Proposta de trabalho de grupo
A partir de suas hipóteses e experiências
pedagógicas, estabeleça critérios para identificaç...
Sequência didática/ Projeto
didático
Analisem a proposta de planejamento, considerando as
seguintes questões:
• O planejam...
ANALISANDO AS ETAPAS DE UMA SEQUÊNCIA
ESPELEOLOGIA
OD1. Situação problema - Elaboração de material de consulta para ajudar...
OD4. Estabelecimento de relações entre conhecimentos prévios e os novos
adquiridos.
« Possibilidade do professor intervir ...
OD7 e OD8. Busca de informações com roteiro de pesquisa
perviamente elaborado.
« Conteúdos procedimentais e atitudinais sã...
A Sequência Didática é ...
...um conjunto de atividades ordenadas, estruturadas e
articuladas para a realização de certos ...
Tipos de atividades e articulações
Proposta
Didática
Intenções educacionais
Natureza dos ConteúdosFuncionalidade
Quando a sequência didática torna-se
funcional?
• As atividades propostas suscitam o levantamento de
conhecimento prévio d...
O que dizem os teóricos?...
Leal (2005) sintetiza algumas reflexões realizadas por Brousseau:
Na situação de ação, há suge...
Segundo Antoni Zabala, uma boa sequência segue
os seguintes passos:
• Apresentação de uma situação
problema;
• Levantament...
DIFERENÇAS ENTRE...
PROJETO DIDÁTICO
O planejamento, o
monitoramento e avaliação de
todo o processo se dá de forma
compart...
“[...] Ensinar é difícil e não da para esperar que a
explicação das variáveis que intervêm possa ser feita
por um discurso...
• ...um meio para ampliar a formação de
cidadão de mundo;
• ...uma mudança de perspectivas para
conteúdos (significativos)...
• do que eles já sabem (conhecimentos prévios);
• de seus esquemas precedentes;
• e de suas hipóteses frente ao tema abord...
Projeto é uma avaliação condizente com a
visão de globalização e a intenção de que o
sujeito participe de todas as etapas ...
• Intencionalidade
• Problematização
• Ação
• Experiência
• Pesquisa
Alguns requisitos
básicos no
desenvolvimento do
proje...
Ä Oportuniza a reflexão sobre o currículo e sua funcionalidade;
Ä Organiza as próprias ações (grupo/individual);
Ä Favorec...
• Ter o problema proposto;
• Elaborar hipóteses;
• Fazer observações;
• Experimentar;
• Argumentar com o seu ponto de vist...
•Selecionar variedades de textos;
•Propor problemas;
•Organizar situações que permitam a exposição das
ideias do sujeito;
...
O PROJETO GERA A NECESSIDADE DE APRENDIZAGEM, MAS
POR SI SÓ NÃO GARANTE ESTA APRENDIZAGEM.
O que é necessário?
• Intervenç...
• Após a escolha do tema, definir o problema;
• Organizar um índice especificando o que vão trabalhar;
• Buscar informaçõe...
O QUE JÁ
FIZEMOS?O QUE JÁ
FIZEMOS?
O QUE FOI BOM?O QUE FOI BOM? O QUE AINDAFALTA FAZER?
O QUE AINDAFALTA FAZER?
SERIA MELH...
“Ensinar
não
é
transferir
conhecimentos, mas criar possibilidades
para a sua própria produção ou
construção”.
Paulo Freire...
Sugestões de obras para planejamento de projetos e
sequências didáticas relativas ao campo e à diversidade
cultural (PNLD ...
Planejamento
das ações didáticas
do campo
Escolas da região
urbana
Escola da região
rural
Pensar o
tempo
didático
200 dias...
Princípios Metodológicos da
Alternância
PMA = Aproximação da escola à comunidade.
Pedagogia da Alternância
A chamada Pedagogia da Alternância nasceu em um contexto rural,
no Sudoeste da França, em 1935, a...
Finalidades da alternância presentes na
experiência brasileira
Ä Estratégia de escolarização;
Ä Permanência no meio rural;...
Portanto...
