SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 11
Baixar para ler offline
Antropologia	
  como	
  ciência	
  da	
  
alteridade	
  
Roberto	
  Mosca	
  Jr.	
  
Sociologia	
  
•  Estudo	
   da	
   sociedade	
  
europeia.	
  
•  Descoberta	
   de	
   leis	
  
gerais	
  	
  
•  Análises	
   qualita;vas	
   e	
  
estudos	
  esta=s;cos.	
  
•  Modelo	
   teórico	
   único	
  
que	
   explicasse	
   os	
  
diversos	
   aspectos	
   da	
  
sociedade	
  capitalista	
  
Antropologia	
  	
  
•  Estudo	
   dos	
   povos	
  
colonizados	
   na	
   África,	
  
Ásia	
   e	
   América	
   e	
  
Oceania.	
  
•  Método	
   empiricista	
   e	
  
qualita;vo:	
   descoberta	
  
das	
  par;cularidades.	
  
•  I d e n ; fi c a r	
   o	
   n ã o	
  
europeu.	
  
	
  
Contexto	
  histórico	
  
•  Séc.	
   XIX:	
   destruição	
   do	
   mundo	
   feudal,	
   expansão	
   da	
  
indústria	
  e	
  consolidação	
  da	
  sociedade	
  capitalista	
  	
  
•  Necessidade	
   de	
   expansão:	
   exploração	
   das	
   nações	
  
africanas	
  e	
  asiá;cas.	
  
•  As	
   estruturas	
   sociais	
   e	
   produ;vas	
   não	
   atendiam	
   às	
  
necessidades	
   do	
   capitalismo	
   europeu:	
   politeísmo,	
  
poligamia,	
  castas	
  sem	
  mobilidade,	
  economia	
  agrária	
  e	
  
de	
  subsistência.	
  
•  “Missão	
   civilizadora”:	
   a	
   conquista,	
   dominação	
   e	
  
transformação	
  da	
  África	
  e	
  da	
  Ásia	
  exigiam	
  jus;fica;vas	
  
que	
  ultrapassassem	
  os	
  interesses	
  econômicos.	
  
O	
  evolucionismo	
  
•  Séc.	
  XIX:	
  Europa	
  -­‐	
  modelo	
  
econômico	
   e	
   polí;co	
  
ú n i c o ,	
   q u e	
   j u l g a v a	
  
universal.	
  
•  Base	
   teórica	
   para	
   os	
  
interesses	
  econômicos	
  e	
  a	
  
expansão	
  do	
  capitalismo.	
  
•  D e s e n v o l v i m e n t o	
  
uniforme	
   numa	
   escala	
  
evolu;va,	
   indo	
   da	
   mais	
  
atrasada	
   para	
   as	
   mais	
  
complexas.	
  
Darwinismo	
  social	
  
•  Tese	
  do	
  cien;sta	
  natural	
  inglês	
  Charles	
  Darwin:	
  a	
  
seleção	
   natural	
   pressiona	
   as	
   espécies	
   para	
   se	
  
adaptarem	
   ao	
   ambiente;	
   sobrevivem	
   os	
   mais	
  
aptos	
  e	
  evoluídos.	
  
•  As	
   sociedades	
   se	
   desenvolvem	
   de	
   forma	
  
uniforme	
   numa	
   escala	
   evolu;va,	
   indo	
   das	
   mais	
  
atrasadas	
  para	
  as	
  mais	
  complexas.	
  
•  Esse	
  ;po	
  de	
  mudança	
  garan;ria	
  a	
  sobrevivência	
  
dos	
  organismos	
  -­‐	
  sociedades	
  e	
  indivíduos	
  -­‐,	
  mais	
  
fortes	
  e	
  mais	
  evoluídos.	
  
 Edward	
  Tylor	
  (1832-­‐1917)	
  
•  Etnólogo	
   e	
   evolucionista	
   inglês,	
   defendeu	
   a	
  
existência	
  de	
  uma	
  natureza	
  humana	
  universal	
  	
  
•  A	
   cultura	
   é	
   um	
   conjunto	
   de	
   traços	
  
comportamentais	
  e	
  psicológicos	
  adquiridos	
  e	
  não	
  
herdados	
  biologicamente.	
  
