SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 4
Correção de atividade 
Texto de apoio: Movimentos 
Sociais: dos clássicos aos 
contemporâneos 
Ciências Sociais – 8º ano 
Valor = 1,0 ponto
1) Qual a relação entre os movimentos sociais e a prática 
da cidadania? 
 Os movimentos sociais procuram colocar em prática ou promover 
a cidadania, já que muitos dos nossos direitos são garantidos 
formalmente, mas não saem do papel. (direitos formal e direito 
real). 
2)Explique a diferença entre os movimentos sociais clássicos (ou 
tradicionais)e os novos movimentos sociais 
 Os movimentos sociais clássicos são aqueles que envolvem 
conflitos de base econômica. Normalmente, requerem direitos que 
não são cumpridos em virtude das desigualdades sociais geradas 
pelo capitalismo (Ex: MST, MTST, movimento operário). Os 
movimentos sociais contemporâneos referem-se às reivindicações 
coletivas das minorias (Ex: movimento negro, LGBT, ambientalista, 
feminista, anti-globalização, dentre outros).
3) Por que podemos dizer que os movimentos sociais 
surgem como reação a problemas do capitalismo? 
 Porque o capitalismo e as desigualdades sociais por ele geradas 
impediram – e impedem – que certos cidadãos tenham seus direitos 
respeitados, levando alguns grupos sociais, que se sintam 
prejudicados ou oprimidos de alguma forma, a se mobilizarem 
politicamente para reivindicá-los. 
4) Você considera a greve um importante instrumento 
de reivindicação do movimento operário? Por que ela 
não tem a mesma força de antes? 
 Sim. A greve é um importante mecanismo de cessação coletiva do 
trabalho para exigir melhorias para os trabalhadores. Atualmente, em 
virtude do desemprego e da flexibilização dos direito trabalhistas, os 
movimentos grevistas ficam enfraquecidos sem condições de fazer 
grandes reivindicações.
5) Além de serem movimentos sociais clássicos, 
apresente outra semelhança entre o MST e o MTST. 
 Ambos os movimentos reivindicam o direito a moradia. O 
MST reivindica reforma agrária (uma luta contra a 
concentração de terra/latifúndios e a favor da pequena 
propriedade rural), esta mudança tem impacto direto na 
economia e precisaria da intervenção do Estado, com 
desapropriação de terras devolutas e posterior indenização) 
e, comumente, atua nas zonas rurais. O MTST reivindica 
moradias e habitações para a população, especialmente 
nas áreas urbanas, também pressupõe intervenção do 
Estado através de políticas públicas na área de habitação 
popular .

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...Prof. Noe Assunção
 
Jogo de Tabuleiro Sociologia - Correntes Sociológicas
Jogo de Tabuleiro Sociologia - Correntes Sociológicas Jogo de Tabuleiro Sociologia - Correntes Sociológicas
Jogo de Tabuleiro Sociologia - Correntes Sociológicas Paula Meyer Piagentini
 
Cap. 5 - A urbanização brasileira
Cap. 5 - A urbanização brasileiraCap. 5 - A urbanização brasileira
Cap. 5 - A urbanização brasileiraprofacacio
 
Cruzadinha revolução industrial
Cruzadinha revolução industrialCruzadinha revolução industrial
Cruzadinha revolução industrialÓcio do Ofício
 
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CONCEITO DE TRABALHO - Prof. Noe Assunção
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CONCEITO DE TRABALHO -  Prof. Noe AssunçãoAVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CONCEITO DE TRABALHO -  Prof. Noe Assunção
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CONCEITO DE TRABALHO - Prof. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
Plano de curso sociologia 1 ano
Plano de curso  sociologia 1 anoPlano de curso  sociologia 1 ano
Plano de curso sociologia 1 anoJoão Marcelo
 
PLANO DE AULA História dos Meus Ancestrais.docx
PLANO DE AULA História dos Meus Ancestrais.docxPLANO DE AULA História dos Meus Ancestrais.docx
PLANO DE AULA História dos Meus Ancestrais.docxIvanaAlves18
 
