SlideShare uma empresa Scribd logo
Elaborado por:
Prof.ª Adriana de Araújo
CARACTERÍSTICAS
MAS NEM SEMPRE NOSSA EXPRESSÃO ALGÉBRICA
APARECERÁ ASSIM... VAMOS VERIFICAR EM OUTRAS
FORMAS SE VOCÊ CONSEGUE IDENTIFICAR OS VALORES
DOS COEFICIENTES a, b E c NAS FUNÇÕES
QUADRÁTICAS A SEGUIR.

f(x) = (x – 3)²

f(x) = ( x +2 )( x – 2 )
f(x) = 3x(x -1)
E AÍ CONSEGUIRAM? VAMOS VERIFICAR!


Com certeza quem se recordou de fatoração e produtos notáveis
conseguiu identificar os coeficientes. Vamos relembrar!

 f(x)

= (x + 3)² → é um quadrado da soma → (quadrado do 1º)+ (duas
vezes o 1º pelo 2º) + (quadrado do 2º), logo teremos:

f(x) = x² + 2. x. 3 + 3²

f(x) = x² + 6x + 9

onde

a = 1, b = 6 e c = 9

 f(x)

= (x +2)(x – 2) → é um produto da soma pela diferença → (quadrado
do 1º) – ( quadrado do 2º), logo teremos:

f(x) = x² + 2²

f(x) = x² + 4

onde a = 1 , b = 0 e c = 4

 f(x)

= 3x (x -1) → é uma multiplicação de monômio por polinômio →
multiplicamos o termo(monômio) de fora do parênteses pelas parcelas
de dentro(polinômio) e somamos os resultados, logo teremos:

f(x) = 3x. X + 3x .(-1)

f(x) = 3x² - 3x

onde a = 3, b = 3 e c = 0
REPRESENTAÇÃO ALGÉBRICA
f(x)

= ax² + bx + c
REPRESENTAÇÃO GRÁFICA
 é uma curva aberta
chamada parábola.
Uma Pará...o quê? Calma, para
entender melhor vamos assistir um
vídeo!
APRENDENDO MAIS SOBRE PARÁBOLAS!

ou acesse http://www.youtube.com/watch?v=yc164_2VvpI
ZEROS OU RAÍZES DE UMA
FUNÇÃO QUADRÁTICA
Os

zeros ou raízes da função
quadrática f(x) = ax² + bx =c são as
raízes da equação do 2º grau ax² +
bx + c = 0, ou seja, temos que
resolver a equação.
PODEMOS RESOLVER POR FATORAÇÃO
Exemplo:
f(x) = x² - 4, a equação correspondente é x² - 4 = 0, fatorando o
1º membro da equação temos:
x² - 4 = 0 → (x - 2)(x + 2) = 0 para que o produto seja zero, pelo
menos um dos fatores precisa ser zero. Logo, (x – 2) = 0 ou (x +
2) = 0

Se x – 2 = 0, então x = 2
Se x + 2 = 0, então x = - 2
Assim os zeros da função são – 2 e 2. verificando, teremos :
f(x) = x² - 4

→ (- 2)² - 4 = 4 – 4 = 0 e 2² - 4 = 4 – 4 = 0
OUTRO EXEMPLO:
f(x) = x² - 6x + 9, a equação correspondente é x² - 6x + 9 = 0,
fatorando o 1º membro da equação temos:

x² - 6x + 9 = 0 → (x - 3)² = 0 → (x - 3)(x – 3) = 0 para que o
produto seja zero, pelo menos um dos fatores precisa ser
zero. Logo, ( x – 3) = 0 ou (x - 3) = 0
Se x – 3 = 0, então x = 3
Se x - 3 = 0, então x = 3
Assim as raízes da função são iguais (dupla) = 3. verificando,
teremos :
f(x) = x² - 6x + 9 → 3² - 6.3 + 9 = 9 - 18 + 9 = - 9 + 9 = 0
PODEMOS RESOLVER PELA FÓRMULA DE
BÁSKARA
f(x) = x² - 7x + 6, fazemos:
f(x) = 0 → x² - 7x + 6 = 0 (equação do 2º grau)
Resolvendo: a = 1 , b = -7 e c = 6

𝒙=
𝑥

−𝒃±

𝒃 𝟐 −𝟒𝒂𝒄
𝟐𝒂

7± 49−24
=
2
7+5
12
′
𝑥 =
=
2
2

𝑥=

𝑥=
=6

− −7 ±

7±√25
2
"

𝑥 =

−7 2 −4.1.6
2.1

𝑥=
7−5
2

2
2

7±5
2

= =1

AS RAÍZES DA FUNÇÃO SÃO 1 E 6.
CONCLUINDO:

