e textos poéticos (poemas).
    √ Condições de produção:
    - finalidade;
    - especificidades da modalidade textual;


    - papéis assumidos pelos interlocutores;
    - mobilização dos conhecimentos prévios;
    - inventário de idéias para o desenvolvimento do tema;
    - organização das informações mais relevantes.
    √ Produção escrita (rascunho) e edição final:
    - estabelecimento de unidade de sentido;
    - fatores de textualidade (coesão e coerência);
    - pontuação, ortografia, acentuação e segmentação;
    - concordância verbal e nominal.
    √ Segmentação do texto em frases e parágrafos.
    √ Reescrita do próprio texto:
    - unidade temática;
    - adequação do tema;
    - finalidade do texto;
    - segmentação do texto em palavras, frases e parágrafos;
    - retomada pronominal e substituição de termos.
    √ Ortografia considerando as irregularidades da língua escrita: M antes de P/B; AM/
    NA; LH/LI; F/V; C/G; D/T; GE/GI; JE/JI; AS/AZ.
ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA

    √ Gramática aplicada ao texto no contexto morfológico e semântico:
    - fonética e fonologia;
    - sílaba tônica e acentuação gráfica;
    - advérbios e expressões adverbiais;
    - formas verbais no gerúndio e no infinitivo;
    - concordância verbal (sujeito e predicado).




    ORALIDADE

C

O   •          Participar de situações de comunicação direta ou mediada (TV, telefone, rádio e
    outros).

M   •          Inferir sobre alguns elementos de intencionalidade implícita (sentido figurado,
    recursos persuasivos e outros).

P   •          Reconhecer o significado contextual e o papel complementar de alguns
    elementos não linguísticos para conferir significação aos textos (gesto, postura
    corporal, expressão facial, tom de voz, entonação).
E   •          Utilizar a linguagem oral em situações que exijam: preparação prévia, maior
    grau de formalidade, manutenção do ponto de vista ao longo da fala, procedimentos
    de negociação de acordos.
T   •         Dramatizar histórias lidas ou ouvidas.


Ê   •          Respeitar os diferentes modos de falar de outras pessoas.


N   •          Desenvolver o hábito de ouvir com atenção como forma de melhorar a
    comunicação e a interação com o grupo.
C

I   PRÁTICA DE LEITURA
A

S   •         Identificar informações relevantes para a compreensão do texto.


    •          Relacionar as características do tipo de texto e os indicadores de suporte e de
    autoria na atribuição de sentido ao texto.
E   •          Reconhecer a relação entre imagem e texto verbal na atribuição de sentido ao
    texto.
    •         Localizar informações implícitas e explícitas.
H   •          Inferir o sentido de uma palavra e/ou de uma expressão no texto.
A   •          Identificar em textos poéticos (poemas) recursos sonoros (aliteração,
    assonância, ritmo, rimas) e visuais.
B   •          Identificar traços de intertextualidade.

I   •         Desenvolver fluência na leitura de textos.

L
I

D   PRODUÇÃO DE TEXTO
A
D
E   •          Produzir textos (receitas, regras de jogos, normas, manuais de instruções e
    notícias) considerando os elementos que estruturam e caracterizam esse gênero
    textual.
S   •          Manter a coerência textual na atribuição de título, na continuidade temática e de
    sentido geral do texto.
    •          Escrever textos utilizando procedimentos de coesão mais adequados à língua
    escrita, garantindo a progressão e a continuidade das ideias.
    •          Segmentar o texto em frases e parágrafos, utilizando recursos do sistema de
    pontuação.
    •         Utilizar concordância nominal (artigo e substantivo; substantivo e adjetivo);
    flexão de gênero (masculino e feminino) e número (singular e plural).
    •          Reescrever o próprio texto observando:
    - o desenvolvimento do tema;
    - a adequação necessária em função do interlocutor, da finalidade do texto, das
    características do gênero; da pontuação, da segmentação do texto em palavras,
    frases e parágrafos.
    •         Revisar o próprio texto.



    ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA

    •          Reconhecer classes gramaticais em estruturação de textos e frases, nas
    diversas modalidades de linguagem, observando o uso da concordância verbal
    (sujeito e predicado).
    •         Reconhecer que diferentes palavras podem substituir outras no contexto.
    •         Reconhecer o acento gráfico como marca da tonicidade.
    •         Perceber expressões de circunstâncias dos advérbios nas frases.
    •          Reconhecer formas verbais no gerúndio que indicam continuidade de processo
    nos textos e verbos no infinitivo que substituem formas imperativas em textos
    instrucionais.
    •          Reconhecer em textos escritos, com apoio de leitor experiente, recursos
    utilizados pelo autor para obter determinados efeitos de sentido:
                 - recursos coesivos e suas finalidades;
                 - o valor expressivo dos sinais de pontuação;
                 - recursos linguísticos (modo, tempo verbal e pronomes) utilizados nos textos.
QUARTO ANO - 2º BIMESTRE
    LÍNGUA PORTUGUESA

    ORALIDADE

     √ Audição atenta em situações de interlocução, com intervenções adequadas,
    formulação de perguntas e opiniões.


    √ Narração de fatos considerando a temporalidade e a causalidade.




     √ Narração de histórias conhecidas, buscando aproximação das características
    discursivas do texto fonte.
C   √ Adequação da linguagem à situação de uso por meio de diálogos, debates,
    dramatizações e simulações.




O
N   PRÁTICA DE LEITURA
T
E   √ Textos jornalísticos (classificados): especificação do produto, dados do anunciante
    e linguagem objetiva.
Ú   √ Textos informativos (verbetes de dicionário, nota enciclopédicas, rótulos de
    embalagens):
D   - linguagem concisa e precisa; abreviaturas.
O   √ Informações explícitas e implícitas.
S   √ Inferência.
    √ Estratégias de leitura.


    PRODUÇÃO DE TEXTO




    √ Produção e/ou rescrita de textos jornalísticos (classificados) e informativos
    (verbetes de dicionários, notas enciclopédicas, rótulos de embalagens).
    √ Condições de produção:
    - finalidade, especificidades da modalidade textual e do suporte, papéis assumidos
    pelos interlocutores.

    √ Planejamento e organização da produção envolvendo:
    - mobilização dos conhecimentos prévios;
    - inventário de ideias para o desenvolvimento do tema;
    - organização das informações mais relevantes.
    √ Produção escrita (rascunho) e edição final:
    - estabelecimento de unidade de sentido;
    - fatores de textualidade (coesão e coerência);
- pontuação, ortografia, acentuação e segmentação;
    - concordância verbal e nominal.
     √ Reescrita do próprio texto:
    - unidade temática;
    - adequação ao assunto;
    - finalidade do texto;
    - retomada pronominal e substituição de termos.
    √ Grafia das palavras mais usuais que apresentam dígrafos, ditongos: O/U, E/I, U/L,
    ÃO /AM, R final, QUA/QUE/QUI, AM, NS, X, CH, H, TIL (Ã, ÃO, ÕES + S).


    ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA

    √Gramática aplicada ao texto no contexto morfológico e semântico:
      - Verbo, pronome, substantivo simples e composto.
    √ Identificação de recursos utilizados pelo autor para obter determinados efeitos de
    sentido, nos textos jornalísticos e informativos, considerando:
    - as expressões utilizadas para indicar a mudança de lugar e tempo na narrativa
    ficcional;
    - recursos (depoimentos, citações) para obter efeito de veracidade ao dito no texto;
    - pontuação e abreviaturas nos textos;
    - elementos de coesão mais adequados à língua escrita, garantindo progressão e
    continuidade das ideias;
    - a segmentação do texto em frases e parágrafos, utilizando recursos do sistema de
    pontuação (ponto final, exclamação, interrogação e vírgulas nas enumerações);
    - letras maiúsculas no início de frases, de nomes próprios e de títulos.


C    ORALIDADE
O   •          Inferir sobre alguns elementos de intencionalidade implícita (sentido figurado,
    recursos persuasivos, humor e outros).


M   •          Reconhecer o significado contextual e o papel complementar de alguns
    elementos não-linguísticos para conferir significação aos textos (gesto, postura
    corporal, expressão facial, tom de voz, entonação).
P   •         Utilizar a linguagem oral em situações que exijam: preparação prévia,maior grau
    de formalidade, manutenção do ponto de vista ao longo da fala e procedimentos de
    negociação de acordos.
E   •         Ouvir atenta e criticamente, respeitando o interlocutor.


T   •         Argumentar e defender seu ponto de vista.


Ê

N

C   PRÁTICA DE LEITURA
I


A   •         Reconhecer a unidade temática do texto.

S   •         Identificar informações relevantes para a compreensão do texto.

    •          Relacionar as características do tipo de texto e os indicadores de suporte e de
    autoria na atribuição de sentido ao texto.
E   •          Reconhecer a relação entre imagem e texto verbal na atribuição de sentido ao
    texto.
H   •          Localizar informações implícitas e explícitas.


A   •         Inferir o sentido de uma palavra e/ou de uma expressão no texto.
B   •          Identificar traços de intertextualidade.
I   •          Ler em voz alta com fluência, ritmo e entonação.

L
I   •          Utilizar informações oferecidas por um glossário, verbete de dicionário para a
    compreensão da leitura.
D   •          Reconhecer e empregar o valor diferencial do acento em determinadas
    palavras.
A

D   PRODUÇÃO DE TEXTO
E

S   •         Produzir e/ou reescrever textos: jornalísticos (classificados) e informativos
    (verbetes de dicionário, nota enciclopédicas, bilhetes, embalagens), considerando
    os elementos que os estruturam e caracterizam.

    •         Reconhecer e manter a coerência textual na atribuição de título, na continuidade
    temática e de sentido geral do texto.
    •          Escrever textos utilizando procedimentos de coesão mais adequados à língua
    escrita, garantindo a progressão e a continuidade das ideias.
    •          Segmentar o texto em frases e parágrafos, utilizando recursos do sistema de
    pontuação.
    •          Reescrever o próprio texto observando o desenvolvimento do tema, a
    adequação necessária em função do interlocutor, da finalidade do texto, das
    características do gênero e da segmentação do texto em palavras, frases e
    parágrafos.
    •             Utilizar regras-padrão de concordância verbal (sujeito e predicado),
    concordância nominal (artigo e substantivo, substantivo e adjetivo) e flexão de
    gênero (masculino e feminino) e número (singular e plural).



    ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA
•         Identificar as classes gramaticais (substantivo, verbo, pronome) em estruturação
    de frases e textos, observando o uso da concordância nominal e verbal.

    •         Perceber semelhanças e diferenças entre linguagem formal e informal.
    •          Perceber que o sentido da frase muda ao substituir algumas palavras por seu
    antônimo.
    •          Reconhecer a possibilidade de substituir elementos da frase por outros sem
    alterar a concordância verbal e nominal
    •          Reconhecer em textos escritos, com apoio de leitor experiente, recursos
    utilizados pelo autor para obter determinados efeitos de sentido:
     - recursos coesivos e suas finalidades; o valor expressivo dos sinais de pontuação e
    nos textos informativos (quantidade de vírgulas/aposições) como recurso de
    condensação do texto;
      - recursos linguísticos (modo, tempo verbal e pronomes) utilizados em textos
    jornalísticos; (características do gênero), argumentos utilizados para convencer o
    leitor.
    •          Reconhecer e empregar o valor diferencial do acento em determinadas
    palavras.
    QUARTO ANO - 3º BIMESTRE
    LÍNGUA PORTUGUESA

    ORALIDADE




    √ Audição atenta em situações de interlocução, com intervenções adequadas,
    formulação de perguntas e opiniões.
    √ Relato de experiências pessoais e/ou coletivas de forma clara e ordenada.


    √ Narração de fatos considerando a temporalidade e causalidade.
C   √ Narração de histórias conhecidas buscando aproximação das características
    discursivas do texto fonte.
O   √ Adequação da linguagem à situação de uso por meio de conversas, debates,
    dramatizações e simulações.
N
T
E
Ú
D   PRÁTICA DE LEITURA
O
S   √ Textos narrativos ficcionais (contos e lendas):
     - modos de apresentar os personagens; discurso direto e indireto.
    √ Textos publicitários (propagandas, folhetos, avisos):
     - logotipo, slogan e anuncio.
    √ Texto epistolar (convites): local, data, destinatário.
    √ Recursos utilizados pelo autor para obter determinados efeitos de sentido nos
    textos narrativos, epistolares e publicitários, considerando:
- expressões para marcar a mudança de espaço e tempo na narrativa;



     - recursos coesivos e suas finalidades;
     - recursos do sistema de pontuação para marcar a fala dos personagens;
     - argumentos utilizados em textos publicitários para convencer o leitor;
     - sentido figurado;
     - recursos lingüísticos (modo e tempo verbal, pronomes) utilizados em textos
    publicitários.




    PRODUÇÃO DE TEXTO

    √ Produção e/ou reconto de textos: narrativos ficcionais (contos e lendas),
    publicitários (propaganda, folheto e aviso) e epistolares (convites) observando os
    elementos que os estruturam e caracterizam.
    √ Consideração das condições de produção: finalidade, especificidades da
    modalidade textual e do suporte (portador), papéis assumidos pelos interlocutores.

    √ Planejamento da produção, envolvendo: mobilização dos conhecimentos prévios,
    inventário de idéias para o desenvolvimento do tema e organização das informações
    mais relevantes.
    √ Produção escrita e edição final:
    - estabelecimento de unidade de sentido; fatores de textualidade (coesão e
    coerência);
    - recursos gráficos suplementares (distribuição espacial, margem, parágrafo e letra
    maiúscula);
    - pontuação, ortografia, acentuação e segmentação;
    - concordância verbal e nominal;
    - unidade temática; adequação do tema;
    - finalidade do texto;
    - retomada pronominal e substituição de termos.
    √ Ortografia aplicada ao texto: SC, XC, Ç, X, S, Z.


    ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA

    √ Gramática aplicada ao texto no contexto morfológico e semântico:
    - adjetivo;
    - conjunção e preposição;
    - acentuação e pontuação;
    - linguagem conotativa e denotativa;
    - concordância nominal.



C
O   ORALIDADE



M

P   •          Participar de situações de comunicação direta ou mediada (TV, telefone, rádio,
    multimídia, e outros).
E   •          Fazer inferência sobre alguns elementos de intencionalidade implícita (sentido
    figurado, recursos persuasivos, humor e outros).

T   •         Manter ponto de vista ao longo da fala.


Ê   •          Utilizar a linguagem oral em situações que exijam: preparação prévia e maior
    grau de formalidade.
N   •         Ouvir e respeitar diferentes opiniões.

C   •          Debater ideias e opiniões encontradas no texto.


I


A   PRÀTICA DE LEITURA

S

    •         Ler em voz alta, com fluência, ritmo e entonação.
E   •          Reconhecer a mudança de foco narrativo (narrador em 1ª e 3ª pessoa).

    •          Identificar informações relevantes para a compreensão do texto.


H   •         Reconhecer a unidade temática do texto.
A   •          Estabelecer relações entre termos de um texto, a partir de um processo de
    repetição; sinonímia ou retomada pronominal.
B   •          Relacionar as características do tipo, indicadores de suporte e de autoria na
    atribuição de sentido ao texto.
I   •         Perceber o valor expressivo dos sinais de pontuação e de acentuação.
L   •         Localizar informações implícitas e explícitas.
I   •          Inferir o sentido de uma palavra e/ou de uma expressão no texto.

D

A
D   PRODUÇÃO DE TEXTO

E
S
•          Produzir e/ou recontar textos narrativos (contos, lendas, convites, propaganda,
    aviso); considerando os elementos que caracterizam e estruturam esses textos, a
    finalidade e os interlocutores.
    •          Manter a coerência textual na atribuição de título; na continuidade temática e de
    sentido geral do texto.

    •          Escrever textos utilizando procedimentos de coesão mais adequados à língua
    escrita, garantindo a progressão e a continuidade das ideias.
    •          Demonstrar domínio relativo da ortografia, em especial, das palavras mais
    usuais.
    •          Reescrever o próprio texto observando o desenvolvimento do tema; a
    adequação necessária em função do interlocutor; da finalidade do texto; das
    características do gênero; segmentação do texto em palavras, frases e parágrafos;
    •          Produzir texto utilizando o discurso direto e indireto


    ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA

    •          Reconhecer em textos escritos, com apoio de leitor experiente, recursos
    utilizados pelo autor para obter determinados efeitos de sentido:
    - recursos coesivos (conjunção e preposição) e o papel desses recursos; o valor
    expressivo dos sinais de pontuação para marcar o discurso direto e indireto; e nos
    textos informativos (quantidade de vírgulas/aposições) como recurso de
    condensação do texto;
    •          Reconhecer recursos de linguagem figurada; os elementos de intencionalidade
    implícita (recursos persuasivos, humor, metáforas); registro formal ou informal,
    considerando a relação entre interlocutores.
    •          Identificar as classes gramaticais (adjetivo, conjunção e preposição) em
    estruturação de textos e frases, observando o uso da concordância nominal.
    QUARTO ANO - 4º BIMESTRE
    LÍNGUA PORTUGUESA

    ORALIDADE

    √ Relato de experiências pessoais e/ ou coletivas de forma clara e ordenada.

    √ Narração de fatos considerando a temporalidade e causalidade.


    √ Narração de histórias conhecidas, buscando aproximação das características
    discursivas do texto fonte.



C   √ Adequação da linguagem à situação de uso por meio de conversas, debates,
    dramatizações e simulações.
O
N   PRÁTICA DE LEITURA
T
E   √ Textos narrativos (fábulas e contos clássicos).
Ú   - foco narrativo; discurso direto e indireto; conflito e desfecho; tempo e espaço.
D   √ História em quadrinhos:
O   - a narrativa por meio de imagens;
S   - os códigos verbais e não-verbais;
    - os sinais gráficos: balões, traços indicadores de movimento;
    - as representações gráficas dos sons (onomatopéias).
    √Textos jornalísticos (notícia):
    - elementos próprios à organização do texto: título, função e características;
     - lide, função, estruturação, relação entre ilustração e texto;



    - relação entre o corpo da notícia e elementos visuais complementares como: fotos,
    diagramas, gráficos, tabelas, mapas, etc.
    √ Textos epistolares (carta):
    - local e data; invocação; desenvolvimento do assunto; despedida; assinatura; a
    adequação da linguagem mais ou menos formal de acordo com a finalidade do
    texto.




