SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 15
Em jeito de epígrafe… Aprende-se a escrever, lendo. Ninguém escreve para si, isso é uma mentira. António Lobo Antunes Blogue do escritor: http://alawebpage.blogspot.com/
EXPRESSÃO ORAL         Resultados esperados no fim do 1º Ciclo ,[object Object]
 Planificar e apresentar exposições breves sobre temas variados.
 Produzir breves discursos orais em português padrão com vocabulário e estruturas gramaticais adequados.Programa, p.26
EXPRESSÃO ORAL         Resultados esperados no fim do 2º Ciclo ,[object Object]
 Apresentar e defender opiniões, justificando com pormenores ou exemplos e terminando com uma conclusão adequada.
 Produzir discursos orais coerentes em português padrão, com vocabulário adequado e estruturas gramaticais de alguma complexidade.Programa, p.76
EXPRESSÃO ORAL ORALIDADE ESPONTÂNEA ORALIDADE REFLECTIDA em interacção, acontece todos os dias… é preciso ser proposta e preparada… Estratégias para a oralidade reflectida: ,[object Object]
expressar de uma opinião;
apresentação de uma pesquisa;
apresentação de uma leitura;
…,[object Object]

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Conteúdos Programáticos 1o. Ano Ensino Médio
Conteúdos Programáticos 1o. Ano Ensino MédioConteúdos Programáticos 1o. Ano Ensino Médio
Conteúdos Programáticos 1o. Ano Ensino MédioJomari
 
Oficina de Língua Portuguesa
Oficina de Língua PortuguesaOficina de Língua Portuguesa
Oficina de Língua PortuguesaSadiasoares
 
Alinhamento de Língua Portuguesa
Alinhamento de Língua PortuguesaAlinhamento de Língua Portuguesa
Alinhamento de Língua PortuguesaMarianacl
 
Processos De Produção Textual
Processos De Produção TextualProcessos De Produção Textual
Processos De Produção TextualLuciane Oliveira
 
Plano de ensino portugues 6 ano
Plano de ensino portugues 6 anoPlano de ensino portugues 6 ano
Plano de ensino portugues 6 anoEdilene Aparecida
 
Análise do livro projeto buriti
Análise do livro projeto buriti Análise do livro projeto buriti
Análise do livro projeto buriti monyckesilva
 
Leitura e compreensão texto falado e escrito
Leitura e compreensão texto falado e escritoLeitura e compreensão texto falado e escrito
Leitura e compreensão texto falado e escritoAFMO35
 
Leitura e producao textual fmb
Leitura e producao textual fmbLeitura e producao textual fmb
Leitura e producao textual fmbWellington Alves
 
Análise de livro didático língua portuguesa
Análise de livro didático língua portuguesaAnálise de livro didático língua portuguesa
Análise de livro didático língua portuguesaNágila De Sousa Freitas
 
Análise de livro didático-CEREJA
Análise de livro didático-CEREJAAnálise de livro didático-CEREJA
Análise de livro didático-CEREJAÉrica Camargo
 
Leitura e produção de texto gêneros textuais
Leitura e produção de texto   gêneros textuaisLeitura e produção de texto   gêneros textuais
Leitura e produção de texto gêneros textuaismaria das dores
 
TRAVAGLIA : MÉTODOS USADOS PELO AUTOR PARA O ENSINO-APRENDIZAGEM NAS SUAS SÉR...
TRAVAGLIA : MÉTODOS USADOS PELO AUTOR PARA O ENSINO-APRENDIZAGEM NAS SUAS SÉR...TRAVAGLIA : MÉTODOS USADOS PELO AUTOR PARA O ENSINO-APRENDIZAGEM NAS SUAS SÉR...
TRAVAGLIA : MÉTODOS USADOS PELO AUTOR PARA O ENSINO-APRENDIZAGEM NAS SUAS SÉR...universigatas
 

Mais procurados (18)

Planejamento anual 8 ano
Planejamento anual 8 ano Planejamento anual 8 ano
Planejamento anual 8 ano
 
CONTEXTUALIZAÇÃO
CONTEXTUALIZAÇÃOCONTEXTUALIZAÇÃO
CONTEXTUALIZAÇÃO
 
Artigo 1
Artigo 1Artigo 1
Artigo 1
 
Conteúdos Programáticos 1o. Ano Ensino Médio
Conteúdos Programáticos 1o. Ano Ensino MédioConteúdos Programáticos 1o. Ano Ensino Médio
Conteúdos Programáticos 1o. Ano Ensino Médio
 
