SlideShare uma empresa Scribd logo

Direitos humanos

O documento discute a história e conceito de direitos humanos, desde o absolutismo até a Declaração Universal de 1948. Apesar dos avanços, relatórios apontam que violações ainda ocorrem, como execuções, crimes violentos contra jovens negros no Brasil, e tortura em presídios. Questões sociológicas sobre universalidade e relativismo cultural também são levantadas.

1 de 10
Baixar para ler offline
+ 
DOS HUMANOS 
produzido pela prof. 
(Fernanda Junqueira) 
CPII-8º ano.
+ 
Pensando sobre os 
Direitos Humanos 
 A concepção de Direitos Humanos defende que é 
possível a construção de uma sociedade que garanta 
condições de liberdade, dignidade e igualdade de 
convivência social e de distribuição dos bens 
acumulados pelo ser humano a todos os indivíduos, 
considerando que todos são detentores de direitos 
essenciais. Sendo assim, os direitos humanos são 
fundamentais e inalienáveis (isto é, não podem ser 
retirados de alguém), pois são necessários para que 
todos e todas possam ter uma vida digna. Por isso, 
servem de orientação para as práticas jurídicas, 
econômicas, educativas, etc, na luta por uma ordem 
social mais justa e livre.
+ 
Breve histórico sobre 
os Direitos Humanos 
 Até o século XVII – Absolutismo – Direito Divino. Neste 
período, somente o rei possuía o direito fornecido por Deus de 
governar e criar leis, com ajuda da Igreja. A desigualdade era 
considerada natural durante os séculos de dominação feudal e 
monárquica. 
 A partir do século XVIII – O Iluminismo propõe o domínio da 
razão sobre a fé, a centralidade do ser humano nas 
explicações filosóficas e ressalta a ideia de igualdade política e 
civil entre os seres humanos.
+ 
Breve histórico sobre 
os Direitos Humanos 
 As Revoluções deste século, como a Americana e a Francesa, 
refletiram uma nova ideia de “direitos”, que deveriam ser a forma de 
garantir a participação dos cidadãos (habitantes da cidade ou lugar) 
na vida política. Surge, então, a ideia de que todo ser humano 
possui direitos naturais: os chamados direitos do homem. 
A Revolução Francesa lança os 
“Direitos do Homem e do 
cidadão”, contribuindo para 
fortalecer esta ideia de direitos.
+ Breve histórico sobre 
os Direitos Humanos 
 Ao longo dos séculos seguintes verificou-se que estes direitos 
não eram tão naturais assim, pois eram constantemente 
desrespeitados e precisavam ser garantidos. No século XIX, a 
exploração da mão-de-obra operária foi a base para formação 
dos grandes centros urbano-industriais da Europa. Nesse 
contexto, a defesa dos direitos humanos está relacionada às 
lutas dos trabalhadores que reivindicavam condições mais 
dignas para exercerem suas funções. 
 Com o amadurecimento das organizações 
operárias e de suas lutas, os trabalhadores 
passaram a se opor a qualquer forma de 
exploração, buscando uma sociedade 
verdadeiramente livre e igualitária. Desta 
maneira, os direitos humanos incorporaram 
essas reivindicações na luta por justiça social.
+ 
Breve histórico sobre 
os Direitos Humanos 
 A idéia moderna de direitos humanos se amplia no século XX, 
quando é criada a Declaração Universal dos Direitos 
Humanos, em 10 de dezembro de 1948, como uma resposta de 
profundo conteúdo humanista às atrocidades inéditas cometidas 
durante a 2ª Guerra Mundial (1939/45). 
Na essência, representa um hino à vida, à liberdade e aos 
padrões de justiça consagrados internacionalmente, exatamente 
os itens que mais foram violados durante a guerra. 
 A Declaração Universal de 1948 constitui uma das referências 
internacionais mais importantes para os direitos humanos. Ela 
reafirma o compromisso político e social entre determinados 
Estados nacionais de que garantiriam em seus territórios e na 
relação com os outros Estados, a promoção e a defesa dos 
direitos humanos como valores fundamentais da democracia.

