SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 18
Administração
Financeira
Situação Problema 3

GRUPO 4
Aline Araújo
Marco Antonio Fioritti
Matheus Garcia Medeiros
Raissa dos Santos
Definição do problema
Como o planejamento financeiro pode
contribuir para evolução da empresa e de
seus produtos?
Tópicos de pesquisa
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•

Gestão de tesouraria
Ciclo operacional
Ciclo financeiro e econômico
Capital de giro
Capital de giro líquido
Necessidade de capital de giro
Giro de caixa
Contas a receber e a pagar
Fluxo de caixa
Política financeira
• Gestão de Tesouraria
A Tesouraria é o setor responsável por todo o
sistema de controle financeiro. O objetivo da gestão
da tesouraria é garantir recursos para que a empresa
liquide seus compromissos de forma eficiente, ou seja,
com um mínimo de recursos ociosos ou subutilizados
no caixa.
O principal instrumento de trabalho da
tesouraria é o fluxo de caixa, as contas bancárias,
liberar recursos para pagamentos e aplicações.
• Ciclo Econômico
O
ciclo
econômico
engloba
fundamentalmente toda a base de produção da
empresa, ou seja, estocagem de matérias-primas,
fabricação e venda.
CE = PMEmp + PMF + PMV
• Ciclo Operacional
O ciclo operacional total é composto de todas
as fases operacionais da empresa, iniciando-se no
momento de recebimento dos materiais a serem
utilizados no processo de produção e encerrando-se
na cobrança das vendas realizadas.
COT = PMEmp + PMF + PMV + PMC
• Ciclo Financeiro
Também conhecido como Ciclo de caixa é o
tempo entre o pagamento a fornecedores e o
recebimento das vendas. Quanto maior o poder de
negociação da empresa com fornecedores, menor o
ciclo financeiro.
CF = CO - PMPF
• Capital de Giro
O capital de giro também é conhecido por
capital circulante, corresponde aos recursos
aplicados em ativos circulantes, que se transformam
constantemente dentro do ciclo operacional. O
Capital de giro fica girando dentro das organizações,
e cada vez que sofre transformações em seu estado
patrimonial, produz reflexo na contabilidade.
Como calcular meu
capital de giro?
Some todas as suas contas a receber mais o valor
que tem em estoque. Some também todas as contas a
pagar e o valor a pagar em impostos e despesas. Ao
diminuir um pelo outro, você terá o valor do capital
necessário para fazer sua empresa funcionar em um
período de tempo, o capital de giro.
• Capital de giro líquido
Ativo circulante é o
dinheiro que a empresa tem em
caixa, mais os recursos que
podem ser transformados em
dinheiro em curto prazo, como
por exemplo: Estoques, Contas
a
receber,
Aplicações
Financeiras, etc.
Passivo circulante são as
contas de curto prazo como por
exemplo:
Pagamento
de
Fornecedores,
Empréstimos
bancários, salários, duplicatas a
pagar).
O resultado desta conta
do Ativo Circulante menos o
Passivo circulante é chamada
de Capital de Giro Líquido.
• Necessidade de capital
de giro
A necessidade de capital de giro é função do
ciclo de caixa da empresa. Quando o ciclo de caixa
é longo, a necessidade de capital de giro é maior e
vice-versa. Assim, a redução do ciclo de caixa - em
resumo, significa receber mais cedo e pagar mais
tarde - deve ser uma meta da administração
financeira.
O grande ponto da gestão do capital de giro é
não deixar que falte capital para o fechamento do
ciclo e, quando preciso, manter a necessidade de
capital de giro a menor possível.
• Necessidade de capital
de giro
Exemplo:
• Giro de caixa
O giro de caixa representa o número de vezes
em que o caixa girou no período de análise,
utilizando a mesma conceituação teórica do giro do
estoque, contas a receber e contas a pagar.
Quanto maior for o giro de caixa, menor será a
necessidade de caixa para suportar as operações.
Da mesma forma que o giro do estoque, o giro do
caixa deve ser maximizado, sem no entanto, incorrer
no risco da falta de recursos.
• Contas a pagar e
receber
Contas
a
pagar
trata-se, principalmente, de
acompanhar as compras e
contratos e garantir que
todos os pagamentos sejam
efetuados
corretamente,
após a constatação de que
são verdadeiros e exatos,
ou seja, que se está
pagando
pelo
que
realmente foi recebido ou
consumido pela empresa.

