SlideShare uma empresa Scribd logo

Dicotomia cidade campo

1
1103sancho
1 de 9
Baixar para ler offline
Dicotomia cidade campo
Cesário Verde retrata uma
cidade de
contrastes, captando o
real, denunciando os
opostos, focando
especialmente os lugares
pobres, descrevendo tudo o
que vê, enquanto passeia
pela cidade. Pretende
captar a primeira impressão
que lhe é deixada pelas
coisas, projetando para o
exterior o seu interior.
A supremacia exercida pela cidade sobre o campo leva o poeta
a tratar estes dois espaços em termos dicotómicos.
Cesário Verde passou a sua infância entre o
ambiente citadino (cidade de Lisboa), onde seu pai
possuía uma loja de ferragens, e o ambiente rural
(Linda-a-Pastora), onde detinha uma exploração
agrícola. O binómio cidade/campo é, por
isso, marcante na sua poesia.
O campo não tem aspeto paradisíaco, é um espaço real, onde
se podem observar os camponeses no seu quotidiano, onde as
alegrias se manifestam face aos prazeres da vida, e as tristezas
ocorrem, é a representação do concreto, do real, onde
podemos verificar a subjetividade de Cesário pela sua
preferência por este local. O campo é associado à vida, à
fertilidade, à vitalidade, porque não há miséria, não há a
injustiça que ocorre na cidade. Contrariamente ao campo, o
espaço citadino incomoda-o, oprime-o, no sentido em que se
apercebe das injustiças cometidas aos pobres. O campo é um
espaço de vitalidade, alegria, beleza, vida saudável… Na
cidade, o ambiente físico, cheio de contrastes, apresenta ruas
esburacadas, casas habitadas pelos burgueses e pelos
quintalórios velhos, edifícios cinzentos e sujos.
O campo para ele é como espaço de superação
dos limites e da humilhação, espaço de
evasão, símbolo de saúde e de vida. O ambiente
humano é caraterizado por tudo isto e é neste
sentido que podemos reconhecer a capacidade de
Cesário Verde em trazer para a poesia o real
quotidiano do homem citadino.
Anúncio

Recomendados

Caracteristicas de Cesário Verde
Caracteristicas de Cesário VerdeCaracteristicas de Cesário Verde
Caracteristicas de Cesário VerdeMariaVerde1995
 
Ricardo Reis - Análise do poema "Vem sentar-te comigo, Lídia, à beira do rio"...
Ricardo Reis - Análise do poema "Vem sentar-te comigo, Lídia, à beira do rio"...Ricardo Reis - Análise do poema "Vem sentar-te comigo, Lídia, à beira do rio"...
Ricardo Reis - Análise do poema "Vem sentar-te comigo, Lídia, à beira do rio"...FilipaFonseca
 
Resumos de Português: Cesário verde
Resumos de Português: Cesário verdeResumos de Português: Cesário verde
Resumos de Português: Cesário verdeRaffaella Ergün
 
Temáticas de Cesário verde
Temáticas de Cesário verdeTemáticas de Cesário verde
Temáticas de Cesário verdeMariaVerde1995
 
Cesário Verde-Sistematização
Cesário Verde-SistematizaçãoCesário Verde-Sistematização
Cesário Verde-SistematizaçãoDina Baptista
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Cesario Verde Ave Marias Ana Catarina E Ana Sofia
Cesario Verde   Ave Marias   Ana Catarina E Ana SofiaCesario Verde   Ave Marias   Ana Catarina E Ana Sofia
Cesario Verde Ave Marias Ana Catarina E Ana SofiaJoana Azevedo
 
características temáticas de Fernando Pessoa - ortónimo
características temáticas de Fernando Pessoa - ortónimocaracterísticas temáticas de Fernando Pessoa - ortónimo
características temáticas de Fernando Pessoa - ortónimoDina Baptista
 
Álvaro de Campos
Álvaro de CamposÁlvaro de Campos
Álvaro de CamposAna Isabel
 
Cesário Verde - Contextualização
Cesário Verde - ContextualizaçãoCesário Verde - Contextualização
Cesário Verde - Contextualizaçãosin3stesia
 
Poemas de eugénio de andrade
Poemas de eugénio de andradePoemas de eugénio de andrade
Poemas de eugénio de andradeAnaGomes40
 
Nós, de Cesário Verde
Nós, de Cesário VerdeNós, de Cesário Verde
Nós, de Cesário VerdeDina Baptista
 
Resumos de Português: Fernando Pessoa Ortónimo
Resumos de Português: Fernando Pessoa OrtónimoResumos de Português: Fernando Pessoa Ortónimo
Resumos de Português: Fernando Pessoa OrtónimoRaffaella Ergün
 
