Aula INTRODUÇÃO À PSICANÁLISE

2.044 visualizações

Publicada em

Introdução sobre os principais conceitos da teoria psicanalítica.

Publicada em: Saúde e medicina
1 comentário
11 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.044
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
210
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
165
Comentários
1
Gostaram
11
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula INTRODUÇÃO À PSICANÁLISE

  1. 1. PROFª LUDMILA DE MOURA 2014
  2. 2.  ID  EGO  SUPEREGO
  3. 3.  Componente primitivo do nosso psiquismo.  É a sede de forças ou impulsos irracionais, ilógicos, descontrolados e perigosos.  Totalmente inconsciente.  Está desligado da realidade.  Não sabe adaptar-se a ela para satisfazer adequadamente os seus impulsos e necessidades
  4. 4.  É o representante das nossas necessidades e desejos mais básicos. Não conhece outro princípio a não ser o de prazer:  “Satisfaz os teus desejos”.
  5. 5.  Necessidade a satisfazer: a Fome.  O ID diria “come porque tens de comer, mesmo que para isso tenhas de roubar”, sem pensar em possíveis punições, nem se é correto ou incorreto roubar.
  6. 6.  Começa a desenvolver-se por volta dos 6 meses.  Procura satisfazer as necessidades de uma forma realista e apropriada, de modo a evitar problemas à nossa integridade psíquica e física.
  7. 7.  É o representante do “pragmatismo” e do “realismo” na relação com o mundo externo.  Age segundo o princípio de realidade:  “façamos o que é possível fazer, tendo em conta as circunstâncias”, ou seja, “é permitido o que não nos cause problemas”.
  8. 8.  Necessidade a satisfazer: a Fome.  O EGO diria:  “Se for possível comer sem pagar, fá-lo”,  ou seja,  “podes comer sem pagar desde que ninguém repare; caso contrário, faz o que realmente é aconselhável”.
  9. 9.  Começa a formar-se por volta dos 2 – 3 anos.  Enquanto o EGO é pragmático, o SUPEREGO é tendencialmente moralista.  Aspira à perfeição moral, reprimindo, muitas vezes de forma excessiva, as infrações à moralidade
  10. 10.  É o representante da moralidade.  Nele, estão interiorizadas as normas socialmente estabelecidas relativamente ao bem e ao mal.  Age segundo o princípio do dever: “Faz o bem ou evita o mal porque assim deve ser”.
  11. 11.  Necessidade a satisfazer: a Fome. O SUPEREGO diria: “Para satisfazer a fome, tens de pagar”, ou seja, “Deves agir corretamente, não por medo de castigos e punições, mas porque assim é que deve ser”.  Roubar é sempre um crime, seja visto ou não.
  12. 12.  BRENNER, C. Noções Básicas de psicanálise. Introdução à Psicologia Psicanalítica. Imago, 1983.  FREUD, A. O ego e os mecanismos de defesa. ARTMED, 1984.  FREUD, S. Três ensaios sobre a teoria da sexualidade (1905). Imago, 1976.

×