SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 34
Baixar para ler offline
Gestão do Fluxo de Caixa:
micro e pequenas empresas.
Iniciando
• Uma das dificuldades mais comum na gerência
  da empresa é o controle financeiro.

• Uma ferramenta que facilita esse trabalho é o
  fluxo caixa.
O que é?
• O fluxo de caixa é um instrumento gerencial que
  controla e informa todas as movimentações
  financeiras (entradas e saídas de valores).
Problema 1
• Um estudo do Sebrae em 2005 demonstrou que
  das MPE’S que encerraram suas atividades
  apontaram que a principal razão foi a falta de
  capital de giro - 42%.
PC
  AC
  Capital de giro
                    ELP
  RLP
  AP                PL

CDG OU CCL = AC - PC
ATENÇÃO


    Capital de Giro                 Caixa


• Capital de giro é diferente de caixa.

• Posso ter capital de giro e não ter caixa.
Reflexão
• O capital de giro impacta no fluxo de caixa da
  empresa.

• O fluxo de caixa é consequência do capital de
  giro.
Como?
                                  Recebimento


        Compra




                                  Venda
                       PME                PMRV


                                           Tempo
                 PMP
                        Pagamento



                   Ciclo operacional


    CDG                      Ciclo financeiro
Introdução ao FC


      Lucros?
           Fluxo de Caixa!
O que é lucro?
• Ganho contábil
• Obtido por meio de:
 • (+) Receitas de vendas
 • (-) Custos
 • (-) Despesas
 • (-) Impostos
 • (=) Lucro
Problema 2   PEPS, UEPS e
             custo médio




                 E como dar
                    saída?
Lucro     é
bom ...
              Mas    dinheiro
              no   bolso    é
              muito melhor!!!



                Cash is king!!!
               Caixa é rei!!!
•O     lucro,  dentro    de    critérios
 perfeitamente adequados, pode ser
 manipulado. Caixa não tem jeito. Como
 dizem em Wall Street, lucro é opinião;
 caixa é fato.


Fonte : Antônio Manfredini, professor da EAESP-FGV, jornal
Gazeta Mercantil, 24/09/2001,      relatório “As Empresas
Dinâmicas”, p. 01.
O modelo do método direto
• Fluxos de caixa das atividades operacionais:
• Recebimentos de Clientes (+)
• Pagamento de Fornecedores (-)
• Pagamento de Empregados (- )
• Pagamento de Impostos ( - )
• Duplicatas Descontadas ( +)
• Recebimentos de Juros ( + )
• Pagamento de Despesas Antecipadas ( - )
• Pagamento de Juros ( - )
• Pagamento de Seguros ( - )
• Recebimento de Seguros ( + )
• ( = ) Caixa líquido resultante das atividades
• operacionais
Cont...
• Fluxos de caixa das atividades de
  investimento:
• Recebimento por venda de imobilizado ou
  intangível (+)
• Pagamento por aquisição de imobilizado ou
  intangível (-)
• Pagamento por aquisição de outras empresas (-)
• Caixa líquido resultante das atividades de
  investimento (=)
Cont...
• Fluxos de caixa das atividades de
  financiamento:
• Recebimento por empréstimos obtidos ( + )
• Recebimento por aumento de capital ( + )
• Recebimento de empresa coligada ( + ) 2
• Pagamento de empréstimo a coligada ( - )
• Pagamento por aquisição de ações próprias ( - )
• Recebimento por emissão de ações ( + )
• Caixa líquido resultante das atividades de
  financiamento (=)
Cont...
• Aumento/diminuição líquido de caixa e
  equivalentes de caixa ( = )
• Caixa e equivalentes de caixa – no início
  do período
• Caixa e equivalentes de caixa – no final do
  período
Modelo do método indireto
• Deixa para lá.
Fluxo de Caixa para MPE’S
 • Ganho financeiro
 • Obtido por meio de:
  ▫ (+) Entradas
  ▫ (-) Saídas
  ▫ (=) Fluxo de caixa
 • Ou por meio de:
  ▫ (+) Lucro
  ▫ (+/-) Ajustes
  ▫ (=) Fluxo de caixa
Dificuldades
• Para as empresas que tem os controles
  financeiros bem organizados, a preparação do
  fluxo de caixa é fácil.
Informações necessárias
• Previsão de vendas e os respectivos prazos de
  recebimentos;
• Previsão das compras e os respectivos prazos de
  pagamento aos fornecedores;
• Levantamento dos valores a receber dos clientes, das
  vendas já realizadas;
• Levantamento dos compromissos a pagar aos
  fornecedores e pagamento de despesas operacionais
  mensais;
• Levantamento das disponibilidades financeiras
  existentes
Previsão das vendas e prazos de
recebimentos
• Qual será o valor das vendas para os próximos
  meses?

