SlideShare uma empresa Scribd logo

Teste de História 10ºano - Grécia Antiga

Coloco novamente mais um material na página. Gostaria de pedir aos interessados para subscreverem o meu canal de Youtube: Mister Dog Obrigado!

1 de 4
Baixar para ler offline
GRUPO I
A PÓLIS, A SOCIEDADE E A CULTURA NA GRÉCIA ANTIGA
Observe e leia atentamente os seguintes documentos:
Doc. 1 – Imagem de uma parte da pólis ateniense (maquete) Doc. 2 – A educação e o ensino
em Atenas
Em cidades como Atenas,
saber aritmética, ler e escrever
parecem ter sido atributos
comuns a toda a população
livre. A educação não era da
responsabilidade do Estado,
mas privada (excetuando o
treino militar e a ginástica) (…).
Por cada pessoa que lia uma
tragédia, havia dezenas de
milhar que a conheciam por
representação ou audição. O
mesmo acontecia com a poesia
lírica (…). O mesmo se
verificava ainda (…) em relação
à prosa. Os filósofos ensinavam
mediante o discurso e a
discussão.
Moses Finley, Os Gregos Antigos,
Lisboa, Ed. 70.
Doc. 3 – O currículo escolar encontra-se aqui ilustrado: à
esquerda, um mestre mostra como se toca cítara ao seu aluno:
ao centro, o ensino da escrita e da leitura; à direita, o escravo-
pedagogo.
1. Descreva a organização e as funções de cada um dos espaços cívicos da pólis
ateniense (doc. 1).
2. Indique três características da educação dos rapazes atenienses, até serem
considerados cidadãos (docs. 2 e 3).
Observe, com atenção, os seguintes documentos:
TESTE 1 Duração: 90 minutos
- Identifique claramente os grupos e os itens a que responde.
- Todos os itens exigem a análise e/ou uso dos documentos apresentados.
- Use adequadamente o vocabulário da disciplina.
Doc. 4 – Donzelas transportando o peplo recebidas
pela deusa em Atenas
Doc. 6 - Cena de uma Corrida durante os Jogos.
Vaso grego (sécs. IV e V a.C.)
Doc. 5 – Máscaras gregas
3. Identifique duas características de cada uma das manifestações cívico-religiosas
que ocorriam na Grécia Antiga, a que os documentos 4, 5 e 6 se referem.
Leia atentamente o seguinte documento:
Doc. 7 – A criação da arte grega: o classicismo
A obra de arte (…) já não é concebida à escala de um
império, mas sim de uma cidade. Não quer isto dizer que a
obra de arte não aspire à grandeza, mas os Gregos
procurarão essa grandeza nas proporções e não nas
dimensões (…). Era necessário um génio racionalista para se
aperceberem de que o ilimitado de extensão podia reduzir-se
a um sistema de três dimensões (…). A este realismo, que
tende no seu termo, para a abstração e que é regido por uma
filosofia que reduz todas as coisas à medida do homem, deu-
se o nome de classicismo.
Germain Basin, História da Arte, Bertrand, Lisboa, 1976.
Doc. 8 – Templo de Zeus
4. Com base no texto do historiador Germain Basin e na observação do documento 8,
apresente cinco características da arte grega.
GRUPO II
A DEMOCRACIA ATENIENSE
Observe atentamente os seguintes documentos:
Doc. 1 – Conceito de cidadão
O cidadão, tal como o definimos, é
principalmente, o cidadão da democracia (…). Fora
da democracia não existe o direito comum e
ilimitado de ser membro da Assembleia e juiz (…).
Por Estado entendo positivamente uma massa de
homens deste género (…).
Tucídides, século V a.C.
Doc. 2 – A população ateniense (séc. V a.C)
Doc. 2 – A democracia ateniense
A nossa constituição não tem nada a invejar às
leis que regem os nossos vizinhos. Nós não
imitamos os outros, damos o exemplo a seguir.
Porque o nosso Estado é administrado no
interesse da maioria (…), o nosso regime tomou o
nome de democracia. No que respeita às questões
entre particulares, a igualdade é assegurada a
todos pelas leis. No que diz respeito à participação
na vida pública, todos são considerados em razão
dos seus méritos e a classe a que se pertence
importa menos do que o valor pessoal de cada um.
Ninguém é prejudicado pela nobreza e pela
obscuridade da sua condição social se pode
prestar serviço à cidade. (…) Obedecemos sempre
aos magistrados e às leis, e destas, principalmente
às que garantem a defesa dos oprimidos (…).
Tucídides, História da Guerra do Peloponeso, II.
Doc. 4 – Os ostrakons eram cacos de barro
onde os membros da Eclésia escreviam o
nome dos cidadãos votados ao ostracismo.
1. Esclareça, a partir dos documentos 1 e 2, o conceito de cidadão no contexto da
composição da população ateniense.
2. Explicite quais os meios usados no controlo e defesa da democracia (docs. 3 e 4).
3. Desenvolva o seguinte tema:
O historiador Tucídides afirmou que Atenas era a “escola da Grécia”, com justa
razão. Com efeito, Atenas tornou-se exemplo para as restantes cidades-Estado
devido ao seu regime político inovador: a democracia. Esta atribuía o poder
(kratos) ao povo (demos).
A sua resposta deve abordar, pela ordem que entender, três dos aspetos de cada um dos
tópicos de desenvolvimento:
- o exercício do poder pelos cidadãos e a importância da oratória;
- o funcionamento das instituições democráticas;
- os limites da democracia ateniense.
Deve integrar na resposta, além dos seus conhecimentos, os dados disponíveis nos
documentos 1 a 4.
Bom Trabalho
COTAÇÕES I.1. I.2. I.3. I.4. II.1. II.2. II.3. Total
30 20 30 30 30 20 40 200

