SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 37
Baixar para ler offline
NUTRIÇÃO NORMAL E DIETÉTICA
ALIMENTAÇÃO DO ADULTO E DO IDOSO
Prof. Mestra Eurídice Farias Falcão
ALMENTAÇÃO DO ADULTO
PIRÂMIDE ALIMENTAR
GUIA ALIMENTAR BRASILEIRO
Carboidratos: 50 a 60%
Proteínas: 15 a 20%
Gorduras: 25 a 35%
ADEQUAÇÕES DOS
REQUERIMENTOS
DE ACORDO COM A
FAIXA ETÁRIA E
NECESSIDADES
GERAIS
MACRONUTRIENTES
Ingestão dietética de nutrientes suficiente para
atender a recomendação de quase todos (97 a 98%)
indivíduos saudáveis em determinado estágio de vida,
estado fisiológico e gênero.
Ingestão < RDA: não necessariamente está
inadequada, com ressalvas.
MACRONUTRIENTES
Ingestão = RDA: baixa probabilidade de
inadequação.
Valor a ser usado como metade ingestão
dietética de indivíduos saudáveis.
Não usar para avaliação ou planejamento
da dieta de indivíduos ou grupos.
MACRONUTRIENTES
ALMENTAÇÃO DO IDOSO
Importante estabelecer cuidados
Idosos possuem tabus e hábitos alimentares arraigados
Pequenas melhoras
refletem positivamente à
saúde dos idosos.
Diversos fatores contribuem para o
↑ do RISCO NUTRICIONAL em idosos.
Equipe multidisciplinar
cuidado à saúde geral e nutricional de idosos
IDOSO
ENERGIA
Necessidade de energia geralmente ↓↓↓↓ com a idade
Mas doenças catabólicas e altos
níveis de atividade física podem aumentar
a demanda energética.
Atender as necessidades nutricionais do
idoso é um desafio
↓ das
necessidades de
energia
↑ das
necessidades de
micronutrientes
Energia necessária para manter peso adequado
Dietas com muitas restrições devem ser evitadas
Indivíduos acima dos 60 anos
Desnutrição está associada a uma
taxa de mortalidade próxima daquela
observada na obesidade moderada.
RECOMENDAÇÕES NUTRICIONAIS
ENERGIA
• Alimentos que ↑ a densidade energética:
• Farinhas, açúcar e derivados, óleos, leite em pó.
Suplementação Energética
Pode ser necessária
RECOMENDAÇÕES NUTRICIONAIS
ENERGIA
CARBOIDRATOS
50 a 60 % do VET
Recomendações Nutricionais Carboidratos
Intolerância
à lactose
Observar presença de:
Tolerância reduzida
à glicose
INTOLERÊNCIA À GLICOSE e Diabetes mellitus
Pela alteração nas percepção gustativa, idosos
tendem a preferir alimentos mais doces.
Restrição de sacarose:
avaliar pros e contras
RECOMENDAÇÕES NUTRICIONAIS
CARBOIDRATOS
INTOLERÂNCIA À LACTOSE
Leite isento de lactose ou leite de soja
Retirar todos os alimentos com lactose
Podem ser utilizados leites de soja enriquecidos
com Ca
RECOMENDAÇÕES NUTRICIONAIS
CARBOIDRATOS
PROTEÍNA
1 – 1,25 g de proteína / dia/ Kg peso
Para manter o equilíbrio nitrogenado
positivo
> 10 % do VET
RECOMENDAÇÕES NUTRICIONAIS
PROTEÍNAS
Em determinadas condições clínicas podem:
−catabolismo protéico e excreção urinária de nitrogênio ou
↓ absorção de proteínas:
Infecções Enteropatia perdedora de
proteína
IRC
RECOMENDAÇÕES NUTRICIONAIS
PROTEÍNAS
Doenças
catabólicas
Nefropatias
↑↑↑↑ Necessidade
proteína
↓↓↓↓ Necessidade
proteína
Então, importante avaliar presença de:
RECOMENDAÇÕES NUTRICIONAIS
PROTEÍNAS
Suplementação de Proteínas
Pode ser necessária!
Mais comum em:
condições catabólicas
estresse
diarreia
RECOMENDAÇÕES NUTRICIONAIS
PROTEÍNAS
LIPÍDIOS
25 a 30 % do VET
RECOMENDAÇÕES NUTRICIONAIS
LIPÍDIOS
ω-6: 5 – 10 % do VET
ω-3: 0,6 – 1,2 % do VET
Melhorar o perfil dos lipídeos da dieta
↑ácidos graxos
insaturados
(mono e poli)
↓ ácidos graxos
saturados e
colesterol
↓ ácidos graxos
trans / gorduras
hidrogenadas
RECOMENDAÇÕES NUTRICIONAIS
LIPÍDIOS
Observar presença de dislipidemias
Se houver hipercolesterolemia: utilizar as recomendações de
<200mg de colesterol/dia;
Se houver hipertrigliceridemia: reduzir a ingestão de
gordura total da dieta;
Restrição total do consumo de álcool.
RECOMENDAÇÕES NUTRICIONAIS
LIPÍDIOS
VITAMINAS E MINERAIS
Deficiências subclínicas são comuns
Vitaminas e Minerais
Atenção especial no idoso
Menor absorção, aumento de excreção e maior
demanda dos nutrientes
Naturais do
envelhecimento
Doenças e
medicamentos
RECOMENDAÇÕES NUTRICIONAIS
Minerais
Atenção especial
• Cálcio
• Ferro
• Zinco
• Selênio
Adequar Na e K à condição clínica do paciente
A suplementação pode ser indicada: mas ter
cuidado com toxicidade e interações entre nutrientes
Vitaminas
RECOMENDAÇÕES NUTRICIONAIS
Atenção especial:
• Vitamina B2, B6 e B12 e Ácido fólico
(por redução da ingestão e interações drogas x
nutrientes)
• Antioxidantes (vit. C e E e beta-caroteno)
• Hipervitaminose-A
RECOMENDAÇÕES NUTRICIONAIS
Suplementação pode ser indicada, mas observar a
superdosagem e interações.
Incentivar aumento no consumo de líquidos: água,
chás, sucos naturais, água de coco.
Normalmente, idosos apresentam
ingestão hídrica inadequada
Recomendação: 1 a 1,5ml / kcal
ÁGUA E LÍQUIDOS
Fontes de fibras solúveis e insolúveis
Normalmente, idosos apresentam
ingestão de fibras insuficiente
Recomendação: 1 a 1,5ml / kcal
FIBRAS
Depende da condição
clínica do idoso
Condição dentária
precária
Disfagia
Odinofagia
Refluxo
gastroesofágico
Manter consistência normal sempre que possível
Respeitar a consistência de acordo com a
aceitação do idoso
CONSISTÊNCIA, FRACIONAMENTO, VOLUME
O momento da realização das refeições deve ser
tranquilo e agradável.
A consistência da dieta deve ser adaptada às condições
do idoso.
Adequar temperatura do alimento para se tornar
agradável o ato de se alimentar.
RECOMENDAÇÕES NA ORIENTAÇÃO
NUTRICIONAL
A dieta deve ser bem fracionada.
Promover o consumo adequado de líquidos.
RECOMENDAÇÕES NA
ORIENTAÇÃO NUTRICIONAL
OBRIGADA!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