AS RAÍZES OU ZEROS DA FUNÇÃO:
ALGEBRICAMENTE – são os valores de x
tais que f(x) ou y seja zero.
GEOMETRICAMENTE – são os pontos
(abscissas) em que a parábola intercepta
o eixo x.
VAMOS REFORÇAR O QUE APRENDEMOS COM O
VÍDEO

ou acesse http://www.youtube.com/watch?v=uAiBrgiig-c
ANALISANDO OS ZEROS OU RAÍZES DA FUNÇÃO
QUADRÁTICA ATRAVÉS DO SEU GRÁFICO
IMPORTANTE !!!
A PARÁBOLA PODE INTERSECTAR O EIXO x EM UM, DOIS OU
NENHUM PONTO, DEPENDE DO VALOR DE ∆ = b² - 4ac DA
EQUAÇÃO CORRESPONDENTE. CONCLUÍMOS QUE:
∆ = 0 ,uma raiz real ∆ > 0, duas raízes reais ∆ < 0, nenhuma raiz
dupla (a parábola
diferentes (a parábola real (a parábola não
intersecta o eixo x
intersecta o eixo x em intersecta o eixo).
em um só ponto).
dois pontos).
AGORA VAMOS PRATICAR UM POUCO!
Determine, se existirem, os zeros das funções quadráticas
usando a fórmula:
a) F(x)=

x² - 3x

b) F(x)

= x² + 4x + 5

c) F(x)

= - x² + 2x + 8

d) F(x)

= x² + 10x + 25

(Extraídos do Livro Matemática Contextos e Aplicações, do autor Dante, Volume 1 Ensino
Médio, pág.162)
Estudando o efeito dos coeficientes a, b e c na
parábola que representa a função
f(x) = ax² + bx + c.
Para isso vamos utilizar a ajuda de um software
chamado VARIAÇÃO DA FUNÇÃO QUADRÁTICA,
acessando o endereço:
http://www.cdme.im.-uff.mat.br/quadratica/quadratica-html/QP1.html
REFORÇANDO O QUE OBSERVAMOS NO SIMULADOR
“VARIAÇÃO DE UMA FUNÇÃO QUADRÁTICA”
O

coeficiente a é responsável pela concavidade e
abertura da parábola. Concluímos que:
Se a > 0, a concavidade é para
cima e a função é chamada de
crescente.

Se a < 0, a concavidade é para
baixo e a função é chamada de
decrescente.
O coeficiente b indica se a parábola intersecta o eixo y no
ramo crescente ou decrescente da função. Concluímos que:
Se b > 0, a parábola
intersecta o eixo y no ramo
crescente.

Se b < 0, a parábola
intersecta o eixo y no ramo
decrescente.
O coeficiente c indica o ponto onde a parábola
intersecta o eixo y. Concluímos que:
A

parábola cruza o eixo y no ponto (0,c).
C=3

C=3

C=0

C=-2
AGORA VAMOS ESTUDAR MAIS UM PONTO
MUITO IMPORTANTE NO GRÁFICO DE UMA
FUNÇÃO QUADRÁTICA
Sabe que ponto é este? É o vértice da
parábola...isso mesmo o vértice é o ponto em
que a parábola faz a curva, ou seja, o ponto em
que a curva muda de direção.

O vértice permite determinar a Imagem da
função e também seu valor máximo ou mínimo.
DETERMINANDO O VÉRTICE DA PARÁBOLA
A

parábola é simétrica em relação ao eixo vertical, logo o valor do x do
vértice será a média aritmética entre os valores das raízes da função.
Exemplo:
Dada a função f(x) = x² - 7x + 6 , temos como raízes x’ = 1 e x” = 6
Xv = x’ + x” = 1 + 6 = 7 = 3,5 logo substituindo x = 3,5 na função teremos,
2
2
2
f(3,5) = 3,5² - 7 . 3,5 + 6 = 12,25 – 24,5 + 6 = - 6,25, esse é o valor do yv .