Recomendados

Mosca viu correção de atividade - texto de apoio movimentos sociais
Mosca viu correção de atividade - texto de apoio movimentos sociaisMosca viu correção de atividade - texto de apoio movimentos sociais
Mosca viu correção de atividade - texto de apoio movimentos sociaisroberto mosca junior
 
Direitos, cidadania e movimentos sociais
Direitos, cidadania e movimentos sociaisDireitos, cidadania e movimentos sociais
Direitos, cidadania e movimentos sociaisAriella Araujo
 
Aula de revisão de conteúdo – 8º ano
Aula de revisão de conteúdo – 8º anoAula de revisão de conteúdo – 8º ano
Aula de revisão de conteúdo – 8º anoroberto mosca junior
 
Cidadania e direitos humanos
Cidadania e direitos humanosCidadania e direitos humanos
Cidadania e direitos humanosLucio Braga
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sociologia Capítulo 12 - poder, política e Estado no Brasil
Sociologia Capítulo 12 - poder, política e Estado no BrasilSociologia Capítulo 12 - poder, política e Estado no Brasil
Sociologia Capítulo 12 - poder, política e Estado no BrasilMiro Santos
 
Direitos,cidadania e movimentos sociais
Direitos,cidadania e movimentos sociaisDireitos,cidadania e movimentos sociais
Direitos,cidadania e movimentos sociaisEralda Cruz
 
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 14 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 14 do TomaziSlide livro Sociologia ensino médio capitulo 14 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 14 do Tomazipascoalnaib
 
1. O indivíduo, sua história e a sociedade
1. O indivíduo, sua história e a sociedade1. O indivíduo, sua história e a sociedade
1. O indivíduo, sua história e a sociedadeMiro Santos
 
Movimentos Sociais
Movimentos SociaisMovimentos Sociais
Movimentos Sociaismarifonseca
 
A constr do social
A constr do socialA constr do social
A constr do socialcattonia
 
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 13 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 13 do TomaziSlide livro Sociologia ensino médio capitulo 13 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 13 do Tomazipascoalnaib
 
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 19 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 19 do TomaziSlide livro Sociologia ensino médio capitulo 19 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 19 do Tomazipascoalnaib
 
Área de Integração
Área de Integração Área de Integração
Área de Integração Estudante
 
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 17 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 17 do TomaziSlide livro Sociologia ensino médio capitulo 17 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 17 do Tomazipascoalnaib
 
3 ano plano de aula movimentos sociais
3 ano   plano de aula movimentos sociais3 ano   plano de aula movimentos sociais
3 ano plano de aula movimentos sociaisAlessandra Nascimento
 
Democracia & cidadania
Democracia & cidadaniaDemocracia & cidadania
Democracia & cidadaniaAlberto Rocha
 

Mais procurados (19)

Capítulo 13 - A Sociedade Diante do Estado
Capítulo 13 - A Sociedade Diante do EstadoCapítulo 13 - A Sociedade Diante do Estado
Capítulo 13 - A Sociedade Diante do Estado
 
Sociologia Capítulo 12 - poder, política e Estado no Brasil
Sociologia Capítulo 12 - poder, política e Estado no BrasilSociologia Capítulo 12 - poder, política e Estado no Brasil
Sociologia Capítulo 12 - poder, política e Estado no Brasil
 
Direitos,cidadania e movimentos sociais
Direitos,cidadania e movimentos sociaisDireitos,cidadania e movimentos sociais
Direitos,cidadania e movimentos sociais
 
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 14 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 14 do TomaziSlide livro Sociologia ensino médio capitulo 14 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 14 do Tomazi
 
1. O indivíduo, sua história e a sociedade
1. O indivíduo, sua história e a sociedade1. O indivíduo, sua história e a sociedade
1. O indivíduo, sua história e a sociedade
 
Aula 25 09_14
Aula 25 09_14Aula 25 09_14
Aula 25 09_14
 
Movimentos Sociais
Movimentos SociaisMovimentos Sociais
Movimentos Sociais
 
A constr do social
A constr do socialA constr do social
A constr do social
 
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 13 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 13 do TomaziSlide livro Sociologia ensino médio capitulo 13 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 13 do Tomazi
 
