SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 23
Baixar para ler offline
HOMEM E SOCIEDADE
Profª LUDMILA DE MOURA
Aula 1
2014
1
ANTROPOLOGIA
• “Ciência da cultura humana”
• É uma disciplina que investiga as
origens, o desenvolvimento e as
semelhanças das sociedades
humanas, assim como as diferenças
entre elas.
2
Por que estudar Antropologia?
• Porque como profissionais, vocês lidarão
com pessoas.
• Portanto, conhecer as pessoas é um
dever imposto pela profissão que vocês
escolheram.
• Profissionais que conhecem bem as
pessoas são profissionais diferenciados.
3
4
•Nosso modo de ver o
ser humano
determinará o nosso
modo de ser no mundo.
5
ANTROPOLOGIA
• A palavra antropologia deriva de
duas palavras gregas:
• Anthropos = "homem" ou "humano";
e
• Logos = "pensamento" ou "razão".
6
ANTROPOLOGIA
• sendo a ciência da humanidade e da cultura, tem
um campo de investigação extremamente vasto:
abrange, no espaço, toda a terra habitada; no
tempo, pelo menos dois milhões de anos, e todas
as populações socialmente organizadas.
• Divide-se em duas grandes áreas de estudo, com
objetivos definidos e interesses teóricos próprios:
a Antropologia Física ou Biológica e a
Antropologia Cultural.
7
Antropologia física/biológica
• Estuda a origem do ser humano
(evolução), utilizando-se das ciências
geológicas e biológicas.
• De modo geral, os estudiosos deste
ramo da antropologia conflitam
fortemente com os conceitos cristãos
das origens.
8
Antropologia Cultural
• Estuda as questões lingüísticas, tecnológicas,
históricas, éticas, culturais e sociais do ser
humano.
• modos de alimentar-se, de vestir-se, de
combater, de seguir os rituais religiosos,
os medos, os símbolos, a concepção
cósmica, sistema de parentesco, os
procedimentos nupciais, as tatuagem e
automutilações, os sacrifícios, costumes
e convenções sociais.
9
10
11
O Âmbito da Antropologia
• Para pensar as sociedades humanas,
a antropologia preocupa-se em
detalhar, tanto quanto possível, os
seres humanos que as compõem e
com elas se relacionam, seja nos
seus aspectos físicos, na sua relação
com a natureza, seja na sua
especificidade cultural.
12
•Quem somos?
•De onde viemos?
•Para onde vamos?
13
Dimensões da cultura
• Para o saber antropológico o
conceito de cultura abarca diversas
dimensões: universo psíquico, os
mitos, os costumes e rituais, suas
histórias peculiares, a linguagem,
valores, crenças, leis, relações de
parentesco, entre outros tópicos.
14
• Embora o estudo das sociedades
humanas remonte à Antigüidade
Clássica, a antropologia nasceu,
como ciência, efetivamente, da
grande revolução cultural iniciada
com o Iluminismo.
15
Homem Vitruviano (Leonardo da Vinci)
16
A Antropologia como ciência
• Até o século XVIII, o saber antropológico
esteve presente na contribuição dos cronistas,
viajantes, soldados, missionários e
comerciantes que discutiam, em relação aos
povos que conheciam, a maneira como estes
viviam a sua condição humana, cultivavam
seus hábitos, normas, características,
interpretavam os seus mitos, os seus rituais, a
sua linguagem.
• Neste século, a Antropologia adquire o satus
de ciência, tendo como objeto a análise das
"raças humanas".
17
A Antropologia como ciência
• No Século XIX, Boucher de Perthes utiliza o
termo “homem pré-histórico”, a partir de
achados arqueológicos, como utensílios de pedra,
cuja idade se estimava bastante remota.
• Posteriormente, em 1865, John Lubock reavaliou
numerosos dados acerca da Cultura da Idade da
Pedra e compilou uma classificação em que
enumerava as diferenças culturais entre o
Paleolítico (homem selvagem, caçador/coletor) e
Neolítico (que se inicia há 10 mil anos).
18
Evolução Humana: Australopitecus (3,6 milhões de anos),
Homo Habilis (2 m.a.), Neanderthal (300 a 29 mil anos),
Homo Sapiens…
19
Evolucionismo
• Com a publicação de dois livros, A
Origem das Espécies, em 1859 e A
descendência do homem, em 1871,
Charles Darwin principia a
sistematização da teoria
evolucionista.
• Partindo desta obra, nascia a
Antropologia Biológica.
20
Etnocentrismo
• Marcada pela discussão evolucionista, a
antropologia do Século XIX privilegiou o
Darwinismo Social, que considerava a sociedade
europeia da época como o apogeu de um
processo evolutivo, em que as sociedades
aborígenes eram tidas como exemplares "mais
primitivos".
• Esta visão usava o conceito de “civilização” para
classificar, julgar e, posteriormente, justificar o
domínio de outros povos.
21
Etnocentrismo
• Esta maneira de ver o mundo, ignorando as
diferenças em relação aos povos tidos como
inferiores, recebe o nome de etnocentrismo.
• É a Visão Etnocêntrica do homem europeu,
que se atribui o valor de “civilizado”, fazendo
crer que os outros povos estavam “situados
fora da história e da cultura”.
22
23

