SlideShare uma empresa Scribd logo
Chupetas
Eletrónicas
Trabalho realizado por:
Beatriz Magina
Mafalda Nunes
Maria Farinha
Rafaela Gonçalves
Sofia Fernandes
Nº5
Nº14
Nº15
Nº21
Nº24
Introdução
Olá! Nós somos alunos dos cursos de Ciências
Socioeconómicas e de Línguas e Humanidades do 11ºC,
da Escola Secundária da Sertã e este trabalho foi
desenvolvido no âmbito do Projeto “Nós Propomos!’’.
Decidimos abordar este tema, pois o uso excessivo do
telemóvel é algo que afeta as diferentes faixas etárias,
mas especialmente os mais jovens. Hoje estamos aqui
para discutir os efeitos que o uso excessivo de
telemóvel causa nos alunos e com a ajuda de uma
professora, saber a sua opinião sobre o assunto.
Localização Geográfica
Imagem retirada de: Google Earth
Imagem retirada de: Wikipédia
Metodologia do trabalho
Primeiramente realizámos um inquérito online aos
alunos do Agrupamento de Escolas da Sertã, de seguida
realizámos uma entrevista à professora Margarida,
coordenadora da EBS, com o intuito de perceber o seu
ponto de vista acerca do uso do telemóvel nas escolas.
Conversámos com os alunos do 4ºano da EBS acerca do
assunto e fizemos um inquérito aos mesmos.
Entrevista à coordenadora
Margarida
1 - Na EBS é percetivél, comparando com os anos
anteriores, um aumento significativo do uso dos
telemóveis?
Não tenho dados concretos, mas
ultimamente tenho visto crianças de
primeiro ciclo, o que não era muito
usual há uns anos atrás, já com
telemóvel. Habitualmente os pais só
ofereciam telemóvel no 6º / 7ºano e
neste momento é raro haver crianças de
5º / 6ºano sem telemóvel.
Entrevista
2 - Sente que o uso do
telemóvel na sala de
aula afeta o
desempenho escolar?
Sim, o uso do telemóvel como instrumento de
trabalho, como o acesso à classroom, o
acesso a questionários, é útil, no entanto, os
alunos têm a sala de informática, os tablets
disponibilizados pela escola e podem fazer
isso. Acho que é prejudicial o telemóvel na
sala de aula, quando o aluno não consegue
cortar e guardar o telemóvel e entra em outros
sites, distrai-se e não se concentra no
trabalho.
3 - Considera que hoje em
dia já existem muitas
crianças com
dependência do
telemóvel?
Já há muitas crianças com essa
dependência e estamos assistir a casos
muito complicados de crianças que estão
de tal forma dependentes, que quanto mais
tempo estão no telemóvel mais querem
estar, pois é viciante. Estas crianças
acabam por ser marionetas, pois são
criados algoritmos para que eles vejam
aquilo que as pessoas querem que eles
vejam, para os influenciar nas suas
escolhas e atitudes.
Entrevista
4 - Durante uma aula tende a chamar
muitas vezes à atenção?
Nas turmas de 6º ano, tenho de dizer aos
alunos para guardarem os telemóveis, o que no
1º ciclo não acontece. Por vezes no 6º ano é
necessário eu ter uma atitude de ‘’polícia do
telemóvel’’, pois ele fica em cima da mesa, na
cadeira e assim que o aluno tem oportunidade
distrai-se e vai para outro mundo. É como se
não estivesse na sala de aula a ouvir ou a
interagir com um colega num trabalho de
grupo.
Entrevista
5 - Sente que existe
menos convivência
entre as crianças?
Sim, nomeadamente durante os intervalos, sou
a primeira que quando vejo as crianças
sentadas a jogar no telemóvel e não a brincar
num dia bonito de sol lhes digo que vou
guardar-lhes o telemóvel para eles irem jogar à
bola com os amigos. E às vezes eu espreito
para ver o que eles estão a assistir e só vejo
jogos de muita violência, e as crianças acabam
por trazer isso para o seu ambiente, para a
convivência com os colegas, o que é o caso de
um aluno ou outro que vem parar à direção, o
que é muito preocupante.
6 - Com quantos anos é
que acha que as crianças
deveriam ter acesso aos
telemóveis?
É uma resposta difícil, pois, as coisas
vão evoluindo, mas acho que a partir
do 7º ano, pois já há outra
capacidade, penso eu, de o que é que
se pode fazer com um telemóvel, já há
uma maior sensibilização para os
perigos na internet e uma maior
capacidade para manusear este
objeto.
Entrevista
7 - Acha que este tipo de aparelhos
eletrónicos deveriam ser proibidos na
escola?
Do meu ponto de vista, sim. Eu só recebi o meu
telemóvel com 20 e tal anos, e não me fez falta
nenhuma. É muito útil, temos o mundo na mão, o
que é algo de extraordinário, no entanto, ele está a
proibir as crianças de criarem relações umas com
as outras e a resolver problemas que surgem entre
elas, o que é fundamental para depois levarem
essas competências para a sua vida adulta para
trabalhos em equipa.
Entrevista
8 - Tem reparado que o
telemóvel afeta a fala
das crianças ?
Afeta, pois o desenvolvimento da
criança faz-se desde o berço e o facto
da criança não dialogar com as palavras
