Alfabetização

974 visualizações

Publicada em

trabalho direcionado a formação de professores no curso de pedagogia

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
974
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
29
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Alfabetização

  1. 1. Concepção de alfabetizaçãoConcepção de alfabetização  O objetivo maior é possibilitar queO objetivo maior é possibilitar que todos os alunos tornem-se leitores etodos os alunos tornem-se leitores e escritores competentes;escritores competentes;  A concepção de escrita não é vistaA concepção de escrita não é vista como um código que deve sercomo um código que deve ser decifrado mas é entendida comodecifrado mas é entendida como linguagem, meio de comunicação e alinguagem, meio de comunicação e a escola deve propor atividades queescola deve propor atividades que tenham significado para que astenham significado para que as crianças ,jovens ou adultos vejamcrianças ,jovens ou adultos vejam
  2. 2. Hipóteses de escritaHipóteses de escrita Hipótese PRÉ-SILÁBICAHipótese PRÉ-SILÁBICA Hipótese SILÁBICA SEM VALOR SONOROHipótese SILÁBICA SEM VALOR SONORO Hipótese SILÁBICA COM VALOR SONOROHipótese SILÁBICA COM VALOR SONORO Hipótese SILÁBICO-ALFABÉTICAHipótese SILÁBICO-ALFABÉTICA Hipótese ALFABÉTICAHipótese ALFABÉTICA
  3. 3. A SONDAGEMA SONDAGEM A sondagem das hipóteses de escrita é umA sondagem das hipóteses de escrita é um dos recursos de que o professor dispõe parados recursos de que o professor dispõe para conhecer as ideias que os alunos ainda nãoconhecer as ideias que os alunos ainda não alfabetizados já construíram sobre o sistemaalfabetizados já construíram sobre o sistema de escrita, para planejar as atividadesde escrita, para planejar as atividades didáticas essenciais.didáticas essenciais. Quando a criança ,jovem ou adulto escreve talQuando a criança ,jovem ou adulto escreve tal como acredita, está nos oferecendo umcomo acredita, está nos oferecendo um valiosíssimo documento que necessita servaliosíssimo documento que necessita ser interpretado para poder ser avaliado.interpretado para poder ser avaliado. Aprender a lê-las, isto é, interpretá-las é umAprender a lê-las, isto é, interpretá-las é um aprendizado que requer uma atitude teóricaaprendizado que requer uma atitude teórica
  4. 4. Como realizar a sondagem?Como realizar a sondagem? Escolher 4 palavras em ordem: 1 polissílaba, 1 trissílaba, 1 dissílaba e 1 monossílaba. Devem ser do mesmo campo semântico: Exemplo: RINOCERONTE CACHORRO TIGRE RÃ Criar uma frase com uma das palavras pertencentes ao rol para se observar se há estabilidade na escrita. Ex: O CACHORRO ESTÁ LATINDO.
  5. 5. Dicas para o encaminhamento daDicas para o encaminhamento da sondagemsondagem  Papel sem pauta;  Faça a sondagem com poucos alunos;  Dite normalmente as palavras e a frase, sem silabas;  Peça para realizar a leitura da escrita do aluno (segmentação).
  6. 6. Qual é a hipótese de escrita deQual é a hipótese de escrita de Renata?Renata?
  7. 7. Qual é a hipótese de escrita deQual é a hipótese de escrita de Natália?Natália?
  8. 8. PRÉ-SILÁBICA CARACTERÍSTICAS • Escrever e desenhar têm o mesmo significado; • Não relaciona a escrita com a fala; • Não diferencia letras de números; • Reproduz traços típicos da escrita de forma desordenada; • Acredita que coisas grandes têm um nome grande e coisas pequenas têm nome um nome pequeno (realismo nominal); • Usa as letras do nome para escrever tudo; • Não aceita que seja possível escrever e ler com menos de três letras;
