Sociedade Oitocentista - Século XIX

1.055 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.055
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
25
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sociedade Oitocentista - Século XIX

  1. 1. A SOCIEDADE OITOCENTISTA  Burguesia:  Empresários industriais, Banqueiros, Diretores de Companhias de ferro ou de navegação... Concentrava os poderes:  Económico – Controlo dos meios de produção e das grandes fontes de riqueza;  Político – Criação de grupos de pressão e exercem cargos na administração;  Social – Ensino, Imprensa, Lançamento de moedas;  Cultural – Óperas, Teatro, Bailes… Formação de Dinastias VALORES  Imitava a Aristocracia:  Compra de propriedades;  Garantia de respeitabilidade;  Edificação de castelos e grandes solares;  Organizavam caçadas e tertúlias;  Faziam, nas cidades, grandes e luxuosas moradias;  Férias em famosas estâncias;  Assistir às corridas de cavalos, receção e bailes;  Ensino nas boas escolas e colégios para os herdeiros;  Criação de comunidades de interesses, de atividades e de estilos de vida – daí a fusão das elites  Consciência de Classes:  Culto da ostentação;  Enaltecimento do estudo, do trabalho, da poupança, da prudência e da moderação.  Importância da família para continuar os negócios… das suas famílias;  Self-made man – êxito individual.  Classe Média: Grande quantidade e heterogeneidade  Pequenos empresários, Donos de terras, bens ou ações, Comerciantes e empregados nos serviços, Profissões liberais, Colarinhos Brancos, Professores, Médicos… Situa-se entre a Burguesia e o Proletariado – Fruto da ascensão social. Com o alargamento do sufrágio tornam-se mais importantes. VALORES  Conservadores;  Admiravam a Burguesia;  Desprezavam o Proletariado;
  2. 2.  Consciência de Classe:  Ordem;  Estatuto;  Convenções;  Respeito pelas hierarquias;  Poupança;  Conforto material;  Respeitabilidade;  Decência;  Trabalho;  Estudos;  Moral;  Austera;  Culto pelas aparências.  Proletariado: Apenas possuem a força de trabalho que vendem a troco de salário, sendo explorados pela Burguesia.  Condições de trabalho:  Falta de iluminação;  Muito barulho;  Muitos acidentes;  Muito calor (Verão) e frio (Inverno);  Falta de cantinas e vestiários;  Muitas horas de trabalho, sem férias ou feriados;  Salários baixos, desemprego e trabalho precário;  Trabalho infantil com maus tratos;  Salários femininos ainda mais baixos.  Condições de Vida:  Vivem em caves, sótãos;  Falta de eletricidade e água;  Promiscuidade, Alcoolismo, Delinquência e Criminalidade;  Alimentação insuficiente e desequilibrada;  Doenças: Cólera, asma, tuberculose...  O Sindicalismo: Juntamente com o associativismo foi dos principais meios para promover a melhoria das condições de vida do proletariado.  O Sindicalismo consistiu na criação de associações de trabalhadores para defesa dos sues interesses profissionais.  Os Sindicatos propunham-se a lutar pela melhoria dos salários e das condições de trabalho recorrendo até à greve como forma de pressionar a entidade nacional.  A legalização dos sindicatos, a influência das doutrinas socialistas e do anarquismo concorreram para a força e agressividade crescentes do sindicalismo a partir de 1870-80.
  3. 3. Objetivos:  Reivindicação do dia de trabalho de 8H;  Melhoria dos Salários;  Direito a descanso semanal;  Direito à indeminização do pratão em caso de acidente;  Entre outras…  O Socialismo: Surge na 1ª metade do século XIX e tem como objetivo a denuncia dos excessos da exploração capitalista, a erradicação da miséria operária e a procura de uma sociedade mais justa e igualitária. No entanto, há dois tipos de socialismo: o Socialismo Utópico e o Marxismo. Socialismo Utópico: Distinguiu-se pelas propostas de reforma económica e social, que passavam pela recusa da violência, criação de cooperativas de produção e de consumo ou entrega dos assuntos do Estado a uma elite de homens esclarecidos que governariam de molde a proporcionarem uma maior justiça social. P. J Proudhon – Defendia a abolição da propriedade privada e do Estado. Sugeria uma autêntica revolução na economia, através da criação de associações mútuas pondo em comum os frutos do seu trabalho. Organizar-se-ia uma sociedade igualitária de pequenos produtores, capazes de assegurarem a melhoria das condições sociais sem luta de classes ou intervenção do Estado. Marxismo: Sociedade assenta na luta de classes.  Houve uma sucessão de modos de produção (esclavagismo, feudalismo e capitalismo);  A luta de classes serve para se alcançar um novo estádio da evolução social;  Neste momento era necessária uma revolução conduzida pelo proletariado para controlar os meios de produção;  A sociedade perfeita implica a abolição da propriedade privada e do mercado, e a tomada do poder pelo proletariado;  Ditadura do Proletariado (conquista do poder politico pelo proletariado e centralização dos meios de produção nas mãos do Estado);  Internacionalismo proletário – A Internacional;  Eliminar as classes exploradoras;  Comunismo, estado final da evolução histórica - sociedade sem classes;  Não há necessidade de haver Estado (nunca foi executada).

×