É no cotidiano das relações de trabalho e convívio social que o homem do campo
constrói sua identidade, que co...
Como trabalhar o projeto didático e
sequência didática nas classes
multisseriadas?
É preciso, pois, ativar, por meio da vo...
Atividade em grupo:
PROPOSTA 1-
Produzir, em grupo, uma proposta de projeto didático,
a partir do acervo de livros ofereci...
 Manha.ppt
 Manha.ppt
 Manha.ppt
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Manha.ppt

333 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
333
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Manha.ppt

  1. 1. Proposta de trabalho de grupo A partir de suas hipóteses e experiências pedagógicas, estabeleça critérios para identificação e diferenciação do tipo de planejamento que segue: É um Projeto Didático ou uma Sequência Didática?
  2. 2. Sequência didática/ Projeto didático Analisem a proposta de planejamento, considerando as seguintes questões: • O planejamento proposto é uma sequência ou um projeto pedagógico? • Quais áreas do conhecimento foram contempladas na proposta apresentada? • Quais foram os direitos de aprendizagem contemplados? • Há necessidade de ajuste na proposta analisada? Quais?
  3. 3. ANALISANDO AS ETAPAS DE UMA SEQUÊNCIA ESPELEOLOGIA OD1. Situação problema - Elaboração de material de consulta para ajudar os alunos (guias mirins) a se informarem melhor sobre as cavernas da Chapada. « Conteúdos significativos e funcionais para os alunos (Contextualização). OD2. Leitura de fotos e imagens para identificação das cavernas já conhecidas pelos alunos (Levantamento de conhecimento prévio). « Atividade motivadora que desperta o interesse do aluno. OD3. Disponibilização de textos para busca de informações com propósitos de
  4. 4. OD4. Estabelecimento de relações entre conhecimentos prévios e os novos adquiridos. « Possibilidade do professor intervir na Zona de Desenvolvimento Proximal do aluno (ZDP). OD5. Socialização dos conhecimentos adquiridos sobre as cavernas estudadas (Conclusões). OD6. Retomada do propósito do grupo: produção de livro. Estabelecimento de novas situações de conflito que irão nortear o trabalho da pesquisa de campo e execução do produto final (Motivação e apresentação de desafios). « Estímulo à autoestima e autoconceito dos alunos.
  5. 5. OD7 e OD8. Busca de informações com roteiro de pesquisa perviamente elaborado. « Conteúdos procedimentais e atitudinais são objeto de ensino. OD9. Estabelecimento de relações entre as cavernas locais e outras de regiões diversas (Generalização). OD10. Exercitação/Síntese/Avaliação OD11, OD12, OD13 e OD14. Produção final para avaliação do processo.
  6. 6. A Sequência Didática é ... ...um conjunto de atividades ordenadas, estruturadas e articuladas para a realização de certos objetivos educacionais, que têm princípios e fins conhecidos pelos professores.
  7. 7. Tipos de atividades e articulações Proposta Didática Intenções educacionais Natureza dos ConteúdosFuncionalidade
  8. 8. Quando a sequência didática torna-se funcional? • As atividades propostas suscitam o levantamento de conhecimento prévio dos alunos diante de novos conteúdos de aprendizagem; • Os conteúdos propostos são significativos e funcionais para os alunos; • O conflito cognitivo estabelece relações entre os novos conteúdos e os conhecimentos prévios; • As atividades são motivadoras em relação à aprendizagem dos novos conteúdos;
  9. 9. O que dizem os teóricos?... Leal (2005) sintetiza algumas reflexões realizadas por Brousseau: Na situação de ação, há sugestão de um problema a ser resolvido a partir dos conhecimentos prévios de que os alunos já dispõem. Na situação de formulação, o professor sugere uma atividade (ou mais de uma) em que os alunos precisam explicitar para os colegas (em dupla, trio ou grupo maior) as estratégias que eles usaram para encontrar as respostas. Nesse momento, eles discutem entre pares as repostas encontradas. Na situação de validação, os alunos resolvem novas atividades utilizando os conhecimentos que construíram em dupla ou em grupo. Por fim, na situação de institucionalização, o professor atua como organizador das informações, sistematizando os conhecimentos e ajudando os alunos a integrarem as informações disponibilizadas durante toda a sequência. (p. 123)
  10. 10. Segundo Antoni Zabala, uma boa sequência segue os seguintes passos: • Apresentação de uma situação problema; • Levantamento dos conhecimentos prévios; • Busca de informações; • Elaboração das conclusões; • Generalização das conclusões e sínteses;
  11. 11. DIFERENÇAS ENTRE... PROJETO DIDÁTICO O planejamento, o monitoramento e avaliação de todo o processo se dá de forma compartilhada. SEQUÊNCIA DIDÁTICA Pode-se pensar em produtos finais fundamentais com o engajamento dos alunos, mas o planejamento didático das atividades e a ordem do plano geral é centrado no professor.
