SlideShare uma empresa Scribd logo
FORMAÇÃO CONTINUADA
 ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO
 DOS ALUNOS DO 1º AO 3º ANO DO
     ENSINO FUNDAMENTAL


   O TRATAMENTO DA INFORMAÇÃO
Professora Clarice Brutes Stadtlober
O TRATAMENTO DA INFORMAÇÃO
 Com relação à estatística, a finalidade é fazer
  com que o aluno venha a construir procedimentos
  para coletar, organizar, comunicar e interpretar
  dados,    utilizando    tabelas,   gráficos    e
  representações que aparecem freqüentemente em
  seu dia-a-dia.

 Relativamente à combinatória, o objetivo é levar
  o aluno a lidar com situações-problema que
  envolvam o princípio multiplicativo da contagem,
  reconhecer que há várias possibilidades na
  construção de agrupamentos, tomando decisões
  em situações que envolvem mais de uma
  possibilidade.
 Com   relação à probabilidade, a principal
 finalidade é a de que o aluno compreenda que
 grande parte dos acontecimentos do cotidiano
 são de natureza aleatória e é possível
 identificar   prováveis    resultados  desses
 acontecimentos. As noções de acaso aparecem
 em eventos como os que envolvem lançamento
 de dados, resultados de loterias, etc.
Segundo Lopes e Coutinho (2009), o tratamento
    da informação é uma maneira de referenciarmos e
    compreendermos as informações que nos rodeiam,
    através de um estudo prático e da coleta de dados
    de situações da vida real.

        A coleta dos dados: fazendo escolhas

           Silva e Buriasco (2006, p.42), acreditam que
    esse pode ser um momento para que as questões
    éticas sejam pensadas, como, por exemplo, a
    confiança na própria capacidade de fazer escolhas,
    ter que respeitar a escolha dos colegas, o fato de
    influenciarem-se ou não pela resposta dos outros.
 
A organização e a representação dos dados
coletados
            Cabe aqui salientarmos que no ensino
fundamental ocorre a introdução de um modo de
“ler” uma informação que pode nos auxiliar na
tomada de decisões. Após a coleta de dados, a
partir de uma situação do interesse dos alunos,
torna-se    necessário    a   organização   e    a
representação dos dados coletados.

           A análise dos resultados obtidos
        Lopes e Coutinho (2009, p.67), afirmam que
a interpretação dos dados em uma análise
estatística é subjetiva, de acordo com o contexto.
 
 Podemos trabalhar o tratamento da informação
 através de pesquisa de campo, construção de
 gráficos de barras, tabelas, recortes de jornais
 ou revistas, situações problemas,...

 Além disso, através de histórias como:
 “Fugindo das garras do gato”
ALGUMAS SUGESTÕES DE ROTEIRO DE
  TRABALHO:
1) ESCOLHA DO ASSUNTO A SER PESQUISADO;
2) ELABORAR UMA TABELA COM OS DADOS
  ABAIXO:
            MARCAS DE    QUANTIDADE
          REFRIGERANTE    DE PESSOAS
           COCA- COLA          50
             PEPSI             30
            GUARANÁ            40
             FANTA             20
            OUTROS             20
             TOTAL
3) CONSTRUIR OS GRÁFICOS DE BARRAS A PARTIR DA
  TABELA.
5) CONSTRUIR OS GRÁFICOS DE SETORES UTILIZANDO EXCEL
INTERPRETAÇÃO DE DADOS EM TABELAS E GRÁFICOS ,
 COLETADOS EM JORNAIS, REVISTAS OU SITES

         PROVA BRASIL
 Resolver     problema     envolvendo   informações
  apresentadas em tabelas e/ou gráficos.
 Associar informações apresentadas em listas e/ou
  tabelas simples aos gráficos

Ex.: Com o objetivo de divulgar um dos seus produtos,
 determinada industria entrevistou 600 pessoas para
 saber qual era o veículo de informação era mais
 utilizado por elas. Dentre os entrevistados, 72
 preferiram jornal, 276 rádio, 42 revista e 210
 televisão. Construir uma tabela e gráficos a partir
 dos dados e interpretar os resultados.
Referências
 BRASIL, Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de
  Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais –
  Matemática. Brasília: MEC/SEF, V. 3. 1997.
 
 LOPES, Celi Espasandin; COUTINHO, Cileda de Queiros e Silva.
  Leitura e escrita em educação estatística. In: LOPES, Celi
  Espasandin; NACARATO, Adair M.(orgs.) Educação Matemática,
  leitura e escrita: armadilhas, utopias e realidades. Campinas,
  SP: Mercado de letras, 2009.