Conteúdos7ºano
Conteúdos7ºanoConteúdos7ºano
Conteúdos7ºano
 
Oficina de Língua Portuguesa
Oficina de Língua PortuguesaOficina de Língua Portuguesa
Oficina de Língua Portuguesa
 
Proposta o-ensino-da-gramatica-em-lingua-portuguesa
Proposta o-ensino-da-gramatica-em-lingua-portuguesaProposta o-ensino-da-gramatica-em-lingua-portuguesa
Proposta o-ensino-da-gramatica-em-lingua-portuguesa
 
Alinhamento de Língua Portuguesa
Alinhamento de Língua PortuguesaAlinhamento de Língua Portuguesa
Alinhamento de Língua Portuguesa
 
Processos De Produção Textual
Processos De Produção TextualProcessos De Produção Textual
Processos De Produção Textual
 
ApresentaçãO Gestar Ii
ApresentaçãO Gestar IiApresentaçãO Gestar Ii
ApresentaçãO Gestar Ii
 
Plano de ensino portugues 6 ano
Plano de ensino portugues 6 anoPlano de ensino portugues 6 ano
Plano de ensino portugues 6 ano
 
Análise do livro projeto buriti
Análise do livro projeto buriti Análise do livro projeto buriti
Análise do livro projeto buriti
 
Leitura e compreensão texto falado e escrito
Leitura e compreensão texto falado e escritoLeitura e compreensão texto falado e escrito
Leitura e compreensão texto falado e escrito
 
Leitura e producao textual fmb
Leitura e producao textual fmbLeitura e producao textual fmb
Leitura e producao textual fmb
 
Análise de livro didático língua portuguesa
Análise de livro didático língua portuguesaAnálise de livro didático língua portuguesa
Análise de livro didático língua portuguesa
 
Análise de livro didático-CEREJA
Análise de livro didático-CEREJAAnálise de livro didático-CEREJA
Análise de livro didático-CEREJA
 
Leitura e produção de texto gêneros textuais
Leitura e produção de texto   gêneros textuaisLeitura e produção de texto   gêneros textuais
Leitura e produção de texto gêneros textuais
 
TRAVAGLIA : MÉTODOS USADOS PELO AUTOR PARA O ENSINO-APRENDIZAGEM NAS SUAS SÉR...
TRAVAGLIA : MÉTODOS USADOS PELO AUTOR PARA O ENSINO-APRENDIZAGEM NAS SUAS SÉR...TRAVAGLIA : MÉTODOS USADOS PELO AUTOR PARA O ENSINO-APRENDIZAGEM NAS SUAS SÉR...
TRAVAGLIA : MÉTODOS USADOS PELO AUTOR PARA O ENSINO-APRENDIZAGEM NAS SUAS SÉR...
 

Destaque

Marineland catalunya aqualeon decalogo verano 12 (2)
Marineland catalunya aqualeon decalogo verano 12 (2)Marineland catalunya aqualeon decalogo verano 12 (2)
Marineland catalunya aqualeon decalogo verano 12 (2)evercom
 
Institución educativa liceo moderno magangué
Institución educativa liceo moderno maganguéInstitución educativa liceo moderno magangué
Institución educativa liceo moderno maganguémarilynpaba03
 
Fundamentos
FundamentosFundamentos
Fundamentoskarina83
 
Articulação vertical e horizontal et com horizontal
Articulação vertical e horizontal   et com horizontalArticulação vertical e horizontal   et com horizontal
Articulação vertical e horizontal et com horizontalAMG Sobrenome
 
Trabajo de lizeth
Trabajo de lizethTrabajo de lizeth
Trabajo de lizethmariluz19
 
Radio 2.0 Flumotion presentacion Olivier Quero organized by Actuonda
Radio 2.0 Flumotion presentacion Olivier Quero organized by ActuondaRadio 2.0 Flumotion presentacion Olivier Quero organized by Actuonda
Radio 2.0 Flumotion presentacion Olivier Quero organized by ActuondaACTUONDA
 

Destaque (10)

Marineland catalunya aqualeon decalogo verano 12 (2)
Marineland catalunya aqualeon decalogo verano 12 (2)Marineland catalunya aqualeon decalogo verano 12 (2)
Marineland catalunya aqualeon decalogo verano 12 (2)
 