DIETOTERAPIA.pdf
DIETOTERAPIA.pdfDIETOTERAPIA.pdf
DIETOTERAPIA.pdfmauromaumau
 
Avaliação nutricional: avaliação do consumo alimentar
Avaliação nutricional: avaliação do consumo alimentarAvaliação nutricional: avaliação do consumo alimentar
Avaliação nutricional: avaliação do consumo alimentarKetlenBatista
 
01 noções básicas de nutrição e dietética
01 noções básicas de nutrição e dietética01 noções básicas de nutrição e dietética
01 noções básicas de nutrição e dietéticaEliane Cristina
 
Nutrientes nos diferentes ciclos da vida
Nutrientes nos diferentes  ciclos da vidaNutrientes nos diferentes  ciclos da vida
Nutrientes nos diferentes ciclos da vidaMarcelo Silva
 
Alimimentação E Nutrição Na Prevenção de Doenças Crônica
Alimimentação E Nutrição Na Prevenção de Doenças CrônicaAlimimentação E Nutrição Na Prevenção de Doenças Crônica
Alimimentação E Nutrição Na Prevenção de Doenças Crônicacipasap
 
Macronutrientes
MacronutrientesMacronutrientes
Macronutrientesmarcossage
 
Necessidades Nutricionais no Idoso
Necessidades Nutricionais no IdosoNecessidades Nutricionais no Idoso
Necessidades Nutricionais no IdosoAmanda Thomé
 
