Afo 1

327 visualizações

Publicada em

Ciclo econômico, financeiro e operacional

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
327
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Fórmula:
    Ciclo Financeiro = Ciclo Operacional - Prazo Médio de Pagamento a Fornecedores (PMPF)
  • http://www.granatum.com.br/dicas/o-que-e-capital-de-giro/
  • Afo 1

    1. 1. Administração Financeira
    2. 2. • Ciclo Econômico O ciclo econômico engloba fundamentalmente toda a base de produção da empresa, ou seja, estocagem de matérias-primas, fabricação e venda. CE = PMEmp + PMF + PMV
    3. 3. • Ciclo Financeiro Também conhecido como Ciclo de caixa é o tempo entre o pagamento a fornecedores e o recebimento das vendas. Quanto maior o poder de negociação da empresa com fornecedores, menor o ciclo financeiro. CF = CO - PMPF
    4. 4. • Ciclo Operacional O ciclo operacional total é composto de todas as fases operacionais da empresa, iniciando-se no momento de recebimento dos materiais a serem utilizados no processo de produção e encerrando-se na cobrança das vendas realizadas. COT = PMEmp + PMF + PMV + PMC
    5. 5. • Capital de Giro O capital de giro também é conhecido por capital circulante, corresponde aos recursos aplicados em ativos circulantes, que se transformam constantemente dentro do ciclo operacional. O Capital de giro fica girando dentro das organizações, e cada vez que sofre transformações em seu estado patrimonial, produz reflexo na contabilidade.
    6. 6. Como calcular meu capital de giro? Some todas as suas contas a receber mais o valor que tem em estoque. Some também todas as contas a pagar e o valor a pagar em impostos e despesas. Ao diminuir um pelo outro, você terá o valor do capital necessário para fazer sua empresa funcionar em um período de tempo, o capital de giro.
    7. 7. • Capital de giro líquido Ativo circulante é o dinheiro que a empresa tem em caixa, mais os recursos que podem ser transformados em dinheiro em curto prazo, como por exemplo: Estoques, Contas a receber, Aplicações Financeiras, etc. Passivo circulante são as contas de curto prazo como por exemplo: Pagamento de Fornecedores, Empréstimos bancários, salários, duplicatas a pagar). O resultado desta conta do Ativo Circulante menos o Passivo circulante é chamada de Capital de Giro Líquido.
    8. 8. • Necessidade de capital de giro A necessidade de capital de giro é função do ciclo de caixa da empresa. Quando o ciclo de caixa é longo, a necessidade de capital de giro é maior e vice-versa. Assim, a redução do ciclo de caixa - em resumo, significa receber mais cedo e pagar mais tarde - deve ser uma meta da administração financeira. O grande ponto da gestão do capital de giro é não deixar que falte capital para o fechamento do ciclo e, quando preciso, manter a necessidade de capital de giro a menor possível.
    9. 9. Exemplo: • Necessidade de capital de giro
    10. 10. • Giro de caixa O giro de caixa representa o número de vezes em que o caixa girou no período de análise, utilizando a mesma conceituação teórica do giro do estoque, contas a receber e contas a pagar. Quanto maior for o giro de caixa, menor será a necessidade de caixa para suportar as operações. Da mesma forma que o giro do estoque, o giro do caixa deve ser maximizado, sem no entanto, incorrer no risco da falta de recursos.
    11. 11. Saldo de Tesouraria e Efeito Tesoura O “efeito tesoura” teve seu conceito desenvolvido por Michel Fleuriet e equipe, publicado no livro A Dinâmica Financeira das Empresas Brasileiras. Algumas contas, quando analisadas isoladamente ou em relação ao conjunto de outras contas, apresentam movimentação tão lenta que podem ser consideradas como “permanentes ou não-cíclicas”. Outras, em contrapartida, apresentam movimento “contínuo e cíclico”, bem de acordo com o ciclo operacional da empresa. Existem outras, finalmente, que apresentam movimento “descontínuo ou errático”, em nada ou quase nada se relacionando com o ciclo operacional.
    12. 12. ATIVO AT. CIRCULANTE CAIXA/BANCO APLIC. FINANC CLIENTES ESTOQUE TOTAL ATIVO CIRCULANTE AT. PERMANENTE INVESTIMENTOS IMOBILIZADO TOTAL DO ATIVO NÃO CIRCULANTE PASSIVO PASSIVO CIRCULANTE FORNECEDORES OUTRAS OBRIGAÇÕES EMPRÉSTIMOS BANCÁRIOS TOTAL PASSIVO CIRCULANTE EMPRÉSTIMOS A LP FINANCIAMENTOS TOTAL PASSIVO NÃO CIRCULANTE PATRIMÔNIO LÍQUIDO CAPITAL RESERVA DE LUCROS TOTAL DO PATRIM. LÍQUIDO No sentido financeiro clássico, o Capital de Giro Líquido (CGL) define-se como: CGL = ativo circulante – passivo circulante. Já a Necessidade de Capital de Giro (NCG) é definida pela expressão: NCG = ativo cíclico – passivo cíclico. E o Saldo de Tesouraria (T) é T = ativo errático – passivo errático.
    13. 13. Se o Capital de Giro for insuficiente para financiar a Necessidade de Capital de Giro, o Saldo de Tesouraria será negativo, com o passivo errático maior do que o ativo errático. Essa condição indica que a empresa está financiando parte de sua Necessidade de Capital de Giro e/ou ativo permanente com fundos de curto prazo, aumentando, portanto, seu risco de insolvência. Por outro lado, quando T é positivo, a empresa dispõe de fundos de curto prazo que poderão ser aplicados em títulos de liquidez imediata.
    14. 14. CONCLUSÕES FINAIS Pode-se concluir que o planejamento financeiro é fundamental para continuidade das empresas, e que toda a empresa necessita de ter um bom planejamento, mas para isso a peça chave é o gestor financeiro, capacitado, habilitado que pode planejar o futuro da sua empresa utilizando-se de ferramentas baseadas nas informações geradas por sua própria administração, que irá permitir a esse gestor executar seus planos traçados, e se eventualmente encontrar alguma mudança no decorrer do caminho, terá meios para fazer a correção durante o processo de execução sem interromper ou causar danos a qualquer projeto da empresa. Enquanto Osvaldo estiver no seu processo de capacitação ele deve procurar um profissional qualificado para que possa auxiliá-lo nos processos administrativos da empresa.

    ×