Presentación1
Presentación1Presentación1
Presentación1
 
cuadernia twitter
cuadernia twittercuadernia twitter
cuadernia twitter
 
Institución educativa liceo moderno magangué
Institución educativa liceo moderno maganguéInstitución educativa liceo moderno magangué
Institución educativa liceo moderno magangué
 
Fundamentos
FundamentosFundamentos
Fundamentos
 
Articulação vertical e horizontal et com horizontal
Articulação vertical e horizontal   et com horizontalArticulação vertical e horizontal   et com horizontal
Articulação vertical e horizontal et com horizontal
 
preyecto de vida
preyecto de vida preyecto de vida
preyecto de vida
 
辛卯颂春
辛卯颂春辛卯颂春
辛卯颂春
 
Trabajo de lizeth
Trabajo de lizethTrabajo de lizeth
Trabajo de lizeth
 
Radio 2.0 Flumotion presentacion Olivier Quero organized by Actuonda
Radio 2.0 Flumotion presentacion Olivier Quero organized by ActuondaRadio 2.0 Flumotion presentacion Olivier Quero organized by Actuonda
Radio 2.0 Flumotion presentacion Olivier Quero organized by Actuonda
 

Semelhante a Novos Programas de Português V

P9 planificacao anual
P9 planificacao anualP9 planificacao anual
P9 planificacao anualziquinha
 
Sugestão de atividades língua portuguesa
Sugestão de atividades   língua portuguesaSugestão de atividades   língua portuguesa
Sugestão de atividades língua portuguesajosivaldopassos
 
1906 texto do artigo-5343-1-10-20160617
1906 texto do artigo-5343-1-10-201606171906 texto do artigo-5343-1-10-20160617
1906 texto do artigo-5343-1-10-20160617Adriano Alves de Souza
 
1.º módulo da formação - material produzido
1.º módulo da formação - material produzido1.º módulo da formação - material produzido
1.º módulo da formação - material produzidoGazas
 
Atividade avaliativa de encontro presencial
Atividade avaliativa de encontro presencialAtividade avaliativa de encontro presencial
Atividade avaliativa de encontro presencialLOCIMAR MASSALAI
 
PLANEJAMENTO 7º ANO (2023).pdf
PLANEJAMENTO 7º ANO (2023).pdfPLANEJAMENTO 7º ANO (2023).pdf
PLANEJAMENTO 7º ANO (2023).pdfssuser3646a1
 
PCNs ensino de Língua Portuguesa como Língua Materna
PCNs ensino de Língua Portuguesa como Língua MaternaPCNs ensino de Língua Portuguesa como Língua Materna
PCNs ensino de Língua Portuguesa como Língua MaternaADRIANOSOUZAMARINHO1
 
Oralidade e gêneros orais: um olhar sobre as práticas orais em sala de aula
Oralidade e gêneros orais: um olhar sobre as práticas orais em sala de aulaOralidade e gêneros orais: um olhar sobre as práticas orais em sala de aula
Oralidade e gêneros orais: um olhar sobre as práticas orais em sala de aulaDenise Oliveira
 
L. INGLESA_1ªsérie_PTD_2º TRI.docx
L. INGLESA_1ªsérie_PTD_2º TRI.docxL. INGLESA_1ªsérie_PTD_2º TRI.docx
L. INGLESA_1ªsérie_PTD_2º TRI.docxDanieli2019
 
OTMs língua portuguesa
OTMs língua portuguesaOTMs língua portuguesa
OTMs língua portuguesaCarlindamaria
 
Otm. lingua portuguesa 03
Otm. lingua portuguesa 03Otm. lingua portuguesa 03
Otm. lingua portuguesa 03elannialins
 
LíNgua Portuguesa Otm
LíNgua Portuguesa OtmLíNgua Portuguesa Otm
LíNgua Portuguesa OtmFlávia Maria
 
Otm. lingua portuguesa 03
Otm. lingua portuguesa 03Otm. lingua portuguesa 03
Otm. lingua portuguesa 03elannialins
 

Semelhante a Novos Programas de Português V (20)

P9 planificacao anual
P9 planificacao anualP9 planificacao anual
P9 planificacao anual
 
