GréCia Antiga

7.395 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.395
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
24
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

GréCia Antiga

  1. 1. GRÉCIA
  2. 2. Trabalho realizado por: Clara Viegas, nº7, 7ºC Agrupamento de Escolas Terras de Larus Disciplina: História Docente: Sílvia Mendonça
  3. 3. <ul><li>Situa-se no Mediterrâneo Oriental, no sul da Península Balcânica, banhada pelo ocidente pelo mar Jónico e a oriente pelo mar Egeu. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>O território Grego é formado principalmente por montanhas; </li></ul><ul><li>O clima da Grécia é quente e pouco chuvoso; </li></ul><ul><li>Clima pouco favorável à prática da agricultura, apesar disso cultivavam os cereais, a vinha, a oliveira e a figueira, nas montanhas criavam-se rebanhos de carneiros e cabras; </li></ul><ul><li>O litoral, recortado por baías possibilitou a existência de portos naturais, permitindo desenvolvimento do comércio e da pesca. </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Entre os séculos VIII e VI, muitos gregos emigraram devido á pobreza dos solos, aos conflitos entre cidades-estado e crescimento populacional; </li></ul><ul><li>Fundaram-se colónias nas margens do mar Negro e por todo o Mediterrâneo; </li></ul><ul><li>Mantinham laços com a cidade de origem, reforçadas pelas relações comerciais, pela língua, pelos costumes, jogos e deuses. </li></ul>
  6. 6. <ul><li>Atenas capital da Grécia no século V a.C. tornou-se uma das cidades mais ricas do mundo grego. </li></ul>
  7. 7. <ul><li>O clima e o solo pobre impossibilitaram que Atenas se tornasse auto-suficiente; </li></ul><ul><li>A cidade importava cereais, madeira e metais, que trocava por produtos agrícolas; </li></ul><ul><li>O comércio, realizado por via marítima, beneficiou com a existência do Porto natural do Pireu e com a prata das minas da região, que foi utilizado na cunhagem da moeda. </li></ul>
  8. 8. <ul><li>A sociedade ateniense estava dividida nos seguintes grupos: </li></ul><ul><li>Os cidadãos , que tinham de ser livres, com mais de 18 anos de idade, com o serviço militar concluído e filhos de pais atenienses, estes tinham o direito de possuir terras e casas e de participar no governo da cidade; </li></ul><ul><li>Os metecos , os nascidos noutras cidades. Não podiam possuir terras e participar na administração da cidade. Dedicavam-se ao comércio e artesanato, obrigados a pagar impostos e a cumprir o serviço militar; </li></ul><ul><li>Os escravos , prisioneiros de guerra, executavam a maioria dos trabalhos mais pesados na agricultura, nas minas, no artesanato e nos serviços domésticos. Não tinham liberdade nem direitos políticos. </li></ul>
  9. 9. <ul><li>A maioria dos atenienses vivia no campo dedicavam-se á agricultura, outros eram oleiros, ferreiros, sapateiros, mercadores, havia ainda aqueles que viviam dos rendimentos da terra; </li></ul><ul><li>A mulher vivia dependente do homem, até casar ficava sob o poder paterno e depois de casar esse passava para o seu marido. Dedicava-se principalmente às lides domésticas e á educação dos filhos. </li></ul>
  10. 10. <ul><li>No século VI a.C. é estabelecida uma nova forma de governo que foi chamada democracia; </li></ul><ul><li>Com este novo regime político todos os cidadãos eram tratados da mesma forma e podiam participar na governação, escolhendo ou sendo escolhidos para ocuparem os vários lugares da administração da cidade. Os principais órgãos da democracia ateniense eram: </li></ul>
  11. 11. <ul><li>A Eclésia ou Assembleia Popular - formada por todos os cidadãos, decidia a paz e a guerra, aprovava as leis e designava os representantes noutros órgãos; </li></ul><ul><li>A Bulé ou Conselho dos Quinhentos - a sua função era preparar as leis que eram votadas pela Assembleia; </li></ul><ul><li>O poder executivo - da responsabilidade dos Magistrados: </li></ul><ul><ul><li>os arcontes tinham funções religiosas e judiciais </li></ul></ul><ul><ul><li>os estrategos comandavam o exército e a marinha e controlavam as finanças. </li></ul></ul><ul><li>O poder judicial - exercido por dois tribunais: </li></ul><ul><ul><li>Helileia (tribunal popular, que julgava crimes mais simples); </li></ul></ul><ul><ul><li>Areópago (tribunal que julgava crimes mais graves, formado por arcontes) </li></ul></ul>
  12. 12. <ul><li>No século V a.C., apenas 10% da população tinha participação nos governos. Às mulheres, aos metecos e aos escravos não era reconhecido esse direito; </li></ul><ul><li>A liberdade de expressão era condicionada, vigorava a pena de morte e pena de expulsão da cidade por 10 anos, aplicada a cidadãos que ameaçassem a democracia (ostracismo). </li></ul>
  13. 13. <ul><li>Povo politeísta, adoravam vários deuses; </li></ul><ul><li>Prestavam culto aos heróis que eram considerados como semi-deuses; </li></ul><ul><li>Crentes da mitologia, criavam histórias dos deuses e dos heróis; </li></ul><ul><li>Realizavam cerimónias religiosas (cultos), para obter protecção e favores dos deuses, nos templos e nos altares, através de oferendas, sacrifícios de animais, orações e procissões; </li></ul><ul><li>Existiam Santuários onde eram adorados determinados deuses que atraiam peregrinos de toda a Grécia: </li></ul><ul><ul><li>Santuários de Delfos, em honra de Apolo </li></ul></ul><ul><ul><li>Olímpia, dedicada a Zeus </li></ul></ul>
