Os Gregos No SéCulo V

51.917 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
1 comentário
12 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Está muito completo e ajudou-me imenso na minha pesquisa e estudo do tema, pois estava a tentar aprofundar os meus conhecimentos...
    Parabéns... =b
    PS: as imagens por vezes aparecem em cima do texto e não se torna visível, e também aparecem frases que não dão para ver muito bem porque estão muito em baixo, de resto está muito bem... xD)
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
51.917
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
33.980
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
1
Gostaram
12
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Os Gregos No SéCulo V

  1. 1. Os Gregos no século V a.C. <ul><li>Trabalho realizado por: </li></ul><ul><li>Miguel Rodrigues - 7ºB Nº18 </li></ul>
  2. 2. Introdução <ul><li>Este trabalho tem como objectivo aprender mais sobre os Gregos no sec.V a.C. </li></ul>
  3. 3. Índice <ul><li>I .O mundo helénico no século v a.C. </li></ul><ul><li>Condicionalismos geográficos </li></ul><ul><li>A formação de cidades-estado </li></ul><ul><li>A colonização grega </li></ul><ul><li>Atenas: recursos económicos e abertura marítima </li></ul><ul><li>A sociedade ateniense </li></ul><ul><li>A vida quotidiana </li></ul><ul><li>II . A democracia em Atenas </li></ul><ul><li>O funcionamento do regime democrático ateniense </li></ul><ul><li>Limites da democracia ateniense </li></ul><ul><li>III. A religião e a cultura </li></ul><ul><li>Os deuses </li></ul><ul><li>Os cultos </li></ul><ul><li>A formação do cidadão </li></ul><ul><li>O teatro </li></ul><ul><li>O pensamento grego </li></ul><ul><li>Os jogos </li></ul><ul><li>A arte e a arquitectura </li></ul><ul><li>A escultura e a cerâmica </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Condicionalismos geográficos: </li></ul><ul><li>A Grécia situa-se no Mediterrâneo Oriental, </li></ul><ul><li>no sul da Península Balcânica: </li></ul><ul><li>é banhada a Ocidente pelo mar Jónico; </li></ul><ul><li>é banhada a Oriente pelo mar Egeu; </li></ul><ul><li>A civilização da Grécia Antiga compreendia as ilhas no mar Egeu, Jónico e pela região do litoral oeste da Ásia Menor; </li></ul><ul><li>O território grego é formado, principalmente, por montanhas; </li></ul><ul><li>O clima é quente e pouco chuvoso: a terra era pouco favorável à prática da agricultura. </li></ul>
  5. 5. <ul><li>A Formação de cidades-estado: </li></ul><ul><li>Cidade com governo e leis próprias </li></ul><ul><li>politicamente independente de outras cidades. </li></ul><ul><li>Eram formadas pelo espaço urbano e pelo espaço rural à sua volta. </li></ul><ul><li>O factor determinante para a formação de cidades – estado foi o relevo acidentado que dificultava os contactos com outras regiões. </li></ul><ul><li>Algumas cidades possuíam muralhas defensivas; </li></ul><ul><li>Na acrópole , parte alta e fortificada da cidade, situavam-se os templos religiosos e estatuas de deuses; </li></ul><ul><li>Na ágora, parte mais baixa da cidade situava-se a praça publica; </li></ul><ul><li>Cidades mais importantes: Atenas e Esparta . </li></ul>
  6. 6. <ul><li>A colonização grega: </li></ul><ul><li>A pobreza dos solos </li></ul><ul><li>Os conflitos entre as cidades-estado </li></ul><ul><li>O crescimento populacional Ceres </li></ul><ul><li>Falta de terras e alimentos </li></ul><ul><li>Estes factores fizeram com que, entre os séculos VIII e VI a.C., muitos gregos emigrassem fundando colónias nas margens do mar negro e por todo o mediterrâneo. </li></ul><ul><li>Estas colónias gregas mantinham laços muito estreitos com a cidade de origem (cidade-mãe), reforçados pelas relações comerciais, pela língua comum, pelos mesmos costumes jogos e deuses. </li></ul>
