SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 15
ESCOLA MUNICIPAL DO ENSINO FUNDAMENTAL EUNICE JERONIMO DE OLIVEIRA
E-mail: eunicejeronimooliveira@gmail.com
SERVIÇO DE COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA – 3º ao 5º ANO
9 9812-9562/ 98838-8685/ 9 9977- 4245
E-mail: zenaide1000@gmail.com; zenaide-zenaide100@hotmail.com
SUGESTÕES PARA A PROPOSTA DE PLANEJAMENTO QUINZENAL
Período: 18 / 07 à 05 / 08 / 2016
23/07 sábado letivo
3º Ano A e B
PORTUGUÊS: 04 AULAS SEMANAIS / 12 AULAS NA QUINZENA
CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS
ATENÇÃO! Precisamos concluir o projeto A LEITURA E A ESCRITA DO MUNDO DA
FANTASIA, uma representação ou dramatização de um conto trabalhado ou reescrito.
Gênero Textual: Carta, Conto,
Prática de Leitura: O Gato de Botas
Filme: As aventuras do gato de Botas: A Joia Oculta
Prática de Escrita: Reescrita do texto o gato de Botas
Aspecto Gramatical
Tempos verbais: presente, passado e futuro
Substantivo próprio e substantivo comum
Pronome pessoais
Revisão: Revisar os conteúdos estudados para aplicar no simulado
Aspecto Ortográfico
Uso de C e Q
Emprego de CN, NH e LH
Emprego de C e Ç
Revisão: Revisar os conteúdos estudados para aplicar no simulado
OBJETIVOS
Escrever carta para colegas de outra sala.
Participar da comunicação inter-sala.
Apresentar a dramatização do conto de fada escolhido pela turma.
(Re) conhecer palavras que dão nomes a animais, objetos, lugares, pessoas, países.
Ampliar a competência comunicativa dos estudantes.
Ampliar o interesse e o gosto pela leitura.
Ampliar o vocabulário.
Analisar as características dos tempos verbais e sua utilização em cada situação de fala e escrita.
Analisar o uso das letras S, SS identificando as regularidades presentes.
Antecipar sentidos e ativar conhecimentos prévios relativos aos textos a serem lidos pelo professor
ou pelas crianças.
Aplicar as habilidades de leitura para compreender o texto.
Apreender assuntos/temas tratados em textos de diferentes gêneros, lidos pelo professor ou outro
leitor experiente.
Apropriar-se de recursos discursivos da linguagem escrita.
Completar as palavras utilizando adequadamente as letras C e Q.
Completar frases utilizando os verbos no tempo adequado ao sentido.
Completar palavras com S ou SS.
Completar palavras e texto utilizando corretamente palavras escritas com C e Ç.
ESCOLA MUNICIPAL DO ENSINO FUNDAMENTAL EUNICE JERONIMO DE OLIVEIRA
E-mail: eunicejeronimooliveira@gmail.com
SERVIÇO DE COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA – 3º ao 5º ANO
9 9812-9562/ 98838-8685/ 9 9977- 4245
E-mail: zenaide1000@gmail.com; zenaide-zenaide100@hotmail.com
Compreender que os pronomes pessoais do caso reto servem para indicar as pessoas do discurso.
Compreender que palavras diferentes compartilham certas letras.
Compreender textos lidos por outras pessoas, de diferentes gêneros e com diferentes propósitos.
Conhecer algumas características do gênero (Conto de fadas).
Conhecer tempos verbais e praticar sua escrita.
Criar frases utilizando adequadamente os tempos verbais.
Desenvolver atitudes de interação, de colaboração e de troca de experiências em grupos.
Desenvolver habilidades de leitura e de escrita.
Diferenciar as palavras que devem ser escritas com letra maiúscula e com letra minúscula.
Discriminar o uso das letras C e Q observando as letras que as seguem.
Distinguir os tempos verbais: passado, presente e futuro; e compreender sua função na frase.
Empregar corretamente os pronomes em estudo.
Entender a utilização dos tempos verbais para construção de textos.
Escrever corretamente os verbos terminados em AM e ÃO e perceber que tempos verbais as
terminações indicam.
Escrever corretamente.
Estabelecer relação de intertextualidade entre textos
Estabelecer relações lógicas entre partes de textos de diferentes gêneros e temáticas, lidos pelo
professor ou outro leitor experiente.
Estabelecer relações lógicas entre partes de textos de diferentes gêneros e temáticas, lidos com
autonomia.
Expressar-se oralmente com clareza e objetividade.
Gerar e organizar o conteúdo textual, estruturando os períodos e utilizando recursos coesivos para
articular ideias e fatos.
Identificar as diferenças de grafia e de significado nas palavras com C ou Ç.
Identificar separação entre as palavras.
Identificar substantivos próprios e substantivos comuns.
Identificar as diferenças de grafia e de significado nas palavras com C ou Ç.
Identificar aspectos sonoros da língua.
Identificar no texto as palavras terminadas em ÃO e diferenciar a função dessa terminação de
acordo com o contexto.
Identificar os diferentes sons representados pela letra C de acordo com a vogal que a segue.
Identificar os tempos verbais dos verbos apresentados.
Identificar os verbos presentes no texto.
Identificar tempos verbais em trechos e perceber seu sentido.
Identificar verbos no presente em contexto apresentado, estabelecendo a concordância entre as
pessoas do discurso.
Interpretar com dados, argumentos, fatos e informações contidos em diferentes textos.
Interpretar frases e expressões em textos de diferentes gêneros e temáticas, lidos pelo professor ou
outro leitor experiente.
Interpretar textos orais a partir de histórias ouvidas e gravuras.
Ler em voz alta, com fluência, em diferentes situações.
ESCOLA MUNICIPAL DO ENSINO FUNDAMENTAL EUNICE JERONIMO DE OLIVEIRA
E-mail: eunicejeronimooliveira@gmail.com
SERVIÇO DE COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA – 3º ao 5º ANO
9 9812-9562/ 98838-8685/ 9 9977- 4245
E-mail: zenaide1000@gmail.com; zenaide-zenaide100@hotmail.com
Ler enunciados e reconhecer os verbos e os tempos verbais.
Ler textos não verbais, em diferentes suportes.
Ler, e reconhecer, textos variados e diferentes gêneros.
Localizar informações explícitas em textos de diferentes gêneros, temáticas, lidos pelo professor ou
outro leitor experiente.
Localizar palavras escritas com Ç em diagrama.
Observar e comparar a escrita das palavras: ortografia.
Observar letras que aparecem depois de C ou Ç para diferenciar a grafia.
Ordenar silabas e formar as palavras utilizando corretamente as letras C e Q.
Organizar o texto, dividindo-o em tópicos e parágrafos.
Organizar roteiros, planos gerais para atender a diferentes finalidades, com ajuda de escriba.
Perceber os diferentes tempos verbais.
Planejar a escrita de textos considerando o contexto de produção.
Produzir pequenas frases.
Produzir textos de diferentes gêneros com autonomia, atendendo a diferentes finalidades.
Produzir textos de diferentes gêneros, atendendo a diferentes finalidades, por meio da atividade de
um escriba.
Produzir textos de vários gêneros, obedecendo às estruturas e os mecanismos de articulação da
língua.
Realizar inferências em textos de diferentes gêneros e temáticas, lidos pelo professor ou outro leitor
experiente.
Reconhecer as letras que seguem a letra N em final de silabas.
Reconhecer o som representado pela letra Ç.
Reconhecer a terminação ÃO como marca do aumentativo.
Reconhecer como substantivos palavras terminadas em ÃO.
Reconhecer finalidades de textos lidos pelo professor ou pelas crianças.
Reconhecer o uso da letra M antes de P e B, ao revisar conteúdos já estudados..
Reconhecer os elementos textuais presente na carta.
Reconhecer palavras que foram segmentadas e escrevê-las corretamente.
Recontar a história para outras crianças.
Reescrever textos com adequação.
Reescrever textos lidos e ouvidos identificando os diferentes tipos de letra.
Refletir sobre o uso das terminações AM e ÃO em verbos (pretérito e futuro), compreendendo os
efeitos de sentido decorrentes do uso de uma ou outra forma dentro de determinado contexto.
Relacionar textos verbais e não verbais, construindo sentidos.
Saber procurar no dicionário os significados das palavras e a acepção mais adequada ao contexto de
uso.
Soletrar.
Utilizar diferentes linguagens e diferentes tipologias textuais.
PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS
Atividades reflexivas de produção textual: reescrita e autocorreção de texto na lousa e individual
Leitura das produções na sala de aula, observando entonação e pontuação
ESCOLA MUNICIPAL DO ENSINO FUNDAMENTAL EUNICE JERONIMO DE OLIVEIRA
E-mail: eunicejeronimooliveira@gmail.com
SERVIÇO DE COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA – 3º ao 5º ANO
9 9812-9562/ 98838-8685/ 9 9977- 4245
E-mail: zenaide1000@gmail.com; zenaide-zenaide100@hotmail.com
Estruturação e articulação do texto: segmentação das palavras no texto, letra maiúscula e minúscula,
pontuação, paragrafação, margem e separação de palavras
Produção de diversos gêneros textuais( cartas e contos)
A escolha de bons textos é uma prática que deve estar presente no planejamento, pois facilitará o
ensino da leitura e a exploração de conteúdos
Cada texto deve contemplar características básicas, como intencionalidade (estar carregado de
significação) e interlocução (possuir linguagem adequada ao leitor interlocutor, ou seja, propiciar
entendimento)
Momentos de leitura devem ser contemplados diariamente
Leitura de carta de textos, de contos e de diversos materiais
Aproveite a apresentação do texto escrito para visualizar várias situações de leitura com a turma
A leitura visa à busca de informações e à necessidade da leitura fluente para a compreensão do que
foi lido, assim como ao ritmo e entonação adequadas ao gênero
Conversando sobre carta
Distribua uma cópia do texto para cada estudante.
Leia o texto com ritmo, fluência e entonação e solicite que os estudantes o leiam juntos em voz
alta.
Leia, apontando palavra por palavra, chamando a atenção da turma para: título, direção da escrita,
espaçamento entre as palavras e a organização das ideias.
Leia novamente, questionando:
 Quais palavras não são conhecidas no texto? (usar dicionário)
 Neste texto, há perguntas ou só há afirmações?
 O texto informa alguma coisa?
 Qual é a intenção deste texto? É divertido? É rimado?
 Vocês já leram algum texto como este anteriormente? (do mesmo gênero)
Organize com a turma um caderno para registro coletivo de palavras novas e seus significados à
medida que forem contextualizados
Pergunte aos estudantes sobre o assunto tratado
Proponha a representação individual por meio de desenhos e exponha-os devidamente identificados
Varal de textos reescritos pelos alunos
Aproveite o inicio do trimestre e faça uma revisão mais aprofundada dos conteúdos estudados e faz
um provão com eles, em forma de simulado
Atividade com o uso do dicionário
Leitura literária toda a semana
Roda de conversa, explore bastante a oralidade dos estudantes
Trabalhe com os alunos o poder da argumentação e do questionamento
Professora, faça uma rodinha com seus alunos e inicie a aula questionando-os se conhecem algum
conto de fadas, peça para cada um falar na sua vez
Após a fala de seus alunos, conte para eles um conto de fadas. Neste momento você poderá usar a
contação de história “O gato de Botas.”
MATEMÁTICA: 03 AULAS SEMANAIS / 09 AULAS NA QUINZENA
ATENÇÃO!!! Em Matemática nós trabalhamos por Eixo Pedagógico e não por sequência no livro.
ESCOLA MUNICIPAL DO ENSINO FUNDAMENTAL EUNICE JERONIMO DE OLIVEIRA
E-mail: eunicejeronimooliveira@gmail.com
SERVIÇO DE COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA – 3º ao 5º ANO
9 9812-9562/ 98838-8685/ 9 9977- 4245
E-mail: zenaide1000@gmail.com; zenaide-zenaide100@hotmail.com
CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS
MULTIPLICAÇÃO
Tabuada do 8, do 9 e do 10
GRÁFICOS E TABELAS
Materiais para reciclagem
Mundo plural: Reciclar para poupar a natureza
MAIS ALTO, MAIS BAIXO
MEDIDAS DE COMPRIMENTO
Diferentes unidades de medidas
Medindo com os pés
O metro
Instrumentos de medida
Medindo com a régua
Revisão dos conteúdos estudados
OBJETIVOS
Adquirir recursos para reconstruir rapidamente os resultados das multiplicações básicas.
Levar a criança a perceber que a MULTIPLICAÇÃO é um processo mais rápido do que o da
ADIÇÃO para se chegar a um total, quando as parcelas são iguais.
Levar a criança a montar situações de ADIÇÃO e MULTIPLICAÇÃO através da utilização de
material concreto, com representação gráfica e linguagem matemática.
Compreender o processo de multiplicação.
Memorizar a tabuada de maneira não convencional.
Trabalhar tabuadas de maneira lúdica, através de jogos e brincadeiras.
Promover a interação entre os alunos.
Propiciar atividades interdisciplinares.
Promover a prática da multiplicação no dia a dia.
Estabelecer a memorização das tabuadas secundariamente, durante as aulas.
Memorizar a tabuada de forma lúdica e divertida.
Raciocinar rapidamente.
Exercitar o cálculo mental.
Desenvolver a linguagem oral.
Desenvolver atitudes de interação, de colaboração e de troca de experiências em grupos.
Organizar e sistematizar os resultados da tabuada do 8,9 e 10.
Organizar os resultados da multiplicação das tabuadas em estudo.
Discutir com os alunos sobre a relação dos produtos da multiplicação e as propriedades envolvidas
nos cálculos ajuda a memorizar os resultados e a encontrar os que eles não sabem de cor
Desenvolver habilidades de leitura e de escrita.
Realizar medições utilizando unidades de medidas não padronizadas.
Conhecer alguns instrumentos de medida de comprimento (régua, fita métrica, entre outros).
Compreender a importância de ter uma unidade de medida padronizada.
Reconhecer o centímetro como unidade padronizada de medida de comprimento.
ESCOLA MUNICIPAL DO ENSINO FUNDAMENTAL EUNICE JERONIMO DE OLIVEIRA
E-mail: eunicejeronimooliveira@gmail.com
SERVIÇO DE COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA – 3º ao 5º ANO
9 9812-9562/ 98838-8685/ 9 9977- 4245
E-mail: zenaide1000@gmail.com; zenaide-zenaide100@hotmail.com
