02 fichamento projetos soniamarisrittmann_em processo

4.960 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.960
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
100
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
30
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

02 fichamento projetos soniamarisrittmann_em processo

  1. 1. Nome: Sônia Maris RittmannEixo articulador: Atelier de ArtesNome do objeto de aprendizagem: Caixa de PandoraModalidade/Nível de Ensino: 1º ano do Ensino MédioTítulo do projeto 01: Mapa Conceitual – Explorando relações significativas naHistória da ArteAutor(a): Sônia Maris RittmannDados do projetoSúmula:O presente projeto pretende estudar as transformações ocorridas na História da Arte,situando algumas obras específicas (pranchas), relacionando conhecimentos prévios aosnovos conhecimentos adquiridos, através da construção de um Mapa Conceitual (virtualou não) coletivamente.Conhecimento em arte que o aluno poderá construir: • História da Arte: Arte Acadêmica, Arte Moderna e Arte Contemporânea; • Periodização da história da arte; • Movimentos artísticos e estéticos; • Linguagens artísticas estéticas predominantes;Vínculo curricular interdisciplinar:Além da Arte, pode-se trabalhar o Mapa Conceitual com as disciplinas de Literatura eHistória.Qual o melhor espaço para desenvolvê-lo: sala de aula ou laboratório de informáticaConhecimento prévio trabalhado pelo professor com o aluno:Seria interessante que o aluno (1º ano do Ensino Médio) tivesse algumas noções deinformática (caso usemos o aplicativo CMapTools).Estratégias e recursos para o projeto
  2. 2. Desenvolvimento- Pesquisa (virtual ou não) dos períodos a serem mapeados;- Levantamento das informações sobre as obras escolhidas para compor o Mapa;- Elaboração de um banco de imagens: virtual, caso usemos o CMaps; físico (fotografias,xerox, recortes de revistas) caso o Mapa seja concreto;- Construção de um mini-glossário de artes visuais;- Construção do Mapa Conceitual individual (virtual) e um coletivo por grupo (físico);RecursosLista de materiais que será utilizada para este projeto: Materiais coletivos: • Para o trabalho virtual: O programa IHMC CMapTools para instalação nos computadores (caso seja essa a opção de trabalho) armazenado em um pendrive; Para pesquisa física: livros de arte, fichas e postais com imagens, pranchas; Materiais individuais: • Para o Mapa virtual não há necessidade de materiais (desde que tenhamos acesso à Internet); • Para o Mapa físico, precisamos solicitar que os alunos tragam material de uso diário para arte: tesoura, fita crepe, cola bastão, lápis de cor, canetas coloridas, réguas, xerox ou fotografias das imagens a serem estudadas, papel cartaz ou papel pardo (um para cada grupo), (são aqueles materiais que devem ser solicitados com antecedência para os alunos), caderno de notas (para o glossário);Recursos complementaresSala de informática para acesso à Internet.CMapTools (noções básicas): http://penta2.ufrgs.br/edutools/tutcmaps/tutindicecmap.htmCMapTools (tutorial no youtube): http://www.youtube.com/watch?v=LiSaVWWEp4oDVDs (acervo Arte na Escola)Glossário de Arte: http://www.pitoresco.com.br/art_data/index.htmPrincipais referências bibliográficas:GOMBRICH,Ernest H. A História da Arte. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1993.História da Arte: http://www.historiadaarte.com.br/Historia_da_Arte/Inicial.htmlLinha do Tempo: http://www.ensinoarterede-eav.org.br/matApoio/linhaDoTempo/index.htmMapa Conceitual Ler é Arte:https://picasaweb.google.com/116069337243829732128/Videos#5491591621943053762