Sociologia
SociologiaSociologia
Sociologia
 
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 19 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 19 do TomaziSlide livro Sociologia ensino médio capitulo 19 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 19 do Tomazi
 
Área de Integração
Área de Integração Área de Integração
Área de Integração
 
Democracia no Brasil
Democracia no BrasilDemocracia no Brasil
Democracia no Brasil
 
Cidadania moderna direitos civis
Cidadania moderna   direitos civisCidadania moderna   direitos civis
Cidadania moderna direitos civis
 
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 17 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 17 do TomaziSlide livro Sociologia ensino médio capitulo 17 do Tomazi
Slide livro Sociologia ensino médio capitulo 17 do Tomazi
 
3 ano plano de aula movimentos sociais
3 ano   plano de aula movimentos sociais3 ano   plano de aula movimentos sociais
3 ano plano de aula movimentos sociais
 
Cidadania
CidadaniaCidadania
Cidadania
 
Democracia & cidadania
Democracia & cidadaniaDemocracia & cidadania
Democracia & cidadania
 
Movimentos sociais
Movimentos sociaisMovimentos sociais
Movimentos sociais
 

Destaque (19)

Racismo e miscigenação, democracia racial.
Racismo e miscigenação, democracia racial.Racismo e miscigenação, democracia racial.
Racismo e miscigenação, democracia racial.
 
Trabalho e sociedade
Trabalho e sociedadeTrabalho e sociedade
Trabalho e sociedade
 
Aula de revisão de conteúdo – 7º ano
Aula de revisão de conteúdo – 7º anoAula de revisão de conteúdo – 7º ano
Aula de revisão de conteúdo – 7º ano
 
Antropologia alteridade
Antropologia alteridadeAntropologia alteridade
Antropologia alteridade
 
Questões de antropologia_01
Questões de antropologia_01Questões de antropologia_01
Questões de antropologia_01
 
Questões de Antropologia (livro)
Questões de Antropologia (livro)Questões de Antropologia (livro)
Questões de Antropologia (livro)
 
Cultura, ideologia e indústria cultural
Cultura, ideologia e indústria culturalCultura, ideologia e indústria cultural
Cultura, ideologia e indústria cultural
 
Cultura material imaterial
Cultura material imaterialCultura material imaterial
Cultura material imaterial
 
Etnocentrismo e relativismo
Etnocentrismo e relativismoEtnocentrismo e relativismo
Etnocentrismo e relativismo
 
Questões uerj
Questões uerjQuestões uerj
Questões uerj
 
Atividade pp 6_7
Atividade pp 6_7Atividade pp 6_7
Atividade pp 6_7
 
Aula juventude
Aula juventudeAula juventude
Aula juventude
 
Revisão 2º trimestre
Revisão 2º trimestreRevisão 2º trimestre
Revisão 2º trimestre
 
Exercícios juv
Exercícios juvExercícios juv
Exercícios juv
 
O Livroda Vida
O Livroda VidaO Livroda Vida
O Livroda Vida
 
Corpo humano - 3° e 4° ano
Corpo humano - 3° e 4° anoCorpo humano - 3° e 4° ano
Corpo humano - 3° e 4° ano
 
Trabalho e sociedade fordismo e toyotismo
Trabalho e sociedade   fordismo e toyotismoTrabalho e sociedade   fordismo e toyotismo
Trabalho e sociedade fordismo e toyotismo
 
Aula foucault deleuze
Aula foucault deleuzeAula foucault deleuze
Aula foucault deleuze
 
Trabalho de filosofia ser humano
Trabalho de filosofia   ser humanoTrabalho de filosofia   ser humano
Trabalho de filosofia ser humano
 

Semelhante a Direitos humanos

Direitos humanos, debate sobre o filme a lista de schindler, cidadania, crise...
Direitos humanos, debate sobre o filme a lista de schindler, cidadania, crise...Direitos humanos, debate sobre o filme a lista de schindler, cidadania, crise...
Direitos humanos, debate sobre o filme a lista de schindler, cidadania, crise...Elaine Porto Chiullo
 
Direitos humanos Concurso SEE/MG
Direitos humanos Concurso SEE/MGDireitos humanos Concurso SEE/MG
Direitos humanos Concurso SEE/MGMoacyr Anício
 