    PRODUÇÃO DE TEXTO

    √ Produção de textos: narrativos ficcionais (fábulas, contos clássicos, dentre outros)
    e epistolares (cartas).
    √ Condições de produção:
    - finalidades; especificidades da modalidade textual e do suporte; papéis assumidos
    pelos interlocutores.
    √ Planejamento e organização da produção:
    - mobilização dos conhecimentos prévios;
    - inventário de ideias para o desenvolvimento do tema;
    - organização das informações mais relevantes.
    √ Produção escrita (rascunho) e edição final:
    - estabelecimento de unidade de sentido;
    - fatores de textualidade (coesão e coerência);
    - pontuação, ortografia, acentuação e segmentação;
    - concordância verbal e nominal.
    √ Reescrita do próprio texto.
    √ Ortografia: QUA/QUE/QUI, AM, NS, X, CH, H, TIL (Ã, ÃO, ÕES + S).

    ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA

     √ Gramática aplicada ao texto no contexto morfológico e semântico:
    - substantivo coletivo, concreto e abstrato;
    - artigo definido e indefinido;
    - numeral;
    - flexão de gênero, número e grau;
    - pontuação e acentuação.
ORALIDADE



C

O   •          Utilizar a linguagem oral em situações que exijam: preparação prévia, maior
    grau de formalidade, manutenção do ponto de vista ao longo da fala e
    procedimentos de negociação de acordos.
M   •         Formular perguntas aos professores e aos colegas de forma adequada.


P   •          Expressar empregando dicção, gesto, postura, expressão facial, tom de voz e
    entonação adequada ao contexto.

E   •          Debater assuntos escolhidos pelo grupo.

T   •          Dramatizar o texto observando as diferentes formas de expressão.

Ê   •         Fazer réplicas e tréplicas num debate.


N


C   PRATICA DE LEITURA

I

A   •         Identificar informações relevantes para a compreensão do texto.
S   •          Reconhecer o assunto do texto.

    •          Estabelecer relações entre termos de um texto, a partir de um processo de
    repetição; sinonímia ou retomada pronominal.

E   •          Relacionar as características do tipo de texto e os indicadores de suporte e de
    autoria na atribuição de sentido ao texto.
    •          Localizar informações implícitas e explícitas.
H   •          Inferir o sentido de uma palavra e/ou de uma expressão no texto.

A   •          Identificar traços de intertextualidade
B   •          Identificar marcas, que caracterizam o nível de registro empregado, formal ou
    informal, considerando a relação entre os interlocutores.
I   •         Compreender o vocabulário presente no texto, usando o dicionário.

L

I   PRODUÇÃO DE TEXTO
D
A   •          Produzir textos: narrativos e epistolares atendendo a modalidade proposta.
D   •          Manter a coerência textual na atribuição de título, na continuidade temática e no
    sentido geral do texto.
E   •         Escrever textos utilizando procedimentos de coesão mais adequados à língua
    escrita, garantindo a progressão e a continuidade das ideias.
S   •         Utilizar letra maiúscula no início de frases, em nomes próprios e em títulos.
    •          Demonstrar domínio relativo da ortografia, em especial, das palavras mais
    usuais.
    •          Reescrever o próprio texto observando o desenvolvimento do tema, a
    adequação necessária em função do interlocutor, da finalidade do texto e das
    características do gênero, segmentação do texto em palavras, frases e parágrafos.
    •         Utilizar regras-padrão de concordância verbal (sujeito e predicado),
    concordância nominal (artigo e substantivo; substantivo e adjetivo) e flexão de
    gênero (masculino e feminino) e número (singular e plural).

    •         Reelaborar e organizar histórias substituindo ou acrescentando partes.

    ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA

    •          Comparar textos considerando o tema, características textuais, organização
    das ideias e finalidade.
    •          Perceber o valor expressivo dos sinais de pontuação e de acentuação.
    •          Analisar e tirar conclusões sobre a regra de acentuação das palavras oxítonas,
    paroxítonas e proparoxítonas.
    •          Compreender o sentido das palavras, sinônimos, antônimos, prefixos, sufixos e
    outras estratégias para formar palavras.
    •          Identificar as regras gramaticais (substantivos, adjetivo, numeral) em
    estruturação de textos e frases, nas diversas modalidades da linguagem,
    observando a concordância nominal e verbal.
    •          Reconhecer recursos linguísticos expressivos (linguagem figurada,
    onomatopéia, pontuação, vocabulário) e sua adequação a situação de uso.
    •          Reconhecer as diversas possibilidades de sentido no emprego de palavras
    formadas por derivação sufixal (aumentativo/diminutivo).

    QUINTO ANO - 1º BIMESTRE
    LÍNGUA PORTUGUESA

    ORALIDADE

    √ Situação de comunicação direta ou mediada (telefone, rádio, televisão e outros).
    √ Elementos de intencionalidade implícitos (sentido figurado, humor e outros).
    √ Elementos não linguísticos para conferir significação aos textos (gesto, postura
    corporal, expressão facial, tom de voz, entonação).
C   √ Linguagem em situação de intercâmbio oral, ampliando-a para outras que
    requeira:
O   - maior grau de formalidade; preparação prévia; manutenção de um ponto de vista
    ao longo da fala; uso de procedimentos de negociação de acordos.
N
T   PRÁTICA DE LEITURA
E
Ú   √ Textos narrativos ficcionais (contos clássicos e contemporâneos):
D   - tempo; espaço; narrador (foco narrativo: narrador-personagem e narrador
    observador); enredo; ordenação temporal; caracterização dos personagens, ações e
    modo como se expressam.
O
S   √ Textos instrucionais (receita, regras de jogos, bula, manual de instrução):
    - instruções e prescrições; descrições de ações; uso de formas verbais no gerúndio,
    indicando continuidade do processo; uso do infinito como indicador de regulação do
    comportamento; comando e uso de advérbios para indicar o modo de realizar a
    ação.
    √ Textos de diferentes gêneros (exemplo: texto eletrônico).
    √ Estratégias de leitura.
    √ Inferência.




    PRODUÇÃO DE TEXTO

      √ Produção de textos: narrativos ficcionais (contos: clássicos, contemporâneos),
    instrucionais (receita, regras de jogos, bula, manual de instrução) e textos de
    diferentes gêneros (eletrônicos):
    - Condições de produção:
    - finalidade do texto; a imagem e o papel dos interlocutores; as características do
    gênero.

     √ Planejamento da produção:
    - mobilização dos conhecimentos prévios sobre o assunto;
    - inventário das ideias para o desenvolvimento do tema;
    - organização das informações mais relevantes.
     √ Produção escrita e edição final:
    - estabelecimento da unidade de sentido;
    - fatores de textualidade, coerência e coesão;
    - segmentação do texto em frase e parágrafos com utilização de recursos do
    sistema de pontuação, de acentuação e de ortografia;


    ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA

     √ Gramática no contexto morfológico; semântico e discursivo:
    - fonética e fonologia (fonema e sílaba);
    - divisão silábica (número de sílabas e sílaba tônica),
    - substantivo e artigo.
    - frase, oração e período;
    - regras de concordância nominal (artigo e substantivo; substantivo e adjetivo);
    flexão de gênero (masculino e feminino) e número (singular e plural);
    - regras de concordância verbal (sujeito e predicado).
    - Recursos linguísticos e estilísticos utilizados pelo autor para obter determinados
    efeitos de sentido, em textos narrativos e instrucionais, considerando:
    - adequação necessária em função do interlocutor;
    - finalidade do texto; - características do gênero.
ORALIDADE

C

O   •          Participar de situações de comunicação direta ou mediada (TV, telefone, rádio,
    internet, etc.).

M   •          Inferir sobre alguns elementos de intencionalidade implícita na fala (sentido
    figurado, recursos persuasivos, humor e outros).

P   •          Perceber os elementos intencionais do texto: humor, ironia, tom catastrófico,
    inflexão de voz.

E   •         Relatar histórias e casos de passeios e brincadeiras.

T   •          Dramatizar textos simulando os meios de comunicação: conversas por telefone,
    anúncios de rádio ou locuções dos apresentadores.

Ê   •          Reconhecer o significado contextual do papel complementar de alguns
    elementos não-linguísticos para conferir significação aos textos (gesto, postura
    corporal, expressão facial, tom de voz, entonação).
N

C   PRÁTICA DE LEITURA

I


A   •         Identificar informações explícitas e implícitas, relevantes para a compreensão do
    texto.
S   •         Reconhecer a unidade temática do texto.


    •         Distinguir autor de narrador.
E   •          Relacionar as características do tipo de texto e os indicadores de suporte e de
    autoria na atribuição de sentido ao texto.
    •          Identificar marcas que evidenciam o locutor e o interlocutor de um texto nos
    diversos domínios sociais.
H   •         Perceber o valor expressivo dos sinais de pontuação e de outras notações.
A   •         Identificar procedimentos paródicos.
B   •         Identificar a finalidade de textos de diferentes gêneros.

I   •          Identificar o conflito gerador do enredo e os elementos que constroem a
    narrativa.
L   •         Estabelecer a relação causa/conseqüência entre partes e elementos do texto.
I   •         Inferir o sentido de uma palavra ou expressão.

D
A
D
E   PRODUÇÃO DE TEXTO
S
    •          Produzir textos narrativos ficcionais e jornalísticos considerando elementos que
    os estruturam e caracterizam.
    •          Manter a coerência textual na atribuição de título, na continuidade temática, de
    sentido geral do texto e no desenvolvimento.
    •          Atender a modalidade proposta.
    •          Segmentar o texto em frases e parágrafos, utilizando recursos do sistema de
    pontuação.
    •          Utilizar letra maiúscula no início de frases, em nomes próprios e em títulos.
    •          Revelar domínio relativo da ortografia.
    •          Empregar regras-padrão de concordância verbal e nominal, flexão de gênero e
    número.
    •          Escrever textos utilizando procedimentos de coerência e coesão mais
    adequados à língua escrita.
    •         Reescrever o próprio texto até torná-lo melhor escrito.


    ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA

    •          Reconhecer em textos escritos recursos utilizados pelo autor para obter
    determinados efeitos de sentido
    - recursos coesivos e suas finalidades no sistema de pontuação para marcar o
    discurso direto e indireto;
    - marcas que caracterizam o nível de registro empregado, formal ou informal,
    considerando a relação entre os interlocutores;
    - recursos utilizados para marcar as falas do narrador e das personagens.

    - expressões utilizadas para indicar a mudança de lugar e tempo na narrativa
    ficcional.
    •          Identificar a utilização das classes gramaticais (artigo, substantivo) em
    estruturação de textos e frases nas diversas modalidades.
    •         Reconhecer a funcionalidade da separação de sílabas das palavras em textos.
    •         Reconhecer o uso de construções sintáticas (sujeito e predicado).


    QUINTO ANO - 2º BIMESTRE
    LÍNGUA PORTUGUESA

    ORALIDADE

    √ Elementos de intencionalidade implícita (sentido figurado, humor etc.).
    √ Significado contextual e do papel complementar de alguns elementos não
    linguísticos para conferir significação aos textos (gesto, postura corporal, expressão
    facial, tom de voz, entonação).
√ Linguagem em situação de intercâmbio oral: maior grau de formalidade;
    preparação prévia; manutenção de um ponto de vista ao longo da fala;
    procedimentos de negociação de acordos.
C   √ Elementos intencionais do texto: humor, ironia, tom catastrófico, inflexão de voz.

O
N   PRÁTICA DE LEITURA
T
E   √ Textos narrativos ficcionais (contos clássicos e contemporâneos e histórias em
    quadrinhos).
Ú    - imagens, código verbal e não-verbal sinais gráficos, balões, traços e indicadores
    de movimento.
D   √ Textos informativos (relato de experiência científica, folhetos):
O      - impessoalidade, objetividade, usa de sequências descritivas, discurso expositivo.

S      - adequação do registro mais formal ou menos formal de acordo com a finalidade
    do texto e o interlocutor.
    √ Informações explícitas e implícitas, relevantes para a compreensão do texto.

    PRODUÇÃO DE TEXTO




    √ Produção de textos: narrativos ficcionais (contos clássicos e contemporâneos e
    histórias em quadrinhos) e informativos (relato de experiência científica, folhetos).
    √ Condições de produção:
    - finalidade do texto; a imagem e o papel dos interlocutores;
    - características do gênero.



    √ Planejamento e organização da produção:
    - mobilização dos conhecimentos prévios sobre o assunto;
    - inventário das ideias para o desenvolvimento do tema;
    - organização das informações mais relevantes.
    √ Produção escrita e edição final:
    - estabelecimento da unidade de sentido;
    - fatores de textualidade: coerência e coesão;
    - segmentação do texto em frase e parágrafos com e recursos do sistema de
    pontuação, de acentuação e de ortografia.


    ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA

    √ Gramática no contexto morfológico e sintático; semântico e discursivo:
    - frase, oração e período;
    - concordância nominal (artigo e substantivo; substantivo e adjetivo); flexão de
    gênero (masculino e feminino) e número (singular e plural);
     - concordância verbal (sujeito e predicado).
    - pronomes, advérbios e conjunção.
    - flexão de número.
- linguagem conotativa.


    ORALIDADE



C

O   •          Participar de situações de comunicação direta ou mediada (TV, telefone, rádio,
    etc.).
M   •          Inferir sobre alguns elementos de intencionalidade implícita (sentido figurado,
    recursos persuasivos, humor etc.)

P   •          Dramatizar histórias ouvidas e lidas.


E   •          Reconhecer significado contextual e o papel complementar de alguns
    elementos não-linguísticos para conferir significação aos textos (gesto, postura
    corporal, expressão facial, tom de voz, entonação).
T   •          Utilizar a linguagem oral em situações que exijam: preparação prévia, maior
    grau de formalidade, manutenção do ponto de vista ao longo da fala, procedimentos
    de negociação de acordos.
Ê


N   PRÁTICA DE LEITURA


C

I   •         Identificar informações explícitas e implícitas, relevantes para a compreensão do
    texto.
A   •         Reconhecer a unidade temática do texto.
S   •          Distinguir autor, narrador e personagens.

    •          Relacionar as características do tipo de texto e os indicadores de suporte e de
    autoria na atribuição de sentido ao texto.

E   •         Perceber o valor expressivo dos sinais de pontuação e de outras notações.
    •          Identificar procedimentos paródicos.
H   •          Caracterizar personagens a partir de descrições apresentadas, de ações por
    elas realizadas ou do modo como se expressam.
A   •          Inferir o sentido de uma palavra, expressão ou informação no texto.
B   •          Interpretar texto com o auxílio de material gráfico diverso (propagandas,
    quadrinhos, fotos etc.).
I   •          Identificar a finalidade de textos de diferentes gêneros.

L   •          Identificar repetições ou substituições que contribuem para a continuidade do
    texto.
I
D   PRODUÇÃO DE TEXTO

A
D   •          Produzir textos: narrativos ficcionais e textos informativos, considerando os
    elementos que os estruturam e caracterizam.
E   •         Escrever de acordo com a proposta solicitada.
S   •          Empregar regras-padrão de concordância verbal e nominal, flexão de gênero e
    número.
    •         Reescrever, com apoio, o próprio texto, observando:
    - a unidade temática; o desenvolvimento do tema;
    - o uso de recursos coesivos mais próximos da linguagem escrita, garantindo
    progressão e continuidade das ideias;
    - a adequação necessária em função do interlocutor, da finalidade do texto, das
    características do gênero;
    - a coerência na atribuição do título, do tema e sentido global do texto;

    •          Segmentar o texto em frases e parágrafos, utilizando adequadamente os
    recursos de
    pontuação de final de frases e no interior de frases (letras maiúsculas, ponto final,
    exclamação, interrogação, vírgula, dois pontos, reticências).



    ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA


    •          Reconhecer em textos escritos recursos utilizados pelo autor para obter
    determinados efeitos de sentido:
    - recursos de linguagem figurada;
    - elementos de intencionalidade implícita (recursos persuasivos, humor, metáfora);
    - marcas que caracterizam o nível de registro empregado, formal ou informal,
    considerando a relação entre os interlocutores;
    - recursos utilizados para marcar as falas do narrador e das personagens;
    - expressões utilizadas para indicar a mudança de lugar e tempo na narrativa
    ficcional.


    •          Estabelecer relações lógico-discursivas presentes no texto, marcadas por
    conjunções, advérbios e outros.
    •          Estabelecer relações lógico-discursivas presentes no texto, marcadas por
    conjunções, advérbios e outros.
    •          Reconhecer a utilização das classes gramaticais (pronome e advérbios) em
    estruturação de frases e textos observando a concordância nominal e a flexão de
    número.
    QUINTO ANO - 3 º BIMESTRE
    LÍNGUA PORTUGUESA

    ORALIDADE
√ Situação de comunicação direta ou mediada, (telefone, rádio, televisão e outros).


    √ Elementos de intencionalidade implícita (sentido figurado, humor e outros).

    √ Elementos não lingüísticos para conferir significação aos textos (gestos, postura
    corporal, expressão facial, tom de voz, entonação).
C


O   √ Linguagem em situação de intercâmbio oral:

N   - maior grau de formalidade; preparação prévia; manutenção de um ponto de vista
    ao longo da fala; procedimentos de negociação de acordos.
T
E   PRÁTICA DE LEITURA
Ú
D   √ Textos narrativos ficcionais (contos populares, lendas e fábulas):
O   - tempo e espaço; narrador (foco narrativo); enredo; ordenação temporal;
    caracterização dos personagens; diálogo entre os textos (intertextualidade).
S   √ Textos Publicitários/persuasivos (propaganda, folheto e anúncio):
    - logotipo; slogan;
    - recursos linguísticos próprios do texto publicitário: o emprego dos tempos verbais
    (sobretudo o do modo imperativo); usos dos pronomes; tipos de frases; recursos
    gráfico-visuais, tais como: ilustrações, fotos, cores, tamanho das fontes, argumentos
    para convencer o leitor.
    √Poéticos (poemas):
    - efeitos sonoros obtidos por meio de rimas; aliterações; assonâncias; disposição
    gráfica e linguagem figurada.
    √Textos epistolares (carta e bilhete):



    - local e data, invocação, assunto, despedida, assinatura;
    -adequação do registro mais formal ou menos formal de acordo com a finalidade do
    texto e o interlocutor.