• Ex: Mês 1 e 2 = R$60.000,00/mês; mês 3 =
  R$75.000,00 e mês 4 = R$69.000,00.
  Condições de recebimentos das vendas: 10% à
  vista; 40% com 30 dias; 40% com 60 dias; 10%
  com 90 dias.
Previsão de compras e prazos de
pagamentos
• Supondo que o custo das matérias-primas
  representa 35% do valor das vendas. Os prazos
  para pagamentos aos fornecedores serão: 30% à
  vista; 20% com 60 dias; 40% com 90 dias; 10%
  com 120 dias.

• Em primeiro lugar, precisamos calcular a
  previsão ou metas de compras mensais:
Atenção 1
• É importante você ficar atento quanto ao
  montante de compras a ser efetuado.

• De modo geral, as compras tem relação direta
  com a quantidade a ser produzida ou total de
  vendas. Para evitar que a empresa fique com
  estoque excedente, as metas de compras não
  devem ultrapassar a previsão de consumo,
Valores a receber
• Os controles de contas a receber armazenam
  informações dos valores a receber de clientes
  que serão levados para a planilha do fluxo de
  caixa.
Atenção 2
• Descobrir o índice de inadimplência.

• Caso constem nos controles de contas a receber
  valores já vencidos e de difícil recebimento, não
  os inclua no fluxo de caixa.

• Se a empresa já descontou cheques pré-datados
  ou duplicatas no banco, então esses valores já
  foram recebidos.
Valores a pagar
• De maneira similar ao tópico anterior, levante,
  por meio dos controles de contas a pagar os
  compromissos que a empresa tem durante os
  meses.
Disponibilidades financeiras
• Levante as disponibilidades financeiras da
  empresa, como dinheiro em caixa, cheques para
  depósitos, aplicações financeiras de resgate
  imediato, outras aplicações de curto prazo.

• Vamos supor que as disponibilidades financeiras
  para a elaboração do fluxo de caixa é de R$
  4.250,00.
Palestra: Gestão do fluxo de caixa

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Cap 1 fundamentos da gestao do capital de giro
Cap 1   fundamentos da gestao do capital de giroCap 1   fundamentos da gestao do capital de giro
Cap 1 fundamentos da gestao do capital de giroJaques Rodrigues Silva
 
Do Fluxo de Caixa ao Planejamento Financeiro
Do Fluxo de Caixa ao Planejamento FinanceiroDo Fluxo de Caixa ao Planejamento Financeiro
Do Fluxo de Caixa ao Planejamento FinanceiroGranatum
 
Mercado Financeiro Professor Danilo Pires
Mercado Financeiro Professor Danilo PiresMercado Financeiro Professor Danilo Pires
Mercado Financeiro Professor Danilo PiresDanilo Pires
 
Cap 1 Fundamentos da gestao do capital de giro
Cap 1   Fundamentos da gestao do capital de giroCap 1   Fundamentos da gestao do capital de giro
Cap 1 Fundamentos da gestao do capital de giroFEARP/USP
 
O Sistema Financeiro Nacional - uma visão geral
O Sistema Financeiro Nacional - uma visão geralO Sistema Financeiro Nacional - uma visão geral
O Sistema Financeiro Nacional - uma visão geralVivaldo Jose Breternitz
 
Introdução à finanças corporativas
Introdução à finanças corporativasIntrodução à finanças corporativas
Introdução à finanças corporativasLuciano Pires
 
Aula 1 - Sistema Financeiro e Instituições do Mercado Financeiro e de Capitais
Aula 1 - Sistema Financeiro e Instituições do Mercado Financeiro e de CapitaisAula 1 - Sistema Financeiro e Instituições do Mercado Financeiro e de Capitais
Aula 1 - Sistema Financeiro e Instituições do Mercado Financeiro e de CapitaisProf. Paulo Marques
 
Administração financeira e orçamentária
Administração financeira e orçamentáriaAdministração financeira e orçamentária
Administração financeira e orçamentáriaTadeu Mendes
 
Administração Financeira
Administração FinanceiraAdministração Financeira
Administração Financeiraelliando dias
 
Cap 1 fundamentos da gestao do capital de giro
Cap 1   fundamentos da gestao do capital de giroCap 1   fundamentos da gestao do capital de giro
Cap 1 fundamentos da gestao do capital de giroadrielmfbranco
 
Aula 1 introdução a adm financeira
Aula 1   introdução a adm financeiraAula 1   introdução a adm financeira
Aula 1 introdução a adm financeirasscutrim
 
60 Exercícios Resolvidos de Administração Financeira para Concursos
60 Exercícios Resolvidos de Administração Financeira para Concursos60 Exercícios Resolvidos de Administração Financeira para Concursos
60 Exercícios Resolvidos de Administração Financeira para ConcursosMilton Henrique do Couto Neto
 

Mais procurados (20)