Nutrição e Saúde Mental
Nutrição e Saúde MentalNutrição e Saúde Mental
Nutrição e Saúde Mentalpetsmufrn
 
dietas hospitalares.ppt
dietas hospitalares.pptdietas hospitalares.ppt
dietas hospitalares.pptHeder13
 
Rotulagem de Alimentos
Rotulagem de AlimentosRotulagem de Alimentos
Rotulagem de Alimentosluiana
 
Alimentos Funcionais
Alimentos FuncionaisAlimentos Funcionais
Alimentos FuncionaisPolly Mendes
 
Alimentação infantil
Alimentação infantilAlimentação infantil
Alimentação infantillipernnatal
 
Alimentação na 3ª Idade
Alimentação na 3ª IdadeAlimentação na 3ª Idade
Alimentação na 3ª IdadeRui Alves
 

Mais procurados (20)

Nutriçao
NutriçaoNutriçao
Nutriçao
 
Nutricão
NutricãoNutricão
Nutricão
 
Aula biodisponibilidade dos nutrientes(1)
Aula biodisponibilidade dos nutrientes(1)Aula biodisponibilidade dos nutrientes(1)
Aula biodisponibilidade dos nutrientes(1)
 
DIETOTERAPIA.pdf
DIETOTERAPIA.pdfDIETOTERAPIA.pdf
DIETOTERAPIA.pdf
 
Apresentação dieta e nutrição
Apresentação dieta e nutriçãoApresentação dieta e nutrição
Apresentação dieta e nutrição
 
Avaliação nutricional: avaliação do consumo alimentar
Avaliação nutricional: avaliação do consumo alimentarAvaliação nutricional: avaliação do consumo alimentar
Avaliação nutricional: avaliação do consumo alimentar
 
01 noções básicas de nutrição e dietética
01 noções básicas de nutrição e dietética01 noções básicas de nutrição e dietética
01 noções básicas de nutrição e dietética
 
Nutrientes nos diferentes ciclos da vida
Nutrientes nos diferentes  ciclos da vidaNutrientes nos diferentes  ciclos da vida
Nutrientes nos diferentes ciclos da vida
 
Alimimentação E Nutrição Na Prevenção de Doenças Crônica
Alimimentação E Nutrição Na Prevenção de Doenças CrônicaAlimimentação E Nutrição Na Prevenção de Doenças Crônica
Alimimentação E Nutrição Na Prevenção de Doenças Crônica
 
Macronutrientes
MacronutrientesMacronutrientes
Macronutrientes
 
Necessidades Nutricionais no Idoso
Necessidades Nutricionais no IdosoNecessidades Nutricionais no Idoso
Necessidades Nutricionais no Idoso
 
Nutrição e Saúde Mental
Nutrição e Saúde MentalNutrição e Saúde Mental
Nutrição e Saúde Mental
 
dietas hospitalares.ppt
dietas hospitalares.pptdietas hospitalares.ppt
dietas hospitalares.ppt
 
Rotulagem de Alimentos
Rotulagem de AlimentosRotulagem de Alimentos
Rotulagem de Alimentos
 
Alimentos Funcionais
Alimentos FuncionaisAlimentos Funcionais
Alimentos Funcionais
 
Nutrição e diabetes
Nutrição e diabetesNutrição e diabetes
Nutrição e diabetes
 
TERAPIA NUTRICIONAL
TERAPIA NUTRICIONALTERAPIA NUTRICIONAL
TERAPIA NUTRICIONAL
 
Desnutrição
DesnutriçãoDesnutrição
Desnutrição
 
Alimentação infantil
Alimentação infantilAlimentação infantil
Alimentação infantil
 
Alimentação na 3ª Idade
Alimentação na 3ª IdadeAlimentação na 3ª Idade
Alimentação na 3ª Idade
 

Semelhante a Nutrição do adulto e idoso: guias alimentares e recomendações

Nutrição enteral e parenteral no doente crítico
Nutrição enteral e parenteral no doente críticoNutrição enteral e parenteral no doente crítico
Nutrição enteral e parenteral no doente críticoEduardo Tibali
 
13Alimentação Vegetariana.ppt
13Alimentação Vegetariana.ppt13Alimentação Vegetariana.ppt
13Alimentação Vegetariana.pptFabyReis5
 
Brasil: Alimentação e Desenvolvimento Humano- Presentación Denise Madi Carrei...
Brasil: Alimentação e Desenvolvimento Humano- Presentación Denise Madi Carrei...Brasil: Alimentação e Desenvolvimento Humano- Presentación Denise Madi Carrei...
Brasil: Alimentação e Desenvolvimento Humano- Presentación Denise Madi Carrei...FAO
 