    PRODUÇÃO DE TEXTO

    √ Produção de textos: narrativos ficcionais (contos populares, lendas e fábulas),
    publicitários (propaganda, folheto, anuncio), poéticos (poemas) e epistolares (carta e
    bilhete).
     - Condições de produção:
    - finalidade do texto; imagem e papel dos interlocutores;
    - as características do gênero.
    √ Planejamento da produção:
    - mobilização dos conhecimentos prévios sobre o assunto;
    - inventário das idéias para o desenvolvimento do tema;
    - organização das informações mais relevantes.
    √ Produção de escrita:
- estabelecimento da unidade de sentido;
    - segmentação do texto em frase e parágrafos com utilização de recursos do
    sistema de pontuação, de acentuação e de ortografia.
    √Reescrita do próprio texto.

    ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA

    √ Gramática no contexto morfológico e sintático; semântico e discursivo:
      - concordância nominal (artigo e substantivo; substantivo e adjetivo); flexão de
    gênero (masculino e feminino) e número (singular e plural);
    - concordância verbal (sujeito e predicado).
    - encontros vocálicos, verbo, adjetivo.
    - homônimos
    - flexão de grau (aumentativo e diminutivo).
    - valor expressivo da pontuação.




    ORALIDADE

C

O   •          Participar de situações de comunicação direta ou mediada (TV, telefone, rádio,
    internet e outros).

M   •          Inferir sobre alguns elementos de intencionalidade implícita (sentido figurado,
    recursos persuasivos, humor etc.).

P   •          Reconhecer significado contextual e o papel complementar de alguns
    elementos não-lingüísticos para conferir significação aos textos (gesto, postura
    corporal, expressão facial, tom de voz, entonação).
E   •          Utilizar a linguagem oral em situações que exijam: preparação prévia, maior
    grau de formalidade, manutenção do ponto de vista ao longo da fala, procedimentos
    de negociação de acordos.
T   •          Perceber os elementos intencionais da fala: humor, ironia, tom catastrófico,
    inflexão de voz.

Ê   •          Empregar linguagem com maior nível de formalidade quando a situação social
    exigir.

N   •         Argumentar sobre assuntos polêmicos.

C

I   PRÁTICA DE LEITURA
A
S   •         Identificar informações explícitas e implícitas, relevantes para a compreensão do
    texto.

    •          Perceber o valor expressivo dos sinais de pontuação e de outras notações.
E   •          Identificar traços de intertextualidade.
    •          Identificar a finalidade de textos de diferentes gêneros.

H   •          Identificar o conflito gerador do enredo e os elementos que constroem a
    narrativa.
A   •          Estabelecer a relação causa/consequência entre partes e elementos do texto.
B   •          Inferir o sentido de uma palavra ou expressão no texto.

I

L   PRODUÇÃO DE TEXTO
I

D   •          Produzir textos: narrativos ficcionais, publicitários e poéticos, considerando
    elementos que estruturam e caracterizam esses textos.
A   •          Atender a modalidade proposta.
D   •         Revelar domínio relativo da ortografia.
E   •          Empregar regras-padrão de concordância verbal e nominal, flexão de gênero e
    número.
S   •          Escrever textos utilizando procedimentos de coerência e coesão mais
    adequados à língua escrita.
    •          Revisar, com apoio, o próprio texto, observando:
    - a unidade temática; o desenvolvimento do tema;
    - o uso de recursos coesivos mais próximos da linguagem escrita, garantindo
    progressão e continuidade das idéias;
    - a adequação necessária em função do interlocutor, da finalidade do texto, das
    características do gênero;
    - a segmentação do texto em palavras, frases e parágrafos, utilizando recursos do
    sistema de pontuação.
    - a utilização de letra maiúscula em títulos, nomes e início de frases;
    - a coerência na atribuição do título, do tema e sentido global do texto;
    - a utilização de acentuação.

    ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA

    •          Reconhecer em textos escritos recursos utilizados pelo autor para obter
    determinados efeitos de sentido:
    -recursos coesivos e o papel desses recursos no sistema de pontuação para marcar
    o discurso direto e indireto;
    - recursos linguísticos (modo, tempo verbal e pronomes) e argumentativos utilizados
    em textos publicitários para convencer o leitor;
    - recursos de linguagem figurada;
    - elementos de intencionalidade implícita (recursos persuasivos, humor, metáfora);
    - recursos sonoros (aliterações, assonâncias, rimas), visuais e de sentido para
    obtenção de efeitos poéticos;
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais
Linguagens   anos iniciais

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

{5 d6fbc50 0ea2-46b4-89bc-eca89b2a2ef1}-planejamento anual – ensino fundament...
{5 d6fbc50 0ea2-46b4-89bc-eca89b2a2ef1}-planejamento anual – ensino fundament...{5 d6fbc50 0ea2-46b4-89bc-eca89b2a2ef1}-planejamento anual – ensino fundament...
{5 d6fbc50 0ea2-46b4-89bc-eca89b2a2ef1}-planejamento anual – ensino fundament...
Romilda Dores Brito
 
78900662 planejamento-lingua-portuguesa-7º-ao-9º-ano-ensino-fundamental-2012
78900662 planejamento-lingua-portuguesa-7º-ao-9º-ano-ensino-fundamental-201278900662 planejamento-lingua-portuguesa-7º-ao-9º-ano-ensino-fundamental-2012
78900662 planejamento-lingua-portuguesa-7º-ao-9º-ano-ensino-fundamental-2012
Franquilim Cerqueira
 
Planejamento 3º ano
Planejamento 3º anoPlanejamento 3º ano
Planejamento 3º ano
Rafael Souza
 
Plano de Ensino 4º ano
Plano de Ensino 4º ano Plano de Ensino 4º ano
Plano de Ensino 4º ano
LOCIMAR MASSALAI
 
Planejamento anual 2 ano fund
Planejamento anual 2 ano fundPlanejamento anual 2 ano fund
Planejamento anual 2 ano fund
Atividades Diversas Cláudia
 
Plano Didático Literatura 1º ano Ensino Médio
Plano Didático Literatura 1º ano Ensino MédioPlano Didático Literatura 1º ano Ensino Médio
Plano Didático Literatura 1º ano Ensino Médio
IFMA
 
Plano de aula iv unidade 2014 1º ano doc1
Plano de aula iv unidade 2014 1º ano  doc1Plano de aula iv unidade 2014 1º ano  doc1
Plano de aula iv unidade 2014 1º ano doc1
Ssoma Sander
 
Plano de curso portugues
Plano de curso portuguesPlano de curso portugues
Plano de curso portugues
marcusunitau
 
Direitos de aprendizagem produção de textos
Direitos de aprendizagem   produção de textosDireitos de aprendizagem   produção de textos
Direitos de aprendizagem produção de textos
mariaelidias
 
Plano anual grupo 6- 2013
Plano anual   grupo 6- 2013Plano anual   grupo 6- 2013
Plano anual grupo 6- 2013
silviacerqueira1
 
56476284 plano-de-ensino-de-lingua-portuguesa
56476284 plano-de-ensino-de-lingua-portuguesa56476284 plano-de-ensino-de-lingua-portuguesa
56476284 plano-de-ensino-de-lingua-portuguesa
Priscilla Santos
 
Proposta Curricular: •LÍNGUA PORTUGUESA; •LÍNGUA INGLESA; •ARTES 129 págs
Proposta Curricular: •LÍNGUA PORTUGUESA; •LÍNGUA INGLESA; •ARTES 129 págsProposta Curricular: •LÍNGUA PORTUGUESA; •LÍNGUA INGLESA; •ARTES 129 págs
Proposta Curricular: •LÍNGUA PORTUGUESA; •LÍNGUA INGLESA; •ARTES 129 págs
Adilson P Motta Motta
 
Conteudos de lingua portuguesa
Conteudos de lingua portuguesaConteudos de lingua portuguesa
Conteudos de lingua portuguesa
Josiapjuli
 
Direitos de aprendizagem oralidade
Direitos de aprendizagem   oralidadeDireitos de aprendizagem   oralidade
Direitos de aprendizagem oralidade
mariaelidias
 
Matriz bimestre 4ano
Matriz bimestre 4anoMatriz bimestre 4ano
Matriz bimestre 4ano
SUZANACLIMA
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Plano de aula
Luciana Silva
 
Conteúdos Programáticos 2º ano do Ensino Médio
Conteúdos Programáticos 2º ano do Ensino MédioConteúdos Programáticos 2º ano do Ensino Médio
Conteúdos Programáticos 2º ano do Ensino Médio
Jomari
 
Planejamento anual 3 ano
Planejamento anual 3 anoPlanejamento anual 3 ano
Planejamento anual 3 ano
Atividades Diversas Cláudia
 

Mais procurados (18)

{5 d6fbc50 0ea2-46b4-89bc-eca89b2a2ef1}-planejamento anual – ensino fundament...
{5 d6fbc50 0ea2-46b4-89bc-eca89b2a2ef1}-planejamento anual – ensino fundament...{5 d6fbc50 0ea2-46b4-89bc-eca89b2a2ef1}-planejamento anual – ensino fundament...
{5 d6fbc50 0ea2-46b4-89bc-eca89b2a2ef1}-planejamento anual – ensino fundament...
 
78900662 planejamento-lingua-portuguesa-7º-ao-9º-ano-ensino-fundamental-2012
78900662 planejamento-lingua-portuguesa-7º-ao-9º-ano-ensino-fundamental-201278900662 planejamento-lingua-portuguesa-7º-ao-9º-ano-ensino-fundamental-2012
78900662 planejamento-lingua-portuguesa-7º-ao-9º-ano-ensino-fundamental-2012
 
Planejamento 3º ano
Planejamento 3º anoPlanejamento 3º ano
Planejamento 3º ano
 
Plano de Ensino 4º ano
Plano de Ensino 4º ano Plano de Ensino 4º ano
Plano de Ensino 4º ano
 
Planejamento anual 2 ano fund
Planejamento anual 2 ano fundPlanejamento anual 2 ano fund
Planejamento anual 2 ano fund
 
Plano Didático Literatura 1º ano Ensino Médio
Plano Didático Literatura 1º ano Ensino MédioPlano Didático Literatura 1º ano Ensino Médio
Plano Didático Literatura 1º ano Ensino Médio
 
Plano de aula iv unidade 2014 1º ano doc1
Plano de aula iv unidade 2014 1º ano  doc1Plano de aula iv unidade 2014 1º ano  doc1
Plano de aula iv unidade 2014 1º ano doc1
 
Plano de curso portugues
Plano de curso portuguesPlano de curso portugues
Plano de curso portugues
 
Direitos de aprendizagem produção de textos
Direitos de aprendizagem   produção de textosDireitos de aprendizagem   produção de textos
Direitos de aprendizagem produção de textos
 
Plano anual grupo 6- 2013
Plano anual   grupo 6- 2013Plano anual   grupo 6- 2013
Plano anual grupo 6- 2013
 
56476284 plano-de-ensino-de-lingua-portuguesa
56476284 plano-de-ensino-de-lingua-portuguesa56476284 plano-de-ensino-de-lingua-portuguesa
56476284 plano-de-ensino-de-lingua-portuguesa
 
Proposta Curricular: •LÍNGUA PORTUGUESA; •LÍNGUA INGLESA; •ARTES 129 págs
Proposta Curricular: •LÍNGUA PORTUGUESA; •LÍNGUA INGLESA; •ARTES 129 págsProposta Curricular: •LÍNGUA PORTUGUESA; •LÍNGUA INGLESA; •ARTES 129 págs
Proposta Curricular: •LÍNGUA PORTUGUESA; •LÍNGUA INGLESA; •ARTES 129 págs
 
Conteudos de lingua portuguesa
Conteudos de lingua portuguesaConteudos de lingua portuguesa
Conteudos de lingua portuguesa
 
Direitos de aprendizagem oralidade
Direitos de aprendizagem   oralidadeDireitos de aprendizagem   oralidade
Direitos de aprendizagem oralidade
 
Matriz bimestre 4ano
Matriz bimestre 4anoMatriz bimestre 4ano
Matriz bimestre 4ano
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Plano de aula
 
Conteúdos Programáticos 2º ano do Ensino Médio
Conteúdos Programáticos 2º ano do Ensino MédioConteúdos Programáticos 2º ano do Ensino Médio
Conteúdos Programáticos 2º ano do Ensino Médio
 
Planejamento anual 3 ano
Planejamento anual 3 anoPlanejamento anual 3 ano
Planejamento anual 3 ano
 

Destaque

Atividade de segmentação 1º e 2º anos
Atividade de segmentação 1º e 2º anosAtividade de segmentação 1º e 2º anos
Atividade de segmentação 1º e 2º anos
aldreatrindade
 
Otm ling portuguesa fundamental1º ao 9ºano
Otm   ling portuguesa fundamental1º ao 9ºanoOtm   ling portuguesa fundamental1º ao 9ºano
Otm ling portuguesa fundamental1º ao 9ºano
Flávia Maria
 
LINGUA PORTUGUESA CADERNO DE ATIVIDADE 5º ANO_3º_e_4º_BIMESTRE-PAIC+
LINGUA PORTUGUESA CADERNO DE ATIVIDADE 5º ANO_3º_e_4º_BIMESTRE-PAIC+LINGUA PORTUGUESA CADERNO DE ATIVIDADE 5º ANO_3º_e_4º_BIMESTRE-PAIC+
LINGUA PORTUGUESA CADERNO DE ATIVIDADE 5º ANO_3º_e_4º_BIMESTRE-PAIC+
orientadoresdeestudopaic
 
Critérios para avaliação da produção de textos
Critérios para avaliação da produção de textosCritérios para avaliação da produção de textos
Critérios para avaliação da produção de textos
Rosemary Batista
 
Sugestão de atividades língua portuguesa
Sugestão de atividades   língua portuguesaSugestão de atividades   língua portuguesa
Sugestão de atividades língua portuguesa
josivaldopassos
 
COLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANO
COLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANOCOLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANO
COLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANO
Mara Sueli
 
Direitos de aprendizagens do ciclo de alfabetização
Direitos de aprendizagens do ciclo de alfabetizaçãoDireitos de aprendizagens do ciclo de alfabetização
Direitos de aprendizagens do ciclo de alfabetização
Valéria Maciel
 
SIMULADO 4º ANO FUNDAMENTAL
SIMULADO 4º ANO FUNDAMENTALSIMULADO 4º ANO FUNDAMENTAL
SIMULADO 4º ANO FUNDAMENTAL
Cristina Brandão
 
Texto para avaliar leitura 3º ano
Texto para avaliar leitura 3º anoTexto para avaliar leitura 3º ano
Texto para avaliar leitura 3º ano
Silvânia Silveira
 
Quadro frasesimplescomplexa revisão_sec_convertido
Quadro frasesimplescomplexa revisão_sec_convertidoQuadro frasesimplescomplexa revisão_sec_convertido
Quadro frasesimplescomplexa revisão_sec_convertido
Maria Gois
 
Tesauro uma análise terminológica das revoluções e movimentos revolucionários...
Tesauro uma análise terminológica das revoluções e movimentos revolucionários...Tesauro uma análise terminológica das revoluções e movimentos revolucionários...
Tesauro uma análise terminológica das revoluções e movimentos revolucionários...
Alexsandro Menezes da Silva
 
Introdução literatura waldhet e vera
Introdução  literatura waldhet e veraIntrodução  literatura waldhet e vera
Introdução literatura waldhet e vera
Vera Moreira Matos
 
Material que será usado nos dias 23 e 24
Material que será usado nos dias 23 e 24Material que será usado nos dias 23 e 24
Material que será usado nos dias 23 e 24
josivaldopassos
 
Comunicação não verbal
Comunicação não verbalComunicação não verbal
Comunicação não verbal
Gabriel Braz
 
Gêneros textuais e literários
Gêneros textuais e literáriosGêneros textuais e literários
Gêneros textuais e literários
Miquéias Vitorino
 
Apostila de correspondëncia
Apostila de correspondënciaApostila de correspondëncia
Apostila de correspondëncia
Shirlene Gonçalves
 
Conteudos do 1º ao 5º ano duce
Conteudos do 1º ao 5º ano duceConteudos do 1º ao 5º ano duce
Conteudos do 1º ao 5º ano duce
josivaldopassos
 
Trabalho de portugues 2013
Trabalho de portugues 2013Trabalho de portugues 2013
Trabalho de portugues 2013
Atividades Diversas Cláudia
 
Como fazer uma redação dissertativa argumentativa
Como fazer uma redação dissertativa argumentativaComo fazer uma redação dissertativa argumentativa
Como fazer uma redação dissertativa argumentativa
Agassis Rodrigues
 

Destaque (20)

Atividade de segmentação 1º e 2º anos
Atividade de segmentação 1º e 2º anosAtividade de segmentação 1º e 2º anos
Atividade de segmentação 1º e 2º anos
 
Otm ling portuguesa fundamental1º ao 9ºano
Otm   ling portuguesa fundamental1º ao 9ºanoOtm   ling portuguesa fundamental1º ao 9ºano
Otm ling portuguesa fundamental1º ao 9ºano
 
LINGUA PORTUGUESA CADERNO DE ATIVIDADE 5º ANO_3º_e_4º_BIMESTRE-PAIC+
LINGUA PORTUGUESA CADERNO DE ATIVIDADE 5º ANO_3º_e_4º_BIMESTRE-PAIC+LINGUA PORTUGUESA CADERNO DE ATIVIDADE 5º ANO_3º_e_4º_BIMESTRE-PAIC+
LINGUA PORTUGUESA CADERNO DE ATIVIDADE 5º ANO_3º_e_4º_BIMESTRE-PAIC+
 
Critérios para avaliação da produção de textos
Critérios para avaliação da produção de textosCritérios para avaliação da produção de textos
Critérios para avaliação da produção de textos
 
Sugestão de atividades língua portuguesa
Sugestão de atividades   língua portuguesaSugestão de atividades   língua portuguesa
Sugestão de atividades língua portuguesa
 
COLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANO
COLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANOCOLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANO
COLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANO
 
Direitos de aprendizagens do ciclo de alfabetização
Direitos de aprendizagens do ciclo de alfabetizaçãoDireitos de aprendizagens do ciclo de alfabetização
Direitos de aprendizagens do ciclo de alfabetização
 
SIMULADO 4º ANO FUNDAMENTAL
SIMULADO 4º ANO FUNDAMENTALSIMULADO 4º ANO FUNDAMENTAL
SIMULADO 4º ANO FUNDAMENTAL
 
Texto para avaliar leitura 3º ano
Texto para avaliar leitura 3º anoTexto para avaliar leitura 3º ano
Texto para avaliar leitura 3º ano
 
Quadro frasesimplescomplexa revisão_sec_convertido
Quadro frasesimplescomplexa revisão_sec_convertidoQuadro frasesimplescomplexa revisão_sec_convertido
Quadro frasesimplescomplexa revisão_sec_convertido
 
Tesauro uma análise terminológica das revoluções e movimentos revolucionários...
Tesauro uma análise terminológica das revoluções e movimentos revolucionários...Tesauro uma análise terminológica das revoluções e movimentos revolucionários...
Tesauro uma análise terminológica das revoluções e movimentos revolucionários...
 