corretas e as expressões corretas. Até a
nível de escrita o exemplo do “porque”
“pk” eles passam isso para os testes e
trabalhos e nós ficamos: mas o que é
isto? e tudo isto por causa deste
influenciador do telemóvel.
9 - Na sua opinião qual é
a melhor forma de
alertar os pais em
relação ao assunto?
Acredito que no momento das
reuniões de avaliação, ou se calhar
numa semana cultural no final de um
dia, talvez na feira do livro convida-se
um profissional na área e depois
junta-se o momento com os que
estão presentes e acho que era uma
dinâmica interessante.
Entrevista
10 - Acha que se os pais tiverem conhecimento do
que o uso do telemóvel causa no desenvolvimento
das crianças eles, mesmo assim, o oferecerão?
‘’Falo como mãe e acredito que nós pais quando entregamos o
telemóvel aos nossos filhos temos de juntamente impor algumas
regras, alguns limites, para que a criança não se torne um escravo deste
aparelho. Porque é muito complicado para as crianças, pois o facto de
não ter telemóvel também pode ser elemento para não se ser aceite
naquele grupo, por não ter redes sociais etc…, tem de haver um
equilíbrio muito grande para que a criança não se sinta discriminada
nem, alienada pelo telemóvel’’.
Entrevista
Inquérito
online
Aos alunos das três escolas do AES
Inquérito aos alunos
que têm telemóvel
-114 pessoas
Qual a maior utilidade que dás
ao teu telemóvel?
● Pesquisa- 45 (45,9%)
● Redes sociais- 84 (85,7%)
● Estudar/ Fazer trabalhos- 37 (37,8%)
● Jogos/ entretenimento-11 (11%)
Não
18,3%
Sim
81,7%
Menos de 1 hora
7,5%
1 hora
14%
2-3 horas
36,6%
4-6 horas
23,7%
6 horas ou +
29%
Se sim como ?
● Distanciamento dos familiares (28.6%)
● Distanciamento dos amigos (22.4%)
● Descida das notas (escolares)/desempenho escolar negativo
(33.7%)
● Depressão ou outra doença mental (11.2%)
● Sentes te inferior devido ao estilo de vida das pessoas que vês
nas redes sociais (24.5%)
● Menos tempo passado fora de casa (29.6%)
● Não afeta (34.7%)
Talvez
29%
Não
31,2%
Sim
39.8%
Não
20,4%
Sim
79,6%
A trabalhar
22,8%
Sim
13%
Não
84,1%
Inquérito aos alunos
que não têm
telemóvel-24 pessoas
Se sim, porque é que gostarias de ter?
A maioria dos inquiridos respondeu
que assim poderia comunicar com
amigos e com familiares ou que
também gostaria de ter telemóvel
como forma de entretenimento.
Porque é que não tens?
A maioria dos inquiridos respondeu que
não tem telemóvel porque os pais não o
compraram e consequentemente não os
deixam ter. Outros afirmam não terem
idade para possuir um telemóvel.
Não
30,4%
Sim
69,6%
Não
52,2%
Sim
26,1%
A trabalhar
21,7%
Inquérito
presencial
Aos alunos do 4º ano
Alunos com telemóvel Alunos sem telemóvel
1.1- Para que usas o telemóvel?
Comunicar com familiares (nomeadamente pai
e mãe) e para se entreterem
(jogos/vídeos/redes sociais)
1.2- Ficas chateado/a quando ficas sem
telemóvel?
Sim-12 Não- 28
1.3- Passas muito tempo no telemóvel?
Sim-11 Não-29
1.4- Quanto tempo passas no telemóvel, por
dia?
Em média: 30 min
2.1- Porquê que não tens telemóvel?
Os pais não deixam ou não têm idade.
2.2- Gostarías de ter?
Sim- 12 Não- 7
Porquê que gostarias de ter?
Falar com os amigos fora da escola, jogar e tirar
fotografias.
2.3- Ficas triste por ver os teus colegas com
telemóvel e tu não?
Sim-5 Não-14
3- Os teus pais passam muito tempo no
telemóvel?
Sim-3 Não-16
● Proposta 2:
Na hora de almoço as crianças
deixam os telemóveis dentro da
sala de aula, dentro da dita caixa;
● Proposta 3:
Implementação de uma hora
do dia para que as crianças
possam estar no telemóvel
mas não em demasia;
Nós Propomos…
● Proposta 1:
Existência uma caixa, em cada
sala de aula, para que as
crianças lá coloquem os
telemóveis durante as aulas;
● Proposta 4:
Palestras com enfermeiras ou
psicólogas, para que as
crianças percebam o quão mal
o uso excessivo do telemóvel é
prejudicial para a saúde;
● Proposta 5:
Palestras dirigidas aos pais
sobre o uso excessivo do
telemóvel e os seus perigos no
desenvolvimento dos filhos.
Com este trabalho chegámos à conclusão de que o uso
excessivo do telemóvel afeta grande parte dos alunos nos
dias de hoje e para que este vício acabe têm de ser
tomadas medidas.
Por fim agradecemos à Coordenadora da escola EBS
Margarida Alves, às turmas do 4°ano da EBS e respectivas
docentes, à professora Ana Paula Pais, a todos os que
responderam ao nosso inquérito online e a todas as
restantes pessoas envolvidas.
Digam não às chupetas eletrónicas !
Conclusão
CRÉDITOS: Este modelo de apresentação foi
criado por Slidesgo, incluindo ícones por
Flaticon e infográficos & imagens por Freepik.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Projeto Nós propomos! Sertã, 2024 - Chupetas Eletrónicas.pptx