Análise de Crédito
Análise de CréditoAnálise de Crédito
Análise de Crédito
 
Fluxo de caixa
Fluxo de caixaFluxo de caixa
Fluxo de caixa
 
Aula 8 - Fluxo de caixa
Aula 8 - Fluxo de caixaAula 8 - Fluxo de caixa
Aula 8 - Fluxo de caixa
 
Cap 1 fundamentos da gestao do capital de giro
Cap 1   fundamentos da gestao do capital de giroCap 1   fundamentos da gestao do capital de giro
Cap 1 fundamentos da gestao do capital de giro
 
Do Fluxo de Caixa ao Planejamento Financeiro
Do Fluxo de Caixa ao Planejamento FinanceiroDo Fluxo de Caixa ao Planejamento Financeiro
Do Fluxo de Caixa ao Planejamento Financeiro
 
Mercado Financeiro Professor Danilo Pires
Mercado Financeiro Professor Danilo PiresMercado Financeiro Professor Danilo Pires
Mercado Financeiro Professor Danilo Pires
 
ORÇAMENTO EMPRESARIAL
ORÇAMENTO EMPRESARIALORÇAMENTO EMPRESARIAL
ORÇAMENTO EMPRESARIAL
 
Aula 8 - Fluxo de caixa.pptx
Aula 8 - Fluxo de caixa.pptxAula 8 - Fluxo de caixa.pptx
Aula 8 - Fluxo de caixa.pptx
 
Cap 1 Fundamentos da gestao do capital de giro
Cap 1   Fundamentos da gestao do capital de giroCap 1   Fundamentos da gestao do capital de giro
Cap 1 Fundamentos da gestao do capital de giro
 
O Sistema Financeiro Nacional - uma visão geral
O Sistema Financeiro Nacional - uma visão geralO Sistema Financeiro Nacional - uma visão geral
O Sistema Financeiro Nacional - uma visão geral
 
Administração financeira
Administração financeiraAdministração financeira
Administração financeira
 
Introdução à finanças corporativas
Introdução à finanças corporativasIntrodução à finanças corporativas
Introdução à finanças corporativas
 
Aula 1 - Sistema Financeiro e Instituições do Mercado Financeiro e de Capitais
Aula 1 - Sistema Financeiro e Instituições do Mercado Financeiro e de CapitaisAula 1 - Sistema Financeiro e Instituições do Mercado Financeiro e de Capitais
Aula 1 - Sistema Financeiro e Instituições do Mercado Financeiro e de Capitais
 
Administração financeira e orçamentária
Administração financeira e orçamentáriaAdministração financeira e orçamentária
Administração financeira e orçamentária
 
Contabilidade Básica
Contabilidade BásicaContabilidade Básica
Contabilidade Básica
 
Administração Financeira
Administração FinanceiraAdministração Financeira
Administração Financeira
 
Contabilidade conceitos básicos
Contabilidade   conceitos básicosContabilidade   conceitos básicos
Contabilidade conceitos básicos
 
Cap 1 fundamentos da gestao do capital de giro
Cap 1   fundamentos da gestao do capital de giroCap 1   fundamentos da gestao do capital de giro
Cap 1 fundamentos da gestao do capital de giro
 
Aula 1 introdução a adm financeira
Aula 1   introdução a adm financeiraAula 1   introdução a adm financeira
Aula 1 introdução a adm financeira
 
60 Exercícios Resolvidos de Administração Financeira para Concursos
60 Exercícios Resolvidos de Administração Financeira para Concursos60 Exercícios Resolvidos de Administração Financeira para Concursos
60 Exercícios Resolvidos de Administração Financeira para Concursos
 

Destaque

Manual do Fluxo de Caixa - IOB e-Store
Manual do Fluxo de Caixa - IOB e-StoreManual do Fluxo de Caixa - IOB e-Store
Manual do Fluxo de Caixa - IOB e-StoreIOB News
 
Oficina Fluxo de Caixa
Oficina Fluxo de CaixaOficina Fluxo de Caixa
Oficina Fluxo de Caixasebraeleste1
 
Como calcular o valor da empresa
Como calcular o valor da empresaComo calcular o valor da empresa
Como calcular o valor da empresaEduardo Vilas Boas
 
A Arte da Administração do Caixa - A Gestão Integrada da Tesouraria e Fluxo d...
A Arte da Administração do Caixa - A Gestão Integrada da Tesouraria e Fluxo d...A Arte da Administração do Caixa - A Gestão Integrada da Tesouraria e Fluxo d...
A Arte da Administração do Caixa - A Gestão Integrada da Tesouraria e Fluxo d...gesplan
 
Dfc minicurso fluxo de caixa
Dfc minicurso   fluxo de caixaDfc minicurso   fluxo de caixa
Dfc minicurso fluxo de caixaalunocontabil
 
Aula de movimento de caixa cebrac
Aula de movimento de caixa cebracAula de movimento de caixa cebrac
Aula de movimento de caixa cebracValéria Lins
 