 SILVA, Márcia C. S.; BURIASCO, Regina L.C. de. Organizando
  informações: Uma questão de tratamento. Educação Matemática
  em Revista, SBEM, ano 13, nº. 20/21, p.39-46, dezembro de
  2006.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Trabalhando Matemática nos Anos Iniciais II

Tratamento da informação
Tratamento da informaçãoTratamento da informação
Tratamento da informação
Professora Cida
 
Tratamento da informacao
Tratamento da informacaoTratamento da informacao
Tratamento da informacao
João Alberto
 
Pnaic mat caderno 7-pg001-080
Pnaic mat caderno 7-pg001-080Pnaic mat caderno 7-pg001-080
Pnaic mat caderno 7-pg001-080
weleslima
 
PNAIC 9º encontro 27 de novembro - Claudia e Fabiana
PNAIC  9º encontro 27 de novembro - Claudia e FabianaPNAIC  9º encontro 27 de novembro - Claudia e Fabiana
PNAIC 9º encontro 27 de novembro - Claudia e Fabiana
Fabiana Esteves
 
Pnaic caderno 7
Pnaic caderno 7Pnaic caderno 7
Pnaic caderno 7
weleslima
 
A matemática na Educação Fiscal: uma parceria na contrução da cidaadania – Ca...
A matemática na Educação Fiscal: uma parceria na contrução da cidaadania – Ca...A matemática na Educação Fiscal: uma parceria na contrução da cidaadania – Ca...
A matemática na Educação Fiscal: uma parceria na contrução da cidaadania – Ca...
EUROsociAL II
 
4 apostila de estatística i
4 apostila de estatística i4 apostila de estatística i
4 apostila de estatística i
Jonnas Calado
 

Semelhante a Trabalhando Matemática nos Anos Iniciais II (20)

20º encontro 1ºano
20º encontro 1ºano20º encontro 1ºano
20º encontro 1ºano
 
20º encontro 1ºano
20º encontro 1ºano20º encontro 1ºano
20º encontro 1ºano
 
Tratamento da informação
Tratamento da informaçãoTratamento da informação
Tratamento da informação
 
11º encontro pnaic 2014 vânia ok
11º encontro pnaic 2014 vânia ok  11º encontro pnaic 2014 vânia ok
11º encontro pnaic 2014 vânia ok
 
Tratamento da informacao
Tratamento da informacaoTratamento da informacao
Tratamento da informacao
 
Pnaic mat caderno 7-pg001-080
Pnaic mat caderno 7-pg001-080Pnaic mat caderno 7-pg001-080
Pnaic mat caderno 7-pg001-080
 
PNAIC 9º encontro 27 de novembro - Claudia e Fabiana
PNAIC  9º encontro 27 de novembro - Claudia e FabianaPNAIC  9º encontro 27 de novembro - Claudia e Fabiana
PNAIC 9º encontro 27 de novembro - Claudia e Fabiana
 
Projeto
ProjetoProjeto
Projeto
 
1º ano terceiro dia
1º ano terceiro dia1º ano terceiro dia
1º ano terceiro dia
 
Pnaic caderno 7
Pnaic caderno 7Pnaic caderno 7
Pnaic caderno 7
 
Artigo ciem1
Artigo ciem1Artigo ciem1
Artigo ciem1
 
A Matemática na Educação Fiscal: uma parceria na construção da cidadania / Ca...
A Matemática na Educação Fiscal: uma parceria na construção da cidadania / Ca...A Matemática na Educação Fiscal: uma parceria na construção da cidadania / Ca...
A Matemática na Educação Fiscal: uma parceria na construção da cidadania / Ca...
 
A matemática na Educação Fiscal: uma parceria na contrução da cidaadania – Ca...
A matemática na Educação Fiscal: uma parceria na contrução da cidaadania – Ca...A matemática na Educação Fiscal: uma parceria na contrução da cidaadania – Ca...
A matemática na Educação Fiscal: uma parceria na contrução da cidaadania – Ca...
 
Apos est i_fev04_c1
Apos est i_fev04_c1Apos est i_fev04_c1
Apos est i_fev04_c1
 
Sequencia didatica adriano
Sequencia didatica adrianoSequencia didatica adriano
Sequencia didatica adriano
 
APOSTILA Estatística Descritiva Autoinstrucional.pdf
APOSTILA Estatística Descritiva Autoinstrucional.pdfAPOSTILA Estatística Descritiva Autoinstrucional.pdf
APOSTILA Estatística Descritiva Autoinstrucional.pdf
 
4 apostila de estatística i
4 apostila de estatística i4 apostila de estatística i
4 apostila de estatística i
 
Otd 1º ceb
Otd 1º cebOtd 1º ceb
Otd 1º ceb
 
Apostila de estatística i
Apostila de estatística iApostila de estatística i
Apostila de estatística i
 