•  Cultura:	
   um	
   conjunto	
   “complexo	
   de	
  
conhecimentos,	
   crenças,	
   arte,	
   moral,	
   leis,	
  
costumes	
   ou	
   qualquer	
   outra	
   capacidade	
   ou	
  
hábitos	
   adquiridos	
   pelo	
   homem	
   como	
   membro	
  
de	
  uma	
  sociedade”	
  (Cultura	
  Primi1va,	
  1871)	
  	
  
 Franz	
  Boas	
  (1858-­‐1942)	
  
•  Antropólogo	
   norte-­‐americano,	
   cri;cou	
   o	
  
evolucionismo.	
  
•  Não	
   estava	
   interessado	
   nas	
   leis,	
   mas	
   nos	
  
processos	
   e	
   na	
   história	
   do	
   desenvolvimento	
  
de	
  costumes	
  e	
  crenças.	
  
•  Pretendia	
  estudar	
  cada	
  cultura	
  em	
  par:cular.	
  	
  
•  “Par;cularismo	
  histórico”:	
  cada	
  cultura	
  segue	
  
os	
   seus	
   próprios	
   caminhos	
   em	
   função	
   dos	
  
diferentes	
  eventos	
  históricos	
  que	
  enfrentou.	
  	
  
Bronislaw	
  Malinowski	
  (1884-­‐1942)	
  
•  As	
   sociedades	
   não	
   devem	
   ser	
  
comparadas,	
   mas	
   estudadas	
  
em	
  si	
  mesmas.	
  
•  Um	
  traço	
  cultural	
  só	
  pode	
  ser	
  
entendido	
   no	
   contexto	
   da	
  
cultural	
  à	
  qual	
  pertence	
  e	
  não	
  
em	
  relação	
  a	
  outra	
  qualquer.	
  
•  Observar	
  cada	
  detalhe	
  da	
  vida	
  
social	
   -­‐	
   mesmo	
   os	
   sem	
  
importância	
   e	
   incoerentes,	
  
tentando	
   descobrir	
   seu	
  
significados	
  e	
  inter-­‐relações.	
  
Observação	
  par;cipante	
  
•  Método	
   de	
   pesquisa	
   caracterizado	
   pelo	
   longo	
  
processo	
   de	
   inves;gação	
   e	
   convivência	
   do	
  
antropólogo	
  com	
  o	
  grupo	
  estudado.	
  
•  Subs;tui	
   as	
   informações	
   superficiais	
   e	
  
ques;onários	
   inadequados	
   pelo	
   estudo	
  
sistemá;co	
  das	
  sociedades.	
  
•  O	
   inves;gador	
   “mergulha”	
   na	
   vida	
   na;va,	
  
penetra	
  na	
  cultura,	
  desvenda	
  significados,	
  guiado	
  
por	
  suas	
  informações	
  e	
  não	
  por	
  teorias	
  externas	
  
à	
  realidade	
  estudada.	
  
Etnocentrismo	
  X	
  Rela;vismo	
  Cultural	
  
•  Etnocentrismo:	
  a;tude	
  na	
  qual	
  a	
  visão	
  ou	
  avaliação	
  de	
  
um	
   grupo	
   social	
   está	
   baseada	
   nos	
   seus	
   próprios	
  
valores,	
   no	
   seu	
   grupo	
   de	
   referência.	
   Daí	
   resulta	
  
incompreensão	
  e	
  intolerância	
  em	
  relação	
  aos	
  aspectos	
  
das	
  outras	
  culturas,	
  incluindo	
  etnia,	
  gênero,	
  religião	
  e	
  
outras	
  variáveis.	
  	
  
•  Rela:vismo	
  Cultural:	
  só	
  podemos	
  estudar	
  uma	
  cultura	
  
pelos	
  seus	
  próprios	
  princípios.	
  A	
  compreensão	
  de	
  um	
  
fato	
   deve	
   implicar	
   a	
   sua	
   contextualização	
   numa	
  
determinada	
  cultura,	
  ou	
  seja,	
  uma	
  sociedade	
  deve	
  ser	
  
compreendida	
  em	
  relação	
  a	
  seus	
  próprios	
  costumes	
  e	
  
traços	
  culturais.	
  	