Destaque (8)

Slide fluxo caixa aj
Slide fluxo caixa ajSlide fluxo caixa aj
Slide fluxo caixa aj
 
Manual do Fluxo de Caixa - IOB e-Store
Manual do Fluxo de Caixa - IOB e-StoreManual do Fluxo de Caixa - IOB e-Store
Manual do Fluxo de Caixa - IOB e-Store
 
Oficina Fluxo de Caixa
Oficina Fluxo de CaixaOficina Fluxo de Caixa
Oficina Fluxo de Caixa
 
Como calcular o valor da empresa
Como calcular o valor da empresaComo calcular o valor da empresa
Como calcular o valor da empresa
 
A Arte da Administração do Caixa - A Gestão Integrada da Tesouraria e Fluxo d...
A Arte da Administração do Caixa - A Gestão Integrada da Tesouraria e Fluxo d...A Arte da Administração do Caixa - A Gestão Integrada da Tesouraria e Fluxo d...
A Arte da Administração do Caixa - A Gestão Integrada da Tesouraria e Fluxo d...
 
Dfc minicurso fluxo de caixa
Dfc minicurso   fluxo de caixaDfc minicurso   fluxo de caixa
Dfc minicurso fluxo de caixa
 
Aula de movimento de caixa cebrac
Aula de movimento de caixa cebracAula de movimento de caixa cebrac
Aula de movimento de caixa cebrac
 
Palestra sobre fluxo de caixa
Palestra sobre fluxo de caixaPalestra sobre fluxo de caixa
Palestra sobre fluxo de caixa
 

Semelhante a Palestra: Gestão do fluxo de caixa

Cap 5 gestão de tesouraria
Cap 5   gestão de tesourariaCap 5   gestão de tesouraria
Cap 5 gestão de tesourariaFEARP/USP
 
Adm capital de giro - questões com respostas
Adm capital de giro - questões com respostasAdm capital de giro - questões com respostas
Adm capital de giro - questões com respostasLeandro Trelesse Vieira
 
Capital de giro exercicios
Capital de giro exerciciosCapital de giro exercicios
Capital de giro exerciciosadmcontabil
 
Apresentação do Curso de Gestao financeira
Apresentação do Curso de Gestao financeiraApresentação do Curso de Gestao financeira
Apresentação do Curso de Gestao financeiraIG CONSULTORIA
 
Custo das mercadoria vendidas
Custo das mercadoria vendidasCusto das mercadoria vendidas
Custo das mercadoria vendidassimuladocontabil
 
Capital de Giro e Ciclo Financeiro
Capital de Giro e Ciclo FinanceiroCapital de Giro e Ciclo Financeiro
Capital de Giro e Ciclo FinanceiroAndré Faria Gomes
 
Controles financeiros inova brasil
Controles financeiros   inova brasilControles financeiros   inova brasil
Controles financeiros inova brasilCarlos Rocha
 
Acelerando os recebíveis
Acelerando os recebíveisAcelerando os recebíveis
Acelerando os recebíveisLeonardo Seabra
 
Acelerando os recebíveis
Acelerando os recebíveisAcelerando os recebíveis
Acelerando os recebíveisLeonardo Seabra
 
Gerenciando seu empreendimento e8
Gerenciando seu empreendimento   e8Gerenciando seu empreendimento   e8
Gerenciando seu empreendimento e8silviofsouza
 
46276 administração do-cg
46276 administração do-cg46276 administração do-cg
46276 administração do-cgAna Mota
 
Fluxo de caixa 0001
Fluxo de caixa 0001Fluxo de caixa 0001
Fluxo de caixa 0001albumina
 

Semelhante a Palestra: Gestão do fluxo de caixa (20)

Gestão de Tesouraria
Gestão de TesourariaGestão de Tesouraria
Gestão de Tesouraria
 
SLIDES_AULA_02.pptx
SLIDES_AULA_02.pptxSLIDES_AULA_02.pptx
SLIDES_AULA_02.pptx
 
Cap 5 gestão de tesouraria
Cap 5   gestão de tesourariaCap 5   gestão de tesouraria
Cap 5 gestão de tesouraria
 
Adm capital de giro - questões com respostas
Adm capital de giro - questões com respostasAdm capital de giro - questões com respostas
Adm capital de giro - questões com respostas
 
Capital de giro exercicios
Capital de giro exerciciosCapital de giro exercicios
Capital de giro exercicios
 
Palestra capital de giro
Palestra capital de giroPalestra capital de giro
Palestra capital de giro
 
Apresentação do Curso de Gestao financeira
Apresentação do Curso de Gestao financeiraApresentação do Curso de Gestao financeira
Apresentação do Curso de Gestao financeira
 
Administracao financeira
Administracao financeiraAdministracao financeira
Administracao financeira
 
Custo das mercadoria vendidas
Custo das mercadoria vendidasCusto das mercadoria vendidas
Custo das mercadoria vendidas
 
