Resumo de História – 1º Trimestre <br />REVOLUÇÃO INDUSTRIAL:<br />    A Revolução Industrial, além de favorecer a criação...
Produtos estrangeiros estavam proibidos de ser transportados para os portos ingleses.
Monopólio (governo, ou pessoa que é o único a ter controle sobre algo) do transporte de mercadorias vindas das colônias.
Tratado de Methuen ( Panos e Vinhos ) que consistia em: Portugal era obrigado a comprar tecidos da Inglaterra, que era obr...
lavam a livre concorrência, o livre – cambismo (ausência de impostos sobre os produtos importados) e a não interferência d...
favor de seus interesses. Cabia ao capitalista o dever de proporcionar aparelhagem científica e produtos novos a serem uti...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Resumo de história

4.134 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
2 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.134
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
39
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
27
Comentários
2
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Resumo de história

  1. 1. Resumo de História – 1º Trimestre <br />REVOLUÇÃO INDUSTRIAL:<br /> A Revolução Industrial, além de favorecer a criação de Indústrias e várias máquinas, formou um processo de transformações nas relações de traba – lho, nas técnicas de produção, nos meios de transporte, na propriedade das terras e na atividade comercial.<br />Origem do capitalismo inglês:<br /> Capital é todo dinheiro investido, que pode gerar lucro. As principais formas de gerar capital pelos ingleses era:<br /><ul><li>Ataque de corsários ( piratas contratados para roubar) ás embarcações espanholas carregadas metais preciosos, e outras coisas de grande valor.
  2. 2. Produtos estrangeiros estavam proibidos de ser transportados para os portos ingleses.
  3. 3. Monopólio (governo, ou pessoa que é o único a ter controle sobre algo) do transporte de mercadorias vindas das colônias.
  4. 4. Tratado de Methuen ( Panos e Vinhos ) que consistia em: Portugal era obrigado a comprar tecidos da Inglaterra, que era obrigada á comprar vinhos de Portugal. Como os tecidos estavam “mais envolvidos” no cotidiano, a Inglaterra acabava lucrando mais. </li></ul> A burguesia inglesa conquistou o poder político, o que lhe garantiu participação no Parlamento. Para atingir suas metas, os burgueses defendiam o liberalismo econômico: Um conjunto de práticas que estimu - <br />
  5. 5. lavam a livre concorrência, o livre – cambismo (ausência de impostos sobre os produtos importados) e a não interferência do Estado na economia. <br />Surgimento do Proletariado:<br /> Por meio de uma série de decisões do Parlamento, os campos ingleses passaram por um processo de cercamentos, ou seja, a apropriação das terras do Estado (antigas terras comunais, sem dono), até então cultivadas coletivamente por camponeses e pequenos proprietários, por membros da nobreza e da burguesia. Para lucrar mais, os novos donos da terra investiram na criação de ovelhas, pois ela exigia menos mão de obra. Foi assim que os cercamentos provocaram o êxodo rural. O povo agrícola era expropriado da terra á força, expulso das suas casas, lançado para a vagabundagem, e depois chicoteado, marcado com ferros, torturados por leis terríveis, até estarem disciplinados para o sistema do trabalho assalariado. Esses trabalhadores formaram uma nova camada social a o proletariado, que era explorado pela burguesia.<br />A indústria e as novas tecnologias:<br /> Com o tempo, a burguesia começou a valorizar mais a capacidade criadora e transformadora do ser humano. Os novos estudos contribuíram para o desenvolvimento de inovações tecnológicas, aplicadas na fundição de metais, na geração de energia, no tingimento de lã e algodão, na fabricação de cerâmica e na mecanização do trabalho. A burguesia queria também seus lucros e suas atividades produtivas, e tentava usar a ciência a <br />