Resolver problemas que envolvem determinadas medidas usando o centímetro e o metro como
unidade de medida.
PROCEDIMENTOS METODOLOGICOS
Proponha que os alunos completem a tabela pitagórica. Diga que analisem diferentes relações
entre os números e de que maneira podem encontrar alguns resultados das multiplicações a partir
de outros. Por exemplo, para saber quanto é 8 x 3, é possível pensar no dobro de 8 x 7, ou no
quádruplo de 8 x 2, ou ainda, pensar em 8 x 5 + 2 x 8, ou em 9 x 10 - 8 x 2. Apresente uma tabela
pitagórica para os alunos e explique como preenchê-la. Proponha que, individualmente,
preencham os quadradinhos correspondentes àqueles produtos que lembram de memória.
Bingo da Multiplicação
Professora, para que o ensino da tabuada seja bem sucedido o aluno precisa memorizá-la. Essa
memorização deve ser realizada por meio de situações significativas para o aluno e deve
ser incentivado para esse aprendizado.
Em roda de conversa fale aos alunos sobre a importância do estudo da Matemática e de saber a
tabuada memorizada no dia a dia.
Explique que a memorização da tabuada facilita a resolução de problemas e a realização de
cálculos mentais, pois, quando já está memorizado os resultados podem ser encontrados em menos
tempo e com mais eficácia.
Peça aos alunos que escrevam em seus cadernos um exemplo de uma situação do seu cotidiano em
que é necessário cálculo rápido.
Professor, não se esqueça que antes de incentivar os alunos a memorizarem a tabuada eles devem
compreendê-la e saberem o que significa cada número nos lugares determinados, por meio de
atividades que mostram a relação entre os números e as propriedades das operações.
Nessa atividade, os alunos deverão usar seus conhecimentos sobre os resultados das operações,
quer sejam de adição, subtração ou multiplicação, dependendo da operação que você estiver
trabalhando em sala de aula.
Apresente a atividade para os alunos. Explique que deverão colocar um feijão ou qualquer outro
objeto determinado por você em cima do resultado da operação em que você vai cantar (ditar).
Proponha que a atividade seja realizada individual ou em duplas.
Entregue aos alunos as cartelas, produzidas antes e os feijões, ou outro material para marcar a
cartela.
Você deverá produzir a cartela com resultados dependendo do tipo de operação e do nível em que
a turma se encontra. E também devem ter resultados aleatórios.
Exemplo de uma cartela para multiplicação com fatos de 1 a 9:
Exemplo de uma cartela para subtração:
ESCOLA MUNICIPAL DO ENSINO FUNDAMENTAL EUNICE JERONIMO DE OLIVEIRA
E-mail: eunicejeronimooliveira@gmail.com
SERVIÇO DE COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA – 3º ao 5º ANO
9 9812-9562/ 98838-8685/ 9 9977- 4245
E-mail: zenaide1000@gmail.com; zenaide-zenaide100@hotmail.com
Dentro de uma sacolinha devem estar várias fichas com operações de onde você deverá ir sorteando
e falar aos alunos. Eles vão marcando em suas cartelas o resultado da operação, se estiver marcado
na cartela dele. Por exemplo: Se você “cantar” as operações 2x9, 8x2, 8x6 ou 9x3, os alunos que
tiverem em sua cartela o número 18, 16,48,27 deverão colocar o feijão no quadradinho desse
número.
O aluno ou dupla que preencher toda a cartela primeiro ganha o bingo.
Você deve sempre corrigir a cartela para evitar que alguém que tenha marcado errado ganhe o jogo.
Você pode premiar os vencedores.
Gincana da Matemática
Essa atividade deve acontecer no pátio ou quadra da escola. É uma pequena gincana entre os alunos, que
pode ser composta por três atividades específicas. Essas atividades são apenas sugestões, mas você pode
definir as atividades como achar melhor, incluindo desafios e ações.
Divida a turma em três equipes.
Incentive-os a combinarem um nome para a equipe e um grito de guerra.
Defina uma cor para cada equipe.
Estourando balões
Providencie balões das cores das equipes. Dentro de cada balão você deve colocar um papelzinho escrito
uma operação (adição, subtração ou multiplicação) dependendo do conteúdo que você estiver
trabalhando. O número de balões deve ser o dobro do número de alunos de cada equipe, pois, cada aluno
poderá pegar dois balões, ou seja, duas rodadas, ou quantas você quiser.
As três equipes precisam ficar em três filas ,uma equipe em cada fila.
Distribua um balão para os primeiros alunos das filas.
Ao seu sinal, pode ser um apito, os alunos devem encher os balões até estourá-los. Quando o balão
estourar o aluno deve pegar o papel e dizer o resultado da operação.
A equipe que responder primeiro, corretamente, ganha o ponto.
Marque os pontos em uma tabela.
Pescando continhas
Providencie peixinhos e escreva uma operação embaixo de cada peixinho. Esses peixinhos podem
ser confeccionados em papel, feltro, papelão, E V A ou podem ser peixinhos feitos de plástico ou de
qualquer outro material que você preferir.
Se os peixinhos forem de plástico você pode colocá-los em uma bacia com água. Se for de papel
você pode colocar dentro de uma caixa de papelão com areia ou serragem.
Distribua os peixinhos e dê aos alunos varas para pescarem os peixes.
As equipes devem estar nas filas e cada representante das equipes (um por vez) chega perto da bacia
ou caixa e tenta pescar os peixes.
Quem conseguir pescar, levanta o peixinho e fala qual é o resultado da operação escrita abaixo do
peixe.
Quem falar primeiro ganha um ponto.
ESCOLA MUNICIPAL DO ENSINO FUNDAMENTAL EUNICE JERONIMO DE OLIVEIRA
E-mail: eunicejeronimooliveira@gmail.com
SERVIÇO DE COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA – 3º ao 5º ANO
9 9812-9562/ 98838-8685/ 9 9977- 4245
E-mail: zenaide1000@gmail.com; zenaide-zenaide100@hotmail.com
Formando resultados
Providencie 30 cartões de 20 cm x 30cm com um cordão para pendurar no pescoço dos alunos, nas
três cores das equipes. Use 10 cartões para cada equipe. Dessa forma deve haver 10 cartões de cada
cor. Enumere os cartões de 0 a 10.
Cada aluno recebe um cartão e fica enfileirado com os colegas de sua equipe com os cartões
pendurados no pescoço.
Você fala uma operação e os alunos de cada equipe com os algarismos que formam o número do
resultado correm até um determinado ponto, combinado anteriormente e formam o resultado. Os
alunos que chegarem primeiro formam pontos para a sua equipe. Por exemplo: se você ditar 3X9, o
resultado será 27, assim os alunos que tiverem os números 2 e 7, devem correr até o ponto
combinado e formarem o número 27, não podem trocar a ordem e fazerem 72, por exemplo.
A equipe que formar o resultado correto primeiro, ganha o ponto.
Pontuando a Gincana
Analise a tabela dos resultados junto com os alunos e anuncie a equipe vencedora.
Premie a equipe se desejar.
Diferentes jogos para memorizar a tabuada
Professoras na internet existem uma diversidade e quantidade muito grande de jogos que trabalham
com essa temática. Segue abaixo alguns exemplos para consulta. Pesquise você mesmo, de acordo
com as necessidades da sua turma ou proponha que eles mesmos encontrem.
No sítio: “Tabuada do Dino”, você encontra um jogo com níveis fáceis e difíceis, envolvendo
cálculos relacionados às quatro operações e estimula o raciocínio, a concentração. Você escolhe
uma das quatro operações, dependendo da necessidade dos alunos e do conteúdo em que está sendo
trabalhado. Cada vez que o jogador acerta aparece um dinossauro vibrando de felicidade, mas se
erra ele faz uma cara de choro. O jogador escolhe o número da tabuada que quer brincar.
No sítio: “Velila y la Matenave, você encontra um jogo que também envolve cálculos de: adição,
subtração e multiplicação, que estimula o raciocínio rápido. A astronauta Velila tem que destruir os
meteoritos para defender o seu planeta. As contas vão aparecendo em cima dos meteoritos. Se seu
resultado estiver correto o jogador deve colocá-lo na mira e apertar a tecla B para disparar, mas se o
resultado da conta estiver errada ele tem que apertar a tecla M.
No sítio: “Cilênia", você encontra outro jogo com as quatro operações. O jogador escolhe a
operação que deseja brincar: adição, subtração, multiplicação ou divisão. Aparece a conta e ele
precisa dar o resultado usando o mouse no desenho dos números que aparecem na tela. Se acertar
passa para a próxima operação que é aleatória.
No sítio: “Gen Magic”, você encontra um jogo que está em língua espanhola, mas isso não
atrapalha o entendimento dele. Deve ser jogado por duplas. O jogador 1 é definido pela cor azul e o
jogador 2 é definido pela cor vermelha. Cada jogador tem a sua vez de jogar. Inicialmente o jogador
1 escolhe a operação clicando sobre os números escolhidos na barra abaixo e logo depois, clica
sobre o seu resultado no quadro à direita. Se errar vai marcando os pontos no placar à esquerda. E
depois o jogador 2 percorre o mesmo caminho marcando os números de sua preferência. Ganha
quem tiver menos erros marcados.
Permita que os alunos visitem outros sítios de jogos e pesquisem jogos que abordam o tema.
Depois de realizarem os jogos, faça uma avaliação com o grupo de alunos e questione-os:
ESCOLA MUNICIPAL DO ENSINO FUNDAMENTAL EUNICE JERONIMO DE OLIVEIRA
E-mail: eunicejeronimooliveira@gmail.com
SERVIÇO DE COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA – 3º ao 5º ANO
9 9812-9562/ 98838-8685/ 9 9977- 4245
E-mail: zenaide1000@gmail.com; zenaide-zenaide100@hotmail.com
 O que aprenderam;
 O que gostaram mais;
 O que foi mais difícil;
 O foi mais fácil.
Leituras matemáticas
Atividade de fixação e complementar
Uso do livro didático para estudo e atividade
Uso da tabuada de madeira
Construção da tabela pitagórica
Uso do ábaco
Utilização de materiais concretos para o treino dos cálculos
Resolução de problemas dirigidos
Rapidinha da matemática (sabatina)
Uso dos dominós das operações
DESCOBRINDO MINHA ALTURA
Professora é importante valorizar os conhecimentos prévios dos alunos a respeito do assunto. Nesta
faixa etária, os alunos conhecem as medidas de comprimento, tendo em vista situações em que eles
estão envolvidos, como ao verificar a sua altura e ao fazer comparações entre a altura de pessoas
sem fazer o uso de unidades padronizadas.
DESAFIO
Você sabe qual é a sua altura? Para descobrir, o seu professor vai medir você e seus colegas
utilizando barbantes.
Em seguida, monte um gráfico com os alunos utilizando os barbantes, organizando-os por ordem de
tamanho do menor para o maior.
Professora, escolha uma parede da sala de aula e cole nela os barbantes, colocando-os em ordem do
menor para o maior. Faça isso com ajuda dos alunos, não se esqueça de colocar uma etiqueta com o
nome do aluno em cada barbante.
Como registro providencie para os alunos as atividades abaixo no caderno de Matemática.
INTERPRETANDO GRÁFICO
Consultando o gráfico que vocês fizeram, responda:
1. Quem é o aluno mais alto da sua turma?________________________________________
2. E o mais baixo?___________________________________________________________
3. Algum aluno da turma tem a mesma altura que você? Quantos?
________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
4. Quantos alunos da sua turma são:
 Mais alto que você?_________________________________________________________
 Mais baixo que você?________________________________________________________
DESCOBRINDO OS INSTRUMENTOS DE MEDIDAS
Professora, converse com a turma que antigamente as pessoas usavam como unidades de medida:
passos, palmos, pés, dentre outras. Nos dias atuais, depois de terem criado unidades de medida
ESCOLA MUNICIPAL DO ENSINO FUNDAMENTAL EUNICE JERONIMO DE OLIVEIRA
E-mail: eunicejeronimooliveira@gmail.com
SERVIÇO DE COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA – 3º ao 5º ANO
9 9812-9562/ 98838-8685/ 9 9977- 4245
E-mail: zenaide1000@gmail.com; zenaide-zenaide100@hotmail.com
padrão, temos instrumentos universais que nos permitem efetuar medições de uma forma mais
precisa.
Faça uma pesquisa dos instrumentos de medidas de comprimento que podemos utilizar nos dias de
hoje.
No site do Escola Kids, em se tratando de Medidas de Comprimento, você encontrará os
instrumentos de medidas: fita métrica, trena, régua e outras informações.
Será interessante professora que você visite o site do YouTube e baixe o vídeo Medidas de
Comprimentos. http://www.youtube.com/watch?v=2--DrPLp9U0 é uma mini aula na qual vocês
conhecerão alguns instrumentos de medidas padronizadas, e quem os utilizam no cotidiano.
Como registro, que tal propor que em grupos, os alunos descubram o nome dos instrumentos, para
que servem e onde os utilizamos? Peça para eles elaborarem cartazes com desenhos dos
instrumentos pesquisados e escreva suas características.
Disponibilize os materiais necessários: cartolina, canetinha e lápis de cor para a construção dos
cartazes.
Professora, crie momento para socialização da pesquisa, cada grupo poderá ler no seu cartaz, o
nome e a função do seu instrumento.
CÊNCIAS HUMANAS E DA NATUREZA: 03 AULAS NA SEMANA / 09 AULAS NA
QUINZENA
CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS
PRODUTOS: DE ONDE VÊM? PARA ONDE VÃO?
Produtos em nosso dia a dia
Produtos artesanais e produtos industrializados
Colocando em prática
Falando de... artesanato regional e diversidade cultural
Consumo em nosso dia adia
Colocando em prática
OBJETIVOS
Identificar os materiais de que são feitos alguns objetos do cotidiano indígena.
Perceber que os objetos utilizados pelos indígenas são confeccionados com matérias primas
extraídas da natureza.
Reconhecer diferentes tipos de materiais.
Compreender o conceito de matéria prima.
Identificar alguns tipos de matéria prima de origem animal, vegetal e mineral.
Conhecer a história de alguns objetos e as transformações pelas quais passaram ao longo do
tempo.