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRAADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA
 
Capital de Giro e Ciclo Financeiro
Capital de Giro e Ciclo FinanceiroCapital de Giro e Ciclo Financeiro
Capital de Giro e Ciclo Financeiro
 
Controles Financeiros Inova Brasil
Controles Financeiros   Inova BrasilControles Financeiros   Inova Brasil
Controles Financeiros Inova Brasil
 
Controles financeiros inova brasil
Controles financeiros   inova brasilControles financeiros   inova brasil
Controles financeiros inova brasil
 
Acelerando os recebíveis
Acelerando os recebíveisAcelerando os recebíveis
Acelerando os recebíveis
 
Acelerando os recebíveis
Acelerando os recebíveisAcelerando os recebíveis
Acelerando os recebíveis
 
Gerenciando seu empreendimento e8
Gerenciando seu empreendimento   e8Gerenciando seu empreendimento   e8
Gerenciando seu empreendimento e8
 
Aula gestão financeira - Aula 01
Aula gestão financeira - Aula 01Aula gestão financeira - Aula 01
Aula gestão financeira - Aula 01
 
Apostila financ i
Apostila financ iApostila financ i
Apostila financ i
 
46276 administração do-cg
46276 administração do-cg46276 administração do-cg
46276 administração do-cg
 
Fluxo de caixa 0001
Fluxo de caixa 0001Fluxo de caixa 0001
Fluxo de caixa 0001
 

Mais de Universidade de Pernambuco

Aula inaugural do Mestrado Acadêmico em Engenharia da Computação ( Universida...
Aula inaugural do Mestrado Acadêmico em Engenharia da Computação ( Universida...Aula inaugural do Mestrado Acadêmico em Engenharia da Computação ( Universida...
Aula inaugural do Mestrado Acadêmico em Engenharia da Computação ( Universida...Universidade de Pernambuco
 
EAD Pernambuco - Técnico em administração - Matemática financeira
EAD Pernambuco  - Técnico em administração - Matemática financeiraEAD Pernambuco  - Técnico em administração - Matemática financeira
EAD Pernambuco - Técnico em administração - Matemática financeiraUniversidade de Pernambuco
 
Calendário acadêmico da Universidade de Pernambuco para o ano letivo de 2014
Calendário acadêmico da Universidade de Pernambuco para o ano letivo de 2014 Calendário acadêmico da Universidade de Pernambuco para o ano letivo de 2014
Calendário acadêmico da Universidade de Pernambuco para o ano letivo de 2014 Universidade de Pernambuco
 
Caderno de administração ( fundamentos da contabilidade)
Caderno de administração ( fundamentos da contabilidade)Caderno de administração ( fundamentos da contabilidade)
Caderno de administração ( fundamentos da contabilidade)Universidade de Pernambuco
 
DIAGNÓSTICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO – TI PARA O MUNICÍPIO DE CARUARU
DIAGNÓSTICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO – TI  PARA O MUNICÍPIO DE CARUARUDIAGNÓSTICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO – TI  PARA O MUNICÍPIO DE CARUARU
DIAGNÓSTICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO – TI PARA O MUNICÍPIO DE CARUARUUniversidade de Pernambuco
 
Diagnóstico de Tecnologia da Informação – TI para o município de Caruaru 2013
Diagnóstico de Tecnologia da Informação  – TI para o município de Caruaru 2013 Diagnóstico de Tecnologia da Informação  – TI para o município de Caruaru 2013
Diagnóstico de Tecnologia da Informação – TI para o município de Caruaru 2013 Universidade de Pernambuco
 
EAD Pernambuco - Técnico em Administração- Cadeia de suprimento
EAD Pernambuco - Técnico em Administração- Cadeia de suprimentoEAD Pernambuco - Técnico em Administração- Cadeia de suprimento
EAD Pernambuco - Técnico em Administração- Cadeia de suprimentoUniversidade de Pernambuco
 
EAD Pernambuco - Técnico em Administração- Estoque
EAD Pernambuco - Técnico em Administração- EstoqueEAD Pernambuco - Técnico em Administração- Estoque
EAD Pernambuco - Técnico em Administração- EstoqueUniversidade de Pernambuco
 
EAD Pernambuco - Técnico em Administração- Produção
EAD Pernambuco - Técnico em Administração- Produção EAD Pernambuco - Técnico em Administração- Produção
EAD Pernambuco - Técnico em Administração- Produção Universidade de Pernambuco
 
EAD Pernambuco - Técnico em Administração - Marketing
EAD Pernambuco - Técnico em Administração -  Marketing EAD Pernambuco - Técnico em Administração -  Marketing
EAD Pernambuco - Técnico em Administração - Marketing Universidade de Pernambuco
 