Conclusões: o vértice desta parábola é o ponto (3,5; -6,25);
O valor mínimo desta função é : - 6,25;
A imagem é definida por : Im = { y є IR/y > - 6,25 }
A

outra forma de determinar as coordenadas do
vértice da parábola é aplicando as fórmulas:
Xv = - b
e
yv = - ∆
2a
4a
Dada a mesma função anterior f(x) = x² - 7x + 6, teremos
utilizando as fórmulas:
Xv = - b = - ( - 7) = 3,5
2a
2.1

e

yv = - ∆ = - 25 = - 6,25
4a
4.1

VIRAM COMO ENCONTRAMOS OS MESMOS VALORES!
REFORÇAMOS QUE:

SE A CONCAVIDADE DA PARÁBOLA É PARA
CIMA ( a > 0), O yv SERÁ VALOR MÍNIMO DA
FUNÇÃO E Im = { y є IR/ y > yv}
SE A CONCAVIDADE DA PARÁBOLA É PARA
BAIXO (a < 0), O yv SERÁ O VALOR MÁXIMO
DA FUNÇÃO E Im = { y є IR/ y < yv}
EXERCITANDO UM POUCO:
1. Determine o ponto V(xv, yv), vértice da parábola que
representa o gráfico das seguintes funções:
a)

y = x² - 6x + 5

b)

y = 3x² - 4x

c)

y = x² - 4

d)

y = - 6x²

e)

y = - x² + x – 3

Exercícios extraídos do Livro: Matemática Fundamental – Uma Nova Abordagem, de
Giovanni, Bonjorno e Giovanni Jr.
Pág. 133
AGORA CHEGAMOS NA MELHOR HORA...
PARA CONHECER ALGUMAS APLICAÇÕES
VAMOS ASSISTIR AO VÍDEO
OU ACESSE http://m3.ime.unicamp.br/recursos/1160
VAMOS VER ALGUMAS APLICAÇÕES EM FÍSICA
Voltando e acessando o endereço abaixo que
é do Software de “Variação de uma Função
Quadrática”, teremos algumas atividades com
velocidade...
http://www.cdme.im.-uff.mat.br/quadratica/quadratica-html/QP1.html
OUTRAS APLICAÇÕES:
1.

Em nossa Escola será construída uma quadra poliesportiva, a área
disponível para esta construção é de 375m². Sabe-se que o
comprimento da quadra excede a largura em 10 unidades.Qual
será as dimensões desta quadra?

Plano de solução – vamos desenhar para entendermos melhor , vejamos:
largura = x
comprimento = x + 10
Essa medida que não conhecemos o valor será a nossa incógnita que chamaremos
de x. Devemos encontrar o valor de x. Sabemos que trata-se de uma quadra
retangular, pois os lados são diferentes, sabemos também que a área do retângulo
é dado por base x altura, ou comprimento x largura, logo teremos:

A = x (x + 10)

A = x. x + x .10

A = X² + 10 X

agora é só resolver a equação!
2. Um diagramador está definindo as dimensões que terá uma revista. Necessita
que o comprimento de cada página seja igual à largura e que a superfície da
cada página seja de 324cm². Quais as medidas que cumprem as duas
condições?
3. O lucro, em reais, de uma empresa na venda de determinado produto é dado
pela função l(x) = – 2x2 + 300x – 16, onde l(x) é o lucro e x representa a quantidade
de produtos vendidos.Determine o lucro máximo obtido pela empresa na venda
desse produto.

4. Uma bola, ao ser chutada num tiro de meta por um goleiro, numa partida de
futebol, teve sua trajetória descrita pela equação h(t) = -2t² + 8t, onde t é o tempo
medido em segundos e h(t) é a altura em metros da bola no instante t. Determine:
a. O instante em que a bola retornará ao solo.
b. A altura máxima atingida pela bola.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sistemas de equações do 1⁰ grau revisão
Sistemas de equações do 1⁰ grau revisãoSistemas de equações do 1⁰ grau revisão
Sistemas de equações do 1⁰ grau revisão
Angela Costa
 
Polinomios
PolinomiosPolinomios
Polinomios
rosania39
 
Função do 2º grau
Função do 2º grauFunção do 2º grau
Função do 2º grau
leilamaluf
 
Funções
FunçõesFunções
Equação exponencial
Equação exponencialEquação exponencial
Equação exponencial
Péricles Penuel
 
Função Polinomial do 1º grau
Função Polinomial do 1º grauFunção Polinomial do 1º grau
Função Polinomial do 1º grau
João Paulo Luna
 
Progressão aritmética
Progressão aritméticaProgressão aritmética
Progressão aritmética
leilamaluf
 
Área e perímetro de figuras planas ( apresentação)
Área e perímetro de figuras planas ( apresentação)Área e perímetro de figuras planas ( apresentação)
Área e perímetro de figuras planas ( apresentação)
SirlenedeAPFinotti
 
Função Quadrática
Função QuadráticaFunção Quadrática
Função Quadrática
Mayara Permanhane
 
Mat áreas de figuras planas
Mat áreas de figuras planasMat áreas de figuras planas
Mat áreas de figuras planas
comentada
 
Aula 01 limites e continuidade
Aula 01   limites e continuidadeAula 01   limites e continuidade
Pirâmides
PirâmidesPirâmides
Pirâmides
carlos josé gomes
 
