Psicologia Esse

3.162 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.162
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
109
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Psicologia Esse

  1. 1. Psicologia da Educação<br />
  2. 2. Origens da psicologia<br />Emergiu de duas tradições: da filosofia e da ciênciasnaturais<br />Interesse em desenvolver experimentos para explicar reações humanas.<br />Os filósofos sempre estiveram interessados em compreender o comportamento humano.<br />Inicialmente a psicologia procurou conciliar essas duas abordagens. Com o tempo, alcançou identidade própria.<br />
  3. 3. O que é uma ciência?<br />A Ciência (do latim scientia, conhecimento) é o  conjunto de informações sobre a realidade acumuladas  pelas várias gerações de investigadores depois de  devidamente validadas pelo método científico. <br />
  4. 4. CONCEITO DE PSICOLOGIA<br />Origem grega <br />LOGOS + PSIQUE= estudo acerca da alma ou espírito.<br />Ciência que estuda o comportamento e os processos mentais. <br />Temas  de  interesse:  o  desenvolvimento,  as  bases  fisiológicas  do  comportamento,  a  aprendizagem,  a  percepção,  a  memória,  o pensamento, a linguagem,  a  motivação,  a  emoção,  a  inteligência,  a personalidade, o comportamento  anormal  e  seu  tratamento, as  influências sociais e o comportamento social.     <br />
  5. 5. Psicologia ou psicologias?<br />Psicologia do desenvolvimento: Estuda o desenvolvimento ontogênico, isto é, as mudanças que ocorrem no ciclo de vida do indivíduo.<br />Psicologia Jurídica: Aplica os conhecimentos da psicologia no campo do direito.<br />Psicologia Social: Investiga todas as situações em que a conduta humana é influenciada por outras pessoas, pela mídia ou grupos.<br />Psicopatologia: Estuda o comportamento anormal: psicoses e neuroses.<br />
  6. 6. Psicologia da educação<br />Se concentra no estudo psicológico dos problemas cotidianos da educação, dos quais se derivam princípios, modelos, teorias, procedimentos de ensino e métodos práticos de instrução e avaliação. <br />Em suma, estuda os processos os processos de ensino e aprendizagem, a partir dos métodos e teoria da psicologia. <br />Teoria da aprendizagem <br />Teoria do desenvolvimento<br />
  7. 7. Empiristas<br />- Mérito: inserção da Psicologia no campo de investigações científicas.<br />- Concepção muito observada na prática dos professores, em geral.<br />- Ensinar é transmitir conhecimentos.<br /><ul><li>Professores: eruditos na área em que atuam, devem viabilizar os processos de transferência do seu conhecimento.</li></ul>- Alunos: receptores passivos de informações.<br />A visão empirista considera o movimento do conhecimento como centrípeto (de fora para dentro).<br />
  8. 8. - Alguns inspiradores:<br />* Locke (filósofo): o homem é uma tábula rasa - as ideias não são inatas e as sensações e percepções são as bases para o conhecimento. Também Hume e o positivista Comte.<br />*Behavioristas: ramo objetivo e experimental das ciências naturais voltado ao estudo do comportamento.<br /> *Watson (psicólogo):comportamento como resposta do organismo humano/animal a um estímulo do ambiente.<br /> * Skinner: análise experimental do comportamento - uso do reforço como condição para o controle do comportamento humano. Sua teoria ganhou projeção, por prestar-se à visão capitalista de produção.<br />
  9. 9. POSTURAS PEDAGÓGICAS SUPORTADAS PELO BEHAVIORISMO:<br /><ul><li> ênfase no reforço e no treino;
  10. 10. negligência às motivações internas, de ordem afetivo-cognitiva;
  11. 11. planejamento centrado nos conteúdos e demais condições externas ao indivíduo;
  12. 12. erro como algo indesejável;
  13. 13. desconsideração dos conhecimentos prévios dos alunos;</li></li></ul><li>Racionalistas<br /><ul><li> Visão estruturalista e inatista do conhecimento.
  14. 14. Nosso padrão de comportamento resulta de estruturas orgânicas inatas.
  15. 15. Concepção inatista da gestalt: a percepção depende do amadurecimento do sistema nervoso.</li></li></ul><li>Reducionismo do Behaviorismo e da Gestalt.<br />O Behaviorismo reduz o sujeito ao objeto porque: <br />-separa a unidade indissolúvel do sujeito e do objeto.<br />-ignora as condições históricas dos sujeitos psicológicos e descarta a consciência, a subjetividade e as relações sociais.<br />A Gestalt reduz o objeto ao sujeito porque:<br />-preconiza as estruturas mentais como totalidades organizadoras, como pré-formadas e não fruto da ação do sujeito sobre o mundo concreto.<br />
  16. 16. Referências<br /> DANTAS, Heloysa. A infância da razão. Uma introdução à psicologia da inteligência de Henri Wallon. São Paulo, Manole, <br /> GALVÃO, Isabel. Henri Wallon: uma concepção dialética do desenvolvimento infantil. Ed. Vozes, 1995.<br />LATAILLE, Yves etalii. Piaget, Vygotsky, Wallon: Teorias psicogenéticas em discussão. São Paulo: Summus, 1992 <br /> PIAGET, Jean. Psicologia da Inteligência. Tradução Nathanael C. Caixeiro, Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1983.<br /> Vieira, Fábia Magali Santos Vieira. A Utilização das Novas Tecnologias na Educação numa Perspectiva Construtivista. Núcleo de Tecnologia Educacional – ProInfo – MEC. <br />

×