Introdução literatura waldhet e vera
Introdução  literatura waldhet e veraIntrodução  literatura waldhet e vera
Introdução literatura waldhet e vera
 
Material que será usado nos dias 23 e 24
Material que será usado nos dias 23 e 24Material que será usado nos dias 23 e 24
Material que será usado nos dias 23 e 24
 
Comunicação não verbal
Comunicação não verbalComunicação não verbal
Comunicação não verbal
 
Gêneros textuais e literários
Gêneros textuais e literáriosGêneros textuais e literários
Gêneros textuais e literários
 
Turma da monica drogas
Turma da monica drogasTurma da monica drogas
Turma da monica drogas
 
Apostila de correspondëncia
Apostila de correspondënciaApostila de correspondëncia
Apostila de correspondëncia
 
Conteudos do 1º ao 5º ano duce
Conteudos do 1º ao 5º ano duceConteudos do 1º ao 5º ano duce
Conteudos do 1º ao 5º ano duce
 
Trabalho de portugues 2013
Trabalho de portugues 2013Trabalho de portugues 2013
Trabalho de portugues 2013
 
Como fazer uma redação dissertativa argumentativa
Como fazer uma redação dissertativa argumentativaComo fazer uma redação dissertativa argumentativa
Como fazer uma redação dissertativa argumentativa
 

Semelhante a Linguagens anos iniciais

Planejamento 4ª série
Planejamento 4ª sériePlanejamento 4ª série
Planejamento 4ª série
silvinha331
 
Quadro de acompanhamento
Quadro de acompanhamentoQuadro de acompanhamento
Quadro de acompanhamento
Olívia Oliveira
 
1º encontro quadro de acompanhamento
1º encontro     quadro  de acompanhamento1º encontro     quadro  de acompanhamento
1º encontro quadro de acompanhamento
Bete Feliciano
 
Planejamento bimestral 2º ano - 1° bim.pdf
Planejamento bimestral 2º ano - 1° bim.pdfPlanejamento bimestral 2º ano - 1° bim.pdf
Planejamento bimestral 2º ano - 1° bim.pdf
Antônia marta Silvestre da Silva
 
Otm espanhol
Otm   espanholOtm   espanhol
Otm espanhol
elannialins
 
Otm Espanhol
Otm   EspanholOtm   Espanhol
Otm Espanhol
Flávia Maria
 
OTMs espanhol
OTMs   espanholOTMs   espanhol
OTMs espanhol
Carlindamaria
 
Planejamento anual 1
Planejamento anual 1Planejamento anual 1
Planejamento anual 1
Atividades Diversas Cláudia
 
Apresentação marice
Apresentação marice Apresentação marice
Apresentação marice
Rosimeire Souto
 
planejamento anual 1º bimestre
planejamento anual 1º bimestreplanejamento anual 1º bimestre
planejamento anual 1º bimestre
Sandra Castro martins
 
Planej 2 ano
Planej 2 anoPlanej 2 ano
Planej 2 ano
a1980
 
Planif.dez
Planif.dezPlanif.dez
Planif.dez
Antonio Fernandes
 
Situações que a rotina necessita contemplar
Situações que a rotina necessita contemplarSituações que a rotina necessita contemplar
Situações que a rotina necessita contemplar
orientacoesdidaticas
 
Situaesquearotinanecessitacontemplar 120628125647-phpapp01
Situaesquearotinanecessitacontemplar 120628125647-phpapp01Situaesquearotinanecessitacontemplar 120628125647-phpapp01
Situaesquearotinanecessitacontemplar 120628125647-phpapp01
Isabela Maggot
 
Alfabetização
AlfabetizaçãoAlfabetização
Alfabetização
Agnes Roberta de Giulio
 
3 matrizes disciplinares-do_ensino_fundamental
3 matrizes disciplinares-do_ensino_fundamental3 matrizes disciplinares-do_ensino_fundamental
3 matrizes disciplinares-do_ensino_fundamental
edirceurocha
 
3º planejamento 3º ano
3º planejamento 3º ano3º planejamento 3º ano
3º planejamento 3º ano
Zenaide Miranda da Rocha
 
Situaesquearotinanecessitacontemplar 120628125647-phpapp01
Situaesquearotinanecessitacontemplar 120628125647-phpapp01Situaesquearotinanecessitacontemplar 120628125647-phpapp01
Situaesquearotinanecessitacontemplar 120628125647-phpapp01
Flávia Boni
 
Planif.jan
Planif.janPlanif.jan
Planif.jan
Antonio Fernandes
 
Conteúdos de Língua Portuguesa - EM.pdf
Conteúdos de Língua Portuguesa - EM.pdfConteúdos de Língua Portuguesa - EM.pdf
Conteúdos de Língua Portuguesa - EM.pdf
GustavoPaz34
 

Semelhante a Linguagens anos iniciais (20)

Planejamento 4ª série
Planejamento 4ª sériePlanejamento 4ª série
Planejamento 4ª série
 
Quadro de acompanhamento
Quadro de acompanhamentoQuadro de acompanhamento
Quadro de acompanhamento
 
1º encontro quadro de acompanhamento
1º encontro     quadro  de acompanhamento1º encontro     quadro  de acompanhamento
1º encontro quadro de acompanhamento
 
Planejamento bimestral 2º ano - 1° bim.pdf
Planejamento bimestral 2º ano - 1° bim.pdfPlanejamento bimestral 2º ano - 1° bim.pdf
Planejamento bimestral 2º ano - 1° bim.pdf
 
Otm espanhol
Otm   espanholOtm   espanhol
Otm espanhol
 
Otm Espanhol
Otm   EspanholOtm   Espanhol
Otm Espanhol
 
OTMs espanhol
OTMs   espanholOTMs   espanhol
OTMs espanhol
 
Planejamento anual 1
Planejamento anual 1Planejamento anual 1
Planejamento anual 1
 
Apresentação marice
Apresentação marice Apresentação marice
Apresentação marice
 
planejamento anual 1º bimestre
planejamento anual 1º bimestreplanejamento anual 1º bimestre
planejamento anual 1º bimestre
 
Planej 2 ano
Planej 2 anoPlanej 2 ano
Planej 2 ano
 
Planif.dez
Planif.dezPlanif.dez
Planif.dez
 
Situações que a rotina necessita contemplar
Situações que a rotina necessita contemplarSituações que a rotina necessita contemplar
Situações que a rotina necessita contemplar
 
Situaesquearotinanecessitacontemplar 120628125647-phpapp01
Situaesquearotinanecessitacontemplar 120628125647-phpapp01Situaesquearotinanecessitacontemplar 120628125647-phpapp01
Situaesquearotinanecessitacontemplar 120628125647-phpapp01
 
Alfabetização
AlfabetizaçãoAlfabetização
Alfabetização
 
3 matrizes disciplinares-do_ensino_fundamental
3 matrizes disciplinares-do_ensino_fundamental3 matrizes disciplinares-do_ensino_fundamental
3 matrizes disciplinares-do_ensino_fundamental
 
3º planejamento 3º ano
3º planejamento 3º ano3º planejamento 3º ano
3º planejamento 3º ano
 
Situaesquearotinanecessitacontemplar 120628125647-phpapp01
Situaesquearotinanecessitacontemplar 120628125647-phpapp01Situaesquearotinanecessitacontemplar 120628125647-phpapp01
Situaesquearotinanecessitacontemplar 120628125647-phpapp01
 
Planif.jan
Planif.janPlanif.jan
Planif.jan
 
Conteúdos de Língua Portuguesa - EM.pdf
Conteúdos de Língua Portuguesa - EM.pdfConteúdos de Língua Portuguesa - EM.pdf
Conteúdos de Língua Portuguesa - EM.pdf
 

Mais de Damisa

Estética.
Estética.Estética.
Estética.
Damisa
 
Reported speech
 Reported speech Reported speech
Reported speech
Damisa
 
halloween
halloweenhalloween
halloween
Damisa
 
Bully
BullyBully
Bully
Damisa
 
Oracoes coordenadas8
Oracoes coordenadas8Oracoes coordenadas8
Oracoes coordenadas8
Damisa
 
Oracoes coordenadas8
Oracoes coordenadas8Oracoes coordenadas8
Oracoes coordenadas8
Damisa
 
Portugues aposto_vocativo_novo
Portugues  aposto_vocativo_novoPortugues  aposto_vocativo_novo
Portugues aposto_vocativo_novo
Damisa
 
Colors
ColorsColors
Colors
Damisa
 
Nationalities
NationalitiesNationalities
Nationalities
Damisa
 
Cards
CardsCards
Cards
Damisa
 
Game2
Game2Game2
Game2
Damisa
 
Game
GameGame
Game
Damisa
 
Simplefuture
SimplefutureSimplefuture
Simplefuture
Damisa
 
Conditional2
Conditional2Conditional2
Conditional2
Damisa
 
Conditional
ConditionalConditional
Conditional
Damisa
 
Future
FutureFuture
Future
Damisa
 
Will
WillWill
Will
Damisa
 
Crase2
Crase2Crase2
Crase2
Damisa
 
Crase
CraseCrase
Crase
Damisa
 
Concordancia
ConcordanciaConcordancia
Concordancia
Damisa
 

Mais de Damisa (20)

Estética.
Estética.Estética.
Estética.
 
Reported speech
 Reported speech Reported speech
Reported speech
 
halloween
halloweenhalloween
halloween
 
Bully
BullyBully
Bully
 
Oracoes coordenadas8
Oracoes coordenadas8Oracoes coordenadas8
Oracoes coordenadas8
 
Oracoes coordenadas8
Oracoes coordenadas8Oracoes coordenadas8
Oracoes coordenadas8
 
Portugues aposto_vocativo_novo
Portugues  aposto_vocativo_novoPortugues  aposto_vocativo_novo
Portugues aposto_vocativo_novo
 
Colors
ColorsColors
Colors
 
Nationalities
NationalitiesNationalities
Nationalities
 
Cards
CardsCards
Cards
 
Game2
Game2Game2
Game2
 
Game
GameGame
Game
 
Simplefuture
SimplefutureSimplefuture
Simplefuture
 
Conditional2
Conditional2Conditional2
Conditional2
 
Conditional
ConditionalConditional
Conditional
 
Future
FutureFuture
Future
 
Will
WillWill
Will
 
Crase2
Crase2Crase2
Crase2
 
Crase
CraseCrase
Crase
 
Concordancia
ConcordanciaConcordancia
Concordancia
 

Último

Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
DanielCastro80471
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
DeuzinhaAzevedo
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
djincognito
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
analuisasesso
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
 

