Caixa de Pandora apresentação 2013

662 visualizações

Publicada em

apresentação para banca ufrgs 2013 artes visuais

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
662
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
53
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Caixa de Pandora apresentação 2013

  1. 1. Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Artes Licenciatura em Artes Visuais Modalidade à Distância Objeto de AprendizagemCaixa de Pandora: da narrativa textual à narrativa visual Sônia Maris Rittmann Orientadora: Profª Drª Umbelina Barreto 2013
  2. 2. O começo...• O artigo resgata parte da memória poética de uma contadora de histórias, em que a linguagem presente nas narrativas era, inicialmente, somente as palavras.• No texto é enfocada a transformação ocorrida durante o curso de formação em Artes Visuais, no Curso de Licenciatura em Artes Visuais modalidade à distância da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, onde a imagem ganha lugar de destaque e passa a ser a principal linguagem utilizada para que essas histórias se transformem em ferramenta indispensável para o ensino e aprendizagem de arte.• O livro-objeto Caixa de Pandora é abordado na sequência ao ser colocado como um símbolo dessa transformação em função das escolhas realizadas.• São focalizadas as narrativas visuais ao lado das narrativas verbais, evidenciando e articulando a relação entre a imagem e a palavra, vista como uma apropriação essencial ao professor de artes visuais, em que a Caixa de Pandora passa a ser apresentada como um objeto de aprendizagem fundamental nesse processo.• Palavras chave: Objeto de aprendizagem. Narrativa visual. Linguagem. Palavra. Imagem. Livro-objeto.
  3. 3. A memória Mapas imagináriosAlguns livros do acervo de meu nas páginas da infância:pai que encantaram minha Interferência no livro As aventuras de Tibicuera,infância de Erico Veríssimo, Editora Globo, 1963
  4. 4. As linguagens• Eixo articulador: Atelier de Artes Visuais;• Linguagens artísticas: pintura, escultura, fotografia;• Pranchas de imagens de obras:• Candido Portinari, Retirantes, Óleo s/ tela, 176 x 190cm, 1944;• Claudia Andújar, Série Marcados, fotografia (políptico), 1981-1983;• Michelangelo Buanarotti, Pietá, escultura em mármore, 1448;• Sete projetos educativos em artes visuais desenvolvidos com foco no ensino médio
  5. 5. Michelangelo Buanarotti, Pietá, escultura em mármore, 1448.Cândido Portinari, Retirantes, Claudia Andújar, Série Marcados,pintura a óleo sobre tela,190cm X 180cm, 1944. fotografia (políptico), 1981-1983.
  6. 6. Objeto de aprendizagem• O Objeto de Aprendizagem Caixa de Pandora partiu de uma pesquisa sobre os livros de artista e livros objetos, entendendo que o livro-objeto “não precisa ser um livro, bastando ser a ele referente, mesmo que remotamente” (SILVEIRA, 2001, p. 25).
  7. 7. PandoraPandora - Chauncey Bradley Ives (1812-1894), EUA, Estátua de mármore - 147,3 X 43,2 X 42,5 cm,1871, Brooklyn Museum.
  8. 8. Susan Collard, Tripytch for Michael, 2004.• Arquitetura (...) edifícios (...) espaços em que se move através.• Expansão e contração, variedade e repetição, caráter aberto e encerramento:• No final, o que importa é o movimento, memória e percepção.• Livro como uma série de espaços fluidos.• Para mim, os livros tendem a se desdobrar como os quartos de uma casa, enigmática, inacabada. (...) (COLLARD, 2012)
  9. 9. Projetos em processo...• Partindo da ideia de movimento, memória e percepção trazida por Collard, foi pensada e posta em prática a construção de uma “caixa” articulada como um pequeno biombo, que evocasse a percepção sensorial e visual, em que cada “folha-página” traria alguns materiais significativos das linguagens exploradas nos projetos de ensino e aprendizagem.
  10. 10. O corpo: Caixa de PandoraO Objeto de Aprendizagem: Caixa de Pandora (um atelier em processo)
  11. 11. Caixa de Pandora: alguns nichos
  12. 12. A alma• Penso que o ser humano deva ser o centro de interesse de qualquer projeto, e o projeto de aprendizagem que foi pensado para a Caixa de Pandora não foge a regra: seres humanos querendo aprender, querendo sobreviver, querendo ser felizes.• Não importa a origem, a crença, a língua, a cor. Essa é a alma da Caixa de Pandora: o ser humano aprendente e feliz.• O ser humano que pensa, que sofre, que aprende, que se transforma e se transformando, transforma o mundo em que vive.
  13. 13. Considerações finais...• Penso que essa seja uma das funções da arte, pois se não tem o poder de transformar completamente o mundo e acabar com todo sofrimento, ao menos ela pode amenizar o mal do mundo, tornando nossos corações mais sensíveis e humanos.• Creio que essa seja também a mensagem da Caixa de Pandora: que mesmo com todo o mal, com todo o sofrimento infringido aos seres humanos, ainda guardamos dentro de nossos corações a Esperança, e é ela que nos move e que nos faz querer ser, a cada vez, seres humanos melhores.

×