ATIVIDADE - INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe Assunção
ATIVIDADE - INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe AssunçãoATIVIDADE - INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe Assunção
ATIVIDADE - INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
História e cultura afro brasileira e indígena
História e cultura afro brasileira e indígenaHistória e cultura afro brasileira e indígena
História e cultura afro brasileira e indígenaValeria Santos
 
Diversidade Cultural No Brasil
Diversidade Cultural No BrasilDiversidade Cultural No Brasil
Diversidade Cultural No BrasilJoemille Leal
 
Aula 3 A construção da identidade nacional - 1º ano de Sociologia - Prof. ...
Aula 3    A construção da identidade nacional - 1º ano de Sociologia - Prof. ...Aula 3    A construção da identidade nacional - 1º ano de Sociologia - Prof. ...
Aula 3 A construção da identidade nacional - 1º ano de Sociologia - Prof. ...Prof. Noe Assunção
 
Cultura negra / Afro-Brasileira
Cultura negra / Afro-BrasileiraCultura negra / Afro-Brasileira
Cultura negra / Afro-BrasileiraNiela Tuani
 
A FORMAÇÃO DO POVO BRASILEIRO
A FORMAÇÃO DO POVO BRASILEIROA FORMAÇÃO DO POVO BRASILEIRO
A FORMAÇÃO DO POVO BRASILEIRORonaldo Junio
 
Aula 1 Participação política e cidadania - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 1   Participação política e cidadania - 3º Sociologia - Prof. Noe AssunçãoAula 1   Participação política e cidadania - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 1 Participação política e cidadania - 3º Sociologia - Prof. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 

Mais procurados (20)

Culturas jovens
Culturas jovensCulturas jovens
Culturas jovens
 
Sociologia - Aula Introdutória
Sociologia - Aula IntrodutóriaSociologia - Aula Introdutória
Sociologia - Aula Introdutória
 
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...
 
Jogo de Tabuleiro Sociologia - Correntes Sociológicas
Jogo de Tabuleiro Sociologia - Correntes Sociológicas Jogo de Tabuleiro Sociologia - Correntes Sociológicas
Jogo de Tabuleiro Sociologia - Correntes Sociológicas
 
Cap. 5 - A urbanização brasileira
Cap. 5 - A urbanização brasileiraCap. 5 - A urbanização brasileira
Cap. 5 - A urbanização brasileira
 
Cruzadinha revolução industrial
Cruzadinha revolução industrialCruzadinha revolução industrial
Cruzadinha revolução industrial
 
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CONCEITO DE TRABALHO - Prof. Noe Assunção
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CONCEITO DE TRABALHO -  Prof. Noe AssunçãoAVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CONCEITO DE TRABALHO -  Prof. Noe Assunção
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CONCEITO DE TRABALHO - Prof. Noe Assunção
 
Plano de curso sociologia 1 ano
Plano de curso  sociologia 1 anoPlano de curso  sociologia 1 ano
Plano de curso sociologia 1 ano
 
PLANO DE AULA História dos Meus Ancestrais.docx
PLANO DE AULA História dos Meus Ancestrais.docxPLANO DE AULA História dos Meus Ancestrais.docx
PLANO DE AULA História dos Meus Ancestrais.docx
 
ATIVIDADE - INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe Assunção
ATIVIDADE - INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe AssunçãoATIVIDADE - INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe Assunção
ATIVIDADE - INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe Assunção
 
História e cultura afro brasileira e indígena
História e cultura afro brasileira e indígenaHistória e cultura afro brasileira e indígena
História e cultura afro brasileira e indígena
 
Atividades comte, marx, weber, durkheim
Atividades comte, marx, weber, durkheimAtividades comte, marx, weber, durkheim
Atividades comte, marx, weber, durkheim
 
Diversidade Cultural No Brasil
Diversidade Cultural No BrasilDiversidade Cultural No Brasil
Diversidade Cultural No Brasil
 
Lista de exercícios (Sociologia)
Lista de exercícios (Sociologia)Lista de exercícios (Sociologia)
Lista de exercícios (Sociologia)
 
Aula 3 A construção da identidade nacional - 1º ano de Sociologia - Prof. ...
Aula 3    A construção da identidade nacional - 1º ano de Sociologia - Prof. ...Aula 3    A construção da identidade nacional - 1º ano de Sociologia - Prof. ...
Aula 3 A construção da identidade nacional - 1º ano de Sociologia - Prof. ...
 