  

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sociologia ii aula 1 - Cultura e Sociedade
Sociologia ii   aula 1 - Cultura e SociedadeSociologia ii   aula 1 - Cultura e Sociedade
Sociologia ii aula 1 - Cultura e SociedadeCarmem Rocha
 
Cap 4 antropologia cultural
Cap 4 antropologia culturalCap 4 antropologia cultural
Cap 4 antropologia culturalJoao Balbi
 
Slide sociologia 1
Slide sociologia 1Slide sociologia 1
Slide sociologia 1Over Lane
 
Sociologia Capítulo 18 - Cultura e Ideologia
Sociologia Capítulo 18 - Cultura e IdeologiaSociologia Capítulo 18 - Cultura e Ideologia
Sociologia Capítulo 18 - Cultura e IdeologiaMiro Santos
 
Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre Ética e Moral
Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre Ética e MoralSlides da aula de Filosofia (João Luís) sobre Ética e Moral
Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre Ética e MoralTurma Olímpica
 
Industria cultural
Industria culturalIndustria cultural
Industria culturalpacobr
 
A sociologia de Max Weber
A  sociologia de Max WeberA  sociologia de Max Weber
A sociologia de Max WeberAlison Nunes
 
SOCIOLOGIA TIPOS DE SOCIEDADE
SOCIOLOGIA TIPOS DE SOCIEDADESOCIOLOGIA TIPOS DE SOCIEDADE
SOCIOLOGIA TIPOS DE SOCIEDADEJonathan Coelho
 
Sociologia - Relações Sociais
Sociologia - Relações SociaisSociologia - Relações Sociais
Sociologia - Relações SociaisPaulo Alexandre
 
Etnografia e Observação
Etnografia e ObservaçãoEtnografia e Observação
Etnografia e ObservaçãoGe Homrich
 
Sociologia, Cultura e Sociedade
Sociologia, Cultura e SociedadeSociologia, Cultura e Sociedade
Sociologia, Cultura e SociedadeMoacyr Anício
 

Mais procurados (20)

Sociologia ii aula 1 - Cultura e Sociedade
Sociologia ii   aula 1 - Cultura e SociedadeSociologia ii   aula 1 - Cultura e Sociedade
Sociologia ii aula 1 - Cultura e Sociedade
 
Aula 1 o que é antropologia
Aula 1   o que é antropologiaAula 1   o que é antropologia
Aula 1 o que é antropologia
 
Émile durkheim
Émile durkheimÉmile durkheim
Émile durkheim
 
Filosofia Política
Filosofia PolíticaFilosofia Política
Filosofia Política
 
Cap 4 antropologia cultural
Cap 4 antropologia culturalCap 4 antropologia cultural
Cap 4 antropologia cultural
 
Slide sociologia 1
Slide sociologia 1Slide sociologia 1
Slide sociologia 1
 
Sociologia Capítulo 18 - Cultura e Ideologia
Sociologia Capítulo 18 - Cultura e IdeologiaSociologia Capítulo 18 - Cultura e Ideologia
Sociologia Capítulo 18 - Cultura e Ideologia
 
Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre Ética e Moral
Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre Ética e MoralSlides da aula de Filosofia (João Luís) sobre Ética e Moral
Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre Ética e Moral
 
Industria cultural
Industria culturalIndustria cultural
Industria cultural
 
O que é cultura?
O que é cultura?O que é cultura?
O que é cultura?
 
A sociologia de Max Weber
A  sociologia de Max WeberA  sociologia de Max Weber
A sociologia de Max Weber
 
SOCIOLOGIA TIPOS DE SOCIEDADE
SOCIOLOGIA TIPOS DE SOCIEDADESOCIOLOGIA TIPOS DE SOCIEDADE
SOCIOLOGIA TIPOS DE SOCIEDADE
 
Sociologia - Aula Introdutória
Sociologia - Aula IntrodutóriaSociologia - Aula Introdutória
Sociologia - Aula Introdutória
 
Weber 2 acao social refr
Weber 2 acao social refrWeber 2 acao social refr
Weber 2 acao social refr
 
Sociologia - Relações Sociais
Sociologia - Relações SociaisSociologia - Relações Sociais
Sociologia - Relações Sociais
 
Etnografia e Observação
Etnografia e ObservaçãoEtnografia e Observação
Etnografia e Observação
 
Política antiga e medieval aula - 3º ano
Política antiga e medieval   aula  - 3º anoPolítica antiga e medieval   aula  - 3º ano
Política antiga e medieval aula - 3º ano
 
Indústria Cultural
Indústria CulturalIndústria Cultural
Indústria Cultural
 
Sociologia, Cultura e Sociedade
Sociologia, Cultura e SociedadeSociologia, Cultura e Sociedade
Sociologia, Cultura e Sociedade
 