ExpressãO Oral
ExpressãO OralExpressãO Oral
ExpressãO Oral
 
ExpressãO Oral
ExpressãO OralExpressãO Oral
ExpressãO Oral
 
Sugestão de atividades língua portuguesa
Sugestão de atividades   língua portuguesaSugestão de atividades   língua portuguesa
Sugestão de atividades língua portuguesa
 
1906 texto do artigo-5343-1-10-20160617
1906 texto do artigo-5343-1-10-201606171906 texto do artigo-5343-1-10-20160617
1906 texto do artigo-5343-1-10-20160617
 
1.º módulo da formação - material produzido
1.º módulo da formação - material produzido1.º módulo da formação - material produzido
1.º módulo da formação - material produzido
 
10 portugues
10 portugues10 portugues
10 portugues
 
Atividade avaliativa de encontro presencial
Atividade avaliativa de encontro presencialAtividade avaliativa de encontro presencial
Atividade avaliativa de encontro presencial
 
PLANEJAMENTO 7º ANO (2023).pdf
PLANEJAMENTO 7º ANO (2023).pdfPLANEJAMENTO 7º ANO (2023).pdf
PLANEJAMENTO 7º ANO (2023).pdf
 
347741.pptx
347741.pptx347741.pptx
347741.pptx
 
PCNs ensino de Língua Portuguesa como Língua Materna
PCNs ensino de Língua Portuguesa como Língua MaternaPCNs ensino de Língua Portuguesa como Língua Materna
PCNs ensino de Língua Portuguesa como Língua Materna
 
Oralidade e gêneros orais: um olhar sobre as práticas orais em sala de aula
Oralidade e gêneros orais: um olhar sobre as práticas orais em sala de aulaOralidade e gêneros orais: um olhar sobre as práticas orais em sala de aula
Oralidade e gêneros orais: um olhar sobre as práticas orais em sala de aula
 
Pauta
PautaPauta
Pauta
 
Otm língua portuguesa
Otm língua portuguesaOtm língua portuguesa
Otm língua portuguesa
 
L. INGLESA_1ªsérie_PTD_2º TRI.docx
L. INGLESA_1ªsérie_PTD_2º TRI.docxL. INGLESA_1ªsérie_PTD_2º TRI.docx
L. INGLESA_1ªsérie_PTD_2º TRI.docx
 
OTMs língua portuguesa
OTMs língua portuguesaOTMs língua portuguesa
OTMs língua portuguesa
 
Otm. lingua portuguesa 03
Otm. lingua portuguesa 03Otm. lingua portuguesa 03
Otm. lingua portuguesa 03
 
LíNgua Portuguesa Otm
LíNgua Portuguesa OtmLíNgua Portuguesa Otm
LíNgua Portuguesa Otm
 
Otm. lingua portuguesa 03
Otm. lingua portuguesa 03Otm. lingua portuguesa 03
Otm. lingua portuguesa 03
 
1.º Ano - Português.pdf
1.º Ano - Português.pdf1.º Ano - Português.pdf
1.º Ano - Português.pdf
 

Mais de Luís Ferreira

Novos Programas de Português XI
Novos Programas de Português XINovos Programas de Português XI
Novos Programas de Português XILuís Ferreira
 
Novos Programas de Português X
Novos Programas de Português XNovos Programas de Português X
Novos Programas de Português XLuís Ferreira
 
Novos Programas de Português IX
Novos Programas de Português IXNovos Programas de Português IX
Novos Programas de Português IXLuís Ferreira
 
Novos Programas de Português VII
Novos Programas de Português VIINovos Programas de Português VII
Novos Programas de Português VIILuís Ferreira
 
Novos Programas de Português VI
Novos Programas de Português VINovos Programas de Português VI
Novos Programas de Português VILuís Ferreira
 
Novos Programas de Português IV
Novos Programas de Português IVNovos Programas de Português IV
Novos Programas de Português IVLuís Ferreira
 
Novos Programas de Português III
Novos Programas de Português IIINovos Programas de Português III
Novos Programas de Português IIILuís Ferreira
 
Novos Programas de Português II
Novos Programas de Português IINovos Programas de Português II
Novos Programas de Português IILuís Ferreira
 
Novos Programas de Português I
Novos Programas de Português INovos Programas de Português I
Novos Programas de Português ILuís Ferreira
 

Mais de Luís Ferreira (12)

Novos Programas de Português XI
Novos Programas de Português XINovos Programas de Português XI
Novos Programas de Português XI
 