Recomendados

Testes geografia a
Testes geografia aTestes geografia a
Testes geografia aAidaCunha73
 
O modelo ateniense
O modelo atenienseO modelo ateniense
O modelo atenienseEscoladocs
 
Resumo de matéria de História 10º ano
Resumo de matéria de História 10º anoResumo de matéria de História 10º ano
Resumo de matéria de História 10º anojorgina8
 
Roma- Resumo de história 10ºano
Roma- Resumo de história 10ºanoRoma- Resumo de história 10ºano
Roma- Resumo de história 10ºanoSusana Grandão
 
4. O Modelo Romano - a progressiva extensão da cidadania; a afirmação imperia...
4. O Modelo Romano - a progressiva extensão da cidadania; a afirmação imperia...4. O Modelo Romano - a progressiva extensão da cidadania; a afirmação imperia...
4. O Modelo Romano - a progressiva extensão da cidadania; a afirmação imperia...Núcleo de Estágio ESL 2014-2015
 
Modelo romano parte 1
Modelo romano   parte 1Modelo romano   parte 1
Modelo romano parte 1cattonia
 
Ficha formativa roma
Ficha formativa romaFicha formativa roma
Ficha formativa romaAna Barreiros
 
Roma apresentação 1
Roma apresentação 1Roma apresentação 1
Roma apresentação 1Vítor Santos
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Resumos História - O Modelo Ateniense
Resumos História - O Modelo AtenienseResumos História - O Modelo Ateniense
Resumos História - O Modelo AtenienseLojinha da Flor
 
Literatura trovadoresca
Literatura trovadoresca Literatura trovadoresca
Literatura trovadoresca Lurdes Augusto
 
02 história a_revisões_módulo_2
02 história a_revisões_módulo_202 história a_revisões_módulo_2
02 história a_revisões_módulo_2Vítor Santos
 
História 11ºano ( matéria do 1º período)
 História 11ºano ( matéria do 1º período) História 11ºano ( matéria do 1º período)
História 11ºano ( matéria do 1º período)Andreia Pacheco
 
Geografia A 10 ano - Recursos do Subsolo
Geografia A 10 ano - Recursos do SubsoloGeografia A 10 ano - Recursos do Subsolo
Geografia A 10 ano - Recursos do SubsoloRaffaella Ergün
 