  9. 9. Conflitos vividos pela criança nesta etapa:Conflitos vividos pela criança nesta etapa: AvançosAvanços Que sinais usar para escrever palavras. Conhecer o significado dos sinais escritos. • Diferenciar o desenho da escrita; • Perceber as letras e seus sons; • Identificar e escrever o próprio nome; • Identificar o nome dos colegas; • Perceber que usamos letras em diferentes posições.
  10. 10. Atividades favoráveis: • Desenhar e escrever o que desenhou; • Usar, reconhecer e ler o nome em situações significativas: chamada, marcar atividades, objetos, utilizá-lo em jogos, bilhetes, etc; • Ter contato com diferentes portadores de textos; • Frequentar a biblioteca, banca de jornais, etc; • Conversar sobre a função da escrita; • Utilizar letras móveis para pesquisar nomes, reproduzir o próprio nome ou dos amigos; • Bingo de letras; • Produção oral de histórias;
  11. 11. • Escrita espontânea; • Textos coletivos tendo o professor como escriba; • Aumentar o repertório de letras; • Leitura dos nomes das crianças da classe, quando isto for significativo; • Comparar e relacionar palavras; • Produzir textos de forma não convencional; • Identificar personagens conhecidos a partir de seus nomes, ou escrever seus nomes de acordo com sua possibilidade; • Recitar textos memorizados: parlendas, poemas, músicas, etc; • Atividades em que seja preciso reconhecer e completar a letra inicial e a letra final; • Escrita de listas em que isto tenha significado: listar o que usamos na hora do lanche, o que tem numa festa de aniversário, etc.
  12. 12. Qual é a hipótese de escrita de Talita?
  13. 13. Qual é a hipótese de escrita de Ricardo?
  14. 14. SILÁBICA HIPÓTESE SILÁBICA SEM VALOR SONORO HIPÓTESE SILÁBICA COM VALOR SONORO Características: • Para cada fonema, usa uma letra para representá-lo; • Pode, ou não, atribuir valor sonoro à letra; • Pode usar muitas letras para escrever e ao fazer a leitura, apontar uma letra para cada fonema; • Ao escrever frases, pode usar uma letra para cada palavra.
  15. 15. Conflitos vividos pela criança: • A escrita está vinculada à pronúncia das partes da palavra? • Como ajustar a escrita à fala? • Qual a quantidade mínima de letras necessárias para se escrever? Avanços: Atribuir valor sonoro às letras; Aceitar que não é preciso muitas letras para se escrever, apenas o necessário para representar a fala.
  16. 16. Atividades favoráveis: • Todas as atividades do nível anterior; • Comparar e relacionar escritas de palavras diversas; • Escrever pequenos textos memorizados (parlendas, poemas, músicas, trava-línguas...); • Completar palavras com letras para evidenciar seu som: camelo = c__m__l__ ou __a__e__o. • Relacionar personagens a partir do nome escrito; • Relacionar figura às palavras, através do reconhecimento da letra inicial; • Ter contato com a escrita convencional em atividades significativas: reconhecer letras em um pequeno texto conhecido;
  17. 17. • Relacionar textos memorizados com sua grafia; • Cruzadinha; • Caça-palavras; • Completar lacunas em textos e palavras; • Construir um dicionário ilustrado, desde que o tema seja significativo; • Evidenciar rimas entre as palavras; • Usar o alfabeto móvel para escritas significativas; • Jogos variados para associar o desenho e seu nome; • Colocar letras em ordem alfabética; • Contar a quantidade de palavras de uma frase.
  18. 18. Qual é a hipótese de escrita de Antonio?
  19. 19. SILÁBICO-ALFABÉTICOSILÁBICO-ALFABÉTICO Características:Características: •• Compreende que a escrita representa os sons daCompreende que a escrita representa os sons da fala;fala; •• Percebe a necessidade de mais de uma letraPercebe a necessidade de mais de uma letra para a formação das sílabas;para a formação das sílabas; •• Reconhece o som das letras;Reconhece o som das letras; •• Pode dar ênfase a escrita do som só das vogaisPode dar ênfase a escrita do som só das vogais ou só das consoantes bola= AO ou BL;ou só das consoantes bola= AO ou BL; •• Atribui o valor do fonema em algumas letras:Atribui o valor do fonema em algumas letras: cabelo= kblo.cabelo= kblo.