Atividade2guilhermepaulino
Atividade2guilhermepaulinoAtividade2guilhermepaulino
Atividade2guilhermepaulino
Guilherme Paulino
 
Celular na escola da educação básica: sim ou não?
Celular na escola da educação básica: sim ou não?Celular na escola da educação básica: sim ou não?
Celular na escola da educação básica: sim ou não?
Mari Monteiro
 
Atividade2nathaneustaquio
Atividade2nathaneustaquioAtividade2nathaneustaquio
Atividade2nathaneustaquio
Nathan Ferreira
 
Atividade2heltonmarcos
Atividade2heltonmarcosAtividade2heltonmarcos
Atividade2heltonmarcos
HeltonMarcos1
 
íRis gomes tecnófobo
íRis gomes   tecnófoboíRis gomes   tecnófobo
íRis gomes tecnófobo
Iris41
 
O tecnófobo, boicotando o celular.
O tecnófobo, boicotando o celular.O tecnófobo, boicotando o celular.
O tecnófobo, boicotando o celular.
BeatrizFerreira310
 
Aprendizagem x tecnologias
Aprendizagem x tecnologiasAprendizagem x tecnologias
Aprendizagem x tecnologias
MireleAdrianeFerreir
 
Celular na escola, NÃO
Celular na escola, NÃOCelular na escola, NÃO
Celular na escola, NÃO
jadedrummond3
 
tecnofobo.pptx
tecnofobo.pptxtecnofobo.pptx
tecnofobo.pptx
FabricioPolignanoNog
 
Celular na escola
Celular na escolaCelular na escola
Celular na escola
CarollinaBarcelos
 
atividade2manoelacoscarella
atividade2manoelacoscarellaatividade2manoelacoscarella
atividade2manoelacoscarella
Manoela Moreira Coscarella
 
Os malefícios da tecnologia na sala de aula
Os malefícios da tecnologia na sala de aulaOs malefícios da tecnologia na sala de aula
Os malefícios da tecnologia na sala de aula
EduardoCunha80
 
Atividade2SamaraOliveiraGomes
Atividade2SamaraOliveiraGomesAtividade2SamaraOliveiraGomes
Atividade2SamaraOliveiraGomes
SamaraGomes55
 
Meios de Comunicação - Perigos na falta de Orientação.
Meios de Comunicação - Perigos na falta de Orientação.Meios de Comunicação - Perigos na falta de Orientação.
Meios de Comunicação - Perigos na falta de Orientação.
Alexandre Rivero
 
Atividade2joaovitorcarlosbrandao
Atividade2joaovitorcarlosbrandaoAtividade2joaovitorcarlosbrandao
Atividade2joaovitorcarlosbrandao
João Vitor Brandão
 
Atividade 2 tecnologias e práticas educativas
Atividade 2 tecnologias e práticas educativasAtividade 2 tecnologias e práticas educativas
Atividade 2 tecnologias e práticas educativas
Claudia Guimarães
 