País urbano e concelhio
País urbano e concelhioPaís urbano e concelhio
País urbano e concelhioSusana Simões
 
A identidade civilizacional da europa ocidental
A identidade civilizacional da europa ocidentalA identidade civilizacional da europa ocidental
A identidade civilizacional da europa ocidentalVítor Santos
 
Camões Lírico (10.ºano/Português)
Camões Lírico (10.ºano/Português)Camões Lírico (10.ºano/Português)
Camões Lírico (10.ºano/Português)Dina Baptista
 
Geografia A 10 ano - Recursos Hídricos
Geografia A 10 ano - Recursos HídricosGeografia A 10 ano - Recursos Hídricos
Geografia A 10 ano - Recursos HídricosRaffaella Ergün
 
Modelo romano parte 2
Modelo romano parte 2Modelo romano parte 2
Modelo romano parte 2cattonia
 
O espaço português 1
O espaço português 1O espaço português 1
O espaço português 1Vítor Santos
 
Filosofia 10º Ano - O Problema do Livre-Arbítrio
Filosofia 10º Ano - O Problema do Livre-Arbítrio Filosofia 10º Ano - O Problema do Livre-Arbítrio
Filosofia 10º Ano - O Problema do Livre-Arbítrio InesTeixeiraDuarte
 
01 02_o_modelo_romano
01  02_o_modelo_romano01  02_o_modelo_romano
01 02_o_modelo_romanoVítor Santos
 

Mais procurados (20)

Resumos História - O Modelo Ateniense
Resumos História - O Modelo AtenienseResumos História - O Modelo Ateniense
Resumos História - O Modelo Ateniense
 
Literatura trovadoresca
Literatura trovadoresca Literatura trovadoresca
Literatura trovadoresca
 
02 história a_revisões_módulo_2
02 história a_revisões_módulo_202 história a_revisões_módulo_2
02 história a_revisões_módulo_2
 
História 11ºano ( matéria do 1º período)
 História 11ºano ( matéria do 1º período) História 11ºano ( matéria do 1º período)
História 11ºano ( matéria do 1º período)
 
Geografia A 10 ano - Recursos do Subsolo
Geografia A 10 ano - Recursos do SubsoloGeografia A 10 ano - Recursos do Subsolo
Geografia A 10 ano - Recursos do Subsolo
 
País urbano e concelhio
País urbano e concelhioPaís urbano e concelhio
País urbano e concelhio
 
A identidade civilizacional da europa ocidental
A identidade civilizacional da europa ocidentalA identidade civilizacional da europa ocidental
A identidade civilizacional da europa ocidental
 
Lírica camoniana
Lírica camonianaLírica camoniana
Lírica camoniana
 
Camões Lírico (10.ºano/Português)
Camões Lírico (10.ºano/Português)Camões Lírico (10.ºano/Português)
Camões Lírico (10.ºano/Português)
 
Geografia A 10 ano - Recursos Hídricos
Geografia A 10 ano - Recursos HídricosGeografia A 10 ano - Recursos Hídricos
Geografia A 10 ano - Recursos Hídricos
 
As cantigas de amigo
As cantigas de amigoAs cantigas de amigo
As cantigas de amigo
 
Império romano
Império romanoImpério romano
Império romano
 
Modelo romano parte 2
Modelo romano parte 2Modelo romano parte 2
Modelo romano parte 2
 
Cantigas de amor
Cantigas de amorCantigas de amor
Cantigas de amor
 
O espaço português 1
O espaço português 1O espaço português 1
O espaço português 1
 
A civilização romana
A civilização romanaA civilização romana
A civilização romana
 
Filosofia 10º Ano - O Problema do Livre-Arbítrio
Filosofia 10º Ano - O Problema do Livre-Arbítrio Filosofia 10º Ano - O Problema do Livre-Arbítrio
Filosofia 10º Ano - O Problema do Livre-Arbítrio
 