Terapia Nutricional no idoso com câncer
Terapia Nutricional no idoso com câncerTerapia Nutricional no idoso com câncer
Terapia Nutricional no idoso com câncerBrendha Soares
 
DOENÇAS CAUSADAS PELOS EXCESSOS DE CARBOIDRATOS
DOENÇAS CAUSADAS PELOS EXCESSOS DE CARBOIDRATOSDOENÇAS CAUSADAS PELOS EXCESSOS DE CARBOIDRATOS
DOENÇAS CAUSADAS PELOS EXCESSOS DE CARBOIDRATOSEnfº Ícaro Araújo
 
Alimentação e Nutrição de Gatos Idosos/Senis
Alimentação e Nutrição de Gatos Idosos/SenisAlimentação e Nutrição de Gatos Idosos/Senis
Alimentação e Nutrição de Gatos Idosos/SenisAlice Melo Candido
 
Transtornos alimentares
Transtornos alimentaresTranstornos alimentares
Transtornos alimentaresROSILEIDE
 
Guia alimentar para a população brasileira ministério da saúde
Guia alimentar para a população brasileira   ministério da saúdeGuia alimentar para a população brasileira   ministério da saúde
Guia alimentar para a população brasileira ministério da saúdeKamilly Moreira Bicalho
 
AlimentaçãO SaudáVel
AlimentaçãO SaudáVelAlimentaçãO SaudáVel
AlimentaçãO SaudáVelguest5d158b
 
Manual de nutrição cap.6
Manual de nutrição cap.6Manual de nutrição cap.6
Manual de nutrição cap.6adrianomedico
 
Apresentação pancreatite
Apresentação pancreatite Apresentação pancreatite
Apresentação pancreatite MaisaDiasSimoes
 
AULA - PIRAMIDE ALIMENTAR.pdf
AULA - PIRAMIDE ALIMENTAR.pdfAULA - PIRAMIDE ALIMENTAR.pdf
AULA - PIRAMIDE ALIMENTAR.pdfJaksonAlmeida5
 
Suplementação e estética: uma visão nutricional
Suplementação e estética: uma visão nutricionalSuplementação e estética: uma visão nutricional
Suplementação e estética: uma visão nutricionalArícia Motta Nutrição
 

Semelhante a Nutrição do adulto e idoso: guias alimentares e recomendações (20)

Nutrição enteral e parenteral no doente crítico
Nutrição enteral e parenteral no doente críticoNutrição enteral e parenteral no doente crítico
Nutrição enteral e parenteral no doente crítico
 
13Alimentação Vegetariana.ppt
13Alimentação Vegetariana.ppt13Alimentação Vegetariana.ppt
13Alimentação Vegetariana.ppt
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
 
Dietoterapia doenças gastro intestinais
Dietoterapia doenças gastro intestinaisDietoterapia doenças gastro intestinais
Dietoterapia doenças gastro intestinais
 
Vera_DM_dietoterapia
Vera_DM_dietoterapiaVera_DM_dietoterapia
Vera_DM_dietoterapia
 
Alimentos
AlimentosAlimentos
Alimentos
 
Brasil: Alimentação e Desenvolvimento Humano- Presentación Denise Madi Carrei...
Brasil: Alimentação e Desenvolvimento Humano- Presentación Denise Madi Carrei...Brasil: Alimentação e Desenvolvimento Humano- Presentación Denise Madi Carrei...
Brasil: Alimentação e Desenvolvimento Humano- Presentación Denise Madi Carrei...
 
Terapia Nutricional no idoso com câncer
Terapia Nutricional no idoso com câncerTerapia Nutricional no idoso com câncer
Terapia Nutricional no idoso com câncer
 
DOENÇAS CAUSADAS PELOS EXCESSOS DE CARBOIDRATOS
DOENÇAS CAUSADAS PELOS EXCESSOS DE CARBOIDRATOSDOENÇAS CAUSADAS PELOS EXCESSOS DE CARBOIDRATOS
DOENÇAS CAUSADAS PELOS EXCESSOS DE CARBOIDRATOS
 
Alimentação e Nutrição de Gatos Idosos/Senis
Alimentação e Nutrição de Gatos Idosos/SenisAlimentação e Nutrição de Gatos Idosos/Senis
Alimentação e Nutrição de Gatos Idosos/Senis
 