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Plano para direitos humanos e vozes da escola
Plano para direitos humanos e vozes da escolaPlano para direitos humanos e vozes da escola
Plano para direitos humanos e vozes da escolaSuelen Fabiano Aguiar
 
Plano de curso sociologia 1 ano
Plano de curso  sociologia 1 anoPlano de curso  sociologia 1 ano
Plano de curso sociologia 1 anoJoão Marcelo
 
Slide sociologia 1
Slide sociologia 1Slide sociologia 1
Slide sociologia 1Over Lane
 
Sociologia, Cultura e Sociedade
Sociologia, Cultura e SociedadeSociologia, Cultura e Sociedade
Sociologia, Cultura e SociedadeMoacyr Anício
 
Sociologia ii aula 1 - Cultura e Sociedade
Sociologia ii   aula 1 - Cultura e SociedadeSociologia ii   aula 1 - Cultura e Sociedade
Sociologia ii aula 1 - Cultura e SociedadeCarmem Rocha
 
Introdução ao ensino superior. estrutura e funcionamento ppt
Introdução ao ensino superior. estrutura e funcionamento pptIntrodução ao ensino superior. estrutura e funcionamento ppt
Introdução ao ensino superior. estrutura e funcionamento pptDaniela Barroso
 
RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS
RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAISRELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS
RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAISLudmila Moura
 
Cempi – aula antropologia cultural 1
Cempi – aula antropologia cultural  1Cempi – aula antropologia cultural  1
Cempi – aula antropologia cultural 1Geani Pedrosa
 
Cultura um conceito antropológico Roque Laraia
Cultura um conceito antropológico  Roque LaraiaCultura um conceito antropológico  Roque Laraia
Cultura um conceito antropológico Roque LaraiaGisele Da Fonseca
 
ATIVIDADE - INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe Assunção
ATIVIDADE - INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe AssunçãoATIVIDADE - INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe Assunção
ATIVIDADE - INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 

Mais procurados (20)

Etnocentrismo
EtnocentrismoEtnocentrismo
Etnocentrismo
 
Plano para direitos humanos e vozes da escola
Plano para direitos humanos e vozes da escolaPlano para direitos humanos e vozes da escola
Plano para direitos humanos e vozes da escola
 
Plano de curso sociologia 1 ano
Plano de curso  sociologia 1 anoPlano de curso  sociologia 1 ano
Plano de curso sociologia 1 ano
 
Antropologia.
Antropologia.Antropologia.
Antropologia.
 
Slide sociologia 1
Slide sociologia 1Slide sociologia 1
Slide sociologia 1
 
Estratificação social
Estratificação socialEstratificação social
Estratificação social
 
Sociologia - Religião
Sociologia - ReligiãoSociologia - Religião
Sociologia - Religião
 
Cultura
CulturaCultura
Cultura
 
Surgimento da Sociologia
Surgimento da SociologiaSurgimento da Sociologia
Surgimento da Sociologia
 
Sociologia, Cultura e Sociedade
Sociologia, Cultura e SociedadeSociologia, Cultura e Sociedade
Sociologia, Cultura e Sociedade
 
Conceito e origem da antropologia
Conceito e origem da antropologiaConceito e origem da antropologia
Conceito e origem da antropologia
 
Sociologia ii aula 1 - Cultura e Sociedade
Sociologia ii   aula 1 - Cultura e SociedadeSociologia ii   aula 1 - Cultura e Sociedade
Sociologia ii aula 1 - Cultura e Sociedade
 