História A - módulo 3, 4 e 6
História A - módulo 3, 4 e 6História A - módulo 3, 4 e 6
História A - módulo 3, 4 e 6
 
Módulo 1
Módulo 1Módulo 1
Módulo 1
 
01 02_o_modelo_romano
01  02_o_modelo_romano01  02_o_modelo_romano
01 02_o_modelo_romano
 

Semelhante a Teste de História 10ºano - Grécia Antiga

Exercicios antiguidadeclassica1[1]
Exercicios antiguidadeclassica1[1]Exercicios antiguidadeclassica1[1]
Exercicios antiguidadeclassica1[1]Lúcia Texeira
 
6 ano 3 trimestre exercicios rev provao
6 ano 3 trimestre exercicios rev provao6 ano 3 trimestre exercicios rev provao
6 ano 3 trimestre exercicios rev provaoCarlos Zaranza
 
1 simulado geral antiguidade grega
1 simulado geral antiguidade grega1 simulado geral antiguidade grega
1 simulado geral antiguidade gregaCristiane Pantoja
 
Questões de vestibulares e ENEM sobre o Mediterrâneo antigo
Questões de vestibulares e ENEM sobre o Mediterrâneo antigoQuestões de vestibulares e ENEM sobre o Mediterrâneo antigo
Questões de vestibulares e ENEM sobre o Mediterrâneo antigoZé Knust
 
Antiguidade Clássica - História
Antiguidade Clássica - HistóriaAntiguidade Clássica - História
Antiguidade Clássica - Históriamigueldrj
 
Lista UFSC - Idade Antiga
Lista UFSC - Idade AntigaLista UFSC - Idade Antiga
Lista UFSC - Idade AntigaElton Zanoni
 
2 Prova semestral de História - 1.6 gabarito
2 Prova semestral de História - 1.6 gabarito2 Prova semestral de História - 1.6 gabarito
2 Prova semestral de História - 1.6 gabaritoKellyCarvalho2011
 
3˚ano: exercícios Grécia
3˚ano: exercícios Grécia3˚ano: exercícios Grécia
3˚ano: exercícios GréciaKerol Brombal
 
03 platão-coleção-os-pensadores-1991
03 platão-coleção-os-pensadores-199103 platão-coleção-os-pensadores-1991
03 platão-coleção-os-pensadores-1991MGS High School
 
Exame mód.1 mv - critérios
Exame   mód.1 mv - critériosExame   mód.1 mv - critérios
Exame mód.1 mv - critériosteresagoncalves
 
Simulado de História Geral de Pré-História e Antiguidade, 2016
Simulado de História Geral de Pré-História e Antiguidade, 2016Simulado de História Geral de Pré-História e Antiguidade, 2016
Simulado de História Geral de Pré-História e Antiguidade, 2016Ricardo Jorge
 
Cidadania e democracia na antiguidade grecia
Cidadania e democracia na antiguidade greciaCidadania e democracia na antiguidade grecia
Cidadania e democracia na antiguidade greciaJonas Araújo
 

Semelhante a Teste de História 10ºano - Grécia Antiga (20)

Mundo greco romano
Mundo greco romanoMundo greco romano
Mundo greco romano
 
Exercicios antiguidadeclassica1[1]
Exercicios antiguidadeclassica1[1]Exercicios antiguidadeclassica1[1]
Exercicios antiguidadeclassica1[1]
 
6 ano 3 trimestre exercicios rev provao
6 ano 3 trimestre exercicios rev provao6 ano 3 trimestre exercicios rev provao
6 ano 3 trimestre exercicios rev provao
 
1 simulado geral antiguidade grega
1 simulado geral antiguidade grega1 simulado geral antiguidade grega
1 simulado geral antiguidade grega
 
Guia de estudo n.º 1 O Modelo Ateniense
Guia de estudo n.º 1 O Modelo AtenienseGuia de estudo n.º 1 O Modelo Ateniense
Guia de estudo n.º 1 O Modelo Ateniense
 
