SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 11
Dogmatismo, Ceticismo e Criticismo
Possibilidade
• Estado do que
pode ocorrer
ou tende a
acontecer;
• Oportunidade;
• Capacidade.
Limite
• Linha que
estrema
superfícies ou
terrenos
contíguos;
• Fronteira;
• Meta.
Conhecimento
• Faculdade de
conhecer;
• Noção;
• Relação direta
que se toma
de alguma
coisa;
• Informação;
• Experiência.
Conhecimento
O conhecimento funciona como um «corpo vivo»,
suporta-se em linguagens, adapta-se, expande-se, redefine-se,
eventualmente é ultrapassado e cai em desuso.
O conhecimento humano necessita
então de inúmeras comunicações:
 Entre os recetores sensoriais e o mundo exterior;
 Sobretudo no interior do aparelho neuro cerebral;
 Entre os indivíduos;
O que origina e multiplica os riscos de incerteza e de erro.
Condição Humana
A condição humana está marcada por duas grandes
incertezas, incerteza cognitiva e incerteza histórica.
Cerebral: o conhecimento
nunca é um reflexo do real,
mas sempre uma tradução e
reconstrução, o mesmo é
dizer que contendo risco de
erro.
Psíquico: o conhecimento
dos factos é sempre
tributário da interpretação.
Epistemológico: decorre
da crise dos fundamentos
de certeza em filosofia,
depois em ciência.
Teoria do Conhecimento
A teoria do conhecimento tem por objetivo buscar a
origem, a natureza, o valor e os limites do conhecimento, da
faculdade de conhecer.
A teoria do conhecimento, se interessa pela investigação
da natureza, fontes e validade do conhecimento. Entre as questões
principais que ela tenta responder estão as seguintes. O
conhecimento é possível? O que é o conhecimento? Qual a
possibilidade do conhecimento?
Dogmatismo e Ceticismo
CeticismoDogmatismo
Possibilidade de conhecer a
verdade, a confiança nesse
conhecimento e a submissão a
essa verdade sem
questionamento.
Contesta a possibilidade de
conhecimento da verdade.
Dogmatismo
É toda a doutrina ou atitude que afirma a capacidade do
Homem de atingir a verdade absoluta e indiscutível.
A palavra vem de DOGMA, que significa: opinião dada como
certa, inatingível, e imposta como verdade indiscutível. Ou seja, o
dogmatismo rejeita qualquer tipo de critica ou contestação de algo.
“Penso, logo existo.” – Descartes
Descartes defendia o dogmatismo.
Ceticismo
É uma doutrina que afirma que não se pode obter nenhuma
certeza absoluta a respeito da verdade, prioriza sempre o conhecimento
cientifico.
“ A razão dos céticos e a razão dos dogmáticos são de um mesmo
género, apesar da contrariedade das suas operações e das suas
tendências.” - David Hume
David Hume defendia o Ceticismo.
Criticismo
O Criticismo possuiu duas fases: a pré critica e a crítica.
 Na fase pré critica, mostra afinidade pelo o racionalismo.
 Na fase crítica, mostra mais afinidade pelo empiristas.
Esta caracteriza-se assim, por antes de tudo, conhecer a razão,
saber o que ela é e o que pode ou não conhecer.
O seu objetivo era superar as discussões entre racionalistas e
empiristas, redefinindo os limites entre fé e razão.
“Sobre nós, as estrelas, abaixo de nós, a lei moral” – Kant
Imanuel Kant defendia o criticismo.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Senso comum x conhecimento científico
Senso comum x conhecimento científicoSenso comum x conhecimento científico
Senso comum x conhecimento científico
 
3 Descartes
3 Descartes 3 Descartes
3 Descartes
 
Aula de filosofia antiga, tema: Sofistas
Aula de filosofia antiga, tema: SofistasAula de filosofia antiga, tema: Sofistas
Aula de filosofia antiga, tema: Sofistas
 
Teoria racionalista de Descartes
Teoria racionalista de DescartesTeoria racionalista de Descartes
Teoria racionalista de Descartes
 
Filosofia
Filosofia Filosofia
Filosofia
 
Conhecimento Científico - Popper
Conhecimento Científico - PopperConhecimento Científico - Popper
Conhecimento Científico - Popper
 
5 filosofia e ciencia
5 filosofia e ciencia 5 filosofia e ciencia
5 filosofia e ciencia
 
Introdução à filosofia
Introdução à filosofiaIntrodução à filosofia
Introdução à filosofia
 
