Questão racial

452 visualizações

Publicada em

Questão racial

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
452
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Questão racial

  1. 1. Questão Racial
  2. 2. Raça • Esta foi uma construção histórica para subjugar e justificar tal dominação das “raças superiores” – Teorias eugênicas • Esse conceito, biologicamente, deixou de existir a partir da metade do séc. XX. O termo etnia surgiu como alternativa para a lacuna que foi deixada.
  3. 3. Etnia Derivado da palavra grega ethnos (povo), etnia é um grupo de pessoas que se diferenciam das demais por afinidades culturais, históricas, lingüísticas, morfológicas... “Uma etnia é um conjunto de indivíduos que, histórica ou mitologicamente, têm um ancestral comum; têm uma língua em comum, uma mesma religião ou cosmovisão; uma mesma cultura e moram geograficamente num mesmo território.” (Kabengele Munanga). Não existe somente uma etnia negra ou uma branca, dentre os negros existem várias etnias (zulu, xosha, banto, tapua...), dentre os ameríndios também (tupinambá, caigangue, tupi guarani...) e assim sucessivamente.
  4. 4. Raça como conceito sociopolítico • "Raça é um conceito, uma construção, que tem sido às vezes definida segundo critérios biológicos. Os avanços da ciência nos últimos cinqüenta anos do século XX clarificaram um grave equívoco oriundo do século XIX, que fundamenta o conceito de “raça” na biologia. Porém, raça existe: ela é uma construção sociopolítica.“ (Carlos Moore, Cientista Social)
  5. 5. A palavra etnia virou um termo politicamente correto frente à raça, porém essa troca não muda a realidade do racismo, pois “as vítimas de hoje são as mesmas de ontem e as raças de ontem são as etnias de hoje.” Ou seja, “o racismo hoje praticado nas sociedades contemporâneas não precisa mais do conceito de raça ou da variante biológica, ele se reformula com base nos conceitos de etnia.” Pois este termo não acabou com a hierarquização das culturas, que é um componente do racismo (Kabengele Munanga – Antropólogo da USP)
  6. 6. Democracia racial Cartilha da PM – Ribeirão Preto
  7. 7. Cartilha da PM – Brasília
  8. 8. VIDEO “Vista minha pele”
  9. 9. Lei 10.639/03 • Altera a Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da Rede de Ensino a obrigatoriedade da temática "História e Cultura Afro-Brasileira e indígena", e dá outras providências. • Nos estabelecimentos de ensino fundamental e médio, oficiais e particulares, torna-se obrigatório o ensino sobre História e Cultura Afro-Brasileira e indígena. • § 1o O conteúdo programático a que se refere o caput deste artigo incluirá o estudo da História da África e dos Africanos, a luta dos negros no Brasil, a cultura negra brasileira e o negro na formação da sociedade nacional, resgatando a contribuição do povo negro nas áreas social, econômica e política pertinentes à História do Brasil. • § 2o Os conteúdos referentes à História e Cultura Afro-Brasileira serão ministrados no âmbito de todo o currículo escolar, em especial nas áreas de Educação Artística e de Literatura e História Brasileiras. • O calendário escolar incluirá o dia 20 de novembro como ‘Dia Nacional da Consciência Negra’."
  10. 10. Lei 10.639/03 • São processos educativos que possibilitam às pessoas superarem preconceitos raciais • São processos que estimulam práticas sociais livres do racismo estimulando o engajamento em lutas por novas relações étnico-raciais • Serve para que negros e não negros, indígenas e não indígenas construam uma identidade étnico-racial positiva
  11. 11. • A lei diz respeito ainda à necessidade da sociedade brasileira conhecer a história do Brasil, a história dos afro-brasileiros e brasileiras, dos africanos e africanas e dos povos indígenas de forma não distorcida
  12. 12. Porquê precisamos desta lei? Educação eurocêntrica - uma história única mostra o povo como coisa, sem condições de alterar sua história, cria e mantém uma relação de Poder, pois quem conta a história, define-a, enfatiza diferenças para inferiorizar e dominar, a história única cria estereótipos
  13. 13. História e cultura africana Ideias sobre o “País África”
  14. 14. Existem outras Áfricas
  15. 15. Uma outra África • Uma África que é o berço da humanidade, com seus ciclos econômicos: ouro, tecido, ferro, sal. • Sendo a mesma de qualquer sociedade humana, isto é, de sobrevivência material, intelectual, espiritual e artística.
  16. 16. África • 80% das jazidas de diamante • 60% do ouro • 30% do alumínio • 35% das reservas de zingo • Maiores reservas de cobre ( Congo e Zâmbia ) • 50% do fosfato - Marrocos • 80% do coltan (fusão dos minerais raros columbita e tantalita) que servem indústria dos celulares, computadores, naves e estações espaciais.
  17. 17. • E por ter tanta riqueza material e imaterial foi saqueada e ocupada, para uma acumulação de riqueza (séc.XV– XVI)que serviu de base à revolução industrial, estabelecendo o mundo dito civilizado/desenvolvido/moderno
  18. 18. Kênia
  19. 19. Senegal
  20. 20. Marrocos
  21. 21. Namíbia
  22. 22. Egito
  23. 23. Nigéria
  24. 24. Angola
  25. 25. África do Sul
  26. 26. Moçambique
  27. 27. Negro no Brasil • Negros ganharam 57% do salário dos brancos em 2013 (IBGE); • 48,4% em 2003 • 70% das famílias do bolsa família são negras; • A taxa de analfabetismo entre os negros é de 11,5% e em brancos 5,2%; • Mais da metade (30 mil) dos homicídios tem como alvo jovens entre 15 e 29 anos, destes, 77% são negros.
  28. 28. • O percentual de negros no ensino superior passou de 10,2% em 2001 para 35,8% em 2011 (IBGE). • Em relação a brancos, eram universitários (brancos entre 18 e 24 anos) 39,6% em 2001, hoje são 65,7% do total. • 70% dos moradores de favelas são negros. • População carcerária é 60% negra.
  29. 29. Videos

×