  14. 14. <ul><li>A educação procurava desenvolver de forma harmoniosa o corpo e mente; </li></ul><ul><li>As meninas eram educadas por a mãe em casa, para virem a ser boas donas de casa e futuras mães; </li></ul><ul><li>Os meninos, a partir dos 7 anos eram acompanhados por um escravo, o pedagogo (professor), começavam a ir á escola e a praticar ginástica; </li></ul><ul><li>A partir dos 15 anos, aprofundavam conhecimentos sobre gramática, retórica e música; </li></ul><ul><li>Aos 18 anos tinham preparação militar durante dois anos e após esta fase eram considerados cidadãos. </li></ul><ul><li>  </li></ul>
  15. 15. <ul><li>Preocupados com a procura do saber: como se formou o mundo? o que é a verdade? o que é o bem?… </li></ul><ul><li>Eram conhecidos como filósofos, os que se dedicavam a encontrar soluções para estas e outras questões; </li></ul><ul><li>Destacaram-se grandes nomes de homens da ciência: Pitágoras na matemática, Hipócrates na medicina, Heródoto considerado o pai da história, Sócrates filósofo e autor da frase “Só sei que nada sei”, Platão o discípulo de Sócrates e Aristóteles que influenciou o pensamento filosófico até aos nossos dias. </li></ul><ul><li>  </li></ul>
  16. 16. <ul><li>O teatro </li></ul><ul><ul><li>Ligado às festas religiosas em honra do Deus Dioniso (deus do vinho); </li></ul></ul><ul><ul><li>Géneros teatrais mais divulgados: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>tragédia (baseada nas relações entre homens e deuses conflitos e paixões) ; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>comédia (baseada em criticas à sociedade e costumes da época, ridicularizando-se pessoas e situações); </li></ul></ul></ul><ul><li>As mulheres podiam assistir mas não podiam representar; </li></ul><ul><li>As personagens femininas eram representadas por actores que recorriam ao uso de máscaras. </li></ul>
  17. 17. <ul><li>As representações eram feitas ao ar livre em anfiteatros construídos na encosta de um monte de maneira a aproveitar o declive; </li></ul><ul><li>Personagens femininas eram representadas por actores que recorriam ao uso de máscaras; </li></ul><ul><li>As mulheres podiam assistir mas não podiam representar. </li></ul>
  18. 18. <ul><li>Os jogos </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><ul><li>Tinham carácter sagrado, os gregos paravam tudo até a própria guerra para participarem neles; </li></ul></ul><ul><ul><li>Os atletas eram homens livres representando as suas cidades; </li></ul></ul><ul><ul><li>Os vencedores eram considerados heróis, os atletas competiam pela honra de vencer (prémio simbólico); </li></ul></ul><ul><ul><li>Os jogos mais antigos eram os jogos olímpicos (776 a.C.). </li></ul></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Ritual de sacrifício de um porco, na abertura dos Jogos Olímpicos </li></ul>
  19. 19. <ul><li>Arte e arquitectura </li></ul><ul><ul><li>Considerada pelos gregos como a mais nobre das artes; </li></ul></ul><ul><ul><li>foram construídos esplendorosos templos, estádios e teatros; </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Os templos: </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>construídos no local mais alto e visível (a acrópole); </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>possuindo uma planta rectangular, compostos por colunas no seu interior e exterior; </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>continham no interior a estátua do deus e as oferendas; </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>a maioria apresentava características semelhantes podendo distinguir-se três estilos principais: estilo dórico, jónico e coríntio. </li></ul></ul></ul></ul><ul><li>  </li></ul>
  20. 20. <ul><li>Construídos no local mais alto e visível </li></ul>
  21. 21. <ul><li>Este templo é muito conhecido pela originalidade e beleza das suas colunas </li></ul>
  22. 22. <ul><li>A escultura e cerâmica </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><ul><li>A escultura tinha como tema principal a figura humana habitualmente representado no auge da sua perfeição física (idade jovem); </li></ul></ul><ul><ul><li>No século V a.C. a escultura atinge um dos pontos mais altos devido ao trabalho de escultores como Policleto, Míron e Fídias; </li></ul></ul><ul><ul><li>A pintura grega é conhecida através de belos desenhos que ornamentam peças de cerâmica, muito importantes para aprender modos de vida e costumes dos gregos desta época. </li></ul></ul><ul><li>  </li></ul>
  23. 23. <ul><li>Representando homem no auge da perfeição física </li></ul>
  24. 24. <ul><li>Gomes, José; Lagartixa, Custódio; Pereira, Helena -Viver a História, 7º ano -1ª edição, Santillana Constancia 2006 </li></ul><ul><li>www.google.pt </li></ul><ul><li>www.wikipédia.pt </li></ul>
  25. 25. FIM

×