O uso do celular na escola
O uso do celular na escola O uso do celular na escola
O uso do celular na escola
JssicaLimadeOliveira
 
Celular na escola, inimigo da aprendizagem - Isadora Gomes
Celular na escola, inimigo da aprendizagem - Isadora GomesCelular na escola, inimigo da aprendizagem - Isadora Gomes
Celular na escola, inimigo da aprendizagem - Isadora Gomes
Isadora Gomes
 
atividade2luanacosta
atividade2luanacostaatividade2luanacosta
atividade2luanacosta
Luana Costa
 
Celular em sala de aula: o inimigo do professor
Celular em sala de aula: o inimigo do professorCelular em sala de aula: o inimigo do professor
Celular em sala de aula: o inimigo do professor
joycealves_00
 

Semelhante a Projeto Nós propomos! Sertã, 2024 - Chupetas Eletrónicas.pptx (20)

Atividade2guilhermepaulino
Atividade2guilhermepaulinoAtividade2guilhermepaulino
Atividade2guilhermepaulino
 
Celular na escola da educação básica: sim ou não?
Celular na escola da educação básica: sim ou não?Celular na escola da educação básica: sim ou não?
Celular na escola da educação básica: sim ou não?
 
Atividade2nathaneustaquio
Atividade2nathaneustaquioAtividade2nathaneustaquio
Atividade2nathaneustaquio
 
Atividade2heltonmarcos
Atividade2heltonmarcosAtividade2heltonmarcos
Atividade2heltonmarcos
 
íRis gomes tecnófobo
íRis gomes   tecnófoboíRis gomes   tecnófobo
íRis gomes tecnófobo
 
O tecnófobo, boicotando o celular.
O tecnófobo, boicotando o celular.O tecnófobo, boicotando o celular.
O tecnófobo, boicotando o celular.
 
Aprendizagem x tecnologias
Aprendizagem x tecnologiasAprendizagem x tecnologias
Aprendizagem x tecnologias
 
Celular na escola, NÃO
Celular na escola, NÃOCelular na escola, NÃO
Celular na escola, NÃO
 
tecnofobo.pptx
tecnofobo.pptxtecnofobo.pptx
tecnofobo.pptx
 
Celular na escola
Celular na escolaCelular na escola
Celular na escola
 
atividade2manoelacoscarella
atividade2manoelacoscarellaatividade2manoelacoscarella
atividade2manoelacoscarella
 
Os malefícios da tecnologia na sala de aula
Os malefícios da tecnologia na sala de aulaOs malefícios da tecnologia na sala de aula
Os malefícios da tecnologia na sala de aula
 
Atividade2SamaraOliveiraGomes
Atividade2SamaraOliveiraGomesAtividade2SamaraOliveiraGomes
Atividade2SamaraOliveiraGomes
 
Meios de Comunicação - Perigos na falta de Orientação.
Meios de Comunicação - Perigos na falta de Orientação.Meios de Comunicação - Perigos na falta de Orientação.
Meios de Comunicação - Perigos na falta de Orientação.
 
Atividade2joaovitorcarlosbrandao
Atividade2joaovitorcarlosbrandaoAtividade2joaovitorcarlosbrandao
Atividade2joaovitorcarlosbrandao
 
Atividade 2 tecnologias e práticas educativas
Atividade 2 tecnologias e práticas educativasAtividade 2 tecnologias e práticas educativas
Atividade 2 tecnologias e práticas educativas
 
O uso do celular na escola
O uso do celular na escola O uso do celular na escola
O uso do celular na escola
 
Celular na escola, inimigo da aprendizagem - Isadora Gomes
Celular na escola, inimigo da aprendizagem - Isadora GomesCelular na escola, inimigo da aprendizagem - Isadora Gomes
Celular na escola, inimigo da aprendizagem - Isadora Gomes
 
atividade2luanacosta
atividade2luanacostaatividade2luanacosta
atividade2luanacosta
 
Celular em sala de aula: o inimigo do professor
Celular em sala de aula: o inimigo do professorCelular em sala de aula: o inimigo do professor
Celular em sala de aula: o inimigo do professor
 

Mais de Ilda Bicacro

"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
Ilda Bicacro
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Ilda Bicacro
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Ilda Bicacro
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
Ilda Bicacro
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Ilda Bicacro
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
Ilda Bicacro
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
Ilda Bicacro
 
Nós Propomos! Autocarros Elétricos - Trabalho desenvolvido no âmbito de Cidad...
Nós Propomos! Autocarros Elétricos - Trabalho desenvolvido no âmbito de Cidad...Nós Propomos! Autocarros Elétricos - Trabalho desenvolvido no âmbito de Cidad...
Nós Propomos! Autocarros Elétricos - Trabalho desenvolvido no âmbito de Cidad...
Ilda Bicacro
 