Dislipidemia
DislipidemiaDislipidemia
Dislipidemia
 
Transtornos alimentares
Transtornos alimentaresTranstornos alimentares
Transtornos alimentares
 
Manual 2
 Manual 2 Manual 2
Manual 2
 
Guia alimentar para a população brasileira ministério da saúde
Guia alimentar para a população brasileira   ministério da saúdeGuia alimentar para a população brasileira   ministério da saúde
Guia alimentar para a população brasileira ministério da saúde
 
AlimentaçãO SaudáVel
AlimentaçãO SaudáVelAlimentaçãO SaudáVel
AlimentaçãO SaudáVel
 
Manual de nutrição cap.6
Manual de nutrição cap.6Manual de nutrição cap.6
Manual de nutrição cap.6
 
Dietas da moda
Dietas da modaDietas da moda
Dietas da moda
 
Apresentação pancreatite
Apresentação pancreatite Apresentação pancreatite
Apresentação pancreatite
 
AULA - PIRAMIDE ALIMENTAR.pdf
AULA - PIRAMIDE ALIMENTAR.pdfAULA - PIRAMIDE ALIMENTAR.pdf
AULA - PIRAMIDE ALIMENTAR.pdf
 
Suplementação e estética: uma visão nutricional
Suplementação e estética: uma visão nutricionalSuplementação e estética: uma visão nutricional
Suplementação e estética: uma visão nutricional
 

Mais de KetlenBatista

Cadeia de suprimentos apostila técnico em administração
Cadeia de suprimentos apostila técnico em administraçãoCadeia de suprimentos apostila técnico em administração
Cadeia de suprimentos apostila técnico em administraçãoKetlenBatista
 
Probabilidade merged
Probabilidade mergedProbabilidade merged
Probabilidade mergedKetlenBatista
 
Apostila funcoes i_final
Apostila funcoes i_finalApostila funcoes i_final
Apostila funcoes i_finalKetlenBatista
 
1554752887 apostila literatura-enem-vol1
1554752887 apostila literatura-enem-vol11554752887 apostila literatura-enem-vol1
1554752887 apostila literatura-enem-vol1KetlenBatista
 
Caderno adm estoques [2.ed. reimp. - 2019.2 - etepac]
Caderno adm   estoques [2.ed. reimp. - 2019.2 - etepac]Caderno adm   estoques [2.ed. reimp. - 2019.2 - etepac]
Caderno adm estoques [2.ed. reimp. - 2019.2 - etepac]KetlenBatista
 
1554500699 apostila biologia-enem-volume-1
1554500699 apostila biologia-enem-volume-11554500699 apostila biologia-enem-volume-1
1554500699 apostila biologia-enem-volume-1KetlenBatista
 
Avaliação nutricional: Investigação dietética- reações adversas aos alimentos
Avaliação nutricional: Investigação dietética- reações adversas aos alimentosAvaliação nutricional: Investigação dietética- reações adversas aos alimentos
Avaliação nutricional: Investigação dietética- reações adversas aos alimentosKetlenBatista
 
Avaliação nutricional: exames bioquímicos
Avaliação nutricional: exames bioquímicosAvaliação nutricional: exames bioquímicos
Avaliação nutricional: exames bioquímicosKetlenBatista
 
Avaliação nutricional: princípios da semiologia
Avaliação nutricional: princípios da semiologiaAvaliação nutricional: princípios da semiologia
Avaliação nutricional: princípios da semiologiaKetlenBatista
 
Avaliação nutricional: composição corporal
Avaliação nutricional: composição corporalAvaliação nutricional: composição corporal
Avaliação nutricional: composição corporalKetlenBatista
 
Alimentação saudável: higienização e rotulagem dos alimentos
Alimentação saudável: higienização e rotulagem dos alimentosAlimentação saudável: higienização e rotulagem dos alimentos
Alimentação saudável: higienização e rotulagem dos alimentosKetlenBatista
 
Nutrição normal e dietética: digestão, absorção e metabolismo das vitaminas e...
Nutrição normal e dietética: digestão, absorção e metabolismo das vitaminas e...Nutrição normal e dietética: digestão, absorção e metabolismo das vitaminas e...
Nutrição normal e dietética: digestão, absorção e metabolismo das vitaminas e...KetlenBatista
 
Nutrição normal e dietética: digestão, absorção e metabolismo dos lipídios (g...
Nutrição normal e dietética: digestão, absorção e metabolismo dos lipídios (g...Nutrição normal e dietética: digestão, absorção e metabolismo dos lipídios (g...
Nutrição normal e dietética: digestão, absorção e metabolismo dos lipídios (g...KetlenBatista
 