  3. 3. Título do projeto 02: Corpo e Alma - oficina de desenho e expressividadeAutor(a): Sônia Maris RittmannDados do projetoSúmula:O presente projeto tem como objetivo principal o desenvolvimento expressivo através dodesenho, partindo da leitura de imagens, explorando materiais e técnicas diversas, comênfase na Figura Humana.Conhecimento em arte que o aluno poderá construir: • Leitura a apreciação de imagens (pranchas e postais) de Figuras Humanas; • Elementos da linguagem visual (ponto, linha, plano, cor, volume, textura, etc.); • Elementos básicos de composição (profundidade, luz, sombra, equilíbrio, simetria, etc.); • Introdução: Bidimensional e tridimensional; • Noções básicas de desenho (explorando diferentes materiais e suportes); • Técnicas de desenho: desenho cego, desenho a partir de manequim articulado, desenho a partir de um modelo vivo, desenho esquemático); • Figura Humana (proporções, anatomia, expressão corporal, movimento); • A representação da Figura Humana através do Tempo;Vínculo curricular interdisciplinar:Além da Arte, pode-se trabalhar o desenho da Figura Humana com as disciplinas deBiologia e Educação Física.Qual o melhor espaço para desenvolvê-lo: Esse projeto pode utilizar vários espaços,começando pela sala de aula, passando pelo pátio da escola, podendo ainda extrapolaros muros da escola (espaços públicos), incluindo uma visitação a um museu ou outrainstituição tanto para a apreciação de obras in loco, como para a execução dos desenhosde observação.Conhecimento prévio trabalhado pelo professor com o aluno:Para a realização da Oficina de Desenho não há necessidade de conhecimentos préviosespecíficos. Todos podem participar sem receio. Basta apenas a vontade de se expressaratravés do desenho.Estratégias e recursos para o projetoDesenvolvimento
  4. 4. • Leitura a apreciação de imagens (pranchas e postais) de Figuras Humanas; • Exploração dos materiais disponíveis virtual ou fisicamente (fichas, livros, postais, pranchas); • Exercícios de produção artística a partir das diferentes técnicas de desenho: desenho cego, desenho a partir de manequim articulado, desenho a partir de um modelo vivo, desenho esquemático), explorando materiais e suportes diversos; • Criação de um portfólio individual de trabalhos artísticos realizados durante a oficina.Recursos Materiais coletivos: • Manequim articulado (30 cm), postais e pranchas de imagens, materiais de desenho (lápis, borracha, papeis), banco de imagens e livros de desenho em pdf (pendrive), DVDs Arte na Escola. Materiais individuais: • Lápis 6B, folhas de desenho A4, bloco para anotações, prancheta para apoiar as folhas de desenho, borracha macia para desenho, e qualquer outro material que julgar necessário, de acordo com o desenvolvimento do projeto.Recursos complementaresSala de informática para acesso à Internet.Sala de vídeo para apreciação dos slides e DVDs;DVDs (acervo Arte na Escola)Principais referências bibliográficas:Curso Básico de Figura Humana (exercícios): http://pt.scribd.com/doc/95383322/Curso-Completo-de-Desenho-Figura-HumanaDONDIS, Donis A. Sintaxe da Linguagem Visual.http://www3.uma.pt/dmfe/DONDIS_Sintaxe_da_Linguagem_Visual.pdfDVDs Arte na EscolaEDWARDS, Betty. Desenhando com o lado direito do cérebro. Ed. Ediouro, 1979. Riode janeiro, RJ.Fundação Ibere Camargo: http://www.iberecamargo.org.br/site/default.aspxHistória do Desenho. Infoescola. http://www.infoescola.com/artes/historia-do-desenho/VANDERPOEL, J.H. O desenho da figura Humana.http://pt.scribd.com/doc/29480467/Desenho-Da-Figura-Humana-JH
