SlideShare uma empresa Scribd logo
Parâmetros Curriculares Nacionais
de Matemática:
Tratamento da Informação
Objetivos:1º ciclo
• Leitura e interpretação de informações contidas em imagens
• Coleta e organização de informações
• Criação de registros pessoais para comunicação das
informações coletadas
• Exploração da função do número como código na
organização de informações (linhas de ônibus, telefones, de
identidade, roupas, entre outras)
Interpretação e elaboração de listas,
tabelas simples, de dupla entrada e
gráficos de barra para comunicar a
informação obtida
Produção e textos escritos a partir da
interpretação de gráficos e tabelas.
2º ciclo:
• Coleta, organização e descrição de dados
• Leitura e interpretação de dados apresentados de
maneira organizada (por meio e listas, tabelas,
diagramas e gráficos) e construção dessas
representações
• Interpretação de dados apresentados por meio de
tabelas e gráficos, para identificação de características
previsíveis ou aleatórias de acontecimento
• Produção de textos escritos, a partir da interpretação de
gráficos e tabelas, construção de gráficos e tabelas com base
em informações contidas em textos jornalísticos, científicos
ou outros.
• Obtenção e interpretação de média aritmética
• Exploração de ideia de probabilidade em situações-
problemas simples, identificando sucessos possíveis,
sucessos seguros e as situações de “sorte”
• Utilização de informações dadas para avaliar probabilidades
Tratamento da Informação
• Os PCN’s nos aponta que o ponto fundamental
desse bloco de conteúdo é o social, tendo sua
função ligado ao uso atual na sociedade.
• Os estudos que integram o bloco de conteúdo
Tratamento da Informação estão ligados a
noções de:
• Estatística
• Probabilidade
• Combinatória
Como trabalhar com essas temáticas:
• Os assuntos referentes a este bloco de conteúdo
deveram ser trabalhados estimulando os alunos
a fazer perguntas, a estabelecer relações, a
construir justificativas e a desenvolver o espírito
de investigação
• E a finalidade é que além de ler e interpretar
representações gráficas, os alunos sejam
capazes de descrever e interpretar sua
realidade, usando para isso conhecimentos
matemáticos.
Estatística
•Com relação a Estatística este bloco de
conteúdo tem por finalidade fazer com que o
aluno venha a construir procedimentos para
coletar, organizar, comunicar e interpretar
dados, utilizando tabelas, gráficos e
representações ligadas a situações do seu
dia-a-dia.
Exemplos de atividades:
•Fazer um passeio com os alunos pelos corredores da escola
e/ou bairros próximos buscando observar possíveis gráficos
expostos ou ainda fazer pesquisas na sala de informática em
sites diversificados na internet que apresentem gráficos com
notícias diversificadas, indagando dos alunos as informações
apresentadas neste.
•E a partir daí fazer uma explanação da importância de um
gráfico bem organizado e claro para um maior entendimento
de todos os leitores que se utilizaram deste. Além de alguns
dados que são fundamentais em um gráfico, como título,
fonte, dados com informações mais precisas possíveis, entre
outros.
• Solicitar que os alunos façam uma pesquisa, essa poderá ser
realizada de forma individual ou coletiva, com assuntos dos
mais variáveis, como animais, preferências, costumes, entre
outros. Essa pesquisa será formulada por meio de um
questionário ou observação, lembrando que o aluno já
deverá ter um objetivo fundamentado para a realização
desta, buscando levantar os dados necessários.
• Com os dados levantados, a professsora solicitará que os
alunos façam uma tabela, com esses dados (num primeiro
momento os alunos faram a tabela, do modo que acharem
mais apropriado) e somente em um segundo momento será
explicado para os alunos de como uma tabela deve ser
organizada para se ter clareza nas informações.
• Após a realização da tabela, os alunos serão
convidados a montar um gráfico com as
informações arrecadadas, esse gráfico poderá
ser feito de forma manual, via eletrônica ou
até mesmo por meio de material de sucata,
montado um gráfico em 3D.
Combinatória
•Com relação a combinatória este bloco tem
por objetivo levar o aluno a lidar com
situações-problemas que envolvam
combinações, arranjos, permutações e o
principio multiplicativo da contagem.
Exemplo de atividade:• Resolver problemas de multiplicação que envolve relações
de combinatória simples mediante diferentes procedimentos
(tabelas, adições e subtrações reiteradas, cálculos mentais e
repertórios multiplicativos).
• Dar uma situação problema para os alunos, como por
exemplo, se em uma lanchonete dispõe de 3 tipos de pão e 5
recheios, quantos tipos de combinações poderá ter o menu
deste local.
• Formando pequenos grupos na sala, os alunos deverão
discutir estratégias para resolver esse problema, devendo
registrar todos os procedimentos adotados.
Após, os alunos com suas supostas respostas para
o problema, serão convidados a organizarem essas
informações em tabelas. Posteriormente, deverá
ser analisada as respostas que apareceram na
turma, demostrando outras formas para se chegar
ao mesmo resultado, como por exemplo a adição
(5 + 5 + 5 ou 3 + 3 + 3 + 3 + 3) ou até mesmo a
multiplicação (5 x 3 ou 3 x 5) .
Probabilidade
•A principal finalidade de trabalhar com esse
estudo é que o aluno compreenda que
grande parte dos acontecimentos do
cotidiano são de natureza aleatória e que é
possível identificar prováveis resultados
desses acontecimentos
Exemplo de atividades:
• Pedir que os alunos recortem, montem e
observem o cubo a baixo
• Após pedir que eles anotem a quantidade de
figuras iguais presentes no cubo.
• Em seguida será solicitado que eles joguem o
cubo 10 vezes e anotem, quais as figuras que
apareceram.
• Ao final com os dados coletados os alunos
serão questionados quais as figuras que mais
saíram no resultado e porque eles acham que
isso aconteceu.
Tratamento da Informação
• O trabalho a ser desenvolvido com o bloco de
conteúdo Tratamento da Informação deve
envolver a coleta, a organização, a descrição
de dados, a leitura e interpretação de tabelas
e gráficos. Além da produção de textos
escritos a partir da interpretação desses
dados apresentados.
• Outro ponto relevante desse bloco é que ao
ler e interpretar os dados apresentados, os
alunos também serão capazes de estabelecer
relações entre os acontecimentos e em
alguns casos até fazer pequenas previsões.
• Também poderão observar a frequência da
ocorrência de alguns acontecimentos e assim
desenvolver suas primeiras noções de
probabilidade