Novos Programas de Português X
Novos Programas de Português XNovos Programas de Português X
Novos Programas de Português X
 
Novos Programas de Português IX
Novos Programas de Português IXNovos Programas de Português IX
Novos Programas de Português IX
 
Novos Programas de Português VII
Novos Programas de Português VIINovos Programas de Português VII
Novos Programas de Português VII
 
Novos Programas de Português VI
Novos Programas de Português VINovos Programas de Português VI
Novos Programas de Português VI
 
Novos Programas de Português IV
Novos Programas de Português IVNovos Programas de Português IV
Novos Programas de Português IV
 
Novos Programas de Português III
Novos Programas de Português IIINovos Programas de Português III
Novos Programas de Português III
 
Novos Programas de Português II
Novos Programas de Português IINovos Programas de Português II
Novos Programas de Português II
 
Novos Programas de Português I
Novos Programas de Português INovos Programas de Português I
Novos Programas de Português I
 
Sacos Plasticos
Sacos PlasticosSacos Plasticos
Sacos Plasticos
 
Portugal Xv Xvi
Portugal Xv XviPortugal Xv Xvi
Portugal Xv Xvi
 
Convite
ConviteConvite
Convite
 

Último

UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfRILTONNOGUEIRADOSSAN
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Mary Alvarenga
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxRaquelMartins389880
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaHenrique Santos
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoIlda Bicacro
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaCludiaRodrigues693635
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....LuizHenriquedeAlmeid6
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoVALMIRARIBEIRO1
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaIlda Bicacro
 
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxGeometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxlucivaniaholanda
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAElianeAlves383563
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Rosana Andrea Miranda
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdfdanielagracia9
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfssuserbb4ac2
 

Último (20)

UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
 
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxGeometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
 

