24 os impérios ibéricos

751 visualizações

Publicada em

Império Português: presença nos três continentes
Império espanhol na América
Miscigenação e Missionação
Escravatura

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
751
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
32
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

24 os impérios ibéricos

  1. 1. História 8º ano Professora: Carla Freitas
  2. 2. Lancei ao mar um madeiro, espetei-lhe um pau e um lençol. Com palpite marinheiro medi a altura do Sol. Deu-me o vento de feição, levou-me ao cabo do mundo. pelote de vagabundo, rebotalho de gibão. Dormi no dorso das vagas, pasmei na orla das prais arreneguei, roguei pragas, mordi pelouros e zagaias. Chamusquei o pêlo hirsuto, tive o corpo em chagas vivas, estalaram-me a gengivas, apodreci de escorbuto. Com a mão esquerda benzi-me, com a direita esganei. Mil vezes no chão, bati-me, outras mil me levantei. Meu riso de dentes podres ecoou nas sete partidas. Fundei cidades e vidas, rompi as arcas e os odres. Tremi no escuro da selva, alambique de suores. Estendi na areia e na relva mulheres de todas as cores. Moldei as chaves do mundo a que outros chamaram seu, mas quem mergulhou no fundo do sonho, esse, fui eu. O meu sabor é diferente. Provo-me e saibo-me a sal. Não se nasce impunemente nas praias de Portugal.
  3. 3. No continente africano, os portugueses encontraram inúmeras tribos, estados, reinos e impérios. Reinos como : Etíópia Benin Congo Impérios como: Songhai Mali Bornu Os povos acreditavam ainda em cultos ligados à natureza ou já tinham sido influenciados pelo islamismo
  4. 4. Instalaram-se sobretudo no litoral, estabelecendo contactos com os povos locais e criando feitorias (entrepostos comerciais fortificados) em pontos estratégicos para estabelecer comércio. Os arquipélagos de Cabo Verde e São Tomé e Príncipe, como eram desabitados foram colonizados, foi introduzida a agricultura e a criação de gado e para aí foram levados muitos escravos negros. Tornaram-se entrepostos de tráfico negreiro
  5. 5. A Escravatura
  6. 6. Por um lado, vendidos como animais Por outro, tentava-se “civilizá-los” e cristianizá-los
  7. 7. Ao chegarem à Ásia, os portugueses encontraram diversos pequenos estados rivais e dois grandes impérios (China e Império Persa) Na Índia a religião dominante era o Hinduísmo. Na China e Japão era o Budismo O Islamismo encontrava-se disseminado desde o sudoeste asiático até à Índia
  8. 8. Os primeiros contactos com a Índia não foram fáceis, já que habituados a negociar com os muçulmanos aceitavam apenas ouro e pedras preciosas em troca das suas mercadorias: especiarias e tecidos de algodão
  9. 9. Com os chineses também se estabeleceram contactos comerciais, aqui os portugueses tinham acesso a sedas, porcelanas e chá
  10. 10. Chegados ao Japão, os portugueses trataram de estabelecer contactos comerciais, aí iam buscar papel e objectos lacados, também introduziram o uso da espingarda.
  11. 11. Portugal criou no Oriente um Império Comercial, com a oposição dos muçulmanos. Foi nomeado para este território um Vice-rei, sendo o primeiro D. Francisco de Almeida A sua acção foi importante, sobretudo no domínio dos mares, pois travou vários combates decisivos com os muçulmanos
  12. 12. O 2º Vice-Rei Afonso de Albuquerque Conquistou pontos estratégicos em terra, como foi o caso das cidades: Goa Ormuz Malaca.
  13. 13. A partir destas conquistas Portugal vai exercer o domínio exclusivo do comércio no Índico, em regime de monopólio comercial, controlado pela coroa (monopólio régio), a partir da Casa da India, em Lisboa
  14. 14. Goa tornou-se a capital do Império português no oriente e a ela chegavam produtos oriundos de todo o oriente
  15. 15. A missionação também se verificou no oriente, graças à acção dos jesuitas, entre eles S. Francisco de Xavier, ainda que tenha sido dificil e tivesse gerado alguns mártires. A miscigenação (casamento entre marinheiros e mulheres indigenas) foi outra das práticas dos portugueses no oriente
  16. 16. O Brasil era habitado por tribos nómadas que viviam ainda no período neolítico sem conhecerem os metais