Teoria Crítica
Teoria CríticaTeoria Crítica
Teoria Crítica
 

Semelhante a Antropologia como estudo da alteridade

Slides - Aula 01 - O surgimento da Antropologia e as suas escolas.pdf
Slides - Aula 01 - O surgimento da Antropologia e as suas escolas.pdfSlides - Aula 01 - O surgimento da Antropologia e as suas escolas.pdf
Slides - Aula 01 - O surgimento da Antropologia e as suas escolas.pdfNatan Baptista
 
Cultura diferentes significados (2).pptx
Cultura diferentes significados (2).pptxCultura diferentes significados (2).pptx
Cultura diferentes significados (2).pptxBrunaMartins393336
 
O que é e como surgiu a sociologia?
O que é e como surgiu a sociologia?O que é e como surgiu a sociologia?
O que é e como surgiu a sociologia?Roberto Izoton
 
Aula de revisao_-_antropologia_juridica
Aula de revisao_-_antropologia_juridicaAula de revisao_-_antropologia_juridica
Aula de revisao_-_antropologia_juridicaElenir Flores
 
tcestudosculturais-150401100449-conversion-gate01.pptx
tcestudosculturais-150401100449-conversion-gate01.pptxtcestudosculturais-150401100449-conversion-gate01.pptx
tcestudosculturais-150401100449-conversion-gate01.pptxJooVictorBarroso2
 
CONCEITO_ANTROPOLOGICO_DE_CULTURA.ppt
CONCEITO_ANTROPOLOGICO_DE_CULTURA.pptCONCEITO_ANTROPOLOGICO_DE_CULTURA.ppt
CONCEITO_ANTROPOLOGICO_DE_CULTURA.pptRubensMartins36
 
Cap 6 cultura e transformação
Cap 6 cultura e transformaçãoCap 6 cultura e transformação
Cap 6 cultura e transformaçãoJoao Balbi
 
Cap 6 cultura e transformação
Cap 6 cultura e transformaçãoCap 6 cultura e transformação
Cap 6 cultura e transformaçãoJoao Balbi
 
Relativismo cultural x direitos humanos
Relativismo cultural x direitos humanosRelativismo cultural x direitos humanos
Relativismo cultural x direitos humanosCarmem Rocha
 
Atividade 1 – relações sociais e identidade
Atividade 1 – relações sociais e identidadeAtividade 1 – relações sociais e identidade
Atividade 1 – relações sociais e identidadesociologianocivitatis
 
A ideia de cultura, de Terry Eagleton.pptx
A ideia de cultura, de Terry Eagleton.pptxA ideia de cultura, de Terry Eagleton.pptx
A ideia de cultura, de Terry Eagleton.pptxMarília Vieira
 

Semelhante a Antropologia como estudo da alteridade (20)

Antropologia.
Antropologia.Antropologia.
Antropologia.
 
ANTROPOLOGIA: CIÊNCIA DA ALTERIDADE.
ANTROPOLOGIA: CIÊNCIA DA ALTERIDADE.ANTROPOLOGIA: CIÊNCIA DA ALTERIDADE.
ANTROPOLOGIA: CIÊNCIA DA ALTERIDADE.
 
Slides - Aula 01 - O surgimento da Antropologia e as suas escolas.pdf
Slides - Aula 01 - O surgimento da Antropologia e as suas escolas.pdfSlides - Aula 01 - O surgimento da Antropologia e as suas escolas.pdf
Slides - Aula 01 - O surgimento da Antropologia e as suas escolas.pdf
 
CCM. CULTURA E IDENTIDADE
CCM. CULTURA E IDENTIDADECCM. CULTURA E IDENTIDADE
CCM. CULTURA E IDENTIDADE
 
Cultura diferentes significados (2).pptx
Cultura diferentes significados (2).pptxCultura diferentes significados (2).pptx
Cultura diferentes significados (2).pptx
 
CCM etnocentrismo shideshare
CCM etnocentrismo shideshareCCM etnocentrismo shideshare
CCM etnocentrismo shideshare
 
O que é e como surgiu a sociologia?
O que é e como surgiu a sociologia?O que é e como surgiu a sociologia?
O que é e como surgiu a sociologia?
 