Rota das Ribeiras Camp, Projeto Nós Propomos!
Rota das Ribeiras Camp, Projeto Nós Propomos!Rota das Ribeiras Camp, Projeto Nós Propomos!
Rota das Ribeiras Camp, Projeto Nós Propomos!
Ilda Bicacro
 
Nós Propomos! " Pinhais limpos, mundo saudável"
Nós Propomos! " Pinhais limpos, mundo saudável"Nós Propomos! " Pinhais limpos, mundo saudável"
Nós Propomos! " Pinhais limpos, mundo saudável"
Ilda Bicacro
 
ESSertã - Nós Propomos! De mãos dadas com Rwanda.pptx
ESSertã - Nós Propomos! De mãos dadas com Rwanda.pptxESSertã - Nós Propomos! De mãos dadas com Rwanda.pptx
ESSertã - Nós Propomos! De mãos dadas com Rwanda.pptx
Ilda Bicacro
 
Construção (C)erta - Nós Propomos! Sertã
Construção (C)erta - Nós Propomos! SertãConstrução (C)erta - Nós Propomos! Sertã
Construção (C)erta - Nós Propomos! Sertã
Ilda Bicacro
 
unicef_convenc-a-o_dos_direitos_da_crianca.pdf
unicef_convenc-a-o_dos_direitos_da_crianca.pdfunicef_convenc-a-o_dos_direitos_da_crianca.pdf
unicef_convenc-a-o_dos_direitos_da_crianca.pdf
Ilda Bicacro
 
A nossa escola precisa ... Nós Propomos 2 - Maria Luz Belo.pdf
A nossa escola precisa ... Nós Propomos 2 - Maria Luz Belo.pdfA nossa escola precisa ... Nós Propomos 2 - Maria Luz Belo.pdf
A nossa escola precisa ... Nós Propomos 2 - Maria Luz Belo.pdf
Ilda Bicacro
 
PROJETO_Eu _pedalo_tu corres_ele conduz_nós andamos_ Não _arriscamos_2A_EB SE...
PROJETO_Eu _pedalo_tu corres_ele conduz_nós andamos_ Não _arriscamos_2A_EB SE...PROJETO_Eu _pedalo_tu corres_ele conduz_nós andamos_ Não _arriscamos_2A_EB SE...
PROJETO_Eu _pedalo_tu corres_ele conduz_nós andamos_ Não _arriscamos_2A_EB SE...
Ilda Bicacro
 
EB1_Cumeada_ NP_Interculturalidade - Matilde Mateus.pptx
EB1_Cumeada_ NP_Interculturalidade - Matilde Mateus.pptxEB1_Cumeada_ NP_Interculturalidade - Matilde Mateus.pptx
EB1_Cumeada_ NP_Interculturalidade - Matilde Mateus.pptx
Ilda Bicacro
 
Projeto - Aprender a Viver Juntos - 3.ºSN - Sara Correia.pdf
Projeto - Aprender a Viver Juntos - 3.ºSN - Sara Correia.pdfProjeto - Aprender a Viver Juntos - 3.ºSN - Sara Correia.pdf
Projeto - Aprender a Viver Juntos - 3.ºSN - Sara Correia.pdf
Ilda Bicacro
 
Interculturalidade EB1 Cumeada.pptx
Interculturalidade EB1 Cumeada.pptxInterculturalidade EB1 Cumeada.pptx
Interculturalidade EB1 Cumeada.pptx
Ilda Bicacro
 
Direitos das crianças
Direitos das criançasDireitos das crianças
Direitos das crianças
Ilda Bicacro
 
ESS_Trocas e Baldrocas.pdf
ESS_Trocas e Baldrocas.pdfESS_Trocas e Baldrocas.pdf
ESS_Trocas e Baldrocas.pdf
Ilda Bicacro
 

Mais de Ilda Bicacro (20)

"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
Nós Propomos! Autocarros Elétricos - Trabalho desenvolvido no âmbito de Cidad...
Nós Propomos! Autocarros Elétricos - Trabalho desenvolvido no âmbito de Cidad...Nós Propomos! Autocarros Elétricos - Trabalho desenvolvido no âmbito de Cidad...
Nós Propomos! Autocarros Elétricos - Trabalho desenvolvido no âmbito de Cidad...
 
Rota das Ribeiras Camp, Projeto Nós Propomos!
Rota das Ribeiras Camp, Projeto Nós Propomos!Rota das Ribeiras Camp, Projeto Nós Propomos!
Rota das Ribeiras Camp, Projeto Nós Propomos!
 