Nutrição normal e dietética: digestão, absorção e metabolismo das proteínas
Nutrição normal e dietética: digestão, absorção e metabolismo das proteínasNutrição normal e dietética: digestão, absorção e metabolismo das proteínas
Nutrição normal e dietética: digestão, absorção e metabolismo das proteínasKetlenBatista
 
Nutrição normal e dietética: digestão, absorção e metabolismo dos carboidratos
Nutrição normal e dietética: digestão, absorção e metabolismo dos carboidratosNutrição normal e dietética: digestão, absorção e metabolismo dos carboidratos
Nutrição normal e dietética: digestão, absorção e metabolismo dos carboidratosKetlenBatista
 
Nutrição normal e dietética: alimentação do adolescente é da gestante
Nutrição normal e dietética: alimentação do adolescente é da gestanteNutrição normal e dietética: alimentação do adolescente é da gestante
Nutrição normal e dietética: alimentação do adolescente é da gestanteKetlenBatista
 

Mais de KetlenBatista (20)

Cadeia de suprimentos apostila técnico em administração
Cadeia de suprimentos apostila técnico em administraçãoCadeia de suprimentos apostila técnico em administração
Cadeia de suprimentos apostila técnico em administração
 
Tecidoconjuntivo
TecidoconjuntivoTecidoconjuntivo
Tecidoconjuntivo
 
Climatologia
ClimatologiaClimatologia
Climatologia
 
Geometria plana 2
Geometria plana 2Geometria plana 2
Geometria plana 2
 
Probabilidade merged
Probabilidade mergedProbabilidade merged
Probabilidade merged
 
Geometria plana
Geometria planaGeometria plana
Geometria plana
 
Apostila funcoes i_final
Apostila funcoes i_finalApostila funcoes i_final
Apostila funcoes i_final
 
1554752887 apostila literatura-enem-vol1
1554752887 apostila literatura-enem-vol11554752887 apostila literatura-enem-vol1
1554752887 apostila literatura-enem-vol1
 
Caderno adm estoques [2.ed. reimp. - 2019.2 - etepac]
Caderno adm   estoques [2.ed. reimp. - 2019.2 - etepac]Caderno adm   estoques [2.ed. reimp. - 2019.2 - etepac]
Caderno adm estoques [2.ed. reimp. - 2019.2 - etepac]
 
1554500699 apostila biologia-enem-volume-1
1554500699 apostila biologia-enem-volume-11554500699 apostila biologia-enem-volume-1
1554500699 apostila biologia-enem-volume-1
 
Avaliação nutricional: Investigação dietética- reações adversas aos alimentos
Avaliação nutricional: Investigação dietética- reações adversas aos alimentosAvaliação nutricional: Investigação dietética- reações adversas aos alimentos
Avaliação nutricional: Investigação dietética- reações adversas aos alimentos
 
Avaliação nutricional: exames bioquímicos
Avaliação nutricional: exames bioquímicosAvaliação nutricional: exames bioquímicos
Avaliação nutricional: exames bioquímicos
 
Avaliação nutricional: princípios da semiologia
Avaliação nutricional: princípios da semiologiaAvaliação nutricional: princípios da semiologia
Avaliação nutricional: princípios da semiologia
 
Avaliação nutricional: composição corporal
Avaliação nutricional: composição corporalAvaliação nutricional: composição corporal
Avaliação nutricional: composição corporal
 
Alimentação saudável: higienização e rotulagem dos alimentos
Alimentação saudável: higienização e rotulagem dos alimentosAlimentação saudável: higienização e rotulagem dos alimentos
Alimentação saudável: higienização e rotulagem dos alimentos
 
Nutrição normal e dietética: digestão, absorção e metabolismo das vitaminas e...
Nutrição normal e dietética: digestão, absorção e metabolismo das vitaminas e...Nutrição normal e dietética: digestão, absorção e metabolismo das vitaminas e...
Nutrição normal e dietética: digestão, absorção e metabolismo das vitaminas e...
 
Nutrição normal e dietética: digestão, absorção e metabolismo dos lipídios (g...
Nutrição normal e dietética: digestão, absorção e metabolismo dos lipídios (g...Nutrição normal e dietética: digestão, absorção e metabolismo dos lipídios (g...
Nutrição normal e dietética: digestão, absorção e metabolismo dos lipídios (g...
 