Diferenciar produtos artesanais de produtos de produtos industrializados.
Identificar alguns alimentos artesanais e alguns alimentos alguns alimentos industrializados.
Conhecer algumas características do trabalho artesanal brasileiro.
Valorizar a arte e a cultura brasileira.
Promover a valorização da cultura indígena.
Estimular atitudes para o consumo consciente.
Compreender o que significam os 3Rs.
Compreender o que são os 3Rs.
Estimular a prática da coleta seletiva na escola.
Desenvolver hábitos elementares de consumidor consciente em suas compras.
ESCOLA MUNICIPAL DO ENSINO FUNDAMENTAL EUNICE JERONIMO DE OLIVEIRA
E-mail: eunicejeronimooliveira@gmail.com
SERVIÇO DE COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA – 3º ao 5º ANO
9 9812-9562/ 98838-8685/ 9 9977- 4245
E-mail: zenaide1000@gmail.com; zenaide-zenaide100@hotmail.com
Reconhecer que os povos indígenas utilizam materiais extraídos da natureza para fabricar objetos
que utilizam em seu dia a dia.
Valorizar a cultura indígena.
Identificar a origem das matérias primas como vegetal, animal ou mineral.
Identificar as matérias primas que são utilizadas na fabricação de produtos do nosso dia a dia.
Conhecer a história de alguns objetos.
Perceber a importância de alguns objetos em nossa vida.
Compreender como os produtos artesanais são produzidos.
Identificar produtos industrializados em nosso dia a dia.
Reconhecer as diferenças entre produtos artesanais e produtos industrializados.
Perceber que o Brasil é rico em trabalhos artesanais diversificados.
Estimular o reconhecimento e a valorização da cultura brasileira.
Reconhecer algumas matérias primas utilizadas no artesanato.
Conhecer os processos de fabricação artesanal de um vaso de argila.
Compreender que a fabricação de produtos industrializados pode gerar resíduos e liberar
poluentes.
Reconhecer atitudes que colaboram com a redução do consumo.
Desenvolver atitudes que contribuem para a prática dos 3Rs no dia a dia.
Conhecer a importância da coleta seletiva.
Conhecer alguns aspectos do processo de reciclagem.
Colocar em prática a coleta seletiva na escola.
Desenvolver o hábito de analisar os produtos no ato da compra, observando aspectos como: cor,
quantidade, peso, data de validade, preço, quantidade de embalagens, entre outros.
Produzir um instrumento musical com materiais reaproveitáveis.
Verificar a matéria prima utilizada na fabricação de objetos e identificar sua origem.
Desenvolver habilidades de observação e registro de informações.
Reconhecer as etapas de produção de um produto artesanal.
PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS
Construa com os alunos as perguntas que serão feitas para os entrevistados na pesquisa a ser feita
Após toda a atividade realizada faça algumas perguntas, na lousa, aos alunos como, por exemplo:
Associação de fotografia e legenda
Atividade prática de coleta seletiva na escola
Atividade complementar
Atividade de fixação
Atividade prática de trabalho voluntário
Atividade prática (elaboração de um vaso de argila)
Aula explicativa, expositiva e dialogada
Caso eles tenham fotos e possam mostrar na escola, que elas sejam anexadas à entrevista
Confecção de artesanato em argila em sala
Criar um momento do VOCÊ SABIA: (Os próprios alunos podem pesquisar para aumentar as
informações, como por exemplo:)
Elaboração de diagrama
Elaboração de fôlder
Elaboração de tabela
Estudo minucioso das páginas 184 à 187 e após pesquisa
Exercício para auxiliar à alfabetização
Experimento da página 455 do suporte pedagógico
ESCOLA MUNICIPAL DO ENSINO FUNDAMENTAL EUNICE JERONIMO DE OLIVEIRA
E-mail: eunicejeronimooliveira@gmail.com
SERVIÇO DE COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA – 3º ao 5º ANO
9 9812-9562/ 98838-8685/ 9 9977- 4245
E-mail: zenaide1000@gmail.com; zenaide-zenaide100@hotmail.com
Exposição das produções dos alunos
Exposição de objetos antigos na escola
Exposição de pequenos vídeos sobre os trabalhos artesanais indígenas
Exposição de vídeos sobre trabalhos artesanais (professora, faça uso das horas de AC’s e
pesquisem alguns vídeos no You tube para preparar uma aula significativa e atraente para seus
alunos)
Intepretação de manchetes de jornais
Leitura de imagem
Leitura dos conteúdos apresentados
Leitura e análise de rótulos e embalagens de produtos
Leitura e interpretação de texto literário
Observação e análise de documentos históricos (fotografias)
Observação das imagens das páginas 184 e 185 para identificação dos objetos
Observação e análise de fotografias e imagens
Observação e análise de imagem de abertura
Observação, comparação e análise de fotografias e ilustrações
Pesquisa em livros, revistas e sites de internet qual é a principal matéria prima utilizada na produção
de algum objeto que eles têm em casa. Eles devem pesquisar também a dessa matéria prima:
animal, vegetal ou mineral
Pesquisa sobre a vida de artesão baiano em grupo
Pesquisa, recorte e colagem
Produção de um instrumento musical de material reciclável (chocalho de arroz)
Produção de desenho
Produção de texto
Professora, nesse primeiro momento, organize com a turma em roda de conversa, a fim de
aproximar os pares
Realização de observação de imagem de pães industrializados e artesanais
Uso do livro para estudo
Visita ao supermercado ou à mercearia
EDUCAÇÃO FÍSICA: 01 AULA SEMANAL / 03 AULAS NA QUINZENAL
CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS
Hábitos saudáveis e qualidade de vida: atividade física e nutrição
Mini vôlei
Jogo de câmbio
Vôlei em outros espaços
Dança e educação física: manifestações dançantes e suas relações com arte, estética e educação
OBJETIVOS
Levar os alunos a conhecer seus próprios hábitos alimentares.
Desenvolver consciência crítica a respeito de hábitos alimentares.
Conhecer as diferentes nuances que compõem o ritmo musical (duração, intensidade e tonalidade).
Criar ritmos e expressões corporais com base nas canções escolhidas.
Identificar os grupos alimentares que fazem parte de uma alimentação saudável e equilibrada.
Interpretar corporalmente os diferentes ritmos brasileiros.
Praticar atividade recreativa na quadra e na orla.
Praticar as modalidades esportivas em estudo.
ESCOLA MUNICIPAL DO ENSINO FUNDAMENTAL EUNICE JERONIMO DE OLIVEIRA
E-mail: eunicejeronimooliveira@gmail.com
SERVIÇO DE COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA – 3º ao 5º ANO
9 9812-9562/ 98838-8685/ 9 9977- 4245
E-mail: zenaide1000@gmail.com; zenaide-zenaide100@hotmail.com
Identificar os grupos de alimentos que fornecem nutrientes importantes no processo vital e suas
respectivas funções: ( Açúcares - fonte de energia / Gorduras - reservas energéticas / Proteínas -
parte da constituição celular / Vitaminas - reguladores e auxiliares / Sais minerais - reguladores e
auxiliares / Água - solvente e agente de transporte).
Reconhecer a importância da alimentação para o funcionamento do nosso organismo.
Conhecer os diferentes processos de produção de energia.
Discriminar tipos de alimentos necessários para a vida.
Reconhecer características de cada grupo de alimentos: gorduras, carboidratos, proteínas, vitaminas
e minerais.
Solicitar a leitura dos textos Alimentação (1) e Alimentação (2).
Conversar sobre os alimentos e sobre a importância da alimentação para a saúde.
PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS
Solicite que os alunos realizem individualmente o seguinte levantamento:
a) Quantas vezes você se alimenta por dia?
b) Que alimentos você consome mais frequentemente?
c) Quais alimentos você consome em maior quantidade?
A partir desse levantamento, cada aluno deve elaborar um cartaz relacionando os alimentos
ingeridos com seus respectivos grupos alimentares
Reunidos em grupos de três ou quatro, os alunos devem discutir a qualidade de sua própria
alimentação, verificando se é saudável e equilibrada
Num debate aberto a toda a classe, os alunos elaboram suas próprias conclusões a respeito de seus
hábitos alimentares.
Atividade motivadora (opcional): medir a temperatura corporal dos alunos
Converse sobre os alimentos e sobre a importância da alimentação para a saúde
Solicite a leitura dos textos Alimentação (1) e Alimentação (2)
Uma vez lidos os textos, divide-se a classe em duplas de alunos. Cada dupla deve criar dez
perguntas relativas ao texto. A dupla também deverá fornecer as respostas corretas às perguntas. Por
exemplo:
Nossa temperatura varia bastante ou é constante? Resposta prevista: Com pequenas variações,
permanece sempre a mesma.
Como nosso organismo se mantém aquecido? Resposta prevista: Produzindo energia térmica.
Como produzimos energia térmica? Por meio da alimentação.
Numa roda de conversa, verifique se a turma identifica as nuances que compõem os ritmos das
diferentes danças e se compreende as características das manifestações da cultura local.
Depois de realizar um levantamento sobre os ritmos e as danças mais presentes na cultura do local,
da escola e da comunidade, retome-os numa roda de conversa.
Apresente aos alunos dois ritmos ou duas danças que fazem parte desse universo.
É interessante trabalhar com exemplos bem diferentes nas variáveis musicais (letra, melodia,
intensidade, tonalidade) etc.
Leve para a sala fotos de alguns instrumentos utilizados nessas manifestações artísticas e, em
seguida, exiba fotos e vídeos de espetáculos pertencentes aos temas selecionados.
Deixe que os alunos escolham um.
Com base no eleito por eles, proponha a realização de uma vivência rápida.
Sugira uma interpretação livre da música e faça algumas paradas e perguntas do tipo:
Como é caracterizado esse ritmo na nossa cultura?
De que manifestação da dança estamos falando?
Quais os instrumentos utilizados?
ESCOLA MUNICIPAL DO ENSINO FUNDAMENTAL EUNICE JERONIMO DE OLIVEIRA
E-mail: eunicejeronimooliveira@gmail.com
SERVIÇO DE COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA – 3º ao 5º ANO
9 9812-9562/ 98838-8685/ 9 9977- 4245
E-mail: zenaide1000@gmail.com; zenaide-zenaide100@hotmail.com
Como são os movimentos dessa dança?
Vocês conhecem esse ritmo?
Como podemos descrevê-lo?
Acrescente para todos a experiência tátil de sentir as vibrações.
Proponha que coloquem as mãos sobre as caixas de som e distingam o tempo musical por meio de
vibrações mais fortes e mais fracas
Tenha em mãos alguns instrumentos musicais utilizados na dança escolhida pelos estudantes.
Eles serão convidados a se expressar corporalmente com base nas nuances de sons e ritmos
sugeridos pelos instrumentos: graves e agudos, fortes e fracos, rápidos e lentos e simétricos e
assimétricos
Estimule a garotada a perceber a relação entre eles e os tipos de movimento e de expressão corporal
Exemplo: quais os movimentos que se relacionam com os sons fortes? Como nos expressamos
(dançamos) quando o ritmo é lento? Como dançar em músicas com progressões bastante
assimétricas?
As associações são priorizadas pelo movimento e não pelo som. Inclua questões que valorizem a
identificação visual.
Divida a sala em grupos de quatro ou cinco alunos e peça que cada um deles construa uma
minicoreografia com base nas vivências realizadas. Deixe os instrumentos, o aparelho de som e os
CDs ao alcance de todos para que possam explorar movimentos em função da música. Sorteie um
ou dois grupos para apresentar as coreografias.
Para marcar os passos, utilize gestos e conte o tempo com palmas. Observando os colegas ouvintes
e com a ajuda deles, o aluno surdo dança também.
Em termos de conteúdo, os alunos devem saber que existem diferentes formas de expressão
corporal para cada um dos ritmos e que há coerência entre os movimentos e as nuances de ritmos
das diferentes danças.
ENSINO RELIGIOSO: 01 AULA SEMANAL / 03 AULAS NA QUINZENA
CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS
Motivação
Conhecendo as tradições religiosas de nossa comunidade
OBJETIVOS
Conhecer os diferentes grupos religiosos, presentes na realidade próxima, tendo em vista a
construção de um painel que proporcione o entendimento das diferenças e do respeito
ao outro.
Fazer uma reflexão sobre o valor de falar a verdade, sempre, mesmo diante de circunstâncias que
nos comprometem.
Levar o aluno a buscar a motivação do seu ideal de vocação, pois percebemos em nossas escolas,
alunos que são completamente desmotivados e sem um ideal de vida que vise um futuro melhor.
Desenvolver atitudes de tolerância, respeito e aceitação das diferenças e semelhanças, a partir do
diálogo e da convivência.
ESCOLA MUNICIPAL DO ENSINO FUNDAMENTAL EUNICE JERONIMO DE OLIVEIRA
E-mail: eunicejeronimooliveira@gmail.com
SERVIÇO DE COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA – 3º ao 5º ANO
9 9812-9562/ 98838-8685/ 9 9977- 4245
E-mail: zenaide1000@gmail.com; zenaide-zenaide100@hotmail.com
Ler com fluência os textos apresentados.
Participar das socializações em sala de aula.
Fazer uma reflexão sobre o valor de falar a verdade, sempre, mesmo diante de circunstâncias que
nos comprometem.
PROCEDIMENTOS METODOLOGICOS
Aula explicativa, expositiva e dialogada
Aula de campo
Socialização dos temas
Montagem de painel
Leitura e discussão em sala dos temas
Interpretação oral e escrita do texto
Reflexão e ilustração dos textos em estudo
ARTES 03 AULAS NA QUINZENA
(1: 00 hora aula semanal, ou seja, 3:00 horas aulas na quinzena, cada aula semanal de 60
minutos)
CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS
Atenção!!! Concluir o que ainda faltam e depois prosseguir com os temas novos:
Arte e Linguagem: elementos visuais
Linha, cor, formas, texturas
A importância da linha e da cor nas obras de arte e nos desenhos
A ocupação do espaço, o corpo humano e suas formas, contornos e linhas
Elementos básicos das formas artísticas: formas bidimensionais e tridimensionais
OBJETIVOS