Nós Propomos! " Pinhais limpos, mundo saudável"
Nós Propomos! " Pinhais limpos, mundo saudável"Nós Propomos! " Pinhais limpos, mundo saudável"
Nós Propomos! " Pinhais limpos, mundo saudável"
 
ESSertã - Nós Propomos! De mãos dadas com Rwanda.pptx
ESSertã - Nós Propomos! De mãos dadas com Rwanda.pptxESSertã - Nós Propomos! De mãos dadas com Rwanda.pptx
ESSertã - Nós Propomos! De mãos dadas com Rwanda.pptx
 
Construção (C)erta - Nós Propomos! Sertã
Construção (C)erta - Nós Propomos! SertãConstrução (C)erta - Nós Propomos! Sertã
Construção (C)erta - Nós Propomos! Sertã
 
unicef_convenc-a-o_dos_direitos_da_crianca.pdf
unicef_convenc-a-o_dos_direitos_da_crianca.pdfunicef_convenc-a-o_dos_direitos_da_crianca.pdf
unicef_convenc-a-o_dos_direitos_da_crianca.pdf
 
A nossa escola precisa ... Nós Propomos 2 - Maria Luz Belo.pdf
A nossa escola precisa ... Nós Propomos 2 - Maria Luz Belo.pdfA nossa escola precisa ... Nós Propomos 2 - Maria Luz Belo.pdf
A nossa escola precisa ... Nós Propomos 2 - Maria Luz Belo.pdf
 
PROJETO_Eu _pedalo_tu corres_ele conduz_nós andamos_ Não _arriscamos_2A_EB SE...
PROJETO_Eu _pedalo_tu corres_ele conduz_nós andamos_ Não _arriscamos_2A_EB SE...PROJETO_Eu _pedalo_tu corres_ele conduz_nós andamos_ Não _arriscamos_2A_EB SE...
PROJETO_Eu _pedalo_tu corres_ele conduz_nós andamos_ Não _arriscamos_2A_EB SE...
 
EB1_Cumeada_ NP_Interculturalidade - Matilde Mateus.pptx
EB1_Cumeada_ NP_Interculturalidade - Matilde Mateus.pptxEB1_Cumeada_ NP_Interculturalidade - Matilde Mateus.pptx
EB1_Cumeada_ NP_Interculturalidade - Matilde Mateus.pptx
 
Projeto - Aprender a Viver Juntos - 3.ºSN - Sara Correia.pdf
Projeto - Aprender a Viver Juntos - 3.ºSN - Sara Correia.pdfProjeto - Aprender a Viver Juntos - 3.ºSN - Sara Correia.pdf
Projeto - Aprender a Viver Juntos - 3.ºSN - Sara Correia.pdf
 
Interculturalidade EB1 Cumeada.pptx
Interculturalidade EB1 Cumeada.pptxInterculturalidade EB1 Cumeada.pptx
Interculturalidade EB1 Cumeada.pptx
 
Direitos das crianças
Direitos das criançasDireitos das crianças
Direitos das crianças
 
ESS_Trocas e Baldrocas.pdf
ESS_Trocas e Baldrocas.pdfESS_Trocas e Baldrocas.pdf
ESS_Trocas e Baldrocas.pdf
 

Último

759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
edivirgesribeiro1
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 

Último (20)