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Principio Fundamental Da Contagem
Principio Fundamental Da ContagemPrincipio Fundamental Da Contagem
Principio Fundamental Da Contagemteodepaula
 
Regra 3 simples e composta
Regra 3 simples e compostaRegra 3 simples e composta
Regra 3 simples e compostaHoracimar Cotrim
 
Domínio, contradomínio e imagem de uma função
Domínio, contradomínio e imagem de uma funçãoDomínio, contradomínio e imagem de uma função
Domínio, contradomínio e imagem de uma funçãoDosvaldo Alves
 
Análise combinatória
Análise combinatóriaAnálise combinatória
Análise combinatóriabetencourt
 
Lista 03 movimento uniforme - resoluções
Lista 03   movimento uniforme - resoluçõesLista 03   movimento uniforme - resoluções
Lista 03 movimento uniforme - resoluçõesRamon Souza
 
Potenciacao e radiciacao
Potenciacao e radiciacaoPotenciacao e radiciacao
Potenciacao e radiciacaoFulano Silva
 
Lista de exercícios ligações químicas
Lista de exercícios   ligações químicasLista de exercícios   ligações químicas
Lista de exercícios ligações químicasProfª Alda Ernestina
 
Funcao modular
Funcao modularFuncao modular
Funcao modularcon_seguir
 
SLIDE GEOMETRIA - 7° ANO
SLIDE GEOMETRIA - 7° ANOSLIDE GEOMETRIA - 7° ANO
SLIDE GEOMETRIA - 7° ANOjonihson
 
Polias e plano inclinado
Polias e plano inclinadoPolias e plano inclinado
Polias e plano inclinadoDavi Oliveira
 
Regras de três simples
Regras de três simplesRegras de três simples
Regras de três simpleschico marmelo
 
Teorema de pitágoras apresentação de slide
Teorema de pitágoras   apresentação de slideTeorema de pitágoras   apresentação de slide
Teorema de pitágoras apresentação de slideRaquel1966
 
Exercicios 2 ° lei de newton
Exercicios 2 ° lei de newtonExercicios 2 ° lei de newton
Exercicios 2 ° lei de newtonEduardo Araujo
 

Mais procurados (20)

Movimento harmônico simples (mhs)
Movimento harmônico simples (mhs)Movimento harmônico simples (mhs)
Movimento harmônico simples (mhs)
 