Nutrição normal e dietética: digestão, absorção e metabolismo das proteínas
Nutrição normal e dietética: digestão, absorção e metabolismo das proteínasNutrição normal e dietética: digestão, absorção e metabolismo das proteínas
Nutrição normal e dietética: digestão, absorção e metabolismo das proteínas
 
Nutrição normal e dietética: digestão, absorção e metabolismo dos carboidratos
Nutrição normal e dietética: digestão, absorção e metabolismo dos carboidratosNutrição normal e dietética: digestão, absorção e metabolismo dos carboidratos
Nutrição normal e dietética: digestão, absorção e metabolismo dos carboidratos
 
Nutrição normal e dietética: alimentação do adolescente é da gestante
Nutrição normal e dietética: alimentação do adolescente é da gestanteNutrição normal e dietética: alimentação do adolescente é da gestante
Nutrição normal e dietética: alimentação do adolescente é da gestante
 

Último

Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfpaulafernandes540558
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOMarcosViniciusLemesL
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino FundamentalCartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamentalgeone480617
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirIedaGoethe
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
Noções de Orçamento Público AFO - CNU - Aula 1 - Alunos.pdf
Noções de Orçamento Público AFO - CNU - Aula 1 - Alunos.pdfNoções de Orçamento Público AFO - CNU - Aula 1 - Alunos.pdf
Noções de Orçamento Público AFO - CNU - Aula 1 - Alunos.pdfdottoor
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 

Último (20)

Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino FundamentalCartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
Noções de Orçamento Público AFO - CNU - Aula 1 - Alunos.pdf
Noções de Orçamento Público AFO - CNU - Aula 1 - Alunos.pdfNoções de Orçamento Público AFO - CNU - Aula 1 - Alunos.pdf
Noções de Orçamento Público AFO - CNU - Aula 1 - Alunos.pdf
 
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppttreinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 