Cultura negra / Afro-Brasileira
Cultura negra / Afro-BrasileiraCultura negra / Afro-Brasileira
Cultura negra / Afro-Brasileira
 
2º Ano - Sociologia: Movimentos Sociais
2º Ano - Sociologia: Movimentos Sociais2º Ano - Sociologia: Movimentos Sociais
2º Ano - Sociologia: Movimentos Sociais
 
A FORMAÇÃO DO POVO BRASILEIRO
A FORMAÇÃO DO POVO BRASILEIROA FORMAÇÃO DO POVO BRASILEIRO
A FORMAÇÃO DO POVO BRASILEIRO
 
Aula 1 Participação política e cidadania - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 1   Participação política e cidadania - 3º Sociologia - Prof. Noe AssunçãoAula 1   Participação política e cidadania - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 1 Participação política e cidadania - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
 
Avaliação Diagnóstica de História
Avaliação Diagnóstica de HistóriaAvaliação Diagnóstica de História
Avaliação Diagnóstica de História
 

Destaque

Maria da-glória-gohn-teoria-dos-movimentos-sociais-paradigmas-clássicos-e-con...
Maria da-glória-gohn-teoria-dos-movimentos-sociais-paradigmas-clássicos-e-con...Maria da-glória-gohn-teoria-dos-movimentos-sociais-paradigmas-clássicos-e-con...
Maria da-glória-gohn-teoria-dos-movimentos-sociais-paradigmas-clássicos-e-con...Rosane Domingues
 
Luta pela terra, judiciário e violência
Luta pela terra, judiciário e violênciaLuta pela terra, judiciário e violência
Luta pela terra, judiciário e violênciapastoraldaterra.ro
 
Nova teoria-dos-movimentos-sociais---maria-da-gloria-gohn
Nova teoria-dos-movimentos-sociais---maria-da-gloria-gohnNova teoria-dos-movimentos-sociais---maria-da-gloria-gohn
Nova teoria-dos-movimentos-sociais---maria-da-gloria-gohnRosane Domingues
 
As questões do debate sobre a reforma agrária no brasil
As questões do debate sobre a reforma agrária no brasilAs questões do debate sobre a reforma agrária no brasil
As questões do debate sobre a reforma agrária no brasilGabriella Vieira
 
OS MOVIMENTOS SOCIAIS NO BRASIL EM 2013
OS MOVIMENTOS SOCIAIS NO BRASIL EM 2013OS MOVIMENTOS SOCIAIS NO BRASIL EM 2013
OS MOVIMENTOS SOCIAIS NO BRASIL EM 2013Paes Viana
 
Aula preconceito e discriminação
Aula preconceito e discriminaçãoAula preconceito e discriminação
Aula preconceito e discriminaçãoroberto mosca junior
 
Os Movimentos Sociais no Brasil
Os Movimentos Sociais no BrasilOs Movimentos Sociais no Brasil
Os Movimentos Sociais no BrasilEstude Mais
 
Sociologia Capítulo 17-os movimentos sociais no Brasil
Sociologia Capítulo 17-os movimentos sociais no BrasilSociologia Capítulo 17-os movimentos sociais no Brasil
Sociologia Capítulo 17-os movimentos sociais no BrasilMiro Santos
 
Sociologia - Os Movimentos Sociais
Sociologia  - Os Movimentos SociaisSociologia  - Os Movimentos Sociais
Sociologia - Os Movimentos SociaisDymerson Medson
 
Movimentos Sociais
Movimentos SociaisMovimentos Sociais
Movimentos Sociaismarifonseca
 
Projeto "Bullying: Somos todos iguais nas próprias diferenças"
Projeto "Bullying: Somos todos iguais nas próprias diferenças"Projeto "Bullying: Somos todos iguais nas próprias diferenças"
Projeto "Bullying: Somos todos iguais nas próprias diferenças"Viviane De Carvalho Teixeira
 

Destaque (13)

Maria da-glória-gohn-teoria-dos-movimentos-sociais-paradigmas-clássicos-e-con...
Maria da-glória-gohn-teoria-dos-movimentos-sociais-paradigmas-clássicos-e-con...Maria da-glória-gohn-teoria-dos-movimentos-sociais-paradigmas-clássicos-e-con...
Maria da-glória-gohn-teoria-dos-movimentos-sociais-paradigmas-clássicos-e-con...
 