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Prova de HISTÓRIA
Prova de HISTÓRIAProva de HISTÓRIA
Prova de HISTÓRIA
Katia Lopes
 
1 jogos diversos pnaic u_nidade 4
1 jogos diversos  pnaic u_nidade 41 jogos diversos  pnaic u_nidade 4
1 jogos diversos pnaic u_nidade 4
Isa ...
 
Avaliação ciencias
Avaliação ciencias Avaliação ciencias
Avaliação ciencias
Isa ...
 
Parecer de uma aluno com dificuldade em matemática
Parecer de uma aluno com dificuldade em matemáticaParecer de uma aluno com dificuldade em matemática
Parecer de uma aluno com dificuldade em matemática
SimoneHelenDrumond
 

Mais procurados (20)

Prova de HISTÓRIA
Prova de HISTÓRIAProva de HISTÓRIA
Prova de HISTÓRIA
 
Modelo de parecer descritivo
Modelo de parecer descritivoModelo de parecer descritivo
Modelo de parecer descritivo
 
Apostila do 1° ano 5° ano 2011
Apostila do 1° ano 5° ano 2011Apostila do 1° ano 5° ano 2011
Apostila do 1° ano 5° ano 2011
 
Alfabetização_28 palavras completa
Alfabetização_28 palavras completaAlfabetização_28 palavras completa
Alfabetização_28 palavras completa
 
Proposta curricular para o 3º ano do ensino fundamental
Proposta curricular para o 3º ano do ensino fundamentalProposta curricular para o 3º ano do ensino fundamental
Proposta curricular para o 3º ano do ensino fundamental
 
Avaliação de Matematica 2º ano
Avaliação de Matematica 2º anoAvaliação de Matematica 2º ano
Avaliação de Matematica 2º ano
 
Problemas de 2º ano
Problemas de 2º anoProblemas de 2º ano
Problemas de 2º ano
 
Aquarela de Toquinho - Análise e entendimento da música
Aquarela  de Toquinho - Análise e entendimento da música Aquarela  de Toquinho - Análise e entendimento da música
Aquarela de Toquinho - Análise e entendimento da música
 
1 jogos diversos pnaic u_nidade 4
1 jogos diversos  pnaic u_nidade 41 jogos diversos  pnaic u_nidade 4
1 jogos diversos pnaic u_nidade 4
 
Sequência numérica de 0 a 100 - 3º Ano do Ensino Fundamental
Sequência numérica de 0 a 100 - 3º Ano do Ensino FundamentalSequência numérica de 0 a 100 - 3º Ano do Ensino Fundamental
Sequência numérica de 0 a 100 - 3º Ano do Ensino Fundamental
 
Avaliação ciencias
Avaliação ciencias Avaliação ciencias
Avaliação ciencias
 
Gênero textual - anúncio
Gênero textual - anúncio Gênero textual - anúncio
Gênero textual - anúncio
 
Apostila para trabalhar textos variados
Apostila para trabalhar  textos variadosApostila para trabalhar  textos variados
Apostila para trabalhar textos variados
 
Apostila da Educação Infantil Nível I e II e Ciclo de Alfabetização
Apostila da Educação Infantil Nível I e II e Ciclo de AlfabetizaçãoApostila da Educação Infantil Nível I e II e Ciclo de Alfabetização
Apostila da Educação Infantil Nível I e II e Ciclo de Alfabetização
 
Texto e Interpretação - Dia Internacional da Mulher
Texto  e Interpretação - Dia Internacional da MulherTexto  e Interpretação - Dia Internacional da Mulher
Texto e Interpretação - Dia Internacional da Mulher
 
Sequencia didática sistema monetario 3 ano a 2016
Sequencia didática sistema monetario  3 ano a   2016Sequencia didática sistema monetario  3 ano a   2016
Sequencia didática sistema monetario 3 ano a 2016
 
As cores II
As cores IIAs cores II
As cores II
 
Parecer de uma aluno com dificuldade em matemática
Parecer de uma aluno com dificuldade em matemáticaParecer de uma aluno com dificuldade em matemática
Parecer de uma aluno com dificuldade em matemática
 
Avaliações 1º Ano
Avaliações 1º AnoAvaliações 1º Ano
Avaliações 1º Ano
 
Poema o menino azul de Cecília Meireles - Análise e entendimento
Poema  o menino azul de  Cecília Meireles - Análise e entendimento Poema  o menino azul de  Cecília Meireles - Análise e entendimento
Poema o menino azul de Cecília Meireles - Análise e entendimento
 