  12. 12. “[...] Ensinar é difícil e não da para esperar que a explicação das variáveis que intervêm possa ser feita por um discurso simplista. Agora, tampouco devemos perder de vista que em grande parte, poder trabalhar desde este marco implica uma atitude construtiva – baseada no conhecimento e na reflexão -, que contribui para que nossas intervenções, talvez de forma intuitiva em grande parte, se ajustem às necessidades dos alunos que temos em frente, nos levem a incentivá-los, a ver seus aspectos positivos, a avaliá-los conforme seus esforços e a atuar como o apoio de que necessitam para seguir“. (ZABALA, 1998)
  13. 13. • ...um meio para ampliar a formação de cidadão de mundo; • ...uma mudança de perspectivas para conteúdos (significativos); • ... desenvolver uma dinâmica de “ir e vir”. Trabalhar com Projeto Didático é ...
  14. 14. • do que eles já sabem (conhecimentos prévios); • de seus esquemas precedentes; • e de suas hipóteses frente ao tema abordado. COMO INICIAR UM PROJETO NUM GRUPO?
  15. 15. Projeto é uma avaliação condizente com a visão de globalização e a intenção de que o sujeito participe de todas as etapas do processo educativo. PRESSUPOSTO BÁSICO PARTICIPAÇÃO
  16. 16. • Intencionalidade • Problematização • Ação • Experiência • Pesquisa Alguns requisitos básicos no desenvolvimento do projeto:
  17. 17. Ä Oportuniza a reflexão sobre o currículo e sua funcionalidade; Ä Organiza as próprias ações (grupo/individual); Ä Favorece clareza e precisão da própria ação; Ä Gera situações de aprendizagens – reais, contextualizadas, diversificadas e significativas; Ä Integra e relaciona os temas abordados em atividades interdisciplinares; Ä Considera a atuação do aluno como sujeito da sua própria aprendizagem; Ä Permite (por parte do professor) uma estruturação lógica e sequencial dos temas tratados; Ä Dá funcionalidade (propósito social) ao que vai sendo aprendido.   VANTAGENS DO TRABALHO COM PROJETO:
  18. 18. • Ter o problema proposto; • Elaborar hipóteses; • Fazer observações; • Experimentar; • Argumentar com o seu ponto de vista; • Socializar as ideias; • Analisar os erros. O QUE É PRECISO PARA TER UMA PRÁTICA DINÂMICA E CONTEXTUALIZADA?
  19. 19. •Selecionar variedades de textos; •Propor problemas; •Organizar situações que permitam a exposição das ideias do sujeito; •Intervir no sentido de criar ações para que a apropriação do saber ocorra de forma significativa; •Garantir que o problema passe a ser de todos. ENTÃO, É PRECISO...
  20. 20. O PROJETO GERA A NECESSIDADE DE APRENDIZAGEM, MAS POR SI SÓ NÃO GARANTE ESTA APRENDIZAGEM. O que é necessário? • Intervenção do professor – mediação; • Sequências didáticas; • Atividades significativas.