Questões de vestibulares e ENEM sobre o Mediterrâneo antigo
Questões de vestibulares e ENEM sobre o Mediterrâneo antigoQuestões de vestibulares e ENEM sobre o Mediterrâneo antigo
Questões de vestibulares e ENEM sobre o Mediterrâneo antigo
 
Antiguidade Clássica - História
Antiguidade Clássica - HistóriaAntiguidade Clássica - História
Antiguidade Clássica - História
 
Avaliação História - Grécia Antiga
Avaliação História - Grécia Antiga Avaliação História - Grécia Antiga
Avaliação História - Grécia Antiga
 
6 gladiadores romanos
6   gladiadores romanos6   gladiadores romanos
6 gladiadores romanos
 
Lista UFSC - Idade Antiga
Lista UFSC - Idade AntigaLista UFSC - Idade Antiga
Lista UFSC - Idade Antiga
 
A cultura grega
A cultura gregaA cultura grega
A cultura grega
 
2 Prova semestral de História - 1.6 gabarito
2 Prova semestral de História - 1.6 gabarito2 Prova semestral de História - 1.6 gabarito
2 Prova semestral de História - 1.6 gabarito
 
3˚ano: exercícios Grécia
3˚ano: exercícios Grécia3˚ano: exercícios Grécia
3˚ano: exercícios Grécia
 
Grécia jonas 2
Grécia jonas 2Grécia jonas 2
Grécia jonas 2
 
03 platão-coleção-os-pensadores-1991
03 platão-coleção-os-pensadores-199103 platão-coleção-os-pensadores-1991
03 platão-coleção-os-pensadores-1991
 
Exame mód.1 mv - critérios
Exame   mód.1 mv - critériosExame   mód.1 mv - critérios
Exame mód.1 mv - critérios
 
Simulado de História Geral de Pré-História e Antiguidade, 2016
Simulado de História Geral de Pré-História e Antiguidade, 2016Simulado de História Geral de Pré-História e Antiguidade, 2016
Simulado de História Geral de Pré-História e Antiguidade, 2016
 
Caderno Diário O modelo ateniense
Caderno Diário O modelo atenienseCaderno Diário O modelo ateniense
Caderno Diário O modelo ateniense
 
A república platão
A república   platãoA república   platão
A república platão
 
Cidadania e democracia na antiguidade grecia
Cidadania e democracia na antiguidade greciaCidadania e democracia na antiguidade grecia
Cidadania e democracia na antiguidade grecia
 

Mais de Zé Mário

Antonio Guterres
Antonio GuterresAntonio Guterres
Antonio GuterresZé Mário
 
O tempo das Reformas Religiosas - 8ºano
O tempo das Reformas Religiosas - 8ºanoO tempo das Reformas Religiosas - 8ºano
O tempo das Reformas Religiosas - 8ºanoZé Mário
 
Um século de mudanças - O iluminismo
Um século de mudanças - O iluminismoUm século de mudanças - O iluminismo
Um século de mudanças - O iluminismoZé Mário
 
O antigo regime: regra e exceção
O antigo regime: regra e exceçãoO antigo regime: regra e exceção
O antigo regime: regra e exceçãoZé Mário
 
A governação do Marquês de Pombal
A governação do Marquês de PombalA governação do Marquês de Pombal
A governação do Marquês de PombalZé Mário
 
A crise do Império no Oriente e União Dinástica
A crise do Império no Oriente e União DinásticaA crise do Império no Oriente e União Dinástica
A crise do Império no Oriente e União DinásticaZé Mário
 
Teste de História 8º ano- Porto Editora
Teste de História 8º ano- Porto EditoraTeste de História 8º ano- Porto Editora
Teste de História 8º ano- Porto EditoraZé Mário
 
History of United States of America
History of United States of AmericaHistory of United States of America
History of United States of AmericaZé Mário
 
História- 8ºano
História- 8ºanoHistória- 8ºano
História- 8ºanoZé Mário
 
A Expansão Portuguesa
A Expansão PortuguesaA Expansão Portuguesa
A Expansão PortuguesaZé Mário
 