Aulas de filosofia platão
Aulas de filosofia platãoAulas de filosofia platão
Aulas de filosofia platão
 
Senso Comum e Ciência
Senso Comum e CiênciaSenso Comum e Ciência
Senso Comum e Ciência
 
1 teoria do conhecimento
1 teoria do conhecimento1 teoria do conhecimento
1 teoria do conhecimento
 
Mapa conceitual - Filosofia da ciência
Mapa conceitual - Filosofia da ciênciaMapa conceitual - Filosofia da ciência
Mapa conceitual - Filosofia da ciência
 
Multiculturalismo
MulticulturalismoMulticulturalismo
Multiculturalismo
 
Epistemologia
EpistemologiaEpistemologia
Epistemologia
 
Senso comum e conhecimento científico
Senso comum e conhecimento científicoSenso comum e conhecimento científico
Senso comum e conhecimento científico
 
Cepticismo
CepticismoCepticismo
Cepticismo
 
Hume
HumeHume
Hume
 
O racionalismo cartesiano
O racionalismo cartesianoO racionalismo cartesiano
O racionalismo cartesiano
 
A filosofia moral de kant
A filosofia moral de kantA filosofia moral de kant
A filosofia moral de kant
 
O que é Filosofia?
O que é Filosofia?O que é Filosofia?
O que é Filosofia?
 

Destaque (20)

Ceticismo e dogmatismo
Ceticismo e dogmatismoCeticismo e dogmatismo
Ceticismo e dogmatismo
 
Dogmatismo
DogmatismoDogmatismo
Dogmatismo
 
Dogmatismo
Dogmatismo Dogmatismo
Dogmatismo
 
Dogmatismo
DogmatismoDogmatismo
Dogmatismo
 
Racionalismo x Empirismo - Filosofia
Racionalismo x Empirismo - FilosofiaRacionalismo x Empirismo - Filosofia
Racionalismo x Empirismo - Filosofia
 
O empirismo e o racionalismo
O empirismo e o racionalismoO empirismo e o racionalismo
O empirismo e o racionalismo
 
Ceticismo
CeticismoCeticismo
Ceticismo
 
Ceticismo Filosófico
Ceticismo FilosóficoCeticismo Filosófico
Ceticismo Filosófico
 
EL DOGMATISMO
EL DOGMATISMOEL DOGMATISMO
EL DOGMATISMO
 
Ceticismo slides
Ceticismo slidesCeticismo slides
Ceticismo slides
 
Avaliação de filosofia 2 b
Avaliação de filosofia 2 bAvaliação de filosofia 2 b
Avaliação de filosofia 2 b
 
Dogmatismo, relativismo y subjetivismo.
Dogmatismo, relativismo y subjetivismo.Dogmatismo, relativismo y subjetivismo.
Dogmatismo, relativismo y subjetivismo.
 
Teoria Do Conhecimento
Teoria Do ConhecimentoTeoria Do Conhecimento
Teoria Do Conhecimento
 
Teorias Explicativas do Conhecimento - Kant
Teorias Explicativas do Conhecimento - KantTeorias Explicativas do Conhecimento - Kant
Teorias Explicativas do Conhecimento - Kant
 
Resumos filosofia 11
Resumos filosofia 11Resumos filosofia 11
Resumos filosofia 11
 
Kant. Conhecimento.
Kant. Conhecimento.Kant. Conhecimento.
Kant. Conhecimento.
 
5 criticismo kantiano slide
5 criticismo kantiano slide5 criticismo kantiano slide
5 criticismo kantiano slide
 
Dogmatismo
DogmatismoDogmatismo
Dogmatismo
 
Teoria do conhecimento kant
Teoria do conhecimento   kantTeoria do conhecimento   kant
Teoria do conhecimento kant
 
A teoria do conhecimento
A teoria do conhecimentoA teoria do conhecimento
A teoria do conhecimento
 

Semelhante a Dogmatismo, Ceticismo e Criticismo

Apostila do 1º ano 3º e 4º bimestre
Apostila do 1º ano   3º e 4º bimestreApostila do 1º ano   3º e 4º bimestre
Apostila do 1º ano 3º e 4º bimestreDuzg
 
Apresentação possibilidades e limites do conhecimento huma
Apresentação   possibilidades e limites do conhecimento humaApresentação   possibilidades e limites do conhecimento huma
Apresentação possibilidades e limites do conhecimento humafelixmirandajj
 