Noções de estatística pesquisa e representações gráficas
Noções de estatística pesquisa e representações gráficasNoções de estatística pesquisa e representações gráficas
Noções de estatística pesquisa e representações gráficas
 

Mais de luciany-nascimento

Escola técnica estadual achilino de santis
Escola técnica estadual achilino de santisEscola técnica estadual achilino de santis
Escola técnica estadual achilino de santis
luciany-nascimento
 

Mais de luciany-nascimento (20)

Escola técnica estadual achilino de santis
Escola técnica estadual achilino de santisEscola técnica estadual achilino de santis
Escola técnica estadual achilino de santis
 
Escola Estadual de Ensino Fundamental São Francisco de
Escola Estadual de Ensino Fundamental São Francisco deEscola Estadual de Ensino Fundamental São Francisco de
Escola Estadual de Ensino Fundamental São Francisco de
 
Escola Estadual de Ensino Médio São Izidro
Escola Estadual de Ensino Médio São IzidroEscola Estadual de Ensino Médio São Izidro
Escola Estadual de Ensino Médio São Izidro
 
A elaboração do projeto político pedagógico
A elaboração do projeto político pedagógicoA elaboração do projeto político pedagógico
A elaboração do projeto político pedagógico
 
Avaliação Emancipatória
Avaliação EmancipatóriaAvaliação Emancipatória
Avaliação Emancipatória
 
Prática Pedagógica Escola Estadual de Ensino Médio Carlos Bratz
Prática Pedagógica Escola Estadual de Ensino Médio Carlos BratzPrática Pedagógica Escola Estadual de Ensino Médio Carlos Bratz
Prática Pedagógica Escola Estadual de Ensino Médio Carlos Bratz
 
Politécnico E.E.E.M. Joaquim Nascimento Bracelos
Politécnico E.E.E.M. Joaquim Nascimento BracelosPolitécnico E.E.E.M. Joaquim Nascimento Bracelos
Politécnico E.E.E.M. Joaquim Nascimento Bracelos
 
Escola Estadual Estevão Pires de Arruda
Escola Estadual Estevão Pires de ArrudaEscola Estadual Estevão Pires de Arruda
Escola Estadual Estevão Pires de Arruda
 
Escola Estadual de Ensino Fundamental Reinoldo Sommer
Escola Estadual de Ensino Fundamental Reinoldo SommerEscola Estadual de Ensino Fundamental Reinoldo Sommer
Escola Estadual de Ensino Fundamental Reinoldo Sommer
 
Boas praticas pedagogicas educação do campo - Achilino
Boas praticas pedagogicas educação do campo - AchilinoBoas praticas pedagogicas educação do campo - Achilino
Boas praticas pedagogicas educação do campo - Achilino
 
Escola Estadual de Ensino Médio Carlos Bratz
Escola Estadual de Ensino Médio Carlos BratzEscola Estadual de Ensino Médio Carlos Bratz
Escola Estadual de Ensino Médio Carlos Bratz
 
Escola Estadual Dejalmira dos Santos Oliveira
Escola Estadual Dejalmira dos Santos OliveiraEscola Estadual Dejalmira dos Santos Oliveira
Escola Estadual Dejalmira dos Santos Oliveira
 
Escola Estadual de Ensino Fundamental Tiradentes
Escola Estadual de Ensino Fundamental TiradentesEscola Estadual de Ensino Fundamental Tiradentes
Escola Estadual de Ensino Fundamental Tiradentes
 
Escola Estadual de Ensino Fundamental São José
Escola Estadual de Ensino Fundamental São JoséEscola Estadual de Ensino Fundamental São José
Escola Estadual de Ensino Fundamental São José
 
Escola Estadual de Ensino Fundamental Piratini
Escola Estadual de Ensino Fundamental PiratiniEscola Estadual de Ensino Fundamental Piratini
Escola Estadual de Ensino Fundamental Piratini
 
Escola Estadual de Ensino Fundamental Raimundo de Paula
Escola Estadual de Ensino Fundamental Raimundo de PaulaEscola Estadual de Ensino Fundamental Raimundo de Paula
Escola Estadual de Ensino Fundamental Raimundo de Paula
 
Escola estadual de ensino fundamental cristo rei
Escola estadual de ensino fundamental cristo reiEscola estadual de ensino fundamental cristo rei
Escola estadual de ensino fundamental cristo rei
 
Escola joaquim n. barcelos
Escola joaquim n. barcelosEscola joaquim n. barcelos
Escola joaquim n. barcelos
 