Captulo14 130404212649-phpapp01 (1)
Captulo14 130404212649-phpapp01 (1)Captulo14 130404212649-phpapp01 (1)
Captulo14 130404212649-phpapp01 (1)homago
 
Sociologia Capítulo 14- Direitos e cidadania
Sociologia Capítulo 14- Direitos e cidadaniaSociologia Capítulo 14- Direitos e cidadania
Sociologia Capítulo 14- Direitos e cidadaniaMiro Santos
 
Os Direitos Humanos e a Cidadania.ppt
Os Direitos Humanos e a Cidadania.pptOs Direitos Humanos e a Cidadania.ppt
Os Direitos Humanos e a Cidadania.pptRafaelyLeite1
 
Direitos humanos e Cidadania Prof. Fernanda.pptx
Direitos humanos e Cidadania Prof. Fernanda.pptxDireitos humanos e Cidadania Prof. Fernanda.pptx
Direitos humanos e Cidadania Prof. Fernanda.pptxFernanda Castello
 
19631086 apostila-de-direitos-humanos
19631086 apostila-de-direitos-humanos19631086 apostila-de-direitos-humanos
19631086 apostila-de-direitos-humanosJosé Anderson
 
Sociologia direitosa humanos e cidadania
Sociologia   direitosa humanos e cidadaniaSociologia   direitosa humanos e cidadania
Sociologia direitosa humanos e cidadaniaGustavo Soares
 
Os Direitos Humanos e a Cidadania.ppt
Os Direitos Humanos e a Cidadania.pptOs Direitos Humanos e a Cidadania.ppt
Os Direitos Humanos e a Cidadania.pptssuser4d9949
 
Os Direitos Humanos e a Cidadania.ppt
Os Direitos Humanos e a Cidadania.pptOs Direitos Humanos e a Cidadania.ppt
Os Direitos Humanos e a Cidadania.pptDefesaCivildeMinasGe
 
Os direitos humanos e a cidadania
Os direitos humanos e a cidadaniaOs direitos humanos e a cidadania
Os direitos humanos e a cidadaniaDaniNascimento13
 
Os direitos humanos e a cidadania (1)
Os direitos humanos e a cidadania (1)Os direitos humanos e a cidadania (1)
Os direitos humanos e a cidadania (1)MaryahdeOliveira
 
Os Direitos Humanos e a Cidadania.ppt
Os Direitos Humanos e a Cidadania.pptOs Direitos Humanos e a Cidadania.ppt
Os Direitos Humanos e a Cidadania.pptFabioFonseca57
 
Os Direitos Humanos e a Cidadania.ppt
Os Direitos Humanos e a Cidadania.pptOs Direitos Humanos e a Cidadania.ppt
Os Direitos Humanos e a Cidadania.pptFranciscoFlorencio6
 
Os Direitos Humanos e a Cidadania.ppt
Os Direitos Humanos e a Cidadania.pptOs Direitos Humanos e a Cidadania.ppt
Os Direitos Humanos e a Cidadania.pptMateusSoares325300
 
Direitos humanos
Direitos humanosDireitos humanos
Direitos humanos1256445
 
Reflexões sobre o artigo 7 da declaração universal dos direitos humanos comen...
Reflexões sobre o artigo 7 da declaração universal dos direitos humanos comen...Reflexões sobre o artigo 7 da declaração universal dos direitos humanos comen...
Reflexões sobre o artigo 7 da declaração universal dos direitos humanos comen...Washington Araújo
 

Semelhante a Direitos humanos (20)

Direitos humanos, debate sobre o filme a lista de schindler, cidadania, crise...
Direitos humanos, debate sobre o filme a lista de schindler, cidadania, crise...Direitos humanos, debate sobre o filme a lista de schindler, cidadania, crise...
Direitos humanos, debate sobre o filme a lista de schindler, cidadania, crise...
 