Aula de revisao_-_antropologia_juridica
Aula de revisao_-_antropologia_juridicaAula de revisao_-_antropologia_juridica
Aula de revisao_-_antropologia_juridica
 
Questões de antropologia_01
Questões de antropologia_01Questões de antropologia_01
Questões de antropologia_01
 
tcestudosculturais-150401100449-conversion-gate01.pptx
tcestudosculturais-150401100449-conversion-gate01.pptxtcestudosculturais-150401100449-conversion-gate01.pptx
tcestudosculturais-150401100449-conversion-gate01.pptx
 
CONCEITO_ANTROPOLOGICO_DE_CULTURA.ppt
CONCEITO_ANTROPOLOGICO_DE_CULTURA.pptCONCEITO_ANTROPOLOGICO_DE_CULTURA.ppt
CONCEITO_ANTROPOLOGICO_DE_CULTURA.ppt
 
Cap 6 cultura e transformação
Cap 6 cultura e transformaçãoCap 6 cultura e transformação
Cap 6 cultura e transformação
 
Cap 6 cultura e transformação
Cap 6 cultura e transformaçãoCap 6 cultura e transformação
Cap 6 cultura e transformação
 
TC - Estudos Culturais
TC - Estudos CulturaisTC - Estudos Culturais
TC - Estudos Culturais
 
Relativismo cultural x direitos humanos
Relativismo cultural x direitos humanosRelativismo cultural x direitos humanos
Relativismo cultural x direitos humanos
 
Cap. 8 antrop
Cap. 8 antropCap. 8 antrop
Cap. 8 antrop
 
Atividade 1 – relações sociais e identidade
Atividade 1 – relações sociais e identidadeAtividade 1 – relações sociais e identidade
Atividade 1 – relações sociais e identidade
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Antropologia e cultura tylor boas e malinowski 2020
Antropologia e cultura tylor boas e malinowski 2020Antropologia e cultura tylor boas e malinowski 2020
Antropologia e cultura tylor boas e malinowski 2020
 
A ideia de cultura, de Terry Eagleton.pptx
A ideia de cultura, de Terry Eagleton.pptxA ideia de cultura, de Terry Eagleton.pptx
A ideia de cultura, de Terry Eagleton.pptx
 

Mais de roberto mosca junior

Trabalho e sociedade fordismo e toyotismo
Trabalho e sociedade   fordismo e toyotismoTrabalho e sociedade   fordismo e toyotismo
Trabalho e sociedade fordismo e toyotismoroberto mosca junior
 
Cultura, ideologia e indústria cultural
Cultura, ideologia e indústria culturalCultura, ideologia e indústria cultural
Cultura, ideologia e indústria culturalroberto mosca junior
 
Questões de Antropologia (livro)
Questões de Antropologia (livro)Questões de Antropologia (livro)
Questões de Antropologia (livro)roberto mosca junior
 
Aula de revisão de conteúdo – 8º ano
Aula de revisão de conteúdo – 8º anoAula de revisão de conteúdo – 8º ano
Aula de revisão de conteúdo – 8º anoroberto mosca junior
 
Aula de revisão de conteúdo – 7º ano
Aula de revisão de conteúdo – 7º anoAula de revisão de conteúdo – 7º ano
Aula de revisão de conteúdo – 7º anoroberto mosca junior
 
Racismo e miscigenação, democracia racial.
Racismo e miscigenação, democracia racial.Racismo e miscigenação, democracia racial.
Racismo e miscigenação, democracia racial.roberto mosca junior
 
Aula preconceito e discriminação
Aula preconceito e discriminaçãoAula preconceito e discriminação
Aula preconceito e discriminaçãoroberto mosca junior
 
Mosca viu correção de atividade - texto de apoio movimentos sociais
Mosca viu correção de atividade - texto de apoio movimentos sociaisMosca viu correção de atividade - texto de apoio movimentos sociais
Mosca viu correção de atividade - texto de apoio movimentos sociaisroberto mosca junior
 
Constituição da república federativa do brasil
Constituição da república federativa do brasilConstituição da república federativa do brasil
Constituição da república federativa do brasilroberto mosca junior
 
texto de apoio movimentos sociais e correção do ED
texto de apoio movimentos sociais e correção do EDtexto de apoio movimentos sociais e correção do ED
texto de apoio movimentos sociais e correção do EDroberto mosca junior
 

Mais de roberto mosca junior (20)