Semelhante a 3º planejamento 3º ano

Planej 2 ano
Planej 2 anoPlanej 2 ano
Planej 2 ano
a1980
 
1º encontro quadro de acompanhamento
1º encontro     quadro  de acompanhamento1º encontro     quadro  de acompanhamento
1º encontro quadro de acompanhamento
Bete Feliciano
 
Situações que a rotina necessita contemplar
Situações que a rotina necessita contemplarSituações que a rotina necessita contemplar
Situações que a rotina necessita contemplar
orientacoesdidaticas
 
Situaesquearotinanecessitacontemplar 120628125647-phpapp01
Situaesquearotinanecessitacontemplar 120628125647-phpapp01Situaesquearotinanecessitacontemplar 120628125647-phpapp01
Situaesquearotinanecessitacontemplar 120628125647-phpapp01
Isabela Maggot
 
Otm. lingua portuguesa 02
Otm. lingua portuguesa 02Otm. lingua portuguesa 02
Otm. lingua portuguesa 02
elannialins
 
Otm ling portuguesa fundamental1º ao 9ºano
Otm   ling portuguesa fundamental1º ao 9ºanoOtm   ling portuguesa fundamental1º ao 9ºano
Otm ling portuguesa fundamental1º ao 9ºano
Flávia Maria
 
Planejamento bimestral 2º ano - 1° bim.pdf
Planejamento bimestral 2º ano - 1° bim.pdfPlanejamento bimestral 2º ano - 1° bim.pdf
Planejamento bimestral 2º ano - 1° bim.pdf
Antônia marta Silvestre da Silva
 
Projeto dona baratinha das Educadoras da 1ª fase do 1º ciclo da Escola Estad...
Projeto dona baratinha das Educadoras da 1ª fase do 1º ciclo da  Escola Estad...Projeto dona baratinha das Educadoras da 1ª fase do 1º ciclo da  Escola Estad...
Projeto dona baratinha das Educadoras da 1ª fase do 1º ciclo da Escola Estad...
Aleinat
 

Semelhante a 3º planejamento 3º ano (20)

Planejamento 5º ano 2014
Planejamento 5º ano 2014Planejamento 5º ano 2014
Planejamento 5º ano 2014
 
Conteudos de lingua portuguesa
Conteudos de lingua portuguesaConteudos de lingua portuguesa
Conteudos de lingua portuguesa
 
Planej 2 ano
Planej 2 anoPlanej 2 ano
Planej 2 ano
 
Aprendizagens essenciais por ano de escolaridade
Aprendizagens essenciais por ano de escolaridadeAprendizagens essenciais por ano de escolaridade
Aprendizagens essenciais por ano de escolaridade
 
1º encontro quadro de acompanhamento
1º encontro     quadro  de acompanhamento1º encontro     quadro  de acompanhamento
1º encontro quadro de acompanhamento
 
Brochura
BrochuraBrochura
Brochura
 
Planejamento anual Fabiana 2017
Planejamento anual Fabiana 2017Planejamento anual Fabiana 2017
Planejamento anual Fabiana 2017
 
Plano anual grupo 6- 2013
Plano anual   grupo 6- 2013Plano anual   grupo 6- 2013
Plano anual grupo 6- 2013
 
Quadro de acompanhamento
Quadro de acompanhamentoQuadro de acompanhamento
Quadro de acompanhamento
 
Situações que a rotina necessita contemplar
Situações que a rotina necessita contemplarSituações que a rotina necessita contemplar
Situações que a rotina necessita contemplar
 
Situaesquearotinanecessitacontemplar 120628125647-phpapp01
Situaesquearotinanecessitacontemplar 120628125647-phpapp01Situaesquearotinanecessitacontemplar 120628125647-phpapp01
Situaesquearotinanecessitacontemplar 120628125647-phpapp01
 
Otm. lingua portuguesa 02
Otm. lingua portuguesa 02Otm. lingua portuguesa 02
Otm. lingua portuguesa 02
 
Otm ling portuguesa fundamental1º ao 9ºano
Otm   ling portuguesa fundamental1º ao 9ºanoOtm   ling portuguesa fundamental1º ao 9ºano
Otm ling portuguesa fundamental1º ao 9ºano
 
Planejamento anual 8 ano
Planejamento anual 8 ano Planejamento anual 8 ano
Planejamento anual 8 ano
 
Expectativas de aprendizagem do ensino fundamental anos finais
Expectativas de aprendizagem do ensino fundamental  anos finaisExpectativas de aprendizagem do ensino fundamental  anos finais
Expectativas de aprendizagem do ensino fundamental anos finais
 
Planejamento bimestral 2º ano - 1° bim.pdf
Planejamento bimestral 2º ano - 1° bim.pdfPlanejamento bimestral 2º ano - 1° bim.pdf
Planejamento bimestral 2º ano - 1° bim.pdf
 
Reescrevendo histórias
Reescrevendo históriasReescrevendo histórias
Reescrevendo histórias
 
Projeto dona baratinha das Educadoras da 1ª fase do 1º ciclo da Escola Estad...
Projeto dona baratinha das Educadoras da 1ª fase do 1º ciclo da  Escola Estad...Projeto dona baratinha das Educadoras da 1ª fase do 1º ciclo da  Escola Estad...
Projeto dona baratinha das Educadoras da 1ª fase do 1º ciclo da Escola Estad...
 
Planejamento 5 ANO 4 SERIE
Planejamento  5 ANO 4 SERIEPlanejamento  5 ANO 4 SERIE
Planejamento 5 ANO 4 SERIE
 
QUADRO DE METAS.docx
QUADRO DE METAS.docxQUADRO DE METAS.docx
QUADRO DE METAS.docx
 

Último

Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
sfwsoficial
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
VALMIRARIBEIRO1
 

Último (20)

Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxGeometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptx
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptxMovimento Negro Unificado , slide completo.pptx
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptx
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptxSismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 