Direitos humanos Concurso SEE/MG
Direitos humanos Concurso SEE/MGDireitos humanos Concurso SEE/MG
Direitos humanos Concurso SEE/MG
 
Captulo14 130404212649-phpapp01 (1)
Captulo14 130404212649-phpapp01 (1)Captulo14 130404212649-phpapp01 (1)
Captulo14 130404212649-phpapp01 (1)
 
Sociologia Capítulo 14- Direitos e cidadania
Sociologia Capítulo 14- Direitos e cidadaniaSociologia Capítulo 14- Direitos e cidadania
Sociologia Capítulo 14- Direitos e cidadania
 
Captulo14 130404212649-phpapp01
Captulo14 130404212649-phpapp01Captulo14 130404212649-phpapp01
Captulo14 130404212649-phpapp01
 
Os Direitos Humanos e a Cidadania.ppt
Os Direitos Humanos e a Cidadania.pptOs Direitos Humanos e a Cidadania.ppt
Os Direitos Humanos e a Cidadania.ppt
 
Direitos humanos e Cidadania Prof. Fernanda.pptx
Direitos humanos e Cidadania Prof. Fernanda.pptxDireitos humanos e Cidadania Prof. Fernanda.pptx
Direitos humanos e Cidadania Prof. Fernanda.pptx
 
19631086 apostila-de-direitos-humanos
19631086 apostila-de-direitos-humanos19631086 apostila-de-direitos-humanos
19631086 apostila-de-direitos-humanos
 
Direitos humanos
Direitos humanosDireitos humanos
Direitos humanos
 
Sociologia direitosa humanos e cidadania
Sociologia   direitosa humanos e cidadaniaSociologia   direitosa humanos e cidadania
Sociologia direitosa humanos e cidadania
 
Os Direitos Humanos e a Cidadania.ppt
Os Direitos Humanos e a Cidadania.pptOs Direitos Humanos e a Cidadania.ppt
Os Direitos Humanos e a Cidadania.ppt
 
Os Direitos Humanos e a Cidadania.ppt
Os Direitos Humanos e a Cidadania.pptOs Direitos Humanos e a Cidadania.ppt
Os Direitos Humanos e a Cidadania.ppt
 
Os direitos humanos e a cidadania
Os direitos humanos e a cidadaniaOs direitos humanos e a cidadania
Os direitos humanos e a cidadania
 
Os direitos humanos e a cidadania (1)
Os direitos humanos e a cidadania (1)Os direitos humanos e a cidadania (1)
Os direitos humanos e a cidadania (1)
 
Os Direitos Humanos e a Cidadania.ppt
Os Direitos Humanos e a Cidadania.pptOs Direitos Humanos e a Cidadania.ppt
Os Direitos Humanos e a Cidadania.ppt
 
Os Direitos Humanos e a Cidadania.ppt
Os Direitos Humanos e a Cidadania.pptOs Direitos Humanos e a Cidadania.ppt
Os Direitos Humanos e a Cidadania.ppt
 
Os Direitos Humanos e a Cidadania.ppt
Os Direitos Humanos e a Cidadania.pptOs Direitos Humanos e a Cidadania.ppt
Os Direitos Humanos e a Cidadania.ppt
 
Direitos humanos
Direitos humanosDireitos humanos
Direitos humanos
 
9ª aula 20-04-2010
9ª aula   20-04-20109ª aula   20-04-2010
9ª aula 20-04-2010
 
Reflexões sobre o artigo 7 da declaração universal dos direitos humanos comen...
Reflexões sobre o artigo 7 da declaração universal dos direitos humanos comen...Reflexões sobre o artigo 7 da declaração universal dos direitos humanos comen...
Reflexões sobre o artigo 7 da declaração universal dos direitos humanos comen...
 

Mais de roberto mosca junior

Mais de roberto mosca junior (8)

RASCISMO CIENTIFICO
RASCISMO CIENTIFICORASCISMO CIENTIFICO
RASCISMO CIENTIFICO
 
Aula preconceito e discriminação
Aula preconceito e discriminaçãoAula preconceito e discriminação
Aula preconceito e discriminação
 
Constituição da república federativa do brasil
Constituição da república federativa do brasilConstituição da república federativa do brasil
Constituição da república federativa do brasil
 
texto de apoio movimentos sociais e correção do ED
texto de apoio movimentos sociais e correção do EDtexto de apoio movimentos sociais e correção do ED
texto de apoio movimentos sociais e correção do ED
 