  5. 5. Título do projeto 03: Pintando o Set(e) – Oficina de PinturaAutor(a): Sônia Maris RittmannDados do projetoSúmula:O presente projeto pretende possibilitar aos alunos a pesquisa, a apreciação e a produçãoda pintura a partir de diferentes materiais e técnicas em pintura artística (óleo, acrílica,guache), de forma que possibilite a reflexão sobre os aspectos expressivos da pintura.Conhecimento em arte que o aluno poderá construir:Elementos da linguagem visual (ponto, forma, textura, volume, mancha, cor, movimento,composição, luz, contraste)Vínculo curricular interdisciplinar:(caso tenha algum, informar a disciplina e a abordagem a ser feita)Qual o melhor espaço para desenvolvê-lo:Para realização desse projeto, podemos utilizar tanto a sala de aula convencional, comopodemos realizar as atividades de pintura ao ar livre (caso o tempo permita); para asatividades que envolvem pesquisa o ideal é que utilizemos a sala de informática; para asatividades que necessitam de suporte de vídeo, o ideal é utilizarmos a sala de vídeo, comequipamento data-show, telão e sistema de som adequado.Conhecimento prévio trabalhado pelo professor com o aluno:Estratégias e recursos para o projetoDesenvolvimentoApreciar imagens de diferentes artistas que utilizam a pintura como forma de expressãonos diferentes períodos da História da Arte (da pintura rupestre a arte contemporânea);Retomar conceitos sobre os fundamentos da linguagem visual;Pesquisar sobre as técnicas de pintura (guache, óleo, acrílica);Experimentar as diferentes técnicas através do desenvolvimento de uma produção poéticapessoal;Anotar impressões e descobertas feitas durante o processo, comparando os resultadosobtidos com cada uma das técnicas;Recursos
  6. 6. Materiais coletivos: • Postais e pranchas de imagens, materiais de pintura (cavalete, “mata-vontade”, pinceis, espátulas, tintas, paletas) em exposição no Objeto de Aprendizagem; banco de imagens e slides sobre os Fundamentos da Linguagem Visual em pdf (pendrive), DVDs Arte na Escola. Materiais individuais: • Tintas (específicas para cada técnica), pinceis, panos de limpeza, paleta (ou godê), suportes (tela, lona, tecido, papelão), plástico para cobrir as mesas, o chão ou a parede (escolha pessoal) e qualquer outro material que julgar necessário, de acordo com o desenvolvimento do projeto.Recursos complementaresSala de informática para pesquisa (lsugestões de sites de pesquisa);Sala de vídeo para apreciação dos slides;Slides em pdf sobre os Elementos da Linguagem Visual;Principais referências bibliográficas:DONDIS, Donis A. Sintaxe da Linguagem Visual.http://www3.uma.pt/dmfe/DONDIS_Sintaxe_da_Linguagem_Visual.pdfEnciclopédia de Arte Visuais do Itaucultural.http://www.itaucultural.org.br/aplicexternas/enciclopedia_ic/index.cfmFundação Ibere Camargo: http://www.iberecamargo.org.br/site/default.aspxTítulo do projeto 04: Fotografia: olhando o mundo através de outras lentes.Autor(a): Sônia Maris RittmannDados do projetoSúmula:O presente projeto tem como premissa entender o processo fotográfico para além de umatécnica de reprodução, através da pesquisa da história da fotografia, dos grandes nomesda fotografia mundial, das diferentes funções que a fotografia exerce no mundocontemporâneo.Conhecimento em arte que o aluno poderá construir:Fotografia enquanto linguagem artística;Elementos básicos: planos, foco, movimetno, cor, textura. Iluminação, perspectivas,equilíbrio e composição; regra dos terços;
  7. 7. Vínculo curricular interdisciplinar:Seria interessante trabalhar em conjunto com a disciplina de sociologia e história.Qual o melhor espaço para desenvolvê-lo:O espaço ideal para a realização desse projeto é a sala de informática com acesso aossoftwares de edição de imagens disponíveis online. Além disso, para os exercíciospráticos, espaços abertos e públicos são também muito bem-vindos.Conhecimento prévio trabalhado pelo professor com o aluno:Algumas noções básicas sobre fotografia são desejáveis mas não imprescindíveis. Pode-se realizar um trabalho interessante mesmo com quem nunca apontou uma câmera navida.Estratégias e recursos para o projetoDesenvolvimentoApreciação e leitura de imagens de grandes fotógrafos mundiais (banco de imagens), comespecial atenção para a fotografia de Claudia Andújar (prancha), Sebastião Salgado, VikMuniz;Jogo interativo sobre a fotografia;Pesquisa da história da