EAD Pernambuco - Técnico em Administração - Economia & Mercados
EAD Pernambuco - Técnico em Administração - Economia & Mercados EAD Pernambuco - Técnico em Administração - Economia & Mercados
EAD Pernambuco - Técnico em Administração - Economia & Mercados Universidade de Pernambuco
 
EAD Pernambuco - Técnico em Administração - Sistema Integrado de Qualidade
EAD Pernambuco - Técnico em Administração - Sistema Integrado de Qualidade EAD Pernambuco - Técnico em Administração - Sistema Integrado de Qualidade
EAD Pernambuco - Técnico em Administração - Sistema Integrado de Qualidade Universidade de Pernambuco
 
EAD Pernambuco - Técnico em Administração - TÉCNICAS DE VENDAS
EAD Pernambuco - Técnico em Administração - TÉCNICAS DE VENDAS EAD Pernambuco - Técnico em Administração - TÉCNICAS DE VENDAS
EAD Pernambuco - Técnico em Administração - TÉCNICAS DE VENDAS Universidade de Pernambuco
 
EAD Pernambuco -Técnico em Administração -Tecnologia da Informação
EAD Pernambuco -Técnico em Administração -Tecnologia da Informação EAD Pernambuco -Técnico em Administração -Tecnologia da Informação
EAD Pernambuco -Técnico em Administração -Tecnologia da Informação Universidade de Pernambuco
 
Edital para a seleção de membros da UPE CONSULTORIA JR. para o mandato de Abr...
Edital para a seleção de membros da UPE CONSULTORIA JR. para o mandato de Abr...Edital para a seleção de membros da UPE CONSULTORIA JR. para o mandato de Abr...
Edital para a seleção de membros da UPE CONSULTORIA JR. para o mandato de Abr...Universidade de Pernambuco
 
Palestra como montar e gerir uma empresa na visao de um empresario junior
Palestra como montar e gerir uma empresa na visao de um empresario juniorPalestra como montar e gerir uma empresa na visao de um empresario junior
Palestra como montar e gerir uma empresa na visao de um empresario juniorUniversidade de Pernambuco
 

Mais de Universidade de Pernambuco (20)

Aula inaugural do Mestrado Acadêmico em Engenharia da Computação ( Universida...
Aula inaugural do Mestrado Acadêmico em Engenharia da Computação ( Universida...Aula inaugural do Mestrado Acadêmico em Engenharia da Computação ( Universida...
Aula inaugural do Mestrado Acadêmico em Engenharia da Computação ( Universida...
 
EAD Pernambuco - Técnico em administração - Matemática financeira
EAD Pernambuco  - Técnico em administração - Matemática financeiraEAD Pernambuco  - Técnico em administração - Matemática financeira
EAD Pernambuco - Técnico em administração - Matemática financeira
 
Administração de recursos humanos
Administração de recursos humanosAdministração de recursos humanos
Administração de recursos humanos
 
Fundamentos de finanças coorporativas
Fundamentos de finanças coorporativasFundamentos de finanças coorporativas
Fundamentos de finanças coorporativas
 
Calendário acadêmico da Universidade de Pernambuco para o ano letivo de 2014
Calendário acadêmico da Universidade de Pernambuco para o ano letivo de 2014 Calendário acadêmico da Universidade de Pernambuco para o ano letivo de 2014
Calendário acadêmico da Universidade de Pernambuco para o ano letivo de 2014
 
Caderno de administração ( fundamentos da contabilidade)
Caderno de administração ( fundamentos da contabilidade)Caderno de administração ( fundamentos da contabilidade)
Caderno de administração ( fundamentos da contabilidade)
 
Caderno de adm(empreendedorismo)
Caderno de adm(empreendedorismo) Caderno de adm(empreendedorismo)
Caderno de adm(empreendedorismo)
 
Administração (gestão da carreira)
Administração (gestão da carreira)Administração (gestão da carreira)
Administração (gestão da carreira)
 
DIAGNÓSTICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO – TI PARA O MUNICÍPIO DE CARUARU
DIAGNÓSTICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO – TI  PARA O MUNICÍPIO DE CARUARUDIAGNÓSTICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO – TI  PARA O MUNICÍPIO DE CARUARU
DIAGNÓSTICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO – TI PARA O MUNICÍPIO DE CARUARU
 
Diagnóstico de Tecnologia da Informação – TI para o município de Caruaru 2013
Diagnóstico de Tecnologia da Informação  – TI para o município de Caruaru 2013 Diagnóstico de Tecnologia da Informação  – TI para o município de Caruaru 2013
Diagnóstico de Tecnologia da Informação – TI para o município de Caruaru 2013
 
EAD Pernambuco - Técnico em Administração- Cadeia de suprimento
EAD Pernambuco - Técnico em Administração- Cadeia de suprimentoEAD Pernambuco - Técnico em Administração- Cadeia de suprimento
EAD Pernambuco - Técnico em Administração- Cadeia de suprimento
 