Os Descobrimentos Portugueses
Os Descobrimentos PortuguesesOs Descobrimentos Portugueses
Os Descobrimentos PortuguesesZé Mário
 
Império Português no Século XVIII
Império Português no Século XVIII Império Português no Século XVIII
Império Português no Século XVIII Zé Mário
 

Mais de Zé Mário (12)

Antonio Guterres
Antonio GuterresAntonio Guterres
Antonio Guterres
 
O tempo das Reformas Religiosas - 8ºano
O tempo das Reformas Religiosas - 8ºanoO tempo das Reformas Religiosas - 8ºano
O tempo das Reformas Religiosas - 8ºano
 
Um século de mudanças - O iluminismo
Um século de mudanças - O iluminismoUm século de mudanças - O iluminismo
Um século de mudanças - O iluminismo
 
O antigo regime: regra e exceção
O antigo regime: regra e exceçãoO antigo regime: regra e exceção
O antigo regime: regra e exceção
 
A governação do Marquês de Pombal
A governação do Marquês de PombalA governação do Marquês de Pombal
A governação do Marquês de Pombal
 
A crise do Império no Oriente e União Dinástica
A crise do Império no Oriente e União DinásticaA crise do Império no Oriente e União Dinástica
A crise do Império no Oriente e União Dinástica
 
Teste de História 8º ano- Porto Editora
Teste de História 8º ano- Porto EditoraTeste de História 8º ano- Porto Editora
Teste de História 8º ano- Porto Editora
 
History of United States of America
History of United States of AmericaHistory of United States of America
History of United States of America
 
História- 8ºano
História- 8ºanoHistória- 8ºano
História- 8ºano
 
A Expansão Portuguesa
A Expansão PortuguesaA Expansão Portuguesa
A Expansão Portuguesa
 
Os Descobrimentos Portugueses
Os Descobrimentos PortuguesesOs Descobrimentos Portugueses
Os Descobrimentos Portugueses
 
Império Português no Século XVIII
Império Português no Século XVIII Império Português no Século XVIII
Império Português no Século XVIII
 

Último

2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...azulassessoriaacadem3
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...azulassessoriaacadem3
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!Psyc company
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...azulassessoriaacadem3
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Jean Carlos Nunes Paixão
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...azulassessoriaacadem3
 
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfAtividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfRuannSolza
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxJean Carlos Nunes Paixão
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...azulassessoriaacadem3
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...azulassessoriaacadem3
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...azulassessoriaacadem3
 
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIACOMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIAHisrelBlog
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...excellenceeducaciona
 

Último (20)

2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoriaAtividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
 
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfAtividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
 
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIACOMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 