As contas a receber,
ao
contrário,
são
as
obrigações que pessoas ou
outras empresas assumiram
com
a
sua
empresa.
Oferecer pagamentos a
prazo pode ser um grande
atrativo para conquistar
novos clientes. As pessoas
são
atraídas
pela
possibilidade de comprar e
pagar depois. Porém, isso
também significa que os
clientes poderão atrasar os
pagamentos.
• Fluxo de Caixa
É uma ferramenta de apoio, que o empreendedor
preenche com os dados financeiros da empresa em um
determinado período. Ele pode ser diário, semanal ou até
mesmo mensal. O fluxo de caixa tem 5 partes básicas:
• Saldo inicial: é o dinheiro disponível em caixa e em
todas as contas bancárias.
• Entradas de caixa:
São vendas a vista e outros
recebimentos do dia.
• Saídas de caixa: São todos os pagamentos feitos no dia.
• Saldo operacional: É o resultado das Entradas de
caixa menos as Saídas de caixa.
• Saldo final de caixa É a soma do Saldo inicial com
o Saldo operacional.
• Fluxo de Caixa
Exemplo:
• Política financeira
A política financeira é a área de maior
dinamismo do cenário mundial, onde são realizados
todos os negócios envolvendo a mercadoria mais
cobiçada por todos nós e, sem sombra de dúvidas, o
que todas as pessoas no mundo também o estão: o
dinheiro; sendo ela no país ou na forma de negócio
que for.
CONCLUSÕES FINAIS
Pode-se concluir que o planejamento financeiro é
fundamental para continuidade das empresas, e que
toda a empresa necessita de ter um bom planejamento,
mas para isso a peça chave é o gestor financeiro,
capacitado, habilitado que pode planejar o futuro da sua
empresa utilizando-se de ferramentas baseadas nas
informações geradas por sua própria administração, que
irá permitir a esse gestor executar seus planos traçados, e
se eventualmente encontrar alguma mudança no
decorrer do caminho, terá meios para fazer a correção
durante o processo de execução sem interromper ou
causar danos a qualquer projeto da empresa. Enquanto
Osvaldo estiver no seu processo de capacitação ele deve
procurar um profissional qualificado para que possa
auxiliá-lo nos processos administrativos da empresa.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Administração financeira 2012
Administração financeira 2012Administração financeira 2012
Administração financeira 2012
Adriano Evaristo
 
Apresentacao De Slides Em Powerpoint Sobre Administracao Financeira
Apresentacao De Slides Em Powerpoint Sobre Administracao FinanceiraApresentacao De Slides Em Powerpoint Sobre Administracao Financeira
Apresentacao De Slides Em Powerpoint Sobre Administracao Financeira
PPS Fã
 
1 aula i_introducao_a_administracao_fina
1 aula i_introducao_a_administracao_fina1 aula i_introducao_a_administracao_fina
1 aula i_introducao_a_administracao_fina
Claudia Matos
 
Administração financeira introdução literatus
Administração financeira   introdução literatusAdministração financeira   introdução literatus
Administração financeira introdução literatus
Kleber Mantovanelli
 
Introdução a administração financeira Professor Danilo Pires
Introdução a administração financeira  Professor Danilo PiresIntrodução a administração financeira  Professor Danilo Pires
Introdução a administração financeira Professor Danilo Pires
Danilo Pires
 
Administração Financeira
Administração FinanceiraAdministração Financeira
Administração Financeira
elliando dias
 
Aulas+de+adm+financeira+e+orçamentária+i+sms
Aulas+de+adm+financeira+e+orçamentária+i+smsAulas+de+adm+financeira+e+orçamentária+i+sms
Aulas+de+adm+financeira+e+orçamentária+i+sms
IFMG e COLTEC
 

Mais procurados (20)

Administração financeira
Administração financeiraAdministração financeira
Administração financeira
 