Linguagens anos iniciais

  • 1. LÍNGUA PORTUGUESA ORALIDADE √ Situação comunicativa envolvendo expressão verbal e não-verbal: - Opiniões, relato de observações, conversas, reprodução oral de jogos verbais (trava-línguas, adivinhas, música, cantigas de roda e popular, narração de histórias, quadrinhas, poemas e parlendas, dramatização, narração de histórias mantendo a característica original. √ Apreciação pelas apresentações orais, coletivas, respeitando as idéias dos outros e dos turnos de fala. √ Contação de historias. √ Vocabulário. √ Expressões corporais como complemento da fala. √ Linguagem como possibilidade de comunicação de sentimentos, desejos e ideias. C √ Análise e síntese oral de fonemas (consciência fonológica e fonêmica). O √ Associação de fonemas e grafemas. N T PRATICA DE LEITURA E Ú √ Leitura de textos apoiados na linguagem visual e verbal: D - Listas, cartazes, bilhetes, quadrinhas, contos, fábulas, letras de músicas, cantigas de roda e popular, trava-línguas, adivinhas, parlendas, documentos (certidão de nascimento), imagens (fotografias, obras de arte, rótulos e embalagens). O √ Alfabeto: forma, tamanho, sons e nome das letras. S √ Relação grafema/ fonema (letra/som). √ Elementos de composição da modalidade textual trabalhada. √ Leitura como fonte de informação e lazer.
  • 2. LÍNGUA PORTUGUESA PRODUÇÃO DE TEXTO √ Escrita e registros em diferentes situações, como fonte de informação e aprendizagem: letras, sílabas, palavras, frases e pequenos textos. √ Letras do alfabeto (base alfabética). √ Relação fonema e grafema. √Hipóteses sobre a escrita do sistema alfabético. √ Produção de pequenos textos. √ Elementos do texto. √ Escrita (traçado das letras): C - Movimentos viso- motores finos O - Imprensa (bastão) N - Iniciação na letra cursiva T E ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA Ú D √ Análise de sons, sílabas, palavras, frases e pequenos textos: O - grafema/fonema. S - alfabetos/ordem alfabética. - letra maiúscula e minúscula. - letra de imprensa e cursiva. - pontuação final. - parágrafo inicial. - assunto do texto. - recursos coesivos. - segmentação. ORALIDADE •          Participar efetivamente de situações de comunicação oral, expressando e ouvindo opiniões, adequando a linguagem à situação de uso. •         Dramatizar histórias conhecidas e experiências vividas. •          Explorar verbalmente materiais impressos como: história em quadrinhos, livros, revistas e outros. •         Respeitar os turnos da fala. •          Expressar oralmente as ideias, ouvir com atenção e respeitar o ponto de vista dos colegas.
  • 3. •          Relatar experiências e acontecimentos seguindo uma sequência lógica da narração. C •         Apropriar-se progressivamente de novas palavras, ampliando o seu vocabulário. O •         Utilizar entonação adequada ao relatar fatos e ideias. M •         Elaborar oralmente textos concatenados (princípio, meio e fim). P •          Atender solicitações de mensagens orais. E •         Descrever personagens, cenários e objetos com ou sem ajuda. T •         Representar a fala de personagens de contos. Ê •         Comunicar-se por meio de gestos, expressões e movimentos corporais. N •         Participar de situações que desenvolvam a consciência fonológica com récita de poemas, trava-língua, músicas, adivinhas, brincadeiras cantadas, jogos de linguagem. C •          Estabelecer a diferença entre o objeto concreto, a ideia que o representa e a palavra que o nomeia. I •          Desenvolver a consciência fonológica, identificando a unidade linguística e suas possibilidades combinatórias. A •          Identificar e segmentar os sons relativos às palavras por meio do lúdico. S PRÁTICA DE LEITURA E •         Apreciar as diferentes situações de leitura realizada pelo professor. H •         Identificar letras do alfabeto. A •          Localizar letras do alfabeto no próprio nome e em outros contextos (música, poesia, trava-língua, quadrinhas, entre outros). B •         Reconhecer letras maiúsculas e minúsculas. I •         Decompor uma palavra ouvida nos respectivos fonemas e grafemas. L •         Identificar automaticamente palavras que já sabe decodificar. I •         Identificar na construção das palavras som/letra (fonema-grafema) inicial e final. D •          Ler textos variados utilizando as estratégias de leitura para o conhecimento de códigos linguísticos. A •          Manusear materiais impressos como livros, revistas, histórias em quadrinhos, propagandas, parlendas etc. D •         Reconhecer que a escrita representa o registro da oralidade. E •         Localizar palavras no texto. S •         Reconhecer as palavras estudadas em diferentes frases. •         Relacionar a palavra ao seu respectivo desenho.
  • 4. •         Estabelecer relação entre imagem e texto verbal atribuindo sentido. •         Identificar na leitura características dos personagens. •          Conhecer a organização dos textos narrativos em prosa (personagens, lugares e ações). PRODUÇÃO DE TEXTO •          Representar com desenho uma história ouvida, evidenciando compreensão de leitura. •          Conhecer o sistema de escrita, fazendo relação da letra/som em textos e palavras significativas. •         Escrever o próprio nome. •         Construir uma lista com o seu nome e dos colegas. •         Escrever listas temáticas mesmo que ainda não escreva convencionalmente. •         Identificar na construção das palavras a letra inicial e final de forma correta. •          Escrever alfabeticamente, com noção de (pontuação, acentuação, segmentação, concordância verbal e nominal). •          Redigir frases simples pertinentes a um dado texto ou contexto, respeitando as principais convenções ortográficas e sintáticas. •          Adquirir hábitos de postura e de uso correto do lápis, papel e borracha. •          Escrever respeitando espaços, margens, limites, de forma cada vez mais precisa. •         Respeitar a própria produção e a do outro. •         Reestruturar o próprio texto com o auxílio do professor. •         Segmentar as palavras de uso mais comum. •          Conhecer aspectos globais da escrita: letras como representação da escrita, direção da escrita, combinação das letras, formas e tipos de letras. ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA •         Reconhecer que há diferentes letras para representar fonemas iguais. •          Perceber que as letras representam fonemas/grafemas e essa combinação a formação de sílabas e palavras. •          Compreender, sem utilização de regra formal, que todas as coisas têm nome. •          Realizar reflexões metalinguísticas sobre a construção de palavras, frases e pequenos textos. LÍNGUA PORTUGUESA ORALIDADE C √ Situações de comunicação como instrumento de socialização e aprendizagem: relatos de vivências e observações, conversas, dramatização, reprodução oral de jogos verbais, trava-línguas, quadrinhas, adivinhas, poemas e letras de músicas. O
  • 5. N PRÁTICA DE LEITURA T E √ Decodificação e interpretação de textos: parlendas, bilhetes, quadrinhas, letras de músicas, listas, trava-línguas, símbolos, contos e imagens. Ú √ Base alfabética: signos, sons e nome das letras. D √ Relação grafema/ fonema (letra/som). O S PRODUÇÃO DE TEXTO √ Escrita de letras, sílabas, palavras e frases em diferentes situações. √ Produção de modalidades textuais individuais e coletivas, utilizando o conhecimento de que dispõe, sobre o sistema de escrita: listas, bilhete √ Produção de texto, considerando a coerência e coesão, de acordo com o nível de aprendizagem da leitura e escrita. √ Recursos utilizados na escrita, com apoio do professor, para obtenção de determinados efeitos de sentido: √ Letra maiúscula em títulos, nomes próprios e início de frases; tipos de letra; análise fonológica da palavra; paragrafação; exploração dos recursos de linguagem; adequação do gênero; coerência textual; pontuação e ortografia. ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA √ Análise e reflexão de palavras, frases e textos: - alfabeto; ordem alfabética. - letras maiúsculas e minúsculas. - fonema: consoante e vogal. - sílaba; número de sílabas. - ortografia; segmentação e pontuação. C O ORALIDADE M •          Participar efetivamente de situações de comunicação oral, expressando e ouvindo opiniões, adequando a linguagem à situação de uso. P •         Dramatizar histórias conhecidas e experiências vividas. E •          Explorar verbalmente materiais impressos como: história em quadrinhos, livros, revistas e outros. T •         Respeitar os turnos da fala. Ê •          Relatar experiências e acontecimentos seguindo uma sequência lógica da narração.
  • 6. N •         Ouvir com atenção e expressar ideias, respeitando o ponto de vista dos colegas. C •          Apropriar-se progressivamente de novas palavras, ampliando o seu vocabulário. I •         Utilizar entonação adequada ao relatar fatos e ideias. A •         Atender solicitações de mensagens orais. S E PRÁTICA DE LEITURA H A •         Reconhecer a sequência convencional das letras do alfabeto. B •         Localizar letras e sons do alfabeto no próprio nome e em outros contextos. I •         Reconhecer diferentes tipos de letras. L •          Utilizar estratégias de leitura com apoio de imagens (significado, informações não verbais e conhecimento prévio). I •         Apreciar as diferentes situações de leitura realizada pelo professor. D •         Ler textos diversificados, utilizando as estratégias possíveis. A •         Corresponder palavras ou expressões aos respectivos desenhos. D •          Identificar características de personagens de uma história lida ou ouvida. E •          Reconhecer que em um texto existem fatos que podem ser relacionados com a vida real. S •         Relacionar títulos ao texto. •          Identificar a sequência lógica de um texto (começo, meio e fim). •          Localizar e compreender os elementos constituintes do texto narrativo (personagens, ações e espaço). •         Reconhecer o assunto do texto. PRODUÇÃO DE TEXTO •         Escrever palavras e frases com apoio de desenhos. •          Produzir textos diversificados, individual e coletivamente, usando o conhecimento de que dispõe. •          Perceber que a escrita é segmentada em palavras por meio de espaços em branco.
  • 7. •          Produzir listas, histórias e bilhetes, observando a estrutura que caracterizam esse tipo de texto. •          Reescrever, com apoio, o próprio texto, observando: assunto; o desenvolvimento do tema; uso de recursos coesivos mesmo que da linguagem oral; a segmentação do texto em palavras e frases; a utilização da letra maiúscula em títulos, nomes próprios e início de frases. ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA •          Reconhecer na leitura e na escrita de textos, frases e palavras: - Segmentação. - Emprego de letras maiúsculas e minúsculas em diferentes contextos. - Separação funcional de sílabas (no texto). - Ordem alfabética como maneira de organizar informações e facilitar procura e busca. - O sentido da pontuação em diferentes contextos. LÍNGUA PORTUGUESA ORALIDADE √ Diálogos, debates e dramatizações. √ Adequação da linguagem coloquial para a linguagem formal (respeitando a variação linguística). √ Utilização de elementos não verbais: gestos, expressões faciais, postura corporal como complementação da fala. √ Narração de fatos considerando a temporalidade e a causalidade. C PRÁTICA DE LEITURA O N √ Leitura e interpretação de textos: receita, história em quadrinhos, convite, manchete e legenda. T √ Informações explícitas e implícitas. E √ Inferência. Ú √ Sentido de humor. D O S PRODUÇÃO DE TEXTOS √ Produção de textos: histórias em quadrinhos, convites, manchetes e legendas. √ Condições de produção:
  • 8. finalidades, especificidades da modalidade textual e do suporte, papéis assumidos pelos interlocutores. √ Planejamento da produção envolvendo: - mobilização dos conhecimentos prévios; inventário de ideias para o desenvolvimento do tema; organização das informações mais relevantes. √ Produção escrita (rascunho) e edição final: - estabelecimento de unidade de sentido; fatores de textualização (coesão e coerência); segmentação; uso de letra maiúscula; concordância verbal e nominal; flexão de gênero e número. √ Reescrita do próprio texto, com apoio do professor. √ Ortografia aplicada ao texto: Z/S; CH/X entre outras. ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA √ Identificação em textos - história em quadrinhos, convite, manchete e legenda de meios utilizados pelo autor: - recursos coesivos e respectivas funções; - valor expressivo de sinais de pontuação; - reconhecimento da relação entre imagens, ilustrações e textos verbais; - utilização da letra maiúscula em títulos, nomes e início de frases; - segmentação do texto em parágrafos, frases e palavras; - significado das palavras nos diferentes contextos; - organização das ideias; a sequência lógica das ações; - unidade temática e a finalidade do texto; - acentuação gráfica; - flexões: gênero. - narrativa por meio de imagens; código verbal e não-verbal; sinais gráficos: balões indicadores de som e movimento. C O ORALIDADE M P •          Participar efetivamente de situações de comunicação oral, adequando a linguagem à situação de uso. E T •          Dramatizar histórias conhecidas e experiências vividas. Ê •          Explorar verbalmente materiais impressos como: história em quadrinhos, livros, revistas e outros. N •         Respeitar os turnos da fala.
  • 9. C •          Dialogar sobre diferentes assuntos, alternando momentos de escuta e de fala. I •         Apropriar-se progressivamente de novas palavras. A S E PRÁTICA DE LEITURA H •         Apreciar as diferentes situações de leitura realizada pelo professor. A •         Ler textos diversificados, utilizando as estratégias possíveis. B •          Reconhecer o assunto do texto. I √ Atribuir sentido ao texto, considerando o emprego de recursos gráficos como: fotos, ilustrações, diagramação, tamanho e cor das fontes etc. L •          Observar o valor expressivo dos sinais de pontuação: ponto final, interrogação, exclamação. I •          Utilizar estratégias de leitura com apoio de imagens (significado, informações não verbais e conhecimento prévio). D •          Interpretar texto com auxílio de elementos não-verbais. A •         Localizar informações explicita no texto. D •          Inferir o sentido de uma palavra ou expressão nas histórias em quadrinhos. E •          Identificar o sentido de humor nas histórias em quadrinhos. S •          Reconhecer o gênero e os elementos constitutivos do poema, convite e história em quadrinhos. PRODUÇÃO DE TEXTO •          Produzir histórias em quadrinhos, convites, manchetes e legendas, observando os elementos que caracterizam e estruturam esses textos. •          Produzir textos a partir de gravuras. •          Reescrever, com apoio, o próprio texto, observando: o assunto; o desenvolvimento do tema; uso de recursos coesivos mesmo que da linguagem oral; a segmentação do texto em palavras, frases e parágrafos; a pontuação; a concordância nominal e verbal; a utilização da letra maiúscula em títulos, nomes próprios e início de frases. •         Identificar as incorreções ortográficas durante a auto-correção. ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA
  • 10. •         Identificar na leitura e na escrita de palavras, frases e textos: - recursos gráficos e visuais das histórias em quadrinhos. - registro formal e informal. - letra maiúscula em títulos, nomes próprios e início de frases. - valor expressivo dos sinais de pontuação (ponto final, exclamação e interrogação). - flexões de gênero (masculino e feminino). LÍNGUA PORTUGUESA ORALIDADE √ Contextos comunicativos de socialização e aprendizagem: expressão de opiniões e preferências pessoais, récita de quadrinhas, parlendas, trava-línguas e dramatização. C O PRÁTICA DE LEITURA N T √ Leitura e interpretação de textos: lendas, receitas, cartas e avisos. E √ Reconhecimento de informações explícitas no texto. Ú √ Inferência D √ Estratégias de leitura (seleção, antecipação e verificação). O S PRODUÇÃO DE TEXTO √ Escrita e/ou produção individual e coletiva de lendas, carta, receita e aviso. √ Produção de texto com coerência e coesão, considerando o nível de aprendizagem da leitura e escrita. √ Recursos utilizados em textos escritos, com apoio do professor, para obtenção de determinados efeitos de sentido: - elementos constitutivos do texto; análise fonológica da palavra; recursos utilizados para marcar as falas do(s) narrador(s) e personagens; paragrafação; adequação do gênero; pontuação e ortografia(O/U, E/I, U/L no meio de palavras). ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA √ Análise e reflexão a partir de frases e textos: - substantivos próprios e comuns. - recursos coesivos e função. - valor expressivo de sinais de pontuação (dois pontos e travessão).
  • 11. - letra minúscula em títulos, nomes e inicio de frases. - significado de palavras em diferentes contextos. - segmentação. - flexão de número (plural e singular). - elementos constitutivos dos textos. C O ORALIDADE M •          Participar efetivamente de situações de comunicação oral, adequando a linguagem à situação de uso P •          Dramatizar histórias conhecidas e experiências vividas. E •          Respeitar os turnos da fala. T •          Intervir nas situações comunicativas: formulando perguntas, defendendo posições, apresentando ponto de vista por meio de simulações de conversas e relatos. Ê •         Apropriar-se progressivamente de novas palavras. N C I PRÁTICA DE LEITURA A •         Apreciar as diferentes situações de leitura realizada pelo professor. S •         Ler textos diversificados, utilizando as estratégias possíveis. •          Ler texto com entonação de voz dando expressividade à leitura. E •         Relacionar o título ao texto •         Reconhecer o assunto do texto. H •          Observar no texto o valor expressivo dos sinais de pontuação: ponto final, interrogação, exclamação. A •          Localizar informações explícitas e implícitas no texto. B •         Inferir o sentido de uma palavra ou expressão no texto.
  • 12. I •          Identificar os elementos constitutivos do texto (lendas, receitas, cartas e avisos). L •          Reconhecer o gênero textual em estudo. I D PRODUÇÃO DE TEXTO A D •          Escrever alfabeticamente fazendo uso dos aspectos notacionais vivenciados no cotidiano (pontuação, acentuação, segmentação, concordância verbal e nominal). E •          Reescrever ou produzir lendas, carta, aviso e receita observando os elementos que caracterizam e estruturam esses gêneros textuais. S •          Utilizar letra maiúscula no início de frases, de textos, de nomes próprios e de títulos. •         Reescrever o próprio texto, com apoio, até considerá-lo melhor escrito. •         Empregar em um diálogo os sinais de pontuação (travessão e dois pontos). ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA •         Identificar na leitura e na escrita de textos: - função dos substantivos próprios e comuns. - emprego de regras básicas de concordância nominal e verbal. - separação de sílabas das palavras ao final de linha. -sentido de palavra sem diversos textos. - uso de letras maiúsculas e minúsculas. - utilização de recursos coesivos. - sentido de sinais de pontuação. - segmentação de palavras e de frases. LÍNGUA PORTUGUESA C O ORALIDADE N T √ Participação de situações diversas de comunicação como instrumento de socialização e aprendizagem. E √ Relatos de vivência, dramatização, narração de histórias, considerando a sequência temporal e causal. Ú D O PRÁTICA DE LEITURA S √ Leitura e interpretação de textos: fábulas, notícias, propagandas e classificados. √ Informações explícitas e implícitas.
  • 13. √ Inferência √ Estratégias de leitura (seleção, antecipação e verificação). PRODUÇÃO TEXTO √ Produção individual e coletiva de propaganda, classificado e notícia, observando os elementos que estruturam e caracterizam esses textos. √ Reconto de fábulas com adequação ao gênero e aos elementos que caracterizam esse texto. √ Reescrita do próprio texto observando: - recursos linguísticos da propaganda e classificados (emprego dos verbos e dos pronomes); utilização da letra maiúscula em títulos, nomes próprios e inicio de frases; paragrafação; recursos de linguagem; ortografia (R/RR; QU/GU; S/SS entre outras). ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA √ Análise e reflexão a partir de frases e textos: - flexão de grau (aumentativo e diminutivo). - sinônimos e antônimos. - letra minúscula e minúscula. - verbos e pronomes. - paragrafação e ortografia. - recursos utilizados para obter determinados efeitos de sentido: elementos constitutivos do texto; coerência e coesão; concordância verbal e nominal. C ORALIDADE O •          Participar efetivamente de situações de comunicação oral, adequando a linguagem à situação de uso. M •         Dramatizar histórias conhecidas e experiências vividas. P •          Respeitar os turnos da fala. E •          Intervir nas situações comunicativas: formulando perguntas, apresentando ponto de vista por meio de simulações de conversas e relatos. T •          Narrar fatos considerando a temporalidade e a causalidade. Ê •         Dialogar sobre temas alternando momentos de escuta e de fala.