Introdução ao ensino superior. estrutura e funcionamento ppt
Introdução ao ensino superior. estrutura e funcionamento pptIntrodução ao ensino superior. estrutura e funcionamento ppt
Introdução ao ensino superior. estrutura e funcionamento ppt
 
RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS
RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAISRELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS
RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS
 
Cultura - Sociologia
Cultura - SociologiaCultura - Sociologia
Cultura - Sociologia
 
Cempi – aula antropologia cultural 1
Cempi – aula antropologia cultural  1Cempi – aula antropologia cultural  1
Cempi – aula antropologia cultural 1
 
Etnocentrismo e relativismo
Etnocentrismo e relativismoEtnocentrismo e relativismo
Etnocentrismo e relativismo
 
Etnocentrismo
EtnocentrismoEtnocentrismo
Etnocentrismo
 
Cultura um conceito antropológico Roque Laraia
Cultura um conceito antropológico  Roque LaraiaCultura um conceito antropológico  Roque Laraia
Cultura um conceito antropológico Roque Laraia
 
ATIVIDADE - INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe Assunção
ATIVIDADE - INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe AssunçãoATIVIDADE - INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe Assunção
ATIVIDADE - INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe Assunção
 

Destaque

Cap 8 antropologia social
Cap 8 antropologia socialCap 8 antropologia social
Cap 8 antropologia socialJoao Balbi
 
Cultura: um conceito antropologico - Parte 1
Cultura: um conceito antropologico - Parte 1Cultura: um conceito antropologico - Parte 1
Cultura: um conceito antropologico - Parte 1Leonardo Santos
 
Antropologia e sociedade
Antropologia e sociedadeAntropologia e sociedade
Antropologia e sociedadeLuci Bonini
 
Antropologia e educação2223
Antropologia e educação2223Antropologia e educação2223
Antropologia e educação2223Ricardo Castro
 
Aula 4-sociologia-aula-4-antropologia
Aula 4-sociologia-aula-4-antropologiaAula 4-sociologia-aula-4-antropologia
Aula 4-sociologia-aula-4-antropologiaSuely Lima Lopes
 
Antropologia da educação
Antropologia da educaçãoAntropologia da educação
Antropologia da educaçãoJRALBERTY
 
Relações étnico raciais
Relações étnico raciaisRelações étnico raciais
Relações étnico raciaisSoares Junior
 
Aula 1 metodologia científica
Aula 1   metodologia científicaAula 1   metodologia científica
Aula 1 metodologia científicaLudmila Moura
 
Relações Étnico Raciais
Relações Étnico RaciaisRelações Étnico Raciais
Relações Étnico RaciaisJunior Ozono
 
A antropologia como ciência (unopar)
A antropologia como ciência (unopar)A antropologia como ciência (unopar)
A antropologia como ciência (unopar)Kaio Maluf
 
Cap 21 religião, mitos e magias
Cap 21 religião, mitos e magiasCap 21 religião, mitos e magias
Cap 21 religião, mitos e magiasJoao Balbi
 
O Individuo Na Organização
O Individuo Na OrganizaçãoO Individuo Na Organização
O Individuo Na OrganizaçãoMichel Moreira
 

Destaque (20)

Cap 8 antropologia social
Cap 8 antropologia socialCap 8 antropologia social
Cap 8 antropologia social
 
Aula 1 o que é antropologia
Aula 1   o que é antropologiaAula 1   o que é antropologia
Aula 1 o que é antropologia
 
Antropologia introdução
Antropologia introduçãoAntropologia introdução
Antropologia introdução
 
Cultura: um conceito antropologico - Parte 1
Cultura: um conceito antropologico - Parte 1Cultura: um conceito antropologico - Parte 1
Cultura: um conceito antropologico - Parte 1
 
Antropologia e sociedade
Antropologia e sociedadeAntropologia e sociedade
Antropologia e sociedade
 
Antropologia e educação2223
Antropologia e educação2223Antropologia e educação2223
Antropologia e educação2223
 
Aula 4-sociologia-aula-4-antropologia
Aula 4-sociologia-aula-4-antropologiaAula 4-sociologia-aula-4-antropologia
Aula 4-sociologia-aula-4-antropologia
 
Antropologia da educação
Antropologia da educaçãoAntropologia da educação
Antropologia da educação
 
