Iria Santos dos SantosLeila Aguiar QuintanaNeusa Loreni VinhasSônia Maris Rittmann
O Método de Projetos foi criado pelo norte-americano William Kilpatrick (1871-1965) baseado nasideias de John Dewey (1859-...
“o principal ponto de partidado método de projetos derivada seguinte filosofia: por quenão fazer dentro da sala deaula o q...
Princípios são diferentes:                                   “A pedagogia de                             projetos trabalha...
Segundo Hernandez:       “Em primeiro lugar, é necessário que se tenha um problema para iniciar uma pesquisa. Pode ser sob...
*Envolve situações de aprendizagem reais e diversificadas; os alunos constroem sua autonomia e compromisso social.*Projeto...
*Escolha de um tema ou de um problemanegociado com a turma;*Inicio de um processo de pesquisa;*Busca e seleção fontes de i...
*Autonomia e responsabilidade dos alunos;*Autenticidade (abandona-se a ideia de reprodução de conteúdos prontos e o contex...
*Concepção globalizante(os alunos analisam osproblemas dentro de umcontexto, integrandoconhecimentos eexperiênciassociocul...
Criar ações para que os alunos se apropriem deconhecimentos significativos, definidos a partir daconsideração do processo,...
1-Problematização: Etapa inicial em que os alunos   expressam suas ideias e conhecimentos sobre o   problema levantado;2-D...
Principalmente em artes oprojeto se torna um atrativo parao aluno, uma vez que apesar dogrande conhecimento e informaçõest...
Segundo Miriam Celeste Martins, o projeto em artes  deverá desenvolver três momentos: 1- Avaliação Iniciante – sondagem pa...
No contexto atual , caracterizado por imediatismo dastransformações, competências como pensar, ter ideias e criar sãofunda...
A problematização desencadeia um “pensar”, que leva àconstruções criativas com a mediação do professora.Desenvolvemos a au...
¹SANTOMÉ, Jurjo Torres. As origens damodalidade de currículo integrado. In:______.Globalização e interdisciplinaridade: o ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

08 pedagogia de projetos versão final_revisada

2.449 visualizações

Publicada em

Trabalho PEDAGOGIA DE PROJETOS, para disciplina de Planejamento em Artes Visuais.
Grupo: Leila, Neusa, Iria, Sônia Maris

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.449
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
530
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
24
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