Teste de História 10ºano - Grécia Antiga

  • 1. GRUPO I A PÓLIS, A SOCIEDADE E A CULTURA NA GRÉCIA ANTIGA Observe e leia atentamente os seguintes documentos: Doc. 1 – Imagem de uma parte da pólis ateniense (maquete) Doc. 2 – A educação e o ensino em Atenas Em cidades como Atenas, saber aritmética, ler e escrever parecem ter sido atributos comuns a toda a população livre. A educação não era da responsabilidade do Estado, mas privada (excetuando o treino militar e a ginástica) (…). Por cada pessoa que lia uma tragédia, havia dezenas de milhar que a conheciam por representação ou audição. O mesmo acontecia com a poesia lírica (…). O mesmo se verificava ainda (…) em relação à prosa. Os filósofos ensinavam mediante o discurso e a discussão. Moses Finley, Os Gregos Antigos, Lisboa, Ed. 70. Doc. 3 – O currículo escolar encontra-se aqui ilustrado: à esquerda, um mestre mostra como se toca cítara ao seu aluno: ao centro, o ensino da escrita e da leitura; à direita, o escravo- pedagogo. 1. Descreva a organização e as funções de cada um dos espaços cívicos da pólis ateniense (doc. 1). 2. Indique três características da educação dos rapazes atenienses, até serem considerados cidadãos (docs. 2 e 3). Observe, com atenção, os seguintes documentos: TESTE 1 Duração: 90 minutos - Identifique claramente os grupos e os itens a que responde. - Todos os itens exigem a análise e/ou uso dos documentos apresentados. - Use adequadamente o vocabulário da disciplina.
  • 2. Doc. 4 – Donzelas transportando o peplo recebidas pela deusa em Atenas Doc. 6 - Cena de uma Corrida durante os Jogos. Vaso grego (sécs. IV e V a.C.) Doc. 5 – Máscaras gregas 3. Identifique duas características de cada uma das manifestações cívico-religiosas que ocorriam na Grécia Antiga, a que os documentos 4, 5 e 6 se referem. Leia atentamente o seguinte documento: Doc. 7 – A criação da arte grega: o classicismo A obra de arte (…) já não é concebida à escala de um império, mas sim de uma cidade. Não quer isto dizer que a obra de arte não aspire à grandeza, mas os Gregos procurarão essa grandeza nas proporções e não nas dimensões (…). Era necessário um génio racionalista para se aperceberem de que o ilimitado de extensão podia reduzir-se a um sistema de três dimensões (…). A este realismo, que tende no seu termo, para a abstração e que é regido por uma filosofia que reduz todas as coisas à medida do homem, deu- se o nome de classicismo. Germain Basin, História da Arte, Bertrand, Lisboa, 1976. Doc. 8 – Templo de Zeus 4. Com base no texto do historiador Germain Basin e na observação do documento 8, apresente cinco características da arte grega.
  • 3. GRUPO II A DEMOCRACIA ATENIENSE Observe atentamente os seguintes documentos: Doc. 1 – Conceito de cidadão O cidadão, tal como o definimos, é principalmente, o cidadão da democracia (…). Fora da democracia não existe o direito comum e ilimitado de ser membro da Assembleia e juiz (…). Por Estado entendo positivamente uma massa de homens deste género (…). Tucídides, século V a.C. Doc. 2 – A população ateniense (séc. V a.C) Doc. 2 – A democracia ateniense A nossa constituição não tem nada a invejar às leis que regem os nossos vizinhos. Nós não imitamos os outros, damos o exemplo a seguir. Porque o nosso Estado é administrado no interesse da maioria (…), o nosso regime tomou o nome de democracia. No que respeita às questões entre particulares, a igualdade é assegurada a todos pelas leis. No que diz respeito à participação na vida pública, todos são considerados em razão dos seus méritos e a classe a que se pertence importa menos do que o valor pessoal de cada um. Ninguém é prejudicado pela nobreza e pela obscuridade da sua condição social se pode prestar serviço à cidade. (…) Obedecemos sempre aos magistrados e às leis, e destas, principalmente às que garantem a defesa dos oprimidos (…). Tucídides, História da Guerra do Peloponeso, II. Doc. 4 – Os ostrakons eram cacos de barro onde os membros da Eclésia escreviam o nome dos cidadãos votados ao ostracismo. 1. Esclareça, a partir dos documentos 1 e 2, o conceito de cidadão no contexto da composição da população ateniense. 2. Explicite quais os meios usados no controlo e defesa da democracia (docs. 3 e 4). 3. Desenvolva o seguinte tema: O historiador Tucídides afirmou que Atenas era a “escola da Grécia”, com justa razão. Com efeito, Atenas tornou-se exemplo para as restantes cidades-Estado
  • 4. devido ao seu regime político inovador: a democracia. Esta atribuía o poder (kratos) ao povo (demos). A sua resposta deve abordar, pela ordem que entender, três dos aspetos de cada um dos tópicos de desenvolvimento: - o exercício do poder pelos cidadãos e a importância da oratória; - o funcionamento das instituições democráticas; - os limites da democracia ateniense. Deve integrar na resposta, além dos seus conhecimentos, os dados disponíveis nos documentos 1 a 4. Bom Trabalho COTAÇÕES I.1. I.2. I.3. I.4. II.1. II.2. II.3. Total 30 20 30 30 30 20 40 200