O slideshow foi denunciado.
Seu SlideShare está sendo baixado. ×

Humanização na Prática de T.R

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Próximos SlideShares
Requerimento e Procuração
Requerimento e Procuração
Carregando em…3
×

Confira estes a seguir

1 de 8 Anúncio
Anúncio

Mais Conteúdo rRelacionado

Mais recentes (20)

Anúncio

Humanização na Prática de T.R

  1. 1. Equipe: Analice da Silva Elizabete Oliveira da Silva Ginaldo Andrade Junior Jaqueline Lopes Correia Paulo Vinicius Amorim Correia Yasmin Soares Amorim FADICT – Faculdade de Direito, Ciências e Tecnologias Humanização na Prática de T.R
  2. 2. HUMANIZAR É o respeito, a atenção entre uns aos outros. É um processo vivencial que envolve todas as pessoas. Em 2003 o Ministério da saúde cria a (Política Nacional de Humanização). Que tinha por objetivo principal, garantir a integralidade do paciente e melhorar a qualidade no serviços de saúde. Hoje conhecemos por HumanizaSUS, que além desses objetivos, seu foco principal é o atendimento humanizado.
  3. 3. ESCUTA QUALIFICADA A escuta qualificada permite adquirir informações sobre cada paciente, que possibilitarão escolhas e resoluções de suas necessidades, tornando-se uma forma de prestar uma assistência de qualidade, pois, por meio dela, é possível reconhecer e acolher, empaticamente, as necessidades do paciente.
  4. 4. COMUNICAÇÃO NÃO VIOLENTA Se tem uma habilidade que é essencial para qualquer momento da vida, é a comunicação não violenta! Não importa o lugar de onde venha, ou esteja, você vai precisar dela! A notícia boa é que, a comunicação não violenta é uma habilidade que pode ser apreendida por qualquer pessoa, pode ser entendida como um processo que estabelece uma conexão consciente através da empatia e compaixão entre os interlocutores.
  5. 5. DESAFIOS DE HUMANIZAR Humanizar a saúde pública envolve ultrapassar um atendimento burocrático e robotizado, substituindo essa rotina por uma abordagem que valorize o ser humano. É preciso enxergar o paciente em seus aspectos físicos, psíquicos e sociais.
  6. 6. CONCLUSÃO “Humanizar o atendimento não é apenas chamar o paciente pelo nome, nem ter constantemente um sorriso no rosto, além disso, é compreender os medos, angústias e incertezas, é dar apoio e atenção permanente ao paciente. Humanizar também é, além do atendimento fraterno e humano, procurar aperfeiçoar os conhecimentos continuadamente é valorizar, no sentido antropológico e emocional, todos os elementos implicados na assistência. Na realidade a humanização do atendimento, seja em saúde ou não, deve valorizar o respeito afetivo ao outro, deve prestigiar a melhoria na vida de relação entre as pessoas em geral.”
  7. 7. REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS • Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=48V9w4A8eKU Acesso em 11/08/2022 as 20:37 • Disponível em https://www.cisamapi.mg.gov.br/index.php/servicos/humaniza- cis/o-que-e-humanizacao Acesso em 11/08/2022 as 20:39 • Disponível em https://pt.slideshare.net/FabianoLadislau/palestra-de-humanizao- no-atendimento Acesso em 11/08/2022 as 20:40 • Disponível em https://laudite.com.br/a-importancia-da-humanizacao-no-setor-de- radiologia/ Acesso em 11/08/2022 as 20:45
  8. 8. FIM

×