  6. 6. favor de seus interesses. Cabia ao capitalista o dever de proporcionar aparelhagem científica e produtos novos a serem utilizados pelo cientistas. Seus objetivos eram obter o domínio máximo sobre o meio natural, a fim de explorar – lhe em proveito dos lucros de mercado. Os inventos mais significativos na época foram: a máquina de fiar e a máquina á vapor (vapor da água e do carvão) e as de bombas de sucção na minas (aperfeiçoamento da máquina a vapor). As máquinas á vapor também foram importantes na metalurgia, e no transporte. Até a revolução industrial o sistema produtivo era baseado no artesanato doméstico e na manufatura. Nas atividades artesanais, o próprio dono das matérias primas e das ferramentas de trabalho realizava todas as etapas da produção.<br />Artesanato > Manufatura > Indústria<br />( trab. individual ) (trabalho coletivo com(Manufatura + máquinas) <br />patrão e divisão de trabalho) <br /> No artesanato era o “fabricante” que determinava por ele a partir de sua habilidade no ofício. Como o objetivo de baratear e aumentar a produção, alguns burgueses investiram seu capital em uma outra maneira de produção: a manufatura, que tinha uma patrão capitalista, que ficava com a maior parte dos lucros. Nas manufaturas, existia divisão de trabalho. Com a revolução industrial, firmou-se o trabalho assalariado. Ao proletariado restava vender sua força de trabalho para a burguesia, dona das indústrias. Com a abundâncias de proletariados procurando trabalho, os burgueses co - <br />
  7. 7. meçaram a impor condições de trabalho desumanas, como grandes jornadas de trabalho, salário muito baixo, com pouca higiene, expostos ás doenças o tempo inteiro e manuseio de máquinas perigosas. Os patrões preferiam empregar mulheres e crianças pois a mão de obra era mais barata, e eles tinham mais facilidade de se locomover em um ambiente como aquele. Também tinham mais facilidade para manusear as máquinas. <br /> As precárias condições de trabalho do proletariado os motivaram a organizar revoltas. As revoltas passaram a apresentar características de movimentos organizados: previamente combinados, em vários lugares ao mesmo tempo e durante a noite. Esses movimentos eram conhecidos como luditas, pois afirmavam ser liderados pelo general Ludd. Eles obedeciam ás suas ordens como se ele fosse um monarca. O movimento ludita por um lado levou alguns patrões a pagarem salários mais altos, mas por outro, motivou a criação de leis que ameaçavam os proletariados com penas de morte (apenas os que colocassem em risco o patrimônio do capitalistas). Outras formas de revoltas, foram as greves e os piquetes, que foram reprimidas pelo governo e pelos capitalistas.<br />Iluminismo:<br /> A Europa passou por significativas mudanças políticas e econômicas, levando a burguesia a afirmar-se como camada social dominante. Com isso, também ocorria o desenvolvimento de novas idéias. No iluminismo, os burgueses começaram a valorizar mais a idéias e pensamentos das pessoas. <br />
  8. 8. Tinham também idéias e teorias que criticavam o absolutismo monárquico e o mercantilismo e propunham outras formas de governo e de organização econômica, expressando interesses da burguesia. As teorias políticas e econômicas ganharam força na Europa, e constituíram um movimento cultural chamado iluminismo, que resgatava os ideais e os valores burgueses do renascimento. Porém na época, ainda existia uma aliança entre rei e burguesia. A nobreza feudal estava enfraquecida e o poder político era centralizado juntamente com o absolutismo, e com o mercantilismo. Os interesses da burguesia renascentista eram diferentes dos da burguesia iluminista, que reivindicava maior participação política, liberdade religiosa e econômica e igualdade social, chocando-se com o poder absoluto dos monarcas e com os privilégios da nobreza e do clero.<br /> De maneira geral, eles afirmavam que todos os humanos tem o direito á vida, liberdade, e á propriedade privada. Esses direitos são chamados de direitos naturais, cabendo ao governo mantê-los para garantir a felicidade do povo. Os burgueses pretendiam garantir a liberdade de religião, econômica, de expressão. E acabar com os privilégios do clero e da nobreza. Também dei-<br />xavam claro que não abririam mão das riquezas acumuladas em troca de ampla igualdade social que beneficiasse também as camadas mais humildes da população. <br />
  9. 9. Principais idéias dos filósofos iluministas:<br />John Locke- Defendia a existência de uma Constituição para limitar o poder do rei e o direito do povo se rebelar contra o governante que não cuidasse do povo.<br />Voltaire- Defendia a liberdade de expressão e criticava violentamente os privilégios do clero e da nobreza.<br />Montesquieu- Propunha a divisão do Estado em 3 poderes: <br /><ul><li>Executivo - executa as leis, governa
  10. 10. Legislativo – elabora as leis
  11. 11. Judiciário – aplica as leis</li></ul>Rousseau- Criticava a propriedade privada como origem de todas as desigualdades sociais (diferentemente dos outros iluministas).<br />

×