Função de 1º Grau
Função de 1º GrauFunção de 1º Grau
Função de 1º Grau
André Marchesini
 
MATEMÁTICA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13MAT101)
MATEMÁTICA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13MAT101)MATEMÁTICA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13MAT101)
MATEMÁTICA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13MAT101)
GernciadeProduodeMat
 
Aula 05 derivadas - conceitos iniciais
Aula 05   derivadas - conceitos iniciaisAula 05   derivadas - conceitos iniciais
Aula - semelhança de figuras
Aula - semelhança de figurasAula - semelhança de figuras
Aula - semelhança de figuras
mmffg
 
Aula 2 - Produtos Notáveis e Fatoração
Aula 2 - Produtos Notáveis e FatoraçãoAula 2 - Produtos Notáveis e Fatoração
Aula 2 - Produtos Notáveis e Fatoração
Turma1NC
 
Função Afim e Linear.ppt
Função Afim e Linear.pptFunção Afim e Linear.ppt
Função Afim e Linear.ppt
Rildo Borges
 
Apostila funcao-de-segundo-grau
Apostila funcao-de-segundo-grauApostila funcao-de-segundo-grau
Apostila funcao-de-segundo-grau
Petronio Paniago
 
Semelhança de triângulos
Semelhança de triângulosSemelhança de triângulos
Semelhança de triângulos
ELIZEU GODOY JR
 

Mais procurados (20)

Sistemas de equações do 1⁰ grau revisão
Sistemas de equações do 1⁰ grau revisãoSistemas de equações do 1⁰ grau revisão
Sistemas de equações do 1⁰ grau revisão
 
Polinomios
PolinomiosPolinomios
Polinomios
 
Função do 2º grau
Função do 2º grauFunção do 2º grau
Função do 2º grau
 
Funções
FunçõesFunções
Funções
 
Equação exponencial
Equação exponencialEquação exponencial
Equação exponencial
 
Função Polinomial do 1º grau
Função Polinomial do 1º grauFunção Polinomial do 1º grau
Função Polinomial do 1º grau
 
Progressão aritmética
Progressão aritméticaProgressão aritmética
Progressão aritmética
 
Área e perímetro de figuras planas ( apresentação)
Área e perímetro de figuras planas ( apresentação)Área e perímetro de figuras planas ( apresentação)
Área e perímetro de figuras planas ( apresentação)
 
Função Quadrática
Função QuadráticaFunção Quadrática
Função Quadrática
 
Mat áreas de figuras planas
Mat áreas de figuras planasMat áreas de figuras planas
Mat áreas de figuras planas
 
Aula 01 limites e continuidade
Aula 01   limites e continuidadeAula 01   limites e continuidade
Aula 01 limites e continuidade
 
Pirâmides
PirâmidesPirâmides
Pirâmides
 
Função de 1º Grau
Função de 1º GrauFunção de 1º Grau
Função de 1º Grau
 
MATEMÁTICA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13MAT101)
MATEMÁTICA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13MAT101)MATEMÁTICA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13MAT101)
MATEMÁTICA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13MAT101)
 
Aula 05 derivadas - conceitos iniciais
Aula 05   derivadas - conceitos iniciaisAula 05   derivadas - conceitos iniciais
Aula 05 derivadas - conceitos iniciais
 
Aula - semelhança de figuras
Aula - semelhança de figurasAula - semelhança de figuras
Aula - semelhança de figuras
 
Aula 2 - Produtos Notáveis e Fatoração
Aula 2 - Produtos Notáveis e FatoraçãoAula 2 - Produtos Notáveis e Fatoração
Aula 2 - Produtos Notáveis e Fatoração
 
Função Afim e Linear.ppt
Função Afim e Linear.pptFunção Afim e Linear.ppt
Função Afim e Linear.ppt
 
Apostila funcao-de-segundo-grau
Apostila funcao-de-segundo-grauApostila funcao-de-segundo-grau
Apostila funcao-de-segundo-grau
 
Semelhança de triângulos
Semelhança de triângulosSemelhança de triângulos
Semelhança de triângulos
 

Semelhante a Função Quadrática

Função Quadrática
Função QuadráticaFunção Quadrática
Função Quadrática
Aab2507
 
Função Quadrática
Função QuadráticaFunção Quadrática
Função Quadrática
Aab2507
 
Função Quadrática
Função QuadráticaFunção Quadrática
Função Quadrática
Nome Sobrenome
 