EAD Pernambuco - Técnico em Administração- Estoque
EAD Pernambuco - Técnico em Administração- EstoqueEAD Pernambuco - Técnico em Administração- Estoque
EAD Pernambuco - Técnico em Administração- Estoque
 
EAD Pernambuco - Técnico em Administração- Produção
EAD Pernambuco - Técnico em Administração- Produção EAD Pernambuco - Técnico em Administração- Produção
EAD Pernambuco - Técnico em Administração- Produção
 
EAD Pernambuco - Técnico em Administração - Marketing
EAD Pernambuco - Técnico em Administração -  Marketing EAD Pernambuco - Técnico em Administração -  Marketing
EAD Pernambuco - Técnico em Administração - Marketing
 
EAD Pernambuco - Técnico em Administração - Economia & Mercados
EAD Pernambuco - Técnico em Administração - Economia & Mercados EAD Pernambuco - Técnico em Administração - Economia & Mercados
EAD Pernambuco - Técnico em Administração - Economia & Mercados
 
EAD Pernambuco - Técnico em Administração - Sistema Integrado de Qualidade
EAD Pernambuco - Técnico em Administração - Sistema Integrado de Qualidade EAD Pernambuco - Técnico em Administração - Sistema Integrado de Qualidade
EAD Pernambuco - Técnico em Administração - Sistema Integrado de Qualidade
 
EAD Pernambuco - Técnico em Administração - TÉCNICAS DE VENDAS
EAD Pernambuco - Técnico em Administração - TÉCNICAS DE VENDAS EAD Pernambuco - Técnico em Administração - TÉCNICAS DE VENDAS
EAD Pernambuco - Técnico em Administração - TÉCNICAS DE VENDAS
 
EAD Pernambuco -Técnico em Administração -Tecnologia da Informação
EAD Pernambuco -Técnico em Administração -Tecnologia da Informação EAD Pernambuco -Técnico em Administração -Tecnologia da Informação
EAD Pernambuco -Técnico em Administração -Tecnologia da Informação
 
Edital para a seleção de membros da UPE CONSULTORIA JR. para o mandato de Abr...
Edital para a seleção de membros da UPE CONSULTORIA JR. para o mandato de Abr...Edital para a seleção de membros da UPE CONSULTORIA JR. para o mandato de Abr...
Edital para a seleção de membros da UPE CONSULTORIA JR. para o mandato de Abr...
 
Palestra como montar e gerir uma empresa na visao de um empresario junior
Palestra como montar e gerir uma empresa na visao de um empresario juniorPalestra como montar e gerir uma empresa na visao de um empresario junior
Palestra como montar e gerir uma empresa na visao de um empresario junior
 

Último

PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalcarlaOliveira438
 
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxsfwsoficial
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoIlda Bicacro
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxRaquelMartins389880
 
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptxSismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptxpatriciapedroso82
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfcarloseduardogonalve36
 
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxGeometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxlucivaniaholanda
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASyan1305goncalves
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Mary Alvarenga
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorialNeuroppIsnayaLciaMar
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"Ilda Bicacro
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfManuais Formação
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitlerhabiwo1978
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAElianeAlves383563
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfPastor Robson Colaço
 

Último (20)

PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptxSismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxGeometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 