Educação do Campo
Educação do CampoEducação do Campo
Educação do Campo
 
Politica do campo 2012
Politica do campo 2012Politica do campo 2012
Politica do campo 2012
 

Trabalhando Matemática nos Anos Iniciais II

  • 1. FORMAÇÃO CONTINUADA ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO DOS ALUNOS DO 1º AO 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL O TRATAMENTO DA INFORMAÇÃO Professora Clarice Brutes Stadtlober
  • 2. O TRATAMENTO DA INFORMAÇÃO
  • 3.  Com relação à estatística, a finalidade é fazer com que o aluno venha a construir procedimentos para coletar, organizar, comunicar e interpretar dados, utilizando tabelas, gráficos e representações que aparecem freqüentemente em seu dia-a-dia.  Relativamente à combinatória, o objetivo é levar o aluno a lidar com situações-problema que envolvam o princípio multiplicativo da contagem, reconhecer que há várias possibilidades na construção de agrupamentos, tomando decisões em situações que envolvem mais de uma possibilidade.
  • 4.  Com relação à probabilidade, a principal finalidade é a de que o aluno compreenda que grande parte dos acontecimentos do cotidiano são de natureza aleatória e é possível identificar prováveis resultados desses acontecimentos. As noções de acaso aparecem em eventos como os que envolvem lançamento de dados, resultados de loterias, etc.
  • 5. Segundo Lopes e Coutinho (2009), o tratamento da informação é uma maneira de referenciarmos e compreendermos as informações que nos rodeiam, através de um estudo prático e da coleta de dados de situações da vida real. A coleta dos dados: fazendo escolhas Silva e Buriasco (2006, p.42), acreditam que esse pode ser um momento para que as questões éticas sejam pensadas, como, por exemplo, a confiança na própria capacidade de fazer escolhas, ter que respeitar a escolha dos colegas, o fato de influenciarem-se ou não pela resposta dos outros.  
  • 6. A organização e a representação dos dados coletados Cabe aqui salientarmos que no ensino fundamental ocorre a introdução de um modo de “ler” uma informação que pode nos auxiliar na tomada de decisões. Após a coleta de dados, a partir de uma situação do interesse dos alunos, torna-se necessário a organização e a representação dos dados coletados.   A análise dos resultados obtidos Lopes e Coutinho (2009, p.67), afirmam que a interpretação dos dados em uma análise estatística é subjetiva, de acordo com o contexto.  
  • 7.  Podemos trabalhar o tratamento da informação através de pesquisa de campo, construção de gráficos de barras, tabelas, recortes de jornais ou revistas, situações problemas,...  Além disso, através de histórias como:  “Fugindo das garras do gato”
  • 8. ALGUMAS SUGESTÕES DE ROTEIRO DE TRABALHO: 1) ESCOLHA DO ASSUNTO A SER PESQUISADO; 2) ELABORAR UMA TABELA COM OS DADOS ABAIXO: MARCAS DE QUANTIDADE REFRIGERANTE DE PESSOAS COCA- COLA 50 PEPSI 30 GUARANÁ 40 FANTA 20 OUTROS 20 TOTAL
  • 9. 3) CONSTRUIR OS GRÁFICOS DE BARRAS A PARTIR DA TABELA.
  • 10.
  • 11.
  • 12. 5) CONSTRUIR OS GRÁFICOS DE SETORES UTILIZANDO EXCEL
  • 13. INTERPRETAÇÃO DE DADOS EM TABELAS E GRÁFICOS , COLETADOS EM JORNAIS, REVISTAS OU SITES PROVA BRASIL  Resolver problema envolvendo informações apresentadas em tabelas e/ou gráficos.  Associar informações apresentadas em listas e/ou tabelas simples aos gráficos Ex.: Com o objetivo de divulgar um dos seus produtos, determinada industria entrevistou 600 pessoas para saber qual era o veículo de informação era mais utilizado por elas. Dentre os entrevistados, 72 preferiram jornal, 276 rádio, 42 revista e 210 televisão. Construir uma tabela e gráficos a partir dos dados e interpretar os resultados.
  • 14. Referências  BRASIL, Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais – Matemática. Brasília: MEC/SEF, V. 3. 1997.    LOPES, Celi Espasandin; COUTINHO, Cileda de Queiros e Silva. Leitura e escrita em educação estatística. In: LOPES, Celi Espasandin; NACARATO, Adair M.(orgs.) Educação Matemática, leitura e escrita: armadilhas, utopias e realidades. Campinas, SP: Mercado de letras, 2009.  SILVA, Márcia C. S.; BURIASCO, Regina L.C. de. Organizando informações: Uma questão de tratamento. Educação Matemática em Revista, SBEM, ano 13, nº. 20/21, p.39-46, dezembro de 2006.