Luta pela terra, judiciário e violência
Luta pela terra, judiciário e violênciaLuta pela terra, judiciário e violência
Luta pela terra, judiciário e violência
 
Nova teoria-dos-movimentos-sociais---maria-da-gloria-gohn
Nova teoria-dos-movimentos-sociais---maria-da-gloria-gohnNova teoria-dos-movimentos-sociais---maria-da-gloria-gohn
Nova teoria-dos-movimentos-sociais---maria-da-gloria-gohn
 
A questão agraria brasileira
A questão agraria brasileiraA questão agraria brasileira
A questão agraria brasileira
 
As questões do debate sobre a reforma agrária no brasil
As questões do debate sobre a reforma agrária no brasilAs questões do debate sobre a reforma agrária no brasil
As questões do debate sobre a reforma agrária no brasil
 
OS MOVIMENTOS SOCIAIS NO BRASIL EM 2013
OS MOVIMENTOS SOCIAIS NO BRASIL EM 2013OS MOVIMENTOS SOCIAIS NO BRASIL EM 2013
OS MOVIMENTOS SOCIAIS NO BRASIL EM 2013
 
Aula preconceito e discriminação
Aula preconceito e discriminaçãoAula preconceito e discriminação
Aula preconceito e discriminação
 
Os Movimentos Sociais no Brasil
Os Movimentos Sociais no BrasilOs Movimentos Sociais no Brasil
Os Movimentos Sociais no Brasil
 
Sociologia Capítulo 17-os movimentos sociais no Brasil
Sociologia Capítulo 17-os movimentos sociais no BrasilSociologia Capítulo 17-os movimentos sociais no Brasil
Sociologia Capítulo 17-os movimentos sociais no Brasil
 
Sociologia - Os Movimentos Sociais
Sociologia  - Os Movimentos SociaisSociologia  - Os Movimentos Sociais
Sociologia - Os Movimentos Sociais
 
Movimentos Sociais
Movimentos SociaisMovimentos Sociais
Movimentos Sociais
 
Movimentos sociais
Movimentos sociaisMovimentos sociais
Movimentos sociais
 
Projeto "Bullying: Somos todos iguais nas próprias diferenças"
Projeto "Bullying: Somos todos iguais nas próprias diferenças"Projeto "Bullying: Somos todos iguais nas próprias diferenças"
Projeto "Bullying: Somos todos iguais nas próprias diferenças"
 

Semelhante a texto de apoio movimentos sociais e correção do ED

MOVIMENTOS SOCIAIS (2).pdf
MOVIMENTOS SOCIAIS (2).pdfMOVIMENTOS SOCIAIS (2).pdf
MOVIMENTOS SOCIAIS (2).pdfDaiani Wagner
 
MOVIMENTOS SOCIAIS (2).pdf
MOVIMENTOS SOCIAIS (2).pdfMOVIMENTOS SOCIAIS (2).pdf
MOVIMENTOS SOCIAIS (2).pdfDaiani Wagner
 
Sociologia aula16 os novos_movimentos_sociais
Sociologia aula16 os novos_movimentos_sociaisSociologia aula16 os novos_movimentos_sociais
Sociologia aula16 os novos_movimentos_sociaisEdenilson Morais
 
Movimentos sociais
Movimentos sociaisMovimentos sociais
Movimentos sociaisLucio Braga
 
As ciências sociais em duas tentativas de análise dos movimentos sociais no B...
As ciências sociais em duas tentativas de análise dos movimentos sociais no B...As ciências sociais em duas tentativas de análise dos movimentos sociais no B...
As ciências sociais em duas tentativas de análise dos movimentos sociais no B...Luis Antonio Araujo
 