Introdução disciplina Teoria do Conhecimento
Introdução disciplina Teoria do ConhecimentoIntrodução disciplina Teoria do Conhecimento
Introdução disciplina Teoria do ConhecimentoLucianoEnes1
 
Resumo filosofia (3)
Resumo filosofia (3)Resumo filosofia (3)
Resumo filosofia (3)Mateus Ferraz
 
Projetos Experimentais I - Aula 2
Projetos Experimentais I - Aula 2Projetos Experimentais I - Aula 2
Projetos Experimentais I - Aula 2Ricardo Americo
 
Teoria do conhecimento
Teoria do conhecimentoTeoria do conhecimento
Teoria do conhecimentoEstude Mais
 
Apostila do projeto integrador i
Apostila do projeto integrador iApostila do projeto integrador i
Apostila do projeto integrador iElizabete Dias
 
Filosofia 2º bimestre -1ª série - o conhecimento
Filosofia   2º bimestre -1ª série - o conhecimentoFilosofia   2º bimestre -1ª série - o conhecimento
Filosofia 2º bimestre -1ª série - o conhecimentomtolentino1507
 
Unidade I – evolução do conhecimento
Unidade I – evolução do conhecimentoUnidade I – evolução do conhecimento
Unidade I – evolução do conhecimentoAlex Alembert
 
Aula 01 metodo cientifico
Aula 01 metodo cientificoAula 01 metodo cientifico
Aula 01 metodo cientificoaleciam18
 
Ensinar a Compreensão - Edgar Morin, 2000
Ensinar a Compreensão - Edgar Morin, 2000Ensinar a Compreensão - Edgar Morin, 2000
Ensinar a Compreensão - Edgar Morin, 2000Eduardo Costa
 
Curso de Epistemologia/6 2
Curso de Epistemologia/6 2Curso de Epistemologia/6 2
Curso de Epistemologia/6 2Luiz Miranda-Sá
 
Aula 1 metodologia científica
Aula 1   metodologia científicaAula 1   metodologia científica
Aula 1 metodologia científicaLudmila Moura
 

Semelhante a Dogmatismo, Ceticismo e Criticismo (20)

Apostila do 1º ano 3º e 4º bimestre
Apostila do 1º ano   3º e 4º bimestreApostila do 1º ano   3º e 4º bimestre
Apostila do 1º ano 3º e 4º bimestre
 
Apresentação possibilidades e limites do conhecimento huma
Apresentação   possibilidades e limites do conhecimento humaApresentação   possibilidades e limites do conhecimento huma
Apresentação possibilidades e limites do conhecimento huma
 
Introdução disciplina Teoria do Conhecimento
Introdução disciplina Teoria do ConhecimentoIntrodução disciplina Teoria do Conhecimento
Introdução disciplina Teoria do Conhecimento
 
Resumo filosofia (3)
Resumo filosofia (3)Resumo filosofia (3)
Resumo filosofia (3)
 
O que é conhecimento
O que é conhecimentoO que é conhecimento
O que é conhecimento
 
Projetos Experimentais I - Aula 2
Projetos Experimentais I - Aula 2Projetos Experimentais I - Aula 2
Projetos Experimentais I - Aula 2
 
Teoria do conhecimento
Teoria do conhecimentoTeoria do conhecimento
Teoria do conhecimento
 
Comparando Descartes e Hume.doc
Comparando Descartes e Hume.docComparando Descartes e Hume.doc
Comparando Descartes e Hume.doc
 
Apostila do projeto integrador i
Apostila do projeto integrador iApostila do projeto integrador i
Apostila do projeto integrador i
 
Filosofia 2º bimestre -1ª série - o conhecimento
Filosofia   2º bimestre -1ª série - o conhecimentoFilosofia   2º bimestre -1ª série - o conhecimento
Filosofia 2º bimestre -1ª série - o conhecimento
 
Unidade I – evolução do conhecimento
Unidade I – evolução do conhecimentoUnidade I – evolução do conhecimento
Unidade I – evolução do conhecimento
 
Resumos filosofia 2
Resumos filosofia 2Resumos filosofia 2
Resumos filosofia 2
 
Aula 07 filosofia os modernos i
Aula 07   filosofia os modernos iAula 07   filosofia os modernos i
Aula 07 filosofia os modernos i
 
Aula 01 metodo cientifico
Aula 01 metodo cientificoAula 01 metodo cientifico
Aula 01 metodo cientifico
 
Ensinar a Compreensão - Edgar Morin, 2000
Ensinar a Compreensão - Edgar Morin, 2000Ensinar a Compreensão - Edgar Morin, 2000
Ensinar a Compreensão - Edgar Morin, 2000
 