ATPS Administração Financeira e Orçamentaria
ATPS Administração Financeira e OrçamentariaATPS Administração Financeira e Orçamentaria
ATPS Administração Financeira e Orçamentaria
 
A Função Financeira
A Função FinanceiraA Função Financeira
A Função Financeira
 
Aula gestão financeira - Aula 01
Aula gestão financeira - Aula 01Aula gestão financeira - Aula 01
Aula gestão financeira - Aula 01
 
Gestão financeira
Gestão financeiraGestão financeira
Gestão financeira
 
Curso Gestão Financeira
Curso Gestão FinanceiraCurso Gestão Financeira
Curso Gestão Financeira
 
Gti0091 gestão financeira
Gti0091   gestão financeiraGti0091   gestão financeira
Gti0091 gestão financeira
 
Administração financeira 2012
Administração financeira 2012Administração financeira 2012
Administração financeira 2012
 
Introdução à Gestão Financeira
Introdução à Gestão FinanceiraIntrodução à Gestão Financeira
Introdução à Gestão Financeira
 
Visão geral sobre a gestão financeira
Visão geral sobre a gestão financeira Visão geral sobre a gestão financeira
Visão geral sobre a gestão financeira
 
Apresentacao De Slides Em Powerpoint Sobre Administracao Financeira
Apresentacao De Slides Em Powerpoint Sobre Administracao FinanceiraApresentacao De Slides Em Powerpoint Sobre Administracao Financeira
Apresentacao De Slides Em Powerpoint Sobre Administracao Financeira
 
Adm financ pratica
Adm financ praticaAdm financ pratica
Adm financ pratica
 
1 aula i_introducao_a_administracao_fina
1 aula i_introducao_a_administracao_fina1 aula i_introducao_a_administracao_fina
1 aula i_introducao_a_administracao_fina
 
Administração financeira introdução literatus
Administração financeira   introdução literatusAdministração financeira   introdução literatus
Administração financeira introdução literatus
 
Introdução a administração financeira Professor Danilo Pires
Introdução a administração financeira  Professor Danilo PiresIntrodução a administração financeira  Professor Danilo Pires
Introdução a administração financeira Professor Danilo Pires
 
Administração Financeira
Administração FinanceiraAdministração Financeira
Administração Financeira
 
1. a função financeira da empresa
1. a função financeira da empresa1. a função financeira da empresa
1. a função financeira da empresa
 
Aulas+de+adm+financeira+e+orçamentária+i+sms
Aulas+de+adm+financeira+e+orçamentária+i+smsAulas+de+adm+financeira+e+orçamentária+i+sms
Aulas+de+adm+financeira+e+orçamentária+i+sms
 
Função financeira
Função financeiraFunção financeira
Função financeira
 
Administração Financeira prof. dr. Armando Rasoto (sustentare)
Administração Financeira prof. dr. Armando Rasoto (sustentare)Administração Financeira prof. dr. Armando Rasoto (sustentare)
Administração Financeira prof. dr. Armando Rasoto (sustentare)
 

Destaque

Aula 1 orçamento empresarial
Aula 1   orçamento empresarialAula 1   orçamento empresarial
Aula 1 orçamento empresarial
PAULO Leal
 
Aula teste orçamento empresarial
Aula teste orçamento empresarialAula teste orçamento empresarial
Aula teste orçamento empresarial
duartedebora
 

Destaque (18)

Administração financeira introdução literatus
Administração financeira   introdução literatusAdministração financeira   introdução literatus
Administração financeira introdução literatus
 
Curso de Administração Financeira
Curso de Administração FinanceiraCurso de Administração Financeira
Curso de Administração Financeira
 
TOTVS INTELIGÊNCIA DE MERCADO byNeoway
TOTVS INTELIGÊNCIA DE MERCADO byNeowayTOTVS INTELIGÊNCIA DE MERCADO byNeoway
TOTVS INTELIGÊNCIA DE MERCADO byNeoway
 
Engenharia econômica por jose alberto nascimento de oliveira
Engenharia econômica por jose alberto nascimento de oliveiraEngenharia econômica por jose alberto nascimento de oliveira
Engenharia econômica por jose alberto nascimento de oliveira
 