Diversidade etnica
Diversidade etnicaDiversidade etnica
Diversidade etnica
 
Atividade Curricular _ Relações Étnico Raciais
Atividade Curricular _ Relações Étnico Raciais Atividade Curricular _ Relações Étnico Raciais
Atividade Curricular _ Relações Étnico Raciais
 
Antropologia e Evolucionismo Social
Antropologia e Evolucionismo SocialAntropologia e Evolucionismo Social
Antropologia e Evolucionismo Social
 
Relações étnico raciais
Relações étnico raciaisRelações étnico raciais
Relações étnico raciais
 
Aula 1 metodologia científica
Aula 1   metodologia científicaAula 1   metodologia científica
Aula 1 metodologia científica
 
Relações Étnico Raciais
Relações Étnico RaciaisRelações Étnico Raciais
Relações Étnico Raciais
 
A antropologia como ciência (unopar)
A antropologia como ciência (unopar)A antropologia como ciência (unopar)
A antropologia como ciência (unopar)
 
Freud2
Freud2Freud2
Freud2
 
Cap 21 religião, mitos e magias
Cap 21 religião, mitos e magiasCap 21 religião, mitos e magias
Cap 21 religião, mitos e magias
 
O Individuo Na Organização
O Individuo Na OrganizaçãoO Individuo Na Organização
O Individuo Na Organização
 
Curso onljne relacoes etnicas, raciais e de genero
Curso onljne relacoes etnicas, raciais e de generoCurso onljne relacoes etnicas, raciais e de genero
Curso onljne relacoes etnicas, raciais e de genero
 
Antropologia Cognitiva: o que é cultura?
Antropologia Cognitiva: o que é cultura?Antropologia Cognitiva: o que é cultura?
Antropologia Cognitiva: o que é cultura?
 

Semelhante a HOMEM E SOCIEDADE

Antropologia (1).ppt
Antropologia (1).pptAntropologia (1).ppt
Antropologia (1).pptTlioLucena5
 
Antropologia - Disciplina de Fundamentos de Filosofia e Ciências Humanas
Antropologia - Disciplina de Fundamentos de Filosofia e Ciências HumanasAntropologia - Disciplina de Fundamentos de Filosofia e Ciências Humanas
Antropologia - Disciplina de Fundamentos de Filosofia e Ciências Humanasdanielaleite59
 
FACELI - DIREITO - 2° período - Curso de Homem, cultura e sociedade - 02
FACELI - DIREITO - 2° período - Curso de Homem, cultura e sociedade - 02FACELI - DIREITO - 2° período - Curso de Homem, cultura e sociedade - 02
FACELI - DIREITO - 2° período - Curso de Homem, cultura e sociedade - 02Jordano Santos Cerqueira
 
Antropologia jurídica.
Antropologia jurídica. Antropologia jurídica.
Antropologia jurídica. Direito2012sl08
 
Cap 2 antropologia
Cap 2 antropologiaCap 2 antropologia
Cap 2 antropologiaJoao Balbi
 
Apresentação em Aula 1 Antropologia versão 97-2003.ppt
Apresentação em Aula 1 Antropologia versão 97-2003.pptApresentação em Aula 1 Antropologia versão 97-2003.ppt
Apresentação em Aula 1 Antropologia versão 97-2003.pptRafaelXavierChaves
 
Modulo de Antropologia em Apresentacao.pptx
Modulo de Antropologia em Apresentacao.pptxModulo de Antropologia em Apresentacao.pptx
Modulo de Antropologia em Apresentacao.pptxGuidoEduardoAntnio
 
Slide de Antropologia - Antropologia da Alimentação
Slide de Antropologia - Antropologia da AlimentaçãoSlide de Antropologia - Antropologia da Alimentação
Slide de Antropologia - Antropologia da AlimentaçãoSilviaSales6
 
Antropologia da ciência biológica à social [laraia]
Antropologia    da ciência biológica à social [laraia]Antropologia    da ciência biológica à social [laraia]
Antropologia da ciência biológica à social [laraia]Marcia Marafigo
 
Antropologiajurdica anotaesdeaula-130226213353-phpapp02
Antropologiajurdica anotaesdeaula-130226213353-phpapp02Antropologiajurdica anotaesdeaula-130226213353-phpapp02
Antropologiajurdica anotaesdeaula-130226213353-phpapp02Claudia araujo
 