fotografia, do analógico ao digital, as transformações ocorridas emtempos e contextos diferentes;Leitura do texto: A fotografia e a Web;Estudo dos diferentes usos e funções da fotografia ontem e hoje;O uso do celular como ferramenta de captura de imagens;Instagram, benção ou maldição?A banalização das imagens;A fotografia como linguagem a serviço da arte;Tratamento de imagens - programas que podemos utilizar: editores, álbuns online,utilitários;Experimentação fotográfica a partir de um novo olhar, produzindo suas própriasfotografias, experimentando os recursos expressivos da linguagem fotográfica em suascriações.Recursos Materiais coletivos (Caixa de Pandora): • Banco de imagens e vídeo (pendrive); • Programas de edição de imagens (Picasa, Photoshop, etc.); • Máquinas fotográficas (acervo pessoal) analógica e digital;; • Postais de fotos antigas e novas Revistas sobre fotografia (acervo pessoal); • Pranchas de imagens; • Materiais individuais
  8. 8. • Máquina fotográfica ou celular com câmera; • Pendrive para armazenamento das imagens; • Bloco para anotações;Recursos complementaresEditores de imagens:Pixlr. Editor de imagens online. http://pixlr.com/editor/Sites sobre fotógrafos e fotografias:Ajuste o foco. http://ajusteofoco.blogspot.com.br/Master of Photography. Sebastião Salgado.http://www.masters-of-photography.com/S/salgado/salgado_covers_full.htmlOlhares.com. http://olhares.uol.com.br/Jogo educativo Itaucultural-Fotografia. http://www.itaucultural.org.br/fotografia/abertura.htmlPesquisa:Vídeo:http://www.youtube.com/watch?v=Oj2gU13A3qc&feature=relatedPrincipais referências bibliográficas:BARBOSA, Ana Mae. A imagem no ensino da arte: anos oitenta e novos tempos SãoPaulo: Perspectiva: Porto Alegre: Fundação IOCHPE, 1991.Miasato, Lea. Fotografia: olhar que olha para dentro e para fora. Disponível emhttp://www.artenaescola.org.br/sala_relato.php?id_relato=165 Acesso em 03/04/2011.Título do projeto 05: Arte Postal – linguagem, comunicação e história a serviço daArte.Autor(a): Sônia Maris RittmannDados do projetoSúmula: O presente projeto é uma proposta de resgate histórico e cultural da ARTEPOSTAL; através da pesquisa sobre as origens políticas e sociais do movimento; dasconvocatórias de artistas; do desenvolvimento de poéticas pessoais na elaboração dospostais explorando diferentes linguagens (desenho, pintura, colagem, fotografia,decoupagem, costuras).
  9. 9. Conhecimento em arte que o aluno poderá construir:Processos de criação de postais com técnicas variadas;História social. Política e artística da arte Postal;Leitura de imagens;Compreensão do circuito da correspondência concreta (correio) e virtual (internet) dospostais;Vínculo curricular interdisciplinar:Possíveis vínculos interdisciplinares com as disciplinas de História, Geografia, LínguaPortuguesa, Línguas Estrangeiras (inglês e espanhol) e Sociologia.Qual o melhor espaço para desenvolvê-lo: laboratório de informática para as pesquisasna internet e sala de aula para produção dos postais.Conhecimento prévio trabalhado pelo professor com o aluno:Diálogo inicial sobre comunicação, ontem e hoje; como os pais ou avós se comunicavam?O que eles sabem sobre o sistema de correios (CEP, selos, endereços, UF, remetente,destinatário, etc.)? O que sabem sobre cartas e postais? Já receberam algumacorrespondência?Investigar se os alunos conhecem os elementos constitutivos de um cartão postal(imagem, legenda, mensagem, destinatário, remetente, carimbos). Caso não tenham,deve-se possibilitar o aprendizado desses conhecimentos para um melhordesenvolvimento do projeto.Estratégias e recursos para o projetoDesenvolvimento • Vídeo Arte Postal: um modo diferente de tratar a Arte¹; • Apreciação e leitura de imagens da Arte Postal; • Pesquisa na internet sobre ARTE POSTAL – contexto histórico e cultural, no mundo e no Brasil, principais artistas que se utilizaram a ARTE POSTAL como forma de expressão, técnicas, suportes, formatos, etc. • Produção de Postais com a temática da Figura Humana; • Retomada das pesquisas e discussão em aula sobre a destinação que daremos aos postais, as “convocatórias” de arte postal (exposição, remessa a outra escola, troca de postais com outro país de escolha dos alunos, etc.). • Circulação dos postais, ontem (correios) e hoje (internet).Recursos Materiais coletivos • Pranchas de imagens e postais diversos; • Banco de imagens com produções em Arte Postal; •