Palestra: Gestão do fluxo de caixa

  • 1. Gestão do Fluxo de Caixa: micro e pequenas empresas.
  • 2. Iniciando • Uma das dificuldades mais comum na gerência da empresa é o controle financeiro. • Uma ferramenta que facilita esse trabalho é o fluxo caixa.
  • 3. O que é? • O fluxo de caixa é um instrumento gerencial que controla e informa todas as movimentações financeiras (entradas e saídas de valores).
  • 4. Problema 1 • Um estudo do Sebrae em 2005 demonstrou que das MPE’S que encerraram suas atividades apontaram que a principal razão foi a falta de capital de giro - 42%.
  • 5. PC AC Capital de giro ELP RLP AP PL CDG OU CCL = AC - PC
  • 6. ATENÇÃO Capital de Giro Caixa • Capital de giro é diferente de caixa. • Posso ter capital de giro e não ter caixa.
  • 7. Reflexão • O capital de giro impacta no fluxo de caixa da empresa. • O fluxo de caixa é consequência do capital de giro.
  • 8. Como? Recebimento Compra Venda PME PMRV Tempo PMP Pagamento Ciclo operacional CDG Ciclo financeiro
  • 9. Introdução ao FC Lucros? Fluxo de Caixa!
  • 10. O que é lucro? • Ganho contábil • Obtido por meio de: • (+) Receitas de vendas • (-) Custos • (-) Despesas • (-) Impostos • (=) Lucro
  • 11. Problema 2 PEPS, UEPS e custo médio E como dar saída?
  • 12. Lucro é bom ... Mas dinheiro no bolso é muito melhor!!! Cash is king!!! Caixa é rei!!!
  • 13. •O lucro, dentro de critérios perfeitamente adequados, pode ser manipulado. Caixa não tem jeito. Como dizem em Wall Street, lucro é opinião; caixa é fato. Fonte : Antônio Manfredini, professor da EAESP-FGV, jornal Gazeta Mercantil, 24/09/2001, relatório “As Empresas Dinâmicas”, p. 01.
  • 14. O modelo do método direto • Fluxos de caixa das atividades operacionais: • Recebimentos de Clientes (+) • Pagamento de Fornecedores (-) • Pagamento de Empregados (- ) • Pagamento de Impostos ( - ) • Duplicatas Descontadas ( +) • Recebimentos de Juros ( + ) • Pagamento de Despesas Antecipadas ( - ) • Pagamento de Juros ( - ) • Pagamento de Seguros ( - ) • Recebimento de Seguros ( + ) • ( = ) Caixa líquido resultante das atividades • operacionais
  • 15. Cont... • Fluxos de caixa das atividades de investimento: • Recebimento por venda de imobilizado ou intangível (+) • Pagamento por aquisição de imobilizado ou intangível (-) • Pagamento por aquisição de outras empresas (-) • Caixa líquido resultante das atividades de investimento (=)
  • 16. Cont... • Fluxos de caixa das atividades de financiamento: • Recebimento por empréstimos obtidos ( + ) • Recebimento por aumento de capital ( + ) • Recebimento de empresa coligada ( + ) 2 • Pagamento de empréstimo a coligada ( - ) • Pagamento por aquisição de ações próprias ( - ) • Recebimento por emissão de ações ( + ) • Caixa líquido resultante das atividades de financiamento (=)
  • 17. Cont... • Aumento/diminuição líquido de caixa e equivalentes de caixa ( = ) • Caixa e equivalentes de caixa – no início do período • Caixa e equivalentes de caixa – no final do período
  • 18. Modelo do método indireto • Deixa para lá.
  • 19. Fluxo de Caixa para MPE’S • Ganho financeiro • Obtido por meio de: ▫ (+) Entradas ▫ (-) Saídas ▫ (=) Fluxo de caixa • Ou por meio de: ▫ (+) Lucro ▫ (+/-) Ajustes ▫ (=) Fluxo de caixa
  • 20. Dificuldades • Para as empresas que tem os controles financeiros bem organizados, a preparação do fluxo de caixa é fácil.
  • 21. Informações necessárias • Previsão de vendas e os respectivos prazos de recebimentos; • Previsão das compras e os respectivos prazos de pagamento aos fornecedores; • Levantamento dos valores a receber dos clientes, das vendas já realizadas; • Levantamento dos compromissos a pagar aos fornecedores e pagamento de despesas operacionais mensais; • Levantamento das disponibilidades financeiras existentes
  • 22. Previsão das vendas e prazos de recebimentos • Qual será o valor das vendas para os próximos meses? • Ex: Mês 1 e 2 = R$60.000,00/mês; mês 3 = R$75.000,00 e mês 4 = R$69.000,00. Condições de recebimentos das vendas: 10% à vista; 40% com 30 dias; 40% com 60 dias; 10% com 90 dias.
  • 23.
  • 24. Previsão de compras e prazos de pagamentos • Supondo que o custo das matérias-primas representa 35% do valor das vendas. Os prazos para pagamentos aos fornecedores serão: 30% à vista; 20% com 60 dias; 40% com 90 dias; 10% com 120 dias. • Em primeiro lugar, precisamos calcular a previsão ou metas de compras mensais:
  • 25.
  • 26. Atenção 1 • É importante você ficar atento quanto ao montante de compras a ser efetuado. • De modo geral, as compras tem relação direta com a quantidade a ser produzida ou total de vendas. Para evitar que a empresa fique com estoque excedente, as metas de compras não devem ultrapassar a previsão de consumo,
  • 27.
  • 28. Valores a receber • Os controles de contas a receber armazenam informações dos valores a receber de clientes que serão levados para a planilha do fluxo de caixa.
  • 29.
  • 30. Atenção 2 • Descobrir o índice de inadimplência. • Caso constem nos controles de contas a receber valores já vencidos e de difícil recebimento, não os inclua no fluxo de caixa. • Se a empresa já descontou cheques pré-datados ou duplicatas no banco, então esses valores já foram recebidos.
  • 31. Valores a pagar • De maneira similar ao tópico anterior, levante, por meio dos controles de contas a pagar os compromissos que a empresa tem durante os meses.
  • 32.
  • 33. Disponibilidades financeiras • Levante as disponibilidades financeiras da empresa, como dinheiro em caixa, cheques para depósitos, aplicações financeiras de resgate imediato, outras aplicações de curto prazo. • Vamos supor que as disponibilidades financeiras para a elaboração do fluxo de caixa é de R$ 4.250,00.