FUNÇÃO POLINOMIAL DO 2º GRAU.pptx
FUNÇÃO POLINOMIAL DO  2º GRAU.pptxFUNÇÃO POLINOMIAL DO  2º GRAU.pptx
FUNÇÃO POLINOMIAL DO 2º GRAU.pptx
FabiolaSouza36
 
Equações do 2ºgrau, Função Polinomial do 1º e 2º grau, Semelhanças, Segmentos...
Equações do 2ºgrau, Função Polinomial do 1º e 2º grau, Semelhanças, Segmentos...Equações do 2ºgrau, Função Polinomial do 1º e 2º grau, Semelhanças, Segmentos...
Equações do 2ºgrau, Função Polinomial do 1º e 2º grau, Semelhanças, Segmentos...
Zaqueu Oliveira
 
Funções
Funções Funções
Funções
Ray Sousa
 
matematica e midias
matematica e midiasmatematica e midias
matematica e midias
iraciva
 
Funções.saa
Funções.saaFunções.saa
Funções.saa
sosoazevedo
 
Trabalho individual objetos de aprendizagem
Trabalho individual objetos de aprendizagemTrabalho individual objetos de aprendizagem
Trabalho individual objetos de aprendizagem
Edson Júnio
 
Exercicios resolvidos
Exercicios resolvidosExercicios resolvidos
Exercicios resolvidos
texa0111
 
Função do 1º Grau 27-04-2023.pdf
Função do 1º Grau 27-04-2023.pdfFunção do 1º Grau 27-04-2023.pdf
Função do 1º Grau 27-04-2023.pdf
ZejucanaMatematica
 
Apostila matematica
Apostila matematicaApostila matematica
Apostila matematica
Elias Alves Martins Junior
 
Atividades smte2012
Atividades smte2012Atividades smte2012
Atividades smte2012
Casa-prof.:Odilthom Arrebola
 
EquaçãO Do 2º Grau Autor Antonio Carlos C Barroso
EquaçãO Do 2º Grau Autor Antonio Carlos C BarrosoEquaçãO Do 2º Grau Autor Antonio Carlos C Barroso
EquaçãO Do 2º Grau Autor Antonio Carlos C Barroso
Antonio Carneiro
 
Ap exercicios matematica respostas 002
Ap exercicios matematica respostas  002Ap exercicios matematica respostas  002
Ap exercicios matematica respostas 002
trigono_metrico
 
Apostila matematica ens medio 000
Apostila matematica ens medio 000Apostila matematica ens medio 000
Apostila matematica ens medio 000
resolvidos
 
Ap mat em questoes gabarito 003 resolvidos
Ap mat em questoes gabarito  003 resolvidosAp mat em questoes gabarito  003 resolvidos
Ap mat em questoes gabarito 003 resolvidos
trigono_metrico
 
Função quadrática
Função quadráticaFunção quadrática
Função quadrática
jwfb
 
Mat funcao polinomial 2 grau
Mat funcao polinomial 2 grauMat funcao polinomial 2 grau
Mat funcao polinomial 2 grau
trigono_metria
 
Lista de exercícios 8
Lista de exercícios 8Lista de exercícios 8
Lista de exercícios 8
Carlos Campani
 

Semelhante a Função Quadrática (20)

Função Quadrática
Função QuadráticaFunção Quadrática
Função Quadrática
 
Função Quadrática
Função QuadráticaFunção Quadrática
Função Quadrática
 
Função Quadrática
Função QuadráticaFunção Quadrática
Função Quadrática
 
FUNÇÃO POLINOMIAL DO 2º GRAU.pptx
FUNÇÃO POLINOMIAL DO  2º GRAU.pptxFUNÇÃO POLINOMIAL DO  2º GRAU.pptx
FUNÇÃO POLINOMIAL DO 2º GRAU.pptx
 
Equações do 2ºgrau, Função Polinomial do 1º e 2º grau, Semelhanças, Segmentos...
Equações do 2ºgrau, Função Polinomial do 1º e 2º grau, Semelhanças, Segmentos...Equações do 2ºgrau, Função Polinomial do 1º e 2º grau, Semelhanças, Segmentos...
Equações do 2ºgrau, Função Polinomial do 1º e 2º grau, Semelhanças, Segmentos...
 