Aula juventude
Aula juventudeAula juventude
Aula juventude
 
Resolução uerj
Resolução uerjResolução uerj
Resolução uerj
 
Foucault & deleuze
Foucault & deleuzeFoucault & deleuze
Foucault & deleuze
 
Resolução uerj
Resolução uerjResolução uerj
Resolução uerj
 

Último

Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdfPlanejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdfCludiaFrancklim
 
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptxAndreia Silva
 
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...apoioacademicoead
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...azulassessoriaacadem3
 
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIMSOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIMHisrelBlog
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...excellenceeducaciona
 
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...azulassessoriaacadem3
 
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Mary Alvarenga
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...azulassessoriaacadem3
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...azulassessoriaacadem3
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...azulassessoriaacadem3
 
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...azulassessoriaacadem3
 
08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da MulherMary Alvarenga
 
Jornal DeClara n.º 73 fevereiro 2024, Clara de Resende
Jornal DeClara n.º 73 fevereiro 2024, Clara de ResendeJornal DeClara n.º 73 fevereiro 2024, Clara de Resende
Jornal DeClara n.º 73 fevereiro 2024, Clara de ResendeIsabelPereira2010
 
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptxSlides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...apoioacademicoead
 
Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...
Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...
Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...apoioacademicoead
 
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...azulassessoriaacadem3
 
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...excellenceeducaciona
 

Último (20)

Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdfPlanejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
 
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
 
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
 
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIMSOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
 
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docxGABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
 
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
 
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
 
08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher
 
Jornal DeClara n.º 73 fevereiro 2024, Clara de Resende
Jornal DeClara n.º 73 fevereiro 2024, Clara de ResendeJornal DeClara n.º 73 fevereiro 2024, Clara de Resende
Jornal DeClara n.º 73 fevereiro 2024, Clara de Resende
 
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptxSlides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
 
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...
 
Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...
Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...
Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...
 