  7. 7. <ul><li>Atenas: recursos económicos e abertura marítima </li></ul><ul><li>Recursos económicos: </li></ul><ul><li>Boa situação geográfica, perto das margens do mar Egeu, na península de Ática; </li></ul><ul><li>Comércio marítimo; </li></ul><ul><li>Agricultura: azeite, vinho e figos; </li></ul><ul><li>Artesanato: armas navios e cerâmica. </li></ul><ul><li>Abertura marítima : </li></ul><ul><li>Porto natural do Pireu; </li></ul><ul><li>Prata oriunda das minas da região, utilizada na cunhagem da moeda – Dracma de prata; </li></ul><ul><li>Moeda aceite em todo o comercio realizado no mediterrâneo. </li></ul><ul><li>A prosperidade do seu comercio fez com que Atenas se afirma-se como uma grande potencia; </li></ul><ul><li>Atenas assumiu um papel de liderança na união de varias cidades-estado Gregas – Liga de Delos – contra as invasões dos Persas; </li></ul><ul><li>Atenas aproveitou as quantias pagas por outras cidades, com o objectivo de assegurar a sua defesa, em seu proveito. </li></ul>
  8. 8. <ul><li>Sociedade Ateniense: </li></ul><ul><li>Estava dividida em três grupos: </li></ul><ul><li>Os cidadãos: </li></ul><ul><li>Homens livres com mais de 18 anos; </li></ul><ul><li>Com serviço militar cumprido; </li></ul><ul><li>Filhos de pais Atenienses; </li></ul><ul><li>Tinham o direito de possuir terras e casas; </li></ul><ul><li>Participar no governo da cidade. </li></ul>
  9. 9. <ul><li>Sociedade Ateniense: </li></ul><ul><li>Os metecos: </li></ul><ul><li>Nasceram noutras cidades, estrangeiros que viviam em Atenas; </li></ul><ul><li>Não podiam possuir terras; </li></ul><ul><li>Não podiam participar na administração da cidade; </li></ul><ul><li>Dedicavam-se ao comercio e artesanato; </li></ul><ul><li>Pagavam impostos; </li></ul><ul><li>Eram obrigados a cumprir o serviço militar. </li></ul>
  10. 10. <ul><li>Sociedade Ateniense: </li></ul><ul><li>Os escravos: </li></ul><ul><li>Prisioneiros de guerra; </li></ul><ul><li>Filhos e filhas de escravos; </li></ul><ul><li>Faziam trabalhos pesados na agricultura, nas minas, no artesanato, e nos serviços domésticos; </li></ul><ul><li>Não tinham liberdade nem direitos políticos; </li></ul><ul><li>Em Atenas estavam protegidos contra os maus tratos, alguns eram libertados. </li></ul>ESCRAVO SERVINDO O SEU SENHOR
  11. 11. <ul><li>A vida quotidiana: </li></ul><ul><li>Os Atenienses que viviam no campo: </li></ul><ul><li>Dedicavam-se à agricultura; </li></ul><ul><li>Os Atenienses que viviam na cidade: </li></ul><ul><li>Outros eram oleiros, sapateiros ou </li></ul><ul><li>ferreiros; </li></ul><ul><li>Alguns eram mercadores, vivendo do comercio; </li></ul><ul><li>Tinham outros ofícios; </li></ul><ul><li>Viviam dos rendimentos. </li></ul><ul><li>Quotidiano dos Atenienses: </li></ul><ul><li>Acordavam cedo; </li></ul><ul><li>Pequeno almoço simples; </li></ul><ul><li>O jantar era a refeição mais abundante, os alimentos eram cozinhados numa braseira móvel ou num forno de pedra; </li></ul><ul><li>Deslocavam-se à Ágora, (praça pública) onde discutiam os problemas da cidade e faziam compras no mercado. </li></ul>Atenas(reconstituição)
  12. 12. <ul><li>A vida quotidiana: </li></ul><ul><li>A mulher Ateniense </li></ul><ul><li>Vivia a dependência do homem; </li></ul><ul><li>Até casar ficava sob o poder paterno; </li></ul><ul><li>Depois de casar esse poder passava para o marido; </li></ul><ul><li>Grande parte da sua vida era passado no Gineceu – espaço da casa que lhe era dedicado; </li></ul><ul><li>A dedicava-se às lides domesticas e à educação dos filhos; </li></ul><ul><li>Fiavam as lãs; </li></ul><ul><li>Teciam as suas roupas e da sua família. </li></ul>casa