Administração financeira análise de balanços
Administração financeira   análise de balançosAdministração financeira   análise de balanços
Administração financeira análise de balanços
 
Planejamento Financeiro
Planejamento FinanceiroPlanejamento Financeiro
Planejamento Financeiro
 
Aula 1 orçamento empresarial
Aula 1   orçamento empresarialAula 1   orçamento empresarial
Aula 1 orçamento empresarial
 
Orçamento Empresarial por Sami Kuperchmit
Orçamento Empresarial por Sami KuperchmitOrçamento Empresarial por Sami Kuperchmit
Orçamento Empresarial por Sami Kuperchmit
 
Aula teste orçamento empresarial
Aula teste orçamento empresarialAula teste orçamento empresarial
Aula teste orçamento empresarial
 
Orçamento Operacional
Orçamento OperacionalOrçamento Operacional
Orçamento Operacional
 
Viabilidade de Projetos
Viabilidade de ProjetosViabilidade de Projetos
Viabilidade de Projetos
 
Aula 2 noções de orçamentos
Aula 2   noções de orçamentosAula 2   noções de orçamentos
Aula 2 noções de orçamentos
 
ORÇAMENTO EMPRESARIAL
ORÇAMENTO EMPRESARIALORÇAMENTO EMPRESARIAL
ORÇAMENTO EMPRESARIAL
 
Do Fluxo de Caixa ao Planejamento Financeiro
Do Fluxo de Caixa ao Planejamento FinanceiroDo Fluxo de Caixa ao Planejamento Financeiro
Do Fluxo de Caixa ao Planejamento Financeiro
 
Fluxo de caixa
Fluxo de caixaFluxo de caixa
Fluxo de caixa
 
Logistica Internacional
Logistica InternacionalLogistica Internacional
Logistica Internacional
 
Palestra Educação e Planejamento Financeiro Pessoal
Palestra Educação e Planejamento Financeiro PessoalPalestra Educação e Planejamento Financeiro Pessoal
Palestra Educação e Planejamento Financeiro Pessoal
 
Gestão Financeira
Gestão FinanceiraGestão Financeira
Gestão Financeira
 

Semelhante a ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA

Guia prático de Gestão Financeira para Pequenos Negocios
Guia prático de Gestão Financeira para Pequenos NegociosGuia prático de Gestão Financeira para Pequenos Negocios
Guia prático de Gestão Financeira para Pequenos Negocios
comunicacao6
 
Portfolio Administração Financeira e Análise de Investimento IV
Portfolio Administração Financeira e Análise de Investimento IVPortfolio Administração Financeira e Análise de Investimento IV
Portfolio Administração Financeira e Análise de Investimento IV
Andréia Cruz
 
Demonstrações contábeis balanço patrimonial, demonstração de resultado e flux...
Demonstrações contábeis balanço patrimonial, demonstração de resultado e flux...Demonstrações contábeis balanço patrimonial, demonstração de resultado e flux...
Demonstrações contábeis balanço patrimonial, demonstração de resultado e flux...
Concurseiro Antenado
 

Semelhante a ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA (20)

SLIDES_AULA_02.pptx
SLIDES_AULA_02.pptxSLIDES_AULA_02.pptx
SLIDES_AULA_02.pptx
 
Fluxo introdução
Fluxo introduçãoFluxo introdução
Fluxo introdução
 
2. projetar o fluxo de caixa
2. projetar o fluxo de caixa2. projetar o fluxo de caixa
2. projetar o fluxo de caixa
 
2. projetar o fluxo de caixa
2. projetar o fluxo de caixa2. projetar o fluxo de caixa
2. projetar o fluxo de caixa
 
Afo 1
Afo 1Afo 1
Afo 1
 
fluxo de caixa.pdf
fluxo de caixa.pdffluxo de caixa.pdf
fluxo de caixa.pdf
 
Controles Financeiros Inova Brasil
Controles Financeiros   Inova BrasilControles Financeiros   Inova Brasil
Controles Financeiros Inova Brasil
 
Controles financeiros inova brasil
Controles financeiros   inova brasilControles financeiros   inova brasil
Controles financeiros inova brasil
 
Apresentação do Curso de Gestao financeira
Apresentação do Curso de Gestao financeiraApresentação do Curso de Gestao financeira
Apresentação do Curso de Gestao financeira
 