Fainte Antropologia.pdf
Fainte Antropologia.pdfFainte Antropologia.pdf
Fainte Antropologia.pdfAlbertoB10
 
Slides - Aula 01 - O surgimento da Antropologia e as suas escolas.pdf
Slides - Aula 01 - O surgimento da Antropologia e as suas escolas.pdfSlides - Aula 01 - O surgimento da Antropologia e as suas escolas.pdf
Slides - Aula 01 - O surgimento da Antropologia e as suas escolas.pdfNatan Baptista
 
Texto de apoio de antropologia cultural
Texto de apoio  de antropologia culturalTexto de apoio  de antropologia cultural
Texto de apoio de antropologia culturalmarcelestevao
 
Apostila estudos antropológicos e políticos
Apostila estudos antropológicos e políticosApostila estudos antropológicos e políticos
Apostila estudos antropológicos e políticosRicardo Albert
 
Cap 1 introdução
Cap 1 introduçãoCap 1 introdução
Cap 1 introduçãoJoao Balbi
 
Cap 1 introdução
Cap 1 introduçãoCap 1 introdução
Cap 1 introduçãoJoao Balbi
 

Semelhante a HOMEM E SOCIEDADE (20)

Antropologia
AntropologiaAntropologia
Antropologia
 
Antropologia (1).ppt
Antropologia (1).pptAntropologia (1).ppt
Antropologia (1).ppt
 
Antropologia - Disciplina de Fundamentos de Filosofia e Ciências Humanas
Antropologia - Disciplina de Fundamentos de Filosofia e Ciências HumanasAntropologia - Disciplina de Fundamentos de Filosofia e Ciências Humanas
Antropologia - Disciplina de Fundamentos de Filosofia e Ciências Humanas
 
FACELI - DIREITO - 2° período - Curso de Homem, cultura e sociedade - 02
FACELI - DIREITO - 2° período - Curso de Homem, cultura e sociedade - 02FACELI - DIREITO - 2° período - Curso de Homem, cultura e sociedade - 02
FACELI - DIREITO - 2° período - Curso de Homem, cultura e sociedade - 02
 
Antropologia jurídica.
Antropologia jurídica. Antropologia jurídica.
Antropologia jurídica.
 
Cap 2 antropologia
Cap 2 antropologiaCap 2 antropologia
Cap 2 antropologia
 
Apresentação em Aula 1 Antropologia versão 97-2003.ppt
Apresentação em Aula 1 Antropologia versão 97-2003.pptApresentação em Aula 1 Antropologia versão 97-2003.ppt
Apresentação em Aula 1 Antropologia versão 97-2003.ppt
 
Modulo de Antropologia em Apresentacao.pptx
Modulo de Antropologia em Apresentacao.pptxModulo de Antropologia em Apresentacao.pptx
Modulo de Antropologia em Apresentacao.pptx
 
Slide de Antropologia - Antropologia da Alimentação
Slide de Antropologia - Antropologia da AlimentaçãoSlide de Antropologia - Antropologia da Alimentação
Slide de Antropologia - Antropologia da Alimentação
 
Aprender antropologia
Aprender antropologiaAprender antropologia
Aprender antropologia
 
ANTROPOLOGIA: CIÊNCIA DA ALTERIDADE.
ANTROPOLOGIA: CIÊNCIA DA ALTERIDADE.ANTROPOLOGIA: CIÊNCIA DA ALTERIDADE.
ANTROPOLOGIA: CIÊNCIA DA ALTERIDADE.
 
Antropologia da ciência biológica à social [laraia]
Antropologia    da ciência biológica à social [laraia]Antropologia    da ciência biológica à social [laraia]
Antropologia da ciência biológica à social [laraia]
 
Antropologiajurdica anotaesdeaula-130226213353-phpapp02
Antropologiajurdica anotaesdeaula-130226213353-phpapp02Antropologiajurdica anotaesdeaula-130226213353-phpapp02
Antropologiajurdica anotaesdeaula-130226213353-phpapp02
 
Fainte Antropologia.pdf
Fainte Antropologia.pdfFainte Antropologia.pdf
Fainte Antropologia.pdf
 
Slides - Aula 01 - O surgimento da Antropologia e as suas escolas.pdf
Slides - Aula 01 - O surgimento da Antropologia e as suas escolas.pdfSlides - Aula 01 - O surgimento da Antropologia e as suas escolas.pdf
Slides - Aula 01 - O surgimento da Antropologia e as suas escolas.pdf
 