  10. 10. Materiais individuais • Os materiais utilizados na confecção dos postais devem ser solicitados aos alunos na primeira aula: lápis preto, lápis de cor, giz de cera, tesoura, cola bastão, recortes de revistas, carimbos diversos (que foram confeccionados artesanalmente em outra aula), tintas, canetinhas, adesivos, lápis de cor, fotografias, ou outro material que os alunos julguem interessante para a confecção de sua ARTE POSTAL.Recursos complementares(p.e.x: sites, programas de computação,filme, etc.)Sala de vídeo para apreciação dos slides;Sala de informática para pesquisa;Arte Postal http://plurissignificacao.blogspot.com.br/2011/05/plano-de-aula-arte-postal.htmlArte Postal. Wikipedia. http://pt.wikipedia.org/wiki/Arte_postalVídeo: Breve histórico da arte postal.http://www.youtube.com/watch?v=ayl6BXd2uR4&NR=1Arte Postal. Blog Coletivo. http://artepostaloslivros.blogspot.com.br/Principais referências bibliográficas:Arte Postal-o correio é a alternativa. http://paginas.ufrgs.br/alcar/encontros-nacionais-1/7o-encontro-2009-1/O%20correio%20e%20a%20alternativa.pdfArte Postal: a correspondência com valor artístico.http://educacao.uol.com.br/artes/arte-postal.jhtmArte Postal e suas poéticas.http://www.trilhas.iar.unicamp.br/artepostal/artepostal.htmA arte que cabe na palma da mão...http://www.anpap.org.br/anais/2009/pdf/ceav/lilian_quelle_santos_de_queiroz.pdfTítulo do projeto 06: Atelier de linguagem tridimensionalAutor(a): Sônia Maris RittmannDados do projeto
  11. 11. Súmula:O presente projeto pretende desenvolver um trabalho e pesquisa e criação de objetostridimensionais a partir de diferentes técnicas e materiais.Conhecimento em arte que o aluno poderá construir:Linguagem tridimensional;Noções de volume e espaço;História da arte: a escultura no tempo e no espaço;O Objeto na arte;Os diversos materiais que podemos utilizar na elaboração de um objeto tridimensional(argila, pedra, metal, madeira, areia, papel, etc.);O perene e o efêmero na arte;3D, do real ao virtual;Vínculo curricular interdisciplinar:(caso tenha algum, informar a disciplina e a abordagem a ser feita)Qual o melhor espaço para desenvolvê-lo:O melhor espaço para o desenvolvimento desse projeto é a própria sala de aula, devendo,no entanto, as pesquisas na Internet serem realizadas na sala de informática;Conhecimento prévio trabalhado pelo professor com o aluno:Noções básicas dos elementos da linguagem bidimensional;Caso o aluno não possua esses conhecimentos, revisar noções de linha, superfície,planos, dando ênfase às diferenças especificidades do bidimensional e o tridimensional;Estratégias e recursos para o projetoDesenvolvimento(descrição das etapas básicas das atividades)Apreciação e leitura de imagens. (banco de imagens);Pesquisa sobre a linguagem bidimensional e tridimensional (Internet);Pesquisa sobre a evolução da escultura ao longo do tempo (Internet);Pesquisa de algumas técnicas de produção artística utilizando-se da linguagemtridimensional;Escolha de uma técnica para elaboração de um trabalho que poderá ser individual ou emdupla;Recursos Materiais coletivos • Pranchas de imagens; • Vídeos (pendrive); • Escultura em Madeira (Pinóquio); • Manequim articulado; • Bicho-livro (inspirado em Lygia Clark);
