HUMANIZAÇÃO INTENSIVA: Eu humanizo, Tu humanizas... Ele melhora!   UTI-Adulto   Brawne, D.J.S.R.;  Nascimento, E.;  Prata,...
“ Se fosse preciso, começaria tudo outra vez do mesmo jeito, andando pelo mesmo caminho de dificuldades, pois a fé, que nu...
Tornou-se um referencial no atendimento humanizado prestado à população baiana, com 23 núcleos de atendimento clínico e ci...
Treinamentos de Humanização: Espaço de aprendizado, orientação e informação visando a ampliação da abordagem à pessoa enfe...
Treinamentos de Humanização: “ Bem Vindos a UTI-A”:   Acolhimento e apresentação do funcionamento da UTI para novos funcio...
Treinamentos em Humanização “Rodas de Conversa”  espaço para discussão e reflexão de todos os profissionais disponíveis no...
Acolhimento das diversas demandas dos atores envolvidos.  Estimulando a equipe a perceber e lidar com situações críticas, ...
Conclusão:  “Se tratar a doença você pode perder ou ganhar,    mas se tratar a pessoa, você sempre ganha”. (Patch Adams)  ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Humanização Intensiva: Eu humanizo, Tu humanizas... Ele melhora!

2.233 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.233
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
42
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Humanização Intensiva: Eu humanizo, Tu humanizas... Ele melhora!

  1. 1. HUMANIZAÇÃO INTENSIVA: Eu humanizo, Tu humanizas... Ele melhora! UTI-Adulto Brawne, D.J.S.R.; Nascimento, E.; Prata, B.
  2. 2. “ Se fosse preciso, começaria tudo outra vez do mesmo jeito, andando pelo mesmo caminho de dificuldades, pois a fé, que nunca me abandona, me daria forças para ir sempre em frente.” Bem Aventurada Dulce dos Pobres No ano em que comemoramos a Beatificação de nossa fundadora, a OSID – Instituição baiana - desponta como um dos maiores complexos de saúde com atendimento 100% gratuito do Brasil, com mais de quatro milhões de atendimentos por ano e mais de mil leitos hospitalares, numa trajetória sempre pautada na missão de Irmã Dulce com seu principal pilar de sustentação “Amar e Servir” aos mais pobres.
  3. 3. Tornou-se um referencial no atendimento humanizado prestado à população baiana, com 23 núcleos de atendimento clínico e cirúrgico em todas as especialidades e uma tecnologia de ponta em UTI. Ψ - Neste cenário, a Psicologia se insere realizando um trabalho estruturado e de qualidade, baseado nos princípios teórico-científico, ético e humanizado. Criando um espaço de reflexão acerca de nossa rotina de trabalho enquanto equipe, aplicando na prática os conceitos de Humanização. Meio século pensando no bem estar do próximo, assim inicia e prossegue nossa história na UTI-Adulto.
  4. 4. Treinamentos de Humanização: Espaço de aprendizado, orientação e informação visando a ampliação da abordagem à pessoa enferma considerando o sofrimento, limitações, isolamento e a passividade gerada pelo adoecimento e agudização, bem como a reduzir o estresse. Transformando e desmistificando a UTI como lugar e “corredor da morte” por espaço de luta pela vida. Melhorando a comunicação e relação interpessoal, além de formação de multiplicadores da Humanização.
  5. 5. Treinamentos de Humanização: “ Bem Vindos a UTI-A”: Acolhimento e apresentação do funcionamento da UTI para novos funcionários, onde são apresentados conceitos de Humaniza SUS e Humaniza OSID, salientando a necessidade em agregar parceiros para assistência diferenciada e humanizada, envolvendo a tríade paciente/família/equipe, numa dimensão biopsicossocial, “ Vestindo a camisa” trabalho de dobraduras associando e refletindo sobre nossas atitudes na rotina hospitalar. Criou-se um espaço de troca e partilha de conhecimentos e vivências com reflexões, onde todos envolvidos ganham.
  6. 6. Treinamentos em Humanização “Rodas de Conversa” espaço para discussão e reflexão de todos os profissionais disponíveis no momento, com dinâmicas de grupo facilitadoras de expressão, elaboração e troca de sentimentos; Festas Temáticas “ A música que toca”: com preferências musicais do paciente, colocados nos horários de visita familiar e nos banhos.
  7. 7. Acolhimento das diversas demandas dos atores envolvidos. Estimulando a equipe a perceber e lidar com situações críticas, favorecendo o fortalecimento do profissional para uma assistência diferenciada. Melhora da ambiência, diminuição do estresse proporcionando alívio das tensões; facilitando a comunicação e estabelecendo uma nova ordem relacional, mantendo o compromisso e a disponibilidade .
  8. 8. Conclusão: “Se tratar a doença você pode perder ou ganhar, mas se tratar a pessoa, você sempre ganha”. (Patch Adams) Na UTI a vida está sempre por um fio, e afloram emoções e sentimentos. Tornar esse lugar mais humanizado é obrigação e dever de todos do hospital. As intervenções, devem ter o foco de viabilizar a estruturação de uma UTI cada vez mais humanizada repercutindo na melhoria das condições de internação do paciente, na diminuição da ansiedade dos familiares e no equilíbrio da equipe. Eu intensivo, Tu intensivas... Ele melhora ! Eu humanizo, Tu humanizas... Ele melhora ! Referências : Curso de Formação de Multiplicadores da Vida e Obra de Irmã Dulce, Gouveia Osvaldo, AMS OSID; Andreoli PBA, Knobel E, Psicologia e Humanização-Assistência ao Paciente Grave; Mello Filho J, Burd M, Doença e Familia; Alamy, S Ensaios de Psicologia Hospitalar; Humanização dos Cuidados em Saúde, Deslandes, SF.

×