  13. 13. II. A democracia em Atenas <ul><li>O funcionamento do regime democrático: </li></ul><ul><li>Atenas teve diversas formas de governo: monarquia, aristocracia e tirania; </li></ul><ul><li>No sec. VI a.C. estabeleceu-se uma democracia – TODOS OS CIDADÃOS ERAM IGUAIS PERANTE A LEI E PODIAM PARTICIPAR NA GOVERNAÇÃO, ESCOLHENDO OU SENDO ESCOLHIDOSPARA OCUPAREM OS VARIOS LUGARES DA ADMINISTRAÇÃO DA CIDADE. </li></ul><ul><li>Principais órgãos da democracia Ateniense: </li></ul><ul><li>A ECLESIA – ou assembleia popular </li></ul><ul><li>A BULÉ – ou conselho dos quinhentos </li></ul><ul><li>MAGISTRADOS – arcontes e estrategos </li></ul><ul><li>PODER JUDICIAL – helieia e o areópago </li></ul><ul><li>A democracia era uma democracia aberta porque os cidadãos podiam participar directamente no governo da cidade. </li></ul>
  14. 14. II. A democracia em Atenas <ul><li>Limites da democracia ateniense: </li></ul><ul><li>Só os cidadãos tinham direito a participar no governo da cidade; </li></ul><ul><li>Mulheres, metecos e escravos não podiam participar; </li></ul><ul><li>Liberdade de expressão condicionada pela pratica: </li></ul><ul><li>do OSTRACISMO – PENA DE EXPULSÃO DA CIDADE DE ATENAS POR 10 ANOS – pena aplicada a quem ameaçava a democracia </li></ul><ul><li>da pena de morte. </li></ul>
  15. 15. III. A Religião e a Cultura <ul><li>Os Deuses </li></ul><ul><li>Os gregos eram politeístas – adoravam vários deuses – distinguiam – se dos homens pelos seus poderes sobrenaturais e pela imortalidade. </li></ul><ul><li>Os deuses habitavam no monte Olimpo. </li></ul><ul><li>Zeus era o “pai” dos deuses. </li></ul><ul><li>Cada cidade tinha o seu deus protector. </li></ul><ul><li>Deuses mais adorados: </li></ul>ZEUS HEFESTO – deus do fogo HERA – deusa do casamento HERMES – deus do comércio APOLO – deus do sol e das artes ATENA – deusa da inteligência POSEIDON – deus do mar DEMÉTER – deusa das colheitas AFRODITE – deusa da beleza e do amor DIONISIO – deus do vinho ARTEMISA – deusa da caça e da floresta
  16. 16. III. A Religião e a Cultura <ul><li>Os Deuses: </li></ul><ul><li>Os Gregos também prestavam culto aos heróis: </li></ul><ul><li>Estavam entre os deuses e os homens e eram venerados pela bravura das suas acções, na fundação ou defesa de uma cidade. </li></ul><ul><li>Eram semi-deuses – fruto da relação entre um deus e uma mulher. </li></ul><ul><li>Heróis populares na Grécia: Ulisses, Aquiles,Ajax e Herácles. </li></ul><ul><li>MITOS – Histórias sobre a vida dos deuses e dos heróis. </li></ul><ul><li>MITOLOGIA – Conjunto dessas narrações, chegaram aos nossos dias através do poeta HOMERO, que as incluiu nas suas obras: a Ilíada e a Odisseia. </li></ul>
  17. 17. III. A Religião e a Cultura <ul><li>Os Cultos: </li></ul><ul><li>Cerimonias religiosas para conseguirem a protecção e os favores dos deuses. </li></ul><ul><li>O culto era prestado: </li></ul><ul><li>Nos templos e nos altares – sob a orientação de sacerdotes e magistrados – realizavam-se orações oferendas e sacrifícios de animais e procissões. </li></ul><ul><li>Em casa, no altar domestico, com o objectivo de honrar os antepassados ou pedir ajuda numa data importante. </li></ul><ul><li>Santuários – onde eram adorados os deuses. </li></ul><ul><li>Santuários mais conhecidos: DELFOS em honra de Apolo, OLÍMPIA dedicado a Zeus ( em Olímpia realizavam-se de 4 em 4 anos festas religiosas e competições desportivas em honra de Zeus: OS JOGOS OLIMPICOS. </li></ul>
  18. 18. III. A Religião e a Cultura <ul><li>A formação do cidadão: </li></ul><ul><li>Até aos 7 anos eram educados em casa pela mãe; </li></ul><ul><li>A partir dos 15 aperfeiçoavam a sua preparação física e os seus conhecimentos sobre retórica, gramática e musica; </li></ul><ul><li>Ao 18 anos tinham preparação militar durante 2 anos. </li></ul><ul><li>A educação preparava os jovens para a intervenção na vida cívica da cidade. </li></ul>A escola