  12. 12. Materiais individuais • Os materiais utilizados para confecção do Objeto Tridimensional devem ser trazidos de casa pelos alunos: Papelão, tesoura, cola, arame, alicate, linhas, barbantes, tintas, pinceis, panos, avental, cola-quente, sucatas diversas, e outros materiais que possam ser utilizados na confecção do objeto, de acordo com a intenção- projeto de cada aluno ou dupla)Recursos complementaresVídeo: Bidimensional e Tridimensional.http://www.youtube.com/watch?v=TFW_uCod9xYSugestão de vídeos:Amílcar de Castro http://www.youtube.com/watch?v=UBfOi2D_rt8Nackle http://www.youtube.com/watch?v=DAAFTAA9v8IFrancisco Brennand http://www.youtube.com/watch?v=ewrrUKXwq94Frans Krajcberg http://www.youtube.com/watch?v=EMQqNKYXuvULygia Clark http://www.youtube.com/watch?v=86E374Ba4RMEscultura inflável http://www.youtube.com/watch?v=m8MYomDH4ngesculturas em papel http://www.youtube.com/watch?v=DLwGf4tRlZQCuriosidade: Guernica de Picasso em 3Dhttp://expresso-elumini.blogspot.com.br/2012/06/tecnologia-3d-e-arte.htmlPrincipais referências bibliográficas:Tridimensionalidade: superfícies que se encaixam. Portal do professor. MEC.http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=6928Título do projeto 07: Retratos Encenados: The Festival of Living ArtAutor(a): Sônia Maris RittmannDados do projeto
  13. 13. Súmula:Trata-se de um projeto de re-criação de cenas de obras de arte e da cultura visual emfotografia, vídeo, teatro onde os alunos representam através de paródias dos originais. Ainspiração e fonte de pesquisa parte nos Video Portraits de Bob Wilson (que vimos noPorto Em Cena de 2010) e no vídeo da banda Hold Your Horses, que vimos no SeminárioIntegrador.Conhecimento em arte que o aluno poderá construir:Leitura de imagens;Re-leitura;Composição e tema;Técnica de pintura;Perspectiva, luz e cor;Noções de espaço;Passagem do bi ao tridimensional;Manipulação e edição de imagens em foto e vídeo;Noções de cena dramática (teatro);Vínculo curricular interdisciplinar:Teatro;História;Qual o melhor espaço para desenvolvê-lo:Sala de aula para planejamento e confecção dos materiais de cena;Sala de informática para pesquisas;Sala de vídeo para apreciação dos vídeos e discussões temáticas;Conhecimento prévio trabalhado pelo professor com o aluno:Noções básicas de edição de imagens em fotografia e vídeo;Estratégias e recursos para o projetoDesenvolvimentoLeitura e apreciação de imagens a partir de slides (banco de imagens);Cada grupo de alunos deverá escolher uma obra de arte da apresentadas para fins deaprofundar a pesquisa e criar sua re-leitura através de uma das linguagens artísticas emestudo: fotografia, vídeo, ou um híbrido do dois; as cenas podem ainda ser montadascomo um esquete teatral, ou uma dança;Criação e montagem da cena escolhida para registro em fotografia ou vídeo;A intenção é que os alunos consigam recriar o clima, a atmosfera, a dramaticidade dealguma obra de arte, personificando elementos plásticos ou personagens.Apresentação dos trabalhos finalizados para os colegas, discussão sobre a execução e
  14. 14. avaliação do processo e dos resultados obtidos;Exposição dos trabalhos para outras turmas da escola, com o objetivo de socializar otrabalho, através de uma mostra que poderá se chamar “The Festival of Living Art”;Recursos Materiais coletivos • Pranchas de imagens; • Banco de Imagens de obra de arte (pendrive); Materiais individuais • Os materiais utilizados para criação dos retratos encenados das obras escolhidas dependeram da técnica escolhida para realização dos mesmos; •Recursos complementaresVídeos:70 Million by Hold Your Horses.:http://www.youtube.com/watch?v=erbd9cZpxpsRobert Wilson. Vídeo-Portraits. Snatander Cultural.http://www.youtube.com/watch?v=0fz-BuCY7FkPrincipais referências bibliográficas:Tela Viva: arte na escola UFRGShttp://artenaescolaufrgs.blogspot.com.br/2009/08/tela-viva.html

×