  21. 21. • Após a escolha do tema, definir o problema; • Organizar um índice especificando o que vão trabalhar; • Buscar informações que contemplem e ampliem a argumentação inicial do projeto; • Tratar as informações socializando e discutindo as ideias; • Envolver-se na construção do empreendimento como produto do projeto; • Avaliar todo processo = O que já sei? O que ainda preciso saber para a solução do problema? As ações da criança no projeto
  22. 22. O QUE JÁ FIZEMOS?O QUE JÁ FIZEMOS? O QUE FOI BOM?O QUE FOI BOM? O QUE AINDAFALTA FAZER? O QUE AINDAFALTA FAZER? SERIA MELHOR SE...? SERIA MELHOR SE...?
  23. 23. “Ensinar não é transferir conhecimentos, mas criar possibilidades para a sua própria produção ou construção”. Paulo Freire,1996.
  24. 24. Sugestões de obras para planejamento de projetos e sequências didáticas relativas ao campo e à diversidade cultural (PNLD Obras Complementares 2013)
  25. 25. Planejamento das ações didáticas do campo Escolas da região urbana Escola da região rural Pensar o tempo didático 200 dias letivos; Finais de semanas; Feriados Princípios Metodológicos da Alternância
  26. 26. Princípios Metodológicos da Alternância PMA = Aproximação da escola à comunidade.
  27. 27. Pedagogia da Alternância A chamada Pedagogia da Alternância nasceu em um contexto rural, no Sudoeste da França, em 1935, através da iniciativa de pais agricultores preocupados com a formação dos seus filhos. (RIBEIRO, 2008) Nessa experiência, com vistas ao desenvolvimento local e sem que isso significasse filiação a algum projeto político específico, propunha- se um tempo de trabalho na comunidade e outro tempo de trabalhos escolares, ou seja, um período de tempo em que as crianças frequentavam a escola e outro período em que conviviam com seus familiares nos espaços produtivos. Este princípio já estava, contudo, presente na defesa da união entre ensino e trabalho, herdada pela tradição marxista dos socialistas utópicos no século XIX. Marx e Engels o pensavam no bojo de uma estratégia revolucionária, que visava à disputa pelo controle do processo produtivo no chão das fábricas (NOGUEIRA, 1990). Caderno do Campo – Unidade 06 p. 10.
  28. 28. Finalidades da alternância presentes na experiência brasileira Ä Estratégia de escolarização; Ä Permanência no meio rural; Ä Possibilidade do jovem no meio familiar; Ä Importância da mão de obra dos membros familiar; Ä Qualificação técnica dos jovens.
  29. 29. Portanto... É no cotidiano das relações de trabalho e convívio social que o homem do campo constrói sua identidade, que como sujeito histórico é determinado por um conjunto de relações econômicas e culturais da sociedade. O currículo deve garantir o direito de aprendizagem procurando relacionar os temas que são relevantes para a comunidade onde o sujeito está inserido. O professor deve entender que a criança formula ideias, reflete e constrói conhecimento. Nesse contexto, o professor deve trabalhar atividades mais significativas e interessantes que contribuam para a construção de novos conhecimentos sem desmerecer o já adquirido. Então...
  30. 30. Como trabalhar o projeto didático e sequência didática nas classes multisseriadas? É preciso, pois, ativar, por meio da voz das crianças, não apenas suas curiosidades, mas também seus conhecimentos prévios e suas vivências na comunidade. É com base no conhecimento acerca do que as crianças já sabem, porque aprenderam em suas comunidades, que se podem traçar planejamentos consistentes para que elas aprendam o que não sabem ainda.Caderno do Campo – Unidade 06 p. 15.
  31. 31. Atividade em grupo: PROPOSTA 1- Produzir, em grupo, uma proposta de projeto didático, a partir do acervo de livros oferecido no caderno do PACTO – Campo Unidade 06 e em consonância com os “Direitos de Aprendizagens” das áreas afins. SLIDE 34; (40min). PROPOSTA 2- Produzir, em grupo, uma proposta de projeto didático: - escolhendo um ano para trabalhar (1ᵒ, 2ᵒ ou 3ᵒ); - definindo um único tema; - articulando as áreas do conhecimento e os componentes curriculares; - contemplando os direitos de aprendizagem e a apropriação do SEA; - atentando para a inserção dos gêneros textuais e a perspectiva de letramento.

×