  • 14. N C I PRÁTICA DE LEITURA A S •         Ler textos diversificados: fábulas, notícias, propagandas, classificados, dentre outros. E •          Identificar recursos utilizados para obter determinados efeitos de sentido: elementos constitutivos do texto; coerência e coesão; pontuação, concordância nominal e verbal; ortografia; paragrafação. •         Identificar informações relevantes para a compreensão do texto. H •          Atribuir sentido ao texto, considerando o emprego de recursos gráficos como fotos, ilustrações, diagramação, tamanho e cor das fontes. A •          Localizar informações explícitas e implícitas em textos. B •         Inferir o sentido de uma palavra ou expressão no texto. I •          Identificar o gênero e os elementos constitutivos do texto: fábulas, notícias, propagandas e classificados. L I D A PRODUÇÃO TEXTO D E S •         Produzir individual e coletivamente: manchete, propaganda e classificados. •          Recontar fábulas observando elementos que caracterizam e estruturam esse texto. •          Escrever alfabeticamente fazendo uso dos aspectos notacionais vivenciados no cotidiano (pontuação, acentuação, segmentação, concordância verbal e nominal). •          Reescrever, com apoio, o próprio texto, observando: a unidade temática (assunto); o desenvolvimento do tema; uso de recursos coesivos mais próximos da linguagem escrita; a segmentação do texto em palavras, frases e parágrafos; a utilização da letra maiúscula em títulos, nomes próprios e início de frases; a concordância verbal e nominal, ortografia. ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA •         Identificar na leitura e escrita de frases e textos: - o emprego de verbos e pronomes em propagandas e classificados; - a concordância nominal (substantivo/artigo);
  • 15. - emprego do aumentativo e diminutivo; - a alteração do sentido da palavra/frase com emprego de antônimo; - o sentido do uso da pontuação. LÍNGUA PORTUGUESA ORALIDADE C √ Escuta atenta em situações comunicativas, formulação de perguntas e opiniões. O √ Adequação da linguagem coloquial para a linguagem formal (respeitando a variação linguística). N √ Narração de histórias conhecidas, buscando aproximação das características discursivas do texto fonte. T E PRÁTICA DE LEITURA Ú D √ Textos poéticos (poema): os efeitos sonoros; o ritmo; as rimas; a disposição gráfica. O √ Textos jornalísticos (classificados): especificação do produto; dados do anunciante; características do objeto anunciado; concisão; abreviaturas. S √ Textos instrucionais (receitas, regras de jogo e manual): predominância das linguagens: explicativa, informativa (descritiva) e incitativa (que induz o leitor a realizar a tarefa); - recursos coesivos e respectivas funções; - valor expressivo dos sinais de pontuação (! ? , ... ); - letra maiúscula em títulos, nomes e início de frases; - segmentação do texto em palavras, frases e parágrafos; - significado das palavras nos diferentes textos e contextos; - organização das ideias, sequência lógica das ações; - unidade temática e a finalidade do texto; - acentuação gráfica; - flexões: gênero e número. PRODUÇÃO TEXTO √ Produção de textos: classificados (especificação do produto; dados do anunciante; características do objeto anunciado; concisão; abreviaturas), poema (os efeitos sonoros; o ritmo; as rimas; a disposição gráfica), receitas, regra de jogos e manuais (predominância das linguagens: explicativa, informativa, descritiva e incitativa.
  • 16. √ Planejamento da produção envolvendo: - mobilização dos conhecimentos prévios; inventário de ideias para o desenvolvimento do tema; organização das informações mais relevantes. √Produção escrita (rascunho) e edição final: - estabelecimento de unidade de sentido; fatores de textualização (coesão e coerência); segmentação. √ Reescrita do próprio texto, com apoio do professor: - ortografia aplicada ao texto: X/CH; J/G; L/LH; M antes de P/B. ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA √ Gramática aplicada ao texto no contexto morfológico e semântico: - constituição de palavras, estruturação de frases e textos. - sinônimos e antônimos. - encontros vocálicos, consoantes e dígrafos. - letras maiúsculas. - noção de verbo, adjetivo e pronome. ORALIDADE C O •          Escutar atentamente em situações comunicativas, formulando perguntas e expressando opiniões. M •          Expressar oralmente as ideias, ouvir com atenção e respeito ao ponto de vista dos colegas. P •         Ampliar o vocabulário, apropriando-se progressivamente de novas palavras. E •          Distinguir o narrador do personagem ao contar histórias, marcando os discursos direto e indireto com a entonação adequada. T •         Manter o ponto de vista ao longo da fala. Ê •         Respeitar os diferentes modos de falar de outras pessoas N C PRÁTICA DE LEITURA I A •          Identificar recursos sonoros (aliterações, assonâncias, ritmo, rimas) e visuais para obtenção de efeitos em textos poéticos;
  • 17. S •         Localizar informações explícitas e implícitas no texto. •         Identificar sequência lógica e unidade temática. E •          Reconhecer a função do texto. •         Reconhecer o valor expressivo dos sinais de pontuação e de acentuação. H •         Identificar formas verbais no gerúndio (indicativo da continuidade do processo); A •          Identificar verbos no infinitivo que podem substituir as formas imperativas, reforçando a ideia de processo, de ação e de comando; B •          Relacionar as características do gênero dos textos: receitas, regras de jogo e manual I L I D A PRODUÇÃO DE TEXTOS D •          Produzir textos: narrativos ficcionais (contos) e jornalísticos (classificados). E •         Manter a coerência textual na atribuição de título, na continuidade temática e de sentido geral do texto. S •         Desenvolver o tema proposto. •         Utilizar letra maiúscula no início de frases, de nomes próprios e de títulos. •          Segmentar o texto em frases e parágrafos, utilizando recursos do sistema de pontuação. •          Identificar as incorreções ortográficas durante a auto-correção. •          Reconhecer as variações fonéticas das palavras e a necessidade de acentuá- las. •          Reescrever, com apoio de leitor experiente, o próprio texto. ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA •         Reconhecer a idéia de tempo em frases simples e em outras expressões. •          Perceber a tonicidade e a relação desta com a ortografia e acentuação gráfica. •          Identificar recursos linguísticos expressivos (pontuação e vocabulário) e sua adequação a situações de uso. •          Identificar a funcionalidade da separação de sílabas de palavra em textos. •          Reconhecer o emprego das classes gramaticais (adjetivo, pronome e verbo) na estruturação de frases e textos. •          Identificar em textos escritos, com apoio de leitor experiente, recursos utilizados pelo autor para obter determinados efeitos de sentido: - recursos coesivos e o papel desses recursos; - linguagem formal e informal. LÍNGUA PORTUGUESA C O ORALIDADE
  • 18. N T √ Diálogos, debates e dramatizações. E √ Adequação da linguagem coloquial para a linguagem formal (respeitando a variação linguística). Ú √ Utilização de elementos não verbais: gestos, expressões faciais, postura corporal como complementação da fala. D √ Narração de fatos considerando a temporalidade e a causalidade. O S PRÁTICA DE LEITURA √ Textos narrativos ficcionais (histórias em quadrinhos): - narrativa por meio de imagens, os códigos verbais e não-verbais, os sinais gráficos: balões e os sinais indicadores de som e movimento. √ Textos Informativos (verbetes de dicionário e texto didático): - recursos próprios de verbetes - abreviaturas, significados. √ Textos jornalísticos (notícia): - título, legenda, lead. PRODUÇÃO DE TEXTO √ Produção de textos: narrativos ficcionais (histórias em quadrinhos); jornalístico (notícias). √ Consideração das condições de produção: - finalidade, especificidade da modalidade textual e do suporte, papéis assumidos pelos interlocutores. √ Planejamento da produção envolvendo: - mobilização dos conhecimentos prévios, inventário de ideias para o desenvolvimento do tema, organização das informações mais relevantes. √ Produção escrita (rascunho) e edição final: - estabelecimento de unidade de sentido, fatores de textualização (coesão e coerência) e segmentação, uso de letra maiúscula, concordância verbal e nominal, flexão de gênero e número. √ Reescrita do próprio texto. √ Ortografia aplicada ao texto: S/SS, C/Ç, Z/S, X/CH entre outras. ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA √ Gramática aplicada ao texto no contexto morfológico e semântico: - constituição de palavras e estruturação de frases e textos; - substantivo próprio, comum e coletivo; - pronome pessoal; - noção de adjetivo e verbo; - concordância nominal e verbal;
  • 19. - flexões de gênero e número; - acentuação gráfica. √ Meios utilizados pelo autor: - recursos coesivos e respectivas funções; - valor expressivo de sinais de pontuação; - relação entre imagens, ilustrações e textos verbais; - letra maiúscula em títulos, nomes e início de frases; - segmentação do texto em parágrafos, frases e palavras; - significado das palavras nos diferentes contextos; - organização das ideias; a sequência lógica das ações; - unidade temática e a finalidade do texto. ORALIDADE C O •          Expressar oralmente as ideias, ouvir com atenção e respeito ao ponto de vista dos colegas. M •          Ampliar textos orais introduzindo personagens mudando suas características e criando outro inicio, meio e fim. P •         Respeitar os diferentes modos de falar de outras pessoas. E •         Dialogar sobre temas alternando momentos de escuta e de fala T •          Identificar, em leitura individual, os elementos da situação dos textos informativos. Ê N PRÁTICA DE LEITURA C I •         Localizar informações explícitas e implícitas no texto. A •         Inferir o sentido de palavras e expressões. S •         Identificar o sentido de humor e ironia.
  • 20. •          Reconhecer nas histórias em quadrinhos o significado das onomatopéias, dos sinais gráficos e dos balões. •          Identificar por meio de imagens, os códigos verbais e não verbais E •          Identificar informações que sejam relevantes para a compreensão do texto. •         Reconhecer o assunto do texto. •          Reconhecer as características do tipo de texto e os indicadores de suporte e de autoria, na atribuição de sentido ao texto. H •          Relacionar as características do tipo de texto. A •          Identificar em textos escritos, com apoio de leitor experiente, recursos utilizados pelo autor para obter determinados efeitos de sentido: B - marcadores linguísticos de tempo ou espaço nas narrativas. I - expressões utilizadas para indicar a mudança de lugar e tempo nas narrativas ficcionais. L •         Uso característico da pontuação e abreviatura em textos informativos. I •          Identificar as flexões de gênero e número. D A PRODUÇÃO DE TEXTO D E •          Produzir textos: narrativos ficcionais (História em quadrinhos), jornalístico (notícia) observando os elementos que estruturam e caracterizam esses textos. S •          Manter a coerência textual na atribuição de título, na continuidade temática e de sentido geral do texto. •          Desenvolver o tema proposto. •          Utilizar letra maiúscula no início de frases, de nomes próprios e de títulos. •          Segmentar o texto em frases e parágrafos, utilizando recursos do sistema de pontuação. •         Reescrever, com apoio de leitor experiente, o próprio texto. •         Aplicar adequadamente, no texto, as flexões de gênero e número. ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA •          Reconhecer as variações fonéticas das palavras e a necessidade de acentuá- las. •         Perceber a relação (semelhanças e diferenças) entre palavras. •         Reconhecer o valor expressivo dos sinais de pontuação e acentuação. •         Reconhecer em textos a concordância nominal na forma padrão. •          Perceber a importância do emprego de coletivos para evitar a repetição de palavras em textos. •         Reconhecer o tempo verbal da ação em frases e textos. •          Perceber a função dos adjetivos, pronomes, substantivos e verbos em frase e textos. TERCEIRO ANO - 3º BIMESTRE LÍNGUA PORTUGUESA C O ORALIDADE N
  • 21. T √ Relato de experiências pessoais e/ou coletivas de forma clara e ordenada. E √ Elementos não-verbais: gestos, expressões faciais, postura corporal como complementação da fala. Ú √ Linguagem adequada à situação de uso por meio de conversas, debates, dramatizações e simulação. D O PRÁTICA DE LEITURA S √ Textos epistolares (bilhete, convite e carta): local e data; invocação; desenvolvimento do assunto; despedida e assinatura; √ Textos narrativos ficcionais (lendas): identificação e caracterização dos personagens, do ambiente e do narrador. √ Elementos que caracterizam e estruturam os textos: bilhete, convite, carta, lendas. √ Textos não verbais (placas, rótulos, gravuras e outros). √ Informações explícitas, implícitas e inferência. PRODUÇÃO DE TEXTO √ Produção de textos epistolares (bilhete e convite e carta) e narrativos ficcionais (reescrita de lendas); √ Condições de produção: - finalidade; especificidade da modalidade textual e do suporte; papéis assumidos pelos interlocutores. √ Planejamento da produção: - inventário de ideias para o desenvolvimento do tema; - organização das informações mais relevantes. √Produção escrita (rascunho) e edição final: - estabelecimento da unidade de sentido (coerência): recursos coesivos; uso de letra maiúscula; pontuação; concordância nominal e verbal. √ Reescrita do próprio texto, com apoio do professor. √ Ortografia aplicada ao texto: AS/ES/IS; AN/EN/EN; H inicial. ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA √ Gramática aplicada ao texto no contexto morfológico e semântico: -substantivo primitivo e derivado; - artigo definido e indefinido; - numeral ordinal e cardinal;
  • 22. - sinônimos e homônimos; - acentuação gráfica. √ Meios utilizados pelo autor: - recursos coesivos e respectivas funções; - valor expressivo de sinais de pontuação (! ? , ...); - letra maiúscula em títulos, nomes e início de frases; - segmentação do texto em parágrafos, frases, palavras; - significado das palavras nos diferentes contextos; - organização das ideias e sequência lógica das ações; - unidade temática e a finalidade do texto; - elementos constitutivos dos textos; - flexões: gênero, número e grau; - concordância verbal e nominal. C ORALIDADE O M •          Relatar experiências e acontecimentos seguindo uma sequência lógica da narração. P •          Expressar oralmente as ideias, ouvir com atenção e respeito ao ponto de vista dos colegas. E •          Participar de situações de comunicação direta ou mediada (TV, telefone, rádio, etc.). T •          Reconhecer o significado contextual e o papel complementar de alguns elementos não-lingüísticos para conferir significação aos textos (gesto, postura corporal, expressão facial, tom de voz, entonação). Ê •         Manter o ponto de vista ao longo da fala. N C I PRÁTICA DE LEITURA A S •          Localizar em textos epistolares os elementos comuns, local e data, invocação, mensagem e destinatário. E •         Localizar informações explícitas e implícitas no texto. •          Inferir o sentido de uma palavra ou expressão.
  • 23. H •          Reconhecer o assunto do texto. A •          Identificar relações entre termos de um texto a partir de um processo de repetição, sinonímia ou retomada pronominal. B •          Reconhecer o gênero e as características dos textos (carta, bilhete, convite e lenda) e os indicadores de suporte e de autoria, na atribuição de sentido ao texto. I •          Observar no texto narrativo o discurso do narrador e dos personagens, identificando as marcas desses discursos (travessão, aspas, reticências) L •          Identificar em gravuras, placas, rótulos a mensagem transmitida I •         Reconhecer o valor expressivo dos sinais de pontuação e de acentuação. D •          Identificar em textos escritos, com apoio de leitor experiente, recursos utilizados pelo autor para obter determinados efeitos de sentido: A - recursos coesivos e o papel desses recursos; D - expressões utilizadas para indicar a mudança de lugar e tempo nas narrativas ficcionais; E - adequação da linguagem formal e informal em textos epistolares. S PRODUÇÃO DE TEXTO •          Produzir textos: carta, convite, bilhete e lendas (reescrita) observando os elementos que estruturam e caracterizam esses gêneros. •          Recontar de lendas ouvidas e lidas. •          Manter a coerência textual na atribuição de título, na continuidade temática e de sentido geral do texto. •          Desenvolver o tema proposto. •         Utilizar letra maiúscula no início de frases, de nomes próprios e de títulos. •         Empregar regras padrão de concordância nominal e verbal, exceto em casos em que haja inversão sintática, ou distanciamento entre sujeito e verbo. •          Segmentar o texto em frases e parágrafos, utilizando recursos do sistema de pontuação. •         Reescrever, com apoio de leitor experiente, o próprio texto. •         Identificar as incorreções ortográficas durante a auto-correção. ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA •          Reconhecer as classes gramaticais (substantivo, artigo, numeral) em estruturação de textos e frases, nas diversas modalidades de linguagem, observando o uso da concordância nominal. •          Identificar recursos linguísticos expressivos (pontuação e vocabulário) e sua adequação às situações de uso. •          Reconhecer as diferentes flexões das palavras percebendo diversos significados e adequação ao contexto oracional. •          Identificar a concordância entre artigo e substantivo. •         Perceber regularidades ortográficas na formação de palavras derivadas. TERCEIRO ANO - 4º BIMESTRE LÍNGUA PORTUGUESA
  • 24. C O ORALIDADE N T √ Audição atenta em situações de interlocução, com intervenções adequadas, formulação de perguntas e opiniões. E √ Narração de histórias conhecidas, buscando aproximação das características discursivas do texto fonte. Ú √ Linguagem adequada à situação de uso, por meio de: conversas, debates, dramatizações e simulações. D O PRÁTICA DE LEITURA S √ Textos narrativos ficcionais (contos clássicos, moderno e fábula). -discurso direto; narrador; personagens; tempo; espaço; conflito. √ Textos publicitários (propaganda, cartaz); - recursos lingüísticos próprios do texto publicitário: o emprego dos tempos e modos verbais; uso dos pronomes; tipos de frases; logotipo e slogan. √ Texto epistolar (diário). PRODUÇÃO DE TEXTO √ Produção de textos: narrativos ficcionais (contos clássicos, moderno e fábula); publicitários ( propaganda e cartaz); epistolares(diário). √ Condições de produção: finalidade; especificidade da modalidade textual e do suporte; papéis assumidos pelos interlocutores. √Planejamento da produção envolvendo: - mobilização dos conhecimentos prévios; inventário de ideias para o tema; organização das informações mais relevantes para a redação final. √ Produção escrita (rascunho) edição final: - estabelecimento da unidade de sentido (coerência); recursos coesivos; - uso de letra maiúscula; de pontuação; de concordância nominal e verbal. - Ortografia aplicada ao texto: U/L; GUE/QUE; AS/AZ; R intercalado. ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA √ Gramática aplicada ao texto no contexto morfológico e semântico: - constituição de palavras, estruturação de frases e textos. - noção de advérbio. - concordância verbal (pronome e verbo - tempo verbal). - acentuação gráfica, pontuação e paragrafação. - flexão de gênero, número e grau.
  • 25. ORALIDADE •          Relatar experiências e acontecimentos seguindo uma sequência lógica da narração. C •          Expressar oralmente as idéias, ouvir com atenção e respeito ao ponto de vista dos colegas. O •         Ampliar vocabulário apropriando-se progressivamente de novas palavras. M •          Participar de situações de comunicação direta ou mediada (TV, telefone, rádio, etc.). P •          Reconhecer o significado contextual e o papel complementar de alguns elementos não-linguísticos para conferir significação a fala (gesto, postura corporal, expressão facial, tom de voz, entonação) E •          Ampliar textos orais introduzindo personagens, mudando suas características e criando outro inicio, meio e/ou fim. T Ê PRÁTICA DE LEITURA N C •         Localizar informações explícitas e implícitas no texto. I •          Identificar personagens; sequência lógica e unidade temática. A •         Reconhecer o assunto do texto. S •          Distinguir autor de narrador. •         Reconhecer o valor expressivo dos sinais de pontuação e de acentuação. E •          Relacionar as características do gênero do texto: contos, fábulas, diário, propagandas e cartazes. •          Identificar relações entre termos de um texto a partir de um processo de repetição, sinonímia ou retomada pronominal. H •          Reconhecer as características do tipo e os indicadores de suporte e de autoria, na atribuição de sentido ao texto. A •          Observar no texto narrativo o discurso do narrador e dos personagens, identificando as marcas desses discursos (travessão, aspas, reticências).