3 ano plano de aula movimentos sociais
3 ano   plano de aula movimentos sociais3 ano   plano de aula movimentos sociais
3 ano plano de aula movimentos sociaisAlessandra Nascimento
 
sociologia_aula28_3série_revisada.pptx
sociologia_aula28_3série_revisada.pptxsociologia_aula28_3série_revisada.pptx
sociologia_aula28_3série_revisada.pptxPedroHenrique52353
 
Trabalho de geografia - Movimentos sociais rurais do Brasil
Trabalho de geografia - Movimentos sociais rurais do BrasilTrabalho de geografia - Movimentos sociais rurais do Brasil
Trabalho de geografia - Movimentos sociais rurais do BrasilLuis_Cesar_Hryckiv
 
Os movimentos sociais no brasil
Os movimentos sociais no brasilOs movimentos sociais no brasil
Os movimentos sociais no brasilShirlayne
 
Movimentos sociais do Brasil e do Mundo
Movimentos sociais do Brasil e do MundoMovimentos sociais do Brasil e do Mundo
Movimentos sociais do Brasil e do MundoEvertonMendez
 

Semelhante a texto de apoio movimentos sociais e correção do ED (20)

Revisão 3º tri
Revisão 3º triRevisão 3º tri
Revisão 3º tri
 
Imprimir
ImprimirImprimir
Imprimir
 
Movimentos Sociais
Movimentos SociaisMovimentos Sociais
Movimentos Sociais
 
MOVIMENTOS SOCIAIS (2).pdf
MOVIMENTOS SOCIAIS (2).pdfMOVIMENTOS SOCIAIS (2).pdf
MOVIMENTOS SOCIAIS (2).pdf
 
MOVIMENTOS SOCIAIS (2).pdf
MOVIMENTOS SOCIAIS (2).pdfMOVIMENTOS SOCIAIS (2).pdf
MOVIMENTOS SOCIAIS (2).pdf
 
Sociologia aula16 os novos_movimentos_sociais
Sociologia aula16 os novos_movimentos_sociaisSociologia aula16 os novos_movimentos_sociais
Sociologia aula16 os novos_movimentos_sociais
 
Movimentos sociais
Movimentos sociaisMovimentos sociais
Movimentos sociais
 
movimentos sociais.pdf
movimentos sociais.pdfmovimentos sociais.pdf
movimentos sociais.pdf
 
Movimentos sociais
Movimentos sociaisMovimentos sociais
Movimentos sociais
 
As ciências sociais em duas tentativas de análise dos movimentos sociais no B...
As ciências sociais em duas tentativas de análise dos movimentos sociais no B...As ciências sociais em duas tentativas de análise dos movimentos sociais no B...
As ciências sociais em duas tentativas de análise dos movimentos sociais no B...
 
3 ano plano de aula movimentos sociais
3 ano   plano de aula movimentos sociais3 ano   plano de aula movimentos sociais
3 ano plano de aula movimentos sociais
 
Movimentos sociais
Movimentos sociaisMovimentos sociais
Movimentos sociais
 
Movimentos Sociais
Movimentos SociaisMovimentos Sociais
Movimentos Sociais
 
sociologia_aula28_3série_revisada.pptx
sociologia_aula28_3série_revisada.pptxsociologia_aula28_3série_revisada.pptx
sociologia_aula28_3série_revisada.pptx
 
Trabalho de geografia - Movimentos sociais rurais do Brasil
Trabalho de geografia - Movimentos sociais rurais do BrasilTrabalho de geografia - Movimentos sociais rurais do Brasil
Trabalho de geografia - Movimentos sociais rurais do Brasil
 
Os movimentos sociais no brasil
Os movimentos sociais no brasilOs movimentos sociais no brasil
Os movimentos sociais no brasil
 
Jornalistas em Luta - Boletim nº 2 - (setembro-2017)
Jornalistas em Luta - Boletim nº 2 - (setembro-2017)Jornalistas em Luta - Boletim nº 2 - (setembro-2017)
Jornalistas em Luta - Boletim nº 2 - (setembro-2017)
 