Antropologia texto 1
Antropologia   texto 1Antropologia   texto 1
Antropologia texto 1
 
Texto de apoio de antropologia cultural
Texto de apoio  de antropologia culturalTexto de apoio  de antropologia cultural
Texto de apoio de antropologia cultural
 
Apostila estudos antropológicos e políticos
Apostila estudos antropológicos e políticosApostila estudos antropológicos e políticos
Apostila estudos antropológicos e políticos
 
Cap 1 introdução
Cap 1 introduçãoCap 1 introdução
Cap 1 introdução
 
Cap 1 introdução
Cap 1 introduçãoCap 1 introdução
Cap 1 introdução
 

Mais de Ludmila Moura

Aula 2 evolucionismo
Aula 2   evolucionismoAula 2   evolucionismo
Aula 2 evolucionismoLudmila Moura
 
Aula 3 cultura e etnocentrismo
Aula 3   cultura e etnocentrismoAula 3   cultura e etnocentrismo
Aula 3 cultura e etnocentrismoLudmila Moura
 
Aula 4 cultura e comunicação simbólica
Aula 4  cultura e comunicação simbólicaAula 4  cultura e comunicação simbólica
Aula 4 cultura e comunicação simbólicaLudmila Moura
 
O líder e sua equipe - um caso de amor
O líder e sua equipe - um caso de amorO líder e sua equipe - um caso de amor
O líder e sua equipe - um caso de amorLudmila Moura
 
Tomada de decisão, planejamento, negociação e delegação
Tomada de decisão, planejamento, negociação e delegaçãoTomada de decisão, planejamento, negociação e delegação
Tomada de decisão, planejamento, negociação e delegaçãoLudmila Moura
 
A psicologia da Gestalt - histórico e princípios
A psicologia da Gestalt - histórico e princípiosA psicologia da Gestalt - histórico e princípios
A psicologia da Gestalt - histórico e princípiosLudmila Moura
 
Gestão de equipes e sistema de Liderança
Gestão de equipes e sistema de LiderançaGestão de equipes e sistema de Liderança
Gestão de equipes e sistema de LiderançaLudmila Moura
 
Gestão de equipes e sistema de Liderança
Gestão de equipes e sistema de LiderançaGestão de equipes e sistema de Liderança
Gestão de equipes e sistema de LiderançaLudmila Moura
 
TEORIAS DA MOTIVAÇÃO
TEORIAS DA MOTIVAÇÃOTEORIAS DA MOTIVAÇÃO
TEORIAS DA MOTIVAÇÃOLudmila Moura
 
Aula INTRODUÇÃO À PSICANÁLISE
Aula  INTRODUÇÃO À PSICANÁLISEAula  INTRODUÇÃO À PSICANÁLISE
Aula INTRODUÇÃO À PSICANÁLISELudmila Moura
 
Aula 2 O Behaviorismo - uma proposta de estudo do comportamento
Aula 2   O Behaviorismo - uma proposta de estudo do comportamentoAula 2   O Behaviorismo - uma proposta de estudo do comportamento
Aula 2 O Behaviorismo - uma proposta de estudo do comportamentoLudmila Moura
 
Aula 3 behaviorismos
Aula 3   behaviorismosAula 3   behaviorismos
Aula 3 behaviorismosLudmila Moura
 
A representação de brinquedoteca por alunos de Psicologia
A representação de brinquedoteca por alunos de PsicologiaA representação de brinquedoteca por alunos de Psicologia
A representação de brinquedoteca por alunos de PsicologiaLudmila Moura
 
Aula como elaborar um artigo científico
Aula   como elaborar um artigo científicoAula   como elaborar um artigo científico
Aula como elaborar um artigo científicoLudmila Moura
 
A hora de jogo diagnóstica
A hora de jogo diagnósticaA hora de jogo diagnóstica
A hora de jogo diagnósticaLudmila Moura
 
Adoção fatores de risco e proteção
Adoção  fatores de risco e proteçãoAdoção  fatores de risco e proteção
Adoção fatores de risco e proteçãoLudmila Moura
 
Estilos parentais e práticas educativas
Estilos parentais e práticas educativasEstilos parentais e práticas educativas
Estilos parentais e práticas educativasLudmila Moura
 

Mais de Ludmila Moura (18)