  • 26. B I L PRODUÇÃO DE TEXTO I D •          Produzir textos (contos, propagandas e cartazes) e reescrever fábulas, observando os elementos que estruturam e caracterizam esses gêneros. A •          Manter a coerência textual na atribuição de título, na continuidade temática e de sentido geral do texto. D •          Escrever textos utilizando elementos de coesão mais adequados à língua escrita, garantindo progressão e continuidade das ideias. E •          Desenvolver o tema proposto. S •          Empregar regras padrão de concordância nominal e verbal, exceto em casos em que haja inversão sintática ou distanciamento entre sujeito e verbo. •          Segmentar o texto em frases e parágrafos, utilizando recursos do sistema de pontuação. •         Identificar as incorreções ortográficas durante a auto-correção. •          Reconhecer as variações fonéticas das palavras e a necessidades de acentuá- las. ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA •         Identificar em textos escritos, com apoio de leitor experiente, recursos utilizados pelo autor para obter determinados efeitos de sentido: - recursos coesivos e o papel desses recursos; - expressões utilizadas para indicar a mudança de lugar e tempo nas narrativas ficcionais; - a função dos sinais de pontuação na produção de sentido. -recursos coesivos e o papel desses recursos; - recursos linguísticos (modo, tempo verbal e pronomes) dos textos publicitários. - argumentos utilizados em textos publicitários para convencer o leitor; - marcas que caracterizam o nível de registro empregado, formal ou informal, considerando a relação entre interlocutores; - expressões de circunstâncias dos advérbios. QUARTO ANO - 1º BIMESTRE LÍNGUA PORTUGUESA ORALIDADE √ Audição atenta em situações de interlocução, com intervenções adequadas, formulação de perguntas e opiniões. √ Relato de experiências pessoais e/ou coletivas de forma clara e ordenada. √ Narração dos fatos considerando a temporalidade e causalidade.
  • 27. C √ Narração de histórias conhecidas buscando aproximação das características discursivas do texto fonte. O √ Adequação da linguagem à situação de uso por meio de conversas, debates, dramatizações e simulações. N T PRÁTICA DA LEITURA E Ú √ Textos instrucionais (receitas, regras de jogos, normas, manual de instruções): D - predominância das linguagens: explicativa e incitativa (que induz o leitor a realizar uma tarefa); O - formas verbais no gerúndio (indicativo da continuidade do processo); S - verbos no infinitivo (que podem substituir as formas imperativas), reforçando a idéia de processo, de ação e de comando; - uso de advérbios. √ Textos poéticos (poemas): - Recursos sonoros (aliterações, assonâncias, ritmo, rimas) e visuais para obtenção de efeitos poéticos. PRODUÇÃO DE TEXTO √ Produção de textos: instrucionais (receitas, regras de jogos, normas, manuais de instruções) e textos poéticos (poemas). √ Condições de produção: - finalidade; - especificidades da modalidade textual; - papéis assumidos pelos interlocutores; - mobilização dos conhecimentos prévios; - inventário de idéias para o desenvolvimento do tema; - organização das informações mais relevantes. √ Produção escrita (rascunho) e edição final: - estabelecimento de unidade de sentido; - fatores de textualidade (coesão e coerência); - pontuação, ortografia, acentuação e segmentação; - concordância verbal e nominal. √ Segmentação do texto em frases e parágrafos. √ Reescrita do próprio texto: - unidade temática; - adequação do tema; - finalidade do texto; - segmentação do texto em palavras, frases e parágrafos; - retomada pronominal e substituição de termos. √ Ortografia considerando as irregularidades da língua escrita: M antes de P/B; AM/ NA; LH/LI; F/V; C/G; D/T; GE/GI; JE/JI; AS/AZ.
  • 28. ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA √ Gramática aplicada ao texto no contexto morfológico e semântico: - fonética e fonologia; - sílaba tônica e acentuação gráfica; - advérbios e expressões adverbiais; - formas verbais no gerúndio e no infinitivo; - concordância verbal (sujeito e predicado). ORALIDADE C O •          Participar de situações de comunicação direta ou mediada (TV, telefone, rádio e outros). M •          Inferir sobre alguns elementos de intencionalidade implícita (sentido figurado, recursos persuasivos e outros). P •          Reconhecer o significado contextual e o papel complementar de alguns elementos não linguísticos para conferir significação aos textos (gesto, postura corporal, expressão facial, tom de voz, entonação). E •          Utilizar a linguagem oral em situações que exijam: preparação prévia, maior grau de formalidade, manutenção do ponto de vista ao longo da fala, procedimentos de negociação de acordos. T •         Dramatizar histórias lidas ou ouvidas. Ê •          Respeitar os diferentes modos de falar de outras pessoas. N •          Desenvolver o hábito de ouvir com atenção como forma de melhorar a comunicação e a interação com o grupo. C I PRÁTICA DE LEITURA A S •         Identificar informações relevantes para a compreensão do texto. •          Relacionar as características do tipo de texto e os indicadores de suporte e de autoria na atribuição de sentido ao texto. E •          Reconhecer a relação entre imagem e texto verbal na atribuição de sentido ao texto. •         Localizar informações implícitas e explícitas.
  • 29. H •          Inferir o sentido de uma palavra e/ou de uma expressão no texto. A •          Identificar em textos poéticos (poemas) recursos sonoros (aliteração, assonância, ritmo, rimas) e visuais. B •          Identificar traços de intertextualidade. I •         Desenvolver fluência na leitura de textos. L I D PRODUÇÃO DE TEXTO A D E •          Produzir textos (receitas, regras de jogos, normas, manuais de instruções e notícias) considerando os elementos que estruturam e caracterizam esse gênero textual. S •          Manter a coerência textual na atribuição de título, na continuidade temática e de sentido geral do texto. •          Escrever textos utilizando procedimentos de coesão mais adequados à língua escrita, garantindo a progressão e a continuidade das ideias. •          Segmentar o texto em frases e parágrafos, utilizando recursos do sistema de pontuação. •         Utilizar concordância nominal (artigo e substantivo; substantivo e adjetivo); flexão de gênero (masculino e feminino) e número (singular e plural). •          Reescrever o próprio texto observando: - o desenvolvimento do tema; - a adequação necessária em função do interlocutor, da finalidade do texto, das características do gênero; da pontuação, da segmentação do texto em palavras, frases e parágrafos. •         Revisar o próprio texto. ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA •          Reconhecer classes gramaticais em estruturação de textos e frases, nas diversas modalidades de linguagem, observando o uso da concordância verbal (sujeito e predicado). •         Reconhecer que diferentes palavras podem substituir outras no contexto. •         Reconhecer o acento gráfico como marca da tonicidade. •         Perceber expressões de circunstâncias dos advérbios nas frases. •          Reconhecer formas verbais no gerúndio que indicam continuidade de processo nos textos e verbos no infinitivo que substituem formas imperativas em textos instrucionais. •          Reconhecer em textos escritos, com apoio de leitor experiente, recursos utilizados pelo autor para obter determinados efeitos de sentido: - recursos coesivos e suas finalidades; - o valor expressivo dos sinais de pontuação; - recursos linguísticos (modo, tempo verbal e pronomes) utilizados nos textos.
  • 30. QUARTO ANO - 2º BIMESTRE LÍNGUA PORTUGUESA ORALIDADE √ Audição atenta em situações de interlocução, com intervenções adequadas, formulação de perguntas e opiniões. √ Narração de fatos considerando a temporalidade e a causalidade. √ Narração de histórias conhecidas, buscando aproximação das características discursivas do texto fonte. C √ Adequação da linguagem à situação de uso por meio de diálogos, debates, dramatizações e simulações. O N PRÁTICA DE LEITURA T E √ Textos jornalísticos (classificados): especificação do produto, dados do anunciante e linguagem objetiva. Ú √ Textos informativos (verbetes de dicionário, nota enciclopédicas, rótulos de embalagens): D - linguagem concisa e precisa; abreviaturas. O √ Informações explícitas e implícitas. S √ Inferência. √ Estratégias de leitura. PRODUÇÃO DE TEXTO √ Produção e/ou rescrita de textos jornalísticos (classificados) e informativos (verbetes de dicionários, notas enciclopédicas, rótulos de embalagens). √ Condições de produção: - finalidade, especificidades da modalidade textual e do suporte, papéis assumidos pelos interlocutores. √ Planejamento e organização da produção envolvendo: - mobilização dos conhecimentos prévios; - inventário de ideias para o desenvolvimento do tema; - organização das informações mais relevantes. √ Produção escrita (rascunho) e edição final: - estabelecimento de unidade de sentido; - fatores de textualidade (coesão e coerência);
  • 31. - pontuação, ortografia, acentuação e segmentação; - concordância verbal e nominal. √ Reescrita do próprio texto: - unidade temática; - adequação ao assunto; - finalidade do texto; - retomada pronominal e substituição de termos. √ Grafia das palavras mais usuais que apresentam dígrafos, ditongos: O/U, E/I, U/L, ÃO /AM, R final, QUA/QUE/QUI, AM, NS, X, CH, H, TIL (Ã, ÃO, ÕES + S). ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA √Gramática aplicada ao texto no contexto morfológico e semântico: - Verbo, pronome, substantivo simples e composto. √ Identificação de recursos utilizados pelo autor para obter determinados efeitos de sentido, nos textos jornalísticos e informativos, considerando: - as expressões utilizadas para indicar a mudança de lugar e tempo na narrativa ficcional; - recursos (depoimentos, citações) para obter efeito de veracidade ao dito no texto; - pontuação e abreviaturas nos textos; - elementos de coesão mais adequados à língua escrita, garantindo progressão e continuidade das ideias; - a segmentação do texto em frases e parágrafos, utilizando recursos do sistema de pontuação (ponto final, exclamação, interrogação e vírgulas nas enumerações); - letras maiúsculas no início de frases, de nomes próprios e de títulos. C ORALIDADE O •          Inferir sobre alguns elementos de intencionalidade implícita (sentido figurado, recursos persuasivos, humor e outros). M •          Reconhecer o significado contextual e o papel complementar de alguns elementos não-linguísticos para conferir significação aos textos (gesto, postura corporal, expressão facial, tom de voz, entonação). P •         Utilizar a linguagem oral em situações que exijam: preparação prévia,maior grau de formalidade, manutenção do ponto de vista ao longo da fala e procedimentos de negociação de acordos. E •         Ouvir atenta e criticamente, respeitando o interlocutor. T •         Argumentar e defender seu ponto de vista. Ê N C PRÁTICA DE LEITURA
  • 32. I A •         Reconhecer a unidade temática do texto. S •         Identificar informações relevantes para a compreensão do texto. •          Relacionar as características do tipo de texto e os indicadores de suporte e de autoria na atribuição de sentido ao texto. E •          Reconhecer a relação entre imagem e texto verbal na atribuição de sentido ao texto. H •          Localizar informações implícitas e explícitas. A •         Inferir o sentido de uma palavra e/ou de uma expressão no texto. B •          Identificar traços de intertextualidade. I •          Ler em voz alta com fluência, ritmo e entonação. L I •          Utilizar informações oferecidas por um glossário, verbete de dicionário para a compreensão da leitura. D •          Reconhecer e empregar o valor diferencial do acento em determinadas palavras. A D PRODUÇÃO DE TEXTO E S •         Produzir e/ou reescrever textos: jornalísticos (classificados) e informativos (verbetes de dicionário, nota enciclopédicas, bilhetes, embalagens), considerando os elementos que os estruturam e caracterizam. •         Reconhecer e manter a coerência textual na atribuição de título, na continuidade temática e de sentido geral do texto. •          Escrever textos utilizando procedimentos de coesão mais adequados à língua escrita, garantindo a progressão e a continuidade das ideias. •          Segmentar o texto em frases e parágrafos, utilizando recursos do sistema de pontuação. •          Reescrever o próprio texto observando o desenvolvimento do tema, a adequação necessária em função do interlocutor, da finalidade do texto, das características do gênero e da segmentação do texto em palavras, frases e parágrafos. •          Utilizar regras-padrão de concordância verbal (sujeito e predicado), concordância nominal (artigo e substantivo, substantivo e adjetivo) e flexão de gênero (masculino e feminino) e número (singular e plural). ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA
  • 33. •         Identificar as classes gramaticais (substantivo, verbo, pronome) em estruturação de frases e textos, observando o uso da concordância nominal e verbal. •         Perceber semelhanças e diferenças entre linguagem formal e informal. •          Perceber que o sentido da frase muda ao substituir algumas palavras por seu antônimo. •          Reconhecer a possibilidade de substituir elementos da frase por outros sem alterar a concordância verbal e nominal •          Reconhecer em textos escritos, com apoio de leitor experiente, recursos utilizados pelo autor para obter determinados efeitos de sentido: - recursos coesivos e suas finalidades; o valor expressivo dos sinais de pontuação e nos textos informativos (quantidade de vírgulas/aposições) como recurso de condensação do texto; - recursos linguísticos (modo, tempo verbal e pronomes) utilizados em textos jornalísticos; (características do gênero), argumentos utilizados para convencer o leitor. •          Reconhecer e empregar o valor diferencial do acento em determinadas palavras. QUARTO ANO - 3º BIMESTRE LÍNGUA PORTUGUESA ORALIDADE √ Audição atenta em situações de interlocução, com intervenções adequadas, formulação de perguntas e opiniões. √ Relato de experiências pessoais e/ou coletivas de forma clara e ordenada. √ Narração de fatos considerando a temporalidade e causalidade. C √ Narração de histórias conhecidas buscando aproximação das características discursivas do texto fonte. O √ Adequação da linguagem à situação de uso por meio de conversas, debates, dramatizações e simulações. N T E Ú D PRÁTICA DE LEITURA O S √ Textos narrativos ficcionais (contos e lendas): - modos de apresentar os personagens; discurso direto e indireto. √ Textos publicitários (propagandas, folhetos, avisos): - logotipo, slogan e anuncio. √ Texto epistolar (convites): local, data, destinatário. √ Recursos utilizados pelo autor para obter determinados efeitos de sentido nos textos narrativos, epistolares e publicitários, considerando:
  • 34. - expressões para marcar a mudança de espaço e tempo na narrativa; - recursos coesivos e suas finalidades; - recursos do sistema de pontuação para marcar a fala dos personagens; - argumentos utilizados em textos publicitários para convencer o leitor; - sentido figurado; - recursos lingüísticos (modo e tempo verbal, pronomes) utilizados em textos publicitários. PRODUÇÃO DE TEXTO √ Produção e/ou reconto de textos: narrativos ficcionais (contos e lendas), publicitários (propaganda, folheto e aviso) e epistolares (convites) observando os elementos que os estruturam e caracterizam. √ Consideração das condições de produção: finalidade, especificidades da modalidade textual e do suporte (portador), papéis assumidos pelos interlocutores. √ Planejamento da produção, envolvendo: mobilização dos conhecimentos prévios, inventário de idéias para o desenvolvimento do tema e organização das informações mais relevantes. √ Produção escrita e edição final: - estabelecimento de unidade de sentido; fatores de textualidade (coesão e coerência); - recursos gráficos suplementares (distribuição espacial, margem, parágrafo e letra maiúscula); - pontuação, ortografia, acentuação e segmentação; - concordância verbal e nominal; - unidade temática; adequação do tema; - finalidade do texto; - retomada pronominal e substituição de termos. √ Ortografia aplicada ao texto: SC, XC, Ç, X, S, Z. ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA √ Gramática aplicada ao texto no contexto morfológico e semântico: - adjetivo; - conjunção e preposição; - acentuação e pontuação; - linguagem conotativa e denotativa; - concordância nominal. C
  • 35. O ORALIDADE M P •          Participar de situações de comunicação direta ou mediada (TV, telefone, rádio, multimídia, e outros). E •          Fazer inferência sobre alguns elementos de intencionalidade implícita (sentido figurado, recursos persuasivos, humor e outros). T •         Manter ponto de vista ao longo da fala. Ê •          Utilizar a linguagem oral em situações que exijam: preparação prévia e maior grau de formalidade. N •         Ouvir e respeitar diferentes opiniões. C •          Debater ideias e opiniões encontradas no texto. I A PRÀTICA DE LEITURA S •         Ler em voz alta, com fluência, ritmo e entonação. E •          Reconhecer a mudança de foco narrativo (narrador em 1ª e 3ª pessoa). •          Identificar informações relevantes para a compreensão do texto. H •         Reconhecer a unidade temática do texto. A •          Estabelecer relações entre termos de um texto, a partir de um processo de repetição; sinonímia ou retomada pronominal. B •          Relacionar as características do tipo, indicadores de suporte e de autoria na atribuição de sentido ao texto. I •         Perceber o valor expressivo dos sinais de pontuação e de acentuação. L •         Localizar informações implícitas e explícitas. I •          Inferir o sentido de uma palavra e/ou de uma expressão no texto. D A D PRODUÇÃO DE TEXTO E S
  • 36. •          Produzir e/ou recontar textos narrativos (contos, lendas, convites, propaganda, aviso); considerando os elementos que caracterizam e estruturam esses textos, a finalidade e os interlocutores. •          Manter a coerência textual na atribuição de título; na continuidade temática e de sentido geral do texto. •          Escrever textos utilizando procedimentos de coesão mais adequados à língua escrita, garantindo a progressão e a continuidade das ideias. •          Demonstrar domínio relativo da ortografia, em especial, das palavras mais usuais. •          Reescrever o próprio texto observando o desenvolvimento do tema; a adequação necessária em função do interlocutor; da finalidade do texto; das características do gênero; segmentação do texto em palavras, frases e parágrafos; •          Produzir texto utilizando o discurso direto e indireto ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA •          Reconhecer em textos escritos, com apoio de leitor experiente, recursos utilizados pelo autor para obter determinados efeitos de sentido: - recursos coesivos (conjunção e preposição) e o papel desses recursos; o valor expressivo dos sinais de pontuação para marcar o discurso direto e indireto; e nos textos informativos (quantidade de vírgulas/aposições) como recurso de condensação do texto; •          Reconhecer recursos de linguagem figurada; os elementos de intencionalidade implícita (recursos persuasivos, humor, metáforas); registro formal ou informal, considerando a relação entre interlocutores. •          Identificar as classes gramaticais (adjetivo, conjunção e preposição) em estruturação de textos e frases, observando o uso da concordância nominal. QUARTO ANO - 4º BIMESTRE LÍNGUA PORTUGUESA ORALIDADE √ Relato de experiências pessoais e/ ou coletivas de forma clara e ordenada. √ Narração de fatos considerando a temporalidade e causalidade. √ Narração de histórias conhecidas, buscando aproximação das características discursivas do texto fonte. C √ Adequação da linguagem à situação de uso por meio de conversas, debates, dramatizações e simulações. O N PRÁTICA DE LEITURA T E √ Textos narrativos (fábulas e contos clássicos). Ú - foco narrativo; discurso direto e indireto; conflito e desfecho; tempo e espaço. D √ História em quadrinhos:
  • 37. O - a narrativa por meio de imagens; S - os códigos verbais e não-verbais; - os sinais gráficos: balões, traços indicadores de movimento; - as representações gráficas dos sons (onomatopéias). √Textos jornalísticos (notícia): - elementos próprios à organização do texto: título, função e características; - lide, função, estruturação, relação entre ilustração e texto; - relação entre o corpo da notícia e elementos visuais complementares como: fotos, diagramas, gráficos, tabelas, mapas, etc. √ Textos epistolares (carta): - local e data; invocação; desenvolvimento do assunto; despedida; assinatura; a adequação da linguagem mais ou menos formal de acordo com a finalidade do texto. PRODUÇÃO DE TEXTO √ Produção de textos: narrativos ficcionais (fábulas, contos clássicos, dentre outros) e epistolares (cartas). √ Condições de produção: - finalidades; especificidades da modalidade textual e do suporte; papéis assumidos pelos interlocutores. √ Planejamento e organização da produção: - mobilização dos conhecimentos prévios; - inventário de ideias para o desenvolvimento do tema; - organização das informações mais relevantes. √ Produção escrita (rascunho) e edição final: - estabelecimento de unidade de sentido; - fatores de textualidade (coesão e coerência); - pontuação, ortografia, acentuação e segmentação; - concordância verbal e nominal. √ Reescrita do próprio texto. √ Ortografia: QUA/QUE/QUI, AM, NS, X, CH, H, TIL (Ã, ÃO, ÕES + S). ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA √ Gramática aplicada ao texto no contexto morfológico e semântico: - substantivo coletivo, concreto e abstrato; - artigo definido e indefinido; - numeral; - flexão de gênero, número e grau; - pontuação e acentuação.