759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 

Projeto Nós propomos! Sertã, 2024 - Chupetas Eletrónicas.pptx

  • 1. Chupetas Eletrónicas Trabalho realizado por: Beatriz Magina Mafalda Nunes Maria Farinha Rafaela Gonçalves Sofia Fernandes Nº5 Nº14 Nº15 Nº21 Nº24
  • 2. Introdução Olá! Nós somos alunos dos cursos de Ciências Socioeconómicas e de Línguas e Humanidades do 11ºC, da Escola Secundária da Sertã e este trabalho foi desenvolvido no âmbito do Projeto “Nós Propomos!’’. Decidimos abordar este tema, pois o uso excessivo do telemóvel é algo que afeta as diferentes faixas etárias, mas especialmente os mais jovens. Hoje estamos aqui para discutir os efeitos que o uso excessivo de telemóvel causa nos alunos e com a ajuda de uma professora, saber a sua opinião sobre o assunto.
  • 3. Localização Geográfica Imagem retirada de: Google Earth Imagem retirada de: Wikipédia
  • 4. Metodologia do trabalho Primeiramente realizámos um inquérito online aos alunos do Agrupamento de Escolas da Sertã, de seguida realizámos uma entrevista à professora Margarida, coordenadora da EBS, com o intuito de perceber o seu ponto de vista acerca do uso do telemóvel nas escolas. Conversámos com os alunos do 4ºano da EBS acerca do assunto e fizemos um inquérito aos mesmos.
  • 6. 1 - Na EBS é percetivél, comparando com os anos anteriores, um aumento significativo do uso dos telemóveis? Não tenho dados concretos, mas ultimamente tenho visto crianças de primeiro ciclo, o que não era muito usual há uns anos atrás, já com telemóvel. Habitualmente os pais só ofereciam telemóvel no 6º / 7ºano e neste momento é raro haver crianças de 5º / 6ºano sem telemóvel. Entrevista
  • 7. 2 - Sente que o uso do telemóvel na sala de aula afeta o desempenho escolar? Sim, o uso do telemóvel como instrumento de trabalho, como o acesso à classroom, o acesso a questionários, é útil, no entanto, os alunos têm a sala de informática, os tablets disponibilizados pela escola e podem fazer isso. Acho que é prejudicial o telemóvel na sala de aula, quando o aluno não consegue cortar e guardar o telemóvel e entra em outros sites, distrai-se e não se concentra no trabalho. 3 - Considera que hoje em dia já existem muitas crianças com dependência do telemóvel? Já há muitas crianças com essa dependência e estamos assistir a casos muito complicados de crianças que estão de tal forma dependentes, que quanto mais tempo estão no telemóvel mais querem estar, pois é viciante. Estas crianças acabam por ser marionetas, pois são criados algoritmos para que eles vejam aquilo que as pessoas querem que eles vejam, para os influenciar nas suas escolhas e atitudes. Entrevista
  • 8. 4 - Durante uma aula tende a chamar muitas vezes à atenção? Nas turmas de 6º ano, tenho de dizer aos alunos para guardarem os telemóveis, o que no 1º ciclo não acontece. Por vezes no 6º ano é necessário eu ter uma atitude de ‘’polícia do telemóvel’’, pois ele fica em cima da mesa, na cadeira e assim que o aluno tem oportunidade distrai-se e vai para outro mundo. É como se não estivesse na sala de aula a ouvir ou a interagir com um colega num trabalho de grupo. Entrevista
  • 9. 5 - Sente que existe menos convivência entre as crianças? Sim, nomeadamente durante os intervalos, sou a primeira que quando vejo as crianças sentadas a jogar no telemóvel e não a brincar num dia bonito de sol lhes digo que vou guardar-lhes o telemóvel para eles irem jogar à bola com os amigos. E às vezes eu espreito para ver o que eles estão a assistir e só vejo jogos de muita violência, e as crianças acabam por trazer isso para o seu ambiente, para a convivência com os colegas, o que é o caso de um aluno ou outro que vem parar à direção, o que é muito preocupante. 6 - Com quantos anos é que acha que as crianças deveriam ter acesso aos telemóveis? É uma resposta difícil, pois, as coisas vão evoluindo, mas acho que a partir do 7º ano, pois já há outra capacidade, penso eu, de o que é que se pode fazer com um telemóvel, já há uma maior sensibilização para os perigos na internet e uma maior capacidade para manusear este objeto. Entrevista
  • 10. 7 - Acha que este tipo de aparelhos eletrónicos deveriam ser proibidos na escola? Do meu ponto de vista, sim. Eu só recebi o meu telemóvel com 20 e tal anos, e não me fez falta nenhuma. É muito útil, temos o mundo na mão, o que é algo de extraordinário, no entanto, ele está a proibir as crianças de criarem relações umas com as outras e a resolver problemas que surgem entre elas, o que é fundamental para depois levarem essas competências para a sua vida adulta para trabalhos em equipa. Entrevista