Trabalho e sociedade fordismo e toyotismo
Trabalho e sociedade   fordismo e toyotismoTrabalho e sociedade   fordismo e toyotismo
Trabalho e sociedade fordismo e toyotismo
 
Trabalho e sociedade
Trabalho e sociedadeTrabalho e sociedade
Trabalho e sociedade
 
Cultura, ideologia e indústria cultural
Cultura, ideologia e indústria culturalCultura, ideologia e indústria cultural
Cultura, ideologia e indústria cultural
 
Questões de Antropologia (livro)
Questões de Antropologia (livro)Questões de Antropologia (livro)
Questões de Antropologia (livro)
 
Aula de revisão de conteúdo – 8º ano
Aula de revisão de conteúdo – 8º anoAula de revisão de conteúdo – 8º ano
Aula de revisão de conteúdo – 8º ano
 
Aula de revisão de conteúdo – 7º ano
Aula de revisão de conteúdo – 7º anoAula de revisão de conteúdo – 7º ano
Aula de revisão de conteúdo – 7º ano
 
RASCISMO CIENTIFICO
RASCISMO CIENTIFICORASCISMO CIENTIFICO
RASCISMO CIENTIFICO
 
Racismo e miscigenação, democracia racial.
Racismo e miscigenação, democracia racial.Racismo e miscigenação, democracia racial.
Racismo e miscigenação, democracia racial.
 
Aula preconceito e discriminação
Aula preconceito e discriminaçãoAula preconceito e discriminação
Aula preconceito e discriminação
 
Revisão 3º tri
Revisão 3º triRevisão 3º tri
Revisão 3º tri
 
Direitos humanos
Direitos humanosDireitos humanos
Direitos humanos
 
Discussão doc. "Atrásdaporta"
Discussão doc. "Atrásdaporta"Discussão doc. "Atrásdaporta"
Discussão doc. "Atrásdaporta"
 
Mosca viu correção de atividade - texto de apoio movimentos sociais
Mosca viu correção de atividade - texto de apoio movimentos sociaisMosca viu correção de atividade - texto de apoio movimentos sociais
Mosca viu correção de atividade - texto de apoio movimentos sociais
 
Constituição da república federativa do brasil
Constituição da república federativa do brasilConstituição da república federativa do brasil
Constituição da república federativa do brasil
 
texto de apoio movimentos sociais e correção do ED
texto de apoio movimentos sociais e correção do EDtexto de apoio movimentos sociais e correção do ED
texto de apoio movimentos sociais e correção do ED
 
Movimentos sociais
Movimentos sociaisMovimentos sociais
Movimentos sociais
 
Aula 25 09_14
Aula 25 09_14Aula 25 09_14
Aula 25 09_14
 
Cultura material imaterial
Cultura material imaterialCultura material imaterial
Cultura material imaterial
 
Aula juventude
Aula juventudeAula juventude
Aula juventude
 
Exercícios juv
Exercícios juvExercícios juv
Exercícios juv
 

Último

Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptxpamelacastro71
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?MrciaRocha48
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxAntonioVieira539017
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadoA população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadodanieligomes4
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadoA população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 