  • 38. ORALIDADE C O •          Utilizar a linguagem oral em situações que exijam: preparação prévia, maior grau de formalidade, manutenção do ponto de vista ao longo da fala e procedimentos de negociação de acordos. M •         Formular perguntas aos professores e aos colegas de forma adequada. P •          Expressar empregando dicção, gesto, postura, expressão facial, tom de voz e entonação adequada ao contexto. E •          Debater assuntos escolhidos pelo grupo. T •          Dramatizar o texto observando as diferentes formas de expressão. Ê •         Fazer réplicas e tréplicas num debate. N C PRATICA DE LEITURA I A •         Identificar informações relevantes para a compreensão do texto. S •          Reconhecer o assunto do texto. •          Estabelecer relações entre termos de um texto, a partir de um processo de repetição; sinonímia ou retomada pronominal. E •          Relacionar as características do tipo de texto e os indicadores de suporte e de autoria na atribuição de sentido ao texto. •          Localizar informações implícitas e explícitas. H •          Inferir o sentido de uma palavra e/ou de uma expressão no texto. A •          Identificar traços de intertextualidade B •          Identificar marcas, que caracterizam o nível de registro empregado, formal ou informal, considerando a relação entre os interlocutores. I •         Compreender o vocabulário presente no texto, usando o dicionário. L I PRODUÇÃO DE TEXTO D
  • 39. A •          Produzir textos: narrativos e epistolares atendendo a modalidade proposta. D •          Manter a coerência textual na atribuição de título, na continuidade temática e no sentido geral do texto. E •         Escrever textos utilizando procedimentos de coesão mais adequados à língua escrita, garantindo a progressão e a continuidade das ideias. S •         Utilizar letra maiúscula no início de frases, em nomes próprios e em títulos. •          Demonstrar domínio relativo da ortografia, em especial, das palavras mais usuais. •          Reescrever o próprio texto observando o desenvolvimento do tema, a adequação necessária em função do interlocutor, da finalidade do texto e das características do gênero, segmentação do texto em palavras, frases e parágrafos. •         Utilizar regras-padrão de concordância verbal (sujeito e predicado), concordância nominal (artigo e substantivo; substantivo e adjetivo) e flexão de gênero (masculino e feminino) e número (singular e plural). •         Reelaborar e organizar histórias substituindo ou acrescentando partes. ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA •          Comparar textos considerando o tema, características textuais, organização das ideias e finalidade. •          Perceber o valor expressivo dos sinais de pontuação e de acentuação. •          Analisar e tirar conclusões sobre a regra de acentuação das palavras oxítonas, paroxítonas e proparoxítonas. •          Compreender o sentido das palavras, sinônimos, antônimos, prefixos, sufixos e outras estratégias para formar palavras. •          Identificar as regras gramaticais (substantivos, adjetivo, numeral) em estruturação de textos e frases, nas diversas modalidades da linguagem, observando a concordância nominal e verbal. •          Reconhecer recursos linguísticos expressivos (linguagem figurada, onomatopéia, pontuação, vocabulário) e sua adequação a situação de uso. •          Reconhecer as diversas possibilidades de sentido no emprego de palavras formadas por derivação sufixal (aumentativo/diminutivo). QUINTO ANO - 1º BIMESTRE LÍNGUA PORTUGUESA ORALIDADE √ Situação de comunicação direta ou mediada (telefone, rádio, televisão e outros). √ Elementos de intencionalidade implícitos (sentido figurado, humor e outros). √ Elementos não linguísticos para conferir significação aos textos (gesto, postura corporal, expressão facial, tom de voz, entonação). C √ Linguagem em situação de intercâmbio oral, ampliando-a para outras que requeira: O - maior grau de formalidade; preparação prévia; manutenção de um ponto de vista ao longo da fala; uso de procedimentos de negociação de acordos. N T PRÁTICA DE LEITURA E
  • 40. Ú √ Textos narrativos ficcionais (contos clássicos e contemporâneos): D - tempo; espaço; narrador (foco narrativo: narrador-personagem e narrador observador); enredo; ordenação temporal; caracterização dos personagens, ações e modo como se expressam. O S √ Textos instrucionais (receita, regras de jogos, bula, manual de instrução): - instruções e prescrições; descrições de ações; uso de formas verbais no gerúndio, indicando continuidade do processo; uso do infinito como indicador de regulação do comportamento; comando e uso de advérbios para indicar o modo de realizar a ação. √ Textos de diferentes gêneros (exemplo: texto eletrônico). √ Estratégias de leitura. √ Inferência. PRODUÇÃO DE TEXTO √ Produção de textos: narrativos ficcionais (contos: clássicos, contemporâneos), instrucionais (receita, regras de jogos, bula, manual de instrução) e textos de diferentes gêneros (eletrônicos): - Condições de produção: - finalidade do texto; a imagem e o papel dos interlocutores; as características do gênero. √ Planejamento da produção: - mobilização dos conhecimentos prévios sobre o assunto; - inventário das ideias para o desenvolvimento do tema; - organização das informações mais relevantes. √ Produção escrita e edição final: - estabelecimento da unidade de sentido; - fatores de textualidade, coerência e coesão; - segmentação do texto em frase e parágrafos com utilização de recursos do sistema de pontuação, de acentuação e de ortografia; ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA √ Gramática no contexto morfológico; semântico e discursivo: - fonética e fonologia (fonema e sílaba); - divisão silábica (número de sílabas e sílaba tônica), - substantivo e artigo. - frase, oração e período; - regras de concordância nominal (artigo e substantivo; substantivo e adjetivo); flexão de gênero (masculino e feminino) e número (singular e plural); - regras de concordância verbal (sujeito e predicado). - Recursos linguísticos e estilísticos utilizados pelo autor para obter determinados efeitos de sentido, em textos narrativos e instrucionais, considerando: - adequação necessária em função do interlocutor; - finalidade do texto; - características do gênero.
  • 41. ORALIDADE C O •          Participar de situações de comunicação direta ou mediada (TV, telefone, rádio, internet, etc.). M •          Inferir sobre alguns elementos de intencionalidade implícita na fala (sentido figurado, recursos persuasivos, humor e outros). P •          Perceber os elementos intencionais do texto: humor, ironia, tom catastrófico, inflexão de voz. E •         Relatar histórias e casos de passeios e brincadeiras. T •          Dramatizar textos simulando os meios de comunicação: conversas por telefone, anúncios de rádio ou locuções dos apresentadores. Ê •          Reconhecer o significado contextual do papel complementar de alguns elementos não-linguísticos para conferir significação aos textos (gesto, postura corporal, expressão facial, tom de voz, entonação). N C PRÁTICA DE LEITURA I A •         Identificar informações explícitas e implícitas, relevantes para a compreensão do texto. S •         Reconhecer a unidade temática do texto. •         Distinguir autor de narrador. E •          Relacionar as características do tipo de texto e os indicadores de suporte e de autoria na atribuição de sentido ao texto. •          Identificar marcas que evidenciam o locutor e o interlocutor de um texto nos diversos domínios sociais. H •         Perceber o valor expressivo dos sinais de pontuação e de outras notações. A •         Identificar procedimentos paródicos. B •         Identificar a finalidade de textos de diferentes gêneros. I •          Identificar o conflito gerador do enredo e os elementos que constroem a narrativa. L •         Estabelecer a relação causa/conseqüência entre partes e elementos do texto.
  • 42. I •         Inferir o sentido de uma palavra ou expressão. D A D E PRODUÇÃO DE TEXTO S •          Produzir textos narrativos ficcionais e jornalísticos considerando elementos que os estruturam e caracterizam. •          Manter a coerência textual na atribuição de título, na continuidade temática, de sentido geral do texto e no desenvolvimento. •          Atender a modalidade proposta. •          Segmentar o texto em frases e parágrafos, utilizando recursos do sistema de pontuação. •          Utilizar letra maiúscula no início de frases, em nomes próprios e em títulos. •          Revelar domínio relativo da ortografia. •          Empregar regras-padrão de concordância verbal e nominal, flexão de gênero e número. •          Escrever textos utilizando procedimentos de coerência e coesão mais adequados à língua escrita. •         Reescrever o próprio texto até torná-lo melhor escrito. ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA •          Reconhecer em textos escritos recursos utilizados pelo autor para obter determinados efeitos de sentido - recursos coesivos e suas finalidades no sistema de pontuação para marcar o discurso direto e indireto; - marcas que caracterizam o nível de registro empregado, formal ou informal, considerando a relação entre os interlocutores; - recursos utilizados para marcar as falas do narrador e das personagens. - expressões utilizadas para indicar a mudança de lugar e tempo na narrativa ficcional. •          Identificar a utilização das classes gramaticais (artigo, substantivo) em estruturação de textos e frases nas diversas modalidades. •         Reconhecer a funcionalidade da separação de sílabas das palavras em textos. •         Reconhecer o uso de construções sintáticas (sujeito e predicado). QUINTO ANO - 2º BIMESTRE LÍNGUA PORTUGUESA ORALIDADE √ Elementos de intencionalidade implícita (sentido figurado, humor etc.). √ Significado contextual e do papel complementar de alguns elementos não linguísticos para conferir significação aos textos (gesto, postura corporal, expressão facial, tom de voz, entonação).
  • 43. √ Linguagem em situação de intercâmbio oral: maior grau de formalidade; preparação prévia; manutenção de um ponto de vista ao longo da fala; procedimentos de negociação de acordos. C √ Elementos intencionais do texto: humor, ironia, tom catastrófico, inflexão de voz. O N PRÁTICA DE LEITURA T E √ Textos narrativos ficcionais (contos clássicos e contemporâneos e histórias em quadrinhos). Ú - imagens, código verbal e não-verbal sinais gráficos, balões, traços e indicadores de movimento. D √ Textos informativos (relato de experiência científica, folhetos): O - impessoalidade, objetividade, usa de sequências descritivas, discurso expositivo. S - adequação do registro mais formal ou menos formal de acordo com a finalidade do texto e o interlocutor. √ Informações explícitas e implícitas, relevantes para a compreensão do texto. PRODUÇÃO DE TEXTO √ Produção de textos: narrativos ficcionais (contos clássicos e contemporâneos e histórias em quadrinhos) e informativos (relato de experiência científica, folhetos). √ Condições de produção: - finalidade do texto; a imagem e o papel dos interlocutores; - características do gênero. √ Planejamento e organização da produção: - mobilização dos conhecimentos prévios sobre o assunto; - inventário das ideias para o desenvolvimento do tema; - organização das informações mais relevantes. √ Produção escrita e edição final: - estabelecimento da unidade de sentido; - fatores de textualidade: coerência e coesão; - segmentação do texto em frase e parágrafos com e recursos do sistema de pontuação, de acentuação e de ortografia. ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA √ Gramática no contexto morfológico e sintático; semântico e discursivo: - frase, oração e período; - concordância nominal (artigo e substantivo; substantivo e adjetivo); flexão de gênero (masculino e feminino) e número (singular e plural); - concordância verbal (sujeito e predicado). - pronomes, advérbios e conjunção. - flexão de número.
  • 44. - linguagem conotativa. ORALIDADE C O •          Participar de situações de comunicação direta ou mediada (TV, telefone, rádio, etc.). M •          Inferir sobre alguns elementos de intencionalidade implícita (sentido figurado, recursos persuasivos, humor etc.) P •          Dramatizar histórias ouvidas e lidas. E •          Reconhecer significado contextual e o papel complementar de alguns elementos não-linguísticos para conferir significação aos textos (gesto, postura corporal, expressão facial, tom de voz, entonação). T •          Utilizar a linguagem oral em situações que exijam: preparação prévia, maior grau de formalidade, manutenção do ponto de vista ao longo da fala, procedimentos de negociação de acordos. Ê N PRÁTICA DE LEITURA C I •         Identificar informações explícitas e implícitas, relevantes para a compreensão do texto. A •         Reconhecer a unidade temática do texto. S •          Distinguir autor, narrador e personagens. •          Relacionar as características do tipo de texto e os indicadores de suporte e de autoria na atribuição de sentido ao texto. E •         Perceber o valor expressivo dos sinais de pontuação e de outras notações. •          Identificar procedimentos paródicos. H •          Caracterizar personagens a partir de descrições apresentadas, de ações por elas realizadas ou do modo como se expressam. A •          Inferir o sentido de uma palavra, expressão ou informação no texto. B •          Interpretar texto com o auxílio de material gráfico diverso (propagandas, quadrinhos, fotos etc.). I •          Identificar a finalidade de textos de diferentes gêneros. L •          Identificar repetições ou substituições que contribuem para a continuidade do texto.
  • 45. I D PRODUÇÃO DE TEXTO A D •          Produzir textos: narrativos ficcionais e textos informativos, considerando os elementos que os estruturam e caracterizam. E •         Escrever de acordo com a proposta solicitada. S •          Empregar regras-padrão de concordância verbal e nominal, flexão de gênero e número. •         Reescrever, com apoio, o próprio texto, observando: - a unidade temática; o desenvolvimento do tema; - o uso de recursos coesivos mais próximos da linguagem escrita, garantindo progressão e continuidade das ideias; - a adequação necessária em função do interlocutor, da finalidade do texto, das características do gênero; - a coerência na atribuição do título, do tema e sentido global do texto; •          Segmentar o texto em frases e parágrafos, utilizando adequadamente os recursos de pontuação de final de frases e no interior de frases (letras maiúsculas, ponto final, exclamação, interrogação, vírgula, dois pontos, reticências). ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA •          Reconhecer em textos escritos recursos utilizados pelo autor para obter determinados efeitos de sentido: - recursos de linguagem figurada; - elementos de intencionalidade implícita (recursos persuasivos, humor, metáfora); - marcas que caracterizam o nível de registro empregado, formal ou informal, considerando a relação entre os interlocutores; - recursos utilizados para marcar as falas do narrador e das personagens; - expressões utilizadas para indicar a mudança de lugar e tempo na narrativa ficcional. •          Estabelecer relações lógico-discursivas presentes no texto, marcadas por conjunções, advérbios e outros. •          Estabelecer relações lógico-discursivas presentes no texto, marcadas por conjunções, advérbios e outros. •          Reconhecer a utilização das classes gramaticais (pronome e advérbios) em estruturação de frases e textos observando a concordância nominal e a flexão de número. QUINTO ANO - 3 º BIMESTRE LÍNGUA PORTUGUESA ORALIDADE
  • 46. √ Situação de comunicação direta ou mediada, (telefone, rádio, televisão e outros). √ Elementos de intencionalidade implícita (sentido figurado, humor e outros). √ Elementos não lingüísticos para conferir significação aos textos (gestos, postura corporal, expressão facial, tom de voz, entonação). C O √ Linguagem em situação de intercâmbio oral: N - maior grau de formalidade; preparação prévia; manutenção de um ponto de vista ao longo da fala; procedimentos de negociação de acordos. T E PRÁTICA DE LEITURA Ú D √ Textos narrativos ficcionais (contos populares, lendas e fábulas): O - tempo e espaço; narrador (foco narrativo); enredo; ordenação temporal; caracterização dos personagens; diálogo entre os textos (intertextualidade). S √ Textos Publicitários/persuasivos (propaganda, folheto e anúncio): - logotipo; slogan; - recursos linguísticos próprios do texto publicitário: o emprego dos tempos verbais (sobretudo o do modo imperativo); usos dos pronomes; tipos de frases; recursos gráfico-visuais, tais como: ilustrações, fotos, cores, tamanho das fontes, argumentos para convencer o leitor. √Poéticos (poemas): - efeitos sonoros obtidos por meio de rimas; aliterações; assonâncias; disposição gráfica e linguagem figurada. √Textos epistolares (carta e bilhete): - local e data, invocação, assunto, despedida, assinatura; -adequação do registro mais formal ou menos formal de acordo com a finalidade do texto e o interlocutor. PRODUÇÃO DE TEXTO √ Produção de textos: narrativos ficcionais (contos populares, lendas e fábulas), publicitários (propaganda, folheto, anuncio), poéticos (poemas) e epistolares (carta e bilhete). - Condições de produção: - finalidade do texto; imagem e papel dos interlocutores; - as características do gênero. √ Planejamento da produção: - mobilização dos conhecimentos prévios sobre o assunto; - inventário das idéias para o desenvolvimento do tema; - organização das informações mais relevantes. √ Produção de escrita:
  • 47. - estabelecimento da unidade de sentido; - segmentação do texto em frase e parágrafos com utilização de recursos do sistema de pontuação, de acentuação e de ortografia. √Reescrita do próprio texto. ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA √ Gramática no contexto morfológico e sintático; semântico e discursivo: - concordância nominal (artigo e substantivo; substantivo e adjetivo); flexão de gênero (masculino e feminino) e número (singular e plural); - concordância verbal (sujeito e predicado). - encontros vocálicos, verbo, adjetivo. - homônimos - flexão de grau (aumentativo e diminutivo). - valor expressivo da pontuação. ORALIDADE C O •          Participar de situações de comunicação direta ou mediada (TV, telefone, rádio, internet e outros). M •          Inferir sobre alguns elementos de intencionalidade implícita (sentido figurado, recursos persuasivos, humor etc.). P •          Reconhecer significado contextual e o papel complementar de alguns elementos não-lingüísticos para conferir significação aos textos (gesto, postura corporal, expressão facial, tom de voz, entonação). E •          Utilizar a linguagem oral em situações que exijam: preparação prévia, maior grau de formalidade, manutenção do ponto de vista ao longo da fala, procedimentos de negociação de acordos. T •          Perceber os elementos intencionais da fala: humor, ironia, tom catastrófico, inflexão de voz. Ê •          Empregar linguagem com maior nível de formalidade quando a situação social exigir. N •         Argumentar sobre assuntos polêmicos. C I PRÁTICA DE LEITURA A
  • 48. S •         Identificar informações explícitas e implícitas, relevantes para a compreensão do texto. •          Perceber o valor expressivo dos sinais de pontuação e de outras notações. E •          Identificar traços de intertextualidade. •          Identificar a finalidade de textos de diferentes gêneros. H •          Identificar o conflito gerador do enredo e os elementos que constroem a narrativa. A •          Estabelecer a relação causa/consequência entre partes e elementos do texto. B •          Inferir o sentido de uma palavra ou expressão no texto. I L PRODUÇÃO DE TEXTO I D •          Produzir textos: narrativos ficcionais, publicitários e poéticos, considerando elementos que estruturam e caracterizam esses textos. A •          Atender a modalidade proposta. D •         Revelar domínio relativo da ortografia. E •          Empregar regras-padrão de concordância verbal e nominal, flexão de gênero e número. S •          Escrever textos utilizando procedimentos de coerência e coesão mais adequados à língua escrita. •          Revisar, com apoio, o próprio texto, observando: - a unidade temática; o desenvolvimento do tema; - o uso de recursos coesivos mais próximos da linguagem escrita, garantindo progressão e continuidade das idéias; - a adequação necessária em função do interlocutor, da finalidade do texto, das características do gênero; - a segmentação do texto em palavras, frases e parágrafos, utilizando recursos do sistema de pontuação. - a utilização de letra maiúscula em títulos, nomes e início de frases; - a coerência na atribuição do título, do tema e sentido global do texto; - a utilização de acentuação. ANÁLISE E REFLEXÃO SOBRE A LÍNGUA •          Reconhecer em textos escritos recursos utilizados pelo autor para obter determinados efeitos de sentido: -recursos coesivos e o papel desses recursos no sistema de pontuação para marcar o discurso direto e indireto; - recursos linguísticos (modo, tempo verbal e pronomes) e argumentativos utilizados em textos publicitários para convencer o leitor; - recursos de linguagem figurada; - elementos de intencionalidade implícita (recursos persuasivos, humor, metáfora); - recursos sonoros (aliterações, assonâncias, rimas), visuais e de sentido para obtenção de efeitos poéticos;