3º planejamento 3º ano

  • 1. ESCOLA MUNICIPAL DO ENSINO FUNDAMENTAL EUNICE JERONIMO DE OLIVEIRA E-mail: eunicejeronimooliveira@gmail.com SERVIÇO DE COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA – 3º ao 5º ANO 9 9812-9562/ 98838-8685/ 9 9977- 4245 E-mail: zenaide1000@gmail.com; zenaide-zenaide100@hotmail.com SUGESTÕES PARA A PROPOSTA DE PLANEJAMENTO QUINZENAL Período: 18 / 07 à 05 / 08 / 2016 23/07 sábado letivo 3º Ano A e B PORTUGUÊS: 04 AULAS SEMANAIS / 12 AULAS NA QUINZENA CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ATENÇÃO! Precisamos concluir o projeto A LEITURA E A ESCRITA DO MUNDO DA FANTASIA, uma representação ou dramatização de um conto trabalhado ou reescrito. Gênero Textual: Carta, Conto, Prática de Leitura: O Gato de Botas Filme: As aventuras do gato de Botas: A Joia Oculta Prática de Escrita: Reescrita do texto o gato de Botas Aspecto Gramatical Tempos verbais: presente, passado e futuro Substantivo próprio e substantivo comum Pronome pessoais Revisão: Revisar os conteúdos estudados para aplicar no simulado Aspecto Ortográfico Uso de C e Q Emprego de CN, NH e LH Emprego de C e Ç Revisão: Revisar os conteúdos estudados para aplicar no simulado OBJETIVOS Escrever carta para colegas de outra sala. Participar da comunicação inter-sala. Apresentar a dramatização do conto de fada escolhido pela turma. (Re) conhecer palavras que dão nomes a animais, objetos, lugares, pessoas, países. Ampliar a competência comunicativa dos estudantes. Ampliar o interesse e o gosto pela leitura. Ampliar o vocabulário. Analisar as características dos tempos verbais e sua utilização em cada situação de fala e escrita. Analisar o uso das letras S, SS identificando as regularidades presentes. Antecipar sentidos e ativar conhecimentos prévios relativos aos textos a serem lidos pelo professor ou pelas crianças. Aplicar as habilidades de leitura para compreender o texto. Apreender assuntos/temas tratados em textos de diferentes gêneros, lidos pelo professor ou outro leitor experiente. Apropriar-se de recursos discursivos da linguagem escrita. Completar as palavras utilizando adequadamente as letras C e Q. Completar frases utilizando os verbos no tempo adequado ao sentido. Completar palavras com S ou SS. Completar palavras e texto utilizando corretamente palavras escritas com C e Ç.
  • 2. ESCOLA MUNICIPAL DO ENSINO FUNDAMENTAL EUNICE JERONIMO DE OLIVEIRA E-mail: eunicejeronimooliveira@gmail.com SERVIÇO DE COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA – 3º ao 5º ANO 9 9812-9562/ 98838-8685/ 9 9977- 4245 E-mail: zenaide1000@gmail.com; zenaide-zenaide100@hotmail.com Compreender que os pronomes pessoais do caso reto servem para indicar as pessoas do discurso. Compreender que palavras diferentes compartilham certas letras. Compreender textos lidos por outras pessoas, de diferentes gêneros e com diferentes propósitos. Conhecer algumas características do gênero (Conto de fadas). Conhecer tempos verbais e praticar sua escrita. Criar frases utilizando adequadamente os tempos verbais. Desenvolver atitudes de interação, de colaboração e de troca de experiências em grupos. Desenvolver habilidades de leitura e de escrita. Diferenciar as palavras que devem ser escritas com letra maiúscula e com letra minúscula. Discriminar o uso das letras C e Q observando as letras que as seguem. Distinguir os tempos verbais: passado, presente e futuro; e compreender sua função na frase. Empregar corretamente os pronomes em estudo. Entender a utilização dos tempos verbais para construção de textos. Escrever corretamente os verbos terminados em AM e ÃO e perceber que tempos verbais as terminações indicam. Escrever corretamente. Estabelecer relação de intertextualidade entre textos Estabelecer relações lógicas entre partes de textos de diferentes gêneros e temáticas, lidos pelo professor ou outro leitor experiente. Estabelecer relações lógicas entre partes de textos de diferentes gêneros e temáticas, lidos com autonomia. Expressar-se oralmente com clareza e objetividade. Gerar e organizar o conteúdo textual, estruturando os períodos e utilizando recursos coesivos para articular ideias e fatos. Identificar as diferenças de grafia e de significado nas palavras com C ou Ç. Identificar separação entre as palavras. Identificar substantivos próprios e substantivos comuns. Identificar as diferenças de grafia e de significado nas palavras com C ou Ç. Identificar aspectos sonoros da língua. Identificar no texto as palavras terminadas em ÃO e diferenciar a função dessa terminação de acordo com o contexto. Identificar os diferentes sons representados pela letra C de acordo com a vogal que a segue. Identificar os tempos verbais dos verbos apresentados. Identificar os verbos presentes no texto. Identificar tempos verbais em trechos e perceber seu sentido. Identificar verbos no presente em contexto apresentado, estabelecendo a concordância entre as pessoas do discurso. Interpretar com dados, argumentos, fatos e informações contidos em diferentes textos. Interpretar frases e expressões em textos de diferentes gêneros e temáticas, lidos pelo professor ou outro leitor experiente. Interpretar textos orais a partir de histórias ouvidas e gravuras. Ler em voz alta, com fluência, em diferentes situações.
  • 3. ESCOLA MUNICIPAL DO ENSINO FUNDAMENTAL EUNICE JERONIMO DE OLIVEIRA E-mail: eunicejeronimooliveira@gmail.com SERVIÇO DE COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA – 3º ao 5º ANO 9 9812-9562/ 98838-8685/ 9 9977- 4245 E-mail: zenaide1000@gmail.com; zenaide-zenaide100@hotmail.com Ler enunciados e reconhecer os verbos e os tempos verbais. Ler textos não verbais, em diferentes suportes. Ler, e reconhecer, textos variados e diferentes gêneros. Localizar informações explícitas em textos de diferentes gêneros, temáticas, lidos pelo professor ou outro leitor experiente. Localizar palavras escritas com Ç em diagrama. Observar e comparar a escrita das palavras: ortografia. Observar letras que aparecem depois de C ou Ç para diferenciar a grafia. Ordenar silabas e formar as palavras utilizando corretamente as letras C e Q. Organizar o texto, dividindo-o em tópicos e parágrafos. Organizar roteiros, planos gerais para atender a diferentes finalidades, com ajuda de escriba. Perceber os diferentes tempos verbais. Planejar a escrita de textos considerando o contexto de produção. Produzir pequenas frases. Produzir textos de diferentes gêneros com autonomia, atendendo a diferentes finalidades. Produzir textos de diferentes gêneros, atendendo a diferentes finalidades, por meio da atividade de um escriba. Produzir textos de vários gêneros, obedecendo às estruturas e os mecanismos de articulação da língua. Realizar inferências em textos de diferentes gêneros e temáticas, lidos pelo professor ou outro leitor experiente. Reconhecer as letras que seguem a letra N em final de silabas. Reconhecer o som representado pela letra Ç. Reconhecer a terminação ÃO como marca do aumentativo. Reconhecer como substantivos palavras terminadas em ÃO. Reconhecer finalidades de textos lidos pelo professor ou pelas crianças. Reconhecer o uso da letra M antes de P e B, ao revisar conteúdos já estudados.. Reconhecer os elementos textuais presente na carta. Reconhecer palavras que foram segmentadas e escrevê-las corretamente. Recontar a história para outras crianças. Reescrever textos com adequação. Reescrever textos lidos e ouvidos identificando os diferentes tipos de letra. Refletir sobre o uso das terminações AM e ÃO em verbos (pretérito e futuro), compreendendo os efeitos de sentido decorrentes do uso de uma ou outra forma dentro de determinado contexto. Relacionar textos verbais e não verbais, construindo sentidos. Saber procurar no dicionário os significados das palavras e a acepção mais adequada ao contexto de uso. Soletrar. Utilizar diferentes linguagens e diferentes tipologias textuais. PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS Atividades reflexivas de produção textual: reescrita e autocorreção de texto na lousa e individual Leitura das produções na sala de aula, observando entonação e pontuação
  • 4. ESCOLA MUNICIPAL DO ENSINO FUNDAMENTAL EUNICE JERONIMO DE OLIVEIRA E-mail: eunicejeronimooliveira@gmail.com SERVIÇO DE COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA – 3º ao 5º ANO 9 9812-9562/ 98838-8685/ 9 9977- 4245 E-mail: zenaide1000@gmail.com; zenaide-zenaide100@hotmail.com Estruturação e articulação do texto: segmentação das palavras no texto, letra maiúscula e minúscula, pontuação, paragrafação, margem e separação de palavras Produção de diversos gêneros textuais( cartas e contos) A escolha de bons textos é uma prática que deve estar presente no planejamento, pois facilitará o ensino da leitura e a exploração de conteúdos Cada texto deve contemplar características básicas, como intencionalidade (estar carregado de significação) e interlocução (possuir linguagem adequada ao leitor interlocutor, ou seja, propiciar entendimento) Momentos de leitura devem ser contemplados diariamente Leitura de carta de textos, de contos e de diversos materiais Aproveite a apresentação do texto escrito para visualizar várias situações de leitura com a turma A leitura visa à busca de informações e à necessidade da leitura fluente para a compreensão do que foi lido, assim como ao ritmo e entonação adequadas ao gênero Conversando sobre carta Distribua uma cópia do texto para cada estudante. Leia o texto com ritmo, fluência e entonação e solicite que os estudantes o leiam juntos em voz alta. Leia, apontando palavra por palavra, chamando a atenção da turma para: título, direção da escrita, espaçamento entre as palavras e a organização das ideias. Leia novamente, questionando:  Quais palavras não são conhecidas no texto? (usar dicionário)  Neste texto, há perguntas ou só há afirmações?  O texto informa alguma coisa?  Qual é a intenção deste texto? É divertido? É rimado?  Vocês já leram algum texto como este anteriormente? (do mesmo gênero) Organize com a turma um caderno para registro coletivo de palavras novas e seus significados à medida que forem contextualizados Pergunte aos estudantes sobre o assunto tratado Proponha a representação individual por meio de desenhos e exponha-os devidamente identificados Varal de textos reescritos pelos alunos Aproveite o inicio do trimestre e faça uma revisão mais aprofundada dos conteúdos estudados e faz um provão com eles, em forma de simulado Atividade com o uso do dicionário Leitura literária toda a semana Roda de conversa, explore bastante a oralidade dos estudantes Trabalhe com os alunos o poder da argumentação e do questionamento Professora, faça uma rodinha com seus alunos e inicie a aula questionando-os se conhecem algum conto de fadas, peça para cada um falar na sua vez Após a fala de seus alunos, conte para eles um conto de fadas. Neste momento você poderá usar a contação de história “O gato de Botas.” MATEMÁTICA: 03 AULAS SEMANAIS / 09 AULAS NA QUINZENA ATENÇÃO!!! Em Matemática nós trabalhamos por Eixo Pedagógico e não por sequência no livro.
  • 5. ESCOLA MUNICIPAL DO ENSINO FUNDAMENTAL EUNICE JERONIMO DE OLIVEIRA E-mail: eunicejeronimooliveira@gmail.com SERVIÇO DE COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA – 3º ao 5º ANO 9 9812-9562/ 98838-8685/ 9 9977- 4245 E-mail: zenaide1000@gmail.com; zenaide-zenaide100@hotmail.com CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS MULTIPLICAÇÃO Tabuada do 8, do 9 e do 10 GRÁFICOS E TABELAS Materiais para reciclagem Mundo plural: Reciclar para poupar a natureza MAIS ALTO, MAIS BAIXO MEDIDAS DE COMPRIMENTO Diferentes unidades de medidas Medindo com os pés O metro Instrumentos de medida Medindo com a régua Revisão dos conteúdos estudados OBJETIVOS Adquirir recursos para reconstruir rapidamente os resultados das multiplicações básicas. Levar a criança a perceber que a MULTIPLICAÇÃO é um processo mais rápido do que o da ADIÇÃO para se chegar a um total, quando as parcelas são iguais. Levar a criança a montar situações de ADIÇÃO e MULTIPLICAÇÃO através da utilização de material concreto, com representação gráfica e linguagem matemática. Compreender o processo de multiplicação. Memorizar a tabuada de maneira não convencional. Trabalhar tabuadas de maneira lúdica, através de jogos e brincadeiras. Promover a interação entre os alunos. Propiciar atividades interdisciplinares. Promover a prática da multiplicação no dia a dia. Estabelecer a memorização das tabuadas secundariamente, durante as aulas. Memorizar a tabuada de forma lúdica e divertida. Raciocinar rapidamente. Exercitar o cálculo mental. Desenvolver a linguagem oral. Desenvolver atitudes de interação, de colaboração e de troca de experiências em grupos. Organizar e sistematizar os resultados da tabuada do 8,9 e 10. Organizar os resultados da multiplicação das tabuadas em estudo. Discutir com os alunos sobre a relação dos produtos da multiplicação e as propriedades envolvidas nos cálculos ajuda a memorizar os resultados e a encontrar os que eles não sabem de cor Desenvolver habilidades de leitura e de escrita. Realizar medições utilizando unidades de medidas não padronizadas. Conhecer alguns instrumentos de medida de comprimento (régua, fita métrica, entre outros). Compreender a importância de ter uma unidade de medida padronizada. Reconhecer o centímetro como unidade padronizada de medida de comprimento.