Capítulo 13 - A Sociedade Diante do Estado
Capítulo 13 - A Sociedade Diante do EstadoCapítulo 13 - A Sociedade Diante do Estado
Capítulo 13 - A Sociedade Diante do Estado
 
Movimentos sociais do Brasil e do Mundo
Movimentos sociais do Brasil e do MundoMovimentos sociais do Brasil e do Mundo
Movimentos sociais do Brasil e do Mundo
 
Movimentos sociais
Movimentos sociaisMovimentos sociais
Movimentos sociais
 

Mais de roberto mosca junior

Trabalho e sociedade fordismo e toyotismo
Trabalho e sociedade   fordismo e toyotismoTrabalho e sociedade   fordismo e toyotismo
Trabalho e sociedade fordismo e toyotismoroberto mosca junior
 
Cultura, ideologia e indústria cultural
Cultura, ideologia e indústria culturalCultura, ideologia e indústria cultural
Cultura, ideologia e indústria culturalroberto mosca junior
 
Questões de Antropologia (livro)
Questões de Antropologia (livro)Questões de Antropologia (livro)
Questões de Antropologia (livro)roberto mosca junior
 
Aula de revisão de conteúdo – 8º ano
Aula de revisão de conteúdo – 8º anoAula de revisão de conteúdo – 8º ano
Aula de revisão de conteúdo – 8º anoroberto mosca junior
 
Aula de revisão de conteúdo – 7º ano
Aula de revisão de conteúdo – 7º anoAula de revisão de conteúdo – 7º ano
Aula de revisão de conteúdo – 7º anoroberto mosca junior
 
Racismo e miscigenação, democracia racial.
Racismo e miscigenação, democracia racial.Racismo e miscigenação, democracia racial.
Racismo e miscigenação, democracia racial.roberto mosca junior
 
Mosca viu correção de atividade - texto de apoio movimentos sociais
Mosca viu correção de atividade - texto de apoio movimentos sociaisMosca viu correção de atividade - texto de apoio movimentos sociais
Mosca viu correção de atividade - texto de apoio movimentos sociaisroberto mosca junior
 
Constituição da república federativa do brasil
Constituição da república federativa do brasilConstituição da república federativa do brasil
Constituição da república federativa do brasilroberto mosca junior
 

Mais de roberto mosca junior (20)

Trabalho e sociedade fordismo e toyotismo
Trabalho e sociedade   fordismo e toyotismoTrabalho e sociedade   fordismo e toyotismo
Trabalho e sociedade fordismo e toyotismo
 
Trabalho e sociedade
Trabalho e sociedadeTrabalho e sociedade
Trabalho e sociedade
 
Cultura, ideologia e indústria cultural
Cultura, ideologia e indústria culturalCultura, ideologia e indústria cultural
Cultura, ideologia e indústria cultural
 
Questões de Antropologia (livro)
Questões de Antropologia (livro)Questões de Antropologia (livro)
Questões de Antropologia (livro)
 
Questões de antropologia_01
Questões de antropologia_01Questões de antropologia_01
Questões de antropologia_01
 
Antropologia alteridade
Antropologia alteridadeAntropologia alteridade
Antropologia alteridade
 
Aula de revisão de conteúdo – 8º ano
Aula de revisão de conteúdo – 8º anoAula de revisão de conteúdo – 8º ano
Aula de revisão de conteúdo – 8º ano
 
Aula de revisão de conteúdo – 7º ano
Aula de revisão de conteúdo – 7º anoAula de revisão de conteúdo – 7º ano
Aula de revisão de conteúdo – 7º ano
 
RASCISMO CIENTIFICO
RASCISMO CIENTIFICORASCISMO CIENTIFICO
RASCISMO CIENTIFICO
 
Racismo e miscigenação, democracia racial.
Racismo e miscigenação, democracia racial.Racismo e miscigenação, democracia racial.
Racismo e miscigenação, democracia racial.
 