"Não sei se é sonhe, se realidade"
"Não sei se é sonhe, se realidade""Não sei se é sonhe, se realidade"
"Não sei se é sonhe, se realidade"MiguelavRodrigues
 
Características poéticas de Ricardo Reis
Características poéticas de Ricardo ReisCaracterísticas poéticas de Ricardo Reis
Características poéticas de Ricardo ReisDina Baptista
 
Camões Lírico (10.ºano/Português)
Camões Lírico (10.ºano/Português)Camões Lírico (10.ºano/Português)
Camões Lírico (10.ºano/Português)Dina Baptista
 
Alberto caeiro eu nunca guardei rebanhos- análise
Alberto caeiro   eu nunca guardei rebanhos- análiseAlberto caeiro   eu nunca guardei rebanhos- análise
Alberto caeiro eu nunca guardei rebanhos- análiseAnabela Fernandes
 
Fernando Pessoa - Fingimento Artístico/Poético
Fernando Pessoa - Fingimento Artístico/PoéticoFernando Pessoa - Fingimento Artístico/Poético
Fernando Pessoa - Fingimento Artístico/PoéticoAlexandra Canané
 

Mais procurados (20)

Ceifeira
CeifeiraCeifeira
Ceifeira
 
Cesario Verde Ave Marias Ana Catarina E Ana Sofia
Cesario Verde   Ave Marias   Ana Catarina E Ana SofiaCesario Verde   Ave Marias   Ana Catarina E Ana Sofia
Cesario Verde Ave Marias Ana Catarina E Ana Sofia
 
características temáticas de Fernando Pessoa - ortónimo
características temáticas de Fernando Pessoa - ortónimocaracterísticas temáticas de Fernando Pessoa - ortónimo
características temáticas de Fernando Pessoa - ortónimo
 
Álvaro de Campos
Álvaro de CamposÁlvaro de Campos
Álvaro de Campos
 
A debil cesario verde
A debil cesario verdeA debil cesario verde
A debil cesario verde
 
Cesário Verde - Contextualização
Cesário Verde - ContextualizaçãoCesário Verde - Contextualização
Cesário Verde - Contextualização
 
Cesário Verde
Cesário Verde Cesário Verde
Cesário Verde
 
Poemas de eugénio de andrade
Poemas de eugénio de andradePoemas de eugénio de andrade
Poemas de eugénio de andrade
 
Nós, de Cesário Verde
Nós, de Cesário VerdeNós, de Cesário Verde
Nós, de Cesário Verde
 
Resumos de Português: Fernando Pessoa Ortónimo
Resumos de Português: Fernando Pessoa OrtónimoResumos de Português: Fernando Pessoa Ortónimo
Resumos de Português: Fernando Pessoa Ortónimo
 
Ricardo reis
Ricardo reisRicardo reis
Ricardo reis
 
"Não sei se é sonhe, se realidade"
"Não sei se é sonhe, se realidade""Não sei se é sonhe, se realidade"
"Não sei se é sonhe, se realidade"
 
Características poéticas de Ricardo Reis
Características poéticas de Ricardo ReisCaracterísticas poéticas de Ricardo Reis
Características poéticas de Ricardo Reis
 
Recursos expressivos
Recursos expressivosRecursos expressivos
Recursos expressivos
 
Camões Lírico (10.ºano/Português)
Camões Lírico (10.ºano/Português)Camões Lírico (10.ºano/Português)
Camões Lírico (10.ºano/Português)
 
Alberto caeiro eu nunca guardei rebanhos- análise
Alberto caeiro   eu nunca guardei rebanhos- análiseAlberto caeiro   eu nunca guardei rebanhos- análise
Alberto caeiro eu nunca guardei rebanhos- análise
 
Cantigas de amor
Cantigas de amorCantigas de amor
Cantigas de amor
 
Os Maias
Os MaiasOs Maias
Os Maias
 
Fernando Pessoa - Fingimento Artístico/Poético
Fernando Pessoa - Fingimento Artístico/PoéticoFernando Pessoa - Fingimento Artístico/Poético
Fernando Pessoa - Fingimento Artístico/Poético
 
A fragmentação do eu
A fragmentação do euA fragmentação do eu
A fragmentação do eu
 

Destaque

A mulher em Cesario Verde
A mulher em Cesario VerdeA mulher em Cesario Verde
A mulher em Cesario VerdeMariaVerde1995
 