Funções
Funções Funções
Funções
 
matematica e midias
matematica e midiasmatematica e midias
matematica e midias
 
Funções.saa
Funções.saaFunções.saa
Funções.saa
 
Trabalho individual objetos de aprendizagem
Trabalho individual objetos de aprendizagemTrabalho individual objetos de aprendizagem
Trabalho individual objetos de aprendizagem
 
Exercicios resolvidos
Exercicios resolvidosExercicios resolvidos
Exercicios resolvidos
 
Função do 1º Grau 27-04-2023.pdf
Função do 1º Grau 27-04-2023.pdfFunção do 1º Grau 27-04-2023.pdf
Função do 1º Grau 27-04-2023.pdf
 
Apostila matematica
Apostila matematicaApostila matematica
Apostila matematica
 
Atividades smte2012
Atividades smte2012Atividades smte2012
Atividades smte2012
 
EquaçãO Do 2º Grau Autor Antonio Carlos C Barroso
EquaçãO Do 2º Grau Autor Antonio Carlos C BarrosoEquaçãO Do 2º Grau Autor Antonio Carlos C Barroso
EquaçãO Do 2º Grau Autor Antonio Carlos C Barroso
 
Ap exercicios matematica respostas 002
Ap exercicios matematica respostas  002Ap exercicios matematica respostas  002
Ap exercicios matematica respostas 002
 
Apostila matematica ens medio 000
Apostila matematica ens medio 000Apostila matematica ens medio 000
Apostila matematica ens medio 000
 
Ap mat em questoes gabarito 003 resolvidos
Ap mat em questoes gabarito  003 resolvidosAp mat em questoes gabarito  003 resolvidos
Ap mat em questoes gabarito 003 resolvidos
 
Função quadrática
Função quadráticaFunção quadrática
Função quadrática
 
Mat funcao polinomial 2 grau
Mat funcao polinomial 2 grauMat funcao polinomial 2 grau
Mat funcao polinomial 2 grau
 
Lista de exercícios 8
Lista de exercícios 8Lista de exercícios 8
Lista de exercícios 8
 

Último

Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
deboracorrea21
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
Sandra Pratas
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
edusegtrab
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
orquestrasinfonicaam
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 

Último (20)

Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 

Função Quadrática

  • 3. MAS NEM SEMPRE NOSSA EXPRESSÃO ALGÉBRICA APARECERÁ ASSIM... VAMOS VERIFICAR EM OUTRAS FORMAS SE VOCÊ CONSEGUE IDENTIFICAR OS VALORES DOS COEFICIENTES a, b E c NAS FUNÇÕES QUADRÁTICAS A SEGUIR. f(x) = (x – 3)² f(x) = ( x +2 )( x – 2 ) f(x) = 3x(x -1)
  • 4. E AÍ CONSEGUIRAM? VAMOS VERIFICAR!  Com certeza quem se recordou de fatoração e produtos notáveis conseguiu identificar os coeficientes. Vamos relembrar!  f(x) = (x + 3)² → é um quadrado da soma → (quadrado do 1º)+ (duas vezes o 1º pelo 2º) + (quadrado do 2º), logo teremos: f(x) = x² + 2. x. 3 + 3² f(x) = x² + 6x + 9 onde a = 1, b = 6 e c = 9  f(x) = (x +2)(x – 2) → é um produto da soma pela diferença → (quadrado do 1º) – ( quadrado do 2º), logo teremos: f(x) = x² + 2² f(x) = x² + 4 onde a = 1 , b = 0 e c = 4  f(x) = 3x (x -1) → é uma multiplicação de monômio por polinômio → multiplicamos o termo(monômio) de fora do parênteses pelas parcelas de dentro(polinômio) e somamos os resultados, logo teremos: f(x) = 3x. X + 3x .(-1) f(x) = 3x² - 3x onde a = 3, b = 3 e c = 0
  • 5. REPRESENTAÇÃO ALGÉBRICA f(x) = ax² + bx + c REPRESENTAÇÃO GRÁFICA  é uma curva aberta chamada parábola. Uma Pará...o quê? Calma, para entender melhor vamos assistir um vídeo!
  • 6. APRENDENDO MAIS SOBRE PARÁBOLAS! ou acesse http://www.youtube.com/watch?v=yc164_2VvpI
  • 7. ZEROS OU RAÍZES DE UMA FUNÇÃO QUADRÁTICA Os zeros ou raízes da função quadrática f(x) = ax² + bx =c são as raízes da equação do 2º grau ax² + bx + c = 0, ou seja, temos que resolver a equação.
  • 8. PODEMOS RESOLVER POR FATORAÇÃO Exemplo: f(x) = x² - 4, a equação correspondente é x² - 4 = 0, fatorando o 1º membro da equação temos: x² - 4 = 0 → (x - 2)(x + 2) = 0 para que o produto seja zero, pelo menos um dos fatores precisa ser zero. Logo, (x – 2) = 0 ou (x + 2) = 0 Se x – 2 = 0, então x = 2 Se x + 2 = 0, então x = - 2 Assim os zeros da função são – 2 e 2. verificando, teremos : f(x) = x² - 4 → (- 2)² - 4 = 4 – 4 = 0 e 2² - 4 = 4 – 4 = 0
  • 9. OUTRO EXEMPLO: f(x) = x² - 6x + 9, a equação correspondente é x² - 6x + 9 = 0, fatorando o 1º membro da equação temos: x² - 6x + 9 = 0 → (x - 3)² = 0 → (x - 3)(x – 3) = 0 para que o produto seja zero, pelo menos um dos fatores precisa ser zero. Logo, ( x – 3) = 0 ou (x - 3) = 0 Se x – 3 = 0, então x = 3 Se x - 3 = 0, então x = 3 Assim as raízes da função são iguais (dupla) = 3. verificando, teremos : f(x) = x² - 6x + 9 → 3² - 6.3 + 9 = 9 - 18 + 9 = - 9 + 9 = 0
  • 10. PODEMOS RESOLVER PELA FÓRMULA DE BÁSKARA f(x) = x² - 7x + 6, fazemos: f(x) = 0 → x² - 7x + 6 = 0 (equação do 2º grau) Resolvendo: a = 1 , b = -7 e c = 6 𝒙= 𝑥 −𝒃± 𝒃 𝟐 −𝟒𝒂𝒄 𝟐𝒂 7± 49−24 = 2 7+5 12 ′ 𝑥 = = 2 2 𝑥= 𝑥= =6 − −7 ± 7±√25 2 " 𝑥 = −7 2 −4.1.6 2.1 𝑥= 7−5 2 2 2 7±5 2 = =1 AS RAÍZES DA FUNÇÃO SÃO 1 E 6.
  • 11. CONCLUINDO: AS RAÍZES OU ZEROS DA FUNÇÃO: ALGEBRICAMENTE – são os valores de x tais que f(x) ou y seja zero. GEOMETRICAMENTE – são os pontos (abscissas) em que a parábola intercepta o eixo x.
  • 12. VAMOS REFORÇAR O QUE APRENDEMOS COM O VÍDEO ou acesse http://www.youtube.com/watch?v=uAiBrgiig-c
  • 13. ANALISANDO OS ZEROS OU RAÍZES DA FUNÇÃO QUADRÁTICA ATRAVÉS DO SEU GRÁFICO
  • 14. IMPORTANTE !!! A PARÁBOLA PODE INTERSECTAR O EIXO x EM UM, DOIS OU NENHUM PONTO, DEPENDE DO VALOR DE ∆ = b² - 4ac DA EQUAÇÃO CORRESPONDENTE. CONCLUÍMOS QUE: ∆ = 0 ,uma raiz real ∆ > 0, duas raízes reais ∆ < 0, nenhuma raiz dupla (a parábola diferentes (a parábola real (a parábola não intersecta o eixo x intersecta o eixo x em intersecta o eixo). em um só ponto). dois pontos).
  • 15. AGORA VAMOS PRATICAR UM POUCO! Determine, se existirem, os zeros das funções quadráticas usando a fórmula: a) F(x)= x² - 3x b) F(x) = x² + 4x + 5 c) F(x) = - x² + 2x + 8 d) F(x) = x² + 10x + 25 (Extraídos do Livro Matemática Contextos e Aplicações, do autor Dante, Volume 1 Ensino Médio, pág.162)
  • 16. Estudando o efeito dos coeficientes a, b e c na parábola que representa a função f(x) = ax² + bx + c. Para isso vamos utilizar a ajuda de um software chamado VARIAÇÃO DA FUNÇÃO QUADRÁTICA, acessando o endereço: http://www.cdme.im.-uff.mat.br/quadratica/quadratica-html/QP1.html