  • 6. ESCOLA MUNICIPAL DO ENSINO FUNDAMENTAL EUNICE JERONIMO DE OLIVEIRA E-mail: eunicejeronimooliveira@gmail.com SERVIÇO DE COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA – 3º ao 5º ANO 9 9812-9562/ 98838-8685/ 9 9977- 4245 E-mail: zenaide1000@gmail.com; zenaide-zenaide100@hotmail.com Resolver problemas que envolvem determinadas medidas usando o centímetro e o metro como unidade de medida. PROCEDIMENTOS METODOLOGICOS Proponha que os alunos completem a tabela pitagórica. Diga que analisem diferentes relações entre os números e de que maneira podem encontrar alguns resultados das multiplicações a partir de outros. Por exemplo, para saber quanto é 8 x 3, é possível pensar no dobro de 8 x 7, ou no quádruplo de 8 x 2, ou ainda, pensar em 8 x 5 + 2 x 8, ou em 9 x 10 - 8 x 2. Apresente uma tabela pitagórica para os alunos e explique como preenchê-la. Proponha que, individualmente, preencham os quadradinhos correspondentes àqueles produtos que lembram de memória. Bingo da Multiplicação Professora, para que o ensino da tabuada seja bem sucedido o aluno precisa memorizá-la. Essa memorização deve ser realizada por meio de situações significativas para o aluno e deve ser incentivado para esse aprendizado. Em roda de conversa fale aos alunos sobre a importância do estudo da Matemática e de saber a tabuada memorizada no dia a dia. Explique que a memorização da tabuada facilita a resolução de problemas e a realização de cálculos mentais, pois, quando já está memorizado os resultados podem ser encontrados em menos tempo e com mais eficácia. Peça aos alunos que escrevam em seus cadernos um exemplo de uma situação do seu cotidiano em que é necessário cálculo rápido. Professor, não se esqueça que antes de incentivar os alunos a memorizarem a tabuada eles devem compreendê-la e saberem o que significa cada número nos lugares determinados, por meio de atividades que mostram a relação entre os números e as propriedades das operações. Nessa atividade, os alunos deverão usar seus conhecimentos sobre os resultados das operações, quer sejam de adição, subtração ou multiplicação, dependendo da operação que você estiver trabalhando em sala de aula. Apresente a atividade para os alunos. Explique que deverão colocar um feijão ou qualquer outro objeto determinado por você em cima do resultado da operação em que você vai cantar (ditar). Proponha que a atividade seja realizada individual ou em duplas. Entregue aos alunos as cartelas, produzidas antes e os feijões, ou outro material para marcar a cartela. Você deverá produzir a cartela com resultados dependendo do tipo de operação e do nível em que a turma se encontra. E também devem ter resultados aleatórios. Exemplo de uma cartela para multiplicação com fatos de 1 a 9: Exemplo de uma cartela para subtração:
  • 7. ESCOLA MUNICIPAL DO ENSINO FUNDAMENTAL EUNICE JERONIMO DE OLIVEIRA E-mail: eunicejeronimooliveira@gmail.com SERVIÇO DE COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA – 3º ao 5º ANO 9 9812-9562/ 98838-8685/ 9 9977- 4245 E-mail: zenaide1000@gmail.com; zenaide-zenaide100@hotmail.com Dentro de uma sacolinha devem estar várias fichas com operações de onde você deverá ir sorteando e falar aos alunos. Eles vão marcando em suas cartelas o resultado da operação, se estiver marcado na cartela dele. Por exemplo: Se você “cantar” as operações 2x9, 8x2, 8x6 ou 9x3, os alunos que tiverem em sua cartela o número 18, 16,48,27 deverão colocar o feijão no quadradinho desse número. O aluno ou dupla que preencher toda a cartela primeiro ganha o bingo. Você deve sempre corrigir a cartela para evitar que alguém que tenha marcado errado ganhe o jogo. Você pode premiar os vencedores. Gincana da Matemática Essa atividade deve acontecer no pátio ou quadra da escola. É uma pequena gincana entre os alunos, que pode ser composta por três atividades específicas. Essas atividades são apenas sugestões, mas você pode definir as atividades como achar melhor, incluindo desafios e ações. Divida a turma em três equipes. Incentive-os a combinarem um nome para a equipe e um grito de guerra. Defina uma cor para cada equipe. Estourando balões Providencie balões das cores das equipes. Dentro de cada balão você deve colocar um papelzinho escrito uma operação (adição, subtração ou multiplicação) dependendo do conteúdo que você estiver trabalhando. O número de balões deve ser o dobro do número de alunos de cada equipe, pois, cada aluno poderá pegar dois balões, ou seja, duas rodadas, ou quantas você quiser. As três equipes precisam ficar em três filas ,uma equipe em cada fila. Distribua um balão para os primeiros alunos das filas. Ao seu sinal, pode ser um apito, os alunos devem encher os balões até estourá-los. Quando o balão estourar o aluno deve pegar o papel e dizer o resultado da operação. A equipe que responder primeiro, corretamente, ganha o ponto. Marque os pontos em uma tabela. Pescando continhas Providencie peixinhos e escreva uma operação embaixo de cada peixinho. Esses peixinhos podem ser confeccionados em papel, feltro, papelão, E V A ou podem ser peixinhos feitos de plástico ou de qualquer outro material que você preferir. Se os peixinhos forem de plástico você pode colocá-los em uma bacia com água. Se for de papel você pode colocar dentro de uma caixa de papelão com areia ou serragem. Distribua os peixinhos e dê aos alunos varas para pescarem os peixes. As equipes devem estar nas filas e cada representante das equipes (um por vez) chega perto da bacia ou caixa e tenta pescar os peixes. Quem conseguir pescar, levanta o peixinho e fala qual é o resultado da operação escrita abaixo do peixe. Quem falar primeiro ganha um ponto.
  • 8. ESCOLA MUNICIPAL DO ENSINO FUNDAMENTAL EUNICE JERONIMO DE OLIVEIRA E-mail: eunicejeronimooliveira@gmail.com SERVIÇO DE COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA – 3º ao 5º ANO 9 9812-9562/ 98838-8685/ 9 9977- 4245 E-mail: zenaide1000@gmail.com; zenaide-zenaide100@hotmail.com Formando resultados Providencie 30 cartões de 20 cm x 30cm com um cordão para pendurar no pescoço dos alunos, nas três cores das equipes. Use 10 cartões para cada equipe. Dessa forma deve haver 10 cartões de cada cor. Enumere os cartões de 0 a 10. Cada aluno recebe um cartão e fica enfileirado com os colegas de sua equipe com os cartões pendurados no pescoço. Você fala uma operação e os alunos de cada equipe com os algarismos que formam o número do resultado correm até um determinado ponto, combinado anteriormente e formam o resultado. Os alunos que chegarem primeiro formam pontos para a sua equipe. Por exemplo: se você ditar 3X9, o resultado será 27, assim os alunos que tiverem os números 2 e 7, devem correr até o ponto combinado e formarem o número 27, não podem trocar a ordem e fazerem 72, por exemplo. A equipe que formar o resultado correto primeiro, ganha o ponto. Pontuando a Gincana Analise a tabela dos resultados junto com os alunos e anuncie a equipe vencedora. Premie a equipe se desejar. Diferentes jogos para memorizar a tabuada Professoras na internet existem uma diversidade e quantidade muito grande de jogos que trabalham com essa temática. Segue abaixo alguns exemplos para consulta. Pesquise você mesmo, de acordo com as necessidades da sua turma ou proponha que eles mesmos encontrem. No sítio: “Tabuada do Dino”, você encontra um jogo com níveis fáceis e difíceis, envolvendo cálculos relacionados às quatro operações e estimula o raciocínio, a concentração. Você escolhe uma das quatro operações, dependendo da necessidade dos alunos e do conteúdo em que está sendo trabalhado. Cada vez que o jogador acerta aparece um dinossauro vibrando de felicidade, mas se erra ele faz uma cara de choro. O jogador escolhe o número da tabuada que quer brincar. No sítio: “Velila y la Matenave, você encontra um jogo que também envolve cálculos de: adição, subtração e multiplicação, que estimula o raciocínio rápido. A astronauta Velila tem que destruir os meteoritos para defender o seu planeta. As contas vão aparecendo em cima dos meteoritos. Se seu resultado estiver correto o jogador deve colocá-lo na mira e apertar a tecla B para disparar, mas se o resultado da conta estiver errada ele tem que apertar a tecla M. No sítio: “Cilênia", você encontra outro jogo com as quatro operações. O jogador escolhe a operação que deseja brincar: adição, subtração, multiplicação ou divisão. Aparece a conta e ele precisa dar o resultado usando o mouse no desenho dos números que aparecem na tela. Se acertar passa para a próxima operação que é aleatória. No sítio: “Gen Magic”, você encontra um jogo que está em língua espanhola, mas isso não atrapalha o entendimento dele. Deve ser jogado por duplas. O jogador 1 é definido pela cor azul e o jogador 2 é definido pela cor vermelha. Cada jogador tem a sua vez de jogar. Inicialmente o jogador 1 escolhe a operação clicando sobre os números escolhidos na barra abaixo e logo depois, clica sobre o seu resultado no quadro à direita. Se errar vai marcando os pontos no placar à esquerda. E depois o jogador 2 percorre o mesmo caminho marcando os números de sua preferência. Ganha quem tiver menos erros marcados. Permita que os alunos visitem outros sítios de jogos e pesquisem jogos que abordam o tema. Depois de realizarem os jogos, faça uma avaliação com o grupo de alunos e questione-os:
  • 9. ESCOLA MUNICIPAL DO ENSINO FUNDAMENTAL EUNICE JERONIMO DE OLIVEIRA E-mail: eunicejeronimooliveira@gmail.com SERVIÇO DE COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA – 3º ao 5º ANO 9 9812-9562/ 98838-8685/ 9 9977- 4245 E-mail: zenaide1000@gmail.com; zenaide-zenaide100@hotmail.com  O que aprenderam;  O que gostaram mais;  O que foi mais difícil;  O foi mais fácil. Leituras matemáticas Atividade de fixação e complementar Uso do livro didático para estudo e atividade Uso da tabuada de madeira Construção da tabela pitagórica Uso do ábaco Utilização de materiais concretos para o treino dos cálculos Resolução de problemas dirigidos Rapidinha da matemática (sabatina) Uso dos dominós das operações DESCOBRINDO MINHA ALTURA Professora é importante valorizar os conhecimentos prévios dos alunos a respeito do assunto. Nesta faixa etária, os alunos conhecem as medidas de comprimento, tendo em vista situações em que eles estão envolvidos, como ao verificar a sua altura e ao fazer comparações entre a altura de pessoas sem fazer o uso de unidades padronizadas. DESAFIO Você sabe qual é a sua altura? Para descobrir, o seu professor vai medir você e seus colegas utilizando barbantes. Em seguida, monte um gráfico com os alunos utilizando os barbantes, organizando-os por ordem de tamanho do menor para o maior. Professora, escolha uma parede da sala de aula e cole nela os barbantes, colocando-os em ordem do menor para o maior. Faça isso com ajuda dos alunos, não se esqueça de colocar uma etiqueta com o nome do aluno em cada barbante. Como registro providencie para os alunos as atividades abaixo no caderno de Matemática. INTERPRETANDO GRÁFICO Consultando o gráfico que vocês fizeram, responda: 1. Quem é o aluno mais alto da sua turma?________________________________________ 2. E o mais baixo?___________________________________________________________ 3. Algum aluno da turma tem a mesma altura que você? Quantos? ________________________________________________________________________________ _______________________________________________________________________________ 4. Quantos alunos da sua turma são:  Mais alto que você?_________________________________________________________  Mais baixo que você?________________________________________________________ DESCOBRINDO OS INSTRUMENTOS DE MEDIDAS Professora, converse com a turma que antigamente as pessoas usavam como unidades de medida: passos, palmos, pés, dentre outras. Nos dias atuais, depois de terem criado unidades de medida
  • 10. ESCOLA MUNICIPAL DO ENSINO FUNDAMENTAL EUNICE JERONIMO DE OLIVEIRA E-mail: eunicejeronimooliveira@gmail.com SERVIÇO DE COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA – 3º ao 5º ANO 9 9812-9562/ 98838-8685/ 9 9977- 4245 E-mail: zenaide1000@gmail.com; zenaide-zenaide100@hotmail.com padrão, temos instrumentos universais que nos permitem efetuar medições de uma forma mais precisa. Faça uma pesquisa dos instrumentos de medidas de comprimento que podemos utilizar nos dias de hoje. No site do Escola Kids, em se tratando de Medidas de Comprimento, você encontrará os instrumentos de medidas: fita métrica, trena, régua e outras informações. Será interessante professora que você visite o site do YouTube e baixe o vídeo Medidas de Comprimentos. http://www.youtube.com/watch?v=2--DrPLp9U0 é uma mini aula na qual vocês conhecerão alguns instrumentos de medidas padronizadas, e quem os utilizam no cotidiano. Como registro, que tal propor que em grupos, os alunos descubram o nome dos instrumentos, para que servem e onde os utilizamos? Peça para eles elaborarem cartazes com desenhos dos instrumentos pesquisados e escreva suas características. Disponibilize os materiais necessários: cartolina, canetinha e lápis de cor para a construção dos cartazes. Professora, crie momento para socialização da pesquisa, cada grupo poderá ler no seu cartaz, o nome e a função do seu instrumento. CÊNCIAS HUMANAS E DA NATUREZA: 03 AULAS NA SEMANA / 09 AULAS NA QUINZENA CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS PRODUTOS: DE ONDE VÊM? PARA ONDE VÃO? Produtos em nosso dia a dia Produtos artesanais e produtos industrializados Colocando em prática Falando de... artesanato regional e diversidade cultural Consumo em nosso dia adia Colocando em prática OBJETIVOS Identificar os materiais de que são feitos alguns objetos do cotidiano indígena. Perceber que os objetos utilizados pelos indígenas são confeccionados com matérias primas extraídas da natureza. Reconhecer diferentes tipos de materiais. Compreender o conceito de matéria prima. Identificar alguns tipos de matéria prima de origem animal, vegetal e mineral. Conhecer a história de alguns objetos e as transformações pelas quais passaram ao longo do tempo. Diferenciar produtos artesanais de produtos de produtos industrializados. Identificar alguns alimentos artesanais e alguns alimentos alguns alimentos industrializados. Conhecer algumas características do trabalho artesanal brasileiro. Valorizar a arte e a cultura brasileira. Promover a valorização da cultura indígena. Estimular atitudes para o consumo consciente. Compreender o que significam os 3Rs. Compreender o que são os 3Rs. Estimular a prática da coleta seletiva na escola. Desenvolver hábitos elementares de consumidor consciente em suas compras.