  • 11. 8 - Tem reparado que o telemóvel afeta a fala das crianças ? Afeta, pois o desenvolvimento da criança faz-se desde o berço e o facto da criança não dialogar com as palavras corretas e as expressões corretas. Até a nível de escrita o exemplo do “porque” “pk” eles passam isso para os testes e trabalhos e nós ficamos: mas o que é isto? e tudo isto por causa deste influenciador do telemóvel. 9 - Na sua opinião qual é a melhor forma de alertar os pais em relação ao assunto? Acredito que no momento das reuniões de avaliação, ou se calhar numa semana cultural no final de um dia, talvez na feira do livro convida-se um profissional na área e depois junta-se o momento com os que estão presentes e acho que era uma dinâmica interessante. Entrevista
  • 12. 10 - Acha que se os pais tiverem conhecimento do que o uso do telemóvel causa no desenvolvimento das crianças eles, mesmo assim, o oferecerão? ‘’Falo como mãe e acredito que nós pais quando entregamos o telemóvel aos nossos filhos temos de juntamente impor algumas regras, alguns limites, para que a criança não se torne um escravo deste aparelho. Porque é muito complicado para as crianças, pois o facto de não ter telemóvel também pode ser elemento para não se ser aceite naquele grupo, por não ter redes sociais etc…, tem de haver um equilíbrio muito grande para que a criança não se sinta discriminada nem, alienada pelo telemóvel’’. Entrevista
  • 13. Inquérito online Aos alunos das três escolas do AES
  • 14. Inquérito aos alunos que têm telemóvel -114 pessoas Qual a maior utilidade que dás ao teu telemóvel? ● Pesquisa- 45 (45,9%) ● Redes sociais- 84 (85,7%) ● Estudar/ Fazer trabalhos- 37 (37,8%) ● Jogos/ entretenimento-11 (11%) Não 18,3% Sim 81,7% Menos de 1 hora 7,5% 1 hora 14% 2-3 horas 36,6% 4-6 horas 23,7% 6 horas ou + 29%
  • 15. Se sim como ? ● Distanciamento dos familiares (28.6%) ● Distanciamento dos amigos (22.4%) ● Descida das notas (escolares)/desempenho escolar negativo (33.7%) ● Depressão ou outra doença mental (11.2%) ● Sentes te inferior devido ao estilo de vida das pessoas que vês nas redes sociais (24.5%) ● Menos tempo passado fora de casa (29.6%) ● Não afeta (34.7%) Talvez 29% Não 31,2% Sim 39.8% Não 20,4% Sim 79,6% A trabalhar 22,8% Sim 13% Não 84,1%
  • 16. Inquérito aos alunos que não têm telemóvel-24 pessoas Se sim, porque é que gostarias de ter? A maioria dos inquiridos respondeu que assim poderia comunicar com amigos e com familiares ou que também gostaria de ter telemóvel como forma de entretenimento. Porque é que não tens? A maioria dos inquiridos respondeu que não tem telemóvel porque os pais não o compraram e consequentemente não os deixam ter. Outros afirmam não terem idade para possuir um telemóvel. Não 30,4% Sim 69,6% Não 52,2% Sim 26,1% A trabalhar 21,7%
  • 18. Alunos com telemóvel Alunos sem telemóvel 1.1- Para que usas o telemóvel? Comunicar com familiares (nomeadamente pai e mãe) e para se entreterem (jogos/vídeos/redes sociais) 1.2- Ficas chateado/a quando ficas sem telemóvel? Sim-12 Não- 28 1.3- Passas muito tempo no telemóvel? Sim-11 Não-29 1.4- Quanto tempo passas no telemóvel, por dia? Em média: 30 min 2.1- Porquê que não tens telemóvel? Os pais não deixam ou não têm idade. 2.2- Gostarías de ter? Sim- 12 Não- 7 Porquê que gostarias de ter? Falar com os amigos fora da escola, jogar e tirar fotografias. 2.3- Ficas triste por ver os teus colegas com telemóvel e tu não? Sim-5 Não-14 3- Os teus pais passam muito tempo no telemóvel? Sim-3 Não-16
  • 19. ● Proposta 2: Na hora de almoço as crianças deixam os telemóveis dentro da sala de aula, dentro da dita caixa; ● Proposta 3: Implementação de uma hora do dia para que as crianças possam estar no telemóvel mas não em demasia; Nós Propomos… ● Proposta 1: Existência uma caixa, em cada sala de aula, para que as crianças lá coloquem os telemóveis durante as aulas; ● Proposta 4: Palestras com enfermeiras ou psicólogas, para que as crianças percebam o quão mal o uso excessivo do telemóvel é prejudicial para a saúde; ● Proposta 5: Palestras dirigidas aos pais sobre o uso excessivo do telemóvel e os seus perigos no desenvolvimento dos filhos.
  • 20. Com este trabalho chegámos à conclusão de que o uso excessivo do telemóvel afeta grande parte dos alunos nos dias de hoje e para que este vício acabe têm de ser tomadas medidas. Por fim agradecemos à Coordenadora da escola EBS Margarida Alves, às turmas do 4°ano da EBS e respectivas docentes, à professora Ana Paula Pais, a todos os que responderam ao nosso inquérito online e a todas as restantes pessoas envolvidas. Digam não às chupetas eletrónicas ! Conclusão CRÉDITOS: Este modelo de apresentação foi criado por Slidesgo, incluindo ícones por Flaticon e infográficos & imagens por Freepik.

Notas do Editor

  1. Localizada na Beira Baixa (NUTS III), integrada na região Centro (NUTS II) e situada em Castelo Branco.