Direitos humanos
Direitos humanosDireitos humanos
Direitos humanos
 
Discussão doc. "Atrásdaporta"
Discussão doc. "Atrásdaporta"Discussão doc. "Atrásdaporta"
Discussão doc. "Atrásdaporta"
 
Mosca viu correção de atividade - texto de apoio movimentos sociais
Mosca viu correção de atividade - texto de apoio movimentos sociaisMosca viu correção de atividade - texto de apoio movimentos sociais
Mosca viu correção de atividade - texto de apoio movimentos sociais
 
Etnocentrismo e relativismo
Etnocentrismo e relativismoEtnocentrismo e relativismo
Etnocentrismo e relativismo
 
Constituição da república federativa do brasil
Constituição da república federativa do brasilConstituição da república federativa do brasil
Constituição da república federativa do brasil
 
Movimentos sociais
Movimentos sociaisMovimentos sociais
Movimentos sociais
 
Aula 25 09_14
Aula 25 09_14Aula 25 09_14
Aula 25 09_14
 
Cultura material imaterial
Cultura material imaterialCultura material imaterial
Cultura material imaterial
 
Aula juventude
Aula juventudeAula juventude
Aula juventude
 
Exercícios juv
Exercícios juvExercícios juv
Exercícios juv
 

Último

"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAElianeAlves383563
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptxCONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptxLuana240603
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdfARIANAMENDES11
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfPastor Robson Colaço
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptxlucioalmeida2702
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfCarolineNunes80
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdfdanielagracia9
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaIlda Bicacro
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfcarloseduardogonalve36
 
Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaanapsuls
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaCludiaRodrigues693635
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptxTIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptxMarceloMonteiro213738
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfRILTONNOGUEIRADOSSAN
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"Ilda Bicacro
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaHenrique Santos
 

Último (20)

"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptxCONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
 
Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola pública
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptxTIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 

texto de apoio movimentos sociais e correção do ED

  • 1. Correção de atividade Texto de apoio: Movimentos Sociais: dos clássicos aos contemporâneos Ciências Sociais – 8º ano Valor = 1,0 ponto
  • 2. 1) Qual a relação entre os movimentos sociais e a prática da cidadania?  Os movimentos sociais procuram colocar em prática ou promover a cidadania, já que muitos dos nossos direitos são garantidos formalmente, mas não saem do papel. (direitos formal e direito real). 2)Explique a diferença entre os movimentos sociais clássicos (ou tradicionais)e os novos movimentos sociais  Os movimentos sociais clássicos são aqueles que envolvem conflitos de base econômica. Normalmente, requerem direitos que não são cumpridos em virtude das desigualdades sociais geradas pelo capitalismo (Ex: MST, MTST, movimento operário). Os movimentos sociais contemporâneos referem-se às reivindicações coletivas das minorias (Ex: movimento negro, LGBT, ambientalista, feminista, anti-globalização, dentre outros).
  • 3. 3) Por que podemos dizer que os movimentos sociais surgem como reação a problemas do capitalismo?  Porque o capitalismo e as desigualdades sociais por ele geradas impediram – e impedem – que certos cidadãos tenham seus direitos respeitados, levando alguns grupos sociais, que se sintam prejudicados ou oprimidos de alguma forma, a se mobilizarem politicamente para reivindicá-los. 4) Você considera a greve um importante instrumento de reivindicação do movimento operário? Por que ela não tem a mesma força de antes?  Sim. A greve é um importante mecanismo de cessação coletiva do trabalho para exigir melhorias para os trabalhadores. Atualmente, em virtude do desemprego e da flexibilização dos direito trabalhistas, os movimentos grevistas ficam enfraquecidos sem condições de fazer grandes reivindicações.
  • 4. 5) Além de serem movimentos sociais clássicos, apresente outra semelhança entre o MST e o MTST.  Ambos os movimentos reivindicam o direito a moradia. O MST reivindica reforma agrária (uma luta contra a concentração de terra/latifúndios e a favor da pequena propriedade rural), esta mudança tem impacto direto na economia e precisaria da intervenção do Estado, com desapropriação de terras devolutas e posterior indenização) e, comumente, atua nas zonas rurais. O MTST reivindica moradias e habitações para a população, especialmente nas áreas urbanas, também pressupõe intervenção do Estado através de políticas públicas na área de habitação popular .