Novos Programas de Português V

  • 1.
  • 2. Em jeito de epígrafe… Aprende-se a escrever, lendo. Ninguém escreve para si, isso é uma mentira. António Lobo Antunes Blogue do escritor: http://alawebpage.blogspot.com/
  • 3.
  • 4. Planificar e apresentar exposições breves sobre temas variados.
  • 5. Produzir breves discursos orais em português padrão com vocabulário e estruturas gramaticais adequados.Programa, p.26
  • 6.
  • 7. Apresentar e defender opiniões, justificando com pormenores ou exemplos e terminando com uma conclusão adequada.
  • 8. Produzir discursos orais coerentes em português padrão, com vocabulário adequado e estruturas gramaticais de alguma complexidade.Programa, p.76
  • 9.
  • 10.
  • 11.
  • 12. expressar de uma opinião;
  • 15.
  • 16. TIPOLOGIAS TEXTUAIS 2.5.3 Desenvolvimento das competências específicas 2.5.3.1 À entrada do 2.º ciclo os alunos já fizeram uma aprendizagem sistematizada da língua falada e escrita e lidaram com conceitos de alguma complexidade. Ao longo do 2.º ciclo tornam-se capazes de desempenhos mais complexos, usam e compreendem registos mais formais da língua falada e escrita, desenvolvem a prática da actividade experimental, apoiando-se em princípios lógicos, e procedem a generalizações mais abrangentes. Nesta fase, dever-se-á dar especial atenção à educação cultural e literária dos alunos, bem como ao aprofundamento da aprendizagem do português padrão. O professor poderá aproveitar as diferentes áreas disciplinares para, numa perspectiva transversal, trabalhar a língua padrão, nomeadamente no que respeita a tipologias textuais, com a tónica em enunciados instrucionais, de opinião ou de refutação, para alargamento do vocabulário específico e progressivo domínio de estruturas gramaticais complexas. Programa, p.110
  • 17. TIPOLOGIAS TEXTUAIS [Pergunta | Resposta] Tipologia textual, de novo [Pergunta] Tipologia textual diz respeito a coesão e coerência apenas? O que se tem por tipologia textual? Cláudia :: :: Brasil [Resposta] Tipologia textual é um termo que designa a forma de organizar e classificar textos consoante as suas características, que os aproximam de uns e distanciam de outros. A coesão e a coerência são factores, entre outros, que conferem textualidade a um conjunto de frases. Todos os textos têm de possuir coesão e coerência (sob pena de ficarem ininteligíveis), independentemente da sua tipologia. :: 01/06/2001 Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
  • 18.
  • 20. texto narrativo, descritivo, expositivo, instrucional (p.89 e 98)* Atenção ao ponto 2.4 (p.100-111)
  • 21. TIPOLOGIAS TEXTUAIS Dicionário Terminológico «Uma classificação tipológica suficientemente compreensiva é a seguinte: a) textos conversacionais, que abarcam a conversa usual, a entrevista, a tertúlia, etc., com funções lúdicas, de intercâmbio de ideias, de comentário de acontecimentos, de agradecimento, etc.; b) textos narrativos, nos quais se relata um evento ou uma cadeia de eventos, com predominância de verbos que indicam acções e de tempos verbais como o pretérito perfeito e o pretérito imperfeito e com abundância de advérbios com valor temporal ou locativo; c) textos descritivos, nos quais se informa como é alguém ou algum estado de coisas, com sequências predominantemente construídas com o verbo ser e outros verbos caracterizadores de propriedades, de qualidades e de aspectos de seres e de coisas, com os tempos verbais dominantes do presente e do pretérito imperfeito, com abundância de adjectivos qualificativos e de advérbios com valor locativo; d) textos expositivos, nos quais o referente é a análise ou síntese de ideias, conceitos e teorias, com uma estrutura verbal em que figuram predominantemente o verbo ser com um predicativo do sujeito nominal ou o verbo ter com complemento directo, e apresentando como tempo peculiar o presente; e) textos argumentativos, que têm como funções persuadir, refutar, comprovar, debater uma causa, etc., estabelecendo relações entre factos, hipóteses, provas e refutações, com abundância de marcadores e conectores discursivos que articulam com rigor as partes do texto, e apresentando como tempo dominante o presente; f) textos instrucionais ou directivos, que têm como função ensinar ou indicar como fazer algo, enumerando e caracterizando as sucessivas operações, tendo como estrutura verbal dominante o imperativo; g) textos preditivos, que têm como função informar sobre o futuro, antecipando ou prevendo eventos que irão ou poderão acontecer, tendo como estrutura verbal dominante o futuro; h) textos literários, com uma semântica fundada na representação de mundos imaginários, com a utilização estética, retórica e não raro lúdica dos recursos da linguagem verbal, e com uma pragmática específica. »
  • 22. TIPOLOGIAS TEXTUAIS 2.4.2.3 Diversidade textual O professor, enquanto agente mediador do programa e educador atento às realidades etárias, linguísticas e culturais dos seus alunos, deverá criar condições para que estes possam ler e apreciar textos de diferentes tipos e com funcionalidades e finalidades distintas, não literários e literários, ouvidos, vistos, lidos… Serão trabalhados textos conversacionais, narrativos, descritivos, expositivos, argumentativos, instrucionais e preditivos, representativos das literaturas de expressão portuguesa e da literatura universal apresentada em português. Em contexto escolar, como na sociedade em geral, os alunos deparam com quadros comunicativos que implicam combinatórias de diferentes modalidades textuais, tal como, no interior de um mesmo texto, com diferentes sequências. Esta circunstância, que exige o domínio de literacias múltiplas, nomeadamente a literacia visual (com suporte nas imagens) e, de uma maneira geral, a tecnológica (TIC), deve ser instituída enquanto critério ao serviço da diversidade textual. O contacto com uma diversidade de textos e obras há-de permitir ao aluno descobrir utilizações estéticas da língua, segundo várias perspectivas e finalidades, e novos modos de ler, nomeadamente os indutores da leitura de textos literários. Programa, p. 101
  • 23. BIBLIOGRAFIA (CIBERDÚVIDAS) [Pergunta | Resposta] Tipologia textual [Pergunta] Olá! Sou estudante de Letras e preciso fazer um trabalho sobre Tipologia Textual. Mas estou com dificuldades em encontrar bibliografia. Já procurei em muitos locais. Desde já agradeço muito. Denise :: :: Brasil [Resposta] Para iniciar a sua pesquisa bibliográfica, recomendo-lhe dois livros que, por sua vez, contêm bibliografia sobre o assunto em questão: 1. Vitor Manuel de Aguiar e Silva, Teoria da Literatura. Coimbra, Liv. Almedina (edições várias); 2. Carlos Reis, Técnicas de Análise Textual. Coimbra, Liv. Almedina (edições várias). Bom trabalho. M.R.L. :: 04/10/2000
  • 24. FIM