Finanças
FinançasFinanças
Finanças
 
Gestao financeira -_apresentacao_slides.pdf
Gestao financeira -_apresentacao_slides.pdfGestao financeira -_apresentacao_slides.pdf
Gestao financeira -_apresentacao_slides.pdf
 
Guia prático de Gestão Financeira para Pequenos Negocios
Guia prático de Gestão Financeira para Pequenos NegociosGuia prático de Gestão Financeira para Pequenos Negocios
Guia prático de Gestão Financeira para Pequenos Negocios
 
Planejamento financeiro
Planejamento financeiroPlanejamento financeiro
Planejamento financeiro
 
guia-definitivo-gestao-financeira-varejo.pdf
guia-definitivo-gestao-financeira-varejo.pdfguia-definitivo-gestao-financeira-varejo.pdf
guia-definitivo-gestao-financeira-varejo.pdf
 
Portfolio Administração Financeira e Análise de Investimento IV
Portfolio Administração Financeira e Análise de Investimento IVPortfolio Administração Financeira e Análise de Investimento IV
Portfolio Administração Financeira e Análise de Investimento IV
 
Fluxo de caixa
Fluxo de caixaFluxo de caixa
Fluxo de caixa
 
Fluxo de caixa
Fluxo de caixaFluxo de caixa
Fluxo de caixa
 
Plano financeiro
Plano financeiroPlano financeiro
Plano financeiro
 
Demonstrações contábeis balanço patrimonial, demonstração de resultado e flux...
Demonstrações contábeis balanço patrimonial, demonstração de resultado e flux...Demonstrações contábeis balanço patrimonial, demonstração de resultado e flux...
Demonstrações contábeis balanço patrimonial, demonstração de resultado e flux...
 
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 3 e 4
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 3 e 4 Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 3 e 4
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 3 e 4
 

ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA

  • 1. Administração Financeira Situação Problema 3 GRUPO 4 Aline Araújo Marco Antonio Fioritti Matheus Garcia Medeiros Raissa dos Santos
  • 2. Definição do problema Como o planejamento financeiro pode contribuir para evolução da empresa e de seus produtos?
  • 3. Tópicos de pesquisa • • • • • • • • • • Gestão de tesouraria Ciclo operacional Ciclo financeiro e econômico Capital de giro Capital de giro líquido Necessidade de capital de giro Giro de caixa Contas a receber e a pagar Fluxo de caixa Política financeira
  • 4. • Gestão de Tesouraria A Tesouraria é o setor responsável por todo o sistema de controle financeiro. O objetivo da gestão da tesouraria é garantir recursos para que a empresa liquide seus compromissos de forma eficiente, ou seja, com um mínimo de recursos ociosos ou subutilizados no caixa. O principal instrumento de trabalho da tesouraria é o fluxo de caixa, as contas bancárias, liberar recursos para pagamentos e aplicações.
  • 5. • Ciclo Econômico O ciclo econômico engloba fundamentalmente toda a base de produção da empresa, ou seja, estocagem de matérias-primas, fabricação e venda. CE = PMEmp + PMF + PMV
  • 6. • Ciclo Operacional O ciclo operacional total é composto de todas as fases operacionais da empresa, iniciando-se no momento de recebimento dos materiais a serem utilizados no processo de produção e encerrando-se na cobrança das vendas realizadas. COT = PMEmp + PMF + PMV + PMC
  • 7. • Ciclo Financeiro Também conhecido como Ciclo de caixa é o tempo entre o pagamento a fornecedores e o recebimento das vendas. Quanto maior o poder de negociação da empresa com fornecedores, menor o ciclo financeiro. CF = CO - PMPF
  • 8. • Capital de Giro O capital de giro também é conhecido por capital circulante, corresponde aos recursos aplicados em ativos circulantes, que se transformam constantemente dentro do ciclo operacional. O Capital de giro fica girando dentro das organizações, e cada vez que sofre transformações em seu estado patrimonial, produz reflexo na contabilidade.
  • 9. Como calcular meu capital de giro? Some todas as suas contas a receber mais o valor que tem em estoque. Some também todas as contas a pagar e o valor a pagar em impostos e despesas. Ao diminuir um pelo outro, você terá o valor do capital necessário para fazer sua empresa funcionar em um período de tempo, o capital de giro.
  • 10. • Capital de giro líquido Ativo circulante é o dinheiro que a empresa tem em caixa, mais os recursos que podem ser transformados em dinheiro em curto prazo, como por exemplo: Estoques, Contas a receber, Aplicações Financeiras, etc. Passivo circulante são as contas de curto prazo como por exemplo: Pagamento de Fornecedores, Empréstimos bancários, salários, duplicatas a pagar). O resultado desta conta do Ativo Circulante menos o Passivo circulante é chamada de Capital de Giro Líquido.
  • 11. • Necessidade de capital de giro A necessidade de capital de giro é função do ciclo de caixa da empresa. Quando o ciclo de caixa é longo, a necessidade de capital de giro é maior e vice-versa. Assim, a redução do ciclo de caixa - em resumo, significa receber mais cedo e pagar mais tarde - deve ser uma meta da administração financeira. O grande ponto da gestão do capital de giro é não deixar que falte capital para o fechamento do ciclo e, quando preciso, manter a necessidade de capital de giro a menor possível.
  • 12. • Necessidade de capital de giro Exemplo:
  • 13. • Giro de caixa O giro de caixa representa o número de vezes em que o caixa girou no período de análise, utilizando a mesma conceituação teórica do giro do estoque, contas a receber e contas a pagar. Quanto maior for o giro de caixa, menor será a necessidade de caixa para suportar as operações. Da mesma forma que o giro do estoque, o giro do caixa deve ser maximizado, sem no entanto, incorrer no risco da falta de recursos.
  • 14. • Contas a pagar e receber Contas a pagar trata-se, principalmente, de acompanhar as compras e contratos e garantir que todos os pagamentos sejam efetuados corretamente, após a constatação de que são verdadeiros e exatos, ou seja, que se está pagando pelo que realmente foi recebido ou consumido pela empresa. As contas a receber, ao contrário, são as obrigações que pessoas ou outras empresas assumiram com a sua empresa. Oferecer pagamentos a prazo pode ser um grande atrativo para conquistar novos clientes. As pessoas são atraídas pela possibilidade de comprar e pagar depois. Porém, isso também significa que os clientes poderão atrasar os pagamentos.
  • 15. • Fluxo de Caixa É uma ferramenta de apoio, que o empreendedor preenche com os dados financeiros da empresa em um determinado período. Ele pode ser diário, semanal ou até mesmo mensal. O fluxo de caixa tem 5 partes básicas: • Saldo inicial: é o dinheiro disponível em caixa e em todas as contas bancárias. • Entradas de caixa: São vendas a vista e outros recebimentos do dia. • Saídas de caixa: São todos os pagamentos feitos no dia. • Saldo operacional: É o resultado das Entradas de caixa menos as Saídas de caixa. • Saldo final de caixa É a soma do Saldo inicial com o Saldo operacional.
  • 16. • Fluxo de Caixa Exemplo:
  • 17. • Política financeira A política financeira é a área de maior dinamismo do cenário mundial, onde são realizados todos os negócios envolvendo a mercadoria mais cobiçada por todos nós e, sem sombra de dúvidas, o que todas as pessoas no mundo também o estão: o dinheiro; sendo ela no país ou na forma de negócio que for.
  • 18. CONCLUSÕES FINAIS Pode-se concluir que o planejamento financeiro é fundamental para continuidade das empresas, e que toda a empresa necessita de ter um bom planejamento, mas para isso a peça chave é o gestor financeiro, capacitado, habilitado que pode planejar o futuro da sua empresa utilizando-se de ferramentas baseadas nas informações geradas por sua própria administração, que irá permitir a esse gestor executar seus planos traçados, e se eventualmente encontrar alguma mudança no decorrer do caminho, terá meios para fazer a correção durante o processo de execução sem interromper ou causar danos a qualquer projeto da empresa. Enquanto Osvaldo estiver no seu processo de capacitação ele deve procurar um profissional qualificado para que possa auxiliá-lo nos processos administrativos da empresa.