  • 17. REFORÇANDO O QUE OBSERVAMOS NO SIMULADOR “VARIAÇÃO DE UMA FUNÇÃO QUADRÁTICA” O coeficiente a é responsável pela concavidade e abertura da parábola. Concluímos que: Se a > 0, a concavidade é para cima e a função é chamada de crescente. Se a < 0, a concavidade é para baixo e a função é chamada de decrescente.
  • 18. O coeficiente b indica se a parábola intersecta o eixo y no ramo crescente ou decrescente da função. Concluímos que: Se b > 0, a parábola intersecta o eixo y no ramo crescente. Se b < 0, a parábola intersecta o eixo y no ramo decrescente.
  • 19. O coeficiente c indica o ponto onde a parábola intersecta o eixo y. Concluímos que: A parábola cruza o eixo y no ponto (0,c). C=3 C=3 C=0 C=-2
  • 20. AGORA VAMOS ESTUDAR MAIS UM PONTO MUITO IMPORTANTE NO GRÁFICO DE UMA FUNÇÃO QUADRÁTICA Sabe que ponto é este? É o vértice da parábola...isso mesmo o vértice é o ponto em que a parábola faz a curva, ou seja, o ponto em que a curva muda de direção. O vértice permite determinar a Imagem da função e também seu valor máximo ou mínimo.
  • 21. DETERMINANDO O VÉRTICE DA PARÁBOLA A parábola é simétrica em relação ao eixo vertical, logo o valor do x do vértice será a média aritmética entre os valores das raízes da função. Exemplo: Dada a função f(x) = x² - 7x + 6 , temos como raízes x’ = 1 e x” = 6 Xv = x’ + x” = 1 + 6 = 7 = 3,5 logo substituindo x = 3,5 na função teremos, 2 2 2 f(3,5) = 3,5² - 7 . 3,5 + 6 = 12,25 – 24,5 + 6 = - 6,25, esse é o valor do yv . Conclusões: o vértice desta parábola é o ponto (3,5; -6,25); O valor mínimo desta função é : - 6,25; A imagem é definida por : Im = { y є IR/y > - 6,25 }
  • 22. A outra forma de determinar as coordenadas do vértice da parábola é aplicando as fórmulas: Xv = - b e yv = - ∆ 2a 4a Dada a mesma função anterior f(x) = x² - 7x + 6, teremos utilizando as fórmulas: Xv = - b = - ( - 7) = 3,5 2a 2.1 e yv = - ∆ = - 25 = - 6,25 4a 4.1 VIRAM COMO ENCONTRAMOS OS MESMOS VALORES!
  • 23. REFORÇAMOS QUE: SE A CONCAVIDADE DA PARÁBOLA É PARA CIMA ( a > 0), O yv SERÁ VALOR MÍNIMO DA FUNÇÃO E Im = { y є IR/ y > yv} SE A CONCAVIDADE DA PARÁBOLA É PARA BAIXO (a < 0), O yv SERÁ O VALOR MÁXIMO DA FUNÇÃO E Im = { y є IR/ y < yv}
  • 24. EXERCITANDO UM POUCO: 1. Determine o ponto V(xv, yv), vértice da parábola que representa o gráfico das seguintes funções: a) y = x² - 6x + 5 b) y = 3x² - 4x c) y = x² - 4 d) y = - 6x² e) y = - x² + x – 3 Exercícios extraídos do Livro: Matemática Fundamental – Uma Nova Abordagem, de Giovanni, Bonjorno e Giovanni Jr. Pág. 133
  • 25. AGORA CHEGAMOS NA MELHOR HORA...
  • 26. PARA CONHECER ALGUMAS APLICAÇÕES VAMOS ASSISTIR AO VÍDEO OU ACESSE http://m3.ime.unicamp.br/recursos/1160
  • 27. VAMOS VER ALGUMAS APLICAÇÕES EM FÍSICA Voltando e acessando o endereço abaixo que é do Software de “Variação de uma Função Quadrática”, teremos algumas atividades com velocidade... http://www.cdme.im.-uff.mat.br/quadratica/quadratica-html/QP1.html
  • 28. OUTRAS APLICAÇÕES: 1. Em nossa Escola será construída uma quadra poliesportiva, a área disponível para esta construção é de 375m². Sabe-se que o comprimento da quadra excede a largura em 10 unidades.Qual será as dimensões desta quadra? Plano de solução – vamos desenhar para entendermos melhor , vejamos: largura = x comprimento = x + 10 Essa medida que não conhecemos o valor será a nossa incógnita que chamaremos de x. Devemos encontrar o valor de x. Sabemos que trata-se de uma quadra retangular, pois os lados são diferentes, sabemos também que a área do retângulo é dado por base x altura, ou comprimento x largura, logo teremos: A = x (x + 10) A = x. x + x .10 A = X² + 10 X agora é só resolver a equação!
  • 29. 2. Um diagramador está definindo as dimensões que terá uma revista. Necessita que o comprimento de cada página seja igual à largura e que a superfície da cada página seja de 324cm². Quais as medidas que cumprem as duas condições? 3. O lucro, em reais, de uma empresa na venda de determinado produto é dado pela função l(x) = – 2x2 + 300x – 16, onde l(x) é o lucro e x representa a quantidade de produtos vendidos.Determine o lucro máximo obtido pela empresa na venda desse produto. 4. Uma bola, ao ser chutada num tiro de meta por um goleiro, numa partida de futebol, teve sua trajetória descrita pela equação h(t) = -2t² + 8t, onde t é o tempo medido em segundos e h(t) é a altura em metros da bola no instante t. Determine: a. O instante em que a bola retornará ao solo. b. A altura máxima atingida pela bola.