08 pedagogia de projetos versão final_revisada

  1. 1. Iria Santos dos SantosLeila Aguiar QuintanaNeusa Loreni VinhasSônia Maris Rittmann
  2. 2. O Método de Projetos foi criado pelo norte-americano William Kilpatrick (1871-1965) baseado nasideias de John Dewey (1859-1952) e sua escola ativa.Kilpatrick destaca três questões indispensáveis para oplanejamento dos Projetos:1- Como se realiza a aprendizagem;2- Como a aprendizagem intervém na vida para melhorá-la;3- Que tipo de vida é melhor. (Kilpatrick, 1967, apud Santomé, 1998, p. 205)
  3. 3. “o principal ponto de partidado método de projetos derivada seguinte filosofia: por quenão fazer dentro da sala deaula o que se faz continuamentena rua, no ambiente virtualverdadeiro?” ¹ ¹(Santomé, 1998, p. 204)
  4. 4. Princípios são diferentes: “A pedagogia de projetos trabalhava um modelo fordista, com foco na preparação para o trabalho em uma fábrica, sem incorporar aspectos da realidade cotidiana dentro da Contextos históricos escola. diferentes: Os projetos de trabalho tentam uma aproximação da A pedagogia de escola com o aluno e seprojetos surge nos anos vinculam muito à pesquisa1920 e projeto de trabalho sobre algo emergente.”²surge nos anos 1980.
  5. 5. Segundo Hernandez: “Em primeiro lugar, é necessário que se tenha um problema para iniciar uma pesquisa. Pode ser sobre uma inquietação ou sobre uma posição a respeito do mundo. A partir daí, é importante trabalhar as maneiras de olhar o mundo que são diversas. Mas não interessa só localizá-las e sim entender o significado delas. O resultado é que se constrói uma situação de aprendizagem em que os próprios estudantes começam a participar do processo de criação, pois buscam resposta às suas dúvidas. Isso é o projeto de trabalho.” (grifos nossos)
  6. 6. *Envolve situações de aprendizagem reais e diversificadas; os alunos constroem sua autonomia e compromisso social.*Projeto é uma proposta em que o aprender ganha um novo significado através das tentativas de se solucionar um problema;*Um projeto de trabalho não é uma fórmula e sim uma concepção de educação.
  7. 7. *Escolha de um tema ou de um problemanegociado com a turma;*Inicio de um processo de pesquisa;*Busca e seleção fontes de informações;*Estabelecer os critérios de organização einterpretação das fontes;*Questionamentos, novas dúvidas e perguntas *Estabelecer relações com outros problemas; *Representar o processo de elaboração do conhecimento vivido; *Recapitular (avalia-se) o que se aprendeu; *Conectar-se com um novo tema ou problema. (Hernadez, p.182, 2000)³
  8. 8. *Autonomia e responsabilidade dos alunos;*Autenticidade (abandona-se a ideia de reprodução de conteúdos prontos e o contexto sociocultural é a base de construção);*A resolução de problemas é o objetivo central de um projeto; *Estrutura-se em fases: a)Formulação do problema b)Planejamento c)Execução d)Avaliação e)Divulgação dos trabalhos
  9. 9. *Concepção globalizante(os alunos analisam osproblemas dentro de umcontexto, integrandoconhecimentos eexperiênciassocioculturais: * Os conteúdos disciplinares ganham significados diversos, aplicando a formação e a interação social do aluno de forma crítica e dinâmica;
  10. 10. Criar ações para que os alunos se apropriem deconhecimentos significativos, definidos a partir daconsideração do processo, experiência econhecimento do grupo; Como surge um projetoO que caracteriza um trabalho com projetos não é aorigem do tema, mas o tratamento dado a essetema, como uma questão do grupo. O foco principalna Pedagogia de Projetos é o envolvimento de todo ogrupo no processo.
  11. 11. 1-Problematização: Etapa inicial em que os alunos expressam suas ideias e conhecimentos sobre o problema levantado;2-Desenvolvimento: Etapa em que são criadas estratégias para a busca da solução do problema inicial. Essas estratégias devem possibilitar a comparação de diferentes pontos de vista e a ampliação das questões. (Ex.: saídas de campo, idas à bibliotecas, uso da TICs, palestras com pessoas que enriqueçam a discussão, etc.)3-Síntese: Etapa que visa a superação das convicçõesiniciais e o surgimento de outras mais complexas quecontribuam na construção e elaboração de novasaprendizagens.
  12. 12. Principalmente em artes oprojeto se torna um atrativo parao aluno, uma vez que apesar dogrande conhecimento e informaçõestrazidas pelo professor ele apenasoferecesse conhecimentos para o aluno. Deixandoque ele descubra e pesquise elementos de seupróprio interesse. É o aluno que mostra a disponibilidade, asensibilidade para pensar e trocar ideias gerandoampliações, inquietações e novas relações.
  13. 13. Segundo Miriam Celeste Martins, o projeto em artes deverá desenvolver três momentos: 1- Avaliação Iniciante – sondagem para levantamento do repertório. De onde começamos? 2-Encaminhamento de ações – levantamento de propostas possíveis, avaliações e re- planejamento. Não começamos do zero, saberes construídos anteriormente devem ser valorizados. A observação constante: -na ação expressiva, no fazer do aluno -no processo de exploração e manipulação de materiais, espaço... -nos objetos de pesquisa , se as temáticas estão presentes nos trabalhos -na preferências estéticas , nos tipos de obras que escolhem -na interação com o grupo, identificando as lideranças e relações interpessoais -na relação entre professor e aluno, vínculos que possam ser construídos 3 –Sistematização –apropriação do conhecimento construído.
  14. 14. No contexto atual , caracterizado por imediatismo dastransformações, competências como pensar, ter ideias e criar sãofundamentais. O trabalho em artes desenvolvido com projetosenvolve a resolução de problemas do contexto atual, por isso podeser um caminho que possibilita o desenvolvimento destaaprendizagem significativa. “...todo ponto de chegada constitui si um novo ponto de partida" (Hernández, 1998, p.48).
  15. 15. A problematização desencadeia um “pensar”, que leva àconstruções criativas com a mediação do professora.Desenvolvemos a autonomia e o protagonismo nasaprendizagens.Essa flexibilização depossibilidades na organizaçãodo trabalho escolar porprojetos onde a linearidadecede lugar para a espiralpromove a inter-relaçãodas diferentes fontes e pontos de vista.
  16. 16. ¹SANTOMÉ, Jurjo Torres. As origens damodalidade de currículo integrado. In:______.Globalização e interdisciplinaridade: o currículointegrado. Porto Alegre: Artes Médicas, 1998.² NOVA ESCOLA. Entrevista com FernandoHernndez. Disponível emhttp://novaescola.abril.com.br/ed/154_ago02/html/repcapa_qdo_hernandez.htm³Hernandez, Fernando. Cultura Visual, Mudançaeducativa e Projetos de Trabalho. Porto Alegre:Artmed, 2000.CELESTE, Mirian. Mediação cultural paraprofessores andarilhos na cultura. Ed. RBB, 2008

×