Tribos urbanas
Tribos urbanasTribos urbanas
Tribos urbanas
 
Aula 2 evolucionismo
Aula 2   evolucionismoAula 2   evolucionismo
Aula 2 evolucionismo
 
Aula 3 cultura e etnocentrismo
Aula 3   cultura e etnocentrismoAula 3   cultura e etnocentrismo
Aula 3 cultura e etnocentrismo
 
Aula 4 cultura e comunicação simbólica
Aula 4  cultura e comunicação simbólicaAula 4  cultura e comunicação simbólica
Aula 4 cultura e comunicação simbólica
 
O líder e sua equipe - um caso de amor
O líder e sua equipe - um caso de amorO líder e sua equipe - um caso de amor
O líder e sua equipe - um caso de amor
 
Tomada de decisão, planejamento, negociação e delegação
Tomada de decisão, planejamento, negociação e delegaçãoTomada de decisão, planejamento, negociação e delegação
Tomada de decisão, planejamento, negociação e delegação
 
A psicologia da Gestalt - histórico e princípios
A psicologia da Gestalt - histórico e princípiosA psicologia da Gestalt - histórico e princípios
A psicologia da Gestalt - histórico e princípios
 
Gestão de equipes e sistema de Liderança
Gestão de equipes e sistema de LiderançaGestão de equipes e sistema de Liderança
Gestão de equipes e sistema de Liderança
 
Gestão de equipes e sistema de Liderança
Gestão de equipes e sistema de LiderançaGestão de equipes e sistema de Liderança
Gestão de equipes e sistema de Liderança
 
TEORIAS DA MOTIVAÇÃO
TEORIAS DA MOTIVAÇÃOTEORIAS DA MOTIVAÇÃO
TEORIAS DA MOTIVAÇÃO
 
Aula INTRODUÇÃO À PSICANÁLISE
Aula  INTRODUÇÃO À PSICANÁLISEAula  INTRODUÇÃO À PSICANÁLISE
Aula INTRODUÇÃO À PSICANÁLISE
 
Aula 2 O Behaviorismo - uma proposta de estudo do comportamento
Aula 2   O Behaviorismo - uma proposta de estudo do comportamentoAula 2   O Behaviorismo - uma proposta de estudo do comportamento
Aula 2 O Behaviorismo - uma proposta de estudo do comportamento
 
Aula 3 behaviorismos
Aula 3   behaviorismosAula 3   behaviorismos
Aula 3 behaviorismos
 
A representação de brinquedoteca por alunos de Psicologia
A representação de brinquedoteca por alunos de PsicologiaA representação de brinquedoteca por alunos de Psicologia
A representação de brinquedoteca por alunos de Psicologia
 
Aula como elaborar um artigo científico
Aula   como elaborar um artigo científicoAula   como elaborar um artigo científico
Aula como elaborar um artigo científico
 
A hora de jogo diagnóstica
A hora de jogo diagnósticaA hora de jogo diagnóstica
A hora de jogo diagnóstica
 
Adoção fatores de risco e proteção
Adoção  fatores de risco e proteçãoAdoção  fatores de risco e proteção
Adoção fatores de risco e proteção
 
Estilos parentais e práticas educativas
Estilos parentais e práticas educativasEstilos parentais e práticas educativas
Estilos parentais e práticas educativas
 

Último

Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evoluçãoprofleticiasantosbio
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETODouglasVasconcelosMa
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoJayaneSales1
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoprofleticiasantosbio
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.azulassessoria9
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxProva de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxJosAurelioGoesChaves
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxProva de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 