  17. 17. Inicialmente os portugueses não exploraram o Brasil, limitando-se a trazer daí pau-brasil e animais exóticos. Com a ameaça dos franceses e espanhois, portugal começa as primeiras tentativas de colonização e são criadas as capitanias. As rivalidades entre os capitães- donatários, a falta de recursos de alguns e os ataques dos indios e dos franceses decretaram o fim do sistema de capitanias
  18. 18. Em 1549, D. João III nomeia um governador geral para o Brasil Tomé de Sousa
  19. 19. Também aqui os Jesuitas tiveram um importante papel na cristianização da população local e dos escravos trazidos de África para as plantações de cana- de-açúcar
  20. 20. O açúcar tornou-se, rapidamente o principal produto na economia brasileira
  21. 21. Cometi crime de amor à morte fui condenado Mas antes do cadafalso a um capitão fui chamado Que partia para a Guiné e me prometeu perdão Se fosse numa galé e aceitasse a missão De à sorte ser Lançado na má terra do gentio Sózinho e abandonado durante meses a fio Entre o inferno e o algóz dançava meu triste fado Medi os contras e os prós e escolhi ser Lançado E assim fui embarcado até às costa da Guiné E em terra fui deixado com biscoito medo e fé Com ordem de haver língua com todas as criaturas Saber das fontes do ouro e conhecer essas culturas Refrão: Fui lançado às feras o mato foi a minha casa Não havia Primavera nem Outono E era sempre um estio em braza Venci as febres do mato e o veneno das cobras Cativo levei mau trato paguei pelas minhas obras Das gentes tornei-me amigo com artes que já nem sei E ao fim de muitos meses era visita dum rei Fiz-me amante de gentia com ela juntei fazenda A vida até já sorria feliz era a minha emenda O batel chegou um dia para saber se eu era vivo E nas areias da baía foi um encontro festivo Regressei a Portugal com ideia de ficar E ao infante contei tudo do que pudera indagar E tal foi o meu sucesso que el-rei me deu perdão Mas mandou-me de regresso e eu não pude dizer não Refrão Mandou-me o senhor infante em companhia de abade Que baptizou toda a gente e aumentou a cristandade " que boa colheita de almas ! " disse de contente o papa Ao vêr as chagas de cristo a tomar conta do mapa E em paga dos meus serviços ali fui feito feitor E eis tudo o que passei só por um crime de amor Música
  22. 22. Incas
  23. 23. Maias
  24. 24. Astecas
  25. 25. Fernando Cortez e a vitória sobre os Astecas
  26. 26. Francisco Pizarro e a conquista dos Incas
  27. 27. Na América os espanhois tiveram acesso a quantidades significativas de ouro, escravizando os índios para trabalharem nas minas
  28. 28. A população índia diminuiu bruscamente devido a: Trabalho forçado Conquistas Doenças dos colonizadores
  29. 29. As missões tiveram um papel importante na cristianização das populações.
  30. 30.  Feitorias - Posto de comércio dirigido por um funcionário que o governa em nome do rei, o feitor. Normalmente são fortalezas protegidas por muralhas.  Aculturação – Conjunto de mudanças que se processa num grupo social ou num povo quando mantém contactos frequentes com outro(s).  Império Colonial – Conjunto de territórios mares e povos que são dominados, política e economicamente, por outro Estado.  Tráfico negreiro – transporte forçado de negros como escravos para as Américas e para outras colónias de países europeus, durante o período colonialista.  Vice-rei – Cargo atribuído a alguns governadores do Império Português do Oriente. Governavam em nome do rei, substituindo-o nestes territórios.  Monopólio comercial – Poder de exclusividade no comércio com certas regiões e/ou povos.  Ameríndio – Índio, ameríndio ou nativo americano são os nomes dados aos habitantes do continente americano antes da chegada dos europeus.  Miscigenação – Cruzamento de indivíduos de raças ou de etnias diferentes Conceitos a Reter
  31. 31. Metas – O que deves saber desta matéria 1. Caracterizar a presença portuguesa no continente africano. 2. Caracterizar a presença portuguesa na Ásia. 3. Avaliar a importância e efeitos da escravatura. 4. Opinar sobre as condições do tráfico negreiro. 5. Explicar a importância da miscigenação na Ásia. 6. Caracterizar a presença portuguesa no Brasil. 7. Caracterizar a presença espanhola no continente americano. 8. Justificar a diminuição demográfica no continente americano.

×