Equação do 2º grau
Equação do 2º grauEquação do 2º grau
Equação do 2º grau
 
Prismas
PrismasPrismas
Prismas
 
Principio Fundamental Da Contagem
Principio Fundamental Da ContagemPrincipio Fundamental Da Contagem
Principio Fundamental Da Contagem
 
Potencias e raizes
Potencias e raizesPotencias e raizes
Potencias e raizes
 
Regra 3 simples e composta
Regra 3 simples e compostaRegra 3 simples e composta
Regra 3 simples e composta
 
Domínio, contradomínio e imagem de uma função
Domínio, contradomínio e imagem de uma funçãoDomínio, contradomínio e imagem de uma função
Domínio, contradomínio e imagem de uma função
 
Análise combinatória
Análise combinatóriaAnálise combinatória
Análise combinatória
 
Lista 03 movimento uniforme - resoluções
Lista 03   movimento uniforme - resoluçõesLista 03   movimento uniforme - resoluções
Lista 03 movimento uniforme - resoluções
 
Potenciacao e radiciacao
Potenciacao e radiciacaoPotenciacao e radiciacao
Potenciacao e radiciacao
 
Fundamentos da óptica geométrica
Fundamentos da óptica geométricaFundamentos da óptica geométrica
Fundamentos da óptica geométrica
 
Lista de exercícios ligações químicas
Lista de exercícios   ligações químicasLista de exercícios   ligações químicas
Lista de exercícios ligações químicas
 
Funcao modular
Funcao modularFuncao modular
Funcao modular
 
SLIDE GEOMETRIA - 7° ANO
SLIDE GEOMETRIA - 7° ANOSLIDE GEOMETRIA - 7° ANO
SLIDE GEOMETRIA - 7° ANO
 
Polias e plano inclinado
Polias e plano inclinadoPolias e plano inclinado
Polias e plano inclinado
 
Regras de três simples
Regras de três simplesRegras de três simples
Regras de três simples
 
Teorema de pitágoras apresentação de slide
Teorema de pitágoras   apresentação de slideTeorema de pitágoras   apresentação de slide
Teorema de pitágoras apresentação de slide
 
Área do prisma
Área do prismaÁrea do prisma
Área do prisma
 
Exercicios 2 ° lei de newton
Exercicios 2 ° lei de newtonExercicios 2 ° lei de newton
Exercicios 2 ° lei de newton
 
Áreas de Figuras Planas
Áreas de Figuras PlanasÁreas de Figuras Planas
Áreas de Figuras Planas
 

Semelhante a Tratamento da informacao

Sequencia didatica adriano
Sequencia didatica adrianoSequencia didatica adriano
Sequencia didatica adrianoAdriano Santana
 
Tratamento da informação
Tratamento da informaçãoTratamento da informação
Tratamento da informaçãoProfessora Cida
 
Resolução e formulação de problemas
Resolução e formulação de problemasResolução e formulação de problemas
Resolução e formulação de problemasAprender com prazer
 
Projeto
ProjetoProjeto
Projetobeta36
 
Projeto
ProjetoProjeto
Projetobeta36
 
Projeto
ProjetoProjeto
Projetobeta36
 
Emai 1º ano-05062012
Emai 1º ano-05062012Emai 1º ano-05062012
Emai 1º ano-05062012leilatutora
 
Kodu mathv1
Kodu mathv1Kodu mathv1
Kodu mathv1Silva
 
PNAIC - Matemática - Caderno 7 - Parte 3 - construção e interpretação de gráf...
PNAIC - Matemática - Caderno 7 - Parte 3 - construção e interpretação de gráf...PNAIC - Matemática - Caderno 7 - Parte 3 - construção e interpretação de gráf...
PNAIC - Matemática - Caderno 7 - Parte 3 - construção e interpretação de gráf...Felipe Silva
 
Trabalhando Matemática nos Anos Iniciais II
Trabalhando Matemática nos Anos Iniciais IITrabalhando Matemática nos Anos Iniciais II
Trabalhando Matemática nos Anos Iniciais IIluciany-nascimento
 

Semelhante a Tratamento da informacao (20)

Sequencia didatica adriano
Sequencia didatica adrianoSequencia didatica adriano
Sequencia didatica adriano
 
Tratamento da informação
Tratamento da informaçãoTratamento da informação
Tratamento da informação
 
Otd 1º ceb
Otd 1º cebOtd 1º ceb
Otd 1º ceb
 
Resolução e formulação de problemas
Resolução e formulação de problemasResolução e formulação de problemas
Resolução e formulação de problemas
 