HOMEM E SOCIEDADE

  • 1. HOMEM E SOCIEDADE Profª LUDMILA DE MOURA Aula 1 2014 1
  • 2. ANTROPOLOGIA • “Ciência da cultura humana” • É uma disciplina que investiga as origens, o desenvolvimento e as semelhanças das sociedades humanas, assim como as diferenças entre elas. 2
  • 3. Por que estudar Antropologia? • Porque como profissionais, vocês lidarão com pessoas. • Portanto, conhecer as pessoas é um dever imposto pela profissão que vocês escolheram. • Profissionais que conhecem bem as pessoas são profissionais diferenciados. 3
  • 4. 4
  • 5. •Nosso modo de ver o ser humano determinará o nosso modo de ser no mundo. 5
  • 6. ANTROPOLOGIA • A palavra antropologia deriva de duas palavras gregas: • Anthropos = "homem" ou "humano"; e • Logos = "pensamento" ou "razão". 6
  • 7. ANTROPOLOGIA • sendo a ciência da humanidade e da cultura, tem um campo de investigação extremamente vasto: abrange, no espaço, toda a terra habitada; no tempo, pelo menos dois milhões de anos, e todas as populações socialmente organizadas. • Divide-se em duas grandes áreas de estudo, com objetivos definidos e interesses teóricos próprios: a Antropologia Física ou Biológica e a Antropologia Cultural. 7
  • 8. Antropologia física/biológica • Estuda a origem do ser humano (evolução), utilizando-se das ciências geológicas e biológicas. • De modo geral, os estudiosos deste ramo da antropologia conflitam fortemente com os conceitos cristãos das origens. 8
  • 9. Antropologia Cultural • Estuda as questões lingüísticas, tecnológicas, históricas, éticas, culturais e sociais do ser humano. • modos de alimentar-se, de vestir-se, de combater, de seguir os rituais religiosos, os medos, os símbolos, a concepção cósmica, sistema de parentesco, os procedimentos nupciais, as tatuagem e automutilações, os sacrifícios, costumes e convenções sociais. 9
  • 10. 10
  • 11. 11
  • 12. O Âmbito da Antropologia • Para pensar as sociedades humanas, a antropologia preocupa-se em detalhar, tanto quanto possível, os seres humanos que as compõem e com elas se relacionam, seja nos seus aspectos físicos, na sua relação com a natureza, seja na sua especificidade cultural. 12
  • 13. •Quem somos? •De onde viemos? •Para onde vamos? 13
  • 14. Dimensões da cultura • Para o saber antropológico o conceito de cultura abarca diversas dimensões: universo psíquico, os mitos, os costumes e rituais, suas histórias peculiares, a linguagem, valores, crenças, leis, relações de parentesco, entre outros tópicos. 14
  • 15. • Embora o estudo das sociedades humanas remonte à Antigüidade Clássica, a antropologia nasceu, como ciência, efetivamente, da grande revolução cultural iniciada com o Iluminismo. 15
  • 17. A Antropologia como ciência • Até o século XVIII, o saber antropológico esteve presente na contribuição dos cronistas, viajantes, soldados, missionários e comerciantes que discutiam, em relação aos povos que conheciam, a maneira como estes viviam a sua condição humana, cultivavam seus hábitos, normas, características, interpretavam os seus mitos, os seus rituais, a sua linguagem. • Neste século, a Antropologia adquire o satus de ciência, tendo como objeto a análise das "raças humanas". 17
  • 18. A Antropologia como ciência • No Século XIX, Boucher de Perthes utiliza o termo “homem pré-histórico”, a partir de achados arqueológicos, como utensílios de pedra, cuja idade se estimava bastante remota. • Posteriormente, em 1865, John Lubock reavaliou numerosos dados acerca da Cultura da Idade da Pedra e compilou uma classificação em que enumerava as diferenças culturais entre o Paleolítico (homem selvagem, caçador/coletor) e Neolítico (que se inicia há 10 mil anos). 18
  • 19. Evolução Humana: Australopitecus (3,6 milhões de anos), Homo Habilis (2 m.a.), Neanderthal (300 a 29 mil anos), Homo Sapiens… 19
  • 20. Evolucionismo • Com a publicação de dois livros, A Origem das Espécies, em 1859 e A descendência do homem, em 1871, Charles Darwin principia a sistematização da teoria evolucionista. • Partindo desta obra, nascia a Antropologia Biológica. 20
  • 21. Etnocentrismo • Marcada pela discussão evolucionista, a antropologia do Século XIX privilegiou o Darwinismo Social, que considerava a sociedade europeia da época como o apogeu de um processo evolutivo, em que as sociedades aborígenes eram tidas como exemplares "mais primitivos". • Esta visão usava o conceito de “civilização” para classificar, julgar e, posteriormente, justificar o domínio de outros povos. 21
  • 22. Etnocentrismo • Esta maneira de ver o mundo, ignorando as diferenças em relação aos povos tidos como inferiores, recebe o nome de etnocentrismo. • É a Visão Etnocêntrica do homem europeu, que se atribui o valor de “civilizado”, fazendo crer que os outros povos estavam “situados fora da história e da cultura”. 22
  • 23. 23