Antropologia como estudo da alteridade

  • 1. Antropologia  como  ciência  da   alteridade   Roberto  Mosca  Jr.  
  • 2. Sociologia   •  Estudo   da   sociedade   europeia.   •  Descoberta   de   leis   gerais     •  Análises   qualita;vas   e   estudos  esta=s;cos.   •  Modelo   teórico   único   que   explicasse   os   diversos   aspectos   da   sociedade  capitalista  
  • 3. Antropologia     •  Estudo   dos   povos   colonizados   na   África,   Ásia   e   América   e   Oceania.   •  Método   empiricista   e   qualita;vo:   descoberta   das  par;cularidades.   •  I d e n ; fi c a r   o   n ã o   europeu.    
  • 4. Contexto  histórico   •  Séc.   XIX:   destruição   do   mundo   feudal,   expansão   da   indústria  e  consolidação  da  sociedade  capitalista     •  Necessidade   de   expansão:   exploração   das   nações   africanas  e  asiá;cas.   •  As   estruturas   sociais   e   produ;vas   não   atendiam   às   necessidades   do   capitalismo   europeu:   politeísmo,   poligamia,  castas  sem  mobilidade,  economia  agrária  e   de  subsistência.   •  “Missão   civilizadora”:   a   conquista,   dominação   e   transformação  da  África  e  da  Ásia  exigiam  jus;fica;vas   que  ultrapassassem  os  interesses  econômicos.  
  • 5. O  evolucionismo   •  Séc.  XIX:  Europa  -­‐  modelo   econômico   e   polí;co   ú n i c o ,   q u e   j u l g a v a   universal.   •  Base   teórica   para   os   interesses  econômicos  e  a   expansão  do  capitalismo.   •  D e s e n v o l v i m e n t o   uniforme   numa   escala   evolu;va,   indo   da   mais   atrasada   para   as   mais   complexas.  
  • 6. Darwinismo  social   •  Tese  do  cien;sta  natural  inglês  Charles  Darwin:  a   seleção   natural   pressiona   as   espécies   para   se   adaptarem   ao   ambiente;   sobrevivem   os   mais   aptos  e  evoluídos.   •  As   sociedades   se   desenvolvem   de   forma   uniforme   numa   escala   evolu;va,   indo   das   mais   atrasadas  para  as  mais  complexas.   •  Esse  ;po  de  mudança  garan;ria  a  sobrevivência   dos  organismos  -­‐  sociedades  e  indivíduos  -­‐,  mais   fortes  e  mais  evoluídos.  
  • 7.  Edward  Tylor  (1832-­‐1917)   •  Etnólogo   e   evolucionista   inglês,   defendeu   a   existência  de  uma  natureza  humana  universal     •  A   cultura   é   um   conjunto   de   traços   comportamentais  e  psicológicos  adquiridos  e  não   herdados  biologicamente.   •  Cultura:   um   conjunto   “complexo   de   conhecimentos,   crenças,   arte,   moral,   leis,   costumes   ou   qualquer   outra   capacidade   ou   hábitos   adquiridos   pelo   homem   como   membro   de  uma  sociedade”  (Cultura  Primi1va,  1871)    
  • 8.  Franz  Boas  (1858-­‐1942)   •  Antropólogo   norte-­‐americano,   cri;cou   o   evolucionismo.   •  Não   estava   interessado   nas   leis,   mas   nos   processos   e   na   história   do   desenvolvimento   de  costumes  e  crenças.   •  Pretendia  estudar  cada  cultura  em  par:cular.     •  “Par;cularismo  histórico”:  cada  cultura  segue   os   seus   próprios   caminhos   em   função   dos   diferentes  eventos  históricos  que  enfrentou.    
  • 9. Bronislaw  Malinowski  (1884-­‐1942)   •  As   sociedades   não   devem   ser   comparadas,   mas   estudadas   em  si  mesmas.   •  Um  traço  cultural  só  pode  ser   entendido   no   contexto   da   cultural  à  qual  pertence  e  não   em  relação  a  outra  qualquer.   •  Observar  cada  detalhe  da  vida   social   -­‐   mesmo   os   sem   importância   e   incoerentes,   tentando   descobrir   seu   significados  e  inter-­‐relações.  
  • 10. Observação  par;cipante   •  Método   de   pesquisa   caracterizado   pelo   longo   processo   de   inves;gação   e   convivência   do   antropólogo  com  o  grupo  estudado.   •  Subs;tui   as   informações   superficiais   e   ques;onários   inadequados   pelo   estudo   sistemá;co  das  sociedades.   •  O   inves;gador   “mergulha”   na   vida   na;va,   penetra  na  cultura,  desvenda  significados,  guiado   por  suas  informações  e  não  por  teorias  externas   à  realidade  estudada.  
  • 11. Etnocentrismo  X  Rela;vismo  Cultural   •  Etnocentrismo:  a;tude  na  qual  a  visão  ou  avaliação  de   um   grupo   social   está   baseada   nos   seus   próprios   valores,   no   seu   grupo   de   referência.   Daí   resulta   incompreensão  e  intolerância  em  relação  aos  aspectos   das  outras  culturas,  incluindo  etnia,  gênero,  religião  e   outras  variáveis.     •  Rela:vismo  Cultural:  só  podemos  estudar  uma  cultura   pelos  seus  próprios  princípios.  A  compreensão  de  um   fato   deve   implicar   a   sua   contextualização   numa   determinada  cultura,  ou  seja,  uma  sociedade  deve  ser   compreendida  em  relação  a  seus  próprios  costumes  e   traços  culturais.