Matemática ciclo i
Matemática   ciclo iMatemática   ciclo i
Matemática ciclo i
 
Projeto
ProjetoProjeto
Projeto
 
Projeto
ProjetoProjeto
Projeto
 
Projeto
ProjetoProjeto
Projeto
 
Projeto
ProjetoProjeto
Projeto
 
Projeto
ProjetoProjeto
Projeto
 
Projeto
ProjetoProjeto
Projeto
 
Projeto
ProjetoProjeto
Projeto
 
Emai 1º ano-05062012
Emai 1º ano-05062012Emai 1º ano-05062012
Emai 1º ano-05062012
 
Kodu mathv1
Kodu mathv1Kodu mathv1
Kodu mathv1
 
PNAIC - Matemática - Caderno 7 - Parte 3 - construção e interpretação de gráf...
PNAIC - Matemática - Caderno 7 - Parte 3 - construção e interpretação de gráf...PNAIC - Matemática - Caderno 7 - Parte 3 - construção e interpretação de gráf...
PNAIC - Matemática - Caderno 7 - Parte 3 - construção e interpretação de gráf...
 
Seqdidaticas em mat
Seqdidaticas em matSeqdidaticas em mat
Seqdidaticas em mat
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Plano de aula
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Plano de aula
 
Trabalhando Matemática nos Anos Iniciais II
Trabalhando Matemática nos Anos Iniciais IITrabalhando Matemática nos Anos Iniciais II
Trabalhando Matemática nos Anos Iniciais II
 
Modelagem
ModelagemModelagem
Modelagem
 

Mais de João Alberto

Práticas de Análise de Conteúdo
Práticas de Análise de ConteúdoPráticas de Análise de Conteúdo
Práticas de Análise de ConteúdoJoão Alberto
 
Investigação-ação educacional
Investigação-ação educacionalInvestigação-ação educacional
Investigação-ação educacionalJoão Alberto
 
Pesquisa em Consórcio
Pesquisa em ConsórcioPesquisa em Consórcio
Pesquisa em ConsórcioJoão Alberto
 
ANA - Avaliação Nacional da Alfabetização no âmbito do PNAIC
ANA - Avaliação Nacional da Alfabetização no âmbito do PNAICANA - Avaliação Nacional da Alfabetização no âmbito do PNAIC
ANA - Avaliação Nacional da Alfabetização no âmbito do PNAICJoão Alberto
 
Novas competências para ensinar e Avaliação Externa
Novas competências para ensinar e Avaliação ExternaNovas competências para ensinar e Avaliação Externa
Novas competências para ensinar e Avaliação ExternaJoão Alberto
 
Avaliação na Educação Matemática
Avaliação na Educação MatemáticaAvaliação na Educação Matemática
Avaliação na Educação MatemáticaJoão Alberto
 
Pacto Nacional - Matemática
Pacto Nacional - MatemáticaPacto Nacional - Matemática
Pacto Nacional - MatemáticaJoão Alberto
 
Palestra em 7 e 8 de julho no Pacto Nacional da Alfabetização
Palestra em 7 e 8 de julho no Pacto Nacional da AlfabetizaçãoPalestra em 7 e 8 de julho no Pacto Nacional da Alfabetização
Palestra em 7 e 8 de julho no Pacto Nacional da AlfabetizaçãoJoão Alberto
 
Elementos conceituais e metodológicos do Ciclo de Alfabetização
Elementos conceituais e metodológicos do Ciclo de AlfabetizaçãoElementos conceituais e metodológicos do Ciclo de Alfabetização
Elementos conceituais e metodológicos do Ciclo de AlfabetizaçãoJoão Alberto
 
Neurociências e aprendizagem
Neurociências e aprendizagemNeurociências e aprendizagem
Neurociências e aprendizagemJoão Alberto
 
Metodologia de Pesquisa em Consórcio
Metodologia de Pesquisa em ConsórcioMetodologia de Pesquisa em Consórcio
Metodologia de Pesquisa em ConsórcioJoão Alberto
 
Grandezas e medidas 20 02
Grandezas e medidas 20 02Grandezas e medidas 20 02
Grandezas e medidas 20 02João Alberto
 

Mais de João Alberto (20)

Analise de conteudo
Analise de conteudoAnalise de conteudo
Analise de conteudo
 
Práticas de Análise de Conteúdo
Práticas de Análise de ConteúdoPráticas de Análise de Conteúdo
Práticas de Análise de Conteúdo
 
Investigação-ação educacional
Investigação-ação educacionalInvestigação-ação educacional
Investigação-ação educacional
 