Cesário Verde - Análise do poema "Contrariedades"
Cesário Verde - Análise do poema "Contrariedades"Cesário Verde - Análise do poema "Contrariedades"
Cesário Verde - Análise do poema "Contrariedades"Carlos Pina
 
O sentimento dum ocidental
O sentimento dum ocidentalO sentimento dum ocidental
O sentimento dum ocidental1103sancho
 
Cesário verde língua portuguesa
Cesário verde   língua portuguesaCesário verde   língua portuguesa
Cesário verde língua portuguesaMariaVerde1995
 
Em petiz de tarde (Cesário verde)
Em petiz   de tarde (Cesário verde)Em petiz   de tarde (Cesário verde)
Em petiz de tarde (Cesário verde)Alexandra Soares
 
Num bairro moderno - Cesário Verde
Num bairro moderno - Cesário VerdeNum bairro moderno - Cesário Verde
Num bairro moderno - Cesário VerdeJRS Photography
 
Cidade e campo vantagens e desvantagens
Cidade e campo vantagens e desvantagensCidade e campo vantagens e desvantagens
Cidade e campo vantagens e desvantagensAriana Oliveira
 
Poema Em Petiz - Cesário Verde
Poema Em Petiz - Cesário VerdePoema Em Petiz - Cesário Verde
Poema Em Petiz - Cesário VerdeAMLDRP
 
Num bairro moderno
Num bairro modernoNum bairro moderno
Num bairro modernoaramalho340
 

Destaque (10)

A mulher em Cesario Verde
A mulher em Cesario VerdeA mulher em Cesario Verde
A mulher em Cesario Verde
 
Cesário Verde - Análise do poema "Contrariedades"
Cesário Verde - Análise do poema "Contrariedades"Cesário Verde - Análise do poema "Contrariedades"
Cesário Verde - Análise do poema "Contrariedades"
 
O sentimento dum ocidental
O sentimento dum ocidentalO sentimento dum ocidental
O sentimento dum ocidental
 
Cesário verde língua portuguesa
Cesário verde   língua portuguesaCesário verde   língua portuguesa
Cesário verde língua portuguesa
 
Em petiz de tarde (Cesário verde)
Em petiz   de tarde (Cesário verde)Em petiz   de tarde (Cesário verde)
Em petiz de tarde (Cesário verde)
 
Num bairro moderno - Cesário Verde
Num bairro moderno - Cesário VerdeNum bairro moderno - Cesário Verde
Num bairro moderno - Cesário Verde
 
Cidade e campo vantagens e desvantagens
Cidade e campo vantagens e desvantagensCidade e campo vantagens e desvantagens
Cidade e campo vantagens e desvantagens
 
Cesário verde
Cesário verdeCesário verde
Cesário verde
 
Poema Em Petiz - Cesário Verde
Poema Em Petiz - Cesário VerdePoema Em Petiz - Cesário Verde
Poema Em Petiz - Cesário Verde
 
Num bairro moderno
Num bairro modernoNum bairro moderno
Num bairro moderno
 

Semelhante a Dicotomia cidade campo

Cesario verde
Cesario verdeCesario verde
Cesario verdecnlx
 
Síntese da unidade 6-Mensagens11-Cesário Verde.ppt
Síntese da unidade 6-Mensagens11-Cesário Verde.pptSíntese da unidade 6-Mensagens11-Cesário Verde.ppt
Síntese da unidade 6-Mensagens11-Cesário Verde.pptSANDRAMARLENEBARBOSA1
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 86 (e 86 r)
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 86 (e 86 r)Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 86 (e 86 r)
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 86 (e 86 r)luisprista
 
Epport11 ppt poesia_cesario
Epport11 ppt poesia_cesarioEpport11 ppt poesia_cesario
Epport11 ppt poesia_cesarioPaula Costa
 
CESARIO VERDE.pdf
CESARIO VERDE.pdfCESARIO VERDE.pdf
CESARIO VERDE.pdfmaria356811
 
Ficha informativa sobre Cesário Verde
Ficha informativa sobre Cesário VerdeFicha informativa sobre Cesário Verde
Ficha informativa sobre Cesário Verdecomplementoindirecto
 
valor aspetual antónio alves
valor aspetual antónio alvesvalor aspetual antónio alves
valor aspetual antónio alvesmiovi
 
Cesario verde
Cesario verdeCesario verde
Cesario verdemilitas2
 
"O Ano da Morte de Ricardo Reis" - Retoma de Conteúdos
"O Ano da Morte de Ricardo Reis" - Retoma de Conteúdos "O Ano da Morte de Ricardo Reis" - Retoma de Conteúdos
"O Ano da Morte de Ricardo Reis" - Retoma de Conteúdos Catarina Castro
 