Curso de Epistemologia/6 2
Curso de Epistemologia/6 2Curso de Epistemologia/6 2
Curso de Epistemologia/6 2
 
Aula 1 metodologia científica
Aula 1   metodologia científicaAula 1   metodologia científica
Aula 1 metodologia científica
 
Racionalismo - Descartes
Racionalismo - Descartes  Racionalismo - Descartes
Racionalismo - Descartes
 
Metodologia científica
Metodologia científicaMetodologia científica
Metodologia científica
 
Metodologia científica
Metodologia científicaMetodologia científica
Metodologia científica
 

Último

Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxCarolineWaitman
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na Áfricajuekfuek
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresAna Isabel Correia
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdflbgsouza
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...WelitaDiaz1
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja Mary Alvarenga
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...marioeugenio8
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfManuais Formação
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptorlando dias da silva
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfGisellySobral
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASricardo644666
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxKeslleyAFerreira
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfCsarBaltazar1
 
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...GisellySobral
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 

Dogmatismo, Ceticismo e Criticismo

  • 2. Possibilidade • Estado do que pode ocorrer ou tende a acontecer; • Oportunidade; • Capacidade. Limite • Linha que estrema superfícies ou terrenos contíguos; • Fronteira; • Meta. Conhecimento • Faculdade de conhecer; • Noção; • Relação direta que se toma de alguma coisa; • Informação; • Experiência.
  • 3. Conhecimento O conhecimento funciona como um «corpo vivo», suporta-se em linguagens, adapta-se, expande-se, redefine-se, eventualmente é ultrapassado e cai em desuso.
  • 4. O conhecimento humano necessita então de inúmeras comunicações:  Entre os recetores sensoriais e o mundo exterior;  Sobretudo no interior do aparelho neuro cerebral;  Entre os indivíduos; O que origina e multiplica os riscos de incerteza e de erro.
  • 5. Condição Humana A condição humana está marcada por duas grandes incertezas, incerteza cognitiva e incerteza histórica. Cerebral: o conhecimento nunca é um reflexo do real, mas sempre uma tradução e reconstrução, o mesmo é dizer que contendo risco de erro. Psíquico: o conhecimento dos factos é sempre tributário da interpretação. Epistemológico: decorre da crise dos fundamentos de certeza em filosofia, depois em ciência.
  • 6. Teoria do Conhecimento A teoria do conhecimento tem por objetivo buscar a origem, a natureza, o valor e os limites do conhecimento, da faculdade de conhecer. A teoria do conhecimento, se interessa pela investigação da natureza, fontes e validade do conhecimento. Entre as questões principais que ela tenta responder estão as seguintes. O conhecimento é possível? O que é o conhecimento? Qual a possibilidade do conhecimento?
  • 8. CeticismoDogmatismo Possibilidade de conhecer a verdade, a confiança nesse conhecimento e a submissão a essa verdade sem questionamento. Contesta a possibilidade de conhecimento da verdade.
  • 9. Dogmatismo É toda a doutrina ou atitude que afirma a capacidade do Homem de atingir a verdade absoluta e indiscutível. A palavra vem de DOGMA, que significa: opinião dada como certa, inatingível, e imposta como verdade indiscutível. Ou seja, o dogmatismo rejeita qualquer tipo de critica ou contestação de algo. “Penso, logo existo.” – Descartes Descartes defendia o dogmatismo.
  • 10. Ceticismo É uma doutrina que afirma que não se pode obter nenhuma certeza absoluta a respeito da verdade, prioriza sempre o conhecimento cientifico. “ A razão dos céticos e a razão dos dogmáticos são de um mesmo género, apesar da contrariedade das suas operações e das suas tendências.” - David Hume David Hume defendia o Ceticismo.
  • 11. Criticismo O Criticismo possuiu duas fases: a pré critica e a crítica.  Na fase pré critica, mostra afinidade pelo o racionalismo.  Na fase crítica, mostra mais afinidade pelo empiristas. Esta caracteriza-se assim, por antes de tudo, conhecer a razão, saber o que ela é e o que pode ou não conhecer. O seu objetivo era superar as discussões entre racionalistas e empiristas, redefinindo os limites entre fé e razão. “Sobre nós, as estrelas, abaixo de nós, a lei moral” – Kant Imanuel Kant defendia o criticismo.

Notas do Editor

  1. https://www.youtube.com/watch?v=ozcLWLbw-KM&app=desktop