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
 
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
 

Direitos humanos

  • 1. + DOS HUMANOS produzido pela prof. (Fernanda Junqueira) CPII-8º ano.
  • 2. + Pensando sobre os Direitos Humanos  A concepção de Direitos Humanos defende que é possível a construção de uma sociedade que garanta condições de liberdade, dignidade e igualdade de convivência social e de distribuição dos bens acumulados pelo ser humano a todos os indivíduos, considerando que todos são detentores de direitos essenciais. Sendo assim, os direitos humanos são fundamentais e inalienáveis (isto é, não podem ser retirados de alguém), pois são necessários para que todos e todas possam ter uma vida digna. Por isso, servem de orientação para as práticas jurídicas, econômicas, educativas, etc, na luta por uma ordem social mais justa e livre.
  • 3. + Breve histórico sobre os Direitos Humanos  Até o século XVII – Absolutismo – Direito Divino. Neste período, somente o rei possuía o direito fornecido por Deus de governar e criar leis, com ajuda da Igreja. A desigualdade era considerada natural durante os séculos de dominação feudal e monárquica.  A partir do século XVIII – O Iluminismo propõe o domínio da razão sobre a fé, a centralidade do ser humano nas explicações filosóficas e ressalta a ideia de igualdade política e civil entre os seres humanos.
  • 4. + Breve histórico sobre os Direitos Humanos  As Revoluções deste século, como a Americana e a Francesa, refletiram uma nova ideia de “direitos”, que deveriam ser a forma de garantir a participação dos cidadãos (habitantes da cidade ou lugar) na vida política. Surge, então, a ideia de que todo ser humano possui direitos naturais: os chamados direitos do homem. A Revolução Francesa lança os “Direitos do Homem e do cidadão”, contribuindo para fortalecer esta ideia de direitos.
  • 5. + Breve histórico sobre os Direitos Humanos  Ao longo dos séculos seguintes verificou-se que estes direitos não eram tão naturais assim, pois eram constantemente desrespeitados e precisavam ser garantidos. No século XIX, a exploração da mão-de-obra operária foi a base para formação dos grandes centros urbano-industriais da Europa. Nesse contexto, a defesa dos direitos humanos está relacionada às lutas dos trabalhadores que reivindicavam condições mais dignas para exercerem suas funções.  Com o amadurecimento das organizações operárias e de suas lutas, os trabalhadores passaram a se opor a qualquer forma de exploração, buscando uma sociedade verdadeiramente livre e igualitária. Desta maneira, os direitos humanos incorporaram essas reivindicações na luta por justiça social.
  • 6. + Breve histórico sobre os Direitos Humanos  A idéia moderna de direitos humanos se amplia no século XX, quando é criada a Declaração Universal dos Direitos Humanos, em 10 de dezembro de 1948, como uma resposta de profundo conteúdo humanista às atrocidades inéditas cometidas durante a 2ª Guerra Mundial (1939/45). Na essência, representa um hino à vida, à liberdade e aos padrões de justiça consagrados internacionalmente, exatamente os itens que mais foram violados durante a guerra.  A Declaração Universal de 1948 constitui uma das referências internacionais mais importantes para os direitos humanos. Ela reafirma o compromisso político e social entre determinados Estados nacionais de que garantiriam em seus territórios e na relação com os outros Estados, a promoção e a defesa dos direitos humanos como valores fundamentais da democracia.
  • 7. + Breve histórico sobre os Direitos Humanos  Seguiram-se à essa Declaração diversos acordos e tratados internacionais que buscavam englobar as diferentes visões sobre os direitos humanos. Tais acordos foram colocados em prática de maneiras variadas pelos países, pois o grau de promoção e garantia dos direitos humanos em um país depende do jogo de forças sociais, da capacidade de pressão e mobilização da sociedade e de suas organizações, enfim, da solidez sociocultural e institucional da democracia em cada país.
  • 8. + 60 anos após a Declaração Universal dos Direitos Humanos  Todos têm o direito à vida? À liberdade? A padrões de justiça internacionalmente consagrados? O relatório da Anistia Internacional de 2013 aponta que muitas pessoas em todo o mundo passam por agressões, exploração e trabalho forçado, ou morrem por não terem condições adequadas de vida.  O relatório contabiliza ao menos 778 pessoas executadas em 22 nações, aumento de 15% em relação a 2012, um "acréscimo significativo". Cerca de 80% das execuções registradas no mundo ocorreram em apenas três países: Irã, Iraque e Arábia Saudita.  No Brasil, apesar da melhora na situação socioeconômica, a incidência de crimes violentos continua alta. De acordo com o documento, os jovens negros são de forma desproporcional as principais vítimas, principalmente nas regiões Nordeste e Norte. Segundo o diretor executivo da Anistia Internacional no Brasil, Átila Roque, o país vive uma situação de quase extermínio de uma parcela da população.
  • 9. + 60 anos após a Declaração Universal dos Direitos Humanos  “Em 2010, quase 9 mil jovens entre 9 e 19 anos foram mortos, de acordo com o Mapa da Violência, foram vítimas de homicídio. Estamos vivendo uma tragédia de proporções inacreditáveis, isso equivale a 48 aviões da TAM caindo todo ano cheio de jovens: crianças e adolescentes. Outro recorte mostra que uma parcela enorme, cerca de 50%, são homens negros que estão morrendo. Claramente, há uma situação que combina diversos fatores, violência institucional, número de armas que circulam, racismo, que acabam vitimando um certo perfil de pessoas ”.  Conforme os dados, em 2012, foram registradas denúncias de tortura e maus-tratos no sistema carcerário e os assassinatos cometidos por policiais continuam sendo registrados como auto de resistência ou resistência seguida de morte, sendo pouco investigados.
  • 10. + Questões sociológicas  Como pensar a noção de universalidade, que caracteriza os direitos humanos, diante da fragmentação social, dos regionalismos sociais e culturais? Esta diversidade dissolve o fundamento universal dos direitos humanos? Se cada organização e/ou sistema de relações culturais possui características próprias, como ficam as reivindicações e os julgamentos do que são violações aos direitos humanos diante do relativismo sociocultural?  Em um contexto de globalização neoliberal, de aprofundamento de todas as formas de exclusão e da imposição dos interesses econômicos pelo poder das armas, como distinguir se o discurso da liberdade civil e política é uma verdadeira defesa dos direitos humanos, ou um uso desse discurso com fins econômicos e imperialistas?