Minicurso de Leitura de Imagem para o ENEM
Minicurso de Leitura de Imagem para o ENEMMinicurso de Leitura de Imagem para o ENEM
Minicurso de Leitura de Imagem para o ENEMpibidletrasifpa
 

Semelhante a Dicotomia cidade campo (20)

A poesia de Cesário Verde
A poesia de Cesário VerdeA poesia de Cesário Verde
A poesia de Cesário Verde
 
Cesarioverde2
Cesarioverde2Cesarioverde2
Cesarioverde2
 
Cesario verde
Cesario verdeCesario verde
Cesario verde
 
Revisoes sobre-cesario-verde
Revisoes sobre-cesario-verdeRevisoes sobre-cesario-verde
Revisoes sobre-cesario-verde
 
cesarioverde.doc
cesarioverde.doccesarioverde.doc
cesarioverde.doc
 
Cesarioverde
CesarioverdeCesarioverde
Cesarioverde
 
Cesário verde
Cesário verdeCesário verde
Cesário verde
 
Síntese da unidade 6-Mensagens11-Cesário Verde.ppt
Síntese da unidade 6-Mensagens11-Cesário Verde.pptSíntese da unidade 6-Mensagens11-Cesário Verde.ppt
Síntese da unidade 6-Mensagens11-Cesário Verde.ppt
 
Cesário verde
Cesário verdeCesário verde
Cesário verde
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 86 (e 86 r)
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 86 (e 86 r)Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 86 (e 86 r)
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 86 (e 86 r)
 
Epport11 ppt poesia_cesario
Epport11 ppt poesia_cesarioEpport11 ppt poesia_cesario
Epport11 ppt poesia_cesario
 
CESARIO VERDE.pdf
CESARIO VERDE.pdfCESARIO VERDE.pdf
CESARIO VERDE.pdf
 
Cesário verde síntese
Cesário verde   sínteseCesário verde   síntese
Cesário verde síntese
 
Ficha informativa sobre Cesário Verde
Ficha informativa sobre Cesário VerdeFicha informativa sobre Cesário Verde
Ficha informativa sobre Cesário Verde
 
valor aspetual antónio alves
valor aspetual antónio alvesvalor aspetual antónio alves
valor aspetual antónio alves
 
Cesario verde
Cesario verdeCesario verde
Cesario verde
 
"O Ano da Morte de Ricardo Reis" - Retoma de Conteúdos
"O Ano da Morte de Ricardo Reis" - Retoma de Conteúdos "O Ano da Morte de Ricardo Reis" - Retoma de Conteúdos
"O Ano da Morte de Ricardo Reis" - Retoma de Conteúdos
 
Minicurso de Leitura de Imagem para o ENEM
Minicurso de Leitura de Imagem para o ENEMMinicurso de Leitura de Imagem para o ENEM
Minicurso de Leitura de Imagem para o ENEM
 
Cesário Verde
Cesário VerdeCesário Verde
Cesário Verde
 
Cesário Verde
Cesário VerdeCesário Verde
Cesário Verde
 

Mais de 1103sancho

Cesã¡rio+.. (1)
Cesã¡rio+.. (1)Cesã¡rio+.. (1)
Cesã¡rio+.. (1)1103sancho
 
Cesário+v.. (1)
Cesário+v.. (1)Cesário+v.. (1)
Cesário+v.. (1)1103sancho
 
Escolas literarias
Escolas literariasEscolas literarias
Escolas literarias1103sancho
 
Ana Rita Gonçalves Oliveira
Ana Rita Gonçalves OliveiraAna Rita Gonçalves Oliveira
Ana Rita Gonçalves Oliveira1103sancho
 
Trabalho duarte
Trabalho duarteTrabalho duarte
Trabalho duarte1103sancho
 
O sentimento dum ocidental
O sentimento dum ocidentalO sentimento dum ocidental
O sentimento dum ocidental1103sancho
 
Impressionismo e sensacionalismo
Impressionismo e sensacionalismoImpressionismo e sensacionalismo
Impressionismo e sensacionalismo1103sancho
 
Imagem cesário verde
Imagem   cesário verdeImagem   cesário verde
Imagem cesário verde1103sancho
 
Editorial portugues
Editorial  portuguesEditorial  portugues
Editorial portugues1103sancho
 
Crónica literária
Crónica literáriaCrónica literária
Crónica literária1103sancho
 
Cesário verde
Cesário verdeCesário verde
Cesário verde1103sancho
 
O parnasianismo
O parnasianismoO parnasianismo
O parnasianismo1103sancho
 

Mais de 1103sancho (14)