Nutrição do adulto e idoso: guias alimentares e recomendações

  • 1. NUTRIÇÃO NORMAL E DIETÉTICA ALIMENTAÇÃO DO ADULTO E DO IDOSO Prof. Mestra Eurídice Farias Falcão
  • 4. Carboidratos: 50 a 60% Proteínas: 15 a 20% Gorduras: 25 a 35% ADEQUAÇÕES DOS REQUERIMENTOS DE ACORDO COM A FAIXA ETÁRIA E NECESSIDADES GERAIS MACRONUTRIENTES
  • 5. Ingestão dietética de nutrientes suficiente para atender a recomendação de quase todos (97 a 98%) indivíduos saudáveis em determinado estágio de vida, estado fisiológico e gênero. Ingestão < RDA: não necessariamente está inadequada, com ressalvas. MACRONUTRIENTES
  • 6. Ingestão = RDA: baixa probabilidade de inadequação. Valor a ser usado como metade ingestão dietética de indivíduos saudáveis. Não usar para avaliação ou planejamento da dieta de indivíduos ou grupos. MACRONUTRIENTES
  • 8. Importante estabelecer cuidados Idosos possuem tabus e hábitos alimentares arraigados Pequenas melhoras refletem positivamente à saúde dos idosos.
  • 9. Diversos fatores contribuem para o ↑ do RISCO NUTRICIONAL em idosos. Equipe multidisciplinar cuidado à saúde geral e nutricional de idosos IDOSO
  • 11. Necessidade de energia geralmente ↓↓↓↓ com a idade Mas doenças catabólicas e altos níveis de atividade física podem aumentar a demanda energética. Atender as necessidades nutricionais do idoso é um desafio ↓ das necessidades de energia ↑ das necessidades de micronutrientes
  • 12. Energia necessária para manter peso adequado Dietas com muitas restrições devem ser evitadas Indivíduos acima dos 60 anos Desnutrição está associada a uma taxa de mortalidade próxima daquela observada na obesidade moderada. RECOMENDAÇÕES NUTRICIONAIS ENERGIA
  • 13. • Alimentos que ↑ a densidade energética: • Farinhas, açúcar e derivados, óleos, leite em pó. Suplementação Energética Pode ser necessária RECOMENDAÇÕES NUTRICIONAIS ENERGIA
  • 15. 50 a 60 % do VET Recomendações Nutricionais Carboidratos Intolerância à lactose Observar presença de: Tolerância reduzida à glicose
  • 16. INTOLERÊNCIA À GLICOSE e Diabetes mellitus Pela alteração nas percepção gustativa, idosos tendem a preferir alimentos mais doces. Restrição de sacarose: avaliar pros e contras RECOMENDAÇÕES NUTRICIONAIS CARBOIDRATOS
  • 17. INTOLERÂNCIA À LACTOSE Leite isento de lactose ou leite de soja Retirar todos os alimentos com lactose Podem ser utilizados leites de soja enriquecidos com Ca RECOMENDAÇÕES NUTRICIONAIS CARBOIDRATOS
  • 19. 1 – 1,25 g de proteína / dia/ Kg peso Para manter o equilíbrio nitrogenado positivo > 10 % do VET RECOMENDAÇÕES NUTRICIONAIS PROTEÍNAS
  • 20. Em determinadas condições clínicas podem: −catabolismo protéico e excreção urinária de nitrogênio ou ↓ absorção de proteínas: Infecções Enteropatia perdedora de proteína IRC RECOMENDAÇÕES NUTRICIONAIS PROTEÍNAS
  • 21. Doenças catabólicas Nefropatias ↑↑↑↑ Necessidade proteína ↓↓↓↓ Necessidade proteína Então, importante avaliar presença de: RECOMENDAÇÕES NUTRICIONAIS PROTEÍNAS
  • 22. Suplementação de Proteínas Pode ser necessária! Mais comum em: condições catabólicas estresse diarreia RECOMENDAÇÕES NUTRICIONAIS PROTEÍNAS
  • 24. 25 a 30 % do VET RECOMENDAÇÕES NUTRICIONAIS LIPÍDIOS ω-6: 5 – 10 % do VET ω-3: 0,6 – 1,2 % do VET
  • 25. Melhorar o perfil dos lipídeos da dieta ↑ácidos graxos insaturados (mono e poli) ↓ ácidos graxos saturados e colesterol ↓ ácidos graxos trans / gorduras hidrogenadas RECOMENDAÇÕES NUTRICIONAIS LIPÍDIOS
  • 26. Observar presença de dislipidemias Se houver hipercolesterolemia: utilizar as recomendações de <200mg de colesterol/dia; Se houver hipertrigliceridemia: reduzir a ingestão de gordura total da dieta; Restrição total do consumo de álcool. RECOMENDAÇÕES NUTRICIONAIS LIPÍDIOS
  • 28. Deficiências subclínicas são comuns Vitaminas e Minerais Atenção especial no idoso Menor absorção, aumento de excreção e maior demanda dos nutrientes Naturais do envelhecimento Doenças e medicamentos
  • 29. RECOMENDAÇÕES NUTRICIONAIS Minerais Atenção especial • Cálcio • Ferro • Zinco • Selênio Adequar Na e K à condição clínica do paciente A suplementação pode ser indicada: mas ter cuidado com toxicidade e interações entre nutrientes
  • 30. Vitaminas RECOMENDAÇÕES NUTRICIONAIS Atenção especial: • Vitamina B2, B6 e B12 e Ácido fólico (por redução da ingestão e interações drogas x nutrientes) • Antioxidantes (vit. C e E e beta-caroteno) • Hipervitaminose-A
  • 31. RECOMENDAÇÕES NUTRICIONAIS Suplementação pode ser indicada, mas observar a superdosagem e interações.
  • 32. Incentivar aumento no consumo de líquidos: água, chás, sucos naturais, água de coco. Normalmente, idosos apresentam ingestão hídrica inadequada Recomendação: 1 a 1,5ml / kcal ÁGUA E LÍQUIDOS
  • 33. Fontes de fibras solúveis e insolúveis Normalmente, idosos apresentam ingestão de fibras insuficiente Recomendação: 1 a 1,5ml / kcal FIBRAS
  • 34. Depende da condição clínica do idoso Condição dentária precária Disfagia Odinofagia Refluxo gastroesofágico Manter consistência normal sempre que possível Respeitar a consistência de acordo com a aceitação do idoso CONSISTÊNCIA, FRACIONAMENTO, VOLUME
  • 35. O momento da realização das refeições deve ser tranquilo e agradável. A consistência da dieta deve ser adaptada às condições do idoso. Adequar temperatura do alimento para se tornar agradável o ato de se alimentar. RECOMENDAÇÕES NA ORIENTAÇÃO NUTRICIONAL
  • 36. A dieta deve ser bem fracionada. Promover o consumo adequado de líquidos. RECOMENDAÇÕES NA ORIENTAÇÃO NUTRICIONAL