  19. 19. III. A Religião e a Cultura <ul><li>O Teatro </li></ul><ul><li>O teatro nasceu na Grécia ligado às festas religiosas em </li></ul><ul><li>honra do Deus Dionísio e era muito apreciado pelos gregos. </li></ul><ul><li>Os géneros teatrais mais divulgados eram: </li></ul><ul><li>A tragédia – História dramática que se baseava nas relações entre homens e deuses, nos conflitos e paixões humanas, procura despertar nos espectadores a comoção. </li></ul><ul><li>A comédia – Fazia criticas à sociedade e costumes da época procurando ridicularizar pessoas e situações e provocar o riso na assistência. </li></ul><ul><li>As representações eram feitas ao ar livre, em anfiteatros, espaços de formas semi-circulares que podiam levar mais de 10 mil pessoas. </li></ul><ul><li>As mulheres podiam assistir mas não podiam representar, as personagens femininas eram feitas por actores que usavam máscaras. </li></ul><ul><li>Maiores autores da tragédia: ÉSQUILO,SÓFOCLES E EURIPEDES. </li></ul><ul><li>Da comédia: ARISTOFÁNES. </li></ul>teatro
  20. 20. III. A Religião e a Cultura <ul><li>O pensamento grego : </li></ul><ul><li>Os gregos destacaram-se em inúmeras ciências: </li></ul><ul><li>Na matemática – Pitágoras </li></ul><ul><li>Na Medicina – Hipócrates </li></ul><ul><li>Os gregos que procuravam respostas para perguntas como: </li></ul><ul><li>O que é a verdade? O que é o Bem? Como se formou o mundo? Ficaram conhecidos como FILOSÓFOS – palavra que designa aquele que é amigo (filos) da sabedoria (sofia). </li></ul><ul><li>SÓCRATES – filósofo que defendeu a importância do reconhecimento da ignorância e do dialogo como forma de alcançar a verdade. </li></ul><ul><li>Outros filósofos importantes: PLATÃO (discípulo de Sócrates) e ARISTÓTELES. </li></ul>
  21. 21. III. A Religião e a Cultura <ul><li>Os jogos </li></ul><ul><li>Os jogos tinham um carácter sagrado e eram muito importantes para os gregos, que até paravam a guerra, para participarem neles. </li></ul><ul><li>Os atletas eram homens livres que representavam as suas cidades, os vencedores eram considerados heróis. </li></ul><ul><li>O prémio recebido era uma coroa de louros ou de oliveira. </li></ul><ul><li>As mulheres casadas não podiam assistir aos jogos, só os homens e as raparigas jovens. </li></ul><ul><li>Os mais antigos eram os jogos olímpicos, que tiveram o seu inicio em 776 a.C. Durante os 5 dias realizava-se 14 provas de várias modalidades. </li></ul>
  22. 22. III. A Religião e a Cultura <ul><li>A arte e a Arquitectura: </li></ul><ul><li>A arte grega: </li></ul><ul><li>Feita à imagem do homem; </li></ul><ul><li>Harmonia e equilíbrio. </li></ul><ul><li>A arquitectura era a mais nobre das artes: </li></ul><ul><li>Foram construídos: Templos; Estádios; Teatros. </li></ul><ul><li>Estilos utilizados: Dórico; Jónico e Coríntio. </li></ul>
  23. 23. III. A Religião e a Cultura <ul><li>A escultura e a cerâmica: </li></ul><ul><li>A escultura: </li></ul><ul><li>Tema principal a figura humana enquanto jovem; </li></ul><ul><li>Algumas em tamanho real muito expressivas. </li></ul><ul><li>A cerâmica: </li></ul><ul><li>As pinturas nos vasos de cerâmica </li></ul><ul><li>São muito importantes para aprendermos </li></ul><ul><li>Sobre os modos de vida dos gregos dessa </li></ul><ul><li>época. </li></ul>
  24. 24. Conclusão <ul><li>Com este trabalho fiquei a saber melhor como era a vida dos gregos no sec. V a.C.: qual era a situação geográfica da Grécia, como se formaram as cidades estado, como foi feita a colonização grega, como era a sociedade e a vida dos gregos. E também aspectos ligados à democracia, religião e cultura. </li></ul>
  25. 25. Bibligráfia;Webgrafia <ul><li>Viver a história, 7º ano, Santillana, Constância </li></ul><ul><li>A sociedade Ateniense, Prof. Sílvia de Mendonça </li></ul><ul><li>Os Gregos no Sec.V a.C, Prof. Sílvia de Mendonça </li></ul><ul><li>Grécia Antiga Pintura, Prof. Sílvia de Mendonça </li></ul><ul><li>O Teatro na Grécia, Prof. Sílvia de Mendonça </li></ul><ul><li>A Religião em Atenas Prof. Sílvia de Mendonça </li></ul><ul><li>O Mundo Helénico-Condições geograficas Prof. Sílvia de Mendonça </li></ul><ul><li>A democracia em Atenas Prof. Sílvia de Mendonça </li></ul><ul><li>http://www.suapesquisa.com/grecia </li></ul>

×