Cesã¡rio+.. (1)
Cesã¡rio+.. (1)Cesã¡rio+.. (1)
Cesã¡rio+.. (1)
 
Cesário+v.. (1)
Cesário+v.. (1)Cesário+v.. (1)
Cesário+v.. (1)
 
Escolas literarias
Escolas literariasEscolas literarias
Escolas literarias
 
Ana Rita Gonçalves Oliveira
Ana Rita Gonçalves OliveiraAna Rita Gonçalves Oliveira
Ana Rita Gonçalves Oliveira
 
Trabalho duarte
Trabalho duarteTrabalho duarte
Trabalho duarte
 
O sentimento dum ocidental
O sentimento dum ocidentalO sentimento dum ocidental
O sentimento dum ocidental
 
Impressionismo e sensacionalismo
Impressionismo e sensacionalismoImpressionismo e sensacionalismo
Impressionismo e sensacionalismo
 
Imagem cesário verde
Imagem   cesário verdeImagem   cesário verde
Imagem cesário verde
 
Editorial portugues
Editorial  portuguesEditorial  portugues
Editorial portugues
 
Crónica literária
Crónica literáriaCrónica literária
Crónica literária
 
Cesário+v..
Cesário+v..Cesário+v..
Cesário+v..
 
Cesário verde
Cesário verdeCesário verde
Cesário verde
 
O parnasianismo
O parnasianismoO parnasianismo
O parnasianismo
 
BRUNA DANTAS
BRUNA DANTASBRUNA DANTAS
BRUNA DANTAS
 

Dicotomia cidade campo

  • 2. Cesário Verde retrata uma cidade de contrastes, captando o real, denunciando os opostos, focando especialmente os lugares pobres, descrevendo tudo o que vê, enquanto passeia pela cidade. Pretende captar a primeira impressão que lhe é deixada pelas coisas, projetando para o exterior o seu interior.
  • 3. A supremacia exercida pela cidade sobre o campo leva o poeta a tratar estes dois espaços em termos dicotómicos.
  • 4. Cesário Verde passou a sua infância entre o ambiente citadino (cidade de Lisboa), onde seu pai possuía uma loja de ferragens, e o ambiente rural (Linda-a-Pastora), onde detinha uma exploração agrícola. O binómio cidade/campo é, por isso, marcante na sua poesia.
  • 5. O campo não tem aspeto paradisíaco, é um espaço real, onde se podem observar os camponeses no seu quotidiano, onde as alegrias se manifestam face aos prazeres da vida, e as tristezas ocorrem, é a representação do concreto, do real, onde podemos verificar a subjetividade de Cesário pela sua preferência por este local. O campo é associado à vida, à fertilidade, à vitalidade, porque não há miséria, não há a injustiça que ocorre na cidade. Contrariamente ao campo, o espaço citadino incomoda-o, oprime-o, no sentido em que se apercebe das injustiças cometidas aos pobres. O campo é um espaço de vitalidade, alegria, beleza, vida saudável… Na cidade, o ambiente físico, cheio de contrastes, apresenta ruas esburacadas, casas habitadas pelos burgueses e pelos quintalórios velhos, edifícios cinzentos e sujos.
  • 6. O campo para ele é como espaço de superação dos limites e da humilhação, espaço de evasão, símbolo de saúde e de vida. O ambiente humano é caraterizado por tudo isto e é neste sentido que podemos reconhecer a capacidade de Cesário Verde em trazer para a poesia o real quotidiano do homem citadino.
  • 7. Nos seus poemas, Cesário critica a cidade, a capital maldita, a devoradora de vidas, denotando-se uma preocupação social sentida, que transporta o leitor para a situação vivida naquela época. Para ele a cidade é um local onde se sente oprimido e os seres femininos que aí se encontrem são apresentados sob uma imagem denegrida e em contraste com as figuras femininas do campo.
  • 8. A preferência do poeta pelo campo está expressa nos poemas: *De Verão. *Nós. Onde desaparecem a aspereza e a doença ligadas à vida citadina e surge o elogio ao ambiente campesino. A arte de Cesário Verde é reveladora de uma preocupação social e intervém criticamente. O campo oferece ao poeta uma lição de vida multifacetada que ele transmite com objectividade e realismo. Trata-se assim de uma visão concreta do campo e não da abstração da Natureza.
  • 9. A força inspiradora de Cesário é a terra-mãe, sendo nela que Cesário encontra os seus temas. É por isto que, habitualmente, se associa o poeta ao mito de Anteu.