  20. 20. Conflitos vividosConflitos vividos •• Como fazer a escrita dela ser lida por outrasComo fazer a escrita dela ser lida por outras pessoas?pessoas? • Como separar as palavras na escrita se isto não• Como separar as palavras na escrita se isto não acontece na fala?acontece na fala? • Como adequar a escrita à quantidade mínima de• Como adequar a escrita à quantidade mínima de caracteres?caracteres? AvançosAvanços Usar mais de uma letra quando necessário;Usar mais de uma letra quando necessário; Atribuir o valor sonoro das letras;Atribuir o valor sonoro das letras;
  21. 21. • As mesmas do nível anterior; • Separar as palavras de um texto memorizado; • Generalizar os conhecimentos para escrever palavras que não conhece: associar o GA do nome de GABRIELA para escrever garota, gaveta...; • Ditado de palavras conhecidas; • Produzir pequenos textos; Atividades comparativas:
  22. 22. Qual é a hipótese de escrita deQual é a hipótese de escrita de Rodrigo?Rodrigo?
  23. 23. ALFABÉTICOALFABÉTICO CaracterísticasCaracterísticas •• Compreende a função social da escrita;Compreende a função social da escrita; • Conhece o valor sonoro de todas ou quase• Conhece o valor sonoro de todas ou quase todas as letras;todas as letras; • Apresenta estabilidade na escrita das• Apresenta estabilidade na escrita das palavras;palavras; • Compreende que cada letra corresponde• Compreende que cada letra corresponde aos menores valores sonoros da sílaba;aos menores valores sonoros da sílaba; • Procura adequar a escrita à fala;• Procura adequar a escrita à fala; • Faz leitura com ou sem imagem;• Faz leitura com ou sem imagem; • Inicia preocupação com as questões• Inicia preocupação com as questões ortográficas;ortográficas;
  24. 24. Conflitos vividos • Por que escrevemos de uma forma e falamos de outra? • Como distinguir letras, sílabas e frases? • Como aprender as convenções da língua escrita? Avanços: • Preocupação com as questões ortográficas e textuais (parágrafo e pontuação); • Usar a letra cursiva.
  25. 25. Atividades favoráveis:Atividades favoráveis: •• Todas as anteriores;Todas as anteriores; •• Leituras diversas;Leituras diversas; •• Escrita de listas de palavras que apresentem asEscrita de listas de palavras que apresentem as mesmas regularidades ortográficas em momentosmesmas regularidades ortográficas em momentos em que isto seja significativo;em que isto seja significativo; •• Atividades a partir de um texto: leitura,Atividades a partir de um texto: leitura, localização de palavras ou frases, ordenar o texto;localização de palavras ou frases, ordenar o texto; •• Jogos diversos com bingo de letras e palavras,Jogos diversos com bingo de letras e palavras,
  26. 26. Planejamento prévio doPlanejamento prévio do trabalho pedagógicotrabalho pedagógico  Agenda;Agenda;  Atividades de leitura e escrita;Atividades de leitura e escrita;  Atividades permanentes e sequênciadas;Atividades permanentes e sequênciadas;  Leitura inicial;Leitura inicial;  Produção de textos;Produção de textos;  Reescrita e revisão de textos;Reescrita e revisão de textos;  Projetos;Projetos;  Trabalho com textos literários;Trabalho com textos literários;  Roda de leitores;Roda de leitores;  Oficina de ortografia.Oficina de ortografia.
  27. 27. Vê a aquisição do sistema de escrita como um processo contínuo e acredita que formar leitores e gente capaz de escrever é uma tarefa de todos da escola: coordenadores, gestores e professores de todas as séries e disciplinas.  

×