Pesquisa em Consórcio
Pesquisa em ConsórcioPesquisa em Consórcio
Pesquisa em Consórcio
 
ANA - Avaliação Nacional da Alfabetização no âmbito do PNAIC
ANA - Avaliação Nacional da Alfabetização no âmbito do PNAICANA - Avaliação Nacional da Alfabetização no âmbito do PNAIC
ANA - Avaliação Nacional da Alfabetização no âmbito do PNAIC
 
Novas competências para ensinar e Avaliação Externa
Novas competências para ensinar e Avaliação ExternaNovas competências para ensinar e Avaliação Externa
Novas competências para ensinar e Avaliação Externa
 
Avaliação na Educação Matemática
Avaliação na Educação MatemáticaAvaliação na Educação Matemática
Avaliação na Educação Matemática
 
Pacto Nacional - Matemática
Pacto Nacional - MatemáticaPacto Nacional - Matemática
Pacto Nacional - Matemática
 
Palestra em 7 e 8 de julho no Pacto Nacional da Alfabetização
Palestra em 7 e 8 de julho no Pacto Nacional da AlfabetizaçãoPalestra em 7 e 8 de julho no Pacto Nacional da Alfabetização
Palestra em 7 e 8 de julho no Pacto Nacional da Alfabetização
 
Elementos conceituais e metodológicos do Ciclo de Alfabetização
Elementos conceituais e metodológicos do Ciclo de AlfabetizaçãoElementos conceituais e metodológicos do Ciclo de Alfabetização
Elementos conceituais e metodológicos do Ciclo de Alfabetização
 
Afetividade
AfetividadeAfetividade
Afetividade
 
Entrevista Clínica
Entrevista ClínicaEntrevista Clínica
Entrevista Clínica
 
Neurociências e aprendizagem
Neurociências e aprendizagemNeurociências e aprendizagem
Neurociências e aprendizagem
 
Metodologia de Pesquisa em Consórcio
Metodologia de Pesquisa em ConsórcioMetodologia de Pesquisa em Consórcio
Metodologia de Pesquisa em Consórcio
 
Sjn
SjnSjn
Sjn
 
Sjn
SjnSjn
Sjn
 
Numeros
NumerosNumeros
Numeros
 
Grandezas e medidas 20 02
Grandezas e medidas 20 02Grandezas e medidas 20 02
Grandezas e medidas 20 02
 
