Análise do livro projeto buriti

6.793 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.793
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
35
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Análise do livro projeto buriti

  1. 1. Análise do Livro Didático
  2. 2. Buriti PortuguêsAnalisando o conteúdo do livro podemos constar que existe ométodo de letramento, aonde o professor deve ensinar seualuno a escrever, sem saber escrever e ler sem saber a ler.Mostrando a letras de forma de memorização. Utilizando oalfabetário que sem encontra no livro varalO Livro Aborda os eixos temáticos exigidos no PCN, masabrange de forma limitada, pois não utilizam textos variadosconforme o PCN solicita. O livro se apega mais em parlendas,contos, fábulas, rimas, folclore e música, etc.. Os textos informativos é determinado, não aguçando o desejoda criança a trazer informações da sua cidade ou até mesmoda sua comunidade.
  3. 3. Assim contrapondo que está descrito no PCN:“É PRECISO OFERECER AOS ALUNOS INÚMERASOPORTUNIDADES DE APRENDEREM A LER USANDO OSPROCEDIMENTOS QUE OS BONS LEITORES UTILIZAM.”E ressaltando que vem descrito no texto 2 discutido em aula:“Também é importante levar para a sala de aula asexperiências de leitura que os professores têm comoadultos.” ( Sara Mourão e Mônica Correia)Como a parte informativa ficou limitada, a área informativa dolivro ficou um pouco vago.
  4. 4.  Linguagem oral e escrita é bem explorado, antes mesmo da história ser contada, o livro espoem variadas perguntas, porém deixa em aberto para o professor elaborar outros tópicos para aumentar a discussão entre os alunos. Porém não existe história fora do contexto do livro. Enquanto que a parte escrita tem como foco em parlendas e contos de acordo com o PCN. “processo didático é uma relação ternária entre um docente, os alunos e o saber.” (CHEVALLARD 1991, p.15) Assim mostrando que o professor é principal protagonista, em relação aluno e o saber.
  5. 5. Interdisciplinariedade O livro aborda seguintes áreas: ciências e artes. Assim como vem descrito no PCN: Ao propor que se ensine aos alunos o uso das diferentes formas de linguagem verbal ( oral e escrito), busca-se o desenvolvimento da capacidade de atuação construtiva e transformadora. Por isso é interessante que o professor explore bem essas duas áreas interdisciplinares, assim aguçando mais o conhecimento das crianças, elas descobrem que se pode aprender língua portuguesa em diferentes áreas, até mesmo fazendo artes e aprendo sobre o universo.
  6. 6. Produção de Texto No caderno do leitor, a produção do texto é feita de modo ilustrativa, a professora conta a historia em voz alta e o aluno reconta para os demais alunos e por fim ele ilustra o que ele ver na história sendo contada, lembrando que estes ainda não sabem ler. Os métodos utilizados no livro são meio complexos, assim fazendo forçar o aluno a compreensão, acaba exigindo mais deles e a criatividade do professor. Vale ressaltar que o aluno dita para o professor as palavras. Assim em concordância com os parâmetros.
  7. 7.  “O ensino-aprendizagem de leitura, compreensão e produção de texto pela perspectiva dos gêneros reposiciona o verdadeiro papel do professor de língua materna hoje, não mais visto aqui como um especialista em textos literários ou cientifico, distantes da realidade da prática textual do aluno, mas como especialista das diferentes modalidades textuais, orais e escritas, de uso social.” (Sílvio Ribeiro)
  8. 8. Considerações Finais “O livro didático se configura, muitas vezes, como único material de acesso ao conhecimento, tanto por parte dos professores que buscam a legitimação do seu trabalho e apoio para suas aulas, quanto por parte dos alunos que se deparam com diferentes estratégias de aprendizagem.” (Silva Lajolo) Por isso é importante que todos os professores analisem todo o conteúdo do livro, pois esta é a sua principal ferramenta de trabalho. Não existe um livro perfeito, mas não se pode comprar pela capa.
  9. 9.  O livro deve atender todas as exigências do PCN, para atender as necessidades dos alunos e para incentivá-los a buscar outras formas de conhecimentos.

×