  • 11. ESCOLA MUNICIPAL DO ENSINO FUNDAMENTAL EUNICE JERONIMO DE OLIVEIRA E-mail: eunicejeronimooliveira@gmail.com SERVIÇO DE COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA – 3º ao 5º ANO 9 9812-9562/ 98838-8685/ 9 9977- 4245 E-mail: zenaide1000@gmail.com; zenaide-zenaide100@hotmail.com Reconhecer que os povos indígenas utilizam materiais extraídos da natureza para fabricar objetos que utilizam em seu dia a dia. Valorizar a cultura indígena. Identificar a origem das matérias primas como vegetal, animal ou mineral. Identificar as matérias primas que são utilizadas na fabricação de produtos do nosso dia a dia. Conhecer a história de alguns objetos. Perceber a importância de alguns objetos em nossa vida. Compreender como os produtos artesanais são produzidos. Identificar produtos industrializados em nosso dia a dia. Reconhecer as diferenças entre produtos artesanais e produtos industrializados. Perceber que o Brasil é rico em trabalhos artesanais diversificados. Estimular o reconhecimento e a valorização da cultura brasileira. Reconhecer algumas matérias primas utilizadas no artesanato. Conhecer os processos de fabricação artesanal de um vaso de argila. Compreender que a fabricação de produtos industrializados pode gerar resíduos e liberar poluentes. Reconhecer atitudes que colaboram com a redução do consumo. Desenvolver atitudes que contribuem para a prática dos 3Rs no dia a dia. Conhecer a importância da coleta seletiva. Conhecer alguns aspectos do processo de reciclagem. Colocar em prática a coleta seletiva na escola. Desenvolver o hábito de analisar os produtos no ato da compra, observando aspectos como: cor, quantidade, peso, data de validade, preço, quantidade de embalagens, entre outros. Produzir um instrumento musical com materiais reaproveitáveis. Verificar a matéria prima utilizada na fabricação de objetos e identificar sua origem. Desenvolver habilidades de observação e registro de informações. Reconhecer as etapas de produção de um produto artesanal. PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS Construa com os alunos as perguntas que serão feitas para os entrevistados na pesquisa a ser feita Após toda a atividade realizada faça algumas perguntas, na lousa, aos alunos como, por exemplo: Associação de fotografia e legenda Atividade prática de coleta seletiva na escola Atividade complementar Atividade de fixação Atividade prática de trabalho voluntário Atividade prática (elaboração de um vaso de argila) Aula explicativa, expositiva e dialogada Caso eles tenham fotos e possam mostrar na escola, que elas sejam anexadas à entrevista Confecção de artesanato em argila em sala Criar um momento do VOCÊ SABIA: (Os próprios alunos podem pesquisar para aumentar as informações, como por exemplo:) Elaboração de diagrama Elaboração de fôlder Elaboração de tabela Estudo minucioso das páginas 184 à 187 e após pesquisa Exercício para auxiliar à alfabetização Experimento da página 455 do suporte pedagógico
  • 12. ESCOLA MUNICIPAL DO ENSINO FUNDAMENTAL EUNICE JERONIMO DE OLIVEIRA E-mail: eunicejeronimooliveira@gmail.com SERVIÇO DE COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA – 3º ao 5º ANO 9 9812-9562/ 98838-8685/ 9 9977- 4245 E-mail: zenaide1000@gmail.com; zenaide-zenaide100@hotmail.com Exposição das produções dos alunos Exposição de objetos antigos na escola Exposição de pequenos vídeos sobre os trabalhos artesanais indígenas Exposição de vídeos sobre trabalhos artesanais (professora, faça uso das horas de AC’s e pesquisem alguns vídeos no You tube para preparar uma aula significativa e atraente para seus alunos) Intepretação de manchetes de jornais Leitura de imagem Leitura dos conteúdos apresentados Leitura e análise de rótulos e embalagens de produtos Leitura e interpretação de texto literário Observação e análise de documentos históricos (fotografias) Observação das imagens das páginas 184 e 185 para identificação dos objetos Observação e análise de fotografias e imagens Observação e análise de imagem de abertura Observação, comparação e análise de fotografias e ilustrações Pesquisa em livros, revistas e sites de internet qual é a principal matéria prima utilizada na produção de algum objeto que eles têm em casa. Eles devem pesquisar também a dessa matéria prima: animal, vegetal ou mineral Pesquisa sobre a vida de artesão baiano em grupo Pesquisa, recorte e colagem Produção de um instrumento musical de material reciclável (chocalho de arroz) Produção de desenho Produção de texto Professora, nesse primeiro momento, organize com a turma em roda de conversa, a fim de aproximar os pares Realização de observação de imagem de pães industrializados e artesanais Uso do livro para estudo Visita ao supermercado ou à mercearia EDUCAÇÃO FÍSICA: 01 AULA SEMANAL / 03 AULAS NA QUINZENAL CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS Hábitos saudáveis e qualidade de vida: atividade física e nutrição Mini vôlei Jogo de câmbio Vôlei em outros espaços Dança e educação física: manifestações dançantes e suas relações com arte, estética e educação OBJETIVOS Levar os alunos a conhecer seus próprios hábitos alimentares. Desenvolver consciência crítica a respeito de hábitos alimentares. Conhecer as diferentes nuances que compõem o ritmo musical (duração, intensidade e tonalidade). Criar ritmos e expressões corporais com base nas canções escolhidas. Identificar os grupos alimentares que fazem parte de uma alimentação saudável e equilibrada. Interpretar corporalmente os diferentes ritmos brasileiros. Praticar atividade recreativa na quadra e na orla. Praticar as modalidades esportivas em estudo.
  • 13. ESCOLA MUNICIPAL DO ENSINO FUNDAMENTAL EUNICE JERONIMO DE OLIVEIRA E-mail: eunicejeronimooliveira@gmail.com SERVIÇO DE COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA – 3º ao 5º ANO 9 9812-9562/ 98838-8685/ 9 9977- 4245 E-mail: zenaide1000@gmail.com; zenaide-zenaide100@hotmail.com Identificar os grupos de alimentos que fornecem nutrientes importantes no processo vital e suas respectivas funções: ( Açúcares - fonte de energia / Gorduras - reservas energéticas / Proteínas - parte da constituição celular / Vitaminas - reguladores e auxiliares / Sais minerais - reguladores e auxiliares / Água - solvente e agente de transporte). Reconhecer a importância da alimentação para o funcionamento do nosso organismo. Conhecer os diferentes processos de produção de energia. Discriminar tipos de alimentos necessários para a vida. Reconhecer características de cada grupo de alimentos: gorduras, carboidratos, proteínas, vitaminas e minerais. Solicitar a leitura dos textos Alimentação (1) e Alimentação (2). Conversar sobre os alimentos e sobre a importância da alimentação para a saúde. PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS Solicite que os alunos realizem individualmente o seguinte levantamento: a) Quantas vezes você se alimenta por dia? b) Que alimentos você consome mais frequentemente? c) Quais alimentos você consome em maior quantidade? A partir desse levantamento, cada aluno deve elaborar um cartaz relacionando os alimentos ingeridos com seus respectivos grupos alimentares Reunidos em grupos de três ou quatro, os alunos devem discutir a qualidade de sua própria alimentação, verificando se é saudável e equilibrada Num debate aberto a toda a classe, os alunos elaboram suas próprias conclusões a respeito de seus hábitos alimentares. Atividade motivadora (opcional): medir a temperatura corporal dos alunos Converse sobre os alimentos e sobre a importância da alimentação para a saúde Solicite a leitura dos textos Alimentação (1) e Alimentação (2) Uma vez lidos os textos, divide-se a classe em duplas de alunos. Cada dupla deve criar dez perguntas relativas ao texto. A dupla também deverá fornecer as respostas corretas às perguntas. Por exemplo: Nossa temperatura varia bastante ou é constante? Resposta prevista: Com pequenas variações, permanece sempre a mesma. Como nosso organismo se mantém aquecido? Resposta prevista: Produzindo energia térmica. Como produzimos energia térmica? Por meio da alimentação. Numa roda de conversa, verifique se a turma identifica as nuances que compõem os ritmos das diferentes danças e se compreende as características das manifestações da cultura local. Depois de realizar um levantamento sobre os ritmos e as danças mais presentes na cultura do local, da escola e da comunidade, retome-os numa roda de conversa. Apresente aos alunos dois ritmos ou duas danças que fazem parte desse universo. É interessante trabalhar com exemplos bem diferentes nas variáveis musicais (letra, melodia, intensidade, tonalidade) etc. Leve para a sala fotos de alguns instrumentos utilizados nessas manifestações artísticas e, em seguida, exiba fotos e vídeos de espetáculos pertencentes aos temas selecionados. Deixe que os alunos escolham um. Com base no eleito por eles, proponha a realização de uma vivência rápida. Sugira uma interpretação livre da música e faça algumas paradas e perguntas do tipo: Como é caracterizado esse ritmo na nossa cultura? De que manifestação da dança estamos falando? Quais os instrumentos utilizados?
  • 14. ESCOLA MUNICIPAL DO ENSINO FUNDAMENTAL EUNICE JERONIMO DE OLIVEIRA E-mail: eunicejeronimooliveira@gmail.com SERVIÇO DE COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA – 3º ao 5º ANO 9 9812-9562/ 98838-8685/ 9 9977- 4245 E-mail: zenaide1000@gmail.com; zenaide-zenaide100@hotmail.com Como são os movimentos dessa dança? Vocês conhecem esse ritmo? Como podemos descrevê-lo? Acrescente para todos a experiência tátil de sentir as vibrações. Proponha que coloquem as mãos sobre as caixas de som e distingam o tempo musical por meio de vibrações mais fortes e mais fracas Tenha em mãos alguns instrumentos musicais utilizados na dança escolhida pelos estudantes. Eles serão convidados a se expressar corporalmente com base nas nuances de sons e ritmos sugeridos pelos instrumentos: graves e agudos, fortes e fracos, rápidos e lentos e simétricos e assimétricos Estimule a garotada a perceber a relação entre eles e os tipos de movimento e de expressão corporal Exemplo: quais os movimentos que se relacionam com os sons fortes? Como nos expressamos (dançamos) quando o ritmo é lento? Como dançar em músicas com progressões bastante assimétricas? As associações são priorizadas pelo movimento e não pelo som. Inclua questões que valorizem a identificação visual. Divida a sala em grupos de quatro ou cinco alunos e peça que cada um deles construa uma minicoreografia com base nas vivências realizadas. Deixe os instrumentos, o aparelho de som e os CDs ao alcance de todos para que possam explorar movimentos em função da música. Sorteie um ou dois grupos para apresentar as coreografias. Para marcar os passos, utilize gestos e conte o tempo com palmas. Observando os colegas ouvintes e com a ajuda deles, o aluno surdo dança também. Em termos de conteúdo, os alunos devem saber que existem diferentes formas de expressão corporal para cada um dos ritmos e que há coerência entre os movimentos e as nuances de ritmos das diferentes danças. ENSINO RELIGIOSO: 01 AULA SEMANAL / 03 AULAS NA QUINZENA CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS Motivação Conhecendo as tradições religiosas de nossa comunidade OBJETIVOS Conhecer os diferentes grupos religiosos, presentes na realidade próxima, tendo em vista a construção de um painel que proporcione o entendimento das diferenças e do respeito ao outro. Fazer uma reflexão sobre o valor de falar a verdade, sempre, mesmo diante de circunstâncias que nos comprometem. Levar o aluno a buscar a motivação do seu ideal de vocação, pois percebemos em nossas escolas, alunos que são completamente desmotivados e sem um ideal de vida que vise um futuro melhor. Desenvolver atitudes de tolerância, respeito e aceitação das diferenças e semelhanças, a partir do diálogo e da convivência.
  • 15. ESCOLA MUNICIPAL DO ENSINO FUNDAMENTAL EUNICE JERONIMO DE OLIVEIRA E-mail: eunicejeronimooliveira@gmail.com SERVIÇO DE COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA – 3º ao 5º ANO 9 9812-9562/ 98838-8685/ 9 9977- 4245 E-mail: zenaide1000@gmail.com; zenaide-zenaide100@hotmail.com Ler com fluência os textos apresentados. Participar das socializações em sala de aula. Fazer uma reflexão sobre o valor de falar a verdade, sempre, mesmo diante de circunstâncias que nos comprometem. PROCEDIMENTOS METODOLOGICOS Aula explicativa, expositiva e dialogada Aula de campo Socialização dos temas Montagem de painel Leitura e discussão em sala dos temas Interpretação oral e escrita do texto Reflexão e ilustração dos textos em estudo ARTES 03 AULAS NA QUINZENA (1: 00 hora aula semanal, ou seja, 3:00 horas aulas na quinzena, cada aula semanal de 60 minutos) CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS Atenção!!! Concluir o que ainda faltam e depois prosseguir com os temas novos: Arte e Linguagem: elementos visuais Linha, cor, formas, texturas A importância da linha e da cor nas obras de arte e nos desenhos A ocupação do espaço, o corpo humano e suas formas, contornos e linhas Elementos básicos das formas artísticas: formas bidimensionais e tridimensionais OBJETIVOS