Espaço e forma
Espaço e formaEspaço e forma
Espaço e forma
 
Prova brasil 4
Prova brasil 4Prova brasil 4
Prova brasil 4
 

Tratamento da informacao

  • 1. Parâmetros Curriculares Nacionais de Matemática: Tratamento da Informação
  • 2. Objetivos:1º ciclo • Leitura e interpretação de informações contidas em imagens • Coleta e organização de informações • Criação de registros pessoais para comunicação das informações coletadas • Exploração da função do número como código na organização de informações (linhas de ônibus, telefones, de identidade, roupas, entre outras)
  • 3. Interpretação e elaboração de listas, tabelas simples, de dupla entrada e gráficos de barra para comunicar a informação obtida Produção e textos escritos a partir da interpretação de gráficos e tabelas.
  • 4. 2º ciclo: • Coleta, organização e descrição de dados • Leitura e interpretação de dados apresentados de maneira organizada (por meio e listas, tabelas, diagramas e gráficos) e construção dessas representações • Interpretação de dados apresentados por meio de tabelas e gráficos, para identificação de características previsíveis ou aleatórias de acontecimento
  • 5. • Produção de textos escritos, a partir da interpretação de gráficos e tabelas, construção de gráficos e tabelas com base em informações contidas em textos jornalísticos, científicos ou outros. • Obtenção e interpretação de média aritmética • Exploração de ideia de probabilidade em situações- problemas simples, identificando sucessos possíveis, sucessos seguros e as situações de “sorte” • Utilização de informações dadas para avaliar probabilidades
  • 6. Tratamento da Informação • Os PCN’s nos aponta que o ponto fundamental desse bloco de conteúdo é o social, tendo sua função ligado ao uso atual na sociedade. • Os estudos que integram o bloco de conteúdo Tratamento da Informação estão ligados a noções de: • Estatística • Probabilidade • Combinatória
  • 7. Como trabalhar com essas temáticas: • Os assuntos referentes a este bloco de conteúdo deveram ser trabalhados estimulando os alunos a fazer perguntas, a estabelecer relações, a construir justificativas e a desenvolver o espírito de investigação • E a finalidade é que além de ler e interpretar representações gráficas, os alunos sejam capazes de descrever e interpretar sua realidade, usando para isso conhecimentos matemáticos.
  • 8. Estatística •Com relação a Estatística este bloco de conteúdo tem por finalidade fazer com que o aluno venha a construir procedimentos para coletar, organizar, comunicar e interpretar dados, utilizando tabelas, gráficos e representações ligadas a situações do seu dia-a-dia.
  • 9. Exemplos de atividades: •Fazer um passeio com os alunos pelos corredores da escola e/ou bairros próximos buscando observar possíveis gráficos expostos ou ainda fazer pesquisas na sala de informática em sites diversificados na internet que apresentem gráficos com notícias diversificadas, indagando dos alunos as informações apresentadas neste. •E a partir daí fazer uma explanação da importância de um gráfico bem organizado e claro para um maior entendimento de todos os leitores que se utilizaram deste. Além de alguns dados que são fundamentais em um gráfico, como título, fonte, dados com informações mais precisas possíveis, entre outros.
  • 10. • Solicitar que os alunos façam uma pesquisa, essa poderá ser realizada de forma individual ou coletiva, com assuntos dos mais variáveis, como animais, preferências, costumes, entre outros. Essa pesquisa será formulada por meio de um questionário ou observação, lembrando que o aluno já deverá ter um objetivo fundamentado para a realização desta, buscando levantar os dados necessários. • Com os dados levantados, a professsora solicitará que os alunos façam uma tabela, com esses dados (num primeiro momento os alunos faram a tabela, do modo que acharem mais apropriado) e somente em um segundo momento será explicado para os alunos de como uma tabela deve ser organizada para se ter clareza nas informações.
  • 11. • Após a realização da tabela, os alunos serão convidados a montar um gráfico com as informações arrecadadas, esse gráfico poderá ser feito de forma manual, via eletrônica ou até mesmo por meio de material de sucata, montado um gráfico em 3D.
  • 12. Combinatória •Com relação a combinatória este bloco tem por objetivo levar o aluno a lidar com situações-problemas que envolvam combinações, arranjos, permutações e o principio multiplicativo da contagem.
  • 13. Exemplo de atividade:• Resolver problemas de multiplicação que envolve relações de combinatória simples mediante diferentes procedimentos (tabelas, adições e subtrações reiteradas, cálculos mentais e repertórios multiplicativos). • Dar uma situação problema para os alunos, como por exemplo, se em uma lanchonete dispõe de 3 tipos de pão e 5 recheios, quantos tipos de combinações poderá ter o menu deste local. • Formando pequenos grupos na sala, os alunos deverão discutir estratégias para resolver esse problema, devendo registrar todos os procedimentos adotados.
  • 14. Após, os alunos com suas supostas respostas para o problema, serão convidados a organizarem essas informações em tabelas. Posteriormente, deverá ser analisada as respostas que apareceram na turma, demostrando outras formas para se chegar ao mesmo resultado, como por exemplo a adição (5 + 5 + 5 ou 3 + 3 + 3 + 3 + 3) ou até mesmo a multiplicação (5 x 3 ou 3 x 5) .
  • 15. Probabilidade •A principal finalidade de trabalhar com esse estudo é que o aluno compreenda que grande parte dos acontecimentos do cotidiano são de natureza aleatória e que é possível identificar prováveis resultados desses acontecimentos
  • 16. Exemplo de atividades: • Pedir que os alunos recortem, montem e observem o cubo a baixo
  • 17. • Após pedir que eles anotem a quantidade de figuras iguais presentes no cubo. • Em seguida será solicitado que eles joguem o cubo 10 vezes e anotem, quais as figuras que apareceram. • Ao final com os dados coletados os alunos serão questionados quais as figuras que mais saíram no resultado e porque eles acham que isso aconteceu.
  • 18. Tratamento da Informação • O trabalho a ser desenvolvido com o bloco de conteúdo Tratamento da Informação deve envolver a coleta, a organização, a descrição de dados, a leitura e interpretação de tabelas e gráficos. Além da produção de textos escritos a partir da interpretação desses dados apresentados.
  • 19. • Outro ponto relevante desse bloco é que ao ler e interpretar os dados apresentados, os alunos também serão capazes de estabelecer relações entre os acontecimentos e em alguns casos até fazer pequenas previsões. • Também poderão observar a frequência da ocorrência de alguns acontecimentos e assim desenvolver suas primeiras noções de probabilidade